Christian Jecov Schallenmüller

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5023337700584131
  • Última atualização do currículo em 12/09/2018


Professor substituto em Teoria Política junto ao departamento de Ciência Política e pós-doutorando ligado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP). Doutor e Mestre em Ciência Política pela mesma universidade com bolsa FAPESP. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e em Filosofia pela USP. Foi bolsista do programa CAPES/Fulbright de doutorado-sanduíche junto à The New School for Social Research, de Nova York. Áreas de concentração: Teoria Política, Pensamento Político Brasileiro, Constitucionalismo Moderno e Contemporâneo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Christian Jecov Schallenmüller
Nome em citações bibliográficas
SCHALLENMUELLER, C. J.


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em New School for Social Research (Orientador: Andrew Arato).
Título: O discurso da "conciliação nacional" e a justiça de transição no Brasil, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Bernardo Ricupero.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: justiça de transição; pensamento político brasileiro; redemocratização; anistia.
Grande área: Ciências Humanas
2009 - 2011
Mestrado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Tradição e Profecia: o pensamento político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e seu contexto social e intelectual (1952-1964),Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Bernardo Ricupero.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: CNBB; Igreja Católica; pensamento político brasileiro.
Grande área: Ciências Humanas
2003 - 2007
Graduação em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Nacional-desenvolvimentismo e Igreja Católica: algumas repercussões do movimento Economia e Humanismo no Brasil.
Orientador: Gildo Marçal Bezerra Brandão.
Bolsista do(a): Programa de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo, IC/FFLCH, Brasil.
2001 - 2005
Graduação em Direito.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Ambigüidade do Estado perante o ato infracional: proteção legislativa e violência executiva.
Orientador: Eduardo Dias de Souza Ferreira.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo, IRI-USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política / Especialidade: Teoria Política Contemporânea.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria política explicativa.


Formação Complementar


2017 - 2017
Negotiating Peace and Justice. (Carga horária: 40h).
International Center for Transitional Justice, ICTJ, Estados Unidos.
2014 - 2014
Fulbright Enrichment Seminar. (Carga horária: 40h).
Fulbright Scholar Program, FULBRIGHT, Estados Unidos.
2013 - 2013
Fulbright Gateway Orientation. (Carga horária: 40h).
Fulbright Scholar Program, FULBRIGHT, Estados Unidos.
2011 - 2012
Programa de Aperfeiçoamento do Ensino (PAE).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2007 - 2008
Licenciatura em Filosofia. (Carga horária: 600h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Departamento de Ciência Política da USP, DCP-USP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 12


Instituto de Relações Internacionais da USP, IRI-USP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor visitante pós-doc, Enquadramento Funcional: pós-doutorando, Carga horária: 8


Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de pós-doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


CAPES/Fulbright, CAPES/FULBRIGHT, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de doutorado-sanduíche, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de doutorado, Carga horária: 40


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Supervisionado do PAE, Carga horária: 6
Outras informações
Estágio em docência na disciplina Política III - Teoria Política Moderna

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Supervisionado do PAE, Carga horária: 6
Outras informações
Estágio em docência na disciplina Política II - Pensamento Político Moderno

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Supervisionado do PAE, Carga horária: 6
Outras informações
Estágio em docência na disciplina Política II - Pensamento Político Moderno

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista de iniciação científica, Carga horária: 20


Profissional liberal, PL, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: autônomo, Enquadramento Funcional: advogado
Outras informações
Áreas de atuação: Direito do Consumidor e Administrativo.


DAG Centro de Estudos, DAG, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: profissional liberal autônomo, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 20


Ministerio Publico Federal, MPF, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: estagiário, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 20

Atividades

01/2005 - 06/2005
Estágios , Ministério Público Federal - Procuradoria Geral da República, .

Estágio realizado
confecção de peças processuais, acompanhamento de processos, atendimento ao público, pesquisa jurisprudencial e análise doutrinária.

Advocacia Geral da União, AGU, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: estagiário, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 20

Atividades

05/2004 - 08/2004
Estágios , Advocacia Geral da União - Procuradoria Regional da União, .

