Victor Martins Gonçalez

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0390749998479282
  • Última atualização do currículo em 21/05/2018


Biólogo, com Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas (2009) pela Universidade Paulista e Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente, do Instituto de Botânica de São Paulo (2013). Possui experiência em Botânica, com ênfase em Taxonomia de Fanerógamas, atuando, principalmente, com a taxonomia da família Malvaceae s.l. Durante a graduação, como estagiário do IBt, realizou três anos de Iniciação Científica, apresentando 3 projetos diferentes, sendo dois deles contemplados com prêmios de melhor trabalho de Iniciação Científica e o prêmio Frederico Carlos Hoehne. Tendo trabalhado até o mestrado com quatro gêneros da família Malvaceae s.l. Em 2014 começou a cursar o Programa de Doutorado em Biotecnologia da Universidade Mogi das Cruzes (UMC), com foco em Sistemática do gênero Pavonia (outro gênero da família Malvaceae). E teve o privilégio de ser bolsista do programa Ciências sem Fronteiras como doutorando convidado do "Department of Biological and Environmental Sciences", da Universidade de Gotemburgo (GU), Gotemburgo, Suécia, desenvolvendo o doutorado sanduíche por nove meses. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Victor Martins Gonçalez
Nome em citações bibliográficas
GONÇALEZ, V. M.;Gonçalez;GONÇALEZ, VICTOR M.;GONÇALEZ, VICTOR MARTINS

Endereço


Endereço Profissional
Instituto de Botânica, Divisão de Fitotaxonomia, Seção de Curadoria do Herbário.
Av. Miguel Stéfano, 3687
Água Funda
04374070 - São Paulo, SP - Brasil - Caixa-postal: 3005
Telefone: (11) 50736300
Ramal: 263
Fax: (11) 50733678
URL da Homepage: www.ibot.sp.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2018
Doutorado em Biotecnologia.
Universidade de Mogi das Cruzes, UMC, Brasil.
Título: Sistemática de Pavonia subg. Goetheoides (Garcke) Ulbr. (Malvoideae, Malvaceae), Ano de obtenção: 2018.
Orientador: Marília Cristina Duarte.
Coorientador: Alexandre Antonelli & Bernard Pfeil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Filogenia; Biogeografia; taxonomia; Malvaceae; Pavonia; Goetheoides.
Grande área: Ciências Biológicas
2014 - 2015
Doutorado em Biotecnologia.
Universidade de Mogi das Cruzes, UMC, Brasil.
com período sanduíche em University of Gothenburg (Orientador: Alexandre Antonelli).
Título: Sistemática de Pavonia subg. Goetheoides (Garcke) Ulbr. (Malvoideae, Malvaceae), Ano de obtenção: 2018.
Orientador: Marília Cristina Duarte.
Coorientador: Alexandre Antonelli.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Pavonia; Goetheoides; Filogenia; Biogeografia; Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: filogenia.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: biogeografia.
2011 - 2013
Mestrado em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente.
Instituto de Botânica, IBT, Brasil.
Título: Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na Região Sudeste do Brasil,Ano de Obtenção: 2013.
Orientador: Gerleni Lopes Esteves.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Melochia; Região Sudeste do Brasil; taxonomia; Botânica.
Grande área: Ciências Biológicas
2006 - 2009
Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas.
Universidade Paulista, UNIP, Brasil.
Título: Estudos Taxonômicos com Sida L. (seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo.
Orientador: Gerleni Lopes Esteves e Renata Sebastiani.
2006 - 2009
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas.
Universidade Paulista, UNIP, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade de Mogi das Cruzes, UMC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2018
Vínculo: Aluno de Doutorado, Enquadramento Funcional: aluno
Outras informações
Aluno de Doutorado no Programa de Biotcnologia


Instituto de Botânica, IBT, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2013
Vínculo: Estagiario, Enquadramento Funcional: Estagiario, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiario de iniciação científica e Mestrado da Dra. Gerleni Lopes Esteves

Atividades

03/2007 - Atual
Estágios , Divisão de Fitotaxonomia, Seção de curadoria do Herbário.

Estágio realizado
taxonomia de fanerógamas.

