Nivaldo Aureliano Léo Neto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1308320873555411
  • Última atualização do currículo em 12/01/2019


Graduação em Ciências Biológicas (Lic.plena/bach) pela Universidade Estadual da Paraíba (2008), mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (2011), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal da Paraíba (2011) e Doutorado pela mesma instituição no ano de 2015. Atuei como antropólogo em relatórios de delimitação territorial de comunidades quilombolas nos Estados da Paraíba e Bahia para as respectivas Superintendências Regionais do INCRA. Coordeno (de forma compartilhada) a ação "Do Buraco ao Mundo", uma iniciativa de gestão compartilhada do patrimônio do "quilombo-indígena" Tiririca dos Crioulos, envolvendo Educação Patrimonial, Inventários Participativos, Museologia Social, Arte/Educação e Expografia colaborativa. Tal trabalho recebeu três prêmios nacionais (dois deles pelo IPHAN e um pela FUNARTE). Trabalho com temáticas que envolvem povos indígenas e comunidades quilombolas, abordando aspectos de delimitação territorial, conflitos socioambientais, patrimônio, processos de ensino-aprendizagem, Etnoecologia, formação de professoras e professores, elaboração de obras didáticas, educação para as relações étnico-raciais, teorias decoloniais. No ano de 2016 atuei como professor substituto de Antropologia vinculado ao Departamento de Ciências Sociais (UFPB). Atualmente realiza estágio de pós-doutorado na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no Programa de Educação e Contemporaneidade, Linha de Pesquisa "Processos Civilizatórios: Educação, Memória e Pluralidade Cultural
". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Nivaldo Aureliano Léo Neto
Nome em citações bibliográficas
LÉO NETO, N. A.;Leo Neto, Nivaldo A;LÉO NETO, Nivaldo A.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Educação - DEDC - Campus I, Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade.
Av Silveira Martins
Cabula
58051900 - Salvador, BA - Brasil
Telefone: (71) 31172449


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Título: Dinâmica da caça e conflitos socioambientais no sertão da Serra Negra (PE), Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Rômulo Romeu da Nóbrega Alves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Etnozoologia; Ecologia Política; Conflitos socioambientais; Territorialidade.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
2017
Mestrado em andamento em Educação, Culturas e Identidades.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: Educação Patrimonial e diálogos de saberes no quilombo-indígena Tiririca dos Crioulos (Pernambuco),Orientador: Maurício Antunes Tavares.
2009 - 2011
Mestrado em Ciências Sociais.
Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.
Título: "Na Lição da Abeia-Mestra": análise do complexo simbólico e ritualístico do mel e das abelhas sem-ferrão entre os índios Atikum,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Rodrigo de Azeredo Grünewald.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Etnozoologia.
2009 - 2011
Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Título: "A Ciência da Caça": estratégias e construções simbólicas associadas às atividades cinegéticas entre os índios de Atikum-Umã (PE),Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Rômulo Romeu da Nóbrega Alves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
2005 - 2008
Graduação em Ciências Biológicas (Lic.plena/bach).
Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.
Título: Entre o Aiyê e o Orum: Interação Homem/Animal em terreiros de Candomblés nas cidades de Caruaru-PE e Campina Grande-PB.
Orientador: Rômulo Romeu da Nóbrega Alves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2016 - 2016
Caminhos da Memória: Inventários Participativos. (Carga horária: 16h).
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Paraíba, IPHAN-PB, Brasil.
2008 - 2008
Uso e Conservação da Fauna no Brasil. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em I Curso de Extensão em Plantas Medicinais. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.
2007 - 2007
Biologia da Conservação de Tartarugas Marinhas. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2007 - 2007
Manguezais: Sustentabilidade X Ação Antrópica. (Carga horária: 4h).
Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.
2007 - 2007
Ecologia de Recifes de Corais. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Agentes Multiplicadores em Educação Ambiental. (Carga horária: 120h).
Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Carga horária: 40

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia do Conhecimento
08/2018 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Educação - DEDC - Campus I, Departamento de Educação - DEDC - Campus I.

