Quesler Fagundes Camargos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8957564395997604
  • Última atualização do currículo em 26/12/2018


É licenciado em Português (2010) e bacharel em Linguística (2010) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Possui mestrado em Estudos Linguísticos (2013) e Doutorado em Estudos Linguísticos (2017) pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Minas Gerais (POSLIN/UFMG), com período sanduíche na Universidade Eduardo Mondlane em Moçambique (2014), período durante o qual pode desenvolver atividades referentes à morfossintaxe de línguas africanas e indígenas. Atualmente é professor do Departamento de Educação Intercultural da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), e é coordenador do Programa de Especialização em Educação Escolar Indígena (PPGEI). Atua como pesquisador no Grupo de Estudos em Educação na Amazônia (GPEA/UNIR), na linha de pesquisa ?Estudos da Linguagem Intercultural?. Coordena projetos de pesquisas, tendo como objetivo o estudo da sintaxe e da morfologia de línguas indígenas brasileiras, sobretudo a respeito das línguas Guajajára (Tupí-Guaraní), Oro Wari? (Txapakura) e Aikanã (língua isolada). Vem adotando, como suporte teórico, intuições da tipologia linguística e desenvolvimentos recentes da teoria gerativa. Dentre os vários aspectos gramaticais, tem se interessado, por exemplo, pelos sistemas de concordância verbal, processos de aumento de valência verbal por meio da causativização e aplicativização, codificação de tempo, aspecto e modalidade. Além disso, coordena um projeto de documentação, descrição e análise das línguas da família Txapakura, cujo objetivo é a construção de uma gramática descritiva e a produção de material pedagógico a ser utilizado nas escolas indígenas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Quesler Fagundes Camargos
Nome em citações bibliográficas
CAMARGOS, Quesler Fagundes

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Rondônia, Departamento de Educação Intercultural.
Rua Rio Amazonas, 351
Jardim dos Migrantes
76900726 - Ji-Paraná, RO - Brasil
Telefone: (69) 993531303
URL da Homepage: www.deinter.unir.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Estudos Lingüísticos.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Eduardo Mondlane (Orientador: Armindo Saúl Atelela Ngunga).
Título: Aplicativização, causativização e nominalização: uma análise unificada de estruturas argumentais em Tenetehára-Guajajára (Família Tupí-Guaraní), Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Fábio Bonfim Duarte.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Línguas indígenas; Tupí-Guaraní; Estrutura Argumental; Causativização; Programa Minimalista.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Linguística Descritiva.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Linguística Descritiva / Especialidade: Línguas Indígenas.
2011 - 2013
Mestrado em Estudos Lingüísticos.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Estruturas causativas em Tenetehára: uma abordagem minimalista,Ano de Obtenção: 2013.
Orientador: Fábio Bonfim Duarte.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Língua Indígena; Tupí-Guaraní; Tenetehára; Guajajara; Estrutura Argumental; Causatividade.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Linguística Descritiva / Especialidade: Línguas Indígenas.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
2005 - 2010
Graduação em Letras (Licenciatura em Português).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2005 - 2010
Graduação em Letras (Bacharelado em Linguística).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?.
Orientador: Fábio Bonfim Duarte.




Formação Complementar


2014 - 2014
Curso de Língua Rhonga. (Carga horária: 60h).
Universidade Eduardo Mondlane, UEM, Moçambique.
2013 - 2013
Topics in Argument Structure (Artemis Alexiadou). (Carga horária: 15h).
Associação Brasileira de Lingüística, ABRALIN, Brasil.
2013 - 2013
Move, Agree and Phasehood in Raising Constructions. (Carga horária: 15h).
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística, ANPOLL, Brasil.
2010 - 2010
O sujeito do discurso (CHARAUDEAU, Patrick). (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2010 - 2010
Problemáticas Emergentes da Análise do Discurso. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/2018 - Atual
Direção e administração, Departamento de Educação Intercultural, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Especialização Lato Sensu em Educação Escolar Indígena.
08/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, PRO-REITORIA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA, .

Cargo ou função
Comitê Assessor de Pesquisa da UNIR.
06/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, PRO-REITORIA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA, .

Cargo ou função
Comitê Técnico Científico do PIBIC/UNIR/CNPq.
04/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Núcleo Docente Estruturante - NDE/DEINTER/UNIR, .

Cargo ou função
Vice-Coordenador.
03/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Geografia socioambiental, .

10/2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Grupo de Pesquisa em Educação na Amazônia - GPEA, .

08/2015 - Atual
Ensino, Educação Básica Intercultural, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ensino Bilíngue
Estudos na Aldeia VI
Línguas e Interculturalidade I
Línguas e Linguística III
Línguas e Literaturas III
Oralidade e Escrita II, III e IV
Pesquisa Intercultural III
09/2016 - 09/2018
Direção e administração, Departamento de Educação Intercultural, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
09/2016 - 09/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho do Campus de Ji-Paraná, .

Cargo ou função
Conselheiro.
02/2016 - 06/2016
Ensino, Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa

Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Estágio de docência (Bolsista CAPES), Carga horária: 4

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Aluno de doutorado, Enquadramento Funcional: Representante discente no Colegiado do POSLIN, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Representante discente junto ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da FALE/UFMG. Coordenadora: Emília Mendes. Sub-coordenador: Ricardo Augusto de Souza.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista PRONOTURNO, Carga horária: 20
Outras informações
Iniciação Científica; Pesquisa em Análise e Descrição de Língua Indígenas; Título: Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor de Linguística, Carga horária: 4
Outras informações
Monitor da disciplina Sintaxe do Português (LET031)

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor de Linguística, Carga horária: 2
Outras informações
Monitor das disciplinas Introdução aos Estudos Linguísticos II (LET018)

Atividades

02/2015 - 06/2015
Ensino, Faculdade de Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sintaxe do Português (LET031)

Universidade Eduardo Mondlane, UEM, Moçambique.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 15


Secretaria de Estado de Educação de MG, SEEMG, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Estrangeira: Inglês, Carga horária: 24



Linhas de pesquisa


1.
Materiais didáticos em Geografia intercultural

Objetivo: Analisar e elaborar materiais didáticos interculturais, bilíngues para as escolas indígenas diferenciadas de Rondônia e noroeste do Mato Grosso.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Edição e edição integrada à impressão.
Palavras-chave: Território, Terra Indígena e Gestão Ambiental; Material didático; Interculturalidade.
2.
Estudos interculturais e interdisciplinares sobre Educação indígena

Objetivo: O objetivo desta linha de pesquisa é conjugar estudos interdisciplinares e interculturais acerca da educação escolar indígena, da antropologia, da linguagem e das ciências da natureza e da matemática, visando o fortalecimento da cultura dos povos indígenas e o respeito à diferença e a convivência humana.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Educação Escolar Indígena; Interculturalidade.
3.
Estudos da Linguagem Intercultural

