Rosana Maria dos Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3900261605147923
  • Última atualização do currículo em 05/09/2018


Mestra em História pela Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE (2016); Especialização em História do Nordeste do Brasil pela Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP (2012) e Especialização em Turismo e Patrimônio pela Faculdade Frassinetti do Recife - FAFIRE (2011); graduada em História (licenciatura) pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2012); graduada em História (bacharelado) pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2014) e graduada em Gestão de Turismo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE (2009). Tem experiência na área de História e Educação, com ênfase em história do nordeste do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas culturais, memória e politicas públicas educacionais. Email: rosanamaria.history@gmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rosana Maria dos Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, R. M.;SANTOS, Rosana Maria dos

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil.
Av. Prof. Moraes Rego
Cidade Universitária
50670901 - Recife, PE - Brasil
Telefone: (81) 985665525
URL da Homepage: www.ufpe.br


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2016
Mestrado em História Social da Cultura Regional.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: É NA LEI E NA MARRA: A Organização do Carnaval do Recife (1955-1964),Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Isabel Cristina Martins Guillen.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Legislação; Carnaval; Departamento de Documentação e Cultura; Recife.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História Regional do Brasil.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Social da Cultura.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico; Educação.
2011 - 2012
Especialização em História do Nordeste do Brasil. (Carga Horária: 360h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, Brasil, UNICAP, Brasil.
Título: DE BAQUE SOLTO AO BAQUE VIRADO: A Intervenção da Federação Carnavalesca de Pernambuco aos Maracatus Cruzeiro do Forte, Almirante do Forte e Indiano.
Orientador: Beatriz de Miranda Brusantin.
2010 - 2011
Especialização em Turismo e Patrimônio. (Carga Horária: 360h).
Faculdade Frassinetti do Recife, FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
Título: TRÊS DÉCADAS DE DITADURA MILITAR: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano.
Orientador: Fabiana Santos Dantas.
2012 - 2014
Graduação em Bacharelado em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil, UFPE, Brasil.
Título: A LEI DO CARNAVAL: os desafios da Comissão Promotora do Carnaval do Recife (1972 -1979).
Orientador: Isabel Cristina Martins Guillen.
2008 - 2012
Graduação em Licenciatura em História.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
Título: Relatório de Atividades - Escola de Referência Ginásio Pernambucano.
Orientador: Adriana Maria Paulo da Silva.
2007 - 2009
Graduação em Gestão de Turismo.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, IFPE, Brasil, IFPE, Brasil.
Título: CONEXÃO ÁFRICA/PERNAMBUCO: Arte no Terço.
Orientador: Roberta Cajaseiras de Carvalho.




Formação Complementar


2018 - 2018
Extensão universitária em OS INTELECTUAIS EM MAIO DE 68. (Carga horária: 16h).
Instituto Ricardo Brennand, IRB, Brasil.
2018 - 2018
QUADRINHOS EM SALA DE AULA: ESTRATÉGIAS, INSTRUMENTOS E APLICAÇÕES. (Carga horária: 160h).
Fundação Demócrito Rocha, FDR, Brasil.
2018 - 2018
BRINQUEDOTECA. (Carga horária: 60h).
Portal Educação, ABED, Brasil.
2018 - 2018
DIREITOS HUMANOS E GERAÇÃO DA PAZ. (Carga horária: 120h).
Fundação Demócrito Rocha, FDR, Brasil.
2018 - 2018
Starting I - Curso de Inglês. (Carga horária: 45h).
Escola de Idiomas transworld, TRANSWORLD, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em Introdução à Filosofia Feminista. (Carga horária: 12h).
Faculdade Frassinetti do Recife, FAFIRE, Brasil.
2017 - 2017
AUTISMO UMA VISÃO PSICANALÍTICA. (Carga horária: 12h).
Faculdade Frassinetti do Recife, FAFIRE, Brasil.
2017 - 2017
JUSTIÇA RESTAURATIVA NA ESCOLA PARA UMA CULTURA DE PAZ. (Carga horária: 30h).
Fundação Joaquim Nabuco, FUNDAJ, Brasil.
2017 - 2017
A Reforma do Ensino Médio: empregabilidade ou dualidade social ?. (Carga horária: 3h).
Faculdade Frassinetti do Recife, FAFIRE, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em A afetividade como um instrumento facilitador no processo de ensino ... (Carga horária: 2h).
Faculdade Metropolitana da Grande Recife, UNESJ, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em X Para Ler - Fernand Braudel por Peter Burke. (Carga horária: 16h).
Instituto Ricardo Brennand, IRB, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em O corpo como forma de expressão no processo da aprendizagem. (Carga horária: 2h).
Faculdade Metropolitana da Grande Recife, UNESJ, Brasil.
2016 - 2016
Elaboração e apresentação de teses e dissertações conforme as normas ABNT. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil, UFPE, Brasil.
2016 - 2016
Festas populares como objeto de estudo da história. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil, UFRPE, Brasil.
2016 - 2016
Curso de Oratória. (Carga horária: 5h).
Faculdade Maurício de Nassau, UNINASSAU, Brasil.
2016 - 2016
Formação Google Apps for Education. (Carga horária: 16h).
Google Apps for Education, GOOGLE, Brasil.
2015 - 2015
Grafitagem Sustentável. (Carga horária: 3h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2015 - 2015
Para Ler a História Cultural ( Roger Chartier). (Carga horária: 16h).
Instituto Ricardo Brennand, IRB, Brasil.
2015 - 2015
Elaboração e apresentação de teses e dissertações. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, UFPE, Brasil.
2015 - 2015
Contação de Histórias: histórias que encantam e ... (Carga horária: 3h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2015 - 2015
Bullying e Cyberbullying: discurssões ... (Carga horária: 3h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Contação de Histórias: histórias que encantam e ... (Carga horária: 160h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Para ler Gilberto Freyre. (Carga horária: 20h).
Instituto Ricardo Brennand, IRB, Brasil.
2014 - 2014
Documentário Militante e Espaços Urbanos. (Carga horária: 9h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, Brasil, UNICAP, Brasil.
2014 - 2014
Comunicação, Escrita e Produção Acadêmica. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil, UFPE, Brasil.
2014 - 2014
Os impressos nas pesquisas históricas ... (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil, UFPE, Brasil.
2014 - 2014
A História e a Linguística. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil, UFRPE, Brasil.
2014 - 2014
Curso de Oratória. (Carga horária: 16h).
CORPORATUM TREINAMENTOS, CORPORATUM, Brasil.
2014 - 2014
Gestão de Projetos. (Carga horária: 6h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2014 - 2014
Redação Científica. (Carga horária: 6h).
Faculdade Frassinetti do Recife., FAFIRE, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Curso de conservação e restauro em documentos... (Carga horária: 120h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Raízes Ancestrais Africanas na Produção... (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Como Escrever a História: Uma Introdução ... (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Metodologia e Aplicação da educação Patrimonial. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Lutas sociais e operárias em Pernambuco... (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
A teoria do discurso de Ernesto Laclau... (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2013 - 2013
Programa Manuel Bandeira de Formação de leitores.. (Carga horária: 40h).
Prefeitura da cidade do Recife, PCR, Brasil.
2012 - 2012
Os lugares das culturas negras na Identidade... (Carga horária: 10h).
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, UFRPE, Brasil.
2012 - 2012
História e cultura popular:metodologia de pesquisa. (Carga horária: 7h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, Brasil, UNICAP, Brasil.
2012 - 2012
Gestão em equipamentos culturais. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Poder Normalização e Violência. (Carga horária: 9h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, UNICAP, Brasil.
2011 - 2011
Dinâmicas políticas na África contemporânea. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Literatura, política e ancestralidades negras. (Carga horária: 9h).
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, UFRPE, Brasil.
2011 - 2011
Conservação de documentos. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Oficina de Normalização de Trabalhos Acadêmicos. (Carga horária: 9h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Elaboração de trabalhos científicos. (Carga horária: 4h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, UNICAP, Brasil.
2011 - 2011
A pesquisa historiográfica:teoria,metodologia... (Carga horária: 9h).
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, UFRPE, Brasil.
2011 - 2011
Ver, ouvir, lembrar: História, memória e questão... (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Estratégias para vencer o desafio de falar em .... (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Coleções Etnográficas e Museus Indígenas. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Mudanças climáticas:40 de progresso ou retrocesso?. (Carga horária: 10h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, UNICAP, Brasil.
2011 - 2011
Reconhecimentos: Antropologia, folclore e cultura.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE,Brasil, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Criação de campanha de marketing. (Carga horária: 12h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Desenvolvimento interpessoal nas organizações... (Carga horária: 12h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Monitora do I Festival de Artes da UFPE. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Economia Solidaria e Desenvolvimento local. (Carga horária: 16h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em História da M.P.B. (Carga horária: 16h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
Extensão universitária em Planejamento da qualidade em serviços. (Carga horária: 12h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
A importância dos festejos populares do NE... (Carga horária: 6h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
Registros Rupestres no Nordeste do Brasil. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
Pardos e Negros setecentistas:entre irmandades.... (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
História oral, imagens e testemunhos. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
Didática: pressupostos éticos. (Carga horária: 6h).
Faculdade Frassinetti do Recife , FAFIRE, Brasil, FAFIRE, Brasil.
2010 - 2010
A produção de documento: a relação entre fonte .... (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2010 - 2010
A mulher honesta na história da legislação penal... (Carga horária: 9h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, Brasil.
2010 - 2010
conversación en español. (Carga horária: 120h).
Centro de educação profissional jornalista Cristiano Donato, PCR, Brasil.
2008 - 2009
Curso de língua espanhola ( 4 Módulos ). (Carga horária: 240h).
Centro de educação profissional jornalista Cristiano Donato, PCR, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, UFRPE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante do Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.


