Lavine Silva Matos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4361483257112829
  • Última atualização do currículo em 06/01/2019


Engenheira Agrônoma e Mestre em Solos e Qualidade de Ecossistemas pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Graduada em Administração de Empresas pela Universidade do Estado da Bahia. Atualmente é Servidora Técnica na Universidade Federal do Oeste da Bahia, lotada na Superintendência do Meio Ambiente. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Lavine Silva Matos
Nome em citações bibliográficas
MATOS, L. S.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Oeste da Bahia, Reitoria, Superintendência do Meio Ambiente.
Rua Professor José Seabra de Lemos, 316
Recanto dos Pássaros
47808021 - Barreiras, BA - Brasil
Telefone: (77) 36143577
URL da Homepage: http://supema.ufob.edu.br/


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2016
Mestrado em SOLOS E QUALIDADE DE ECOSSISTEMAS.
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
Título: Manjericão (Ocimum basilicum L) cultivado sob diferentes ambientes de luz e concentrações de potássio,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Anacleto Ranulfo dos Santos.
Coorientador: Girlene Santos de Souza.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.
2018
Graduação em andamento em Geologia.
Universidade Federal do Oeste da Bahia, UFOB, Brasil.
2005 - 2013
Graduação em Administração Mercadológica.
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Título: LOGÍSTICA INTERNA DE FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS (FLV) EM SUPERMERCADOS: Um estudo de caso em Cruz das Almas-BA.
Orientador: José Gileá de Souza.
2004 - 2009
Graduação em Engenharia Agronômica.
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
OUVIDORIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. (Carga horária: 20h).
Instituto Legislativo Brasileiro, ILB, Brasil.
2018 - 2018
Introdução à Programação para WEB. (Carga horária: 50h).
Instituto Federal de São Paulo, IFSP, Brasil.
2017 - 2018
Estruturação da Gestão Ambiental Municipal. (Carga horária: 80h).
Ministério do Meio Ambiente, MMA, Brasil.
2017 - 2017
Produção Integrada - Módulo I. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2017 - 2017
Produção Integrada - Módulo II. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2017 - 2017
Componente Vegetal nos Sistemas de ILPF. (Carga horária: 20h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2017 - 2017
Ética e Administração Pública. (Carga horária: 40h).
Ministério do Meio Ambiente, MMA, Brasil.
2017 - 2017
Sustentabilidade na Administração Pública. (Carga horária: 24h).
Ministério do Meio Ambiente, MMA, Brasil.
2017 - 2017
Licenciamento e Fiscalização Ambiental. (Carga horária: 40h).
Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, INEMA, Brasil.
2017 - 2017
Metodologias Ativas na Prática Docente. (Carga horária: 50h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2016 - 2016
Componente Solo nos Sistemas de ILPF. (Carga horária: 10h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
I curso de Agroecologia e Agricultura Orgânica por Ensino a Distância. (Carga horária: 40h).
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
2016 - 2016
Agricultura de Precisão na Distribuição de Corretivos e Fertilizantes. (Carga horária: 17h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
Proteção de Nascentes. (Carga horária: 10h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
Legislação Aplicada à Logística de Suprimentos. (Carga horária: 30h).
Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.
2016 - 2016
Introdução aos Sistemas de ILPF. (Carga horária: 10h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
Inserção da Árvore na Propriedade Rural. (Carga horária: 30h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
Formação de Pregoeiros. (Carga horária: 20h).
Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.
2016 - 2016
Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura. (Carga horária: 20h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2016 - 2016
EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO. (Carga horária: 20h).
Instituto Brasileiro Legislativo, ILB, Brasil.
2015 - 2015
Qualidade de Água em Reservatórios. (Carga horária: 40h).
Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.
2015 - 2015
Moodle para Professores e Tutores. (Carga horária: 34h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2015 - 2015
Planejamento, Avaliação e Fundamentos da EaD. (Carga horária: 51h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2015 - 2015
Macromonolitos de Solos. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, SBCS, Brasil.
2015 - 2015
Como organizar o orçamento familiar. (Carga horária: 12h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2015 - 2015
Leitura e Produção de Textos Acadêmicos. (Carga horária: 68h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2014 - 2015
Água em Curso. (Carga horária: 12h).
Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.
2014 - 2014
Boas Práticas de Manip. em Serviços de alimentação. (Carga horária: 12h).
Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ANVISA, Brasil.
2014 - 2014
Rumo a uma cultura de acesso a informação: a LAI. (Carga horária: 10h).
Controladoria-Geral da União, CGU/PR, Brasil.
2014 - 2014
Controle Social e Cidadania - 20ª Edição. (Carga horária: 40h).
Controladoria-Geral da União, CGU/PR, Brasil.
2014 - 2014
GESTÃO ESTRATÉGICA COM FOCO NA ADM. PÚBLICA. (Carga horária: 10h).
Instituto Brasileiro Legislativo, ILB, Brasil.
2014 - 2014
Desenvolvimento de Equipes. (Carga horária: 10h).
Instituto Brasileiro Legislativo, ILB, Brasil.
2014 - 2014
Levantamento e avaliação de solos. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
2014 - 2014
UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA ANÁLISE DE CRESC. DE PLANTAS. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2014 - 2014
Gestão de Projetos 01 Como Trabalhar com Projetos?. (Carga horária: 20h).
Fundação Bradesco, BRADESCO, Brasil.
2014 - 2014