Objetivo: Aprofundar estudos sobre as relações das línguas indígenas no contexto da educação bilingue na perspectiva da família linguística Tupi Mondé: comparação, dialetologia,sociolinguistica, variação e etnolinguistica.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: Linguagem; Interculturalidade; Tupí-Mondé.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Descrição e análise de línguas indígenas amazônicas
Descrição: O presente projeto de pesquisa tem a finalidade de fazer inicialmente um levantamento bibliográfico de trabalhos realizados sobre as línguas indígenas amazônicas do estado de Rondônia. A partir dessa bibliografia, objetiva-se realizar uma descrição e posterior análise dessas línguas. Um importante argumento que justifica esta pesquisa está fundamentado no fato de que são urgentes as pesquisas voltadas para as línguas indígenas brasileiras, uma vez que possivelmente mais da metade dessas línguas não possuem boas descrições gramaticais e pouquíssimas línguas apresentam estudos teóricos relativamente aprofundados. Do ponto de vista estritamente linguístico, deve-se considerar ainda que as línguas indígenas revelam uma enorme variedade de possibilidades gramaticais que não se encontram em outras línguas do mundo. Desse modo, o estudo sistematizado dessas línguas certamente trará enormes contribuições para os estudos linguísticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Coordenador.
2016 - Atual
Investigação sociolinguística da língua falada pelo povo indígena Aikanã
Descrição: O presente projeto de pesquisa tem por objetivo investigar a situação sociolinguística do povo indígena Aikanã, especialmente no que diz respeito ao contato com os não indígenas e com os indígenas Kwazá, que habitam as Terras Indígenas Kwazá do Rio São Pedro e Tubarão-Latundê. Em termos teórico-metodológicos, este trabalho se apoia nos princípios da sociolinguística interacional e do bilinguismo, enquanto que a coleta de dados se fundamenta em uma abordagem metodológica com base nos pressupostos das pesquisas quantiqualitativas. Em termos teóricos, serão averiguadas as influências translinguísticas, a mudança de código oriundas do contato com o português e com o Kwazá, o uso da língua nos contextos sociais e, finalmente, o grau de bilinguismo, a fim de que este trabalho possa contribuir de forma adequada com a Educação Escolar Indígena Intercultural e Bilíngue nas comunidades Aikanã e Kwazá..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Coordenador / Eliete Aikanã - Integrante / Andressa Santiago Monte Verde - Integrante / Luzeu Aikanã - Integrante / Irídio Aikanã - Integrante.
2015 - Atual
Documentação, descrição e análise das línguas da família linguística Txapakura
Descrição: O presente projeto de pesquisa tem a finalidade de documentar, analisar e descrever as línguas da família linguística Txapakura. O objetivo principal é o estudo científico das línguas Wari? e Oro Win, que são atualmente as línguas vivas representantes dessa família. O intuito é de buscar a produção de textos da literatura oral e a descrição gramatical para que se possa contribuir com sua documentação e preservação. Um importante argumento que justifica esta pesquisa está fundamentado no fato de que é urgente a necessidade de pesquisas voltadas para as línguas indígenas brasileiras, uma vez que há trabalhos que apontam que mais da metade dessas línguas não possuem boas descrições gramaticais e pouquíssimas línguas apresentam estudos de natureza teórica relativamente aprofundados. Do ponto de vista estritamente linguístico, deve-se considerar ainda que as línguas indígenas revelam uma enorme variedade de possibilidades gramaticais que não se encontram em outras línguas do mundo. Desse modo, o estudo sistematizado dessas línguas certamente trará enormes contribuições para os estudos linguísticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Coordenador.
Financiador(es): Fundação Rondônia - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Descrição e Documentação de Línguas Moçambicanas/ Fase 1
Descrição: Este projeto visa dar início a uma cooperação internacional de pesquisa científica entre o Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos e a Universidade Eduardo Mondlane de Maputo. O foco principal dessa cooperação é contribuir com a descrição e documentação de línguas bantu, faladas em Moçambique. Conforme dados apurados a partir de Ngunga (2012:3), podemos afirmar com certa segurança que a situação linguística nesse país é marcada pela existência de uma grande diversidade de povos e línguas. Nesse sentido, assim como a maioria dos países africanos, pode-se considerar que Moçambique é um país multilíngue, tendo em vista que coexiste com o português uma variedade de línguas nativas, todas pertencentes à família linguística bantu. Ngunga (2014) considera que as línguas bantu constituem o principal substrato linguístico do país, visto que essas são as línguas maternas de mais de oitenta por cento de moçambicanos. Ademais, os dados estatísticos sobre a situação linguística de Moçambique variam muito, dependendo da fonte a que se consulta, o que dificulta identificar quantas línguas são faladas efetivamente no país. Curiosamente, quando se tenta responder à pergunta sobre a quantidade de línguas existentes em Moçambique, o mais seguro, segundo Ngunga, é afirmar que a cifra total varia entre 9 e 43..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Integrante / Fábio Bonfim Duarte - Coordenador / Ricardo Campos Castro - Integrante / Armindo Ngunga - Integrante / David Langa - Integrante / Raul Balate - Integrante / Flora Amosse - Integrante / Mônica Marçal - Integrante / Crisófia Langa - Integrante / Nelsa Nhantumbo - Integrante / Kondowane Nhoque - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4
2008 - Atual
Ergatividade em Línguas Indígenas e suas conseqüências para a teoria de Caso
Descrição: Este projeto de pesquisa visa à análise comparativa de dados de línguas indígenas brasileiras, pertencentes aos troncos lingüísticos Macro-Jê e Tupi, no intuito de testar hipóteses gerativas, referentes à Teoria de Caso. Interessa, por exemplo, compreender até que ponto os sistemas ergativos, ocorrentes nessas línguas, diferem dos sistemas nominativos encontrados, por exemplo, nas línguas indo-européias. Uma das hipóteses centrais que estarei avaliando, no decorrer da análise, é se Caso ergativo corresponde mesmo a Caso inerente ou se, ao contrário, equivale a Caso estrutural. Em geral, o que se observa é que Caso ergativo em línguas Jê está muito associado ao papel temático que o sujeito agente de verbos transitivos de ação apanha no curso da derivação sintática. Outra hipótese a ser testada é se Caso absolutivo equivale a Caso nominativo ou a Caso acusativo. Para tanto, serão levados em consideração, durante a análise, os dados das línguas Tenetehára, Ka apor, Apãniekra, Apinajé, Maxacali e Guarany Mbyá. A partir dos dados lingüísticos colhidos, será necessário identificar possíveis diagnósticos morfossintáticos que nos permitam fornecer uma explicação coerente e satisfatória para as questões levantadas na parte dos objetivos específicos desse projeto. A metodologia a ser empregada tem como base a transcrição de dados da língua em uso; a análise descritiva em seus níveis fonético-fonológicos; morfológicos; sintáticos e semânticos. Somente após esta etapa, será possível aprofundar a análise teórica dos dados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Integrante / Fábio Bonfim Duarte - Coordenador / Ricardo Campos Castro - Integrante / Nasle Cabana - Integrante / Guilherme Lourenço - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 11


