Denis Guedes Jogas Junior

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7161935955154173
  • Última atualização do currículo em 06/01/2018


Possui Graduação (2011) em Licenciatura Plena em História pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (FFP/UERJ), Mestrado (2014) pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e atualmente cursa o Doutorado na mesma instituição, no qual se dedica ao estudo, em perspectiva transnacional, da participações dos pesquisadores latino-americano na definição de importantes questões relacionadas ao então emergente campo da Medicina Tropical, na primeira metade do século XX, através da análise dos processos circulares relacionados a construção e ao estudo das leishmanioses; grupo de doenças criado em 1906 que, ao mesmo tempo em que foi ressignificado pelo paradigma microbiológico, também apresentava uma série de desafios e enigmas, uma vez em que contrariava alguns de seus principais postulados científicos. Tem interesse na área de História, com ênfase em História das Ciências, História global/transnacional, História do Brasil e da América Latina. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Denis Guedes Jogas Junior
Nome em citações bibliográficas
JOGAS, Denis;JOGAS JUNIOR, Denis


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em História das Ciências.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
com período sanduíche em Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (Orientador: Dr. Kapil Raj).
Título: Ciência Latino-Americana em perspectiva global: A Medicina Tropical e as controvérsias sobre a Leishmaniose Tegumentar Americana,
Orientador: Jaime Larry Benchimol.
Coorientador: Simone Petraglia Kropf.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
2012 - 2014
Mestrado em História das Ciências.
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Título: A leishmaniose tegumentar e a medicina tropical no Brasil (1909 - 1922),Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Nísia Verônica Trindade Lima.
Coorientador: Dominichi Miranda de Sá.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências.
2006 - 2011
Graduação em História.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Por que devemos ser monarquistas? A crítica monarquista à república.
Orientador: Prof. Maria Letícia Correa.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Falar, lembrar e rememorar - Minicurso de história oral. (Carga horária: 16h).
Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, COC/FIOCRUZ, Brasil.
2014 - 2015
Extensão universitária em Curso Int. de H. da Medicina Tropical (UNL/COC). (Carga horária: 30h).
Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, COC/FIOCRUZ, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Curso de extensão História da Medicina. (Carga horária: 15h).
Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, COC/FIOCRUZ, Brasil.
2012 - 2012
História da Epidemiologia: Conceitos e Métodos. (Carga horária: 15h).
Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Estagio, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 20


Assembléia Legistaiva do Estado do Rio de Janeiro, ALERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 20
Outras informações
Monitorar turmas de escolas públicas e particulares ou visitantes pela exposição permanente "Palácio Tiradentes Lugar de Memória do Parlamento Brasileiro" sobre a história política brasileira, contextualizando com a história da construção do Palácio Tiradentes.


Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Assistente de pesquisa
Outras informações
Assistente de pesquisa do projeto Agricultura e Ecologia no Brasil:desenvolvimentismo e conservacionismo em trajetórias e instituições (1938 - 1972) coordenado pela professora Dominichi Miranda de Sá.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
História das leishmanioses (1903-2015): significados, enfrentamento e desafios de uma doença dos trópicos que se tornou risco global
Descrição: O presente projeto tem em mira fortalecer as ações regionais, nacionais e mesmo globais contra as leishmanioses, fornecendo aos atores nelas envolvidos melhor compreensão da gênese do problema representado por esse grupo de doenças, isto é, análises históricas sobre como se chegou à configuração atual do problema, sobre as formas como foram equacionadas e enfrentadas as diferentes manifestações desse complexo patológico que a Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica como ?doença tropical negligenciada?, a única, parece, ainda em crescimento. Com uma equipe que reúne expertises nas ciências sociais e biomédicas e na saúde, pretendemos analisar os mais relevantes trabalhos produzidos desde fins do século XIX sobre doenças ressignificadas à luz das medicinas pasteuriana e mansoniana como leishmanioses; as controvérsias motivadas por esses trabalhos, pelas abordagens clínicas das patologias associadas a leishmânias, e pelas ações tomadas contra elas nos domínios da terapêutica e assistência médica, da profilaxia e saúde pública. A produção de conhecimentos e as formas de enfrentamento das leishmanioses no Brasil, a nível local, regional, nacional, mobilizaram médicos, instituições, órgão de governo, enfim um conjunto muito diversificado de atores sociais: no projeto estudaremos essas formações assim como as redes de intercâmbio e cooperação estabelecidos em sucessivas conjunturas históricas com outros conjuntos de atores dedicados às leishmanioses, nas Américas, Europa e Ásia. Daremos ênfase aos circuitos Sul-Sul envolvendo Brasil, alguns países sul-americanos e Índia. Entrevistaremos médicos, cientistas e sanitaristas que tenham estado na linha de frente desses estudos. Com os produtos do projeto esperamos contribuir para maior compreensão da história das leishmanioses, esse complexo grupo de doenças....
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Sob signo do desenvolvimento: ciencias socias, educação sanitária e alimentação (1945 - 1964)
Descrição: Este projeto tem como objetivo analisar os significados atribuídos ao termo desenvolvimento e suas implicações para as idéias e ações no campo da saúde, em sua interface com as ciências sociais. Pretende-se, ao mesmo tempo, observar as diferenças e críticas que então se enunciavam frente às concepções predominantes sobre desenvolvimento e modernização, entendendo a relação entre ciências sociais e o campo da saúde como uma via de mão dupla em relação a qual não se pode enfatizar qualquer influência unilateral. Pretende-se analisar as propostas de cientistas sociais; as campanhas de erradicação de doenças transmissíveis identificadas com o atraso nacional, caso da bouba e do bócio endêmico; a proposição de um projeto de alimentação nacional e ações de educação sanitária com foco nas populações resistentes à mudança , sobretudo as então denominadas comunidades rurais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
JOGAS JUNIOR, Denis2016 JOGAS JUNIOR, Denis. Uma doença americana? A Leishmaniose Tegumentar e a construção da medicina tropical no Brasil ( 1909 - 1927). Fenix: revista de historia e estudos culturais, v. 13, p. 00, 2016.