Curso de extensão Escola de Você. (Carga horária: 40h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Programa de Desenvoolvimento Acadêmico em Línguas. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2013 - 2013
Motivação nas Organizações. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Sust. aplicada aos negócios:Orientação p/ Gestores. (Carga horária: 10h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Postura e Imagem Profissional. (Carga horária: 59h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2013 - 2013
MS Power Point 2010 Básico. (Carga horária: 23h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2013 - 2013
MS Excel 2010 Básico. (Carga horária: 24h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2013 - 2013
Relevância das questões Ambientais. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Ética e Administração Pública. (Carga horária: 40h).
Instituto Brasileiro Legislativo, ILB, Brasil.
2013 - 2013
Comitê de Bacia:O que é e o que faz. (Carga horária: 20h).
Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.
2013 - 2013
Processo de Comunicação e Comunic. Institucional. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Capacitação para Facilitadores Empreender no Campo. (Carga horária: 60h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2013 - 2013
Gestão de Projetos 01 Como trabalhar com Projetos?. (Carga horária: 20h).
Fundação Bradesco, BRADESCO, Brasil.
2013 - 2013
Comitê de Bacia:Práticas e Procedimentos. (Carga horária: 20h).
Agência Nacional de Águas, ANA, Brasil.
2013 - 2013
Sust. no dia a dia: orientções para o cidadão. (Carga horária: 12h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
Ética Empresarial. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2013 - 2013
MS Word 2010 Básico. (Carga horária: 22h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2012 - 2012
MEG - Primeiros Passos para a Excelência. (Carga horária: 12h).
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2012 - 2012
Pobreza Rural. (Carga horária: 4h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, Brasil.
2012 - 2012
Direito de Propriedade. (Carga horária: 6h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2012 - 2012
Os Desafios da Logística Empresarial Estratégica. (Carga horária: 5h).
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
2012 - 2012
Saúde Rural. (Carga horária: 30h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2012 - 2012
Abastecimento e Renda. (Carga horária: 6h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2012 - 2012
Oportunidades Econômicas da Agropec. Sustentável. (Carga horária: 20h).
Instituto Friedrich Naumann, IFN, Brasil.
2012 - 2012
Fomento ao Empreendedorismo para Municipios. (Carga horária: 5h).
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
2012 - 2012
Trabalhador Empreendedor. (Carga horária: 40h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2011 - 2011
Meio Ambiente. (Carga horária: 10h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Rual, SENAR, Brasil.
2010 - 2010
Planejamento Estratégico Alimentar na Pecuária. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2010 - 2010
Gestão de Cooperativas de Crédito. (Carga horária: 30h).
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2010 - 2010
Como Vender Mais e Melhor. (Carga horária: 15h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2010 - 2010
Boas práticas nos serviços de alimentação. (Carga horária: 40h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2010 - 2010
Bovinocultura de Corte. (Carga horária: 40h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2010 - 2010
Ambientação. (Carga horária: 3h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2009 - 2010
Empreendedor Individual. (Carga horária: 3h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2009 - 2009
Forragicultura. (Carga horária: 40h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2009 - 2009
Inseminação Artificial em Bovinos. (Carga horária: 40h).
Fundação Bradesco, FB, Brasil.
2008 - 2008
Aplicações da E.Solar para controle de Pragas. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2008 - 2008
Aprender a Empreender. (Carga horária: 16h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2007 - 2007
Cultivo de peixes com àgua oriunda de efluentes. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2007 - 2007
Manejo Reprodutivo de Bovinos. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2007 - 2007
Cadeia Produtiva do Leite. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2007 - 2007
Manejo de Bovinos Leiteiros. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
2007 - 2007
Segredos do Manejo de Cocho na fazenda. (Carga horária: 6h).
Tortuga companhia Zootécnica Agrária - São Paulo, TORTUGA, Brasil.
2007 - 2007
D'Olho na Qualidade: 5Ss para os pequenos negócios. (Carga horária: 16h).
Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas, SEBRAE, Brasil.
2007 - 2007
Construção de Cochos. (Carga horária: 6h).
Tortuga companhia Zootécnica Agrária - São Paulo, TORTUGA, Brasil.
2006 - 2006
Relações Hídricas (Fruteiras e Cafeeiro). (Carga horária: 16h).
Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, EMBRAPA/CNPMF, Brasil.
2005 - 2005
Manejo Florestal da Caatinga. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2005 - 2005
Manejo de Solos Salinos. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2005 - 2005
Manejo Sustentável do Solo em Fruteiras. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2005 - 2005
Prod.Ambient.Sust.de Mat.Prima p/ prod.de Biodísel. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2004 - 2004
Cultivo Orgânico. (Carga horária: 3h).
Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, EMBRAPA/CNPMF, Brasil.
2004 - 2004
Produção de Mudas. (Carga horária: 3h).
Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, EMBRAPA/CNPMF, Brasil.
2003 - 2003
Informática Básica. (Carga horária: 80h).
Infoquality Center Informática Ltda., INFOQUALITY, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Oeste da Bahia, UFOB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Assistente em Administração, Carga horária: 40
Outras informações
Reitoria, Superintendência do Meio Ambiente.

Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Assistente em Administração, Carga horária: 40
Outras informações
Pró-Reitoria de Administração e Infraestrutura, Coordenadoria de Licitações e Compras, Núcleo de Licitações.

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Assistente em Administração, Carga horária: 40
Outras informações
Reitoria, Superintendência Universitária.

Atividades

06/2018 - 06/2018
Direção e administração, Superintendência do Meio Ambiente, .

Cargo ou função
Superintendente em Exercício.
04/2018 - 05/2018
Direção e administração, Superintendência do Meio Ambiente, .

Cargo ou função
Superintendente em Exercício.
01/2018 - 01/2018
Direção e administração, Superintendência do Meio Ambiente, .

Cargo ou função
Superintendente em Exercício.
06/2017 - 07/2017
Direção e administração, Superintendência do Meio Ambiente, .

Cargo ou função
Superintendente em Exercício.

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestranda em Solos e Qualidade de Ecossitemas, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20


Cooperativa Multidisciplinar de Prestação de Serviços e Assistência Técnica, COOPERMULTA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Assistente administrativo, Carga horária: 40


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Serviço Temporário, Enquadramento Funcional: Recenseador, Carga horária: 30



Projetos de pesquisa


2014 - 2016
Rendimento de biomassa e produção de óleo essencial em plantas de manjericão (Ocimum basilicum L.) cultivadas sob malhas fotoconversoras e diferentes concentrações de potássio
Descrição: O manjericão (Ocimum basilicum L. Lamiaceae) é uma planta medicinal, aromática e condimentar com elevada importância no cenário econômico mundial. Além de seu uso in natura, é utilizado para obtenção de óleo essencial, muito importante na indústria de perfumaria, cosmético, medicamento e alimento, tendo, o linalol como principal componente. No Brasil poucas são as pesquisas com esta espécie visando maximização das técnicas de cultivo. Ao se considerar o cultivo de plantas medicinais, faz-se necessário associar a produção de biomassa à qualidade da planta, enquanto matéria-prima, para a fabricação de medicamentos fitoterápicos. Nesse sentido, é preciso almejar uma produtividade ótima, o que pode ser corroborado por meio do estudo da interferência de fatores que influenciam esses caracteres, como a disponibilidade de nutrientes e a intensidade luminosa. O potássio desempenha importante papel na regulação do potencial osmótico das células vegetais, atuando como ativador de enzimas envolvidas na respiração e fotossíntese. As malhas coloridas representam um novo conceito agrotecnológico, que tem o objetivo de combinar a proteção física juntamente com a filtragem diferencial da radiação solar, para promover respostas fisiológicas desejáveis, reguladas pela luz. De modo diferente das casas de vegetação, as malhas exercem uma menor interferência sobre o microclima da planta, entretanto, são capazes de modificar tanto a quantidade como a qualidade da radiação solar transmitida. O presente projeto tem como objetivo avaliar a influência de malhas coloridas e diferentes concentrações de potássio sobre o crescimento, desenvolvimento, características anatômicas e produção de óleo essencial em plantas de manjericão. O delineamento experimental será em blocos ao acaso em esquema fatorial 5 x 3, sendo 5 concentrações de potássio: 0; 30; 60; 120; 180 kg ha-1 de K2O, usando como fonte o cloreto de potássio e 3 condições de luminosidade obtidas com o uso de malhas coloridas: 1) malha ChromatiNet Vermelha; 2) malha ChromatiNet Azul; 3) Tratamento controle ? a pleno sol. Assim o ensaio terá 15 tratamentos e seis repetições, num total de 90 unidades experimentais (vasos), permanecendo duas plantas/vaso. Serão avaliadas as seguintes características de crescimento: altura do ramo principal, área foliar, matéria seca das folhas, caule e raízes, os índices fisiológicos: razão de área foliar (RAF), área foliar específica (AFE) e a razão de peso foliar (RPF), número de folhas, diâmetro do haste, teor de clorofila a, b e total, fotossíntese líquida e características anatômicas da folha. Posteriormente serão analisados teores de óleo essencial, através hidrodestilador do modelo Clevenger modificado, e a composição química do óleo essencial pelo método de cromatografia gasosa. Os resultados serão avaliados utilizando o programa estatístico Sisvar, através de análise de variância, teste de Tukey a 5% e análise de regressão polinomial..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Estimativas da produção de forragem em pastagem de Brachiaria decumbens Stapf. cv. IPEAN utilizando o método do corte.
Descrição: A produção mundial de carne, leite, lã e couro, além de outros produtos, provêm da forragem disponível nas pastagens naturais e cultivadas. Para o manejo adequado das pastagens é de primordial importância o conhecimento da sua produção atual de forragem, em kg/ha, a fim de calcular a sua capacidade de suporte. O método mais utilizado no sistema de avaliação de pastagens consiste no corte e pesagem da biomassa vegetal, incluindo a separação manual das espécies componentes. O método do corte estima a produção de forragem da pastagem pela colheita da massa vegetal em amostras de área conhecida, locadas no campo aleatoriamente, sistematicamente ou de maneira estratificada. As estimativas da produção de forragem serão realizadas em área de pastagem de capim-braquiária do Centro Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas da UFRB, utilizando-se o método do corte. O delineamento experimental será em blocos casualizados, em esquema fatorial (2x5), onde os fatores são duas áreas de moldura de forma quadrática (0,25 m² e 1,00 m²), cinco tamanhos de amostra (20, 40, 60, 80 e 100 amostras) e quatro blocos (transeções lineares). Esse delineamento permite o estudo da interação entre área da moldura e o tamanho da amostra, ou seja, permite saber qual o melhor tamanho da amostra em função da área de moldura utilizada. As análises estatísticas serão realizadas utilizando o programa estatístico Statistical Analysis System (SAS, 2000)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / Prof. Benedito Marques da Costa - Coordenador.
2009 - 2009
Avaliação dos teores de Matéria Seca de amostras de forragem determinados em estufa e forno de microondas
Descrição: Avaliar os teores de matéria seca determinados em estufa e forno de microondas em amostras de forragem coletadas em pastagem de capim Brachiaria decumbens Stapf. Os objetivos específicos são: 1. Verificar a relação entre os valores de matéria seca obtidos em forno de microondas quando comparados com aqueles em estufa; 2. Aavaliar as possibilidades de modificações nos métodos indiretos de determinação em estufa e em forno de microondas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / Prof. Benedito Marques da Costa - Coordenador.
2008 - 2009
Modelo Matemático de Otimização para o Transporte Multimodal de Safras Agrícolas pelo corredor Nordeste
Descrição: O objetivo do trabalho é o desenvolvimento de um modelo linear de otimização de fluxos em rede, com base num método referenciado na literatura como Modelo de Fluxo de Custo Mínimo Multiproduto (Multicommodity Minimum Cost Flow Problem), que propicie simular os principais fluxos interregionais de cargas agrícolas e identificar as alternativas de transporte mais competitivas para o escoamento da produção agroindustrial a partir da área de influência do Corredor Corredor Centro-Oeste, Nordeste e Centro-Norte; Elaboração de uma matriz Origem-Destino (O-D) correspondente aos fluxos de cargas nas áreas de influência destes corredores; Entrevistas junto aos agentes embarcadores e transportadores mais representativos e que fazem uso das alternativas multimodais ao longo destes corredores de transporte com o intuito de avaliar os principais obstáculos que inibem o uso de alternativas modais existentes ou potenciais, bem como, de buscar informações com estes agentes a respeito de políticas e medidas que contribuam para a diminuição destas impedâncias. Transferência do conhecimento adquirido, durante a elaboração e desenvolvimento do modelo matemático e do levantamento de dados e informações relevantes para esse processo, aos principais usuários do ferramental resultante. Portanto, espera-se reservar um período dedicado ao treinamento da equipe responsável pelo manuseio do material relacionado ao resultado do projeto, buscando maximizar a interpretação e uso dos recursos ligados à ferramenta final..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / José Vicente Caixeta Filho - Integrante / José Eduardo Holler Branco - Coordenador / Victor Venkovsky - Integrante / Augusto Gameiro - Integrante / Warli Anjos de Souza - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2018 - 2018
Soluções Naturais para a Água: Desafios Atuais na Gestão de Recursos Hídricos
Descrição: Trata-se de uma série de atividades desenvolvidas na semana em que se comemora o Dia Mundial da água (21 a 23/03), em que foram realizadas apresentações e discussões acadêmicas com participação de docentes na UFOB e representantes de outras Instituições Públicas, relacionadas a temática de valorização da água, enfatizando a gestão de recursos hídricos em Instituições Públicas e o potencial hídrico existente no Oeste da Bahia.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / JOSÉ LEONARDO VANDERLEI DE CARVALHO - Coordenador / JANES TEREZINHA LAVORATTI - Integrante / DANIELA ALVES DE LIMA - Integrante / RAIARE CAMPOS DA SILVA - Integrante / RONALDO URSULINO DOS SANTOS - Integrante / GEISA PAULA RIBEIRO MENDES - Integrante / LUCAS GABRIEL GOMES ALVES - Integrante / JEFFERSON JOSÉ DUARTE DE OLIVEIRA - Integrante / CARLA GISELE DOS SANTOS CARVALHO - Integrante / JOÃO PAULO ALVES GAMA - Integrante / KARINE DOS SANTOS DE SANTANA - Integrante / LUCIANO TORRES QUADROS - Integrante / RÉMILTON DE CARVALHO ARAGÃO SOARES - Integrante.
2018 - 2018
Oficina de Papel Reciclado: Arte de Reciclar para Preservar - Ano II

