Arthur Domingos de Melo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5419739486554941
  • Última atualização do currículo em 28/06/2017


Doutorando da Pós-Graduação em Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco (PPGBV-UFPE) com Área de Concentração em Ecologia; Mestre pelo mesmo programa e Licenciado em Ciências Biológicas no Centro Acadêmico de Vitória, Universidade Federal de Pernambuco (CAV-UFPE). Componente do Laboratório de Biologia Floral e Reprodutiva - Polinizar, no Centro de Biociências (CCB). Possui interesse na área de Botânica trabalhando com Biologia Floral e Reprodutiva, onde desenvolve pesquisas referentes a mecanismos florais, padrões de generalização e especialização e seleção fenotípica. Trabalha ainda com Educação em Botânica e Ambiental, onde auxilia no desenvolvimento de materiais como modelos virtuais, vídeos, cartilhas e outras formas de apoio didático. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Arthur Domingos de Melo
Nome em citações bibliográficas
MELO, A. D.;DOMINGOS-MELO, A;DOMINGOS-MELO, ARTHUR

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências Biológicas.
Universidade Federal de Pernambuco
Cidade Universitária
50670901 - Recife, PE - Brasil
Telefone: (081) 21268348


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em Biologia Vegetal.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: MODULARIDADE INTRA FLORAL E SELEÇÃO FENOTÍPICA DO GÊNERO HARPOCHILUS (ACANTHACEAE): UM COMPREENSÃO NA PERSPECTIVA DE PAISAGEM, BIOGEOGRAFIA E FILOGENÉTICA,
Orientador: Isabel Cristina Sobreira Machado.
Coorientador: Andrea A. Cocucci.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, FACEPE, Brasil.
Palavras-chave: seleção fenotípica; modularidade floral; biologia reprodutiva; Harpochilus neesianus; Harpochilus phaeocarpus.
2013 - 2015
Mestrado em Biologia Vegetal.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: AS FLORES MORFOLOGICAMENTE COMPLEXAS DE ASCLEPIADOIDEAE (APOCYNACEAE) E SUA INTERAÇÃO COM DIFERENTES POLINIZADORES,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Profª Drª Isabel Cristina Machado.
Coorientador: Profª Drª Tarcila de Lima Nadia.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Sistemas de polinização generalista; Sistemas de polinização especialista; Asclepiadoideae; Efetividade de polinização.
Grande área: Ciências Biológicas
2008 - 2012
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Mecanismos intercomplementares de autopolinização em Sida cordifolia L. (Malvaceae).
Orientador: Profª Drª Isabel Cristina Machado.




Formação Complementar


2016 - 2016
Analysis of floral variation and pollination function? from canalization to. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2015 - 2015
Ecologia cognitiva da polinização. (Carga horária: 8h).
Universidade Santa Cecília, UNISANTA, Brasil.
2013 - 2013
Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônica.
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2013 - 2013
Curso de Campo Ecologia e Conservação da Caatinga.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
2011 - 2011
Banco de dados Inf. Coleções Cient. Ambiente WEB. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2010 - 2010
Técnicas de Autocuidado para o Corpo e para Mente. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Multidiciplinário de Biologia Vegetal, IMBIV, Argentina.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Visitante, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40


Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Integrante de projeto de extensão

Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

12/2012 - 02/2013
Estágios , Centro Acadêmico de Vitória, .

Estágio realizado
Monitoria em Fisiologia Vegetal.
08/2012 - 02/2013
Estágios , Centro de Ciências Biológicas, .

Estágio realizado
Voluntário em projeto de pesquisa.
03/2012 - 11/2012
Estágios , Centro Acadêmico de Vitória, .

Estágio realizado
Monitoria em Fisiologia Vegetal.

