Beatriz Moreira da Gama Malcher

Bolsista de Doutorado do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1730363286145201
  • Última atualização do currículo em 30/10/2018


Doutoranda em Teoria Literária pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trabalhando questões que dizem respeito à relação entre literatura e Estados de Exceção, estuda a formalização estética da dialética civilização-barbárie no livro "Os Anéis de Saturno", de W.G. Sebald. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura (UFRJ), no qual estudou as formas assumidas pelo pensamento crítico e pela dominação gestionária no capitalismo tardio. Atualmente ministra o Clube de Leitura da Casa do Saber (Rio). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Beatriz Moreira da Gama Malcher
Nome em citações bibliográficas
MALCHER, Beatriz;MALCHER, Beatriz Moreira da Gama;MALCHER, B.;MALCHER, B. M. G.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação.
Av. Pasteur, 250
Botafogo
22290240 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (5521) 27226535


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em Letras (Ciência da Literatura).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Filosofia em letras minúsculas: Uma leitura de Os Anéis De Saturno, de W.G. Sebald,
Orientador: Andre Luiz de Lima Bueno.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Estrangeiras Modernas.
2014 - 2016
Mestrado em Comunicação.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Crítica, Moral e Espetáculo,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Sociedade do Espetáculo; crítica reformista; Redes Sociais; Vítima; Pós-feminismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Teoria da Comunicação.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Filosofia.
2008 - 2013
Graduação em Comunicação Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Marketing farmacêutico e a medicalização do homem saudável: um estudo sobre a relação dos padrões contemporâneos de normalidade e os medicamentos para tratar a depressão.
Orientador: Paulo Roberto Gibaldi Vaz.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2010 - 2011
Curso técnico/profissionalizante em Fotógrafo.
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Workshop Fotografia e Contexto Social (IMS - Instituto Moreira Salles). (Carga horária: 2h).
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, ANPOCS, Brasil.
2016 - 2016
Debate sobre o Expressionismo. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Nietzsche e o Pensamento Trágico. (Carga horária: 30h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Estrutura da Narrativa Cinematográfica: Roteiro. (Carga horária: 36h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2011 - 2011
História da Arte II.
Centro Cultural Justiça Federal, CCJF, Brasil.
2011 - 2011
História da Arte III.
Centro Cultural da Justiça Federal, CCJF, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado - CNPQ, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Mestrado - CNPQ, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CNPQ, Carga horária: 20
Outras informações
Orientadora: Professora Heloísa Buarque de Hollanda

Atividades

03/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Letras, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura.

Linhas de pesquisa
Teoria Literária
02/2014 - 02/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Comunicação, .


Hi-Midia, HM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Funcionário Privado, Enquadramento Funcional: Gerente de Contas, Carga horária: 30


United Nations Online Volunteers, UNOV, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Voluntário Online


Demberg.com - Comunicação e Marketing LTDA., DEMBERG, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assessoria de Comunicação, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Estágiário, Enquadramento Funcional: Redação e Atendimento publicitário, Carga horária: 20


Basic Interface Academy, BIA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 3


Casa do Saber, CASA DO SABER, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora Coordenadora



