Natália Rodrigues Marques

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1850621121781070
  • Última atualização do currículo em 04/02/2014


Tem experiência na área de Análises clínicas, com ênfase em Micobactérias, atuando principalmente nos seguintes temas: Tuberculose,micobactéria abscessus, Exames bioquímicos e hematológicos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Natália Rodrigues Marques
Nome em citações bibliográficas
MARQUES, Natalia Rodrigues


Formação acadêmica/titulação


2009
Graduação em andamento em farmácia.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
2001 - 2001
Curso técnico/profissionalizante.
Centro de Serviços Educacionais do Para.




Formação Complementar


2013 - 2013
Ética e Serviço Público. (Carga horária: 25h).
Escola Nacional de Administração Pública.
2013 - 2013
Legislação Aplicada à Logística de Suprimentos. (Carga horária: 30h).
Escola Nacional de Administração Pública.
2013 - 2013
Atendimento ao Cidadão. (Carga horária: 20h).
Escola Nacional de Administração Pública.
2013 - 2013
Legislação Aplicada à Gestão de Pessoas. (Carga horária: 30h).
Escola Nacional de Administração Pública.
2006 - 2006
Aplicaçao das Ferramentas 5s. (Carga horária: 9h).
Laboratorio Central de Saude Publica do Para.
2005 - 2005
Curso Basico de Biossegurança. (Carga horária: 8h).
Instituto Evandro Chagas.
2005 - 2005
Curso Sobre Gerenciamento de Residuos de Servisos. (Carga horária: 4h).
Instituto Evandro Chagas.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnica de laboratório, Carga horária: 40


Instituto Evandro Chagas, IEC, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2006
Vínculo: BOLSISTA, Enquadramento Funcional: BOLSISTA, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2002 - 2006
Vínculo: BOLSISTA, Enquadramento Funcional: BOLSISTA, Carga horária: 20

Atividades

5/2002 - 5/2006
Estágios , Ministerio da Saude, Bacteriologia.

Estágio realizado
DESCONTAMINAÇAO,LAVAGEM,SECAGEM,MONTAGEM, ESTERILIZAÇAO DE MATERIAIS DE LABORATORIO,PREPARAÇAO DE SOLUÇOES E MEIO DE CULTIVO, SEMEIO DE AMOSTRAS BIOLOGICAS,LEITURA DE LAMINAS DE BACILOSCOPIA,PREENCHIMENTO DE FICHAS EPIDEMILOGICAS,COLORAÇAO DE LAMINAS..

Fundaçao Hospital de Clinicas Gaspar Vianna, FHCGV, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: ESTAGIARIO, Enquadramento Funcional: ESTAGIARIO, Carga horária: 20

Atividades

3/2002 - 6/2002
Estágios , Sespa, Laboratorio.

Estágio realizado
COLETA DE AMOSTRAS BIOLOGICAS,URINALISE,BIOQUIMICA,HEMATOLOGIA,IMUNOLOGIA..

Laboratorio Prophilax Diagnosticos, LPD*, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: ESTAGIARIO, Enquadramento Funcional: ESTAGIARIO, Carga horária: 30

Atividades

6/2001 - 4/2002
Estágios .

Estágio realizado
COLETA DE AMOSTRAS BIOLOGICAS,HEMATOLOGIA,BIOQUIMICA,BACTERIOLOGIA,URINALISE,PARASITOLOGIA,IMUNOLOGIA..