Instituto Nacional de Ensino, Sociedade e Pesquisa, INESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor


Faculdade Miguel Arraes, FMA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
EVOLUÇÃO NO ESCURO: SELEÇÃO FENÓTIPICA DE ATRIBUTOS FLORAIS ASSOCIADOS À QUIROPTEROFILIA
Descrição: Projeto de Doutorado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Coordenador / Isabel Cristina - Integrante / Andrea A. Cocucci - Integrante.
2013 - Atual
SISTEMAS DE POLINIZAÇÃO GENERALISTA E ESPECIALISTA EM ASCLEPIADOIDEAE (APOCYNACEAE): UMA ANÁLISE EM ESPÉCIES SIMPÁTRICAS DE UMA ÁREA DE CAATINGA
Descrição: Projeto de dissertação de mestrado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Integrante / Isabel Cristina - Coordenador / Tarcila Nádia - Integrante.
2011 - 2012
BIOLOGIA FLORAL E REPRODUTIVA DE SIDA CORDIFOLIA L. (MALVACEAE) EM ÁREA URBANA DA ZONA DA MATA DE PERNAMBUCO.
Descrição: A biologia floral e o sistema reprodutivo de Sida cordifolia foram estudados em área urbana da Zona da Mata de Pernambuco. Sida cordifolia é possui flores hermafroditas, com variação de cor entre os individuos. Seus verticilos reprodutivos apresentam hercogamia temporária na flor aberta. A sequência de antese indica dicogamia parcial gerada por protandria. A espécie é auto-compatível e apresenta baixa razão pólen/óvulo. Foram registrados e testados dois tipos de autopolinização espontânea: cleistogamia de pré-antese e autopolinização tardia por contato com a corola, tais mecanismos atuam de maneira complementar gerando alta produção de frutos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Integrante / Isabel Cristina - Coordenador / Tarcila Nádia - Integrante.
2011 - 2011
Consistência da razão polén/óvulo e sistema reprodutivo: uma análise a partir das familias Bignoniaceae, Convolvulaceae e Malpighiaceae .
Descrição: O projeto trata da análise de consistência da relação existente entre a Razão polén/óvulo e sistema reprodutivo presente nas respectivas flores. O estudo segue desenvolvido sobre três familias escolhidas para a a análise: Bignoniaceae, Convolvulaceae e Malpighiaceae. A execução do projeto possui duas linhas básicas, o levantamento do sistema reprodutivo de diversas espécies das familias citadas atravez de bilbiografia adequada e a análise de material reprodutivo destas espécies para a obtenção da razão polén/óvulo. O material utilizado é proveniente de coletas em herbários e quando possivel coletas de campo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Integrante / Isabel Cristina - Coordenador / Tarcila Nádia - Integrante.