Instituto Divina Pastora, IDP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 14
Outras informações
Contratado como professor de Biologia para o Ensino Médio


COLÉGIO NOVO ESPAÇO, CNE, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Profesor, Carga horária: 12



Projetos de pesquisa


2014 - 2018
Sistemática de Pavonia subg. Goetheoides (Garcke) Ulbr. (Malvoideae, Malvaceae)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Victor Martins Gonçalez - Integrante / Marília Cristina Duarte - Coordenador.
2011 - 2013
Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na Região Sudeste do Brasil
Descrição: Melochia pertence à Byttnerioideae, uma das nove subfamílias de Malvaceae s.l. Em Byttnerioideae, o gênero está situado em Hermannieae, a única tribo monofilética da subfamília como tradicionalmente circunscrita e que apresenta como sinapomorfias morfológicas as pétalas planas e o androceu constituído de cinco estames e cinco estaminódios reduzidos ou ausentes. Melochia compreende cerca de 54 espécies com distribuição pantropical, tendo como principal centro de diversidade o continente Americano, onde ocorrem 39 espécies, das quais 24 estão representadas no Brasil e quatro são endêmicas. O gênero caracteriza-se pelo gineceu com ovário pentacarpelar, cada carpelo uni a biovulado, e cinco estiletes papilados na porção apical. O presente trabalho foi desenvolvido de acordo com os procedimentos usuais utilizados em estudos taxonômicos, incluindo o levantamento da bibliografia, coleta de material, visita aos herbários, estudo morfológico e a elaboração do trabalho. Foram realizadas nove viagens de coleta, abrangendo 45 municípios da região Sudeste e coletadas 13 coleções, referentes a seis espécies, que foram depositadas no Herbário do Instituto de Botânica. Além disso, foram analisadas cerca de 400 coleções dos herbários regionais. Foram registradas 10 espécies: M. arenosa Benth., M. simplex A. St.-Hil., M. graminifolia A. St. Hil., M. villosa (Mill.) Fawc. & Rendle, M. regnellii (K. Schum.) V. M. Gonçalez stat. nov. inéd., M. gardneri Sprague, M. pilosa (Mill.) Fawc. & Rendle, M. betonicifolia A. St.-Hil., M. morongii Britt. e M. pyramidata L., das quais três são endêmicas e cinco constituem novas ocorrências para a região Sudeste. Os principais caracteres utilizados para a identificação das seções e espécies foram os padrões de organização das inflorescências, forma e o tipo de deiscência dos frutos, tipos de tricomas das estruturas vegetativas e a forma e as dimensões das folhas e do cálice. As espécies estão distribuídas em todos os Estados do Sudeste, a maioria em Minas Gerais, habitando principalmente em áreas preservadas e alteradas de Cerrado. Quanto ao estado de conservação, três espécies foram enquadradas na categoria ameaçada e quatro na categoria vulnerável, de acordo com os critérios da IUCN. O trabalho consta de chave de identificação para as seções e espécies, descrições morfológicas, ilustrações inéditas, dados de distribuição geográfica e conservação, além de comentários sobre a variabilidade e as relações taxonômicas das espécies..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Victor Martins Gonçalez - Coordenador / Gerleni Lopes Esteves - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2009 - 2010
Estudos Taxonômicos com Malvaceae: Sida L. (Seção Sidae) no Estado de São Paulo
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Estudo Taxonômico com Sida L. (Seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo.
Descrição: Sida inclui aproximadamente 175 espécies distribuídas nas regiões tropicais e temperadas, predominantemente na América Tropical. O gênero está situado na subfamília Malvoideae, formando um clado juntamente com outros gêneros que apresentam fruto do tipo esquizocárpico com mais de cinco carpelos uni ou biovulados. Sida difere dos demais gêneros pelo cálice geralmente 10-costado na base e plicado no botão e pelos mericarpos nervado-reticulados nas faces laterais e na metade basal da face dorsal, sendo indeiscentes na porção basal e deiscentes ou indeiscentes na porção apical. O trabalho integra a monografia de Malvaceae, em desenvolvimento sob a coordenação da Dra. Gerleni Lopes Esteves, dentro do ?Projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo?. O estudo foi desenvolvido de acordo com os procedimentos normalmente utilizados em trabalhos taxonômicos, compreendendo coleta de material, visita aos herbários do Estado de São Paulo, estudo morfológico e taxonômico das espécies. O levantamento inicial das coleções de Sida depositadas nos herbários paulistas revelou a ocorrência de aproximadamente 24 espécies no Estado distribuídas em nove seções. No presente trabalho, foram estudadas as espécies da Seção Cordifoliae (Sida cordiflolia L., S. cerradoensis Krapov. e S. riedelii K. Schum.) e da Seção Spinosae (Sida spinosa L., S. viarum A.St.-Hil. e S. linearifolia A. St.-Hil.). As espécies estudadas foram diferenciadas com base no número de mericarpos, presença e tamanho das aristas, forma e tamanho das folhas, comprimento de pecíolos e estípulas, além dos tipos de inflorescência. Em São Paulo, as espécies ocorrem praticamente em todo o Estado, sendo menos representadas na região Oeste. O trabalho consta de chave de identificação, descrições do gênero e espécies, ilustrações, relação do material estudado, além de comentários sobre distribuição geográfica, relações taxonômicas e variabilidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