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José Leonardo Vanderlei de Carvalho em 29/11/2018.
Descrição: Trata-se de uma atividade destinada a crianças com faixa etária de 10 a 12 anos, oriundos escolas públicas do município de Barreiras. A oficina irá trabalhar com apresentação da importância da reciclagem dos resíduos sólidos associando a atividade teórica com a realização de atividade prática e produção de papel reciclado de forma artesanal. As atividades serão compostas por ações lúdicas para estimular um maior envolvimento da comunidade escolar acerca dos processos da reciclagem e reuso dos resíduos, e auxiliar no desenvolvimento de uma consciência ambiental coletiva. Serão duas escolas atendidas a cada mês, no Laboratório de Educação Ambiental e Reciclagem (LEAR) da Superintendência de Meio Ambiente (SUPEMA) da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / JOSÉ LEONARDO VANDERLEI DE CARVALHO - Coordenador / JANES TEREZINHA LAVORATTI - Integrante / DANIELA ALVES DE LIMA - Integrante / RAIARE CAMPOS DA SILVA - Integrante / Deiseane Oliveira Lopes - Integrante / Mayra Mayalla Camara Mariani Passos - Integrante.
2018 - 2018
II Encontro Animais na UFOB: Implicações e Orientações
Descrição: Trata-se de um projeto de extensão realizado na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), em Barreiras, com apresentação e discussão da temática através de uma mesa redonda, em que participarão especialistas convidados da área da Medicina Veterinária e Medicina. Foram abordados os aspectos legais, as principais doenças, a prevenção e os tratamentos possíveis, além de contextualização do cenário local sobre as principais doenças transmitidas por animais (cães e gatos) que acometem o município de Barreiras/BA e as implicações no âmbito da Universidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2018 - Atual
Elaboração de Papel Reciclado e Aprendizado da Confecção de Artesanato para Estudantes da UFOB - Ano II

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) José Leonardo Vanderlei de Carvalho em 29/11/2018.
Descrição: Esta atividade foi promovida via chamada pública, visando oportunizar aos estudantes de diferentes cursos da UFOB, aprendizado no que diz respeito as etapas no processo de reciclagem de papel e confecção de blocos de anotações que são entregues aos ingressantes anualmente, na semana de integração. A atividade de extensão se deu no Laboratório de Educação Ambiental e Reciclagem (LEAR) da Superintendência do Meio Ambiente (SUPEMA), localizado na Reitoria da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), no período de 20 de outubro a 22 de fevereiro de 2019.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2017 - 2018
Elaboração de Papel Reciclado e Aprendizado da Confecção de Artesanato para Estudantes da UFOB
Descrição: Esta atividade foi promovida via chamada pública, visando oportunizar aos estudantes de diferentes cursos da UFOB, aprendizado no que diz respeito as etapas no processo de reciclagem de papel e confecção de blocos de anotações que são entregues aos ingressantes anualmente, na semana de integração. A atividade de extensão se deu no Laboratório de Educação Ambiental e Reciclagem (LEAR) da Superintendência do Meio Ambiente (SUPEMA), localizado na Reitoria da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), no período de 20 de novembro de 2017 a 20 de março de 2018.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (16) .
Integrantes: Lavine Silva Matos - Integrante / JOSÉ LEONARDO VANDERLEI DE CARVALHO - Coordenador / JANES TEREZINHA LAVORATTI - Integrante / DANIELA ALVES DE LIMA - Integrante / RAIARE CAMPOS DA SILVA - Integrante.
2017 - 2017
Oficina de Papel Reciclado: Arte de Reciclar para Preservar
Descrição: Trata-se de uma atividade destinada a crianças com faixa etária de 10 a 12 anos, oriundos escolas do município de Barreiras. A oficina irá trabalhar com apresentação da importância da reciclagem dos resíduos sólidos associando a atividade teórica com a realização de atividade prática e produção de papel reciclado de forma artesanal. As atividades serão compostas por ações lúdicas para estimular um maior envolvimento da comunidade escolar acerca dos processos da reciclagem e reuso dos resíduos, e auxiliar no desenvolvimento de uma consciência ambiental coletiva. Serão duas escolas atendidas a cada mês, no Laboratório de Educação Ambiental e Reciclagem (LEAR) da Superintendência de Meio Ambiente (SUPEMA) da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2017 - 2017
Animais na UFOB: Implicações e Orientações
Descrição: Trata-se de um projeto de extensão realizado na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), em Barreiras, com apresentação e discussão da temática através de uma mesa redonda, em que participarão especialistas convidados da área da Medicina Veterinária e Medicina. Foram abordados os aspectos legais, as principais doenças, a prevenção e os tratamentos possíveis, além de contextualização do cenário local sobre as principais doenças transmitidas por animais (cães e gatos) que acometem o município de Barreiras/BA e as implicações no âmbito da Universidade.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: REVISTA DE AGRICULTURA NEOTROPICAL