Projetos de extensão


2014 - Atual
CAV - Vestibulares
Descrição: O CAVest é um pré-vestibular gratuito vinculado ao CAV, Centro Acadêmico de Vitória de Santo Antão - UFPE. Visa à inclusão de alunos de baixa renda nas Universidades Públicas, por isso, seu público alvo é o alunado das escolas públicas e bolsistas das particulares. Contando com uma equipe de jovens professores (muitos ainda graduandos) dedicados, o curso já conseguiu atingir sua meta; centenas de alunos que já passaram pelo curso hoje estão na UFPE, na UPE e muitos passaram em vestibulares fora do Estado também. O CAVest possui muitos diferenciais; 1) as aulas acontecem nos finais de semana para que aqueles que trabalham também possam estudar; 2) as disciplinas possuem mais de um professor para melhor atender às necessidades das turmas; 3) Os alunos do CAVest têm acesso ao laboratório e à biblioteca do CAV; 4) O CAVest possui sua própria biblioteca; 5) As salas possuem recursos tecnológicos como computador, datashow, DVD e Televisão. Além de outros inúmeros diferenciais que só quem já foi aluno sabe! Uma das maiores razões do sucesso do CAVest e da sua grande aprovação nos vestibulares é a excelente equipe de professores; uma equipe engajada, que busca sempre motivar seus alunos, que realmente se preocupada com o bem estar da turma. São acima de tudo educadores e amigos. A linha de ensino do CAVest é construtivista. Enquanto 99% das escolas e cursos pré-vestibulares são tradicionais, o CAVest segue a linha do Construtivismo: aí está o segredo do sucesso. Afinal, o que é ser construtivista? Ser construtivista é ter consciência que a aprendizagem ocorre através da interação, que o aluno não é um objeto que simplesmente recebe o conteúdo, mas sim um sujeito ativo na construção do próprio conhecimento. O professor não é um detentor do conhecimento, é um orientador. No construtivismo, portanto no CAVest, o aluno tem papel ativo, tem voz e junto com o professor vai construir o conhecimento. No CAVest não se ensina só para passar no vestibular, ensina-se para a vida. Roberta Araújo.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Coordenador.
2011 - 2011
Projeto Rondon
Descrição: O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população e busca aproximar esses estudantes da realidade do País, além de contribuir, também, para o desenvolvimento das comunidades assistidas. O Projeto Rondon é realizado em estreita parceria entre diversos Ministérios e o imprescindível apoio das Forças Armadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessários às operações. Conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais, da União Nacional dos Estudantes, de Organizações Não-Governamentais, de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público e de Organizações da Sociedade Civil. As atividades realizadas pelos rondonistas, como são chamados os professores e estudantes universitários que participam do Projeto, concentram-se nas áreas de comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio ambiente; saúde; tecnologia e produção e trabalho. As ações do projeto são orientadas pelo Comitê de Orientação e Supervisão, criado por Decreto Presidencial de 14 de janeiro de 2005. O COS, como é conhecido, é constituído por representantes dos Ministérios da Defesa, que o preside, do Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Educação, Esporte, Integração Nacional, Meio Ambiente, Saúde e da Secretaria-Geral da Presidência da República..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Arthur Domingos de Melo - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Biologia Floral.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação em Botânica.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2015
1º Lugar na modalidade Dissertação de Mestrado no 66º Congresso Nacional de Botânica / Santos - SP, Sociedade Botânica do Brasil.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DOMINGOS-MELO, ARTHUR2017DOMINGOS-MELO, ARTHUR; NADIA, TARCILA DE LIMA ; MACHADO, ISABEL CRISTINA . Complex flowers and rare pollinators: Does ant pollination in Ditassa show a stable system in Asclepiadoideae (Apocynaceae)?. Arthropod-Plant Interactions (Print), v. 11, p. 1-11, 2017.

Capítulos de livros publicados
1.
OLIVEIRA, D. A. S. ; PACHECO, A. A. ; DOMINGOS-MELO, A ; CUNTO, G. C. ; SANTOS, B. A. . SOLOS PROFUNDOS TÊM INFLUÊNCIA NA HERBIVORIA EM Handroanthus spongiosus (Rizzini) S. Grose (Bignoniaceae)?. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 32-.

2.
DOMINGOS-MELO, A; LIRA, C. ; OLIVEIRA, D. A. S. ; CUNTO, G. C. ; RODRIGUES, M. ; ZIKAN, M. . BANGEE-JUMPING DE LAGARTA: LOCOMOÇÃO EM LARVAS DE GEOMETRÍDEO. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 162-.

3.
RODRIGUES, M. ; LIRA, C. ; OLIVEIRA, D. A. S. ; DOMINGOS-MELO, A ; CUNTO, G. C. ; MELO, F. . INFLUÊNCIA DA DISPONIBILIDADE DE LUZ NO INVESTIMENTO EM DEFESA DE Cnidoscolus sp. EM UMA ÁREA DE CAATINGA. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 198-.

4.
CUNTO, G. C. ; PACHECO, A. A. ; DOMINGOS-MELO, A ; OLIVEIRA, D. A. S. . INFLUÊNCIA DO ADENSAMENTO ARBUSTIVO NA DISTRIBUIÇÃO DE FLORES E FRUTOS EM CACTÁCEAS QUIROPTERÓFILAS. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 242-.

5.
CUNTO, G. C. ; PACHECO, A. A. ; DOMINGOS-MELO, A ; OLIVEIRA, D. A. S. ; CORTES-FLORES, J. . O QUE EXPLICA A DISTRIBUIÇÃO DAS ESPÉCIES ASSOCIADAS A Aechimea sp.?. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 314-.