Projetos de extensão


2015 - Atual
Programa de Extensão Universitária: ?Pamakóbáe Poutígie? (Ikolen) e ?Imayahmây nã kamã? (Karo)
Descrição: O Programa de Extensão Universitária: ?Pamakóbáe Poutígie? (Ikolen) ?Imayahmây nã kamã? (Karo) relaciona-se a Linha Temática da Educação. Está vinculado ao Grupo de Pesquisa em Educação na Amazônia (GPEA), na Linha de Pesquisa '?Antropologia Etnopedagógica: povos indígenas, interculturalidade e currículo?e ao componente curricular do Curso de Pedagogia ?Educação com os Povos da Floresta?. A proposta diz respeito à oferta de formação continuada formatada em 10 (dez) encontros bimestrais que será desenvolvida em Ji-Paraná, estado de Rondônia, na Terra Indígena Igarapé Lourdes junto a comunidade e docentes dos Povos Ikolen-Gavião e Karo-Arara no período 25 de novembro de 2015 a 23 de novembro de 2016, com possibilidade de ampliação do prazo considerando os objetivos propostos. Será realizado em parceria da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), Coordenadoria Regional de Ensino - Ji-Paraná (CRE), Núcleo de Educação Escolar Indígena ? (NEEI). O Programa envolve 02 projetos: Projeto I ?Pamakóbáe Poutígie?: contribuir na formação de 20 (vinte) docentes indígenas do Povo Gavião Ikolen da rede pública estadual do ensino fundamental através de assessoria pedagógica na implementação do Projeto Político Pedagógico Intercultural (PPP I) e elaboração de material didático específico e bilíngue, com carga horária correspondente a 200 (duzentas) horas; Projeto II ?Imayahmây nã kamã?: contribuir na formação de 20 (vinte) docentes indígenas do Povo Karo-Arara da rede pública estadual do ensino fundamental através de assessoria pedagógica na implementação do Projeto Político Pedagógico Intercultural (PPP I) e elaboração de material didático específico e bilíngue, com carga horária correspondente a 200 (duzentas) horas. Parte da carga horária será destinada à fundamentação da discussão e parte do curso envolverá diálogos com docentes e comunidade ? reuniões e oficinas com vistas a implementação do Projeto Político Pedagógico Intercultural (PPP I) e elaboração de material didático específico e bilíngue.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Integrante / Josélia Gomes Neves - Coordenador.


Outros Projetos


2015 - Atual
Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para a Diversidade - PIBID Diversidade
Descrição: O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para a Diversidade - PIBID Diversidade, tem como objetivo o aperfeiçoamento da formação inicial de professores para o exercício da docência nas escolas indígenas. O PIBID Diversidade concede bolsas a alunos matriculados em cursos de licenciatura nas áreas Intercultural Indígena, para que desenvolvam atividades didático-pedagógicas em escolas de educação básica indígenas..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) .

Integrantes: Quesler Fagundes Camargos - Coordenador / Marines Kanoé - Integrante / Rosinaldo Oro Nao? - Integrante / Ruben Mayxoter Suruí - Integrante / Tiago Jabuti - Integrante / Uraan Anderson Suruí - Integrante / Genilson Cao Oro Waje - Integrante / Nelson Karitiana - Integrante / Tiago Zoró - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Linguística Descritiva/Especialidade: Línguas Indígenas.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CASTRO, R. C.2018CASTRO, R. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Estruturas causativas, reflexivas, recíprocas e anticausativas na língua Tenetehára-Guajajára (Família Tupí-Guaraní). Cadernos de Estudos Lingüísticos, v. 60, p. 669-690, 2018.

2.
ORO WARAM XIJEIN, M2018ORO WARAM XIJEIN, M ; APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Processos de aumento e de diminuição de valência verbal em Oro Wari’ (Wari/Pacaa Nova, Txapakura). REVISTA BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA ANTROPOLÓGICA, v. 10, p. 201-236, 2018.

3.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2017CAMARGOS, Quesler Fagundes. Exploring agreement displacement from the Internal to the External Argument in the Tenetehára language (Tupí-Guaraní family). DIADORIM (RIO DE JANEIRO), v. 19, p. 252-268, 2017.

4.
DUARTE, Fábio Bonfim2016DUARTE, Fábio Bonfim ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; CASTRO, Ricardo Campos . Antipassive structure in Tenetehára (Tupi-Guarani family). REVISTA BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA ANTROPOLÓGICA, v. 8, p. 61-82, 2016.

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2016CAMARGOS, Quesler Fagundes. A sintaxe e a morfologia das nominalizações na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). Revista Linguística, v. 12, p. 110-134, 2016.

6.
CASTRO, R. C.2015CASTRO, R. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Propriedades verbais em estruturas nominais e nominalizadas na língua Tenetehára (Família Tupí-Guaraní). Liames (UNICAMP), v. 15, p. 47-67, 2015.

7.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2015CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Morfemas causativos nas línguas indígenas brasileiras. Web-Revista SOCIODIALETO, v. 5, p. 198-218, 2015.

8.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2015CAMARGOS, Quesler Fagundes. O parâmetro 'Agregação de Voice' e as funções de v-zinho em quatro línguas indígenas brasileiras. Linguistica (Madrid), v. 31, p. 111-129, 2015.

9.
DUARTE, Fábio Bonfim2014DUARTE, Fábio Bonfim ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; CASTRO, R. C. . Estruturas antipassivas em Tenetehára. VEREDAS - REVISTA DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS, v. 18, p. 318-341, 2014.

10.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2014CAMARGOS, Quesler Fagundes. Estatuto gramatical do morfema causativo {-kar} na línguaTenetehára (Tupí-guaraní). Linguística (Rio de Janeiro), v. 10, p. 199-217, 2014.

11.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2013CAMARGOS, Quesler Fagundes. Causativização morfológica na Língua Tenetehára: análise à luz da estrutura bipartida do VP. Revista Virtual dos Estudantes de Letras, v. 6, p. 1-28, 2013.

12.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2013CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Paralelismo entre DP e CP a partir das nominalizações na língua Tenetehára. Revista da ANPOLL (Online), v. 34, p. 393-434, 2013.

13.
FARIA, Daniela da Silva2011FARIA, Daniela da Silva ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . A abordagem comunicativa no processo de ensino-aprendizagem. Revista Querubim, v. 14, p. 21-24, 2011.

14.
CAMARGOS, Quesler Fagundes2011CAMARGOS, Quesler Fagundes; FARIA, Daniela da Silva . Verbos polissêmicos no Português: uma breve análise semântica. Revista Gatilho (PPGL/ UFJF. Online), v. 14, p. 1-17, 2011.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
DUARTE, Fábio Bonfim ; SILVA, C. M. S. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; CASTRO, R. C. ; GUAJAJARA, M. C. S. . Coletânea de Narrativas Guajajára. 1. ed. Belo Horizonte: Faculdade de Letras/UFMG, 2018. 122p .

2.
DUARTE, Fábio Bonfim ; SILVA, C. M. S. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; CASTRO, R. C. ; GUAJAJARA, M. C. S. . Interpretação de textos e atividades gramaticais na língua Guajajára. 1. ed. Belo Horizonte: Faculdade de Letras/UFMG, 2018. v. 1. 75p .

3.
MARTINS, A. M. S. (Org.) ; ABRANTES, C. T. (Org.) ; ISIDORO, E. A. (Org.) ; COUTO, F. P. (Org.) ; CAMARGOS, Quesler Fagundes (Org.) . Licenciaturas interculturais indígenas: a área de linguagens e suas interfaces. 1. ed. Ji-Paraná: DEINTER, 2018. v. 1. 234p .