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MATOS, L. S.2017MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . RENDIMENTO DE FITOMASSA DE MANJERIC?O CULTIVADO EM DIFERENTES AMBIENTES DE LUZ. Enciclopedia Biosfera, v. 14, p. 1136-1144, 2017.

2.
MATOS, L. S.2016MATOS, L. S.; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, A. R. . RÚCULA cv. Apreciatta Folha Larga SUBMETIDA A DOSES DE FÓSFORO. Enciclopédia Biosfera, v. 13, p. 1815-1823, 2016.

3.
MATOS, L. S.2016MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO INICIAL E ÍNDICES DE CLOROFILA DE MANJERICÃO cv. MARIA BONITA CULTIVADO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE LUMINOSIDADE E CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. Enciclopédia Biosfera, v. 13, p. 388-397, 2016.

4.
MATOS, L. S.2015MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . DESEMPENHO DE MUDAS DE MANJERICÃO CV. MARIA BONITA SUBMETIDAS A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. Enciclopédia Biosfera, v. 11, p. 888-895, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. . MANJERICÃO CULTIVADO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE LUMINOSIDADE E CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. In: Adriane Theodoro Santos Alfaro; Daiane Garabeli Trojan. (Org.). Agronomia: Elo da cadeira produtiva - Vol.2. 2ed.Ponta Grossa: Atena Editora, 2018, v. , p. 74-82.

2.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; BITENCOURT, N. S. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. . TEOR E ACÚMULO DE NPK EM MANJERICÃO CULTIVADO SOB ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: Irene Carniatto; Mauri José Schneider; Aline Costa Gonzalez. (Org.). Engenharia sanitária e ambiental: tecnologias para a sustentabilidade. 1ed.Curitiba: Atena Editora, 2016, v. , p. 59-68.

3.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; OLIVEIRA, R. M. ; SOUZA, E. A. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SALVIA SUBMETIDAS AO ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: Irene Carniatto; Mauri José Schneider; Aline Costa Gonzalez. (Org.). Engenharia sanitária e ambiental: tecnologias para a sustentabilidade. 1ed.Curitiba: Atena Editora, 2016, v. , p. 12-21.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; BITENCOURT, N. S. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . TEOR E ACÚMULO DE NPK EM MANJERICÃO CULTIVADO SOB ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental - COBESA, 2016, Cruz das Almas. Anais COBESA, 2016.

2.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; OLIVEIRA, R. M. ; SOUZA, E. A. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SALVIA SUBMETIDAS AO ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental - COBESA, 2016, Cruz das Almas. Anais COBESA, 2016.

3.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE MANJERICÃO CV. MARIA BONITA SUBMETIDO A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. In: III Reunião Nordestina de Ciência do Solo, 2016, Aracaju. Anais III RNCS, 2016.

4.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. . MANJERICÃO CULTIVADO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE LUMINOSIDADE E CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. In: III Reunião Nordestina de Ciência do Solo, 2016, Aracaju. Anais III RNCS, 2016.

5.
SOUZA, D. S. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE MAMOEIRO CULTIVADOS SOB MALHAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. In: V Simpósio da Pós-Graduação em Agroecologia da Universidade Federal de Viçosa - V SIMPA, 2016, Viçosa. ANAIS DO SIMPÓSIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGROECOLOGIA, 2016.

6.
MOREIRA, G. C. ; BEZERRA, M. N. ; ANJOS, G. L. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . Índice de clorofila em mudas de Carica papaya L. cultivado em diferentes substratos e qualidade de luz. In: III Reunião Nordestina de Ciência do Solo, 2016, Aracaju. Anais III RNCS, 2016.

7.
MOREIRA, G. C. ; BEZERRA, M. N. ; ANJOS, G. L. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . Rendimento de massa seca em mudas de Carica papaya L. cultivado em diferentes substratos e qualidade de luz. In: III Reunião Nordestina de Ciência do Solo, 2016, Aracaju. Anais III RNCS, 2016.

8.
MATOS, L. S.; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . COENTRO CULTIVADO EM SISTEMA HIDROPÔNICO SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. Anais do XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015.

9.
MATOS, L. S.; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . CULTIVO DE MANJERICÃO SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ALUMÍNIO. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015, Natal. Anais do XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MATOS, L. S.; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, A. R. . RENDIMENTO DE FITOMASSA EM PLANTAS DE RÚCULA cv. apreciatta folha larga SUBMETIDA A DOSES DE FÓSFORO. In: IV Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia, 2017, Cruz das Almas. Anais IV RECONCITEC, 2017.

2.
SOUZA, D. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, F. S. ; MATOS, L. S. . RENDIMENTO DE MASSA SECA DE PLANTAS DE PLECTRANTHUS ORNATUS CODD SUBMETIDAS A DIFERENTES PROPORÇÕES DE AMÔNIO E NITRATO E AMBIENTES DE LUZ. In: IV Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia, 2017, Cruz das Almas. Anais IV RECONCITEC, 2017.