Flora do Distrito Federal, Brasil: Malvaceae s.s.
Descrição: Elaboração da monografia da família Malvaceae s.s., visando tanto o conhecimento florístico específico da unidade da federação que cerca a capital do País, quanto a construção da Flora do Brasil. Até o momento a monografia compreende 11 gêneros e ca. 60 especies. Inclui chaves de identificação para gêneros e espécies, descrições completas e relações taxonômicas entre os táxons, ilustrações, além de dados de distribuição geográfica e floração e frutificação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Victor Martins Gonçalez - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Coordenador / Catia Takeuchi - Integrante / Aluisio José Fernandes Junior - Integrante.
2008 - Atual
Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo: Malvaceae s.s.
Descrição: O projeto temático Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo foi criado em 1993, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), tendo como objetivos realizar o levantamento completo de todas as espécies ocorrentes no Estado de São Paulo e publicar diversos volumes contendo as monografias das famílias. O projeto foi iniciado com o levantamento das coleções depositadas nos herbários paulistas, aliado a um extenso programa de viagens de coleta pelo Estado, por cerca de três anos, abrangendo todas as regiões, especialmente aquelas pouco coletadas. Desde 1996, o projeto é coordenado pela Dra. Maria das Graças Lapa Wanderley, tendo como sede principal o Instituto de Botânica da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo e conta com a participação de taxonomistas das principais instituições de pesquisa e ensino do Estado, bem como de outras instituições brasileiras e do exterior. Foram publicados quatros volumes, perfazendo um total de 116 famílias e 1.849 espécies, das 7.500 espécies estimadas para o Estado. Um trabalho resultante do projeto é a Lista oficial das espécies ameaçadas da flora de São Paulo , onde são referidas 1.081 espécies de Fanerógamas e Pteridófitas enquadradas em diferentes categorias. O presente trabalho está inserido no projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo , e compreende a elaboração da monografia de Malvaceae, contendo descrições da família, gêneros e espécies, chaves de identificação, ilustrações e comentários sobre todos os táxons..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Victor Martins Gonçalez - Integrante / Gerleni Lopes Esteves - Coordenador / Marília Cristina Duarte - Integrante / Catia Takeuchi - Integrante / Aluisio José Fernandes Junior - Integrante.
2007 - 2008
Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo e Hibiscus L. no Distrito Federal
Descrição: O estudo taxonômico das espécies de Gaya que ocorrem no Estado de São Paulo e de Hibiscus no Distrito Federal integra as monografias de Malvaceae desses locais, em desenvolvimento dentro de dois grandes projetos de pesquisa: ?Projeto Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo?, coordenado pelo Instituto de Botânica, Universidade de São Paulo e Universidade Estadual de Campinas e ?Projeto Flora do Distrito Federal?, coordenado pelo Centro Nacional de Recursos Genéticos, Universidade de Brasília e Jardim Botânico de Brasília. Foram utilizados os procedimentos usuais em estudos taxonômicos, incluindo o levantamento bibliográfico, coleta de material, visita aos herbários locais, estudo morfológico e taxonômico das espécies e a elaboração dos trabalhos de acordo com as normas estabelecidas para a publicação das referidas floras. O gênero Gaya inclui cerca de 30 espécies distribuídas desde o México, estendendo-se pelas Antilhas até a Bolívia. No Estado de São Paulo foram encontradas três espécies: G. dominguensis Urb., G. guerkeana K. Schum. e G. pilosa K. Schum, vivendo predominantemente em áreas de floresta estacional semidecidual, geralmente em locais alterados. Essas espécies são facilmente distintas pelos tipos de tricomas, número de carpelos, forma das sementes e pelas características da endoglossa. O gênero Hibiscus compreende mais de 200 espécies distribuídas nas regiões tropicais e subtropicais, com alguns representantes em regiões temperadas. As quatro espécies encontradas no Distrito Federal possuem distribuição exclusivamente no Brasil, ocorrendo também em Goiás e Minas Gerais: H. flagelliformes A.St-Hil., H. pohlii Güerke, H. wilsonii Fryxell e H. capitalensis Krapov. & Fryxell. No Distrito Federal, essas espécies habitam no cerrado e podem ser diferenciadas pelo número e posição dos nectários foliares, posição das bractéolas do epicálice e tipos de hábitos e de tricomas. As monografias constam de chaves de identificação, descrições e ilustrações, além de co.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia Vegetal/Especialidade: Taxonomia de Fanerógamos.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Taxonomia de Malvaceae s.l..


