Saionara Vitória Barimacker

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9450614127904314
  • Última atualização do currículo em 15/11/2018


Possui graduação em Enfermagem com Ênfase em Saúde Pública pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2008). Pós Graduada em Saúde Pública pela Escola de Saúde Pública Osvaldo de Oliveira Maciel- SC (2011) e em Preceptoria no SUS pelo Instituto Sírio Libanês/Ministério da Saúde (2017). Tem experiência na área de Enfermagem em Saúde Pública, e em gerenciamento em Serviços de Saúde. Atualmente atua como Coordenadora de Enfermagem e responsável técnica da Enfermagem na Rede de Saúde Municipal de Chapecó e cursa Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde - UDESC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Saionara Vitória Barimacker
Nome em citações bibliográficas
BARIMACKER, S. V.

Endereço


Endereço Profissional
Prefeitura Municipal de Chapecó, Secretaria Municipal da Saúde.
Rua Heriberto Hulse 84
Passo dos Fortes
89805070 - Chapecó, SC - Brasil
Telefone: (49) 33220789


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado profissional em andamento em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde.
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Título: ESTRATÉGIAS NO ENFRENTAMENTO DA SÍFILIS EM ADULTOS: CONTRIBUIÇÕES TEÓRICO PRÁTICAS AOS ENFERMEIROS, Ano de Obtenção: .
Orientador: Arnildo Korb.
Coorientador: Denise Azambuja Zocche.
Palavras-chave: enfermagem; Sífilis; Prevenção e controle; Atenção Primária à Saúde.
Grande área: Ciências da Saúde
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2017 - 2017
Especialização em Preceptoria no SUS. (Carga Horária: 360h).
Hospital Sírio-Libanês, SIRIO-LIBANÊS, Brasil.
Título: METODOLOGIAS ATIVAS: CONTRIBUINDO PARA O MELHOR DESENVOLVIMENTO DA PRECEPTORIA NO SUS.
Orientador: MARIA ELISABETH KLEBA DA SILVA.
2010 - 2011
Especialização em GESTÃO EM SAÚDE PÚLICA. (Carga Horária: 430h).
ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DE SANTA CATARINA, ESP, Brasil.
Título: MÉTODO ALTADIR DE PLANIFICAÇÃO POPULAR COMO INSTRUMENTO PARA MELHORAR A RESOLUTIVIDADE DA PROMOÇÃO DA SAÚDE NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA DO BAIRRO JARDIM AMÉRICA, CHAPECÓ, SC..
Orientador: Áureo dos Santos.
2005 - 2008
Graduação em ENFERMAGEM COM ÊNFASE EM SAÚDE PÚBLICA.
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Título: OS PRINCIPAIS FATORES RELACIONADOS À ANEMIA EM PACIENTES SUBMETIDOS À TRATAMENTO DIALÍTICO EM UMA CLÍNICA DE HEMODIÁLISE NO OESTE DE SANTA CATARINA..
Orientador: ÄNGELA MARIA BRUSTOLIN.




Formação Complementar


2018
Aperfeiçoamento Qualifica APS/SC_Turma 2/18. (Carga horária: 100h).
Ministério da Saúde, MS, Brasil.
2018 - 2018
Sistemas de linguagem padronizada e processo de tomada de decisão clínica. (Carga horária: 4h).
Associação Brasileira de Enfermagem, ABEn/NACIONAL, Brasil.
2017 - 2017
CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS. (Carga horária: 16h).
SECRETARIA DE SAÚDE DE CHAPECÓ, SESAU, Brasil.
2017 - 2017
ENFERMAGEM. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, Brasil.
2017 - 2017
ENFERMAGEM. (Carga horária: 4h).
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
2016 - 2016
Curso de atualização para implementação e uso do sistema de informação e-SU. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2015 - 2015
INTRODUÇÃO AO ACOLHIMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. (Carga horária: 26h).
ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DE SANTA CATARINA, ESP, Brasil.
2015 - 2015
CURSO DE ACOLHIMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. (Carga horária: 16h).
Ministério da Saúde, MS, Brasil.
2011 - 2011
CURSO DE AURICULOTERAPIA. (Carga horária: 20h).
Instituto Fisiomar, IF, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em ENFERMAGEM. (Carga horária: 40h).
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
2007 - 2007
CURSO DE CAPACITAÇÃO EM SALA DE VACINAS. (Carga horária: 40h).
Governo do Estado de Santa Catarina, GOVERNO/SC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Pesquisador Voluntário, Enquadramento Funcional: Pesquisador Voluntário, Carga horária: 10