4.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; APONTES, S. A. . Propriedades gramaticais dos sintagmas verbais em Oro Wari? (Txapakura). 1. ed. Ji-Paraná: DEINTER/UNIR, 2018. v. 1. 134p .

5.
NEVES, J. G. (Org.) ; CAMARGOS, Quesler Fagundes (Org.) . Anais do IX Seminário de Educação: resumos expandidos. 1. ed. Porto Velho: EDUFRO, 2016. v. 2. 194p .

6.
NEVES, J. G. (Org.) ; CAMARGOS, Quesler Fagundes (Org.) . Anais do IX Seminário de Educação: trabalhos completos. 1. ed. Porto Velho: EDUFRO, 2016. v. 1. 1354p .

Capítulos de livros publicados
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; ABRANTES, C. T. ; DIAS, P. . A educação escolar indígena multilíngue e intercultural no estado de Rondônia: contribuições do PIBID Diversidade da Universidade Federal de Rondônia. In: MARTINS, Andérbio Márcio Silva; ABRANTES, Cristovão Teixeira; ISIDORO, Edineia Aparecida; COUTO, Fábio Pereira; CAMARGOS, Quesler Fagundes. (Org.). Licenciaturas interculturais indígenas: a área de linguagens e suas interfaces. 1ed.Ji-Paraná: DEINTER, 2018, v. 1, p. 177-198.

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Perda do traço de pessoa em pronomes de terceira pessoa nas línguas arrernte e finlandês. In: SOUSA, Ivan Vale. (Org.). Compilação linguística. 1ed.Curitiba: Atena, 2016, v. , p. 164-181.

3.
NGUNGA, Armindo Saúl Atelela ; DUARTE, Fábio Bonfim ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Differential object marking in Mozambican languages. In: PAYNE, Doris L.; PACCHIAROTTI, Sara; BOSIRE, Mokaya. (Org.). Diversity in African languages. 1ed.Berlin: Language Science Press, 2016, v. , p. 333-353.

4.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, Ricardo Campos ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . A quantificação na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). In: MALVESTITTI, Marisa; DREIDEMIE, Patricia. (Org.). Libro de Actas del III Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas (ELIA). 1ed.Viedma: Universidad Nacional de Río Negro, 2014, v. , p. 237-250.

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Hacia dónde fueron los adjetivos en tenetehára?. In: GARAY, Ana Fernándes; CENSABELLA, Marisa; MALVESTITTI, Marisa. (Org.). Lingüística amerindia: contribuciones y perspectivas. 1ed.Buenos Aires: Editorial de la Facultad de Filosofia y Letras Universidad de Buenos Aires, 2013, v. , p. 43-58.

6.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Núcleos causativos na língua Tenetehára: natureza dos complementos selecionados por CAUSE. In: RODRIGUES, Aryon Dall'Igna; CABRAL, Ana Suelly Arruda Câmara; et al. (Org.). Línguas e Culturas Tupí - Volume (3) & Línguas e Culturas Macro-Jê - Volume (2). 1ed.Campinas: Curt Nimuendajú, 2011, v. 3, p. 147-162.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . O que engatilha a incorporação nominal na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní)?. In: IV Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas, 2018, Santa Rosa. Livro de Actas del IV Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas. Santa Rosa: Universidad Nacional de La Pampa, 2018. p. 113-374.

2.
DIAS, P. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; ABRANTES, C. T. . Currículo escolar indígena: algumas considerações a respeito do ensino das línguas portuguesa e indígenas. In: 25º SemiEdu: Educação, Diversidade Culturais, Sujeitos e Saberes, 2017, Cuiabá. Anais.... Cuiabá: UFMT, 2017. p. 1352-1365.

3.
CALINDRO, A. R. ; APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Negação e concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). In: X Congresso Internacional da ABRALIN, 2017, Niterói. Anais.... Niterói: ABRALIN, 2017. p. 1-15.

4.
AIKANA, E. ; MONTE VERDE, A. S. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Educação escolar indígena, multilinguismo e situação sociolinguística do povo indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. In: IX Seminário de Educação: Educação Intercultural e Democracia Enfrentamentos à Colonialidade na Escola Amazônica, 2016, Ji-Paraná. Anais do Seminário de Educação. Porto Velho: EDUFRO, 2016. v. 1. p. 555-564.

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; SILVA, C. M. S. . Sistema de concordância cíclica na língua Tenetehára (família linguística Tupí-Guaraní). In: IX Seminário de Educação: Educação Intercultural e Democracia Enfrentamentos à Colonialidade na Escola Amazônica, 2016, Ji-Paraná. Anais do Seminário de Educação: trabalhos completos. Porto Velho: EDUFRO, 2016. v. 1. p. 683-693.

6.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Negação e a concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). In: X Simpósio Linguagens e Identidades da/na Amazônia Sul-Ocidental, 2016, Rio Branco. Anais do Simpósio Linguagens e Identidades da/na Amazônia Sul-Ocidental. Rio Branco: UFAC, 2016. v. 1. p. 1-12.

7.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Processos de aumento e de diminuição de valência verbal em Oro Waram (Wari'/Pacaa Nova, Txapakura). In: IX Congresso Internacional da ABRALIN, 2015, Belém. Anais do IX Congresso Internacional da ABRALIN. Belém: ABRALIN, 2015. v. 4. p. 3100-3114.

8.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Sobre a classe de adjetivos na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). In: III Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários na Amazônia, 2011, Belém. Anais do III Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários na Amazônia. Belém: CRV, 2011. v. 3. p. 1039-1057.

9.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Análise fonológica do processo de reduplicação verbal em Tenetehára (Tupí-Guaraní). In: IV Encontro de Estudos da Linguagem e III Encontro Internacional de Estudos da Linguagem, 2011, Pouso Alegre. Anais..., 2011.

10.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Processo de causativização de verbos deadjetivais e suas consequências para o sistema de Caso em Tenetehára. In: XIII Simpósio Nacional de Letras e Linguística e III Simpósio Internacional de Letras e Linguística, 2011, Uberlândia. Anais do SILEL. Uberlândia: EDUFU, 2011. v. 2. p. 1-18.

11.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Estruturas bieventivas em Tenetehára (Família Tupí-Guaraní): evidência da realização dos núcleos Cause e Voice. In: XVI Congresso Internacional da ALFAL, 2011, Alcalá de Henares. Actas del XVI Congreso Internacional de La Asociación de Lingüística y Filología de la América Latina. Alcalá de Henares: ALFAL, 2011.

12.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Para onde foram os adjetivos em Guajajára?. In: II Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas, 2010, Resistencia (Chaco). Actas II Encuentro de Lenguas indígenas Americanas: II Simposio Internacional de Lingüística Amerindia compilado por Marisa Censabella y Raúl Eduardo González. Buenos Aires: Consejo Nacional Investigaciones Científicas Técnicas - CONICET, 2010. v. 1. p. 1-11.