Atividade realizada
Atividades no Grupo de Pesquisa "Pensamento e Contemporaneidade".

Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professor Assistente A (Doutor), aprovado em processo seletivo aberto pelo Edital 11/2016, cujo resultado foi homologado através do Edital 51/2016, publicado no D.O.U. em 03.05.2016.

Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Mestrando

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsisa de Mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2016 - 11/2016
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia e Mudança
Antropologia no Brasil
07/2016 - 11/2016
Ensino, Hotelaria, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia Cultural
06/2016 - 07/2016
Ensino, Hotelaria, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia Cultural
08/2014 - 02/2015
Estágios , Centro de Ciências Aplicadas e Educação - campus IV, .

Estágio realizado
Estágio Docência na disciplina Território e Meio Ambiente, pelo Departamento de Ciências Sociais do CCAE/UFPB, campus IV, Litoral Norte.

Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Mestrando


Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 25


Terra Ambiental, ., Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Coordenador de lote
Outras informações
Coordenador de equipe multidisciplinar para elaboração de relatórios antropológicos de cinco comunidades remanescentes de quilombos no Estado da Bahia


DEMACAMP - Planejamento, Projeto e Consultoria S/S Ltda, DEMACAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Antropólogo
Outras informações
Prestação de serviços como profissional autônomo, tendo por finalidade o desempenho da função de Antropólogo, visando a elaboração de Relatório de Identificação e Delimitação Territorial da comunidade quilombola Ipiranga, município de Conde, Estado da Paraíba.


Associação Guajiru, AGCEMA, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 12

Atividades

01/2006 - 02/2006
Estágios , Projeto Tartarugas Urbanas, .

Estágio realizado
Estágio Voluntário sobre Técnicas de Manejo e Conservação de Tartarugas Marinhas, totalizando 60 horas de atividades..

Centro de Conservação de Répteis da Caatinga, CCRC, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 6

Atividades

05/2005 - 05/2006
Estágios , CCRC, .

Estágio realizado
Estágio voluntário em atividades de manejo da fauna em cativeiro, totalizando 288 horas de atividades..


