Maria Emília Granduque José

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7951231540522286
  • Última atualização do currículo em 25/09/2018


Possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007), mestrado em Historia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2017). Atualmente é pós-doutoranda junto à Universidade Estadual Paulista (UNESP- campus Franca) com bolsa FAPESP. É membro do Projeto Temático, financiado pela FAPESP, ?Escritos sobre os Novos Mundos: uma história da construção dos valores morais em língua portuguesa? (processo 2013/14786-6) e do Laboratório de Estudos Americanos - LEA da UNICAMP. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da América Colonial e História Moderna, atuando principalmente nos seguintes temas: Cultura Ibero-americana, Crônicas de Índias, Tratados de história, Séculos XVI e XVII. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Emília Granduque José
Nome em citações bibliográficas
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP - Campus de Franca.
Avenida Eufrásia Monteiro Petráglia - 900
Jardim Doutor Antônio Petráglia
14409160 - Franca, SP - Brasil
Telefone: (16) 3706


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2017
Doutorado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período sanduíche em Universidade de Salamanca (Orientador: Ana María Carabias Torres).
Título: O Novo Mundo pelo olhar dos cronistas espanhóis (século XVI), Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Leandro Karnal.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2009 - 2011
Mestrado em Historia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: A presença de Malinche nas crônicas de Índias do século XVI,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Ana Raquel Marques da Cunha Martins Portugal.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2004 - 2007
Graduação em História.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: A idéia de América Latina: origens e implicaçoes no século XIX.
Orientador: Ana Raquel Marques da Cunha Martins Portugal.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2018
Pós-Doutorado.
Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.
Bolsista do(a): FAPESP, BEPE, Brasil.
2017 - 2017
Pós-Doutorado.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.


Formação Complementar


2007 - 2008
Historia económica de America Latina.
Universidade de Santiago de Compostela, USC, Espanha.
2007 - 2008
Tendencias historiograficas actuais I.
Universidade de Santiago de Compostela, USC, Espanha.
2007 - 2008
Historiografia xeral.
Universidade de Santiago de Compostela, USC, Espanha.


Atuação Profissional



Fundação Biblioteca Nacional, FBN, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: pesquisador


Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de pesquisa


2018 - 2018
Um exemplar da Fundação Biblioteca Nacional sobre a arte de navegar: a edição do Breve Compendio de Martín Cortés
Descrição: Na seção de obras raras do acervo da Fundação Biblioteca Nacional, encontra-se o Breve compendio de la sphera y arte de navegar, um tratado de navegação escrito pelo espanhol Martín Cortés no século XVI. Publicado em diferentes lugares após a primeira impressão de 1551, esse tratado ganha importância já nessa época por apresentar um conjunto de instruções teóricas e práticas aos pilotos e navegantes envolvidos nas viagens dos descobrimentos. Visando divulgar o papel da Fundação Biblioteca Nacional para a conservação de um documento do Quinhentos europeu, esta pesquisa analisará como esse documento chave para a história da navegação ajudou a promover os saberes relacionados às técnicas marítimas nesse período. Tendo em vista esta questão, o principal produto a ser apresentado é uma edição que busca não apenas traduzir o referido documento para o português, mas também examinar ? no estudo introdutório ? as especificidades do gênero ?tratado de navegação? na época. Mais precisamente, o trabalho a ser elaborado trata-se de uma edição da obra de Martín Cortés que se atentará ao papel de livros acerca das técnicas de navegar para a promoção de um saber náutico no século XVI..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2018 - Atual
Instruções para ser um bom cronista na Espanha (Séculos XVI e XVII)
Descrição: Entre os séculos XVI e XVII, foram produzidos na Espanha diversos tratados que visavam definir não apenas as regras que deveriam conduzir a escrita da história, mas também as qualidades esperadas de um bom cronista. Justificavam os autores desses tratados que a imagem de um reino e, consequentemente, de seu governante construía-se a partir da história elaborada pelos letrados encarregados de registrar o passado. A proposta deste projeto é interrogar como esses letrados definiram o ofício do cronista e historiador na sociedade espanhola dessa época. Mais precisamente, desdobrando um dos objetivos de minha pesquisa de pós-doutorado, A arte de escrever história (Espanha - séculos XVI e XVII), que busca examinar as diretrizes que orientavam o fazer histórico espanhol, este projeto, a ser desenvolvido no período de nove meses no exterior, tem como alvo analisar as funções atribuídas ao cronista/historiador, bem como os requisitos necessários para o exercício desse ofício..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2018 - Atual
A arte de escrever história (Espanha - séculos XVI e XVII)
Descrição: Dando continuidade a minha pesquisa de doutorado em que o objetivo foi analisar de que modo os cronistas de Índias buscaram traduzir um Novo Mundo para os europeus, este trabalho pretende examinar em que medida as crônicas escritas por esses letrados ajudaram a enriquecer o saber histórico produzido em solo espanhol entre os séculos XVI e XVII. Com ênfase nos prólogos de suas obras, espaço em que esses cronistas dissertavam de maneira mais ordenada e sistematizada sobre as metas do seu ofício, a proposta deste estudo é investigar como essa produção contribuiu para definir o fazer histórico dessa época. Visando demarcar o recorte final da pesquisa, este estudo também não deixará de avaliar como essas diretrizes ditadas pelos cronistas passam a ser mais expressivas nas crônicas produzidas no século XVII - período em que seus autores se mostram mais preocupados em relação à forma de se narrar a história. Tendo em vista essas questões, o principal produto a ser apresentado no final do estágio de pós-doutorado é uma antologia crítica em que serão traduzidos os prólogos dessas crônicas, isto é, as partes desses documentos em que os cronistas procuram expressar as motivações, os objetivos e os critérios de sua escrita.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia Moderna.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia da América Colonial.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2015GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. El saber procedente del Nuevo Mundo y su traslado a Salamanca. Salamanca Working Papers Series, v. 02, p. 3-24, 2015.