Prefeitura Municipal de Chapecó, PMC, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Enfermagem, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: ENFERMEIRA, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenadora de serviço de saúde, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Promoção e prevenção de infecções, intoxicações e desastres naturais
Descrição: Descrição: Trata-se da reedição do programa de extensão: Resistência bacteriana, infecções e resíduos de medicamentos: um desafio para os programas de educação permanente. A nova proposta compõem-se das seguintes atividades: Ações interdisciplinares e multiprofissionais: universidade e comunidade interagindo para reduzir riscos de infecções e a resistência bacteriana; motivar para o conhecimento: medicamentos, seus resíduos e as consequências; minimizar danos e prejuízos de desastres naturais ocorridos pelas vulnerabilidades de moradias; conversar sobre saúde sexual e drogas ilícitas com adolescentes e comunidades inter-relacionadas; e sistematizar atividades de educação e promoção em saúde. Objetivo: realizar ações de promoção e prevenção de infecções, intoxicações e desastres naturais em instituições públicas em saúde, educação e assistência social sem fins lucrativos. Metodologia: serão realizadas capacitações com profissionais de saúde nas 28 UBS de Chapecó sobre controle de infecções como do trato urinário, sífilis, resistência bacteriana e descarte de resíduos de medicamentos. Serão realizados cursos com professores de ciências da rede municipal de Chapecó e com professores de biologia do ensino médio da rede estadual. Nas comunidades socialmente vulneráveis buscar-se-á identificar fatores que contribuam no desenvolvimento de doenças e acidentes que resultam dos desastres socioambientais. Trata-se de um projeto inovador, pois articula a pesquisa, o ensino e a extensão. Pretende-se no término de cada ação avaliar os resultados por meio de um instrumento que será submetido previamente ao comitê de ética em pesquisa da UDESC..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado profissional: (2) .
Integrantes: Saionara Vitória Barimacker - Integrante / Arnildo Korb - Coordenador / Leila Zanatta - Integrante / Adriana Regina Veit - Integrante / Sandra Maria Marin - Integrante / Tatiane Todero - Integrante / Ana Luisa Streck - Integrante / Danielle Bezerra de Cabral - Integrante / Adriane Karal - Integrante / Maria Luisa Bevilaqua Brum - Integrante / Ana Júlia Sandri da Silva - Integrante / Andrieli Schmitz - Integrante / daniela aparecida dos santos\ - Integrante / Juliana Hirt Batista - Integrante / Renata Gobetti Borges - Integrante / Milena Lorenzini - Integrante / Kéuri Zamban Branchi - Integrante / Demile Regina Carraro - Integrante / Ana Paula Dall Bello - Integrante / Lucine Furlan de Bona - Integrante / Emanueli Kowalski - Integrante / Carolina Machado Eisenhut - Integrante / Bernarda Cesira Cassaro - Integrante / Kerigan Emili dos Santos - Integrante / Marilde Aparecida Faustino - Integrante / Bárbara Gabriela Dovani Santiago Reginato - Integrante / Luana dos Santos Vieira - Integrante / Jean Wilian Bender - Integrante / Izabel Cristina Ribeiro Guimarães - Integrante / Terezinha Kaminski Della Libera - Integrante / Edir Cervinski - Integrante / Josué Samoel da Silva - Integrante / Bianca de Lima Broca - Integrante.
2017 - Atual
Protocolo de manejo da Sífilis em adultos: contribuições à prática assistencial dos Enfermeiros
Descrição: Descrição: Introdução: Apesar de existirem políticas de saúde para o enfrentamento da Sífilis no Brasil, na prática os profissionais da Enfermagem ainda enfrentam dificuldades no controle dessa doença. Observado pelo elevado número de casos novos anualmente entre adultos no país, como também, na região Oeste do Estado de Santa Catarina. Com base nas vivências cotidianas das equipes de saúde, alguns fatores podem explicar essa dificuldade, seja na promoção à saúde, seja no controle dessa doença, podendo ser citado dentre eles a inconsistência de informações para o adequado manejo pelos profissionais, bem como as ações incipientes de vigilância e desestruturação do processo de trabalho. Objetivo: Identificar as dificuldades no diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos usuários portadores de sífilis, encontradas pelos enfermeiros da rede de Atenção Primária do município de Chapecó. E, posteriormente elaborar e validar um protocolo assistencial para o manejo da sífilis em adultos por enfermeiros na Atenção Primária em Saúde da regional de Chapecó. Metodologia: Será desenvolvida no município de Chapecó por ser pólo de referencia no Oeste Catarinense. Trata-se de um estudo misto com uma etapa quantitativa para a qual será aplicado um questionário, e uma etapa qualitativa que se aplicará em forma de pesquisa-ação. A população será de 53 enfermeiros lotados na Rede de Atenção Primária do município de Chapecó- SC. Na etapa qualitativa será utilizada a pesquisa ação conforme Michel Thiollent (2011), a qual envolve 12 etapas. Maior ênfase será deda a etapa do ?seminário temático? o qual acontecerá em formato de grupo focal guiado por um plano de ação. Serão realizados 2 encontros. Como produto da pesquisa será desenvolvido um protocolo assistencial de enfermagem loco regional para sífilis. Resultados esperados: instrumentalizar o processo de trabalho das equipes de saúde do município e região, qualificando o atendimento aos usuários portadores de sífilis. E, garantir a publicação dos resultados da pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Saionara Vitória Barimacker - Integrante / Arnildo Korb - Coordenador / Denise Azambuja Zocche - Integrante.
Número de produções C, T & A: 16
2016 - 2018
O conhecimento de gestantes sobre a influência de determinantes socioambientais como fatores predisponentes aos riscos de desenvolvimento das infecções do trato urinário (ITU)
Descrição: Descrição: As infecções do trato urinário (ITUs) são responsáveis por morbidade, perdas financeiras por faltas ao trabalho, altos custos aos sistemas de saúde com exames e antibiogramas e na prescrição de antimicrobianos. Além disto, partos prematuros e abortos têm sido relacionados às infecções de difícil controle causadas por bactérias multirresistentes que se disseminam no ambiente e pelos resíduos de fármacos que intensificam a seleção destas resistências. Esta pesquisa teve por objetivo analisar a relação do estilo de vida e dos determinantes socioambientais de gestantes com o desenvolvimento de infecções urinárias no período gestacional. A pesquisa foi realizada no município de Chapecó em dois centros de saúde da família (CSF) com indicadores socioeconômicos diferentes. Participaram da pesquisa 92 gestantes inscritas no programa pré-natal. A coleta ocorrereu de março a maio de 2016. A análise foi qualitativa. Os resultados desta pesquisa poderão auxiliar profissionais da saúde no desenvolvimento de ações de prevenção de promoção de ITU em gestantes em populações humanas de baixo nível socioeconômico e de pouco conhecimento dos riscos aos quais estão expostos em decorrência comprometimento das condições ambientais e da falta de saneamento básico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Saionara Vitória Barimacker - Integrante / Arnildo Korb - Coordenador / Gabriela VIcari - Integrante / ANA CRISTINA DOS SANTOS - Integrante / CARINE VENDRUSCULO - Integrante / MARIANA SBEGHEN MENEGATTI - Integrante.
2016 - 2017
Uma análise de vulnerabilidades socioeconômicas, culturais e ambientais que predispõem gestantes às infecções do trato urinário