3.
ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, F. S. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE PLANTAS DE PLECTRANTHUS ORNATUS CODD SUBMETIDAS A DIFERENTES PROPORÇÕES DE AMÔNIO E NITRATO E AMBIENTES DE LUZ. In: IV Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia, 2017, Cruz das Amas. Anais IV RECONCITEC, 2017.

4.
MOREIRA, G. C. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, D. S. ; MATOS, L. S. ; CHITLHANGO, A. P. . RENDIMENTO DE MASSA SECA EM MUDAS DE CAPSICUM ANNUUM L. CULTIVADOS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. In: IV Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia, 2017, Cruz das Almas. Anais IV RECONCITEC, 2017.

5.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SANTOS, N. S. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, A. R. . ÍNDICES DE CLOROFILA EM PLANTAS DE MANJERICÃO cv. MARIA BONITA SUBMETIDAS A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. In: 2ª Semana de Atualização em Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (2ªSECAB), 2017, Cruz das Almas. 2ª SEMANA DE ATUALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS, AMBIENTAIS E BIOLÓGICAS: SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO, 2017.

6.
ANJOS, G. L. ; MOREIRA, G. C. ; SOUZA, D. S. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, N. S. ; SOUZA, G. S. . CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE OCIMUM GRATISSIMUM L. CULTIVADAS EM DIFERENTES AMBIENTES DE LUZ. In: 2ª Semana de Atualização em Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (2ªSECAB), 2017, Cruz das Almas. 2ª SEMANA DE ATUALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS, AMBIENTAIS E BIOLÓGICAS: SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO, 2017.

7.
MATOS, L. S.; MOREIRA, G. C. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . PLANTAS DE HIPÉRICO (Hypericum perforatum L.) SUBMETIDAS A ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: IV Seminário Baiano de Solos., 2016, Ilhéus. IV SEMINÁRIO BAIANO DE SOLOS - 69 Anos da Ciência do Solo no Brasil, 2016.

8.
MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; CHITLHANGO, A. P. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO INICIAL DE Capsicum annuum L. EM DIFERENTES SUBSTRATOS. In: IV Seminário Baiano de Solos, 2016, Ilhéus. IV SEMINÁRIO BAIANO DE SOLOS - 69 Anos da Ciência do Solo no Brasil., 2016.

9.
MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; BEZERRA, M. N. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO INICIAL DE MAMOEIRO CULTIVADO EM DIFERENTES QUALIDADES DE LUZ. In: IV Seminário Baiano de Solos, 2016, Ilhéus. IV SEMINÁRIO BAIANO DE SOLOS - 69 Anos da Ciência do Solo no Brasil, 2016.

10.
BATISTA, D. V. S. ; CARVALHO, P. D. ; ABREU, C. B. ; SANTOS, S. S. ; CHITLHANGO, A. P. ; CARMO, J. S. ; MATOS, L. S. ; SILVA, J. S. ; SILVA, F. . PROFILE OF THE CHEMICAL COMPOSITION AND ANTIOXIDANT ACTIVITY OF THE ESSENTIAL OIL OF OCIMUM BASILICUM L.. In: CIPAM 2016 - 6th International Congress of Aromatic and Medicinal Plants, 2016, Coimbra. Anais CIPAM 2016, 2016.

11.
MATOS, L. S.; MOREIRA, G. C. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . ESTRESSE POR ALUMÍNIO EM PLANTAS DE ARRUDA (Ruta graveolens L.). In: IV Seminário Baiano de Solos, 2016, Ilhéus. IV SEMINÁRIO BAIANO DE SOLOS - 69 Anos da Ciência do Solo no Brasil, 2016.

12.
MATOS, L. S.; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . CULTIVO HIDROPÔNICO DE CEBOLINHA SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. In: IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, 2015, Cruz das Almas. Anais SEPIP 2015, 2015.

13.
CHITLHANGO, A. P. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . EFEITO DA MATÉRIA ORGÂNICA NOS ÍNDICES DE CLOROFILA EM PLANTAS DE PIMENTÃO CULTIVADAS SOB ESTRESSE POR ALUMÍNIO. In: IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, 2015, Cruz das Almas. Anais SEPIP 2015, 2015.

14.
ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. . CLOROFILA EM PLANTAS DE MANJERICÃO SOB O EFEITO DE PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. In: IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, 2015, Cruz das Almas. Anais SEPIP 2015, 2015.

15.
SOUZA, D. S. ; ANJOS, G. L. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. . INFLUÊNCIA DA RELAÇÃO AMÔNIO/NITRATO NO RENDIMENTO DE FITOMASSA EM PLANTAS DE OCIMUM BASILICUM L... In: IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, 2015, Cruz das Almas. Anais SEPIP 2015, 2015.

16.
MATOS, L. S.; COSTA, B. M. ; FARIAS, P. S. . INFLUÊNCIA DO TAMANHO DA AMOSTRA NA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO ATUAL DE FORRAGEM EM PASTAGEM DE Brachiaria decumbens Stapf cv IPEAN.. In: Reunião Regional da SBPC no Recôncavo da Bahia., 2010, Cruz das Almas. Anais da Reunião Regional da SBPC no Recôncavo da Bahia., 2010.

