David Fernandes de Souza

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2206565247330120
  • Última atualização do currículo em 27/09/2017


Graduado em Fármácia pela Universidade São Francisco (USF) e licenciado em biologia pelo Centro Universitário Claretiano (Complementação pedagógica de acordo à Res CNE. 02/97). É professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) do Instituto Federal do Paraná (IFPR) Campus Umuarama. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
David Fernandes de Souza
Nome em citações bibliográficas
SOUZA, D. F.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal do Paraná, CÂMPUS UMUARAMA.
Rodovia PR-323 - km 310
Parque Industrial
87507014 - Umuarama, PR - Brasil
Telefone: (044) 33616200
URL da Homepage: umuarama.ifpr.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em Ciências Biológicas (Biologia Celular).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Título: Teste in sílico, nanotecnologia e análises toxicológicas de agentes tripanocidas,Orientador: Max Jean de Ornelas Toledo.
Palavras-chave: T. cruzi; Benzonidazol; Nanopartículas.
2013 - 2013
Graduação em Biologia.
Centro Universitário Claretiano de Batatais, CEUCLAR, Brasil.
2007 - 2010
Graduação em Farmácia.
Universidade São Francisco, USF, Brasil.
Título: Expressão e Purificação da Proteína de Superfície de Pneumococo A (PspA) em E. coli.
Orientador: Dra. Michelle Darrieux Sampaio Bertoncini.
Bolsista do(a): Programa Universidade Para Todos, PROUNI, Brasil.




Atuação Profissional



Instituto Federal do Paraná, IFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnoló, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2016 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Biologia I
Biologia II
Biologia III
Biologia IV
03/2016 - 06/2017
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anatomia Humana e Comparada
Histologia e embriologia animal

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, SEESP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor PEB II Biologia, Carga horária: 10

Atividades

10/2008 - 05/2015
Ensino,

Disciplinas ministradas
Biologia
10/2008 - 12/2014
Ensino,

Disciplinas ministradas
Química

Prefeitura Municipal de Itatiba, PREFITATIBA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor PEB II Ciências, Carga horária: 25