6.
DOMINGOS-MELO, A. PARTIÇÃO DE NICHO ENTRE BESOUROS FLORÍVOROS A PARTIR DA ALTURA DAS FLORES EM Pilosocereus pachycladus F. Ritter (CACTACEAE). Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 342-.

7.
PACHECO, A. A. ; DOMINGOS-MELO, A ; OLIVEIRA, D. A. S. ; CUNTO, G. C. ; ALMEIDA, W. ; DOMINGOS, J. . A RUGOSIDADE DO SUBSTRATO INFLUENCIA NA HABILIDADE DE FORRAGEIO DE INSETOS ANDANTES?. Ecologia da caatinga : curso de campo 2013. 1ed.: , 2015, v. , p. 122-.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
DINIZ, U. M. ; DOMINGOS-MELO, A ; MACHADO, I. C. . EFEITO DA ALTURA DA FLOR NA POLINIZAÇÃO POR MORCEGOS: UM TESTE COM BAUHINIA CACOVIA (FABACEAE). In: II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016, Catalão-GO. Anais do II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016.

2.
CHALEGRE, S. L. ; DOMINGOS-MELO, A ; LIMA, C. T. ; HARLEY, A. M. G. ; MACHADO, I. C. . RELAÇÃO ANTESE ? FREQUÊNCIA DE POLINIZADORES EM NYMPHAEA PULCHELLA (NYMPHAEACEAE). In: II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016, Catalão - GO. Anais do II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016.

3.
PONTES, C. A. ; DOMINGOS-MELO, A ; NADIA, T. L. ; MACHADO, ISABEL CRISTINA . O ESTAMÍNÓDIO DE JACARANDA RUGOSA GENTRY(BIGNONIACEAE) COMO UM AJUSTE: EFEITO POSITIVO NO FITNESS MASCULINO. In: II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016, Catalão - GO. Anais do II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016.

4.
DOMINGOS-MELO, A; COCUCCI, A. A. ; MACHADO, I. C. . FOCO NO MORCEGO: APLICAÇÃO DA ACÚSTICA GEOMÉTRICA EM FLORES QUIROPTERÓFILAS. In: II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016, Catalão - GO. Anais do II Simpósio Brasileiro de Polinização, 2016.

5.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . Polinização por formigas em Ditassa (Asclepiadoideae, Apocynaceae). In: I Simpósio Brasileiro de Polinização, 2014, Araras - SP. Anais do I Simpósio Brasileiro de Polinização. Araras - SP, 2014.

6.
MELO, S. W. S. ; Silva Filho, T. P. ; Neves, R. F. ; MELO, A. D. . O uso das ferramentas tecnológicas e outros recursos didáticos no ensino de ciências e Biologia. In: X Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, 2012, Recife - PE. Espaço do Conhecimento - X Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, 2012.

7.
MELO, A. D.; MELO, S. W. S. ; Silva Filho, T. P. ; SILVA FILHO, A. F. . Conteúdos de Botânica presentes em sites de Relacionamento: um indicativo do interesse dos alunos de biologia. In: X Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, 2012, Recife - PE. Espaço do Conhecimento - X Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, 2012.

8.
MELO, A. D.; MACHADO, I. C. . Consistência da razão Pólen óvulo e Sistema reprodutivo: uma análise a partir de representantes de Bignoniaceae, Convolvulaceae e Malpighiaceae. In: XIX CONIC, 2011, Recife-PE. Anais - XIX CONIC UFPE, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, E. S. ; VALENCIA, M. S. ; DOMINGOS-MELO, ARTHUR ; XAVIER, V. L. . AVALIAÇÃO DAS INFORMAÇÕES ENCONTRADAS NA INTERNET SOBRE OS SUPERALIMENTOS . In: XXIV Congresso Brasileiro de Nutrição/ IV Simpósio Ibero-Americano de nutrição esportiva/ III Simpósio Ibero-Americano de Nutrição em produção de refeições/ III Simpósio Ibero-Americano de nutrição clínica, 2016, Porto Alegre - RS. Anais do XXIV Congresso Brasileiro de Nutrição/ IV Simpósio Ibero-Americano de nutrição esportiva/ III Simpósio Ibero-Americano de Nutrição em produção de refeições/ III Simpósio Ibero-Americano de nutrição clínica, 2015.