Descrição: Descrição: As infecções do trato urinário (ITU) são responsáveis por morbidade, perdas financeiras por faltas ao trabalho, altos custos aos sistemas de saúde com exames e antibiogramas e na prescrição de antimicrobianos. Além disso, partos prematuros e abortos têm sido relacionados às infecções de difícil controle causadas por bactérias multirresistentes. Poucas têm sido as pesquisas no Estado de Santa Catarina que tem se preocupado em analisar as infecções urinárias em gestantes. Esta pesquisa será realizada em duas etapas: a primeira tem por objetivo identificar situações de vulnerabilidades socioeconômicas, culturais e ambientais, individuais e coletivas, condições que predispõem gestantes as ITU e que influenciam no perfil de resistências bacterianas aos antimicrobianos. A pesquisa será realizada no município de Chapecó em dois centros de saúde da família (CSF) localizados em regiões e indicadores socioeconômicos diferentes. Serão convidadas a participar da pesquisa mulheres com idade gestacional igual ou menor a 20 semanas de gravidez, inscritas no programa pré-natal após o início do projeto. A coleta dos dados acontecerá de agosto de 2015 a novembro de 2016 e consiste no acesso aos prontuários para a verificação e obtenção de dados sobre a história obstétrica, gestacional e puerpério. Estima-se que aproximadamente 168 gestantes participarão da pesquisa. A análise temática é que orientará a interpretação dos resultados. A segunda etapa: com título ?O conhecimento de gestantes sobre a influência de determinantes socioambientais como fatores predisponentes aos riscos de desenvolvimento das ITU?, tem por objetivo analisar a relação do estilo de vida e dos determinantes socioambientais de gestantes com o desenvolvimento de infecções urinárias no período gestacional. A pesquisa será realizada no município de Chapecó em dois centros de saúde da família (CSF) com indicadores socioeconômicos diferentes. Serão convidadas a participar da pesquisa mulheres com idade gestacional igual ou menor a 20 semanas de gravidez, inscritas no programa pré-natal. A coleta ocorrerá de março a maio de 2016. Estima-se, que no mínimo, 50 gestantes participarão da pesquisa. As duas etapas da pesquisa foram aprovadas pelo Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da UDESC. Os resultados poderão proporcionar benefícios na redução dos custos econômicos com internações hospitalares e despesas ambulatoriais com antimicrobianos e exames médicos, além das perdas de dias no trabalho. Informações mais adequadas sobre o perfil de resistência bacteriana contribuirão nas prescrições de antimicrobianos e em medidas socioeducativas para a prevenção e tratamento destas infecções..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Promoção e prevenção de infecções, intoxicações e desastres naturais
Descrição: Descrição: Trata-se da reedição do programa de extensão: Resistência bacteriana, infecções e resíduos de medicamentos: um desafio para os programas de educação permanente. A nova proposta compõem-se das seguintes atividades: Ações interdisciplinares e multiprofissionais: universidade e comunidade interagindo para reduzir riscos de infecções e a resistência bacteriana; motivar para o conhecimento: medicamentos, seus resíduos e as consequências; minimizar danos e prejuízos de desastres naturais ocorridos pelas vulnerabilidades de moradias; conversar sobre saúde sexual e drogas ilícitas com adolescentes e comunidades inter-relacionadas; e sistematizar atividades de educação e promoção em saúde. Objetivo: realizar ações de promoção e prevenção de infecções, intoxicações e desastres naturais em instituições públicas em saúde, educação e assistência social sem fins lucrativos. Metodologia: serão realizadas capacitações com profissionais de saúde nas 28 UBS de Chapecó sobre controle de infecções como do trato urinário, sífilis, resistência bacteriana e descarte de resíduos de medicamentos. Serão realizados cursos com professores de ciências da rede municipal de Chapecó e com professores de biologia do ensino médio da rede estadual. Nas comunidades socialmente vulneráveis buscar-se-á identificar fatores que contribuam no desenvolvimento de doenças e acidentes que resultam dos desastres socioambientais. Trata-se de um projeto inovador, pois articula a pesquisa, o ensino e a extensão. Pretende-se no término de cada ação avaliar os resultados por meio de um instrumento que será submetido previamente ao comitê de ética em pesquisa da UDESC. Solicita-se R$10.000,00, 1 bolsistas(20 h) e voluntários. Carga horária 15210 h..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado profissional: (2) .
Integrantes: Saionara Vitória Barimacker - Integrante / Arnildo Korb - Coordenador / Leila Zanatta - Integrante / Adriana Regina Veit - Integrante / Sandra Maria Marin - Integrante / Tatiane Todero - Integrante / Ana Luisa Streck - Integrante / Danielle Bezerra de Cabral - Integrante / Adriane Karal - Integrante / Maria Luisa Bevilaqua Brum - Integrante.
2017 - Atual
Resistência bacteriana, infecções e resíduos de medicamentos: um desafio para os programas de educação permanente
Descrição: Descrição: Este programa resultada de ações interdisciplinares do Grupo de Pesquisa Ambiente, desenvolvimento e saúde humana do curso de Enfermagem da Universidade do Estado de Santa Catarina. Articula o tripé ensino-pesquisa-extensão e as ações contribuirão na manutenção e melhoria da qualidade de vida da população residente socioambientalmente vulnerável e exposta a fatores de riscos e biológicos, como as gestantes e pessoas com infecções recorrentes, como do trato urinário. Os vários projetos de pesquisa em execução, como do monitoramento das resistências em infecções urinárias no laboratório municipal, das pesquisas sobre a percepção das gestantes sobre o desenvolvimento de ITU, e como a pesquisa com população sobre o destino das sobras de medicamentos apontaram para a necessidade de realização destas ações. A mitigação de riscos ocorrerá através de 3 ações: 1) Palestras e atividades de sensibilização com profissionais da saúde e gestantes para a redução das infecções. O programa visa reforçar as ações dentro do COAPES, porém centralizando-as nos CSF Alta Floresta, Chico Mendes, Jardim do Lago, Norte, Oeste, São Pedro, Sul, Vila Real para depois serem executadas nos demais. 2) Palestras em escolas estaduais de Chapecó e na região, com temas para resistência bacteriana, resíduos de fármacos e prevenção das infecções; articular esses conhecimentos com os conteúdos programáticos, especialmente no ensino médio. 3) Publicação de artigos educativos em jornais e distribuição de panfletos informativos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2018 - Atual
Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde/Interprofissionalidade - 2018/2019
Descrição: O Projeto PET/Saúde Interprofissional Unochapecó-Sesau é uma estratégia de articulação e cooperação interinstitucional que tem por objetivo promover a educação interprofissional e a prática colaborativa em atenção à saúde, por meio de ações integradas e articuladas pela ação-reflexão, de forma permanente. Este projeto se propõe ampliar a educação interprofissional que vem sendo construída e desenvolvida de forma persistente no município e região, com o intuito de contribuir para a contínua melhoria dos serviços de saúde e da formação, por meio do trabalho em equipes interprofissionais, que produza impactos positivos na saúde das pessoas e coletividades. Será desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Municipal de Saúde de Chapecó e UNOCHAPECÓ..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2018 - Atual
AGENDA MAIS ACESSO, CUIDADO, INFORMAÇÃO E RESPEITO À SAÚDE DAS MULHERES
Descrição: O projeto vem ao encontro de demandas importantes de saúde do Município de Chapecó, e constitui uma oportunidade de a gestão e as equipes repensarem suas práticas, reorganizarem seu processo de trabalho e alcançarem melhores resultados na oferta de serviços, de testes rápidos, de fluxos e organizações internas, de forma a ampliar o acesso da mulher, em seus diferentes ciclos da vida, à promoção da saúde e prevenção de agravos..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Saionara Vitória Barimacker - Integrante / SILVANA DOS SANTOS ZANOTELLI - Integrante / Fátima Piovesan - Integrante / Denise Azambuja Zocche - Integrante / micheli bordignon - Integrante / Leandra Oliveira Porto - Coordenador / Karina Virginia Giachini - Integrante / Vanise Meiri Mezetti Putzel - Integrante / Vanessa Tagliari Lins Cortina - Integrante / Gessiani Fatima Larentes - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: SAÚDE PÚBLICA.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Menção honrosa. 1 Lugar. Protocolo de manejo da Sífilis em adultos: contribuições à prática assistencial dos enfermeiros, Universidade do Estado de Santa Catarina.
2017
Menção Honrosa. 1 Lugar em Iniciação científica voluntária- Vulnerabilidade e o desenvolvimento de infecções urinárias em gestantes., Universidade do Estado de Santa Catarina..


