Marco Antonio Martins da Rocha

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9987675298423409
  • Última atualização do currículo em 14/07/2018


Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006), é mestre e doutor em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas. Concentra seus estudo na área de Economia Industrial e História do Pensamento Econômico. Atualmente é coordenador do Núcleo de Economia Industrial e Tecnológia (NEIT - IE/Unicamp) e professor doutor do Instituto de Economia da Unicamp (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marco Antonio Martins da Rocha
Nome em citações bibliográficas
DA ROCHA, M. A. M.;ROCHA, M. A.;ROCHA, MARCO ANTONIO M. DA


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2013
Doutorado em Doutorado em Economia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Grupos econômicos e capital financeiro: uma história recente do grande capital brasileiro, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Célio Hiratuka.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Organização Industrial; grupos econômicos; Indústria brasileira.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
2006 - 2009
Mestrado em Teoria Econômica.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Estrutura de capital e sistemas nacionais de governança: um estudo sobre a evolução do setor petroquímico brasileiro após sua privatização,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: José Maria Ferreira Jardim da Silveira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Organização Industrial; Governança Econômica; Petroquímica.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial / Especialidade: Organização Industrial e Estudos Industriais.
Setores de atividade: Fabricação de Produtos Químicos; Fabricação de Artigos de Borracha e Plástico.
2000 - 2006
Graduação em Ciências Econômicas.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: O Conselho Monetário Nacional e as Reformas do Estado.
Orientador: Eli Roque Diniz.




Formação Complementar


2007 - 2007
Escuela de Verano en Economías Latinoamericanas. (Carga horária: 120h).
Comissión Economica para America Latina y Caribe, CEPAL, Chile.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Programa de Estágio Docente, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 4

Atividades

03/2014 - Atual
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia Internacional I
Microeconomia I
Contabilidade para Engenharia
Economia Matemática II
Estratégias Corporativas e Financeirização
08/2012 - 12/2012
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Microeconomia II
03/2011 - 06/2012
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Microeconomia I
03/2010 - 07/2010
Ensino, Ciências Econômicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monografia I
08/2009 - 12/2009
Ensino, Engenharia de Alimentos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estratégias de Empresas para Engenharia

Faculdades de Campinas, FACAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor I, Carga horária: 20


Universidade São Francisco, USF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Lato Sensu, Carga horária: 4


Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, ABDI, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisador


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 24



Projetos de pesquisa


2014 - 2014
Mudanças Recentes no Setor de Serviços de Saúde Privado Brasileiro: Internacionalização e Financeirização
Descrição: Pesquisa com o objetivo de analisar as transformações recentes do setor de serviços de saúde privado no Brasil, à luz das mudanças no processo de concorrência internacional e avaliar potenciais impactos sobre a economia e a população.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Marco Antonio Martins da Rocha - Integrante / Célio Hiratuka - Coordenador.
2010 - 2012
Boletim de Conjuntura Industrial, Acompanhamento Setorial e Panorama da Indústria
Descrição: Acompanhamento de 12 setores industrias contemplados na PDP. Elaboração de Boletim de Conjuntura Industrial..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Marco Antonio Martins da Rocha - Integrante / Célio Hiratuka - Coordenador / Rodrigo Sabbatini - Integrante / José Augusto Gaspar Ruas - Integrante / Beatriz Freire Bertasso - Integrante / Adriana Marques da Cunha - Integrante / Fernando Sarti - Integrante.
Financiador(es): Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - Auxílio financeiro.
2009 - 2010
O DESENVOLVIMENTISMO NO BRASIL:UM ESTUDO SOBRE O PENSAMENTO ECONÔMICO PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL
Descrição: Este projeto objetiva retomar o estudo do pensamento econômico brasileiro por meio da discussão sobre desenvolvimento, considerando que este é um dever constituinte da atualidade da produção de ciência econômica no Brasil. Propõe-se romper com a noção tradicional de história do pensamento econômico (HPE), que considera que no pensamento econômico só existe uma linha teórica em economia, a qual teria evoluído até chegar atualmente ao seu mais alto grau evolutivo. Assim, o estudo proposto busca estruturar-se em torno da noção de ruptura teórica. Para além da identificação da ruptura no desenvolvimento da teoria econômica, a contribuição da HPE crítica está em, fundamentalmente, desmistificar a ideia de que a história do pensamento econômico seria essencialmente uma avenida de mão única partindo de conceitos primitivos para chegar a conceitos mais sofisticados. Ao contrário, o que se estabelece é que a HPE seria uma história de controvérsias sob as quais florescem as contribuições científicas marcadas pela história e pela política. Observa-se, então, a necessidade de por em prática um projeto de sistematização do pensamento brasileiro que busque recuperar os nexos de formação da própria ciência no país. Desta forma, garante-se que, ao rever o percurso dialógico dos debates, se recupere não apenas os temas e os sujeitos do pensamento brasileiro, mas também se estruture uma história de debates teóricos e político-ideológicos que foram a grande estufa para o florescimento das inovações do pensamento econômico no Brasil. O objetivo do projeto é, pois, o de mapear as principais correntes do pensamento econômico brasileiro no período pós-1964 dos pontos de vista ideológico, político e analítico para assim reconstruir e retomar o debate sobre o desenvolvimento e o subdesenvolvimento brasileiro, traçando suas principais influências sobre o debate atual.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) .