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Decolonizando as Ciências: subsídios teóricos para uma educação intercientífica, intercultural e antirracista
Descrição: A presente proposta de pesquisa consiste em estágio pós-doutoral (PNPD/CAPES), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB, campus I, Salvador), supervisionado pela Prof Dra Sueli Ribeiro Mota Souza. Parte da premissa de que o Ensino de Ciências e Biologia reproduz narrativas universalizantes que desconsideram outras epistemologias como a dos povos indígenas e comunidades quilombolas. Sobre um viés eurocentrado, as relações assimétricas de poder, embutidas nas instituições de ensino e pesquisa, frequentemente não reconhecem os conhecimentos ecológicos tradicionais desses grupos étnicos como legítimos domínios explicativos do mundo, rotulando-os de inválidos perante a pretensa lei universalizante da Ciência. Esse processo de racismo institucional e de violência epistêmica acarreta no silenciamento de memórias locais e de suas respectivas identidades. Contraditoriamente, as legislações brasileiras (como os Artigos 215 e 216 da CF/88, além das Leis 10.639/03 e 11.645/08) orientam que os estabelecimentos de ensino devem proporcionar formas para salvaguardar e incentivar o reconhecimento das referências culturais dos diversos segmentos que compõem a sociedade brasileira. Proporcionar as efetivas formas pelas quais o diálogo para uma educação das relações étnico-raciais pode aflorar, implica partir do protagonismo dos sujeitos detentores dessas memórias, favorecendo o rompimento de uma cultura do silêncio. A pesquisa envolve a produção de duas obras, sendo (1) a produção de um ensaio teórico explorando as relações de colonialidade no Ensino de Ciências e Biologia; e (2) a elaboração de uma cartografia dos grupos de pesquisa e pesquisadores/pesquisadoras cuja temática e áreas de interesse estejam relacionadas com aspectos relativos à decolonização do ensino de ciências/biologia, para a produção de um Mapa Interativo que será disponibilizado virtualmente em plataformas de acesso gratuito e colaborativo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2015
Dinâmica da Caça e Conflitos socioambientais no sertão da Serra Negra (PE)
Descrição: Este estudo abordou a dinâmica que está atrelada à atividade de caça, ao percebê-la como uma forma de experienciar e construir os nichos. Para tal, participaram deste trabalho os povos indígenas Kambiwá e Pipipã, localizados no sertão do Estado de Pernambuco, entrevistando-se 19 índios (7 do povo Kambiwá e 12 do povo Pipipã), que citaram 58 animais, sendo 25 mamíferos, 29 aves e 4 répteis. Se atualmente, por vários fatores, a caça torna-se menos frequente, nem por isto alguns indígenas deixam de realizá-la pois esta, segundo as percepções, seria uma tradição. Por ser dinâmica, a tradição da caça encontra processos de resignificação em um ambiente no qual o desmatamento por parte de não- índios, muitas vezes autorizada por órgãos federais, modifica e impõe alterações. A perda do território, do ambiente do povo Pipipã e Kambiwá, faz com que a luta dos indígenas pela manutenção deste se confronte, inclusive, com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO). Os povos indígenas em questão possuem limites de seu território (ancestral e reivindicado), além de extensas narrativas sobre os antepassados, associadas à Serra Negra. Esta, por sua vez, constitui-se em uma Unidade de Conservação, regida por dispositivos específicos e gerida pelo ICMBIO. Procurando compreender tais conflitos e os discursos proferidos pelas partes, foram entrevistados quatro funcionários da referida autarquia, além dos indígenas. Diante disto, compreende-se a historicidade dos ambientes e os processos de co-evolução dos organismos, atuando incisivamente na construção dos nichos. Em tais movimentos, as ações de diversos sujeitos se emaranham, nos alertando para a necessidade de abordagens integrativas e colaborativas, minimizando conflitos que são gerados por percepções postas como antagônicas, rotuladas como oposição de interesses enquanto guardam semelhanças..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
"A Ciência da Caça": estratégias e construções simbólicas associadas às atividades cinegéticas entre os índios de Atikum-Umã (PE)
Descrição: Os conhecimentos etnobiológicos acumulados pelos povos ameríndios ao longo de séculos de interação com a natureza podem ser demonstrados a partir da diversidade de relacionamentos que estes mantém com a natureza, usufruindo desta de forma sustentável ou não. O presente projeto visa levantar dados etnobiológicos relacionados às atividades cinegéticas entre os índios Atikum, Estado de Pernambuco. Adicionalmente, pretende-se compreender como os ritos e mitos atuam sobre a fauna..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Nivaldo Aureliano Léo Neto - Integrante / Rômulo Romeu da Nóbrega Alves - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2007 - 2008
Uso e Comércio de Animais para fins Mágico-religiosos nas cidades de Caruaru-PE e Campina Grande-PB
Descrição: Caracterizar o contexto sócio-cultural em que se dá a atividade de comercialização e utilização de animais para fins mágico-religiosos nas cidades de Caruaru-PE e Campina Grande-PB, avaliando o impacto de uso sobre as espécies potencialmente exploradas, buscando assim a utilização sustentável das mesmas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Nivaldo Aureliano Léo Neto - Integrante / Rômulo Romeu da Nóbrega Alves - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 15