Escola de Referêcia Ginásio Pernambucano, EREMGP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 8
Outras informações
Estágio curricular obrigatório para a conclusão da Licenciatura em História, realizado com os alunos do ensino médio na Escola de Referência Ginásio Pernambucano.


Instituto Federal de Educação e Tecnologia de Permanbuco, IFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante da Graduação


Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio de Docência, Carga horária: 8
Outras informações
O estágio foi realizado na Universidade Federal de Pernambuco, sob a supervisão da professora Isabel Cristina Martins Guillen. A disciplina foi criada com o objetivo de discutir e problematizar os procedimentos da história oral, relacionando-os com a historiografia sobre memória e história. Assim como também, objetivava desenvolver projetos de pesquisas utilizando depoimentos orais. A disciplina tinha carga horária de 90/h e foi oferecida para os alunos da Licenciatura e Bacharelado em história da UFPE.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Monitora, Enquadramento Funcional: Participação no Projeto Interação, Carga horária: 16
Outras informações
O Interação é um Projeto de Educação Pré-Vestibular desenvolvido junto à Pró-Reitoria de Extensão da UFPE (PROEXT), que visa ao ingresso de alunos da rede pública de ensino em Universidades Públicas.

Atividades

2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, .

2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, .

Linhas de pesquisa
Memória e Imagem

Biblioteca pública do estado de Pernambuco, BPE, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Pesquisa, Carga horária: 20

Atividades

06/2012 - 09/2012
Estágios , Boblioteca Pública do Estado de Pernambuco, .

Estágio realizado
06/ 2012 Atividade de inventário das obras bibliográficas do setor de referência..
09/2010 - 09/2012
Estágios , Boblioteca Pública do Estado de Pernambuco, .

Estágio realizado
09/ 2010 Atividade de atendimento ao usuário, tais como: orientação à pesquisa, consultas aos catálogos, à base de dados; encaminhamento às coleções, salas para estudo em grupo, arquivos de recortes de jornais; levantamento bibliográfico.

Prefeitura da cidade do Recife, PCR, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Mediadora de Leitura, Carga horária: 20
Outras informações
No Programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores desenvolvi as seguintes ações: realização de atividades com estudantes do 2° e 3° ciclo, voltadas para ampliação da leitura e dinamização da biblioteca escolar da Escola Municipal Engenho do Meio.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 30
Outras informações
Professora da Escola Professor José da Costa Porto, com 125 horas/ aula, nas turmas do 6° ao 9° Ano do Ensino Fundamental. Disciplinas ministradas: História; História do Recife; Introdução as Leis Trabalhistas (ILT)

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20
Outras informações
Professora regente da disciplina de História com carga horária de 100h/ aula mensal.


Colégio Nossa Senhora de Lourdes, NLS, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora



Linhas de pesquisa


1.
Memória e Imagem
2.
Políticas Culturais
3.
História da Educação
4.
Políticas Educacionais


Projetos de pesquisa


2015 - 2016
É na lei e na marra: A Organização do Carnaval do Recife (1955-1964)
Descrição: Projeto desenvolvido durante o mestrado do Programa de Pós-Graduação em História Social da Cultura Regional, e tendo por objetivo analisar e problematizar a história do Carnaval do Recife no período de 1955-1964. Nessa época, organizar o reinado de Momo tornou-se uma prioridade política, pois os administradores julgavam necessário criar políticas públicas capazes de solucionar uma questão que há décadas era destaque nos periódicos da cidade: salvar o Carnaval do Recife da ?decadência?. A década de 1950 é um marco para historiografia que analisa o Carnaval do Recife. Logo após o fim dos festejos momescos de 1955, a Prefeitura da cidade, através do projeto de lei de autoria do Vereador Antônio Batista de Sousa, tenta tomar para si a organização da festa. Segundo alguns periódicos, a medida surge na tentativa de ?salvar o reinado de Momo?, que segundo os mesmos, estava ?morrendo aos poucos?. Desse modo, em 1955, o prefeito Djair Brindeiro sancionou a lei Nº 3.346, de sete de junho, oficializando o Carnaval da cidade, que passou a ser organizado pelo Departamento de Documentação e Cultura (DDC). Essa lei tinha por objetivo a promoção do Carnaval voltado para a tradição, preservando assim os clubes de frevo, maracatus e os clubes de caboclinhos. Entre as medidas propostas pela lei, foi prevista uma ajuda financeira aos blocos, escolas de samba e demais agremiações Carnavalescas que contribuíssem para animação e consolidação do Carnaval do Recife. Nesta pesquisa analisamos as disputas políticas, sociais e as proibições às práticas consideradas subversivas, que eram comuns nos dias de Momo. No entanto, ressaltamos também a resistência dos populares que equiparavam-se a qualquer tipo de norma ou proibição. ,.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
A LEI DO CARNAVAL os desafios da Comissão Promotora do Carnaval do Recife (1972 -1979)
Descrição: Pesquisa que deu fundamentação a um trabalho monográfico. Nela buscamos compreender se a Comissão Promotora do Carnaval do Recife (CPC) conseguiu organizar o Carnaval da cidade do Recife. A Comissão Promotora do Carnaval do Recife juntamente com a Emetur, tentaram por seis anos não só organizar o Carnaval do Recife, mas trazer o povo para as ruas durante tríduo momesco, com ordem e disciplina. Tendo em vista que o Carnaval é uma festa complexa que envolve interesses políticos, econômicos e sociais. A festa do riso é o espaço de disputas, ciúmes, desavenças e inquietantes interferências no mundo dos adversários onde a disputa e as rivalidades são alimentos. Nesse estudo, percebemos que a organização de um Carnaval é algo gigantesco. Na década de 70 o tema Carnaval se torna uma prioridade política. Era comum nos jornais encontrar críticas aos organizadores da festa, políticos que defendiam na Câmara Municipal e na Câmara dos Deputados maiores iniciativas para restaurar o carnaval do Recife e, sobretudo melhorar as condições das agremiações carnavalescas. Ao analisar as décadas anteriores e posteriores ao recorte (1972-1979) observamos que as críticas eram muito parecidas e principalmente, não é na década de 1970 que se iniciam os rumores de que o carnaval do Recife estava chegando ao fim..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Rosana Maria dos Santos - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 3


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História Regional do Brasil.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação/Especialidade: História da Educação.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Planejamento e Avaliação Educacional/Especialidade: Política Educacional.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Mestra em História, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE.
2014
Bacharel em História, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE.
2012
Especialista em História do Nordeste do Brasil, Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP.
2012
Licenciada em História, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE.
2011
Especialista em Turismo e Patrimônio, Faculdade Frassinetti do Recife - FAFIRE.
2009
Tecnóloga em Turismo, Instituto Federal de Pernambuco - IFPE.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, R. M.. COC 'Governa', Mas Não Reina. In: II Seminário Nacional de História e Contemporaneidades : Pensar o Passado em Tempos de Extremisno e Exclusão, 2015, Crato - CE. Anais do II Seminário Nacional de História e Contemporaneidades : Pensar o Passado em Tempos de Extremisno e Exclusão. Crato - CE: URCA, 2015. p. 404-418.

2.
SANTOS, R. M.. DA SENZALA AO PALCO. In: III ENCONTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM CULTURA, 2015, Crato - CE. Anais do III Encontro Brasileiro de Pesquisa em Cultura. Crato - CE: UFC, 2015. p. 75-81.

3.
SANTOS, R. M.. Vigilância, Proibições e Punições: Ordem no Carnaval do Recife. In: IV Congresso Sergipano de História: O Cinquentenário do Golpe de 1964, 2014, Sergipe. Anais IV Congresso Sergipano de História: O Cinquentenário do golpe de 1964. Sergipe: ANPUH/SE, 2014. p. 1-12.

4.
SANTOS, R. M.. Reflexões sobre o Carnaval do Recife (1972 -1979). In: VII Simpósio Nacional de História Cultural: Escritas, Circulação, Leitutras e Recepções, 2014, São Paulo. Título: Anais do VII Simpósio Nacional de História Cultural - Escrita, Circulação, Leituras e Recepções. São Paulo: USP, 2014. p. 1-13.

5.
SANTOS, R. M.. MARACATUS DE BAQUE SOLTO: Da intervenção ao espetáculo. In: VI Colóquio de História: Faces da Cultura na História 100 anos de Luiz Gonzaga, 2012, Recife. ANAIS ELETRÔNICOS DO VI COLÓQUIO DE HISTÓRIA, 2012. p. 325-334.

6.
SANTOS, R. M.. A Importância do Patrimônio Cultural de Pernambuco para o Fomento do Turismo. In: Colóquio de História e Arte:, 2011, Recife. Colóquio de História e Arte:. Recife: UFRPE, 2011. p. 259-265.

7.
SANTOS, R. M.. A importância do Pátio do Terço para a divulgação da cultura de matriz afro brasileira no Recife. In: XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2011, Recife. XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2011.

8.
SANTOS, R. M.. Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. In: V Encontro Cultura e Memória, 2011, Recife. V Encontro Cultura e Memória. Recife: Universitária, 2011.

9.
SANTOS, R. M.. A Federação Carnavalesca de Pernambuco e a perseguição aos maracatus rurais: o caso do maracatu Indiano. In: V colóquio de história - Perspectivas históricas: historiografia, pesquisa e patrimônio, 2011, Recife. V colóquio de história - Perspectivas históricas: historiografia, pesquisa e patrimônio, 2011.

10.
SANTOS, R. M.. O patrimônio e o turismo de sol e praia. In: 6° Encontro Internacional das Águas, 2011, Recife. A influência das mudanças climáticas sobre os recursos hídricos. Recife: FASA, 2011. p. 824-830.

11.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África/Pernambuco-Arte no Terço. In: IV Colóquio de História abordagens interdisciplinares sobre história da sexualidade, 2010, Recife. IV colóquio de História abordagens interdisciplinares sobre história da sexualidade. Recife, 2010. p. 541-547.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, R. M.. DA SENZALA AO PALCO: O PROCESSO DE PATRIMONIALIZAÇÃO DOS MARACATUS NAÇÃO EM PERNAMBUCO. In: III Seminário (RE) Descobrindo o Nordeste: Natural e Cultural, 2014, Recife. Anais III Seminário (RE) Descobrindo o Nordeste: Natural e Cultural. Recife: Cátedra Gilberto Freyre, 2015. p. 76-86.

2.
SANTOS, R. M.. A INTERVENÇÃO DA FEDERAÇÃO CARNAVALESCA DE PERNAMBUCO AOS MARACATUS RURAIS. In: I Encontro o Mundo dos trabalhadores e seus Arquivos - Nordeste, 2012, Recife. I Encontro o Mundo dos trabalhadores e seus Arquivos - Nordeste. Recife, 2012.

3.
SANTOS, R. M.. Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. In: XIX CONIC: congresso de iniciação científica da UFPE, 2011, Recife. XIX CONIC: congresso de iniciação científica da UFPE. Recife, 2011.

4.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África/ Pernambuco-Arte no Terço. In: II seminário de poderes e sociabilidade na história, 2010, Recife. Resumos e anais do II seminário de poderes e sociabilidade na história. Recife, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, R. M.. A 'FORÇA' DA LEI NA FESTA DE MOMO: o Carnaval Promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura (1955-1964). In: XI Encontro Estadual de História - Democracia e Diversidade: Produção e Socialização do Conhecimento Histórico, 2016, Recife. XI Encontro Estadual de História - Democracia e Diversidade: Produção e Socialização do Conhecimento Histórico. Recife: Anphu - PE, 2016. p. 29-29.