2.
CHALEGRE, S. L. ; DOMINGOS-MELO, A ; LIMA, C. T. ; HARLEY, A. M. G. ; MACHADO, I. C. . ANÁLISE DO GRADIENTE MORFOLÓGICO E ESTRUTURAÇÃO DOS ESTAMES EM DUAS ESPÉCIES DE nymphaea linnaeus (Nymphaeaceae). In: 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos-SP. Anais do 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015.

3.
DOMINGOS-MELO, A; MACHADO, I. C. . O PROCESSO DE ABERTURA FLORAL DE HARPOCHILUS NEESIANUS (NESS) (ACANTHACEAE): UMA FLOR QUIROPTERÓFILA COM MORFOLOGIA PECULIAR. In: 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos -SP. Anais do 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015.

4.
CHALEGRE, S. L. ; DOMINGOS-MELO, A ; LIMA, C. T. ; HARLEY, A. M. G. ; MACHADO, I. C. . INTERAÇÃO ENTRE TRIGONA IURINE (HIMENOPTERA) E FLORES DE NYMPHAEA PULCHELLA DC. (NYMPHAEACEAE): QUANTIFICAÇÃO DE DANO POR FLORIVORIA. In: 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos-SP. Anais do 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015.

5.
DOMINGOS-MELO, A. AS FLORES MORFOLOGICAMENTE COMPLEXAS DE ASCLEPIADOIDEAE (APOCYNACEAE) E SUA INTERAÇÃO COM DIFERENTES POLINIZADORES. In: 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015, Santos-SP. Anais do 66º Congresso Nacional de Botânica, 2015.

6.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . Efeito negativo da chuva na autogamia de Sida cordifolia. In: 64º Congresso Nacional de Botânica, 2013, Belo Horizonte. Anais do 64º Congresso Brasileiro de Botânica, 2013.

7.
MELO, A. D.; Neves, R. F. . BOTÂNICA EM REDES SOCIAS: COMO É FEITA ESSA ABORDAGEM?. In: 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville - SC. 63º Congresso Nacional de Botânica - Botânica frente às mudanças globais, 2012.

8.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . BIOLOGIA REPRODUTIVA DE Sida cordifolia L. (Malvaceae), CONTRIBUIÇÃO PARA MANEJO DE UMA ESPÉCIE RUDERAL COM POTENCIAL MEDICINAL E FORRAGEIRO. In: 63º Congresso Nacional de Botânica, 2012, Joinville - SC. 63º Congresso Nacional de Botânica - Botânica frente às mudanças globais, 2012.

9.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . Sindromes de Polinização: Modelo Didático e Interativo para Ensino Médio e Superior. In: 62º Congresso Nacional de Botânica, 2011, Fortaleza-CE. Anais do 62º Congresso Nacional de Botânica, 2011.

10.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. ; PINA, F. O. ; MOURA, D. F. . Programa Interativo envolvendo as sindromes de polinização para ensino médio e Superior. In: Reunião Regional da SBPC, 2010, Vitória de Santo Antão - PE. Reunião Reginal da SBPC - Tema: Educação como direito de Todos, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . Efeito negativo da chuva na autogamia de Sida cordifolia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
MELO, A. D.; Silva Filho, T. P. ; MELO, S. W. S. ; SILVA FILHO, A. F. . Conteúdos de Botânica presentes em ambientes virtuais em sites de relacionamento: um indicativo do interesse dos alunos de biologiia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . Sindromes de Polinização: Modelo didático virtual interativo para ensino médio e superior. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
MELO, A. D.; MACHADO, I. C. . Consistência da Razão Polén-óvulo e sistema reprodutivo: uma análise a partir de representantes de bignoniaceae, convolvulaceae e malpighiaceae. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
MELO, A. D.; MOURA, D. F. ; PINA, F. O. ; MACHADO, I. C. ; NADIA, T. L. . Sindromes de Polinização: Programa Interativo Virtual para Uso no Ensino Médio e Superior. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
CORREA, C. C. ; OLIVEIRA, L. A. ; NOGUEIRA, C. A. ; MELO, A. D. . O que determina uma espécie-chave em uma rede de epífitas e forófitos?. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