13.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Evidências da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. In: XII Simpósio Nacional de Letras e Linguística e II Simpósio Internacional de Letras e Linguística, 2009, Uberlândia. Anais do SILEL. Uberlândia: EDUFU, 2009. v. 1. p. 1-8.

Apresentações de Trabalho
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Tipologia e gatilhos de incorporação nominal na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MONTE VERDE, A. S. . Análise da Situação sociolinguística do provo indígena Aikanã. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, Ricardo Campos ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . The parallel between verbs and nouns: insights from the Tenetehára language (Tupí-Guaraní family). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, R. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . The parallel between verbs and nouns in the Tenetehára language. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . Morfologia sincrética em Tenetehára-Guajajára (família Tupi-Guaraní): uma proposta unificada das construções reflexivas, recíprocas e anticausativas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
CALINDRO, A. R. V. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; APONTES, S. A. . Negação e concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . Partículas de Final de Sentença (PFSs): uma análise da periferia de CP na língua Tenetehára (Família Tupí-Guaraní(. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DIAS, P. ; JABUTI, T. . Construção da educação escolar indígena multilíngue e intercultural no estado de Rondônia: contribuições do PIBID Diversidade na Universidade Federal de Rondônia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . O que engatilha a incorporação nominal na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní)?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; APONTES, S. A. ; ORO WARAM XIJEIN, M . As estruturas aplicativas em Oro Waram Xijein (Família Txapakura). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
DIAS, P. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; ABRANTES, C. T. . Currículo Escolar Indígena: algumas considerações a respeito do ensino das línguas portuguesa e indígenas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; AIKANA, E. . Morfologia aplicativa na língua indígena Aikanã. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; ORO WARAM XIJEIN, M . Estruturas causativas na língua Oro Waram Xijein da família linguística Txapakura. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; ABRANTES, C. T. ; CASTRO, R. C. . Negação na língua Zoró (família linguística Tupí-Mondé). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . Ascensão de possuidor à função de sujeito de verbos intransitivos na língua Tenetehára (família linguística Tupí-Guaraní). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
PAULA, L. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Arte indígena como instrumento político e identitário: experiências a partir dos povos indígenas de Rondônia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. As línguas indígenas no Brasil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Derivando sistema inverso em Tentehar. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; COUTO, F. P. . Variação linguística: preconceito e as consequências sociais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
AIKANA, E. ; MONTE VERDE, A. S. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Educação escolar indígena, multilinguismo e situação sociolinguística do povo indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; SILVA, C. M. S. . Sistema de concordância cíclica na língua Tenetehára (família linguística Tupí-Guaraní). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
MONTE VERDE, A. S. ; AIKANA, E. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Bilinguismo e Políticas Linguísticas: breve análise a partir do Povo Indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Derivando o sistema inverso em Tenetehára. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
KARITIANA, N. ; ABRANTES, C. T. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Cultura e memória e variação linguística do povo Byyjyty Osop Aky na aldeia Kyõwã da Terra Indígena Karitiana: a nasalidade e a nasalização no Karitiana. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Negação e a concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MARRIME, I. M. . Causação direta e indireta na língua Citshwa (Grupo S.51 Tshwa ? Ronga). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. A sintaxe e a morfologia das nominalizações na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Processos de aumento e de diminuição de valência verbal em Oro Waram (Wari?/Pacaa Nova, Txapakura). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
DUARTE, Fábio Bonfim ; NGUNGA, A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Differential Object Marking in five Mozambique Languages. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Educação, cultura e língua face aos desafios do contato com a comunidade não indígena: questões a partir da perspectiva do povo indígena Tenetehára. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Exploring agreement displacement from the IA to the EA in the Tenetehára language (Tupí-Guaraní). 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Verbos de reestruturação em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Construções causativas e reflexivas na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Antipassivas em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Predicação não verbal em Oro Waram (Pacaa nova, Wari´, Txapakura). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
CASTRO, Ricardo Campos ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Uma análise minimalista da incorporação nominal em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MARRIME, I. M. . Causação direta e indireta na língua Citshwa (Grupo Bantu). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DIMANDE, E. M. ; CASTRO, R. C. . Verbos de controle e de alçamento em Xirhonga. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MUNGUAMBE, H. O. ; MUCOPO, E. D. ; NHATAVE, B. J. . Verbos de controle e de alçamento em Emakhuwa, Cinyungwe, Xichangana e Cicopi. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MPIUKA, D. ; CASTRO, R. C. . Nominalizações deverbais em Shimakonde (língua bantu) e em Tenetehára (Tupí-Guaraní): uma análise contrastiva. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
CASTRO, R. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Nominalizações deverbais na língua Tenetehára e a categorização de palavras. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, R. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Quantificação na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, R. C. . Nominalizações em Tenetehára (Tupí-Guaraní): uma análise à luz da Hipótese do DP. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Causativo {-(u)kar} como spell-out do núcleo de vP cause. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
APONTES, S. A. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Processo de causativização em Oro Waram e suas consequências para a codificação dos argumentos nucleares. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

46.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Parallelism between DP and CP: nominalizations in tenetehára language. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

47.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; CASTRO, Ricardo Campos . Clíticos finais em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Estruturas bieventivas nas línguas Tupí-Guaraní: evidências a favor dos núcleos Cause e Voice. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Causativização e reflexivização nas línguas Tupí-Guaraní e suas implicações na estrutura argumental de Pylkkänen (2002). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

50.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Hipótese do DP: propriedades oracionais em predicados nominas na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

51.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Realização morfológica dos núcleos de CauseP e VoiceP nas línguas indígenas brasileiras. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Natureza dos itens adjetivais na Língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

53.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Análise fonológica do processo de reduplicação verbal em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

54.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Estratégias de aumento de valência: a causativização na língua Tenetehára (famíllia Tupí-Guaraní). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

55.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Processo de causativização de verbos deadjetivais e suas consequências para o sistema de Caso em Tenetehára. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

56.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Evidências da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

57.
DUARTE, Fábio Bonfim ; CAMARGOS, Quesler Fagundes . Evidências a favor da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

58.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Para onde foram os adjetivos em Guajajara?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

59.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Para onde foram os adjetivos em Guajajára?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

60.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. PN-07 Faculdade de Letras. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

61.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

62.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

63.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Evidências da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

64.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Análise do vídeo "operation thristy eagle: o dia em que o Brasil foi invadido". 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; APONTES, S. A. . Coordenação do Grupo de Trabalho 'Estudos sobre descrição e análise de línguas indígenas' no I GELLNORTE. 2017.

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Comissão Científica no IX Seminário de Educação 'Educação Intercultural e democracia: enfrentamentos à colonialidade na escola amazônica'. 2016.

3.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Comissão de avaliação de pôsteres do IX Seminário de Educação 'Educação Intercultural e democracia: enfrentamentos à colonialidade na escola amazônica'. 2016.

4.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Coordenação do Grupo de Trabalho 'Educação e Linguagem' no IX Seminário de Educação 'Educação Intercultural e democracia: enfrentamentos à colonialidade na escola amazônica'. 2016.

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Comissão Científica do II Seminário da Área de Linguagens das Licenciaturas Indígenas. 2016.