2.
SANTOS, R. M.. A 'FORÇA' DA LEI NA FESTA DE MOMO: o Carnaval Promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura (1955-1964). In: V Seminário Internacional História e Historiografia: a história na encruzilhada dos tempos, 2016, Recife. V Seminário Internacional História e Historiografia: a história na encruzilhada dos tempos. Recife: UFPE, 2016. p. 158-159.

3.
SANTOS, R. M.. A CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE DOCUMENTAÇÃO E CULTURA: EDUCAÇÃO E CULTURA POPULAR PARA O RECIFE (1955-1964). In: VIVA A PERNAMBUCANIDADE VIVA XVI: identidade, alteridade e cidadania, 2016, Recife. Anais do Viva a Pernambucanidade Viva XVI: identidade, alteridade e cidadania. Recife: FAFIRE. p. 1-1.

4.
SANTOS, R. M.. COC 'Governa', Mas Não Reina. In: II Seminário Nacional de História e Contemporaneidades : Pensar o Passado em Tempos de Extremisno e Exclusão, 2015, Crato - CE. II Seminário Nacional de História e Contemporaneidades : Pensar o Passado em Tempos de Extremisno e Exclusão. Crato - CE, 2015. p. 23-23.

5.
SANTOS, R. M.. É NA LEI E NA MARRA: A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DO RECIFE (1955-1964). In: XV Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFRPE, 2015, Recife. Anais da XV Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFRPE. Recife: UFRPE, 2015.

6.
SANTOS, R. M.. VIGILÂNCIA, PROIBIÇÕES E PUNIÇÕES: ORDEM NO CARNAVAL DO RECIFE. In: IV Congresso Sergipano de História: O Cinquentenário do Golpe de 1964, 2014, Sergipe. IV Congresso Sergipano de História: O Cinquentenário do Golpe de 1964. Sergipe: ANPUH/SE, 2014. p. 14-14.

7.
SANTOS, R. M.. Reflexões sobre o Carnaval do Recife (1972-1979). In: VII Simpósio Nacional de História Cultural: Escrita, Circulação, Leituras e Recepção, 2014, São Paulo. VII Simpósio Nacional de História Cultural: Escrita, Circulação, Leituras e Recepção. São Paulo: USP, 2014. p. 554-554.

8.
SANTOS, R. M.. QUEM FOI QUE DISSE QUE CARNAVAL NÃO TEM LEI?. In: VIVA A PERNAMBUCANIDADE VIVA XIV: Arte, Cultura e Multidiscursividade, 2014, Recife. Anais do Viva a Pernambucanidade Viva XIV: Arte Cultura e Multidiscursividade. Recife: FAFIRE, 2014. p. 8-8.

9.
SANTOS, R. M.. A INTERVENÇÃO DA FEDERAÇÃO CARNAVALESCA DE PERNAMBUCO AOS MARACATUS RURAIS. In: I Encontro o Mundo dos trabalhadores e seus Arquivos - Nordeste, 2012, Recife. I Encontro o Mundo dos trabalhadores e seus Arquivos - Nordeste. Recife, 2012.

10.
SANTOS, R. M.. A importância do Pátio do Terço para a divulgação da cultura de matriz afro brasileira no Recife. In: XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2011, Recife. XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia, 2011.

11.
SANTOS, R. M.. A Importância do Patrimônio Cultural de Pernambuco para o Fomento do Turismo. In: Colóquio de História e Arte:, 2011, Recife. Colóquio de História e Arte:, 2011.

12.
SANTOS, R. M.. Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. In: XIX CONIC: congresso de iniciação científica da UFPE, 2011, Recife. XIX CONIC: congresso de iniciação científica da UFPE. Recife, 2011.

13.
SANTOS, R. M.. Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. In: V Encontro Cultura e Memória: história, narrativa, patrimônio, 2011, Recife. V Encontro Cultura e Memória: história, narrativa, patrimônio, 2011.

14.
SANTOS, R. M.. A Federação Carnavalesca de Pernambuco e a perseguição aos maracatus rurais: o caso do maracatu Indiano. In: V Colóquio de História:Pespectivas históricas-históriografia e Patrimônio, 2011, Recife. V Colóquio de História:Pespectivas históricas-históriografia e Patrimônio, 2011.

15.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África / Pernambuco-Arte no Terço. In: II seminário de Poderes e Sociabilidade na História, 2010, Recife. II seminário de Poderes e Sociabilidade na História. Recife: Universitária, 2010.

16.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África /Pernambuco-Arte no Terço. In: Abordagens Interdisciplinares sobre a História da Sexualidade, 2010, Recife. Abordagens Interdisciplinares sobre a História da Sexualidade. Recife: FASA, 2010. p. 53-53.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, R. M.. POLITICAS PÚBLICAS PARA EDUCAÇÃO E CULTURA NA CIDADE DO RECIFE NAS DÉCADAS DE 1950-1960. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
SANTOS, R. M.. SEM LANÇA PERFUME E ESCAPE LIVRE: O CONTROLE OSTENSIVO DA POLÍCIA NO CARNAVAL ORGANIZADO PELA DDC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SANTOS, R. M.. A importância do Departamento de Documentação e Cultura para o fomento da educação e da cultura popular na cidade do Recife na década de 1950. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SANTOS, R. M.. AS ESCOLAS DE SAMBA NO CARNAVAL DO RECIFE NA DÉCADA DE 1950. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SANTOS, R. M.. A 'FORÇA' DA LEI NA FESTA DE MOMO: o Carnaval Promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura (1955-1964). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SANTOS, R. M.. É NA LEI E NA MARRA: A organização do carnaval do Recife (1955 ? 1964). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SANTOS, R. M.. A criação do Departamento de Documentação e Cultura: Educação e Cultura popular para o Recife (1955-1964). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SANTOS, R. M.. A 'força' da lei na festa de momo: o Carnaval promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SANTOS, R. M.. Da Senzala ao Palco. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
SANTOS, R. M.. COC 'Governa', Mas Não Reina. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
SANTOS, R. M.. DA SENZALA AO PALCO: O PROCESSO DE PATRIMONIALIZAÇÃO DOS MARACATUS NAÇÃO EM PERNAMBUCO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
SANTOS, R. M.. SAMBADA ! O PROCESSO DE PATRIMONIALIZAÇÃO DOS MARACATUS RURAIS EM PERNAMBUCO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
SANTOS, R. M.. A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DO RECIFE (1955-1964). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
SANTOS, R. M.. É NA LEI E NA MARRA: A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DO RECIFE (1955-1964). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
SANTOS, R. M.. QUEM FOI QUE DISSE QUE CARNAVAL NÃO TEM LEI ?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
SANTOS, R. M.. VIGILÂNCIA, PROIBIÇÕES E PUNIÇÕES: ORDEM NO CARNAVAL DO RECIFE. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
SANTOS, R. M.. Reflexões Sobre o Carnaval do Recife (1972-1979). 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
SANTOS, R. M.. O ?Reinado? da Comissão Organizadora do Carnaval do Recife. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