Projetos de extensão


2016 - 2017
Do Buraco ao Mundo: Percepções sobre o Patrimônio Cultural da Tiririca dos Crioulos
Descrição: Ao completar dois anos de interação, a ação "Do Buraco ao Mundo" propõe a reflexão sobre as percepções sobre o patrimônio mediadas por uma exposição multi-meios que percorrerá algumas cidades e, posteriormente, voltará para os dois museus comunitários existentes na Tiririca dos Crioulos. Projeto selecionado pelo Edital Rumos Itaú Cultural 2015-2016.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2014 - 2015
Do Buraco ao Mundo: segredos, rituais e patrimônio de um quilombo-indígena
Descrição: Projeto de pesquisa-ação que envolve a comunidade Tiririca dos Crioulos, auto-proclamada um quilombo-indígena, localizada no sertão de Pernambuco. Esta proposta procura abordar a comunidade, respeitando (e reforçando) a sua autonomia, em uma busca participativa no inventário dos seus bens de patrimônio cultural material e imaterial, associadas às suas práticas ritualísticas. Devido a sua distância da capital do Estado (Recife), bem como o histórico processo de marginalização e preconceito dessa população, a noção de ?buraco? emerge do discurso de uma das lideranças, cuja frase intitula esta proposta. Acreditando nesses direitos e na oportunidade dos que compõem a Tiririca dos Crioulos mostrarem quem são, de onde vem, compartilhar os seus cantos sagrados e memórias territoriais, a sistematização das informações obtidas será disponibilizada (mediante consentimento) em plataformas digitais, em formato de ?site? e arquivo digital (.PDF). Produto este que será distribuído na escola quilombola, nas escolas do município de Carnaubeira da Penha e nas escolas indígenas do município, usadas, consequentemente, como material didático. Com isto, o processo de formação que será proporcionado à comunidade, gera informação, no sentido de ação sobre o mundo e de criação de oportunidades, de espaços a serem (re)conquistados. Este projeto é realizado através de financiamento de um edital resultado de uma articulação entre o Ministério da Cultura (MinC), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e a Rede Memorial, com vistas na criação da futura plataforma Acervo Digital Afro-Brasileiro..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2013 - 2013
Periódico: Revista Ouricuri


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação Patrimonial.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Etnozoologia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Populações tradicionais.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Etnologia Indígena.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Rituais, religião e aspectos simbólicos.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Prêmio FUNARTE Arte e Educação, Fundação Nacional de Artes.
2016
Prêmio Boas Práticas de Salvaguarda do Patrimônio Imaterial (PNPI-2015), IPHAN.
2015
Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).
2011
1º colocado no Prêmio Alberto Kioharu Nishida (Guy), VI Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia.
2011
Menção Honrosa, VI Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia.
2007
Menção Honrosa, Universidade Estadual da Paraíba.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LÉO NETO, Nivaldo A.2018LÉO NETO, Nivaldo A.. A contextualização dos saberes para a descolonização de um ensino de Biologia que reconheça as identidades e diferenças. REVISTA ENTREIDEIAS: EDUCAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE, v. 7, p. 23-42, 2018.

2.
LÉO NETO, Nivaldo A.2016LÉO NETO, Nivaldo A.; Alves, Rômulo R. N. . Rastreando a Trilha da Vida: as atividades de caça e o conhecimento científico local dos caçadores Pipipã de Kambixuru e Kambiwá (Pernambuco, Brasil). Acta Científica Venezolana, v. 67, p. 69-105, 2016.

3.
FERREIRA, FELIPE S.2013FERREIRA, FELIPE S. ; FERNANDES-FERREIRA, HUGO ; LÉO NETO, Nivaldo A. ; BRITO, SAMUEL V. ; Alves, Rômulo R. N. . The trade of medicinal animals in Brazil: current status and perspectives. Biodiversity and Conservation (Dordrecht. Online), v. 22, p. 3, 2013.

4.
LÉO NETO, N. A.2013LÉO NETO, N. A.. Voz Ativa, Voz Política: organização, resistência e luta do quilombo Ipiranga (Paraíba). Cadernos do LEME, v. 5, p. 27-59, 2013.

5.
LÉO NETO, N. A.2012LÉO NETO, N. A.; GRÜNEWALD, R.A. . ?Lá no meu Reinado eu só como é mel?: complexo simbólico e ritualístico do mel e das abelhas sem-ferrão entre os índios Atikum (PE). Tellus (UCDB), v. 22, p. 49-80, 2012.