Linhas de pesquisa


1.
Teoria Literária
2.
Comunicação e Cultura - Mídias e Mediações Socioculturais


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Filosofia em letras minúsculas: uma leitura de Os Anéis De Saturno, de W.G. Sebald
Descrição: Esta pesquisa tem como direcionamento principal a reflexão acerca da relação civilização-barbárie como formalizada esteticamente por W.G. Sebald em Os Anéis de Saturno (1995). Procuro demonstrar como este livro opera uma síntese entre a forma ensaio, desenvolvida por Sebald em suas críticas literárias, e a prosa ficcional, desenvolvida em seus outros empreendimentos literários, permitindo uma forma que tornaria mais contundente a crítica ao pensamento cartesiano e à Aufklärung, por um lado, e à ideologia do progresso, por outro. Tocando diretamente em pontos que dizem respeito à relação entre o capitalismo e as diferentes formas de Estados de exceção (principalmente o fascismo e o colonialismo), o texto de W.G. Sebald seria uma espécie de aviso de incêndio, para utilizar os termos de Walter Benjamin, não apenas às questões contemporâneas de sua composição, mas a questões que atravessam o cenário político e social hoje, o que reforça a sua atualidade. Estudar a relação entre literatura e Estados de exceção no momento é forçosamente pensar a história de modo benjaminiano: observando como ela lampeja em nosso instante de perigo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
Crítica, moral e espetáculo
Descrição: A ascensão do que se caracteriza como uma crítica reformista , segundo Boltanski, ou espetacular, segundo Debord - crítica que obnubila o vislumbre de formas de existência para além do capitalismo - gerou mudanças no discurso social e político.Uma delas reside na centralidade dada ao par antitético vítima-preconceituoso e um aparente afastamento das formulações que tratavam a opressão a partir de uma totalidade que leva em consideração a complexidade das relações sociais e econômicas. Outra é o esvaziamento crítico radical em benefício do formato espetacular industrial. Objetivando-se a investigação das causas e efeitos deste processo,procuramos pensar na influência mútua entre as novas formas de pensamento crítico, a ascensão da figura da vítima como o lugar privilegiado da moralidade e a radicalização da lógica do espetáculo na era da internet, tendo no pensamento feminista um enfoque privilegiado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2015
Risco, portador e vítima virtual
Descrição: Objetivos Gerais : 1.1 - Desenvolver a hipótese de que as notícias sobre acidentes, crimes e doenças produzem as figuras subjetivas da vítima virtual e do portador por conterem uma classificação hierárquica dos seres humanos, classificação que depende, por sua vez, de construções sobre causas do sofrimento. 1.2 - Estudar como diferentes modos de se conceber a causa do sofrimento e, assim, de se classificar hierarquicamente os seres humanos, promovem diferentes formas de estabelecer vínculos entre o sofrimento de estranhos e a audiência, assim como diferentes modos de generalizar os acontecimentos. 1.3 - Analisar criticamente a concepção de causa probabilística e individualizada para os sofrimentos proporcionada pelo conceito de risco, considerando as questões de como funciona, por que se torna senso comum e quais são as suas consequências éticas e políticas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2013
Marketing farmacêutico e a medicalização do homem saudável
Descrição: Investigação da depressão como fenômeno mercadológico, tentando observar as relações existentes entre o processo de ressignificação do sofrimento e as estratégias utilizadas pelo marketing farmacêutico para se comercializar não apenas medicamentos, mas também estilos de vida que, de certa forma, regem o comportamento social contemporâneo. Em um primeiro momento, portanto, procurar-se-á elaborar uma análise histórica da maneira pela qual a sociedade ocidental construiu o sofrimento dentro das suas instituições de poder morais. Com esse levantamento será possível o estudo da depressão como objeto histórico e, posteriormente, como objeto midiático. Em última instância analisar-se-á as estratégias de marketing farmacêutico utilizadas para a comercialização dos medicamentos antidepressivos e como elas são aplicadas, tanto no mercado externo, quanto e principalmente no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Outros Projetos


2018 - Atual
Clube de Leitura
Descrição: O Clube de Leitura da CASA DO SABER RIO visa estimular a leitura e a releitura de clássicos da literatura universal e a troca de ideias entre os participantes, de modo a colocar em contato pontos de vista distintos e eventualmente complementares sobre uma mesma obra. Os encontros mensais são coordenados por Beatriz Malcher, que, além de sistematizar o programa de leitura e de auxiliar na articulação dos debates, apresenta nas reuniões uma contextualização histórica, literária e artística do livro e de seu autor, estabelecendo conexões entre os diferentes textos analisados..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2014 - 2016
Periódico: Revista Eco-Pós (Online)


Revisor de periódico


2018 - Atual
Periódico: REVISTA OPINIÃES ? REVISTA DOS ALUNOS DE LITERATURA BRASILEIRA USP


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Teoria da Comunicação.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Latim
Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
HELAYEL, K. A.2017HELAYEL, K. A. ; MALCHER, Beatriz Moreira da Gama . Notas sobre o sentido da história: as interpretações de W.G. Sebald e Roberto Schwarz. REVISTA GARRAFA (PPGL/UFRJ), v. 38, p. 69-91, 2017.

2.
MALCHER, Beatriz2016 MALCHER, Beatriz. Crítica e Feminismo - a ascensão da interseccionalidade e do discurso dos direitos. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (Ludere), v. 1, p. 1-15, 2016.

