Bruno Martins Morais

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4574317991731065
  • Última atualização do currículo em 19/10/2018


Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo. Especialista em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade pela PUC-SP. Mestre em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo. Durante a graduação, realizou pesquisa de Iniciação Científica sobre práticas de justiça própria os karib do circunroraima, na tríplica fronteira Brasil, Venezuela e Guyana. Em intercâmbio de estudos e pesquisa na Universidad Nacional de Colombia, sede Bogotá, atuou em projetos de extensão universitária em educação em direitos junto a comunidades afetadas pelo conflito armado. O mestrado em Antropologia Social foi dedicado ao estudo das relações entre violência, corpo e territorialidade entre os Kaiowá e Guarani do Mato Grosso do Sul. Vencedora do prêmio ANPOCS, a dissertação foi publicada em formato de livro pela Editora Elefante. É sócio da Moras & Azanha - Advocacia Socioambiental, banca de assessoria jurídica para organizações socioambientais de base comunitária. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruno Martins Morais
Nome em citações bibliográficas
MORAIS, B. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Direito.
Largo São Francisco, 95
Centro
01005-010 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (011) 31114000
URL da Homepage: http://www.direito.usp.br/


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Do corpo ao pó: crônicas crônicas da territorialidade Kaiowá e Guarani nas adjacências da morte.,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Ana Claudia Rocha Marques.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: corpo; violência; territorialidade; Kaiowá e Guarani.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
2013 - 2016
Especialização em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade. (Carga Horária: 400h).
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Brilho do Sol e os Amigos da Onça: conflitos de sobreposição entre Unidades de Conservação da Natureza e Terras Indígenas guarani.
Orientador: Mauricio Guetta.
2007 - 2012
Graduação em Bacharelado em Direito.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A Comunidade Contra o Estado: registros da emergência de uma experiência de Justiça Própria na Terra Indígena Raposa/Serra do Sol, Estado de Roraima..
Orientador: Orlando Villas-Bôas Filho.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2011 - 2011
Intercâmbio.
Universidad Nacional de Colombia - Bogotá, UNAL/Bogotá, Colômbia.
2008 - 2008
Imbecillitas. Desigualdade e discriminação.. (Carga horária: 20h).
Escola de Altos Estudos - CAPES, CAPES, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro de Trabalho Indigenista, CTI, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assessor Jurídico, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador



Projetos de pesquisa


2009 - 2012
Pandón - narrativas orais, memória e história do direito entre os índios do circunroraima
Descrição: Projeto de Iniciação Científica cujo objeto era o de recolher narrativas em torno de uma experiência de justiça própria na regulação do homicídio entre indígenas da Região das Serras, Terra Indígena Raposa/Serra do Sol..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Bruno Martins Morais - Integrante / Samuel Rodrigues Barbosa - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Prêmio ANPOCS - Melhor Dissertação em Ciências Sociais, Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais - ANPOCS.


Produções



Produção bibliográfica
Livros publicados/organizados ou edições
1.
MORAIS, B. M.. Do Corpo ao Pó: crônicas da territorialidade Kaiowá e Guarani nas adjacências da morte. 1. ed. São Paulo: Elefante, 2017.

2.
MORAIS, B. M.; FAGGIANO, D. ; LUCHIARI, V. F. L. ; LAGRASTA NETO, C. ; HILGET, C. D. ; ISSLER, D. ; NASCIMENTO, G. ; NOLAN, M. M. ; CARVALHO, R. C. T. ; ARRUDA, R. S. V. ; MARTINS, S. D. . A Questão Indígena. 1ª. ed. Brasília: Gazeta Jurídica, 2013. v. 1. 144p .

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MORAIS, B. M.; FERREIRA, R. C. . A farsa da 'Consulta da Consulta' no Vale do Ribeira (SP). In: Conjuntura Quilombola, 2013, Campinas. Conjuntura Quilombola, 2013.

2.
MORAIS, B. M.. O Silencio Concreto: o projeto de Cidade Amazônica de Boa Vista (Roraima, Brasil) como projeto de homogeneização social. In: I Congresso Latinoamericano & XI Nacional de Sociología Jurídica, 2010, Buenos Aires. Anais do I Congresso Latinoamericano & XI Nacional de Sociología Jurídica, 2010.

3.
MORAIS, B. M.. ORE - Nós, os índios: extensão universitária, pluralismo jurídico, e o (re)conhecimento do outro. In: Congresso Latino-Americano de Direitos Humanos e Pluralismo Jurídico, 2008, Florianópolis. ANAIS DO CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE DIREITOS HUMANOS E PLURALISMO JURÍDICO. Florianópolis: EDITORA DOM QUIXOTE, 2008.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MORAIS, B. M.. Carta aos Karaiuás: Koch-Grünberg e as leituras do legado humano desde o território Pemon. In: V Simpósio Nacional de História Cultural, 2010, Brasília. Anais do V Simpósio Nacional de História Cultural, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
MORAIS, B. M.; FERREIRA, R. C. . A farsa da 'Consulta da Consulta' no Vale do Ribeira (SP). 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MORAIS, B. M.; LEAO, R. . Indígenas em situação carcerária: uma aproximação demográfica ao vazio de políticas públicas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
MORAIS, B. M.. O Silencio Concreto: o projeto de Cidade Amazônica de Boa Vista (Roraima, Brasil) como projeto de homogeneização social. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
MORAIS, B. M.. Pandón: narrativas orais, memória e história do direito entre os índios do circunroraima. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
MORAIS, B. M.. Educação pela pedra: xamanismo, memória e história da educação indígena na Aldeia do Uiramtã, TI Raposa/Serra do Sol. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
MORAIS, B. M.. A cara institucional da violência contra os povos indígenas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
MORAIS, B. M.. Nós, os índios: extensão universitária, pluralismo jurídico, e o (re)conhecimento do outro. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
7º Encontro da ANDHEP - Direitos Humanos e Acesso à Terra.Indígenas em situação carcerária: uma aproximação demográfica ao vazio de políticas públicas. 2012. (Encontro).

2.
18º Simpósio Internacional de Iniciação Científica.Pandón: narrativas orais, memória e história do direito entre os índios do circunroraima. 2010. (Simpósio).

3.
I Congreso Latinoamericano & XI Nacional de Sociología Jurídica. O Silencio Concreto: o projeto de Cidade Amazônica de Boa Vista (Roraima, Brasil) como projeto de homogeneização social. 2010. (Congresso).

4.
Retomada Indígena III: povos indígenas frente à sociedade brasileira hoje.A cara institucional da violência contra os povos indígenas. 2010. (Seminário).

5.
VI Coloquio História e Arqueologia da América Indígena. Educação pela pedra: xamanismo, memória e história da educação indígena na Aldeia do Uiramtã, TI Raposa/Serra do Sol. 2010. (Congresso).

6.
Congresso Latino-Americano de Direitos Humanos e Pluralismo Jurídico. ORE - Nós, os índios: extensão universitária, pluralismo jurídico, e o (re)conhecimento do outro. 2008. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 12:57:56