19.
SANTOS, R. M.. MARACATU ELEFANTE: uma Herança de Dona Santa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

20.
SANTOS, R. M.. A INTERVENÇÃO DA FEDERAÇÃO CARNAVALESCA DE PERNAMBUCO AOS MARACATUS RURAIS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
SANTOS, R. M.. Maracatus de baque solto: da intervenção ao espetáculo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SANTOS, R. M.. A Importância do Patrimônio Cultural de Pernambuco para o Fomento do Turismo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
SANTOS, R. M.. O Patrimônio e o Turismo de Sol e Praia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
SANTOS, R. M.. A importância da Cultura Africana para a Construção da Identidade Cultural nas Escolas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
SANTOS, R. M.. A IMPORTÂNCIA DO PÁTIO DO TERÇO PARA A DIVULGAÇÃO DA CULTURA DE MATRIZ AFRO BRASILEIRA NO RECIFE. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
SANTOS, R. M.. Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
SANTOS, R. M.. A repressão disfarçada:o caso dos maracatus nação Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
SANTOS, R. M.. A federação carnavalesca de Pernambuco e a perseguição aos maracatus rurais: o caso do maracatu Indiano. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
SANTOS, R. M.. A cultura africana nas escolas do Recife. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

30.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África Pernambuco Arte no Terço. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
SANTOS, R. M.. Projeto Conexão África/Pernambuco-Arte no Terço. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SANTOS, R. M.. O PAPEL DA COORDENAÇÃO TÉCNICO-PEDAGÓGICA DIANTE DA INDISCIPLINA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

2.
SANTOS, R. M.. Comparativo de investimento em atividades de internacionalização entre Institutos Federais do Nordeste do Brasil. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

3.
SANTOS, R. M.. A importância da monitoria para a formação acadêmica de um licenciado em física. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

4.
SANTOS, R. M.. A apropriação da linguagem científica do ensino de química por meio dos jogos didáticos. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

5.
SANTOS, R. M.. Promovendo a aprendizagem por meio da revitalização de um espaço em uma escola pública de Teresina-PI. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

6.
SANTOS, R. M.. Projeto interdisciplinar como prática profissional supervisionada no curso técnico em cooperativismo EAD. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

7.
SANTOS, R. M.. Identificação e mapeamento das unidades fisiográficas de uma bacia rural no município de Cacoal. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

8.
SANTOS, R. M.. Diálogo e comunidade autêntica: concepção e prática segundo servidores no contexto da educação profissional e tecnológica. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

9.
SANTOS, R. M.. WICHA TANÁNÕ NÕ KÃO (CULTURA MARUBO NA ESCOLA ). 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

10.
SANTOS, R. M.. A APRENDIZAGEM VIA AMBIENTES VIRTUAIS: uma investigação na disciplina de matemática básica I. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

11.
SANTOS, R. M.. ATÉ BRASÍLIA, ATÉ SÃO PAULO: UM ESTUDO SOCIOCULTURAL DOS PROCESSOS DE MIGRAÇÃO DAS POPULAÇÕES DO SERTÃO MARANHENSE. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

12.
SANTOS, R. M.. Desempenho acadêmico e metas de aprendizagem dos estudantes do curso técnico em administração integrado ao ensino médio. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

13.
SANTOS, R. M.. A pena de morte como justiça no Anime Death note à luz da crítica platônica ao ideal retributivo de justiça. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

14.
SANTOS, R. M.. PERSPECTIVAS E DESAFIOS NO USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS NA MODALIDADE DE ENSINO EJA NO INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

15.
SANTOS, R. M.. RAÇA, GÊNERO, CLASSE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE: UM ESTUDO DESSAS RELAÇÕES NO ÂMBITO ESCOLAR. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

16.
SANTOS, R. M.. Sequência fotográfica como proposta educativa para o ensino do conteúdo densidade com foco ambiental.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

17.
SANTOS, R. M.. Adolescência e organização de estudos: um estudo de caso no âmbito do campus Ariquemes. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

18.
SANTOS, R. M.. Inclusão escolar: desafios enfrentados por alunos cegos do curso de ciências biológicas do IFPI ? Campus Teresina Central. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

19.
SANTOS, R. M.. DESENVOLVIMENTO DE PRÁTICAS DE DESPORTOS PARA INCLUSÃO SOCIAL DAS DIVERSAS MODALIDADES DE ENSINO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

20.
SANTOS, R. M.. A formação de professores no curso de matemática no (IFPI) Campus Corrente: as disciplinas pedagógicas em evidência. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

21.
SANTOS, R. M.. EDUCAÇÃO JURÍDICA NOS CURSOS SUPERIORES DO IFAP: SENTIDO E SIGNIFICADO PARA CONQUISTA DE DIREITOS HUMANOS E EXERCÍCIO DA CIDADANIA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

22.
SANTOS, R. M.. A UTILIZAÇÃO DE FILMES COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA APERFEIÇOAR A FORMAÇÃO DOCENTE DE GRADUANDOS DE MARACANAÚ/CE. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

23.
SANTOS, R. M.. DESAFIOS E PERSPECTIVAS DO LÚDICO COMO FERRAMENTA DIDÁTICA E SEU USO NO ENSINO DA MATEMÁTICA NA EJA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

24.
SANTOS, R. M.. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO (TICS): ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA NO CAMPO EDUCACIONAL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

25.
SANTOS, R. M.. FILHOS DA MANGUABA: ETNOGRAFIA DA PESCA E AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE MORADIA POPULAR NO BECO DA ANASTÁCIA.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

26.
SANTOS, R. M.. Considerações sobre o ensino de língua inglesa na educação profissional da EJA. 2018.

27.
SANTOS, R. M.. MUSEU DO MAMULENGO E A ACESSIBILIDADE FORNECIDA PELOS ÓRGÃOS PÚBLICOS: INFRAESTRUTURA, SOCIEDADE E MOBILIDADE.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

28.
SANTOS, R. M.. Atividades desenvolvidas no PIBID de 2014 a 2016 e sua contribuição na formação docente no IFRO Campus Ariquemes. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

29.
SANTOS, R. M.. AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

30.
SANTOS, R. M.. O inimigo é o duende: Carlos Chagas e uma radiografia das ?outras? doenças tropicais em São Felippe do Juruá -1912. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

31.
SANTOS, R. M.. CINEHISTÓRIA: A UTILIZAÇÃO DE FILMES E DOCUMENTÁRIOS NA DISCIPLINA DE HISTÓRIA EM UM PROJETO DE ENSINO NO CAMPUS VIÇOSA AL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

32.
SANTOS, R. M.. TRABALHO ANÁLOGO A ESCRAVIDÃO NO TOCANTINS- NOVOS ÍNDICES, CONCEITO E CARACTERIZAÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

33.
SANTOS, R. M.. Construção de laboratório de física com materiais de baixo custo para o IFAL-Campus Batalha. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

34.
SANTOS, R. M.. A IMPORTÂNCIA, OS PROCESSOS E AS OPORTUNIDADES DA PESQUISA E INOVAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

35.
SANTOS, R. M.. Ligações químicas e geometria molecular: proposta de oficina de aprendizagem em novas metodologias para o ensino de química. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

36.
SANTOS, R. M.. A EVASÃO ESCOLAR: UM OLHAR NA PERSPECTIVA DOS DIREITOS HUMANOS. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