Produções



Produção bibliográfica
Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. . Você sabe o que é sífilis?. Diário do Iguaçú, Chapecó - SC., p. p.8, 13 out. 2018.

2.
FERREIRA, C. ; STORMOVSKI, C. C. ; OZORIO, G. ; ALMEIDA, K. ; BILIBIO, M. A. ; SOUZA, J. G. R. ; CERNESC, L. A. ; ROSARIO, M. S. ; SZINWELSKI, N. K. ; FAVERO, P. ; BARIMACKER, S. V. ; FRACASSO, T. T. . Gestantes ensaio fotográfico. DIÁRIO DO IGUAÇU, Chapecó, p. 13 - 13, 25 out. 2011.

3.
FERREIRA, C. ; STORMOVSKI, C. C. ; OZORIO, G. ; ALMEIDA, K. ; BILIBIO, M. A. ; DEVICE, D. ; FRACASSO, T. T. ; SZINWELSKI, N. K. ; SOUZA, J. G. R. ; FAVERO, P. ; BARIMACKER, S. V. ; CERNESC, L. A. . GESTANTES ADOLESCENTES FAZEM ENSAIO FOTOGRÁFICO. JORNAL VOZ DO OESTE, Chapecó, p. 16 - 16, 25 out. 2011.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ZAMPIROM, K. ; ROSARIO, M. S. ; KRAUZER, I. M. ; TRINDADE, L. L. ; BIANCHI, J. ; MARCHI, A. F. ; BARIMACKER, S. V. ; METELSKI, F. K. . CONTRIBUIÇÃO ACADÊMICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLO ASSISTENCIAL NO ÂMBITO DA ATENÇÃO BÁSICA. In: 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017, CHAPECÓ. 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017.

2.
MIGLIORINI, E. C. ; BAUTITZ, B. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. ; CAPITANO, D. ; GABRIEL, M. ; TRINDADE, L. L. . ACOMPANHAMENTO DOS PORTADORES DE SÍFILIS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ- SC. In: 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017, Chapecó. 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017.

3.
BAUTITZ, B. ; MIGLIORINI, E. C. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. ; METELSKI, F. K. ; TRINDADE, L. L. . GERENCIAMENTO DO SERVIÇO DE SAÚDE: CONSTRUÇÃO DE FLUXOGRAMAS PARA QUALIFICAÇÃO DA ASSISTÊNCIA. In: 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017, chapecó. 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó, 2017.

4.
VICARI, G. ; MENEGATTI, M. ; ENGEL, F. ; BARIMACKER, S. V. ; SANTOS, A. C. ; KORB, A. . ANÁLISE DE VULNERABILIDADES SOCIOECONÔMICAS, CULTURAIS E AMBIENTAIS QUE PREDISPÕEM GESTANTES ÀS INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 26 SIC UDESC, 2016, FLORIANÓPOLIS. SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 26 SIC UDESC, 2016.