Estágio realizado
confecção de peças processuais, pesquisa jurisprudencial, acompanhamento de processos.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
A "reconciliação" na Justiça de Transição: uma história conceitual comparada entre os casos sul-africano, brasileiro e chileno
Descrição: O propósito desta pesquisa de pós-doutorado é problematizar, em perspectiva comparada, como África do Sul, Brasil e Chile mobilizaram o conceito de ?reconciliação? no percurso de seus processos justransicionais. Como defendi no doutorado, a justiça de transição é um campo privilegiado para se observar e problematizar uma formulação levada adiante por instituições estatais ou de interlocução com a sociedade civil em que o Estado lança mão de uma tarefa de (re)formulação de seus próprios fundamentos políticos e das bases sobre as quais a questão nacional pode ser fundada novamente. Dito de forma resumida e tendo em conta esta chave analítica, a pesquisa possui basicamente três objetivos: (1) reconstruir como as experiências justransicionais de Brasil, Chile e África do Sul mobilizaram o conceito de ?reconciliação?; (2) analisar para que sentido de (re)formação nacional estas mobilizações do conceito de ?reconciliação? apontam em cada caso; e (3) problematizar reciprocamente estas diferentes mobilizações e as inflexões que elas sofreram..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
O discurso da "conciliação nacional" e a justiça de transição no Brasil
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Tradição e Profecia: o pensamento político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e seu contexto social e intelectual (1952-1964)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
Linhagens do pensamento político brasileiro
Descrição: Os objetivos da pesquisa são: 1) mapear e tentar compreender as principais características intelectuais do conservadorismo, do liberalismo e do socialismo no Brasil; 2) verificar em que medida os conceitos de idealismo orgânico e idealismo constitucional , formulados originariamente por Oliveira Vianna, são capazes de descrever e avaliar as principais formas de pensamento e famílias intelectuais que do último quartel do século XIX para cá dominaram o pensamento político e social brasileiro; 3) circunscrever aquelas que, no processo de naturalização do Brasil industrial, se esboçaram na contramão e, malgrado as suas debilidades, constituíram as primeiras concepções anti-aristocráticas no país, fornecendo os lineamentos gerais de todas as reformas sociais e econômicas propostas até a ascensão do neoliberalismo; 4) por fim, formular uma hipótese sobre o modo como essas correntes responderam aos desafios postos pelo desenvolvimento histórico-político do país. A intenção é fazer um balanço crítico do estado das artes e da produção contemporânea da área de pesquisa sobre o pensamento político-social, especialmente dos principais modelos de interpretação formulados nas últimas décadas, verificando em que medida há continuidade ou ruptura entre as formulações clássicas daqueles que se convencionou denominar de intérpretes do Brasil e o trabalho intelectual que vendo sendo produzido na universidade segundo os métodos de investigação especializada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2007
Nacional-desenvolvimentismo e Igreja Católica: algumas repercussões do movimento Economia e Humanismo no Brasil
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: Cadernos de Ética e Filosofia Política (USP)
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Política - RBCP
2016 - Atual
Periódico: Lua Nova. Revista de Cultura e Política
2017 - Atual
Periódico: LEVIATHAN (SÃO PAULO)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCHALLENMUELLER, C. J.2012 SCHALLENMUELLER, C. J.. O pensamento político da CNBB e seu contexto social e intelectual (1952-1964). Caderno CEDEC, v. 104, p. 4-26, 2012.

2.
SCHALLENMUELLER, C. J.2011SCHALLENMUELLER, C. J.. Religião e Revolução nas principais obras de Edmund Burke e Alexis de Tocqueville. Cadernos de Ética e Filosofia Política (USP), v. 17, p. 153-171, 2011.

3.
SCHALLENMUELLER, C. J.2009SCHALLENMUELLER, C. J.. Evolução da literatura sobre estrutura partidária e sistema eleitoral no Brasil: entre duas democracias (1945-1964 e 1985 até hoje). Revista Videre (impresso), v. 1, p. 87-103, 2009.

Capítulos de livros publicados
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Da relação entre constitucionalismo e democracia: um estudo da decisão do STF sobre a constitucionalidade da anistia brasileira a partir de uma ótica habermasiana da justiça. In: Pinzani, Alessandro; Schmidt, Rainer. (Org.). Ensaios sobre Habermas: um pensamento interdisciplinar. 1ed.Florianópolis: Nefiponline, 2016, v. , p. 111-137.