2.
MARTINS, I. I. ; VALENTE, C. B. ; MELO, A. D. ; CORREA, C. C. . Existe investimento diferencial na defesa biótica de estruturas reprodutivas e vegetativas em plantas mirmecófitas?. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

3.
TOKUMOTO, P. M. ; RODRIGUES, L. S. ; MELO, A. D. ; VALENTE, C. B. . Aranhas de caça ativa preferem forragear em ambientes com superfícies mais regulares?. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

4.
MELO, A. D.; SANTOS, T. B. ; LOPES, G. P. ; OLIVEIRA, L. A. . Elas gostam das novinhas: formigas forrageiam preferencialmente em folhas jovens. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

5.
BARROS, M. F. ; MELO, A. D. ; LOPES, G. P. ; OLIVEIRA, L. A. ; SANTOS, T. B. . Folhas recém-emersas funcionam como tecido de reserva nutricional para plantas inundadas em florestas inundáveis?. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

6.
TOKUMOTO, P. M. ; MELO, A. D. ; NOGUEIRA, C. A. ; AZEVEDO, M. J. M. . Molhando o bico: ápices foliares auxiliam no escoamento de água da lâmina foliar. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

7.
MELO, A. D.. O encharcamento do solo não interfere na reprodução cruzada e na variação fenotípica da licófita Sellaginela pedata. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).

8.
SANTOS, T. B. ; LOPES, G. P. ; MELO, A. D. ; OLIVEIRA, L. A. . Grupos de peixes associados a bancos de macrófitas não são determinados por competição. Curso de Campo Ecologia da Floresta Amazônia, 2013 (Capítulo de Livro).


Demais tipos de produção técnica
1.
DOMINGOS-MELO, A. Figure 2 in 'Costa, A. C., Thomas, W. W., & Machado, I. C. (2017). Comparative floral biology of Rhynchospora ciliata (Vahl) Kukenth and R. pubera (Vahl) Boeckeler (Cyperaceae): the role of white involucral bracts in attracting pollinating insects. Plant Species Biology.'. 2017. (Ilustração científica vetorial).

2.
DOMINGOS-MELO, A. Desenho Vetorial Aplicado à Botânica. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SILVA FILHO, A. F. ; DOMINGOS-MELO, A . Desenho Vetorial Aplicado à Ciências Biomédicas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
DOMINGOS-MELO, A. Bioestatística aplicada à Zoologia. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
DOMINGOS-MELO, A. Bioestatística aplicada à Saúde Pública. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
DOMINGOS-MELO, A; SILVA FILHO, A. F. . Ferramentas auxiliares para produção científica em Ciências Morfológicas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
DOMINGOS-MELO, A. Redação Científica. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
DOMINGOS-MELO, A. Figures 3 and 4 in 'Queiroz, J. A., Quirino, Z. G., & Machado, I. C. (2015). Floral traits driving reproductive isolation of two co-flowering taxa that share vertebrate pollinators. AoB Plants, 7, plv127.'. 2015. (Ilustração científica vetorial).

9.
MELO, A. D.. Flores e polinizadores: parceiros na reprodução e manutenção do manguezal. 2013. (Capa, diagramação e ilustrações).

10.
MELO, A. D.; NADIA, T. L. ; MACHADO, I. C. . As flores de seus segredos. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo educacional).