Atividades

02/2014 - 05/2015
Ensino,

Disciplinas ministradas
Ciências

Universidade São Francisco, USF, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2016 - 2016
Atividade antimicrobiana in vitro de extratos de moringa (Moringa oleifera).
Descrição: A demanda por novos antimicrobianos é uma constante para o tratamento de infecções, isto porque, a resistência a tais compostos é comum. Dentre as fontes de novos antimicrobianos, destacam-se os extratos e óleos vegetais. Esses compostos derivam, principalmente, do metabolismo secundário da planta e apresentam variedade, destacando-se os flavonoides, fenilpropanoides, terpenoides, proteínas e peptídeos. A moringa é uma árvore nativa da Ásia, comumente utilizada por comunidades tradicionais, tanto por suas folhas e vagens, quanto por seu óleo, pois se acredita que a mesma apresente propriedades medicinais. Tendo em vista a necessidade por novos antimicrobianos, bem como o saber popular sobre a moringa, o presente projeto tem por objetivo estudar o potencial antimicrobiano in vitro de Moringa oleifera, em relação a bactérias e levedura patogênicas. O óleo será obtido a partir da semente seca, por meio de extração em Soxhlet. O óleo será testado contra 10 bactérias e uma levedura patogênica, por meio das metodologias de difusão em ágar por poço e diluição seriada em caldo. Serão calculadas a Concentração Mínima Inibitória, a Concentração Mínima Bactericida/Fungicida e a porcentagem de inibição, para as substâncias (óleo e/ou extrato) que apresentarem atividade antimicrobiana. Os testes serão feito em triplicata, comparados entre si por meio de Análise de Variância e teste de Tukey. Além de conhecer o potencial antimicrobiano da moringa, espera-se com o projeto capacitar estudantes do curso Técnico em Química para realizar atividades em um laboratório de microbiologia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2016
Caracterização do crescimento microbiano de cepas de microalgas em condições de cultivo fotoautotrófica, mixotrófica e heterotrófica.
Descrição: As microalgas são um grupo heterogêneo de microrganismos, dos quais podem ser extraídos diversos produtos tais como: proteínas, carboidratos, pigmentos e óleos contendo ácidos graxos saturados, poli-insaturados e monoinsaturados. Esses microrganismos apresentam diferentes formas de metabolismo energético, destacando-se o fotoautotrófico, heterotrófico, mixotrófico e fotoheterotrófico. A compreensão destas formas de metabolismo permite aplicar às microalgas estratégias de cultivos visando o aumento da produção de biomassa algal, e seus coprodutos em grandes escalas. Tradicionalmente, o cultivo de microalgas explora seu metabolismo fotoautotrófico. No entanto, estudos têm apontado vantagens da produção de biomassa destes microrganismos por outras vias metabólicas. Desta maneira, o presente projeto tem por objetivo caracterizar o crescimento microbiano de cepas de microalgas em condições de cultivo fotoautotrófica, heterotrófica e mixotrófica, em escala laboratorial. As microalgas estudadas serão cepas UTEX de Chlorella vulgaris e C. protothecoides, além de cepas isoladas de resíduos. O meio de cultivo padrão será o BBM, suplementado com glicose, nos casos de cultivo mixotrófico e heterotrófico. O crescimento microbiano será mensurado por gravimetria, turbidimetria e por contagem em câmara de Neubauer. Além da curva de crescimento, serão calculados os principais parâmetros da cinética microbiana, utilizando-se análise de gráficos e cálculos em Excel. Espera-se que o projeto contribua para os estudos sobre a viabilidade de produção de microalgas em diferentes formas de cultivo, bem como, forneça os dados iniciais para estudos de aumento de escala..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2016
Avaliação do potencial antimicrobiano de óleo e extrato de aroeira (Schinus terebinthifolius).
Descrição: Os estudos com a espécie Schinus terebinthifolius conhecida como aroeira, destacam a sua capacidade na ação anti-inflamatória e antimicrobiana. Assim o presente estudo tem por objetivo analisar o potencial antimicrobiano in vitro do óleo e extrato de Schinus terebinthifolius contra micro-organismos patogênicos. Além disto, o projeto tem por objetivo comparar as metodologias de difusão em ágar por poço e por disco. O óleo foi obtido do fruto seco por meio da técnica de hidrodestilação. O extrato será obtido das folhas secas por meio da técnica de maceração com esgotamento de solvente, seguida de rotaevaporação. O óleo e o extrato serão testados contra 10 bactérias patogênicas, comum em toxinfecções alimentares. As metodologias utilizadas serão difusão em ágar por disco difusão, difusão em ágar por poço e diluição seriada em caldo. Em todos os testes, será utilizado um antibiótico comercial como controle. Por meio destas metodologias, serão calculadas: a Concentração Mínima Inibitória, a Concentração Mínima Bactericida e a porcentagem de inibição, os testes serão feitos em triplicata, seguida de Análise de Variância e teste de Tukey. Até o momento, foi feito o treinamento da discente nas metodologias a serem utilizadas, extração do óleo, recuperação das cepas de microrganismos, testes iniciais contras as bactérias realização dos testes de difusão em ágar por disco e poço do óleo da aroeira. Nestes testes, o óleo de aroeira apresentou formação de halo de inibição de 10 mm (+/-3) nas metodologias de difusão em ágar por poço e por disco, porém, tem se notado que a metodologia de difusão por poço é mais sensível do que a difusão por disco nos testes realizados com Bacillus Cereus. No entanto, novos testes estão sendo feitos para confirmar tal resultado, bem como para testar o óleo e o extrato frente aos demais microrganismos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: David Fernandes de Souza - Integrante / Elisangela Andrade Angelo - Coordenador / Norma Barbado - Integrante / Filipe Andrich - Integrante.
2015 - Atual
EDIFICARE: Grupo de Estudos em Educação
Descrição: O Edificare - Grupo de Estudos em Educação, tem como objetivo, promover estudos, reflexões e debates sobre educação, educação profissional, ensino médio integrado e currículo, com vistas a conhecer a realidade do trabalho docente, o contexto político-econômico que o cerca e a fundamentação teórica que o sustenta ou que pode nortear práticas, como a formação omnilateral. O grupo é composto por docentes e técnicos do IFPR- câmpus Umuarama. O trabalho do grupo de estudos se dá por meio de reuniões periódicas em que ocorram a seleção de autores, textos e legislações a serem estudadas, leituras e discussões, como também apresentação e apreciação dos relatórios / textos produzidos.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Avaliação do papel bimodal de antiinflamatórios não esteroidais e de flavonóides no sistema antioxidante de células tumorais e não tumorais
Descrição: Antiiflamatórios não esteroidais e flavónoides parecem apresentar papel bimodal oxidante-antioxidante dependendo da concentração e das condições de uso e ambos estão envolvidos na indução de apoptose e tratamento complementar de tumores. Assim, pretende-se avaliar o efeito dos mais conhecidos componentes destes grupos no sistema antioxidante de células tumorais e não tumorais na ausência e presença de estresse oxidativo crônico induzido por H2O2. Os resultados deste projeto irão acrescentar dados importantes em relação à conduta de quanto e quando fazer uso dos mesmos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende PoucoLê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
Oliveira, A.M.S ; SOUZA, D. F. ; Andrich, F. ; Santos, A.C.C ; Delai, V.M. ; Angelo, E.A. . Atividade antimicrobiana in vitro de extrato de óleo de Moringa (Moringa oleífera) contra Bacillus cereus. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO E XV ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIPAR, 2016, Umuarama. Atividade antimicrobiana in vitro de extrato de óleo de Moringa (Moringa oleífera) contra Bacillus cereus, 2016.