Trabalhos técnicos
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecerista ad hoc da CES Revista. 2017.

2.
GOMIDE, M. L. C. ; MARTINI, C. M. ; PAULA, L. C. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; NUNES, R. O. . Proposta do Curso de Gestão Territorial. 2017.

3.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2017.

4.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2017.

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2017.

6.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Pesquisa. 2017.

7.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2017.

8.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecerista ad hoc da Revista Brasileira de Linguística Antropológica. 2017.

9.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer para Avaliação do Plano de Ação do Programa Saberes Indígenas na Escola/2016-2017. 2016.

10.
NEVES, J. G. ; SCARAMUZZA, G. F. ; COUTO, F. P. ; LEITE, K. G. ; CAMARGOS, Quesler Fagundes ; PIOVEZAN, G. ; NIENOW, N. S. ; ISIDORO, E. A. ; ABRANTES, C. T. . Proposta do Curso de Pós-Graduação - Mestrado Acadêmico em Educação da Universidade Federal de Rondônia. 2016.

11.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; MARTINI, C. M. ; FERNANDES, G. S. . Elaboração do Regulamento das Atividades Acadêmico-Científico-Culturais do Departamento de Educação Intercultural da UNIR. 2016.

12.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2016.

13.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Reformulação de Projeto Político Curricular de Curso de Graduação. 2016.

14.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer sobre Projeto de Extensão. 2016.

15.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecer para Avaliação de Progressão Funcional. 2015.

16.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecerista ad hoc da Revista Virtual do Estudante de Letras (Revele). 2015.

17.
CAMARGOS, Quesler Fagundes. Parecerista ad hoc da Revista Virtual do Estudante de Letras (Revele). 2013.


Demais tipos de produção técnica
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; TRUBILIANO, C. A. B. ; SCARAMUZZA, G. F. ; PAULA, L. C. ; SANTOS, V. S. ; COUTO, F. P. ; LEITE, K. G. ; MARTINI, C. M. ; FERNANDES, G. S. . Coordenação do Processo Seletivo Discente do Curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural. 2017. (Vestibular Indígena).

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; COUTO, F. P. . A pesquisa científica: práticas metodológicas de pesquisa qualitativa e técnicas de produção de texto científico. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; BARBOSA, J. J. ; MARTINI, C. M. ; ABRANTES, C. T. ; COUTO, F. P. ; FERNANDES, G. S. ; LEITE, K. G. ; PAULA, L. C. ; GOMIDE, M. L. C. ; NUNES, R. O. ; SANTOS, V. S. . Coordenação do Processo Seletivo Discente do Curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural. 2016. (Vestibular Indígena).

4.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, Ricardo Campos . Introdução à Linguística Guajajára. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, Ricardo Campos . Oficina de Linguística e Produção de Material Didático na Língua Tenetehára. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim . Introdução à Linguística Guajajára. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim ; CASTRO, Ricardo Campos . I Curso de Formação de Professores Indígenas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NEVES, J. G.; CAMARGOS, Quesler Fagundes; MACHADO, E. M. A.. Participação em banca de Thais Santos de Oliveira.A relação oralidade e escrita na escola: as marcas orais em cadernos escolares. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

2.
NEVES, J. G.; CAMARGOS, Quesler Fagundes; MACHADO, E. M. A.. Participação em banca de Silvania Maria de Sousa Silva.Um olhar sobre o uso das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) na alfabetização. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

3.
NEVES, J. G.; CAMARGOS, Quesler Fagundes; DIAS, A. C. S. M.. Participação em banca de Magno Francisco da Silva.Educação de Jovens de Adultos (EJA): diálogos entre saberes escolares e saberes populares. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

4.
NEVES, J. G.; COUTO, F. P.; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Participação em banca de Vanessa Ferreira Franco.Concepções sobre o ato de ler e a formação do leitor: experiência em uma escola pública da Amazônia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

5.
NEVES, J. G.; SANTOS, V. S.; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Participação em banca de Nilceia Mendes da Silva."Cabelo Loiro vai lá em casa passear, vai, vai cabelo loiro, vai 'cabar' de me matar": cantando, ensinando e aprendendo a ler e escrever na EJA. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

6.
COUTO, F. P.; ISIDORO, E. A.; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Participação em banca de Ivonete Sabanês.A atual situação do ensino e do uso da língua Sabanê na escola e na comunidade da aldeia Sowaintê: uma investigação sociolinguística para revitalização da língua tradicional indígena. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia.

7.
NEVES, J. G.; SCARAMUZZA, G. F.; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Participação em banca de Simone da Conceição Oliveira Mender.Planejamento e suas implicações na prática docente: um estudo em duas escolas públicas de Ouro Preto do Oeste. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.

8.
NEVES, J. G.; SCARAMUZZA, G. F.; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Participação em banca de Débora Caroline Chaves Sousa.Literatura e infância: um estudo em Ji-Paraná-RO. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; COUTO, F. P.; TRUBILIANO, C. A. B.. Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Professor Substituto em Linguística e Letras - Edital nº 04/2017/DCJP/UNIR. 2018. Universidade Federal de Rondônia.

Outras participações
1.
NEVES, J. G.; CAMARGOS, Quesler Fagundes; COUTO, F. P.. Banca para seleção de supervisores para o PIBID-Diversidade. 2015. Universidade Federal de Rondônia.

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; NEVES, J. G.; GOMIDE, M. L. C.; COUTO, F. P.. Banca para seleção de bolsistas para o PIBID-Diversidade. 2015. Universidade Federal de Rondônia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
23rd Workshop on the Structure and Constituency of the Language of the Americas.The parallel between verbs and nouns in the Tenetehára language. 2018. (Outra).

2.
3rd EISSI ? Encontro Internacional de Sintaxe e Semântica & Interfaces.The parallel between verbs and nouns: insights from the Tenetehára language (Tupí-Guaraní family). 2018. (Encontro).

3.
III Simpósio em Leitura, Linguagens e Identidade Cultural (SILLIC).Análise da Situação sociolinguística do provo indígena Aikanã. 2018. (Simpósio).

4.
IV Colóquio Brasileiro de Morfologia.Morfologia sincrética em Tenetehára-Guajajára (família Tupi-Guaraní): uma proposta unificada das construções reflexivas, recíprocas e anticausativas. 2018. (Outra).

5.
Seminário Científico III: Texto, Gramática e Práticas Docentes.Tipologia e gatilhos de incorporação nominal na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní). 2018. (Seminário).

6.
25º SemiEdu: Educação, Diversidade Culturais, Sujeitos e Saberes.Currículo Escolar Indígena: algumas considerações a respeito do ensino das línguas portuguesa e indígenas. 2017. (Seminário).

7.
Encontro de Sintaxe Cartográfica - SINCAR.Partículas de Final de Sentença (PFSs): uma análise da periferia de CP na língua Tenetehára (Família Tupí-Guaraní). 2017. (Encontro).

8.
I Encontro do Grupo de Estudos Linguísticos e Literários da Região Norte - GELLNORTE. Morfologia aplicativa na língua indígena Aikanã. 2017. (Congresso).