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2009
1° lugar na categoria Iniciação Científica-PIBIC-CNPq, Bolsa de Renovação, Instituto de Botânica.
2009
2º Lugar na categoria Iniciação Científica do Prêmio ?Frederico Carlos Hoehne?, Instituto de Botânica.
2008
1° lugar na categoria Iniciação Científica-PIBIC-CNPq, Bolsa Nova, Instituto de Botânica.
2008
3º Lugar na categoria Iniciação Científica do Prêmio ?Frederico Carlos Hoehne?, Instituto de Botânica.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GONÇALEZ, VICTOR M.2017 GONÇALEZ, VICTOR M.; PFEIL, BERNARD E. ; ANTONELLI, ALEXANDRE ; DUARTE, MARÍLIA C. . Two new species of Pavonia (Malvoideae, Malvaceae) from southern Bahia, Brazil. Phytotaxa, v. 305, p. 97-103, 2017.

2.
GONÇALEZ, VICTOR MARTINS2017GONÇALEZ, VICTOR MARTINS; ESTEVES, GERLENI LOPES . Estudo taxonômico de Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na região Sudeste do Brasil. HOEHNEA, v. 44, p. 431-448, 2017.

3.
GONÇALEZ, V. M.2015 GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. .

Synopsis of Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) in southeastern Brazil

. Phytotaxa (Online), v. 226, p. 217-232, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
ESTEVES, G. L. ; TAKEUCHI, C. ; GONÇALEZ, V. M. . Malvaceae. In: Claudia Maria Jacobi; Flávio Fonseca do Carmo. (Org.). Diversidade Florística nas Cangas do Quadrilátero Ferrífero. 1ed.Belo Horizonte: Código, 2012, v. , p. 141-143.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na Região Sudeste do Brasil. In: 19 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica, 2012, São Paulo. Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na Região Sudeste do Brasil, 2012. p. 1-1.

2.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo. In: XVII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 2008, São Paulo. XVII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 2008.

3.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Estudos taxonômicos com Malvaceae: Hibiscus L. no Distrito Federal. In: XVII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 2008, São Paulo. XVII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo, 2008.

4.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo e Hibiscus L. no Distrito Federal. In: XII Encontro de Iniciação Cinetífica do Instituto de Botânica, 2008, São Paulo. XII Encontro de Iniciação Cinetífica do Instituto de Botânica. São Paulo: Instituto de Botânica, 2008. p. 33-33.

Apresentações de Trabalho
1.
GONÇALEZ, V. M.. Tópicos atuais em Nomenclatura Botânica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
GONÇALEZ, V. M.. A Importância da Iniciação Científica na Área de Botânica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
GONÇALEZ, V. M.. A Importância da Iniciação científica na área da botânica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
GONÇALEZ, V. M.. A Iniciação Científica na Área de Botânica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ESTEVES, G. L. ; GONÇALEZ, V. M. ; DUARTE, M. C. ; TAKEUCHI, C. . Malvaceae no Rodoanel Mario Covas, Trecho Sul. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Estudo Taxonômico com Sida L. (Seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
GONÇALEZ, V. M.; ESTEVES, G. L. . Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo e Hibiscus L. no Distrito Federal. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
ESTEVES, G. L. ; DUARTE, M. C. ; TAKEUCHI, C. ; Souza, B.M. ; Cruz, F.R. ; GONÇALEZ, V. M. . Checklist of Spermatophyta of the São Paulo State, Brazil: Malvaceae. Biota Neotropica 11(1a): 294-296, 2011 (Checklist).

2.
ESTEVES, G. L. ; DUARTE, M. C. ; TAKEUCHI, C. ; Souza, B.M. ; Cruz, F.R. ; GONÇALEZ, V. M. . Checklist of Spermatophyta of the São Paulo State, Brazil: Malvaceae. Biota Neotropica 11(1a): 294-296, 2011 (Checklist).