17.
FARIAS, P. S. ; COSTA, B. M. ; MATOS, L. S. . INFLUÊNCIA DA ÁREA DE MOLDURA NA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO ATUAL DE FORRAGEM EM PASTAGEM DE Brachiaria decumbens Stapf cv IPEAN.. In: Reunião Regional da SBPC no Recôncavo da Bahia, 2010, Cruz das Almas. Anais da Reunião Regional da SBPC no Recôncavo da Bahia, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
CARVALHO, J. L. V. ; LAVORATTI, J. T. ; MATOS, L. S. . Gestão de resíduos na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
MATOS, L. S.; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, A. R. . RENDIMENTO DE FITOMASSA EM PLANTAS DE RÚCULA cv. apreciatta folha larga SUBMETIDA A DOSES DE FÓSFORO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
SOUZA, D. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, F. S. ; MATOS, L. S. . RENDIMENTO DE MASSA SECA DE PLANTAS DE PLECTRANTHUS ORNATUS CODD SUBMETIDAS A DIFERENTES PROPORÇÕES DE AMÔNIO E NITRATO E AMBIENTES DE LUZ. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, F. S. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE PLANTAS DE PLECTRANTHUS ORNATUS CODD SUBMETIDAS A DIFERENTES PROPORÇÕES DE AMÔNIO E NITRATO E AMBIENTES DE LUZ. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
MOREIRA, G. C. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, D. S. ; MATOS, L. S. ; CHITLHANGO, A. P. . RENDIMENTO DE MASSA SECA EM MUDAS DE CAPSICUM ANNUUM L. CULTIVADOS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . PRODUÇÃO DE ÓLEO ESSENCIAL DE MANJERICÃO CV. MARIA BONITA CULTIVADO EM DIFERENTES AMBIENTES DE LUZ E NÍVEIS DE POTÁSSIO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . RENDIMENTO DE FITOMASSA E ÍNDICES FISIOLÓGICOS DE MANJERICÃO SUBMETIDO A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ANJOS, G. L. ; MOREIRA, G. C. ; SOUZA, D. S. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, N. S. ; SOUZA, G. S. . CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE OCIMUM GRATISSIMUM L. CULTIVADAS EM DIFERENTES AMBIENTES DE LUZ. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
LAVORATTI, J. T. ; MATOS, L. S. ; CARVALHO, J. L. V. . Iniciativas em Gestão Ambiental e ações desenvolvidas na Universidade Federal do Oeste da Bahia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
BATISTA, D. V. S. ; CARVALHO, P. D. ; ABREU, C. B. ; SANTOS, S. S. ; CHITLHANGO, A. P. ; CARMO, J. S. ; MATOS, L. S. ; SILVA, J. S. ; SILVA, F. . PROFILE OF THE CHEMICAL COMPOSITION AND ANTIOXIDANT ACTIVITY OF THE ESSENTIAL OIL OF OCIMUM BASILICUM L.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; BITENCOURT, N. S. ; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . TEOR E ACÚMULO DE NPK EM MANJERICÃO CULTIVADO SOB ESTRESSE POR ALUMÍNIO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; OLIVEIRA, R. M. ; SOUZA, E. A. ; SANTOS, A. R. . CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SALVIA SUBMETIDAS AO ESTRESSE POR ALUMÍNIO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
SOUZA, D. S. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE MAMOEIRO CULTIVADOS SOB MALHAS EM DIFERENTES SUBSTRATOS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
MATOS, L. S.; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; ANJOS, G. L. ; SANTOS, A. R. . Manjericão cultivado sob diferentes condições de luminosidade e concentrações de potássio. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
MATOS, L. S.; ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; SANTOS, N. S. ; SANTOS, A. R. . Crescimento de manjericão cv. Maria Bonita submetido a proporções de nitrato e amônio. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
MOREIRA, G. C. ; BEZERRA, M. N. ; ANJOS, G. L. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . Índice de clorofila em mudas de Carica papaya L. cultivado em diferentes substratos e qualidade de luz. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
MOREIRA, G. C. ; BEZERRA, M. N. ; ANJOS, G. L. ; MATOS, L. S. ; SOUZA, G. S. ; SANTOS, A. R. . Rendimento de massa seca em mudas de Carica papaya L. cultivado em diferentes substratos e qualidade de luz. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

18.
MATOS, L. S.; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . COENTRO CULTIVADO EM SISTEMA HIDROPÔNICO SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
MATOS, L. S.; SOUZA, E. A. ; OLIVEIRA, R. M. ; SANTOS, A. R. . CULTIVO HIDROPÔNICO DE CEBOLINHA SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
ANJOS, G. L. ; SOUZA, D. S. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. . CLOROFILA EM PLANTAS DE MANJERICÃO SOB O EFEITO DE PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
SOUZA, D. S. ; ANJOS, G. L. ; MOREIRA, G. C. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, A. R. ; SOUZA, G. S. . INFLUÊNCIA DA RELAÇÃO AMÔNIO/NITRATO NO RENDIMENTO DE FITOMASSA EM PLANTAS DE OCIMUM BASILICUM L.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
MATOS, L. S.; COSTA, B. M. ; FARIAS, P. S. . INFLUÊNCIA DO TAMANHO DA AMOSTRA NA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO ATUAL DE FORRAGEM EM PASTAGEM DE Brachiaria decumbens Stapf cv IPEAN. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
FARIAS, P. S. ; COSTA, B. M. ; MATOS, L. S. . INFLUÊNCIA DA ÁREA DE MOLDURA NA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO ATUAL DE FORRAGEM EM PASTAGEM DE Brachiaria decumbens Stapf cv IPEAN. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MATOS, L. S.. Parecer de Artigo Científico - 2097. Revista de Agricultura Neotropical. 2018.

2.
MATOS, L. S.. Parecer de Artigo Científico - 2448. Revista de Agricultura Neotropical. 2018.

3.
BRANCO, J. E. H. ; CAIXETA FILHO, J. V. ; GAMEIRO, A. H. ; XAVIER, C. E. O. ; PINHEIRO, M. A. ; SOUZA, W. A. ; MATOS, L. S. . Otimização Logística para o Transporte Multimodal de Safras Agrícolas no Brasil com Foco no Corredor. 2012.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Encontro Animais na UFOB: Implicações e Orientações. 2018. (Outra).

2.
II Fórum Baiano de Gestão Ambiental nas Instituições de Ensino Superior.Gestão de resíduos na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). 2018. (Outra).