Integrantes: Marco Antonio Martins da Rocha - Integrante / Rodrigo Castelo Branco - Integrante / Maria Malta - Coordenador / Bruno Borja - Integrante / Pablo Bielschowsky - Integrante / Cláudio Salm - Integrante / Angela Ganem - Integrante / Hélio de Lena Júnior - Integrante / Victor Gomes - Integrante / Carla Curty - Integrante / Rodrigo Bonecini de Almeida - Integrante / Juliana Nascimento da Silva - Integrante.
Financiador(es): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF - Auxílio financeiro.
2007 - 2008
Uma Agenda de Competitividade para a Indústria Paulista
Descrição: Avaliação da competitividade da indústria petroquímica paulista e proposições para políticas públicas para melhoria do desempenho da indústria..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Marco Antonio Martins da Rocha - Integrante / José Maria da Silveira - Coordenador / Fernando Momesso Pelai - Integrante / Thais Nagata - Integrante / Carolina Nascimento Pereira - Integrante.


Membro de corpo editorial


2002 - 2004
Periódico: Oikos (Rio de Janeiro)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial/Especialidade: Organização Industrial e Estudos Industriais.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ROCHA, MARCO ANTONIO M. DA2015 ROCHA, MARCO ANTONIO M. DA; SILVEIRA, JOSÉ MARIA FERREIRA JARDIM DA . Propriedade e controle dos setores privatizados no Brasil: uma avaliação da reestruturação societária pós-privatização. Revista de Economia Contemporânea, v. 19, p. 49-73, 2015.

2.
AGGIO,2009 AGGIO, ; DA ROCHA, M. A. M. . Dois momentos para a teoria cartalista da moeda - de Knapp a Goodhart. Economia (Campinas), v. 10(1), p. 153-168, 2009.

Capítulos de livros publicados
1.
ROCHA, MARCO ANTONIO M. DA. Crise e desempenho das grandes empresas no Governo Dilma. In: Marilaine Teixeira; Andréia Galvão; José Dari Klein; Magda Biavaschi; Paula Freitas de Almeida; Hélio Rodrigues de Andrade. (Org.). Contribuição crítica à reforma trabalhista. 1ed.Campinas: Unicamp, 2017, v. 1, p. 195-214.

2.
ROSSI, P. L. ; ROCHA, MARCO ANTONIO M. DA . Industrialisation and the growth model in Brazil: a historical overview. In: Rudolf Traub-Merz. (Org.). Economic Crises and industrial policies: policy options for a return to growth in Russia. 1ed.Moscow: Politicheskaya Ehnciklopediya, 2016, v. 1, p. 183-196.

3.
Hiratuka, C. ; ROCHA, M. A. ; SARTI, F. . Mudanças recentes no setor privado de serviços de saúde no Brasil: internacionalização e financeirização. In: Gadelha, P.; Noronha, J. C.; Dain, S.; Pereira, T. R.. (Org.). Brasil Saúde Amanhã: população, economia e gestão. 1ed.Rio de Janeiro: Fiocruz, 2016, v. 1, p. 189-.

4.
ROCHA, M. A.. Transformações produtivas e patrimoniais no Brasil pós-crise. In: Centro de GEstão e Estudos Estratégicos. (Org.). Dimensões estratégicas do desenvolvimento brasileiro. Brasil: em busca de um novo modelo de desenvolvimento. 1ed.Brasília: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2015, v. 4, p. 161-202.

5.
DA ROCHA, M. A. M.. Revolução Brasileira, Dualidade e Desenvolvimento: do Nacional-Desenvolvimentismo a Escola de Sociologia da USP. In: Maria Mello de Malta. (Org.). Ecos do Desenvolvimento: uma história do pensamento econômico brasileiro. 1ed.Rio de Janeiro: IPEA, 2011, v. , p. 247-290.