2.
Delai, V.M. ; SOUZA, D. F. ; Andrich, F. ; Oliveira, A.M.S ; Rocha, J.A.P ; Angelo, E.A. . CULTIVO FOTOAUTOTRÓFICO DE Chlorella vulgaris E Chlorella protothecoides. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO E XV ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIPAR, 2016, Umuarama. CULTIVO FOTOAUTOTRÓFICO DE Chlorella vulgaris E Chlorella protothecoides, 2016.

3.
Rocha, J.A.P ; SOUZA, D. F. ; Andrich, F. ; Santos, A.C.C ; Oliveira, H.H.P ; Angelo, E.A. . ATIVIDADE ANTIMICROBIANA IN VITRO DA AROEIRA (Schinus terebinthifolius) E DO CRAMBE (Crambe abyssinica Hochst) CONTRA Bacillus cereus. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO E XV ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIPAR, 2016, Umuarama. ATIVIDADE ANTIMICROBIANA IN VITRO DA AROEIRA (Schinus terebinthifolius) E DO CRAMBE (Crambe abyssinica Hochst) CONTRA Bacillus cereus, 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
AUGUSTO, A. C. ; PIERIN, B. N. ; SOUZA, D. F. ; SALLES, T. H. C. ; Sônia Aparecida Gurgueira . Effect of Acetylsalicylic Acid on Antioxidant Enzyme Activities in HeLa Cells. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SOUZA, D. F.; Rosa, L. S. ; Oliveira, H. H. ; Bortolossi, P. R. ; Sechein, B. R. ; Sônia Aparecida Gurgueira . Determinação de Catecolaminas Plasmáticas e Urinárias Para o Diagnóstico do Feocromocitoma. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIII Simpósio de Farmácia da USF. 2010. (Simpósio).

2.
XXIII Jornada Universitária Farmacêutica - JUFAR - USF. 2010. (Outra).

3.
II Seminário em Saúde e Cidadania-USF. 2009. (Seminário).

4.
I Simpósio de Análises Clínicas da USF.Avaliação de exames sorológicos para diagnóstico da filariose bancroftiana. 2009. (Simpósio).

5.
I Simpósio de Cosmetologia da USF. 2009. (Simpósio).

6.
XXII Jornada Universitária Farmacêutica-JUFAR USF. 2009. (Encontro).

7.
XXXVIII Annual Meeting of The Brazilian Society for Biochemistry and Molecular Biology (sbbq). Effect of Acetylsalicylic Acid on Antioxidant Enzyme Activities in HeLa Cells. 2009. (Congresso).

8.
III Semana Acadêmica da Farmácia da UNICAMP-Mini curso:Bioquimica:Dos organismos às moléculas. 2008. (Outra).

9.
Seminários da Pós-Graduação em Ciências da Saúde-USF. 2008. (Seminário).

10.
XXI Jornada Universitária Farmacêutica-JUFAR. USF.Determinação de catecolaminas plasmáticas e urinárias para o diagnóstico do feocromocitoma. 2008. (Encontro).

11.
Formação de Auditores Internos-Covabra Comercial Ltda. 2007. (Outra).

12.
XX Jornada Universitária Farmacêutica -JUFAR- USF. 2007. (Encontro).



Outras informações relevantes


Aprovado no concurso para provimento de cargo efetivo de professor PEB II Biologia na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (2013)
Aprovado no concurso para provimento de cargo efetivo de professor PEB II Ciências na Prefeitura Municipal de Itatiba (2013)
Aprovado no concurso para provimento de cargo efetivo de professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal do Paraná-IFPR (2014)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 11:53:34