6.
LÉO NETO, N. A.2012LÉO NETO, N. A.; Voeks, Robert A ; Dias, Thelma L P ; Alves, Romulo R N . Mollusks of Candomble: symbolic and ritualistic importance. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 8, p. 10, 2012.

7.
Alves, Rômulo R. N.2012Alves, Rômulo R. N. ; ROSA, IERECÊ L. ; LÉO NETO, Nivaldo A. ; VOEKS, ROBERT . Animals for the Gods: Magical and Religious Faunal Use and Trade in Brazil. Human Ecology (New York, N.Y.), v. ., p. ., 2012.

8.
Dias, Thelma L. P.2011Dias, Thelma L. P. ; LÉO NETO, N. A. ; Alves, Rômulo R. N. . Molluscs in the marine curio and souvenir trade in NE Brazil: species composition and implications for their conservation and management. Biodiversity and Conservation, p. x-x, 2011.

9.
LÉO NETO, N. A.;Leo Neto, Nivaldo A;LÉO NETO, Nivaldo A.2011LÉO NETO, N. A.; MOURÃO, JS ; ALVES, R. N. . It All Begins With the Head : Initiation Rituals and the Symbolic Conceptions of Animals in Candomblé. Journal of Ethnobiology, v. 31, p. 244-261, 2011.

10.
LÉO NETO, N. A.2010LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . "A Natureza Sagrada do Candomblé": análise da construção mística acerca da natureza em terreiros de Candomblé na região Nordeste do Brasil. Interciencia (Caracas), v. 35, p. 568/8-574, 2010.

11.
ALVES, R. R. N.2009ALVES, R. R. N. ; LÉO NETO, N. A. ; SANTANA, G. G. ; VIEIRA, W. L. S. ; ALMEIDA, W. O. . Reptiles used for medicinal and magic religious purposes in Brazil. Applied Herpetology, v. 6, p. 257-274, 2009.

12.
ALVES, R. R. N.2009ALVES, R. R. N. ; LÉO NETO, N. A. ; BROOKS, S.E. ; ALBUQUERQUE, U. P. . Commercialization of animal-derived remedies as complementary medicine in the semi-arid region of Northeastern Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v. 124, p. 600-608, 2009.

13.
LÉO NETO, N. A.;Leo Neto, Nivaldo A;LÉO NETO, Nivaldo A.2009LÉO NETO, N. A.; Brooks, Sharon E. ; Alves, Romulo R.N. . From Eshu to Obatala: animals used in sacrificial rituals at Candomble. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 5, p. xx-xx, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SÁ, A.A.S. (Org.) ; SERRADELA, L.I. (Org.) ; LÉO NETO, N. A. (Org.) . Tiririca dos Crioulos um quilombo-indígena. 2. ed. Carnaubeira da Penha: , 2017. 60p .

2.
SÁ, A.A.S. (Org.) ; SERRADELA, L.I. (Org.) ; LÉO NETO, Nivaldo A. (Org.) . Tiririca dos Crioulos:um quilombo-indígena. 1. ed. Carnaubeira da Penha: Associação dos Remanescentes do Quilombo Tiririca, 2016. v. 1. 56p .

Capítulos de livros publicados
1.
LÉO NETO, Nivaldo A.. ?A Natureza a Favor da Arte?: As possibilidades de um ensino de ciências antirracista a partir de uma exposição colaborativa. In: Raphael Alves Feitosa; Anne Karoline Cardoso Silva; Solonildo Almeida da Silva; Francisco Regis Vieira Alves. (Org.). O que o cenário atual revela ao ensino de biologia?. 1ed.São Paulo: Editora na Raiz, 2018, v. , p. 19-30.

2.
LÉO NETO, Nivaldo A.; Alves, Romulo R N . Índios Pipipã de Kambixuru e ICMBIO: conflitos socioambientais no sertão de Pernambuco em torno da Serra Negra. In: Alivia Rouse Carregosa Rabbani; Laura Jane Gomes; Renata Silva-Mann. (Org.). Pensando a Biodiversidade: Etnociências. 1ed.São Cristóvão: EDUFS, 2016, v. , p. 33-46.