2.
SCHALLENMUELLER, C. J.; QUINALHA, R. ; NEVES, R. . A tensão entre soberania popular e direitos humanos: estudo de caso da justiça de transição uruguaia. In: PIOVESAN, Flávia; SOARES, Inês V. P.. (Org.). Direitos Humanos Atual. 1ed.Rio de Janeiro: Campus Editora-RJ/Elsevier, 2014, v. , p. 467-483.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Tradição e Profecia: o pensamento político da CNBB e seu contexto social e intelectual (1952-1964). In: Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da USP, 2011, São Paulo. Seminário Discente da Pós-Graduação do Departamento de Ciência Política da USP, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. 'Reconciliação' na África do Sul: trajetórias e contradições. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Reconciliação na Justiça de Transição: reflexões sobre Chile e África do Sul. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SCHALLENMUELLER, C. J.. ?Reconciliation? in Transitional Justice: comparative conceptual history on Brazil and South Africa. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Transitional Justice in Brazil and Uruguay: different solutions to the tension between human rights and democracy. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Transitional Justice in Brazil and Uruguay: different solutions to the tension between human rights and democracy. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SCHALLENMUELLER, C. J.; NEVES, R. C. S. ; QUINALHA, R. H. . A tensão entre soberania popular e direitos humanos: estudo de caso da justiça de transição uruguaia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Da relação entre constitucionalismo e democracia: um estudo da decisão do STF sobre a constitucionalidade da anistia brasileira a partir de uma ótica habermasiana da justiça. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
SCHALLENMUELLER, C. J.. O discurso político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e o movimento Economia e Humanismo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Tradição e Profecia: o pensamento político da CNBB e seu contexto social e intelectual (1952-1964). 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
SCHALLENMUELLER, C. J.. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB (1952-1964): emergência de uma nova elite católica e colaboração com o desenvolvimentismo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
SCHALLENMUELLER, C. J.. As idéias políticas do episcopado brasileiro (1945-1964): origens, transformações e repercussões. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
SCHALLENMUELLER, C. J.. As idéias políticas do episcopado brasileiro (1945-1964): origens, transformações e repercussões. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Nacional-desenvolvimentismo e Igreja Católica: algumas repercussões do movimento Economia e Humanismo no Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções bibliográficas
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. O discurso da 'conciliação nacional' e a justiça de transição no Brasil 2015 (Dissertação).

2.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Tradição e Profecia: o pensamento político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e seu contexto social e intelectual (1952-1964) 2011 (Dissertação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para a Comissão de Anistia, do Ministério da Justiça: Projeto de Cooperação para o intercâmbio internacional, desenvolvimento e ampliação das políticas de Justiça Transicional no Brasil. 2016.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
SCHALLENMUELLER, C. J.. O discurso da conciliação nacional e a justiça de transição no Brasil: continuidades e rupturas de uma visão sobre a redemocratização brasileira. 2013. (Relatório de pesquisa).

2.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Tradição e Profecia: o pensamento político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e seu contexto social e intelectual (1952-1964). 2011. (Relatório de pesquisa).

3.
SCHALLENMUELLER, C. J.. O pensamento político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB (1952-1964). 2010. (Relatório de pesquisa).

4.
SCHALLENMUELLER, C. J.. Nacional-desenvolvimentismo e Igreja Católica: algumas repercussões do movimento Economia e Humanismo no Brasil. 2007. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
REIS, R. R.; TORELLY, M.; SCHALLENMUELLER, C. J.. Participação em banca de Pedro Henrique Aquino de Freitas. A atuação do Ministério Público Federal na persecução penal das graves violações de direitos humanos ocorridas na ditadura militar no Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminários da Pós-Graduação do Instituto de Relações Internacionais da USP.Reconciliação na Justiça de Transição: reflexões sobre Chile e África do Sul. 2018. (Seminário).

2.
XI Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP)."Reconciliação" na África do Sul: trajetórias e contradições. 2018. (Seminário).

3.
International Studies Association Annual Convention. "Reconciliation" in Transitional Justice: comparative conceptual history on Brazil and South Africa. 2017. (Congresso).

4.
24º Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP.24º Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP. 2016. (Simpósio).

5.
Constelletions 20th Anniversary Conference. 2014. (Seminário).

6.
FLACSO/ISA Joint Conference. Transitional Justice in Brazil and Uruguay: different solutions to the tension between human rights and democracy. 2014. (Congresso).