5.
VICARI, G. ; MENEGATTI, M. ; ENGEL, F. ; BARIMACKER, S. V. ; SANTOS, A. C. ; KORB, A. . INFECÇÕES URINÁRIAS, ABORTOS E GRUPOS ETÁRIOS: UMA ANÁLISE DAS GESTANTES EM DOIS BAIRROS DO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ E DO ESTADO DE SANTA CATARINA. In: 77ª Semana Brasileira de Enfermagem 12ª Semana de Enfermagem ABEn SC Núcleo Chapecó, 2016, CHAPECÓ. 77ª Semana Brasileira de Enfermagem 12ª Semana de Enfermagem ABEn SC Núcleo Chapecó. MARINGÁ: MASTER EDITORA, 2016. v. 15. p. 46-47.

6.
BERNARDO, C. ; EICKHOFF, S. ; SILVA FILHO, C. C. ; PERTILLE, M. L. S. ; BARIMACKER, S. V. . EDUCAÇÃO EM SAÚDE FORTALECENDO VÍNCULOS E PROPICIANDO RESSIGNIFICAÇÕES: UMA EXPERIÊNCIA COM AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE. In: 11ª Semana Brasileira de Enfermagem, 2015, Chapecó. A Enfermagem em defesa do SUS: Construindo a 15ª Conferencia Nacional de Saúde. Chapecó: Master Editora, 2015. v. 11. p. 112-113.

7.
BERNARDO, C. ; EICKHOFF, S. ; SILVA FILHO, C. C. ; PERTILLE, M. L. S. ; BARIMACKER, S. V. . FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM NA PERSPECTIVA COLETIVA: CONSTRUINDO VÍNCULOS ENTRE ENFERMEIROS(AS) E ACADÊMICOS(AS) EM ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO. In: 11ª Semana Brasileira de Enfermagem, 2015, Chapecó. A Enfermagem em defesa do SUS: Construindo a 15ª Conferencia Nacional de Saúde. Chapecó: Master Editora, 2015. v. 11. p. 134-135.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TRINDADE, L. L. ; RIBEIRO, K. P. ; BARIMACKER, S. V. ; KORB, A. ; ZOCCHE, D. A. . UTILIZAÇÃO DO PROCESSO DE ENFERMAGEM PARA QUALIFICAÇÃO DA CONSULTA DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. In: O 16º Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem (16º SENADEn) e o 13º Simpósio Nacional de Diagnóstico de Enfermagem (13º SINADEn), 2018, Florianópolis. Anais - O 16º Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem (16º SENADEn) e o 13º Simpósio Nacional de Diagnóstico de Enfermagem (13º SINADEn). Florianópolis: Aben, 2018. v. 1. p. 1-1.

2.
BARIMACKER, S. V.; SHAEFER, T. M. ; KORB, A. . DISCUTINDO COM EQUIPE DO ESF SOBRE A ABORDAGEM DE PACIENTES PORTADORES DE SÍFILIS ADQUIRIDA. In: 2º Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem e 1ª Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida, 2017, Chapecó. : Anais/ 2 Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem; 1 Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida. Florianópolis SC: Editora da UDESC, 2017. p. 589-590.

3.
SILVA, A. J. S. ; SCHMITZ, A. ; SILVA, D. A. ; BARIMACKER, S. V. ; KORB, A. ; ZANATTA, L. . UNIVERSIDADE E COMUNIDADE INTERAGINDO PARA REDUZIR RISCOS DE INFECÇÕES URINÁRIAS EM GESTANTES E A RESISTÊNCIA BACTERIANA AOS ANTIMICROBIANOS. In: 2º Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem e 1ª Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida, 2017, Chapecó. Anais/ 2 Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem; 1 Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida. Florianópolis-SC: Editora da UDESC, 2017. p. 526-527.

4.
TOMASI, Y. T. ; GEREMIA, F. R. ; GEREMIA, D. S. ; SHAEFER, T. M. ; BARIMACKER, S. V. . Protocolo de fluxos internos nas UBS: A experiência da elaboração em uma unidade de saúde do oeste Catarinense. In: 2 Congresso Paranaense de Saúde Pública, 2014, Londrina. Revista Espaço Saúde. Londrina: INESCO - iNSTITUTO DE ESTUDO EM SAÚDE COLETIVA, 2014. v. 15. p. 178-179.

5.
GEREMIA, F. R. ; TOMASI, Y. T. ; GEREMIA, D. S. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. . Estratégia para o enfrentamento da diminuição de faltosos em atendimentos: Relato de experiência em uma unidade de saúde do Oeste Catarinense. In: Congresso Paranaense de Saúde Pública, 2014, Londrina. Revista Eapaço Saúde. Londrina PR: INESCO - instituto de Estudos em Saúde Coletiva, 2014. v. 15. p. 180-181.

6.
FRACASSO, T. T. ; SZINWELSKI, N. K. ; STORMOVSKI, C. C. ; DEVICE, D. ; OZORIO, G. ; SOUZA, J. G. R. ; ALMEIDA, K. ; CERICATO, L. ; BILIBIO, M. A. ; FAVERO, P. ; BARIMACKER, S. V. ; FERREIRA, C. ; CERNESC, L. A. . Gravidez na Adolescência: Motivos e percepções de Adolescentes. In: 10 Congrsso internacional da Rede Unida, 2012, Rio de Janeiro. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 2012. v. 1.