3.
SERRADELA, L.I. ; LÉO NETO, Nivaldo A. . Dinâmica das Emoções através da Educação Patrimonial pautada na Arte/Educação.. In: Átila Bezerra Tolentino, Emanuel Oliveira Braga. (Org.). Educação patrimonial [recurso eletrônico] : políticas, relações de poder e ações afirmativas. 5ed.João Pessoa: IPHAN, 2016, v. 5, p. 83-92.

4.
LÉO NETO, N. A.. Incorporar ou não Incorporar? Eis a questão.... In: Reinaldo Duque-Brasil; Gustavo T. Soldati; Francisco J.B.Souto; Nelson L. Alencar; Lin Chau Ming; France Maria G. Coelho. (Org.). "Quando pensa que não..." contos, causos e crônicas em Etnoecologia. 1ed.Viçosa: Edição dos organizadores, 2012, v. , p. 45-48.

5.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . ?Sangue e música?: animais utilizados em rituais de sacrifício em terreiros de Candomblé. In: Rômulo Romeu da Nóbrega Alves; Wedson de Medeiros Silva Souto; José da Silva Mourão. (Org.). A Etnozoologia no Brasil: importância, status atual e perspectivas. Recife: NUPEEA, 2010, v. , p. 495-512.

6.
DIAS, T. L.P. ; ALVES, R. R. N. ; LÉO NETO, N. A. . Zooartesanato marinho da Paraíba. In: Rômulo Romeu da Nóbrega Alves; Wedson de Medeiros Silva Souto; José da Silva Mourão. (Org.). A Etnozoologia no Brasil: importância, status atual e perspectivas. Recife: NUPEEA, 2010, v. , p. 513-534.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
LÉO NETO, N. A.; SERRADELA, L.I. ; TAVARES, M. A. . Contextualizando saberes em um território intercultural: Educação Patrimonial no quilombo-indígena Tiririca dos Crioulos (Pernambuco). In: III Seminário Internacional do Observatório dos Movimentos Sociais na América Latina, 2017, Caruaru - Pernambuco. Anais do III Seminário Internacional do Observatório dos Movimentos Sociais na América Latina, 2017.

2.
LÉO NETO, Nivaldo A.. 'Nós somos os donos': conflitos socioambientais entre os índios Pipipã de Kambixuru e o ICMBIO no sertão de Pernambuco. In: V REA / XIV ABANNE, 2015, Maceió. Anais da V REA/XIV ABANNE, 2015. v. 1. p. .-..

3.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Mulheres que ousam lutar: a construção da identidade como mulher quilombola. In: XVII Encontro da Rede Feminista de Estudos sobre a Mulher e Relações de Gênero, 2012, João Pessoa. Anais da XVII REDOR, 2012.

4.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . A Natureza Sagrada do Candomblé. In: II Seminário Nacional de Estudos de História e Cultura Afro-Brasileiras 120 anos de abolição: desafios e perspectivas na construção da cidadania, 2008, Campina Grande. II Seminário Nacional de Estudos de História e Cultura Afro-Brasileiras 120 anos de abolição: desafios e perspectivas na construção da cidadania, 2008. p. 343-349.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. ; DIAS, T. L.P. ; OLIVEIRA, E. S. . Fauna marinha comercializada para fins ornamentais na Feira de Caruaru (PE). In: III Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008, Fortaleza. Anais do III Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008.

2.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Inventário dos Animais Comercializados para Fins Mágico-Religiosos na Feira de Caruaru-PE. In: XVI Encontro de Zoologia do Nordeste, 2007, Garanhuns. Anais do XVI Encontro de Zoologia do Nordeste, 2007. v. 8. p. 16-18.