2.
2GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2014 GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A ideia de história no tratadista espanhol Luis Cabrera de Cordoba (século XVII). História da Historiografia, v. 14, p. 198-206, 2014.

3.
1GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2014GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. Christian Duverger - 'Cortés et son double: enquête sur une mystification.'. Revista Complutense de Historia de América, v. 40, p. 311, 2014.

4.
3GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2014GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. Duas imagens de Hernán Cortés: uma conversa com Christian Duverger. Anos 90 (Online) (Porto Alegre), v. 21, p. 535, 2014.

5.
4GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2012 GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A imagem de Malinche pelas crônicas da conquista espanhola do México (século XVI). Dimensões: Revista de História da UFES, v. 29, p. 333-350, 2012.

6.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília2012GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A percepção da vista e a observação direta como formas de conhecimento na escrita sobre as descobertas e conquistas do Novo Mundo (século XVI).. REVISTA ELETRÔNICA DA ANPHLAC, v. 10º, p. 1, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A Malinche dos cronistas. 1º. ed. Curitiba: Prismas, 2016.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. El saber procedente del Nuevo Mundo a su traslado a Salamanca. In: 'Nuevos Acercamientos a la historia de la Escuela de Salamanca', 2015, Salamanca. The School of Salamanca, 2015.

2.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A percepção da vista e a observação direta como formas de conhecimento na escrita sobre as descobertas e conquistas do Novo Mundo (século XVI). In: X Encontro Internacional da ANPHLAC, 2012, São Paulo. X Encontro Internacional da ANPHLAC, 2012.

3.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. O processo de formação das Crônicas de Índias no século XVI. In: XXVI Simpósio Nacional de História, 2011, São Paulo. Anpuh: 50 anos, 2011.

4.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A percepção da figura de Malinche a partir do discurso cronístico espanhol do século XVI. In: Anais do evento: XXV Simpósio Nacional de História - História e ética, 2009, Fortaleza. Relaçoes de gênero e interculturalidade. Fortaleza: Editora Littere, 2009. p. 435-435.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. O modelo de conquistador espanhol no século XVI. In: XIX Semana de história da Unesp - História, leitura e cultura midiática, 2013, Franca. XIX semana de História da UNESP - História, Leitura e Cultura Midiática, 2013.

Apresentações de Trabalho
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. Os saberes medicinais divulgados pelas crônicas de Índias (século XVI). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A edificação de um saber sobre o Novo Mundo pelas crônicas de Índias (Século XVI). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. Instruções para a boa escrita da história em língua vernácula na Espanha (séculos XVI e XVII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A história e a crônica na Espanha do século XVI. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. De los escritos sobre el Nuevo Mundo a su traslado a Salamanca. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. O modelo de conquistador espanhol no século XVI. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A percepção da 'vista' e a observação direta como formas de conhecimento na escrita sobre as descobertas e conquistas do Novo Mundo no século XVI. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. O processo de formação das Crônicas de Índias no século XVI. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. A percepçao da figura de Malinche a partir do discurso cronístico espanhol do século XVI. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. História e Cultura. 2018.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XIII Encontro Internacional da ANPHLAC.A edificação de um saber sobre o Novo Mundo pelas crônicas de Índias (Século XVI). 2018. (Encontro).

2.
I Congresso de América Colonial da UNICAMP - Historiografia, acervos e documentos,. As crônicas e a escrita sobre o Novo Mundo. 2017. (Congresso).

3.
Nuevos acercamientos a la historia de la Escuela de Salamanca.De los escritos sobre el Nuevo Mundo a su traslado a Salamanca. 2014. (Seminário).

4.
X Encontro Internacional da Anphlac.A percepção da "vista" e a observação direta como formas de conhecimento na escrita sobre as descobertas e conquistas do Novo Mundo no século XVI.. 2012. (Encontro).

5.
XXVI Simpósio Nacional de História.O processo de formação das Crônicas de Índias no século XVI. 2011. (Simpósio).

6.
XXV Simpósio Nacional de História.A percepçao da figura de Malinche a partir do discurso cronístico espanhol do século XVI. 2009. (Simpósio).

7.
XVII Semana de História: Novos embates historiográficos.Origem e idéia do nome América Latina. 2008. (Simpósio).

8.
XVII Semana de História: Novos embates historiográficos. 2008. (Simpósio).

9.
Arte Pet 2006: Homem, tempo e sociedade.. 2006. (Oficina).

10.
Entre Práticas e representações: o ofício do historiador.. 2006. (Simpósio).

11.
XVI Semana de História: História Repensada.. 2006. (Simpósio).

12.
XVI Semana de História: História Repensada..A idéia de América Latina: origens e implicações no século XIX.. 2006. (Simpósio).

13.
A escrita da História.Heranças (in) culturais do Brasi colonial no âmbito educacional.. 2005. (Simpósio).

14.
A escrita da História. 2005. (Simpósio).

15.
O espelho de Quixote: O universo real num jogo de palavras. 2005. (Simpósio).

16.
As cidades no tempo: do mundo antigo ao contemporâneo. 2004. (Simpósio).

17.
Fórum Mundial da Educação. 2004. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. I Congresso de América Colonial da UNICAMP - Historiografia, acervos e documentos. 2017. (Congresso).

2.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. Colóquio entre Brasil e Portugal: memória e identidade. 2009. (Outro).

3.
GRANDUQUE JOSÉ, Maria Emília. I Simpósio de Educaçao: políticas educacionas em debate. 2007. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 15:03:17