37.
SANTOS, R. M.. PRODUÇÃO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS PARA APRENDIZAGEM NO ENSINO PROFISSIONALIZANTE. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

38.
SANTOS, R. M.. EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES: ALUNOS DO ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ ? CAMPUS TERESINA CENTRAL.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

39.
SANTOS, R. M.. Salubridade ambiental do bairro poeira no Município de Marechal Deodoro/AL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

40.
SANTOS, R. M.. JOGO SOBRE A HISTÓRIA DA COMPUTAÇÃO BASEADO NA DEMANDAS ESCOLARES DE ENSINO DE INFORMÁTICA.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

41.
SANTOS, R. M.. O CENÁRIO DO MERCADO DE TRABALHO PARA OS JOVENS DE CACOAL-RO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

42.
SANTOS, R. M.. HISTÓRIA DA IMPRENSA NA AMAZÔNIA: O COMÉRCIO DA BORRACHA E OS JORNAIS NO ALTO MADEIRA (1881-1917). 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

43.
SANTOS, R. M.. A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES DE GESTÃO DE PROJETOS COMO AUXÍLIO NO CONTEXTO ESCOLAR. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

44.
SANTOS, R. M.. A docência de ciências no ensino fundamental: aulas de experimentos químicos e segurança de laboratório. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

45.
SANTOS, R. M.. RUA DE LAZER PARA ARACAJU ? SE: UMA PROPOSTA DE RESSIGNIFICAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO PARA COMUNIDADE E VISITANTES. 2018.

46.
SANTOS, R. M.. AVALIAÇÃO DO QUIZ EDUCACIONAL IFAP: UM JOGO DIDÁTICO INTERDISCIPLINAR NO AUXÍLIO DA APRENDIZAGEM NAS DISCIPLINAS CURRICULAR DO ENSINO MÉDIO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

47.
SANTOS, R. M.. (IN)VISIBILIDADE E REPRESENTAÇÃO INDÍGENAS NO LIVRO DIDÁTICO: UMA ANÁLISE DOCUMENTAL.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

48.
SANTOS, R. M.. USEU INTERATIVO DE MATEMÁTICA: CONTRIBUIÇÕES DIDÁTICAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

49.
SANTOS, R. M.. UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS CONCRETOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA PARA PREPARAÇÃO DA 2ª FASE DA OBMEP. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

50.
SANTOS, R. M.. A CAPACITAÇÃO DOCENTE PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NA FINLÂNDIA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

51.
SANTOS, R. M.. Mapa conceitual: uma estratégia de ensino e aprendizagem de parasitoses. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

52.
SANTOS, R. M.. COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: A PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES DE NÍVEL TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

53.
SANTOS, R. M.. ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL: ANÁLISE DO PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO ESTUDANTE EM VULNERABILIDADE SOCIAL NO IFPI- CAMPUS PAULISTANA.. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

54.
SANTOS, R. M.. TERCEIRIZAÇÃO: EFICIÊNCIA,OTIMIZAÇÃO DE SERVIÇOS OU PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO NO IFPB?. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

55.
SANTOS, R. M.. Desastres naturais intensificados pelas mudanças climáticas globais: interpretações, análises econômicas e relação com os objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

56.
SANTOS, R. M.. A INFLUÊNCIA DA LIDERANÇA NA PERCEPÇÃO DOS LIDERADOS E DO GESTOR. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

57.
SANTOS, R. M.. Percepção dos gestores institucionais do campus Recife acerca do processo de internacionalização. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

58.
SANTOS, R. M.. Alguns fatores influenciadores na escolha dos cursos de engenharias: estudo de caso de engenharia civil no IFBA, campus Conquista. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

59.
SANTOS, R. M.. QUEM SÃO E O QUE ACHAM OS VISITANTES SOBRE O MUSEU DE MINÉRIOS DO RN. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

60.
SANTOS, R. M.. ABORDAGEM SOBRE MODELOS DE EDUCAÇÃO EM MUSEUS E CENTROS DE CIÊNCIAS NO SUL DA BAHIA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

61.
SANTOS, R. M.. Deficientes no esporte - quebrando barreiras. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

62.
SANTOS, R. M.. PROPOSTA EDUCACIONAL DO MST EM ESCOLA COMO UMA FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

63.
SANTOS, R. M.. A CONTRIBUIÇÃO DAS MOSTRAS CIENTÍFICAS PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

64.
SANTOS, R. M.. Informática básica para a terceira idade. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

65.
SANTOS, R. M.. Análise e gerenciamento dos egressos do IF- Sertão Campus Floresta. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

66.
SANTOS, R. M.. Perfil e concepções sobre religiosidade de docentes de um Instituto Federal. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

67.
SANTOS, R. M.. Jogo do Nim - uma abordagem matemática e a teoria dos números. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

68.
SANTOS, R. M.. Avaliação da percepção dos discentes do IFBA acerca das atividades de ensino promovidas pelo grupo PET engenharias. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

69.
SANTOS, R. M.. A contextualização do ensino de ciências na perspectiva CTS: a experiência no assentamento Tentugal. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

70.
SANTOS, R. M.. A PERSPECTIVA DOS APÃNIÊKRAS-CANELA EM RELAÇÃO ÀS IMAGENS FOTOGRÁFICAS. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

71.
SANTOS, R. M.. RELATO DE EXPERIÊNCIA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DESENVOLVIDO NA ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE ANTONIO GONÇALVES ? BAHIA (EFAG). 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

72.
SANTOS, R. M.. USO DA TECNOLOGIA COMO FORMA DE AUXILIAR O ENSINO DA MATEMÁTICA NO PROEJA UM ESTUDO DE CASO NO IFTO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

73.
SANTOS, R. M.. A espacialidade da soja em Rondônia: uma análise socioambiental. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

74.
SANTOS, R. M.. Geotenologias aplicadas à análise do uso e ocupação do solo no município de Catende na Zona da Mata de Pernambuco. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

75.
SANTOS, R. M.. Relato de experiência sobre planejamento orçamentário como ferramenta estratégica para gestão financeira pessoal dos alunos do IFAM - Campus Coari. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

76.
SANTOS, R. M.. A DINÂMICA DO TURISMO NA CIDADE SÃO CRISTÓVÃO/SE NOS ÚLTIMOS 25 ANOS: UMA ANÁLISE DOS CONDICIONANTES ECONÔMICOS, POLÍTICOS E CULTURAIS. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

77.
SANTOS, R. M.. Master IFRO: integrando disciplinas, agregando conhecimento. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

78.
SANTOS, R. M.. Horta escolar e artes: discutindo metodologias alternativas e interdisciplinaridade numa escola da zona rural de São Luís, Maranhão. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

79.
SANTOS, R. M.. AMBIENTE GRÁFICO EDUCATIVO PARA PESSOAS COM TRANSTORNOS DO ESPECTRO AUTISTA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

80.
SANTOS, R. M.. LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS, UM MUNDO INFINITO DE POSSIBILIDADES. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

81.
SANTOS, R. M.. MATERIAL DIDÁTICO SOBRE EXPRESSÃO GRÁFICA: O INCENTIVO AO ESTUDO DAS MATÉRIAS TÉCNICAS NO INSTITUTO FEDERAL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

