Olga Guimarães Grichtchouk

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5887250820820562
  • Última atualização do currículo em 12/10/2018


Graduou-se em Ciências Biológicas na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Realizou Iniciação Científica na Universidade Federal Fluminense (UFF) e Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Neurociências da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tem experiência na área de Biofísica, com ênfase em Biofísica Celular (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Olga Guimarães Grichtchouk
Nome em citações bibliográficas
GRICHTCHOUK, O.


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2017
Mestrado em Neuroimunologia.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Regulação das subunidades do receptor NMDA através da ativação crônica de receptor A2a de adenosina,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Dr Roberto Paes-de-Carvalho.
Coorientador: Dra Mariana Rodrigues Pereira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: adenosina; desenvolvimento; NMDA; retina.
Grande área: Ciências Biológicas
2011 - 2015
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
Título: REGULAÇÃO DAS SUBUNIDADES DO RECEPTOR NMDA POR ATIVAÇÃO DOS RECEPTORES A2A DE ADENOSINA EM CULTURAS DE RETINA.
Orientador: Dr Roberto Paes-de-Carvalho.




Formação Complementar


2015 - 2015
Extensão universitária em VI Curso de Neurociências. (Carga horária: 41h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Principles of Neuroscience. (Carga horária: 9h).
Boston University, BU, Estados Unidos.
2013 - 2013
Sono e Processos Cognitivos. (Carga horária: 2h).
XXXVII Reunião Anual da SBNeC, SBNEC, Brasil.
2011 - 2011
Parasitologia tropical. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
2011 - 2011
Debatendo os conceitos de normalidade e diferença. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
2011 - 2011
Interação inseto-planta. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica FAPERJ, Carga horária: 20
Outras informações
Laboratório de Neurobiologia Celular da UFF sob a supervisão de Dr Roberto Paes de Carvalho

Atividades

09/2013 - 07/2017
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Instituto de Biologia.


Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: estágio, Enquadramento Funcional: estagiário voluntário, Carga horária: 20
Outras informações
Laboratório de Estudo de Dípteros- Departamento de Microbiologia e Parasitologia da UNIRIO. Corpos de animais ou humanos em decomposição podem atrair uma variedade de organismos, como por exemplo, moscas da família Calliphoridae, que podem usar este micro habitat temporário para se alimentar, viver e procriar. Deste modo, Calliphoridae estão entre os insetos mais estudados na investigação do intervalo post-mortem (IPM) e se tornam importantes para a pesquisa em entomologia forense.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Científica, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista de Iniciação Científica (IC/UNIRIO) do projeto "Estocagem de carbono, nitrogênio e fósforo nos reservatórios da Light Energia", sub-projeto: "Comunidade zooplanctônica no Reservatório de Ribeirão das Lajes: variação espacial e sazonal da biomassa". Em estudos de águas continentais, análises das comunidades zooplanctônicas são de grande importância para determinar as condições da água, já que sua qualidade afeta diretamente na abundância e no comportamento da população de zooplânctons. Os reservatórios no Rio de Janeiro passam por impactos antrópicos, porém são muito necessários para o abastecimento de água. Assim, é fundamental estudar a quantidade e variabilidade de zooplânctons considerando que mudanças na comunidade zooplanctônica podem levar a alterações no sistema trófico do reservatório.



Linhas de pesquisa


1.
Regulação do receptor NMDA por receptores de adenosina A2a


Projetos de pesquisa


2014 - 2017
Regulação da expressão de subunidades do receptor NMDA através de ativação dos receptores A2a de adenosina em culturas de retina
Descrição: A adenosina é um nucleosídeo purínico que atua em diversos sistemas orgânicos e exerce papel neuromodulatório no Sistema Nervoso Central, regulando, por exemplo, o processo de liberação na fenda sináptica de neurotransmissores excitatórios como o glutamato. Dados prévios do laboratório demonstraram que o tratamento por 48 horas com adenosina prevenia as culturas de neurônios de retina de embrião de galinha da excitotoxicidade glutamatérgica, sendo este efeito via ativação do receptor A2a de adenosina. A excitotoxicidade glutamatérgica também era prevenida bloqueando-se receptores glutamatérgicos do tipo NMDA. Os receptores NMDA são tetrâmeros que possuem em sua composição, obrigatoriamente, duas subunidades GluN1 e duas outras subunidades GluN2 (A-D) e/ou GluN3 (A-B). Nesse sentido, a neuroproteção mediada pela ativação de receptores A2a poderia envolver a regulação da atividade do receptor NMDA. Neste trabalho, avaliamos se a ativação crônica de receptores A2a de adenosina poderia modular a expressão das subunidades do receptor NMDA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Olga Guimarães Grichtchouk - Integrante / Ivan Domith - Integrante / Roberto Paes-de-Carvalho - Coordenador / Mariana Pereira - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biofísica / Subárea: Biofísica Celular.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
GRICHTCHOUK, O.; DOMITH, I. ; PEREIRA, M. ; PAES-DE-CARVALHO, R. . Chronic activation of A2a adenosine receptors regulates the expression of NMDA receptor subunits in retinal cultures. In: VII Brazilian Purine Club Meeting, 2017, Niterói. VII Brazilian Purine Club Meeting, 2017. v. 1.

2.
GRICHTCHOUK, O.; DOMITH, I. ; PEREIRA, M. ; PAES-DE-CARVALHO, R. . Chronic activation of A2a adenosine receptors regulates the expression of NMDA receptor subunits N1 and N2B in retinal cultures. In: VI Brazilian Purine Club Meeting, 2016, João Pessoa. VI Brazilian Purine Club Meeting, 2016. v. 1.

3.
GRICHTCHOUK, O.; DOMITH, I. ; PAES-DE-CARVALHO, R. . REGULATION OF NMDA RECEPTOR SUBUNITS EXPRESSION BY ACTIVATION OF A2A ADENOSINE RECEPTORS IN RETINAL CULTURE. In: Fifth Brazilian Purine Club Meeting, 2015, São Sebastião. Resumos, 2015. v. 1.

4.
GRICHTCHOUK, O.; DOMITH, I. ; CAVERSAN, O. ; FERREIRA, J. ; PAES-DE-CARVALHO, R. . REGULAÇÃO DAS SUBUNIDADES DO RECEPTOR NMDA POR ATIVAÇÃO DOS RECEPTORES A2A DE ADENOSINA EM CULTURAS DE RETINA. In: XXXVIII Reunião da SBNeC, 2014, Búzios. Resumos, 2014. v. 1.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Brazilian Purine Club Meeting. 2017. (Congresso).

2.
II Curso de Inverno em Neurociências da UFF.DEPRESSÃO. 2016. (Simpósio).

3.
VI Brazilian Purine Club Meeting. 2016. (Congresso).

4.
VIII Semana de Biologia da UFF.DROGAS DE ABUSO. 2016. (Simpósio).

5.
9th World Congress International Brain Research. 2015. (Congresso).

6.
Fifth Brazilian Purine Club Meeting. 2015. (Congresso).

7.
I Simpósio da Rede Glial Luso-Brasileira. 2014. (Simpósio).

8.
XXXVIII Reunião Anual da SBNeC. 2014. (Congresso).

9.
IV Simpósio em Neurociências. 2013. (Simpósio).

10.
XXXVII Reunião Anual da SBNeC. 2013. (Congresso).

11.
III Jornada de Zoologia da UNIRIO. 2011. (Simpósio).

12.
IX Semana de Biologia da UNIRIO. 2011. (Simpósio).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 23:13:07