Apresentações de Trabalho
1.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZOCCHE, D. A. . PROTOCOLO DE MANEJO DA SÍFILIS EM ADULTOS: CONTRIBUIÇÕES À PRÁTICA ASSISTENCIAL DOS ENFERMEIROS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. . AULA DE IMUNOLOGIA VINCULADA À SÍFILIS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
BARIMACKER, S. V.; GIACHINI, K. V. ; SILVA FILHO, C. C. ; KORB, A. . MESA REDONDA 'DOENÇAS EMERGENTES E SÍFILIS EM CHAPECÓ E REGIÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES PARA A ATUAÇÃO DO(A) ENFERMEIRO(A)'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BARIMACKER, S. V.; LARENTES, G. F. ; BRUNELLO, V. . Sistema Único de Saúde de Chapecó/SC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; BEZERRA, D. C. ; MARIN, S. M. . Sífilis: fatores que interfieren en el manejo seguro y em la promoción de salud.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BARIMACKER, S. V.; SHAEFER, T. M. ; KORB, A. . DISCUTINDO COM EQUIPE DA ESF SOBRE ABORDAGEM DE PACIENTES PORTADORES DE SÍFILIS ADQUIRIDA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
BARIMACKER, S. V.. 'OUTUBRO MULHER, SAÚDE ROSA: ENTRE NESSA LUTA'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
MIGLIORINI, E. C. ; BAUTITZ, B. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. ; TRINDADE, L. L. ; CAPITANIO, D. ; GABRIEL, M. . ACOMPANHAMENTO DOS PORTADORES DE SÍFILIS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ- SC. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
BAUTITZ, B. ; MIGLIORINI, E. C. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. ; METELSKI, F. K. ; TRINDADE, L. L. . GERENCIAMENTO DO SERVIÇO DE SAÚDE: CONSTRUÇÃO DE FLUXOGRAMAS PARA QUALIFICAÇÃO DA ASSISTÊNCIA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
ZAMPIROM, K. ; ROSARIO, M. S. ; KRAUZER, I. M. ; BIANCHI, J. ; TRINDADE, L. L. ; MARCHI, A. F. ; METELSKI, F. K. ; BARIMACKER, S. V. . CONTRIBUIÇÃO ACADÊMICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE PROTOCOLO ASSISTENCIAL NO ÂMBITO DA ATENÇÃO BÁSICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
SILVA, A. J. S. ; SCHMITZ, A. ; SILVA, D. A. ; BARIMACKER, S. V. ; KORB, A. ; ZANATTA, L. . UNIVERSIDADE E COMUNIDADE INTERAGINDO PARA REDUZIR RISCOS DE INFECÇÕES URINÁRIAS EM GESTANTES E A RESISTÊNCIA BACTERIANA AOS ANTIMICROBIANOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
VICARI, G. ; MENEGATTI, M. ; ENGEL, F. ; BARIMACKER, S. V. ; SANTOS, A. C. ; KORB, A. . INFECÇÕES URINÁRIAS, ABORTOS E GRUPOS ETÁRIOS: UMA ANÁLISE DAS GESTANTES EM DOIS BAIRROS DO MUNICÍPIO DE CHAPECÓ E DO ESTADO DE SANTA CATARINA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
BERNARDO, C. ; EICKHOFF, S. ; SILVA FILHO, C. C. ; PERTILLE, M. L. S. ; BARIMACKER, S. V. . EDUCAÇÃO EM SAÚDE FORTALECENDO VÍNCULOS E PROPICIANDO RESSIGNIFICAÇÕES: UMA EXPERIÊNCIA COM AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
EICKHOFF, S. ; BERNARDO, C. ; SILVA FILHO, C. C. ; PERTILLE, M. L. S. ; BARIMACKER, S. V. . FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM NA PERSPECTIVA COLETIVA: CONSTRUINDO VÍNCULOS ENTRE ENFERMEIROS (AS) E ACADÊMICOS (AS) EM ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
TOMASI, Y. T. ; GEREMIA, F. R. ; GEREMIA, D. S. ; BARIMACKER, S. V. ; SHAEFER, T. M. . Protocolo de Fluxo Interno nas UBS: a experiência na elaboração em uma unidade de saúde do Oeste Catarinense. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
TOMASI, Y. T. ; GEREMIA, F. R. ; GEREMIA, D. S. ; SHAEFER, T. M. ; BARIMACKER, S. V. . Estratégia para e enfrentamento da diminuição de faltosos em atendimentos: relato de experiência em uma unidade de saúde do Oeste Catarinense. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
BARIMACKER, S. V.. VIVÊNCIAS INTERDISCIPLINARES MULTIDISCIPLINARES - VIM/2010. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
BARROS, L. R. ; LORENZON, T. L. N. ; BARIMACKER, S. V. ; VANASSI, V. N. ; SIEGA, C. K. ; KARAL, A. ; ZANATTA, E. A. . VIVÊNCIAS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM EM CURSOS DE GESTANTES. Ponta Grossa: Atenas Editora, 2018 (capítulo de livro).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BARIMACKER, S. V.; BORDIGNON, M. ; ZENNI, M. . Outubro rosa/novembro azul e sífilis. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
BARIMACKER, S. V.; SILVA FILHO, C. C. ; RODRIGUES, O. C. C. . 'NOVA POLÍTICA NACIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA: IMPLICAÇÕES PARA A SAÚDE COLETIVA'. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; SANTOS, A. C. ; MOCELINNI, M. ; DUMKE, M. . PALESTRA PARA GESTANTES. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

4.
WINCKLER, F. ; BARIMACKER, S. V. . Comunidade recebe orientaçáo sobre Hanseníase. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
FRACASSO, T. T. ; SZINWELSKI, N. K. ; DEVICE, D. ; SOUZA, J. G. R. ; CERICATO, L. ; FAVERO, P. ; BARIMACKER, S. V. ; FERREIRA, C. ; CERNESC, L. A. ; STORMOVSKI, C. C. ; OZORIO, G. ; ALMEIDA, K. . ENSAIO FOTOGRÁFICO PARA AUTO-ESTIMA. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
SZINWELSKI, N. K. ; BARIMACKER, S. V. ; FAVERO, P. ; SOUZA, J. G. R. ; FERREIRA, C. ; STORMOVSKI, C. C. ; OZORIO, G. ; ALMEIDA, K. ; BILIBIO, M. A. ; DEVICE, D. ; CERICATO, L. ; CERNESC, L. A. ; FRACASSO, T. T. ; STORMOVSKI, C. C. ; OZORIO, G. ; ALMEIDA, K. . GESTANTES ADOLESCENTES FAZEM ENSAIO FOTOGRÁFICO. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZOCCHE, D. A. . oficina sobre sífilis para professores da rede básica de educação. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BARIMACKER, S. V.; PIOVESAN, L. P. ; PORTO, L. O. ; CELUPPI, I. C. ; FERREIRA, J. ; GEREMIA, D. S. . Regimento Interno dos Serviços de Enfermagem do Município de Chapecó. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Regimento Interno).