3.
MALCHER, B.2016 MALCHER, B.. Criminologia Feminista e Estado Penal: entre o empoderamento e os desejos punitivos. REVISTA TRANSGRESSÕES, v. 4, p. 90-116-116, 2016.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MALCHER, Beatriz. Junho de 2013 aconteceu? - Uma leitura benjaminiana do pensamento pós - material ista. In: I X Colóquio Internacional Marx e Engels Centro de Estudos Marxistas (Cemarx), 2018, Campinas. 1 I X Colóquio Internacional Marx e Engels Centro de Estudos Marxistas (Cemarx), Unicamp, 2018. p. 1-7.

2.
MALCHER, B. M. G.. #Feminismo: ciberativismo e os sentidos da visibilidade. In: 40º Encontro Anual da ANPOCS, 2016, Caxambu. Anais do 40° Encontro Anual da ANPOCS, 2016.

3.
MALCHER, Beatriz. Sobre a questão feminista: o diálogo com o pensamento marxiano por Wendy Brown. In: VIII Colóquio Internacional Marx e Engels, 2015, Campinas - SP. VIII Colóquio Internacional Marx e Engels, 2015. v. 1.

4.
MALCHER, Beatriz. O novo espírito da militância feminista: crítica, espetáculo e ciberativismo. In: VI Seminário Nacional de Sociologia & Política, 2015, Curitiba. Anais do VI Seminário Nacional de Sociologia & Política, 2015.

5.
MALCHER, Beatriz. A vítima feminista e o novo espírito da crítica. In: XIV Congresso Ibero-Americano de Comunicação IBERCOM 2015, 2015, São Paulo. COMUNICAÇÃO, CULTURA E MÍDIAS SOCIAIS. São Paulo: ECA-USP, 2015. p. 1694-1704.

6.
MALCHER, Beatriz. O fim do cinema - Godard, estética e revolução (1968 - 1972). In: 7º CONECO - Congresso de Estudantes de Pós-graduação em Comunicação, 2014, Rio de Janeiro. ANAIS do VII Congresso de Estudantes de Pós-graduação em Comunicação, 2014.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MALCHER, Beatriz. Um anel de saturno ? as atualizações de Walter Benjamin por W.G. Sebald. In: II Encontro de pesquisadores de Walter Benjamin, 2018, Rio de Janeiro. Benjaminiana 2018, 2018.

2.
MALCHER, Beatriz. A estética possível : sobre o rancor e o isolamento em João Antônio. In: XIV Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura, 2017, Rio de Janeiro. O Impossível Crível - XIV Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura, 2017. p. 17-17.

3.
MALCHER, B.. A atualidade de Walter Bejamin para uma reflexão sobre a internet. In: Benjaminiana 2017: encontro de pesquisadores de Walter Benjamin, 2017, Rio de Janeiro. Benjaminiana 2017: encontro de pesquisadores de Walter Benjamin, 2017.

4.
MALCHER, Beatriz. Mídia e Biopoder - uma nova moral sexual. In: XII Encontro de Pesquisa em Filosofia da UFMG, 2014, Minas Gerais. XII Encontro de Pesquisa em Filosofia da UFMG, 2014.

5.
MALCHER, Beatriz. O imperativo sexual: Ninfomaníaca e a relação padrão-desvio. In: I Simpósio Internacional de Filosofia Pop ? Corpos, Imagens e Culturas Híbridas., 2014, Rio de Janeiro. I Simpósio Internacional de Filosofia Pop ? Corpos, Imagens e Culturas Híbridas, 2014.

Artigos aceitos para publicação
1.
MALCHER, Beatriz Moreira da Gama. MIMESIS COMO MÉTODO: AS CONTRIBUIÇÕES DE ERICH AUERBACH À CRÍTICA LITERÁRIA. ESTAÇÃO LITERÁRIA, 2018.