82.
SANTOS, R. M.. A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NOS LIVROS DA EJA-MÉDIO. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

83.
SANTOS, R. M.. AS FUNÇÕES DO PROFESSOR E SUAS COMPLEXIDADES. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

84.
SANTOS, R. M.. Estudo de caso para viabilizar gestão de resíduos sólido urbanos em oliveira dos Brejinhos? BA: uma analise legislativa e empírica. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

85.
SANTOS, R. M.. SMIP - SISTEMA DE MONITORAMENTO DE INFRAESTRUTURA PÚBLICA. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

86.
SANTOS, R. M.. Diplomacia e geopolítica no ensino médio: as experiências do GEPI e da SOIAL no IFAL. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

87.
SANTOS, R. M.. Comportamento legislativo: uma análise da (im) produtividade dos vereadores itaporanguenses. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

88.
SANTOS, R. M.. Avaliação da seleção de sitio e planejamento do programa minha casa minha vida em Quixadá, sob o foco da sustentabilidade. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

89.
SANTOS, R. M.. Deslocamentos populacionais na Amazônia Meridional: o caso dos indígenas Ikólóéhj Gavião. 2018. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

90.
SANTOS, R. M.. EXPOTEC: Expo de Tecnologia e Ciência. 2014. Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminário discente das Pós-Graduações do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco.POLITICAS PÚBLICAS PARA EDUCAÇÃO E CULTURA NA CIDADE DO RECIFE NAS DÉCADAS DE 1950-1960. 2018. (Seminário).

2.
XII ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-PE: História e os desafios do Tempo Presente.SEM LANÇA PERFUME E ESCAPE LIVRE: O CONTROLE OSTENSIVO DA POLÍCIA NO CARNAVAL ORGANIZADO PELA DDC. 2018. (Encontro).

3.
Do pião ao game, a contribuição dos jogos e brincadeiras para o desenvolvimento da criança. 2017. (Outra).

4.
V Encontro de Pesquisadores do Frevo - Frevo é Politica: Alternativas de Sustentabilidade e Salvaguarda.AS ESCOLAS DE SAMBA NO CARNAVAL DO RECIFE NA DÉCADA DE 1950. 2017. (Encontro).

5.
Viva a Pernambucanidade Viva XIVII: multilinguagens, formação literária e mercado editorial.A IMPORTÂNCIA DO DEPARTAMENTO DE DOCUMENTAÇÃO E CULTURA PARA O FOMENTO DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA POPULAR NA CIDADE DO RECIFE NA DÉCADA DE 1950. 2017. (Outra).

6.
III Encontro de Pesquisadores do Frevo: o sentidos do festejar.É NA LEI E NA MARRA: A organização do carnaval do Recife (1955 ? 1964). 2016. (Encontro).

7.
Os processos de ensino e apredizagem a partir das contribuições da neurociência. 2016. (Seminário).

8.
Viva a Pernambucanidade XVI : Identidade, Alteridade e Cidadania.A criação do Departamento de Documentação e Cultura: Educação e Cultura popular para o Recife (1955-1964). 2016. (Outra).

9.
V Seminário Internacional História e Historiografia: a história na encruzilhada dos tempos.A ?força" da lei na festa de momo: o Carnaval promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura. 2016. (Seminário).

10.
XI Encontro Estadual de História: Democracia e diversidade na produção do conhecimento histórico.A ?força" da lei na festa de momo: o Carnaval promovido pelo Departamento de Documentação e Cultura. 2016. (Encontro).

11.
A ?BATALHA FREVO X SAMBA?: AS ESCOLAS DE SAMBA NO CARNAVAL DO RECIFE. 2015. (Outra).

12.
Caravana Estadual ANPUH Pernambuco 25 Anos.A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DO RECIFE (1955-1964). 2015. (Outra).

13.
II Encontro de Pesquisadores do Frevo: entre territórios culturais e fronteiras simbólicas. 2015. (Encontro).

14.
III Congresso Nacional de Educação Católica: desafios e oportunidades para a educação católica nas culturas contemporâneas. 2015. (Congresso).

15.
III Encontro Brasileiro de Pesquisa em Cultura: Pesquisa em cultura e pluralismo epistemológico.Da Senzala ao Palco. 2015. (Encontro).

16.
III Seminário (RE) Descobrindo o Nordeste: Natural e Cultural.DA SENZALA AO PALCO: O PROCESSO DE PATRIMONIALIZAÇÃO DOS MARACATUS NAÇÃO EM PERNAMBUCO. 2015. (Seminário).

17.
II Seminário Nacional de História e Contemporaneidades: Pensar o Passado em Tempos de Extremismos e Exclusões.COC "Governa", Mas Não Reina. 2015. (Seminário).

18.
Pensar Walter Benjamin na Atualidade. 2015. (Simpósio).

19.
Repertórios musicais na África Ocidental: estrutura e função. 2015. (Outra).

20.
SEMINÁRIO DA COMISSÃO JULGADORA DAS AGREMIAÇÕES CARNAVALESCAS DO CARNAVAL. 2015. (Seminário).

21.
Seminário de Estudos Avançados: Memórias, Narrativas e Fontes Orais. 2015. (Seminário).

22.
Vadias, santos e fetos: performances políticas, manipulações simbólicas e conflitos religiosos. 2015. (Outra).

23.
V COLÓQUIO NACIONAL HISTÓRIA CULTURAL E SENSIBILIDADES.SAMBADA ! O PROCESSO DE PATRIMONIALIZAÇÃO DOS MARACATUS RURAIS EM PERNAMBUCO. 2015. (Outra).

24.
XV Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão - JEPEX.É NA LEI E NA MARRA: A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DO RECIFE (1955-1964). 2015. (Outra).

25.
A Experiência Regional: o Lugar da Prática Historiográfica no Tempo Presente. 2014. (Outra).

26.
Ciclo de Palestras de História Moderna e Colonial. 2014. (Outra).

27.
EXPOTEC: Exposição de Tecnologia e Ciência. Avaliador dos trabalhos. 2014. (Exposição).

28.
I (Re) Encontro com a História. 2014. (Encontro).

29.
I ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE O CARNAVAL E REPRESSÃO EM PERNAMBUCO. 2014. (Encontro).

30.
I Encontro de Pesquisadores do Frevo: Estimulando Diálogos e Articulando Saberes. 2014. (Encontro).

31.
II Seminário Debates do Tempo Presente: Educação, Guerras e Extremismos. 2014. (Seminário).

32.
IV Congresso Sergipano de História: O Cinquentenário do Golpe de 1964. VIGILÂNCIA, PROIBIÇÕES E PUNIÇÕES: ORDEM NO CARNAVAL DO RECIFE. 2014. (Congresso).

33.
IV Encontro de História do Império Brasileiro- olhares sobre o Brasil no oitocentos: política, instrução, trabalho e instituições.MARACATU ELEFANTE: UMA HERANÇA DE DONA SANTA. 2014. (Outra).

34.
Pré- Alas: perspectivas do Pós Desenvolvimento na América Latina. 2014. (Seminário).

35.
Seminário de Estudos em Práticas de Linguagem e Espaços Virtuais: Memória, História, Arquivo, Fronteiras e Intersecções. 2014. (Seminário).