3.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZOCCHE, D. A. ; ZANATTA, L. ; CABRAL, D. B. ; Santos D. A. ; STRECK, A. L. ; TODERO, T. ; SILVA, A. J. S. ; BATISTA J.H. ; LORENZINI M. ; SCHMITZ, A. . OU KONNEN KISA SIFILIS LA YE?. 2018. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - FOLDER).

4.
BARIMACKER, S. V.; NEGRI, D. ; SOUTO, D. ; PIOVESAN, F. ; CORTINA, V. . PROTOCOLO DE SAÚDE DA MULHER. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - PROTOCOLO).

5.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZANATTA, L. ; Santos D. A. ; SCHMITZ, A. ; SILVA, A. J. S. ; DALL BELLO A.P. ; CARRARO D.R. ; BIANCHI K.Z. ; BONA, L. F. . SÍFILIS - CONHEÇA MAIS SOBRE ESSA EPIDEMIA E PREVINA-SE. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - FOLDER).

6.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZANATTA, L. . Sífilis- conheça mais sobre essa epidemia e previna-se.. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Folder explicativo).

7.
BARIMACKER, S. V.. PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
BARIMACKER, S. V.. Curso de Formação de Agentes Comunitárias de Saúde, Módulo I. 2010. .

9.
BARIMACKER, S. V.. Vivências Interdisciplinares Multiprofissionais - VIM 2010. 2010. .

10.
BARIMACKER, S. V.. Vivências Interdisciplinares Multiprofissionais - VIM 2010. 2010. .

11.
BARIMACKER, S. V.. CURSO DE FORMAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE MÓDULO I. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
KORB, A.; BARIMACKER, S. V.; BRUM, M. L. B.; BEZERRA, D. C.; VEIT, A.. Participação em banca de Anelise de Mattos Silveira.Cuidados de enfermagem na desinfecção de oxímetros dos profissionais de enfermagem.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

2.
BARIMACKER, S. V.; PIOVESAN, L. P.; SILVA, O. M.. Participação em banca de Edir Cervinski.Conhecimento dos Enfermeiros da ESF a cerca da prevenção e progressão da doença renal crônica. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

3.
BARIMACKER, S. V.; SANTOS, A. C.; HILLESHEIM, A. C.. Participação em banca de Jessica Goffi e Jessica Bartholomey.Fortalecendo a Assistência de Enfermagem na Promoção a Saúde e Prevenção de Diabetes Mellitus. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó.

4.
BARIMACKER, S. V.. Participação em banca de Katicia Noronha Terres, Sonia Mara Maragno e Vanessa Manfrin.Qualificando a assistência de enfermagem as famílias do CSF Jardim América fundamentado na teoria de Dorothea Orem. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
16º SENADEn ? Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem e o 13º SINADEn ? Simpósio Nacional de Diagnóstico de Enfermagem.UTILIZAÇÃO DO PROCESSO DE ENFERMAGEM PARA QUALIFICAÇÃO DA CONSULTA DE ENFERMAGEM NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. 2018. (Seminário).

2.
16º SENADEn ? Seminário Nacional de Diretrizes para a Educação em Enfermagem e o 13º SINADEn ? Simpósio Nacional de Diagnóstico de Enfermagem. 2018. (Seminário).

3.
68º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina. 2018. (Congresso).

4.
79ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 14ª SEMANA DE ENFERMAGEM: ABEn/SC NÚCLEO CHAPECÓ. 2018. (Congresso).

5.
79ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 14ª SEMANA DE ENFERMAGEM: ABEn/SC NÚCLEO CHAPECÓ. POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA: UMA DÉCADA DE FORTALECIMENTO DO TRABALHO DO ENFERMEIRO. 2018. (Congresso).

6.
8º SEPE ? Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da UDESC Oeste/CEO.Protocolo de manejo da Sífilis em adultos: contribuições à prática assistencial dos enfermeiros. 2018. (Seminário).

7.
8º SEPE ? Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da UDESC Oeste/CEO. 2018. (Seminário).

8.
Aula Magna do Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde - MPEAPS. 2018. (Encontro).

9.
Desafios da Enfermagem na Atenção Primária. 2018. (Encontro).

10.
VIII SEPE - Campus Chapecó.Oficina 1: Ações de prevenção e promoção de doenças transmissíveis com a comunidade acadêmica da UFFS. 2018. (Oficina).

11.
2 CONGRESSO SUL BRASILEIRO DE SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM E 1 MOSTRA INTERNACIONAL DE CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO CICLO DA VIDA. 2017. (Congresso).

12.
2 Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem e a 1 Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida: Processo de Enfermagem como Ferramenta de Cuidado. DISCUTINDO COM EQUIPE DO ESF SOBRE A ABORDAGEM DE PACIENTES PORTADORES DE SÍFILIS ADQUIRIDA. 2017. (Congresso).

13.
2 Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem e a 1 Mostra Internacional de Cuidado de Enfermagem no Ciclo da Vida: Processo de Enfermagem como Ferramenta de Cuidado. UNIVERSIDADE E COMUNIDADE INTERAGINDO PARA REDUZIR RISCOS DE INFECÇÕES URINÁRIAS EM GESTANTES E A RESISTÊNCIA BACTERIANA AOS ANTIMICROBIANOS. 2017. (Congresso).

14.
78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó. 2017. (Congresso).

15.
78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC Núcleo Chapecó. 2017. (Oficina).

16.
1ª Conferëncia Regional de Enfermagem do Estado de Santa Catarina.1ª Conferëncia Regional de Enfermagem do Estado de Santa Catarina. 2016. (Outra).