2.
MALCHER, Beatriz. A estética possível: sobre o rancor e o isolamento em João Antônio. REVISTA GARRAFA (PPGL/UFRJ), 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
MALCHER, Beatriz Moreira da Gama. Em defesa da dialética: a atualidade crítica do método de Antonio Candido. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
MALCHER, Beatriz. OS MOVIMENTOS DE SATURNO: A FUNÇÃO DA MELANCOLIA NA OBRA DE W.G. SEBALD. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
MALCHER, Beatriz. Um anel de saturno ? as atualizações de Walter Benjamin por W.G. Sebald. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MALCHER, Beatriz. A estética possível : sobre o rancor e o isolamento em João Antônio. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
MALCHER, Beatriz. A atualidade de Walter Bejamin para uma reflexão sobre a internet. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MALCHER, B. M. G.; HELAYEL, K. A. . A Indústria Cultural & A Sociedade do Espetáculo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MALCHER, B. M. G.. #Feminismo: ciberativismo e os sentidos da visibilidade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
MALCHER, Beatriz. Contos de desilusão e cólera ? a crítica às formas do falso em João Antônio. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
MALCHER, Beatriz. A vítima feminista e o novo espírito da crítica. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
MALCHER, Beatriz. O Novo Espírito da Militância Feminista: crítica, espetáculo e ciberativismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
MALCHER, Beatriz. Sobre a questão feminista: o diálogo com o pensamento marxiano por Wendy Brown. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MALCHER, Beatriz. Mídia e Biopoder - uma nova moral sexual. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
MALCHER, Beatriz. O fim do cinema: Godard, estética e revolução (1968 - 1972). 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
MALCHER, Beatriz. O regime monossexual de controle dos corpos e a autonomia como não-lugar: o caso g0y. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
42º Encontro Anual a ANPOCS. 2018. (Congresso).

2.
II Congresso Internacional de Ensino de Língua Portuguesa. 2018. (Congresso).

3.
II Encontro de pesquisadores de Walter Benjamin - Benjaminiana 2018. Um anel de saturno ? as atualizações de Walter Benjamin por W.G. Sebald. 2018. (Congresso).

4.
XXXIII Encontro Nacional da ANPOLL. Em defesa da dialética: a atualidade crítica do método de Antonio Candido. 2018. (Congresso).

5.
?Cultura, natureza e humanidades? - I Jornada Aberta de 2016.A Indústria Cultural & A Sociedade do Espetáculo. 2016. (Encontro).

6.
40° Encontro Anual da ANPOCS.#Feminismo: ciberativismo e os sentidos da visibilidade. 2016. (Seminário).

7.
40° Encontro Anual da ANPOCS. 2016. (Encontro).

8.
XIII SIMPÓSIO DO PPG EM CIÊNCIA DA LITERATURA DA UFRJ.Contos de desilusão e cólera ? a crítica às formas do falso em João Antônio. 2016. (Simpósio).

9.
XIII SIMPÓSIO DO PPG EM CIÊNCIA DA LITERATURA DA UFRJ. 2016. (Simpósio).

10.
Seminário Nacional de Sociologia & Política.O Novo Espírito da Militância Feminista: crítica, espetáculo e ciberativismo. 2015. (Seminário).

11.
VIII Colóquio Internacional Marx e Engels. Sobre a questão feminista: o diálogo com o pensamento marxiano por Wendy Brown. 2015. (Congresso).

12.
XIV Congresso Internacional Ibercom. A vítima feminista e o novo espírito da crítica. 2015. (Congresso).

13.
38 Encontro Anual da ANPOCS. 2014. (Encontro).

14.
III Seminário Fluminense de Sociologia. 2014. (Seminário).

15.
III Seminário Fluminense de Sociologia.O regime monossexual de controle dos corpos e a autonomia como não-lugar: o caso g0y. 2014. (Seminário).

16.
VII CONECO ? Congresso de Estudantes de Pós-Graduação em Comunicação. 2014. (Congresso).

17.
VII CONECO ? Congresso de Estudantes de Pós-Graduação em Comunicação. O fim do cinema: Godard, estética e revolução (1968 - 1972). 2014. (Congresso).

18.
V Seminário Nacional Sociologia & Política. 2014. (Seminário).

19.
XII Encontro de Pesquisa em Filosofia da UFMG.Mídia e Biopoder - uma nova moral sexual. 2014. (Encontro).

20.
Cannes Lions International Advertising Festival. 2010. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MACHADO, Monica ; MALCHER, Beatriz . Interseção 11. 2010. (Congresso).



Outras informações relevantes


Aprovada em 1º lugar na Seleção de Mestrado de 2014 do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da UFRJ./

Dissertação de mestrado, com título "Crítica, moral e espetáculo: o caso do feminismo digital" (2016), indicada pela banca para publicação em livro (a ser lançado futuramente).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 23:03:55