11.
MELO, A. D.; MACHADO, I. C. ; NADIA, T. L. ; MOURA, D. F. ; PINA, F. O. . Sindromes de Polinização: Programa Interativo e Virtual para Uso no Ensino Médio e Superior. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Sistema Virtual Interativo).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NADIA, T. L.; DOMINGOS-MELO, A; SANTANA, Z.. Participação em banca de GERLAYNE TEIXEIRA DE SOUZA.RENOVAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE APOIO DIDÁTICO EM BOTÂNICA: DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO COM FOCO EM MORFOLOGIA VEGETAL PARA O ENSINO MÉDIO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
Brito, V. S. L.; MELO, A. D.; Santos, A. F. S.. Participação em banca de Vandinalva Santana de Lira Brito.Óleo de copaiba e suas propriedades medicinais. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão.

3.
Silva, E. G.; Santos, A. F. S.; MELO, A. D.. Participação em banca de Érica Gaudêncio da Silva.Medicamentos fitoterápicos e sua utilização em doenças inflamatórias. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão.

4.
MACHADO, I. C.; DOMINGOS-MELO, A; MILLET, P.. Participação em banca de Sinzinando Albuquerque de Lima.Polinização por Vertebrados em área Urbana: Interações entre Crescentia cujete (Bignoniaceae) e morcegos nectarivoros. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

5.
VALENCIA, M. S.; DOMINGOS-MELO, ARTHUR; XAVIER, V. L.. Participação em banca de Emanuellla Soares da Silva.AVALIAÇÃO DAS INFORMAÇÕES ENCONTRADAS NA INTERNET SOBRE OS SUPERALIMENTOS . 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Faculdade Maurício de Nassau - Recife.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
DOMINGOS-MELO, A. I Jornada Acadêmica de Farmácia e Biomedicina. 2016. Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão.

2.
MELO, A. D.. 14ª edição do Enext ? Encontro de Extensão da UFPE. 2014. Universidade Federal de Pernambuco.

3.
MELO, A. D.; SILVA FILHO, A. F.. Processo seletivo de professores para o Pré-vestular do Centro Acadêmico de Vitória ( Cavest). 2014.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Simpósio Brasileiro de Polinização. 2016. (Simpósio).

2.
66º Congresso Nacional de Botânica. 2015. (Congresso).

3.
I Simpósio Brasileiro de Polinização. 2014. (Simpósio).

4.
63º Congresso Nacional de Botânica. BIOLOGIA REPRODUTIVA DE Sida cordifolia L. (Malvaceae), CONTRIBUIÇÃO PARA MANEJO DE UMA ESPÉCIE RUDERAL COM POTENCIAL MEDICINAL E FORRAGEIRO. 2012. (Congresso).

5.
63º Congresso Nacional de Botânica. BOTÂNICA EM REDES SOCIAS: COMO É FEITA ESSA ABORDAGEM?. 2012. (Congresso).

6.
X Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. Conteúdos de Botânica presentes em ambientes virtuais em sites de relacionamento: um indicativo do interesse dos alunos de biologia. 2012. (Congresso).

7.
62º Congresso Nacional de Botânica. Sindromes de Polinização: modelo didático virtual e interativo para ensino médio e superior. 2011. (Congresso).

8.
XIX CONIC. Consistência da razão pólen - óvulo e sistema reprodutivo: uma análise a partir de representandes de Bignoniaceae, Convolvulaceae e Malpighiaceae. 2011. (Congresso).

9.
PALEO-NE. 2010. (Encontro).

10.
Reunião Regional da SBPC.Sindromes de Polinização: Programa Interativo Virtual para Uso no Ensino Médio e Superior. 2010. (Outra).

11.
I Simpósio dos Estudantes de Biologia do Centro Acadêmico de Vitória. 2009. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DOMINGOS-MELO, A. 35ª Reunião Regional de Botânica / Recife -PE. 2017. (Outro).

2.
DOMINGOS-MELO, A. 1º Encontro da Biologia Vegetal - UFPE. 2016. (Outro).

3.
DOMINGOS-MELO, A. Exposição EcoFriendly. 2016. (Exposição).

4.
MELO, A. D.. Reunião Regional da SBPC. 2010. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 24:16:55