17.
1ª Conferëncia Regional de Enfermagem do Estado de Santa Catarina.1ª Conferëncia Regional de Enfermagem do Estado de Santa Catarina. 2016. (Outra).

18.
?Atenção Integral às Mulheres em Situação de Violência: como inserir o profissional enfermeiro?. 2015. (Oficina).

19.
III SEMPAT - "INVESTIGACAO DE ACIDENTES DE TRABALHO GRAVES E FATAIS COM APLICAÇÃO DO MODELO DE ANÁLISE E PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO - M.A.P".A. 2015. (Seminário).

20.
III SEMPAT - "NR 32 - AVANÇOS E DESAFIOS". 2015. (Seminário).

21.
III SEMPAT - Exposição ocupacional à material biológico: prevenção de condutas. 2015. (Oficina).

22.
CAPACITACAO PARA ENFERMEIRAS COORDENADORAS DOS CENTROS DE SAÚDE NA FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORESPARA A IDENTIFICAÇÃO DO USUÁRIO TRABALHADOR NA ATENCÇÃO BÁSICA. 2014. (Oficina).

23.
TESTES RÁPIDOS, HIV, HEPATITES B e C E SÍFILIS. 2014. (Oficina).

24.
Curso: Jogando com a Sexualidade na Adolescência.. 2011. (Oficina).

25.
II Seminário de Gestão do Trabalho, I Seminário de Educação Permanente em Saúde e I Semana Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da UFFS. 2011. (Seminário).

26.
Mini curso: Elaboração de Diagnóstico de Enfermagem, no I Congresso Sul Brasileiro de Sistematização da Assistência de Enfermagem ? SAE. 2011. (Congresso).

27.
Capacitação em Tuberculose. 2010. (Outra).

28.
I Congresso Interdisciplinar em Saúde. Vivências Interdisciplinares e Multiprofissionais. 2010. (Congresso).

29.
Semana de Enfermagem. 2010. (Encontro).

30.
III Encontro Estadual de CAPS/SC e I Encontro Multiprofissional de Saúde Mental de Chapecó. 2008. (Encontro).

31.
I Congresso Sulbrasileiro Multiprofissional em Saúde. 2007. (Congresso).

32.
II Encontro Regional de Saúde Mental. 2007. (Encontro).

33.
Seminário - Cuidado: essência da enfermagem. 2007. (Seminário).

34.
II Seminário Técnico de Enfemagem. 2006. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BARIMACKER, S. V.; SILVA, O. M. ; ZANATTA, L. ; BOHRER, C. ; ZUGE, S. ; RODRIGUES, O. C. C. ; BORSOI, M. ; SANDRIN, L. ; CASSARO, M. ; BRESCIANE, H. ; TOQUETO, A. ; TESSMAN, M. ; RODRIGUES, R. ; GIRARDI, F. ; LUZARDO, A. ; HILLESHEIM, A. C. . Semana Brasileira de Enfermagem - Núcleo Chapecó, 2019. 2018. (Congresso).

2.
BARIMACKER, S. V.. 78ª Semana Brasileira de Enfermagem e 13ª Semana de Enfermagem: ABEN/SC - Núcleo Chapecó. 2017. (Congresso).

3.
BARIMACKER, S. V.. 2 CONGRESSO SUL BRASILEIRO DE SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM E 1 MOSTRA INTERNACIONAL DO CUIDADO DE ENFERMAGEM. 2017. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
JÉSSICA GOFFI E JESSICA MICHELA BARTOLOMEY. FORTALECENDO A ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E PREVENÇCÃO DE DIABETES MELLITUS. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó. Orientador: Saionara Vitória Barimacker.

2.
KATICIA NORONHA TERRES, SONIA MARA MORAGNO, VANESSA MANFRIM. QUALIFICANDO A ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM AS FAMÍLIAS DOS CSF JARDIM AMÉRICA FUNDAMENTADO NA TEORIA DE DOROTHEA OREM. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Enfermagem) - Universidade Comunitária da Região de Chapecó. Orientador: Saionara Vitória Barimacker.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
BARIMACKER, S. V.; LARENTES, G. F. ; BRUNELLO, V. . Sistema Único de Saúde de Chapecó/SC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
BARIMACKER, S. V.. Vivências Interdisciplinares Multiprofissionais - VIM 2010. 2010. .

2.
BARIMACKER, S. V.. Vivências Interdisciplinares Multiprofissionais - VIM 2010. 2010. .

3.
BARIMACKER, S. V.. PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
BARIMACKER, S. V.. CURSO DE FORMAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE MÓDULO I. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
BARIMACKER, S. V.; KORB, A. ; ZOCCHE, D. A. . oficina sobre sífilis para professores da rede básica de educação. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BARIMACKER, S. V.; SILVA FILHO, C. C. ; RODRIGUES, O. C. C. . 'NOVA POLÍTICA NACIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA: IMPLICAÇÕES PARA A SAÚDE COLETIVA'. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).



Outras informações relevantes


Outras atividades técnicas e científicas relevantes:
1-	 Membro do Grupo de Trabalho (GT) da Atenção Básica do município de Chapecó.
2-	Elaboração do Regimento Interno dos Serviços de Enfermagem do município de Chapecó.
3-	Responsável técnica enfermagem do município.
4-	Coordenação de enfermagem do município de Chapecó
5-	Membro do comitê de transmissão vertical de Comitê de Transmissão Vertical Sífilis, HIV, Hepatites B e C e Toxoplasmose.
6-	Membro do Comitê de Mortalidade Infantil
7-	Membro suplente do Conselho Municipal de violência contra o Idoso
8-	Membro organizador da comissão de elaboração de protocolos municipais de enfermagem.
9-	Membro organizador da comissão de elaboração de Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) municipais de enfermagem.
10 - Estágio Extracurricular realizado na Clínica Renal do Oeste, no período de 17-12-2007 a 31-12-2007, com carga horária de 60 horas, na área de Hemodiálise.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 23:16:18