7.
Fulbright Enrichment Seminar. 2014. (Seminário).

8.
General Conference of the European Consortium for Political Research (ECPR). Transitional Justice in Brazil and Uruguay: different solutions to the tension between human rights and democracy. 2014. (Congresso).

9.
Liberty and Conflict: Machiavelli on Politics and Power. 2014. (Seminário).

10.
Resistance and Transition: culture, memory and the military dictatorship in Brazil. 2014. (Seminário).

11.
Speaking for the Humanities. 2014. (Seminário).

12.
Universtity in Exile 80th Anniversary Events. 2014. (Seminário).

13.
Brazil: Amnesty, Transitional Justice, and Legacies of Dictatorship. 2013. (Seminário).

14.
Brazil's Reckoning with Transitional Justice: Understanding the Role of Amnesty. 2013. (Seminário).

15.
Constitutionalism and Politics in Latin America - New School for Social Research.Constitutionalism and Politics in Latin America. 2013. (Seminário).

16.
Fulbright Orientation Seminar. 2013. (Seminário).

17.
Populism in Europe and Beyond. 2013. (Seminário).

18.
The Justification of Norms Beyond the State: Institutions, Procedures, and Age. 2013. (Seminário).

19.
Transitional Justice in Brazil: Measuring Progress and Confronting Challenges. 2013. (Seminário).

20.
II Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da USP.Da relação entre constitucionalismo e democracia: um estudo da decisão do STF sobre a constitucionalidade da anistia brasileira a partir de uma ótica habermasiana da justiça. 2012. (Seminário).

21.
VIII Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP).A tensão entre soberania popular e direitos humanos: estudo de caso da justiça de transição uruguaia. 2012. (Encontro).

22.
15º Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP.15º Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP. 2011. (Simpósio).

23.
II Seminário Latino-Americano de Justiça de Transição. 2011. (Seminário).

24.
Quanta verdade o Brasil suporta? Debatendo a Comissão da Verdade. 2011. (Outra).

25.
Seminário Discente da Pós-Graduação do Departamento de Ciência Política da USP.Tradição e Profecia: o pensamento político da CNBB e seu contexto social e intelectual (1952-1964). 2011. (Seminário).

26.
XXVIII Congresso Internacional da Associação Latino-Americana de Sociologia (ALAS). O discurso político da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e o movimento Economia e Humanismo. 2011. (Congresso).

27.
II Seminário Nacional Sociologia e Política.A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB (1952-1964): emergência de uma nova elite católica e colaboração com o desenvolvimentismo. 2010. (Seminário).

28.
O Brasil (não é) para principiantes. 2009. (Seminário).

29.
Primeiro Fórum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política.As idéias políticas do episcopado brasileiro (1945-1964): origens, transformações e repercussões. 2009. (Outra).

30.
Workshop do Projeto Temático: ?Linhagens do pensamento político-social brasileiro?.As idéias políticas do episcopado brasileiro (1945-1964): origens, transformações e repercussões. 2008. (Outra).

31.
15º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Nacional-desenvolvimentismo e Igreja Católica: algumas repercussões do movimento Economia e Humanismo no Brasil. 2007. (Simpósio).

32.
Proteção do Aqüífero Guarani em Ribeirão Preto - Resultados do Projeto de Cooperação entre os Governos do Estado de São Paulo e da Baviera. 2004. (Seminário).

33.
Ciclo de Palestras da Semana Jurídica do Centro Acadêmico 22 de Agosto (Direito PUC/SP). 2002. (Outra).

34.
Conselhos Tutelares. 2002. (Outra).

35.
I Ciclo de Palestras de Direitos Difusos e Coletivos da PUC/SP. 2002. (Outra).

36.
Os novos rumos do Direito. 2002. (Outra).



Outras informações relevantes


2014 - Atual    Integrante do Grupo de Pesquisa "Pensamento e Política no Brasil", coordenado pelos profs. André Singer e Bernardo Ricupero (USP).

2009 - 2011    Integrante do Projeto Temático "Linhagens do Pensamento Político e Social Brasileiro", coordenado pela profa. Élide Rugai   Bastos (UNICAMP) e financiado pela FAPESP.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/11/2018 às 16:24:46