Projetos de pesquisa


2005 - Atual
MICOBACTERIOSES DIAGNOSTICO,AVALIAÇAO DOS FATORES DE RISCO E DOS ESQUEMAS DE TRATAMENTO.
Descrição: O GENERO MYCOBACTERIUM COMPREENDE MAIS DE 70 ESPECIES COM LARGA DISTRIBUIÇAO NA NATUREZA.SITUAÇOES DE IMUNOSSUPRESSAO COMO AIDS,TRANSPLANTES E OUTRAS CO-MORBIDADES TEM CONTRIBUIDO PARA O AUMENTO SIGNIFICATIVO DE MICOBACTERIOSES. AS INFECÇOES CAUSADAS POR MICOBACTERIAS NAO TUBERCULOSAS (MNT) PODEM MANIFESTAR-SE COMO INFECÇOES PULMONARES, SISTEMICAS OU LESAO LOCAL. O TRATAMENTO DAS MICOBACTERIOSES AINDA É POR TENTATIVA E DEPENDENDO DA ESPECIE ALGUNS ESQUEMAS TERAPEUTICOS APRESENTAM RESULTADOS PROMISSORES. O PROJETO PROPÕE-SE UM ESTUDO QUE SERA DESENVOLVIDO EM DUAS ETAPAS. PRIMEIRO UM ESTUDO CASO-CONTROLE, NESTE PARA CADA CASO CONFIRMADO DE MICOBACTERIOSE SERÁ UTILIZADO UM CONTROLE, QUE PODERA SER CONJUGUE OU UM PARENTE COM IDADE E HABITOS SEMELHANTES. A SEGUNDA ETAPA SERA DESENVOLVIDA UTILIZANDO ESTUDO DE COORTE, NO QUAL OS PACIENTES SERAO ACOMPANHADOS POR ATE SEIS MESES APOS ALTA POR CURA. O ISOLAMENTO DAS MICOBACTERIAS SERA FEITO EM MEIO DE LOWENSTEIN-JENSEN E A IDENTIFICAÇAO DA ESPECIE SERA FEITA ATRVES DE ENSAIO DE PCR ASSOCIADO À RESTRIÇAO PELAS ENZIMAS BstE II E Hae III. SERAO AVALIADOS FATORES DE RISCO ASSOCIADOS AS MICOBACTERIOSES E OS ESQUEMAS DE TRATAMENTO UTILIZADOS..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Natália Rodrigues Marques - Integrante / MARIA LUIZA LOPES - Integrante / M C S RABELO - Integrante / NINAROSA R C CARDOSO - Integrante / KARLA V B LIMA - Coordenador.
2004 - 2005
IDENTIFICAÇAO DE DIFERENTES ESPECIES MICOBACTERIANAS ASSOCIADAS
Descrição: O gênero Mycobacterium compreende mais de 70 espécies, a maioria micobactérias ambientais potencialmente patogênicas, agentes das micobacterioses, enquanto outras são altamente patogênicas como M. tuberculosis, agente da tuberculose. A região Norte notificou em 2001 6.711 casos novos de tuberculose, não havendo dados de micobacterioses. A importância da identificação e vigilância dos agentes das infecções micobacterianas está centrada no crescente número de casos de micobacterioses, a dificuldade e elevado tempo para o diagnóstico, bem como a escolha da terapêutica mais apropriada, uma vez que espécies distintas apresentam diferenças na suscetibilidade aos fármacos. O laboratório de micobacterioses do Instituto Evandro Chagas, referencia regional em tuberculose, através de provas bioquímicas determina a presença de micobactérias não tuberculosas, mas ainda não realiza a identificação de espécies micobacterianas. O projeto propõe estruturar diferentes procedimentos moleculares para inserção destes na rotina do Laboratório de Biologia Molecular da Seção de Bacteriologia e Micologia do Instituto Evandro Chagas, afim de que tal procedimento possa ser disponibilizado a comunidade contribuindo diretamente para a melhoria das condições de saúde e melhor gestão e racionalização das ações nesta área. .
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Natália Rodrigues Marques - Integrante / MARIA LUIZA LOPES - Integrante / KARLA VALERIA BATISTA LIMA - Coordenador / NINAROSA R C CARDOSO - Integrante / EDVALDO C B LOUREIRO - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Analises Clinicas/Especialidade: Micobacterias.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Analises Clinicas.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
LOPES, Maria Luiza ; CARDOSO, N.R. ; PANTOJA, A. M. ; MARQUES, Natalia Rodrigues ; LIMA, Karla V B . PERFIL DE SUSCETIBILIDADE DO MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS EM ESPÉCIMES PULMONARES AVALIADOS NO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS, 1999 A 2008.. In: 25 Congresso Brasileiro de Microbiologia, 2009, Porto de Galinhas. Microbiologia in Foco. São Paulo: Sociedade Brasileira de Microbiologia, 2009. v. 9. p. 29-29.

2.
MARQUES, Natalia Rodrigues; LOPES, Maria Luiza ; LIMA, Karla Valeria Batista ; FURLANETO, I P ; SANTOS, J G ; RABELO, M C S ; LEAO, S C . MICOBACTERIOSES ASSOCIADAS A CIRURGIAS VIDEOLAPAROSCOPICAS EM BELEM. In: XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA, 2005, SANTOS, 2005.

3.
MARQUES, Natalia Rodrigues; LOPES, Maria Luiza ; LIMA, K V B ; CARDOSO, Ninarosa R C ; LOUREIRO, Edvaldo C B . SITUAÇAO EPIDEMIOLOGICA DA TUBERCULOSE EM UNIDADE DE REFERENCIA PARA O ESTADO DO PARA. In: I ENCONTRO NACIONAL DE TUBERCULOSE, 2004, BRASILIA. REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA,2004., 2004.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III SIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE EXTENSÃO DO CAMPUS DE CASTANHAL.PERFIL HEMATOLÓGICO DE CÃES PROVENIENTES SO MUNICIPIO DE CASTANHAL COM CINOMOSE ATENDIDOS NA CLÍNICA VETERINÁRIA DE PEQUENOS ANIMAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. 2011. (Simpósio).

2.
XLVII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. DOENÇAS TROPICAIS E CENTROS URBANOS. 2011. (Congresso).

3.
CONGRESSO MÉDICO AMAZÔNICO. TUBERCULOSE MULTIRRESISTENTE ICENTIFICADA NO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS. 2010. (Congresso).

4.
I ENCONTRO TECNICO CIENTIFICO.I ENCONTRO TECNICO CIENTIFICO DO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS E CENTRO NACIONAL DE PRIMATAS DA SECRETARIA DE VIGILANCIA EM SAUDE. 2003. (Seminário).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 23:56:36