9.
IV Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas.O que engatilha a incorporação nominal na língua Tenetehára (família Tupí-Guaraní)?. 2017. (Encontro).

10.
VI Encontro Internacional de Estudos da Linguagem - ENELIN.Negação na língua Zoró (família linguística Tupí-Mondé). 2017. (Encontro).

11.
VIII Fórum Bienal de Pesquisa em Artes.Arte indígena como instrumento político e identitário: experiências a partir dos povos indígenas de Rondônia. 2017. (Outra).

12.
VI Mostra Acadêmica de Engenharia Ambiental. 2017. (Congresso).

13.
X Congresso Internacional da ABRALIN. Negação e concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). 2017. (Congresso).

14.
X Seminário de Educação: desafios contemporâneos para a educação amazônica.Construção da educação escolar indígena multilíngue e intercultural no estado de Rondônia: contribuições do PIBID Diversidade na Universidade Federal de Rondônia. 2017. (Seminário).

15.
II Jornada de Estudos Acadêmicos.As línguas indígenas no Brasil. 2016. (Outra).

16.
II Seminário Interdisciplinar do Curso de Licenciatura em Educação do Campo: Agricultura e PolíticaCamponesa.Variação linguística: preconceito e as consequências sociais. 2016. (Seminário).

17.
IX Encontro da Associação Brasileira de Estudos Crioulos e Similares ? ABECS.Causação direta e indireta na língua Citshwa (Grupo S.51 Tshwa ? Ronga). 2016. (Encontro).

18.
IX Seminário de Educação: Educação Intercultural e Democracia Enfrentamentos à Colonialidade na Escola Amazônica.Educação escolar indígena, multilinguismo e situação sociolinguística do povo indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. 2016. (Seminário).

19.
Seminário da Área de Linguagens das Licenciaturas Indígenas. 2016. (Congresso).

20.
V Encontro Internacional sobre Línguas e Culturas Tupí.Derivando o sistema inverso em Tenetehára. 2016. (Encontro).

21.
VI Seminário de Educação Intercultural "Educação Diferenciada e Memórias Indígenas: Diálogos Interculturais". 2016. (Seminário).

22.
X Simpósio Linguagens e Identidades da/na Amazônia Sul-Ocidental.Negação e a concordância de sujeito em Oro Waram (Pakaa Nova, Txapakura). 2016. (Simpósio).

23.
XXXI Encontro Nacional da ANPOLL.Derivando sistema inverso em Tentehar. 2016. (Encontro).

24.
XXXVI Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia.Bilinguismo e Políticas Linguísticas: breve análise a partir do Povo Indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. 2016. (Encontro).

25.
46th Annual Conference on African Linguistics (ACAL 46). Differential Object Marking in five Mozambique Languages. 2015. (Congresso).

26.
Encontro Intermediário do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática da ANPOLL.Exploring agreement displacement from the IA to the EA in the Tenetehára language (Tupí-Guaraní). 2015. (Encontro).

27.
I Conferência Nacional de Política Indigenista (Etapa Regional Rondônia). 2015. (Congresso).

28.
IX Congresso Internacional da ABRALIN. A sintaxe e a morfologia das nominalizações na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2015. (Congresso).

29.
Seminário de Educação Intercultural ?Entre a Aldeia e a Universidade: Trajetórias de Formação de Professores Indígenas?. 2015. (Seminário).

30.
VIII Semana de Letras FACISA-BH: ensino de língua e literatura.Educação, cultura e língua face aos desafios do contato com a comunidade não indígena: questões a partir da perspectiva do povo indígena Tenetehára. 2015. (Encontro).

31.
3ª Conferência Internacional sobre Dinâmicas Sociais em África: rupturas e continuidades. Causação direta e indireta na língua Citshwa (Grupo Bantu). 2014. (Congresso).

32.
Colóquio Internacional Amazônicas V. Antipassivas em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Congresso).

33.
III Oficina Linguística do Centro de Estudos Africanos.Verbos de controle e de alçamento em Emakhuwa, Cinyungwe, Xichangana e Cicopi. 2014. (Oficina).

34.
XVII Congresso Internacional da ALFAL. Verbos de reestruturação em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Congresso).

35.
XXIX Encontro Nacional da ANPOLL.Uma análise minimalista da incorporação nominal em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2014. (Encontro).

36.
Congresso Partículas. Clíticos finais em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2013. (Congresso).

37.
Encontro Nacional do GT de Teoria da Gramática da ANPOLL.Parallelism between DP and CP: nominalizations in tenetehára language. 2013. (Encontro).

38.
III Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas - ELIA.Quantificação na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2013. (Encontro).

39.
IV Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários da Amazônia - CIELLA. Processo de causativização em Oro Waram e suas consequências para a codificação dos argumentos nucleares. 2013. (Congresso).

40.
VIII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Linguística - ABRALIN. Causativo {-(u)kar} como spell-out do núcleo de vP cause. 2013. (Congresso).

41.
60º Seminário do GEL.Estruturas bieventivas nas línguas Tupí-Guaraní: evidências a favor dos núcleos Cause e Voice. 2012. (Seminário).

42.
III Simpósio Internacional de Linguística Ameríndia da Associação de Línguística e Filologia da América Latina (ALFAL).Hipótese do DP: propriedades oracionais em predicados nominas na língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2012. (Simpósio).

43.
V Seminário de Teses e Dissertações - SETED.Realização morfológica dos núcleos de CauseP e VoiceP nas línguas indígenas brasileiras. 2012. (Seminário).

44.
XXVII Encontro Nacional da ANPOLL.Causativização e reflexivização nas línguas Tupí-Guaraní e suas implicações na estrutura argumental de Pylkkänen (2002). 2012. (Encontro).

45.
III Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários na Amazônia. Natureza dos itens adjetivais na Língua Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2011. (Congresso).

46.
IV Encontro de Estudos da Linguagem e III Encontro Internacional de Estudos da Linguagem. Análise fonológica do processo de reduplicação verbal em Tenetehára (Tupí-Guaraní). 2011. (Congresso).

47.
IV Seminário de Teses e Dissertações.Estratégias de aumento de valência: a causativização na língua Tenetehára (famíllia Tupí-Guaraní). 2011. (Encontro).

48.
XIII Simpósio Nacional de Letras e Linguística e III Simpósio Internacional de Letras e Linguística. Processo de causativização de verbos deadjetivais e suas consequências para o sistema de Caso em Tenetehára. 2011. (Congresso).

49.
I Colóquio Interinstitucional em Análise do Discurso. 2010. (Encontro).

50.
II Colóquio Interinstitucional em Análise do Discurso. 2010. (Encontro).

51.
III Encontro Internacional sobre Línguas e Culturas dos Povos Tupí.Evidências a favor da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2010. (Encontro).

52.
Letras Debate: Linguagens e Ensino: Ciência e pseudociência na tradição gramatical. 2010. (Outra).

53.
Neurociência, Fala e Linguagem. 2010. (Outra).

54.
VI Encontro da Associção Brasileira de Estudos Crioulos e Similares - ABECS.Evidências da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2010. (Encontro).

55.
57º Seminário do GEL.Para onde foram os adjetivos em Guajajara?. 2009. (Seminário).