2.
JOGAS JUNIOR, Denis2016 JOGAS JUNIOR, Denis. A Leishmaniose Tegumentar Americana e a construção do conhecimento científico entre a América do Sul e a Europa. Anais de Higiene e Medicina Tropical, v. 16, p. 105, 2016.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
JOGAS JUNIOR, Denis. Uma doença americana? A leishmaniose tegumentar e a medicina tropical no Brasil (1909 - 1927). 1. ed. Curitiba: Prismas, 2016. v. 1. 175p .

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
JOGAS, Denis. Alfredo Da Matta e as leishmanioses no Amazonas. In: XVI Encontro Regional de História da ANPUH: Saberes e práticas científicas, 2014, Rio de Janeiro. Anais do XVI Encontro Regional de História da ANPUH: Saberes e práticas científicas, 2014.

2.
JOGAS, Denis. A Leishmaniose Tegumentar no Amazonas e a construção do campo científico da medicina tropical no Brasil.. In: XXVII Simpósio Nacional de História, 2013, Natal. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História, 2013.

Artigos aceitos para publicação
1.
JOGAS JUNIOR, Denis. Trópicos, ciência e leishmanioses: uma análise sobre circulação de saberes e assimetrias. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
JOGAS JUNIOR, Denis. Entre a Europa e a América do Sul: circulação de saberes e assimetrias na produção de conhecimentos sobre as leishmanioses americanas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
JOGAS JUNIOR, Denis. Trópicos, Ciências e leishmanioses: uma análise sobre circulação de saberes, espécimes e assimetrias. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
JOGAS JUNIOR, Denis. Uma doença americana? circulação de saberes e controvérsia científica sobre as leishmanioses no continente sul-americano (1909 - 1927). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
JOGAS, Denis. O Amazonas e as pesquisas sobre leishmaniose tegumentar no Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
JOGAS JUNIOR, D. G.; JOGAS, Denis . Alfredo da Matta e as leishmanioses no Amazonas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
JOGAS, Denis. A Leishmaniose Tegumentar no Amazonas e a construção do campo científico da medicina tropical no Brasil.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
JOGAS, Denis. Notícias da ?expedição Oswaldo Cruz? ao Vale do Amazonas: uma nova moléstia?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Demais tipos de produção técnica
1.
JOGAS JUNIOR, Denis. Avaliador de poster de Iniciação Científica 14 SNHCT. 2014. (Parecer).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Taller de Historia Social de la Salud y la Enfermedad en Argentina y América Latina. Fluxos transnacionais e multidirecionais de cientistas: a Sociedade Sul-Americana de Higiene, Microbiologia e Patologia e a formação de redes médicas na América do Sul. 2016. (Congresso).

2.
XIX Reunião anual de iniciação científica - COC /Fiocruz.Carlos Chagas na Amazônia: pensamento social e saúde em perspectiva histórica. 2011. (Simpósio).

3.
Caminhos da Abolição e do Pós-Abolição. 2010. (Seminário).

4.
Culturas Políticas, Memória e Historiografia. 2010. (Seminário).

5.
Oficina de História dos Pretos Novos. 2010. (Oficina).

6.
XIV Semana de História UERJ/FFP.O advento republicano e a imagem do Brasil no exterior. 2010. (Outra).

7.
VII Encontro Regional Sudeste de História Oral. 2007. (Congresso).



Outras informações relevantes


Aprovado em primeiro lugar no processo seletivo para o doutorado do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz (2015). 

Aula ministrada no Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde - Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz. Disciplina: História e Historiografia da Saúde Pública, ministrada por Jaime Benchimol e Juliana Manzoni. Dia 13 de maio, título: Dos miasmas e micróbios aos mosquitos. Malária, febre amarela, leishmanioses e saúde pública

Profesor convidado na disciplina História da Medicina Tropical ministrada por plataforma digital entre a Universidade Nova de Lisboa e a Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz

Selecionado para Bolsa FAPERJ Aluno nota 10 (2017)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 12:04:26