3.
Soluções Naturais para a Água: Desafios Atuais na Gestão de Recursos Hídricos. 2018. (Outra).

4.
Animais na UFOB: Implicações e Orientações. 2017. (Outra).

5.
I Encontro de Técnico-Administrativos da UFOB. 2017. (Encontro).

6.
I Fórum Baiano de Gestão Ambiental nas Instituições de Ensino Superior.Iniciativas em Gestão Ambiental e ações desenvolvidas na Universidade Federal do Oeste da Bahia. 2017. (Outra).

7.
IV Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia.RENDIMENTO DE FITOMASSA EM PLANTAS DE RÚCULA cv. apreciatta folha larga SUBMETIDA A DOSES DE FÓSFORO. 2017. (Outra).

8.
XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. PRODUÇÃO DE ÓLEO ESSENCIAL DE MANJERICÃO CV. MARIA BONITA CULTIVADO EM DIFERENTES AMBIENTES DE LUZ E NÍVEIS DE POTÁSSIO. 2017. (Congresso).

9.
XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. RENDIMENTO DE FITOMASSA E ÍNDICES FISIOLÓGICOS DE MANJERICÃO SUBMETIDO A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. 2017. (Congresso).

10.
III Reunião Nordestina de Ciência do Solo.MANJERICÃO CULTIVADO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE LUMINOSIDADE E CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. 2016. (Encontro).

11.
III Reunião Nordestina de Ciência do Solo.CRESCIMENTO DE MANJERICÃO CV. MARIA BONITA SUBMETIDO A PROPORÇÕES DE NITRATO E AMÔNIO. 2016. (Encontro).

12.
IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental - COBESA. CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SALVIA SUBMETIDAS AO ESTRESSE POR ALUMÍNIO.. 2016. (Congresso).

13.
IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental - COBESA. TEOR E ACÚMULO DE NPK EM MANJERICÃO CULTIVADO SOB ESTRESSE POR ALUMÍNIO.. 2016. (Congresso).

14.
IV Seminário Baiano de Solos. 2016. (Seminário).

15.
CONFERÊNCIA GOVERNANÇA DO SOLO. 2015. (Outra).

16.
I Workshop Internacional: Potencial Biotecnológico de Espécies Vegetais e de Microorganismos. 2015. (Oficina).

17.
IX Ato comemorativo pelo dia nacional da conservação do solo. 2015. (Outra).

18.
IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, inovação e Pós-Graduação.CULTIVO HIDROPÔNICO DE CEBOLINHA SOB DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE POTÁSSIO. 2015. (Seminário).

19.
XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Coentro cultivado em sistema hidropônico sob diferentes concentrações de potássio. 2015. (Congresso).

20.
1ª Semana de Atualização em Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (1ªSECAB). 2014. (Outra).

21.
II Ciclo de Seminários Científicos do Grupo de Pesquisa Manejo de Nutrientes no Solo e em Plantas Cultivadas. 2014. (Seminário).

22.
III Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia (III RECONCITEC). 2014. (Outra).

23.
II Reunião Nordestina de Ciência do Solo e 3º Seminário Baiano de Solos. 2014. (Encontro).

24.
Oficina: Primeiro Dia de Campo do Recôncavo da Bahia em Tecnologias para a Produção Pecuária. 2014. (Oficina).

25.
II Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia (II Reconcitec). 2012. (Outra).

26.
I Semana do Administrdor: Gestão Estratégica: Desafios no contexto do Empreendedorismo e da Sustentabilidade. 2012. (Seminário).

27.
Mostra Cinemando com a Literatura: Textos de Autoria Feminina. 2012. (Outra).

28.
Reunião Regional da SBPC no Recôncavo da Bahia.INFLUÊNCIA DO TAMANHO DA AMOSTRA NA ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO ATUAL DE FORRAGEM EM PASTAGEM DE Brachiaria decumbens Stapf cv IPEAN. 2010. (Outra).

29.
III Seminário de Pesqisa do Recôncavo da Bahia,III Seminário Estudantil de Pesquisa,III Seminário de Pós-Graduação. 2009. (Seminário).

30.
II Seminário de Pesqisa do Recôncavo da Bahia,II Seminário Estudantil de Pesquisa,II Seminário de Pós-Graduação. 2008. (Seminário).

31.
Ato Comemorativo do dia nacional de conservação do Solo. 2007. (Outra).

32.
I Circuito de Palestras do GEAISA. 2007. (Outra).

33.
I Seminário de Pesqisa do Recôncavo da Bahia,I Seminário Estudantil de Pesquisa,I Seminário de Pós-Graduação. 2007. (Seminário).

34.
Dia de Campo Bahia Citros. 2005. (Outra).

35.
I Encontro sobre Agroecologia e Agricultura Familiar. 2005. (Encontro).

36.
V Semana de Atualização Agronômica. 2005. (Outra).

37.
III Exposição de Tecnologias Agrícolas - EXPOTEC. 2004. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CARVALHO, J. L. V. ; LAVORATTI, J. T. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, R. U. ; MENDES, G. P. R. . Soluções Naturais para a Água: Desafios Atuais na Gestão de Recursos Hídricos. 2018. (Outro).

2.
LAVORATTI, J. T. ; CARVALHO, J. L. V. ; MATOS, L. S. . II Encontro Animais na UFOB: Implicações e Orientações. 2018. (Outro).

3.
MATOS, L. S.; CARVALHO, J. L. V. ; LAVORATTI, J. T. . Animais na UFOB: Implicações e Orientações. 2017. (Outro).

4.
Garcia, R. P. M. ; MATOS, L. S. . Monitoria - IX SEMINÁRIO DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, E INOVAÇÃO DA UFRB e III Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação. 2015. (Outro).

5.
SOUZA, G. S. ; LIMA, E. V. ; SANTIAGO, A. R. ; MATOS, L. S. . Monitoria - 1ª Semana de Atualização em Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (1ªSECAB). 2014. (Outro).

6.
MATOS, L. S.; MENDES, J. R. B . Processo Seletivo Coopermulta. 2012. (Outro).

7.
SILVA, M. R. ; MATOS, L. S. ; SANTOS, R. P. . Ato comemorativo do Dia Nacional de Conservação do Solo. 2007. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 17:34:24