6.
SARTI, F. ; Hiratuka, C. ; DA ROCHA, M. A. M. . Desenvolvimento tecnológico e competitivo dos fornecedores da Petrobrás no setor de máquinas e equipamentos: oportunidades e desafios. In: João Alberto de Negri. (Org.). Poder de Compra da Petrobrás: Impactos econômicos nos seus fornecedores. 1ed.Braília: Ipea, 2011, v. 2, p. 495-523.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DA ROCHA, M. A. M.; Silveira, J.M.F.J. . Propriedade e controle dos setores privatizados: uma avaliação da reestruturação societária pós-privatização. In: XXXVII Encontro Nacional da ANPEC, 2009, Foz do Iguaçu. Anais da ANPEC. São Paulo: ANPEC, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
ROCHA, M. A.. A gestão política da moeda: uma abordagem marxista para a teoria estatal da moeda. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
DA ROCHA, M. A. M.. financial dominance and the study of finance capital: questions about the center-periphery articulation. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
DA ROCHA, M. A. M.. THE FORMATION OF FINANCE-CAPITAL IN THE PERIPHERY: UNDERSTANDING THE RECENT TRANSFORMATIONS IN THE BRAZILIAN CAPITALISM. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
DA ROCHA, M. A. M.. Revolução Brasileira, Dualidade e Desenvolvimento Econômico: A Construção da Crítica ao Nacional-Desenvolvimentismo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
DA ROCHA, M. A. M.; Silveira, J.M.F.J. . Propriedade e controle dos setores privatizados: uma avaliação da reestruturação societária pós-privatização. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
Malta, M.M. ; Castelo Branco, R. ; DA ROCHA, M. A. M. ; Borja, B. ; Bielschowsky, P. . A história do pensamento econômico brasileiro entre 1964 e 1989: um método para discussão. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
ALMEIDA, J. S. ; NOVAIS, L. F. ; ROCHA, M. A. . A fragilização financeira das empresas não financeiras no Brasil pós-crise. Campinas: Instituto de Economia / Unicamp, 2016 (Working Paper).

2.
Silveira, J.M. ; DA ROCHA, M. A. M. ; Pelai, F.M. ; Nagata, T. . Agenda da Competitividade da Indústria Paulista: indústria petroquímica. Convênio Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, IPT e Universidades Paulistas, 2008 (Estudo Setorial).


Demais tipos de produção técnica
1.
Castelo Branco, R. ; Malta, M.M. ; DA ROCHA, M. A. M. ; Borja, B. ; Bielschowsky, P. ; Valente, F. . Economia Política Marxista. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Desenvolvimento de material didático).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
Hiratuka, C.; Britto, J.; Diegues Jr., A. C.; Bacic, M. J.; ROCHA, M. A.. Participação em banca de Marcelo Sartorio Loral. Investimentos industriais no Brasil: uma análise setorial do período 1999-2013. 2016. Tese (Doutorado em Ciência Econômica) - Universidade Estadual de Campinas.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
8th Annual Conference in Political Economy. A MARXIST APPRAISAL TO THE STATE THEORY OF MONEY. 2017. (Congresso).

2.
XVI International Schumpeter Society. Technological Assets Control: A Merger and Acquisition Driver? An Analysis Based on Patent Statistics. 2016. (Congresso).

3.
XLIII Encontro Nacional de Economia. A gestão política da moeda: uma abordagem marxista para a teoria estatal da moeda. 2015. (Congresso).

4.
XIX Enep. Reformulação das Relações entre Estado e Grande Capital no Brasil Durante os Anos 2000: Desempenho e Trajetórias de Diversificação dos Grandes Grupos Econômicos Nacionais. 2014. (Congresso).

5.
I Seminário de Crítica da Economia Política. Sobre a ?dominância financeira? no estudo do capital financeiro: questões sobre a articulação centro-perifeira. 2012. (Congresso).

6.
Political Economy and the Outlook for Capitalism. financial dominance and the study of finance capital: questions about the center-periphery articulation. 2012. (Congresso).

7.
Eighth Historical Materialism Annual Conference. THE FORMATION OF FINANCE-CAPITAL IN THE PERIPHERY: UNDERSTANDING THE RECENT TRANSFORMATIONS IN THE BRAZILIAN CAPITALISM. 2011. (Congresso).

8.
II Workshop de História do Pensamento Econômico Brasileiro.A Revolução Brasileira e o Pensamento Econômico Brasileiro. 2011. (Simpósio).

9.
VI Coloquio de la Sociedad Latinoamericana de Economía Política y Pensamiento Crítico. Revolução Brasileira, Dualidade e Desenvolvimento Econômico: a Construção da Crítica ao Nacional-Desenvolvimentismo. 2010. (Congresso).

10.
XXXVII Encontro Nacional de Economia.Propriedade e controle dos setores privatizados: uma avaliação da reestruturação societária pós-privatização. 2009. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ROSSI, P. L. ; ROCHA, M. A. . XXII Encontro Nacional de Economia Política. 2017. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Pedro Boffi Filippi. As construtoras brasileiras na América do Sul: uma análise do processo integracionista nos anos 2000. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Faculdades de Campinas. Orientador: Marco Antonio Martins da Rocha.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 18:14:43