Demais tipos de produção técnica
1.
SILVA, C. V. ; TAKEUCHI, C. ; GONÇALEZ, V. M. ; RODRIGUES, R. S. . Ferramentas Utilizadas em Sistemática Vegetal. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
AFFONSO, P.; LIMA, A.A.R.; Gonçalez. Participação em banca de Leandro Silva Jezler.Carpoteca como uma ferramenta para o conhecimento de diversidade da flora. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Santo Amaro.

2.
AFFONSO, P.; Gonçalez; LIMA, A.A.R.. Participação em banca de Amanda Roschel Fernandes.Levantamento de Annonaceae Juss. no Núcleo Curucutu, Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Santo Amaro.

3.
AFFONSO, P.; LIMA, A.A.R.; Gonçalez. Participação em banca de André Benedito de Souza Rabelo.Levantamento de Coccocypselum P. Br. (Rubiaceae) Juss. no Núcleo Curucutu, Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Santo Amaro.

4.
KOEHLER, S.; SILVA, C. V.; GONÇALEZ, V. M.. Participação em banca de Fernanda Satori Petrongari.Estudo Taxonômico de Merremia Dennst. ex Endl. (Convolvulaceae) no Estado de São Paulo. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Paulo.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
67 Congresso Nacional de Botânica. Dificuldades no uso de Next Generation Sequence (NGS) em Pavonia Cav. (Malvaceae). 2016. (Congresso).

2.
IV Workshop de Ecologia e Evolução.Dificuldades no uso de Next Generation Sequence (NGS) em Pavonia Cav. (Malvaceae). 2016. (Simpósio).

3.
XI Congresso Latino Americano de Botânica / LXV Congresso Nacional de Botânica. New records of Malvaceae (Malvoideae and Byttnerioideae) in Rio Grande do Norte State, Brazil. 2014. (Congresso).

4.
XI Congresso Latino Americano de Botânica / LXV Congresso Nacional de Botânica. Sistemática de Pavonia subg. Goetheoides (Gurke) Ulbr. (Malvoideae, Malvaceae). 2014. (Congresso).

5.
19 RAIBt - Reunião Anual do Instituto de Botânica.Melochia L. (Byttnerioideae, Malvaceae) na Região Sudeste do Brasil. 2012. (Outra).

6.
18 RAIBt. 2011. (Outra).

7.
16ª RAIBt.Malvaceae no Rodoanel Mario Covas, Trecho Sul. 2009. (Outra).

8.
16ª RAIBt.Estudos Taxonômicos com Sida L. (seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo. 2009. (Outra).

9.
60º Congresso Nacional de Botânica. Estudos Taxonômicos com Sida L. (seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo. 2009. (Congresso).

10.
XIII Encontro de Iniciação Científica do Instituto de Botânica.Estudos Taxonômicos com Sida L. (seções Cordifoliae e Spinosae), Malvaceae s.s. no Estado de São Paulo. 2009. (Outra).

11.
15ª RAIBt.Estudos Taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo. 2008. (Outra).

12.
15ª RAIBt "Reunião Anual do Instituto de Botânica".Estudos taxonômicos com Malvaceae: Hibiscus L. no Distrito Federal. 2008. (Outra).

13.
Métodos Qualitativos em Inventários Florísticos. 2008. (Seminário).

14.
XII Encontro de Iniciação Científica do Instituto de Botânica.Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo e Hibuscus L. no Distrito Federal. 2008. (Encontro).

15.
XVII Congresso da Sociedade Botânica de São Paulo. Estudos taxonômicos com Malvaceae: Hibiscus L. no Distrito Federal. 2008. (Congresso).

16.
XVII Congresso da Sociedade de Botânica de São Paulo. Estudos taxonômicos com Malvaceae: Gaya Kunth no Estado de São Paulo. 2008. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
GLICIA JADE VALE DE ASSIS. ESTUDO TAXONÔMICO DE MELASTOMATACEAE DA SERRA DO ITAPETI, MOGI DAS CRUZES, SP. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de Mogi das Cruzes, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Aline Delon Firmino. Malvaceae Juss. na Área de Proteção Ambiental Mestre Álvaro, Serra, ES. 2017. Dissertação (Mestrado em BIODIVERSIDADE TROPICAL) - Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Victor Martins Gonçalez.



Outras informações relevantes


Realizou estágio de Licenciatura no colégio Instituto Divina Pastora, no período de março a dezembro de 2007, atuando como auxiliar do professor em atividades nas salas de aula e nos laboratórios.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 7:24:23