36.
SEMINÁRIO DO CARNAVAL DO RECIFE. 2014. (Seminário).

37.
Seminário Internacional - Espaços Afro-indígenas no Brasil: Cartografia, História e Impérios Coloniais. 2014. (Seminário).

38.
VI Encontro de Cultura e Memória - Golpe Militar de 1964: Cultura e Memória. 2014. (Encontro).

39.
VIII Colóquio de História da UNICAP ? Cidades Visíveis: histórias e perspectivas sobre os espaços urbanos.O ?REINADO? DA COMISSÃO ORGANIZADORA DO CARNAVAL DO RECIFE. 2014. (Outra).

40.
VI Simpósio Nacional de História Cultural: escrita, circulação, Leituras e Recepção.REFLEXÕES SOBRE O CARNAVAL DO RECIFE (1972-1979). 2014. (Simpósio).

41.
Viva a Pernambucanidade Viva XIV: Arte, Cultura e Multidiscursividade.QUEM FOI QUE DISSE QUE CARNAVAL NÃO TEM LEI ?. 2014. (Encontro).

42.
65ª Reunião Anual da SBPC. 2013. (Outra).

43.
I Ciclo de Debates Filosofia & Contemporaneidade. 2013. (Outra).

44.
SEMINÁRIO DA COMISSÃO JULGADORA DAS AGREMIAÇÕES CARNAVALESCAS DO CARNAVAL. 2013. (Seminário).

45.
V EREARQ-NE: Encontro Regional dos Estudantes de Arqueologia do Nordeste. 2013. (Encontro).

46.
2° Colóquio de História e Arte: História, Arte e Religiosidade. 2012. (Outra).

47.
3° Encontro de Estudantes Pesquisadores. 2012. (Encontro).

48.
ENCONTRAM: Museus, Memória e Mediação. 2012. (Encontro).

49.
I Encontro o Mundo dos Trabalhadores e seus Arquivos - Nordeste.A intervenção da Federação Carnavalesca de Pernambuco aos Maracatus Rurais. 2012. (Encontro).

50.
III Encontro História e Justiça do trabalho. 2012. (Encontro).

51.
III Seminário Regional de Combate ao Trabalho Escravo e Degradante. 2012. (Seminário).

52.
II Semana de Hispanidad -enlaces culturales: Brasil y mundo Hispánico. 2012. (Outra).

53.
II Seminário de Museologia e Contemporaneidade. 2012. (Seminário).

54.
I Jornada Religiosa do Núcleo de Religiosidades Populares. 2012. (Outra).

55.
I Seminário de Memória e Patrimônio Cultural: sujeitos, práticas e políticas públicas. 2012. (Seminário).

56.
IV Encontro Acadêmico dos Estudantes da Guiné-Bissau:39 anos na busca pela paz e estabilidade social ano. 2012. (Encontro).

57.
SEMINÁRIO DE COMISSÃO JULGADORA DAS AGREMIAÇÕES CARNAVALESCA. 2012. (Seminário).

58.
Seminário Nacional Dialogando Sobre os Rumos da Antropologia. 2012. (Seminário).

59.
Seminário sobre o Ciclo Junino. 2012. (Seminário).

60.
VI Colóquio de História da UNICAP: Faces da Cultura na História.Maracatus de baque solto: da intervenção ao espetáculo. 2012. (Outra).

61.
V Simpósio Internacional sobre a Juventude Brasileira. 2012. (Simpósio).

62.
15° Encontro de literatura infanto-juvenil: diversidade cultural para a formação cidadã.A importância da cultura africana para a construção da identidade cultural nas escolas. 2011. (Encontro).

63.
4° Fórum de Direito do Turismo. 2011. (Outra).

64.
6° Encontro Internacional das Águas.O Patrimônio e o Turismo de Sol e Praia. 2011. (Encontro).

65.
Colóquio de História e Arte:.A Importância do Patrimônio Cultural de Pernambuco para o fomento do Turismo. 2011. (Outra).

66.
Encontro internacional sobre inovações pedagógicas: a velha escola em um mundo novo.A cultura africana nas escolas do Recife. 2011. (Encontro).

67.
III Fórum Luso-Brasileiro de Arqueologia Urbana. 2011. (Outra).

68.
I Simpósio de Museologia & Contemporaneidade. 2011. (Simpósio).

69.
IX semana de história da UFRPE.A repressão disfarçada:o caso dos maracatus nação Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. 2011. (Outra).

70.
V colóquio de história - Perspequitivas históricas: historiografia, pesquisa e patrimônio.A federação carnavalesca de Pernambuco e a perseguição aos maracatus rurais: o caso do maracatu Indiano. 2011. (Outra).

71.
V Encontro Cultura e Memória.Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. 2011. (Encontro).

72.
XI Simpósio Internacional da Sociedade Brasileira de Platonistas. 2011. (Simpósio).

73.
XIX Congresso de iniciação científica da Universidade Federal de Pernambuco (CONIC). Três décadas de Ditadura Militar: o caso dos maracatus Leão Coroado, Porto Rico e Indiano. 2011. (Congresso).

74.
XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia. A importância do Pátio do Terço para a divulgação da cultura de matriz afro brasileira no Recife. 2011. (Congresso).

75.
15° Encontro de Educação para o Nordeste - Docência: desafios éticos profissionais. 2010. (Encontro).

76.
3° Encontro Internacional de história colonial. 2010. (Encontro).

77.
I Encontro Regional Nordeste Sociedade de Arqueologia Brasileira. 2010. (Encontro).

78.
II Seminário Poderes e Sociabilidade na História.Projeto Conexão África / Pernambuco-Arte no Terço. 2010. (Seminário).

79.
Iv Colóquio de história: abordagens Interdisciplinares sobre a história da sexualidade.Projeto Conexão África/Pernambuco-Arte no Terço. 2010. (Outra).

80.
VII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. 2010. (Congresso).

81.
X Encontro Nacional de história oral-Testemunhos: História e política. 2010. (Encontro).

82.
A Invenção do Nordeste Pernambucano. 2009. (Outra).

83.
Copa do Mundo de 2014: Oportunidade e Desafios para Pernambuco. 2009. (Outra).

84.
I Plenária de Turismo do Orçamento Participativo da Cidade do Recife. 2009. (Outra).

85.
I Seminário Pernambucano de Hospitalidade e Turismo. 2009. (Seminário).

86.
I Workshop de Segurança do Trabalho. 2009. (Outra).

87.
Seminário Juventude Pernambucano em Perspectiva. 2009. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, R. M.. Aula Inaugural do PPGH -UFRPE: A experiência regional. 2014. (Outro).

2.
SANTOS, R. M.. V Simpósio Intenacional sobre a Juventude Brasileira. 2012. (Outro).

3.
SANTOS, R. M.. I ciclo de palestras de Gestão de Turismo: A influência da mídia no turismo de PE. 2009. (Outro).

4.
SANTOS, R. M.. Programa Político Pedagógico Institucional - PPPI. 2009. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, R. M.. A importância do Departamento de Documentação e Cultura para o fomento da educação e da cultura popular na cidade do Recife na década de 1950. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 16:44:09