56.
II Encuentro de Lenguas Indígenas Americanas.Para onde foram os adjetivos em Guajajára?. 2009. (Encontro).

57.
Workshop da Área de Línguas Indígenas da PG do IEL/UNICAMP.Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?. 2009. (Encontro).

58.
XIII Semana da Graduação.PN-07 Faculdade de Letras. 2009. (Outra).

59.
XII Simpósio Nacional de Letras e Linguística e II Simpósio Internacional de Letras e Linguística.Evidências da estrutura bipartida do VP na língua Tenetehára. 2009. (Simpósio).

60.
XVIII Semana de Iniciação Científica.Para onde foram os adjetivos em Tenetehára?. 2009. (Outra).

61.
VIII Semana de Eventos da Faculdade de Letras (SEVFALE).Análise do vídeo Operation Thristy Eagle: o dia em que o Brasil foi invadido. 2008. (Outra).

62.
50º de Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. 2006. (Seminário).

63.
Evento Bologna - Belo Horizonte: Topografias da Cultura: Representação, Espaço e Memória. 2006. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; TRUBILIANO, C. A. B. ; PAULA, L. C. ; FERNANDES, G. S. ; SCARAMUZZA, G. F. ; SANTOS, V. S. ; COUTO, F. P. ; LEITE, K. G. ; MARTINI, C. M. . Recepção aos calouros do Curso de Licenciatura em Educação Básica Intercultural. 2017. (Congresso).

2.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; NEVES, J. G. ; PAULA, L. C. ; TRUBILIANO, C. A. B. ; FERNANDES, G. S. ; SCARAMUZZA, G. F. ; COUTO, F. P. ; LEITE, K. G. ; MARTINI, C. M. ; SANTOS, V. S. . Seminário de Avaliação da Licenciatura Intercultural: diálogos com a OPIRON, NEIRO e lideranças indígenas. 2017. (Congresso).

3.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; PAULA, L. C. ; COUTO, F. P. ; ISIDORO, E. A. ; ABRANTES, C. T. . II Seminário da Área de Linguagens das Licenciaturas Indígenas. 2016. (Congresso).

4.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; NEVES, J. G. ; MACHADO, E. M. A. ; ABRANTES, C. T. ; ISIDORO, E. A. ; COUTO, F. P. ; PAULA, L. C. ; SCARAMUZZA, G. F. ; SANTOS, V. S. ; LEITE, K. G. ; LEITE, E. A. P. ; RIBEIRO, E. S. ; GONZALES, N. V. L. . IX Seminário de Educação: ?Educação Intercultural e democracia: enfrentamentos à colonialidade na escola amazônica. 2016. (Congresso).

5.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; DUARTE, Fábio Bonfim ; RAMOS, J. M. ; SOUZA, L. T. ; ROCHA, R. M. ; CASTRO, R. C. ; ROCHA, B. . Encontro Intermediário do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática da ANPOLL. 2015. (Congresso).

6.
CAMARGOS, Quesler Fagundes; LEITE, K. G. ; PAULA, L. C. ; BARBOSA, J. J. ; MARTINI, C. M. ; NUNES, R. O. ; FERNANDES, G. S. ; ISIDORO, E. A. ; ABRANTES, C. T. ; SANTOS, V. S. ; COUTO, F. P. ; GOMIDE, M. L. C. . Seminário de Educação Intercultural ?Entre a Aldeia e a Universidade: Trajetórias de Formação de Professores Indígenas?. 2015. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Cledaiane de Freitas Leite. Comparando o léxico das línguas Migueleno e Oro Waram Xijein. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

2.
Célio Nakyt Arara. A distinção entre a fala masculina e feminina na língua Karo. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

3.
Andressa Santiago Monte Verde. Educação Escolar Indígena: reflexões a partir da experiência Aikanã. Início: 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

4.
Eliete Aikanã. Sistema de concordância verbal em Aikanã. Início: 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Básica Intercultural) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

5.
Tiago Kapawandu Zoró. Variação linguística na língua Zoró. Início: 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Luzeu Aikanã. Situação sociolinguística do povo indígena Aikanã da Terra Indígena Tubarão-Latundê. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Irídio Aikanã. Situação sociolinguística do povo indígena Aikanã da Terra Indígena Kwazá do Rio São Pedro. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

3.
Eliete Aikanã. Análise da situação sociolinguística e do grau de bilinguismo do povo indígena Aikanã. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. (Orientador).

4.
Andressa Santiago Monte Verde. Situação sociolinguística e suas implicações para a Educação Escolar Intercultural e Bilíngue do povo indígena Aikanã. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Gleiciane de Souza Kaxarari. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Santa Maria. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Marcelina Oro Waram Xijein. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Paulo Saldanha Sobrinho. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Celsos Souza Kaxarari. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Kurana Kaxarari. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Adriano Oro Win Cabixi. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Waldemar Cabixi. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Jenailde Tompan Cao Oro Waje. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Paulo Saldanha Sobrinho. Início: 2017. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

6.
Tompan Orowá. Construção do Projeto Político Pedagógico da Escola Paulo Saldanha Sobrinho. Início: 2016. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

7.
Genilson Cao Oro Waje. Elaboração do Projeto Político Pedagógico na Escola Indígena Paulo Saldanha Sobrinho. Início: 2015. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

8.
Marinês Kanoé. A importância do Projeto Político Pedagógico na Escola Paulo Saldanha Sobrinho. Início: 2015. Orientação de outra natureza. Universidade Federal de Rondônia. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Nelson Karitiana. Cultura, memória e aspectos da variação linguística da língua do povo Byyjyty Oso Aky na aldeia Kyõwã da Terra Indígena Karitiana. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

Iniciação científica
1.
Eliete Aikanã. Metodologias de coleta de dados sociolinguísticos do povo indígena Aikanã. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Básica Intercultural) - Universidade Federal de Rondônia. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

2.
Andressa Santiago Monte Verde. Análise dos dados sociolinguísticos do povo indígena Aikanã. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Rondônia. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

Orientações de outra natureza
1.
Gilmara Camila de Oliveira Araújo. O Projeto Político-Pedagógico da Escola Indígena Puruborá. 2016. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

2.
Érica Canoé Oro Mon. Construindo o Projeto Político-Pedagógico na escola indígena. 2016. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

3.
Tiago Jabuti. A contribuição do Projeto Político Pedagógico no trabalho dos professores da Escola Estadual Alexandrina do Nascimento Gomes. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

4.
Ruben Mayxoter Surui. A literatura do povo indígena Paiter e o Projeto Político Pedagógico na Escola Indígena Estadual de Ensino Fundamental Paiterey. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

5.
Nelson Karitiana. Discussão da criação do Projeto Político Pedagógico da Escola Estadual Kyõwã. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

6.
Rosinaldo Oro Nao'. Incentivo ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para a Diversidade na Escola Indígena Tenente Lira. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

7.
Uraan Anderson Surui. O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para a Diversidade e a construção do Projeto Político Pedagógico. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.

8.
Tiago Zoró. Conhecendo melhor o PPP da Escola Indígena Zarup Wej Anexo I. 2015. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Rondônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Quesler Fagundes Camargos.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 23:00:50