3.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Invertebrados Usados para Confecção de Zooartesanato nas cidades de Caruaru (PE), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE). In: XVI Encontro de Zoologia do Nordeste, 2007, Garanhuns. Anais do XVI Encontro de Zoologia do Nordeste, 2007. v. 8. p. 48-49.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LÉO NETO, N. A.; TRINDADE, P. M. ; ALVES, R. R. N. . "A Ciência da Caça": construções simbólicas associadas às atividades cinegéticas entre os índios de Atikum-Umã (PE). In: IV Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia & II Encontro Paraibano de Etnobiologia e Etnoecologia, 2011, Areia-PB. Anais do IV ENEE/II EPEE, 2011.

2.
LÉO NETO, N. A.; TRINDADE, P. M. ; ALVES, R. R. N. . Atividades cinegéticas entre os índios de Atikum-Umã (PE). In: IV Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia & II Encontro Paraibano de Etnobiologia e Etnoecologia, 2011, Areia-PB. Anais do IV ENEE/II EPEE, 2011.

3.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . "Tudo começa pela cabeça": animais utilizados em cerimônias de iniciação em terreiros de Candomblé nas cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). In: V Encontro Nordestino de Etnoecologia e Etnobiologia, 2009, Campina Grande. Anais do V ENEE, 2009.

4.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Sangue e Música: Animais utilizados em terreiros de Candomblé nas cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). In: IX ENCOBIO / IV ENEE, 2008, Feira de Santana. Anais do IX ENCOBIO / IV ENEE, 2008.

5.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . A Zooterapia na Feira de Caruaru, Estado de Pernambuco. In: IX ENCOBIO / IV ENEE, 2008, Feira de Santana. Anais do IX ENCOBIO / IV ENEE, 2008.

6.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Uso e Comércio de animais para fins mágico-religiosos nas cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). In: XV Encontro de Iniciação Científica da UEPB, 2008. XV Encontro de Iniciação Científica da UEPB: Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, 2008.

7.
LÉO NETO, N. A.; FURTADO, S.N.M. ; ALVES, R. R. N. ; DIAS, T. L.P. . Moluscos utilizados para fins litúrgicos em Candomblés. In: VII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, 2008, Belém-PA. Anais do VII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, 2008.

8.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Animais utilizados em cerimônias de sacrifício em Candomblés de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). In: VII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, 2008, Belém- PA. Anais do VII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, 2008.

9.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Moluscos comercializados para fins mágico-religiosos na feira de Caruaru (PE). In: IX Semana de Biologia da UEPB, 2007, Campina Grande. Anais da IX Semana de Biologia, 2007.

10.
ALENCAR, C.E.R.D. ; SOUZA, V.V. ; LÉO NETO, N. A. ; SOARES, S.O. ; ALBUQUERQUE, H.N. . Percepção sobre temas relacionados à sexualidade em adolescentes de uma escola pública na cidade de Campina Grande-PB. In: IX Semana de Biologia da UEPB, 2007, Campina Grande. Anais da IX Semana de Biologia da UEPB, 2007.

Apresentações de Trabalho
1.
LÉO NETO, N. A.. Etnobiologia na Caatinga: pertencer para valorizar. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Aflorando dores e desabrochando flores: a importância das memórias para uma educação intercultural e antirracista. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Território, natureza, corpo e cosmovisões indígenas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
LÉO NETO, Nivaldo A.. A contextualização dos saberes para uma Ensino de Biologia que reconheça as identidades e diferenças. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
LÉO NETO, N. A.. A Ciência da Caça e o Complexo do Mel: os Atikum-Umã e o seu ambiente. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
LÉO NETO, N. A.. O Complexo do Mel: Etnozoologia e Etnicidade na Serra do Umã. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
LÉO NETO, N. A.. Vivências e Perpectivas discentes: uso e conservação da fauna. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
LÉO NETO, N. A.. Etnobiologia de Comunidades Afro-Brasileiras. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
LÉO NETO, N. A.. Arte, Cura e Magia: isso é Etnozoologia?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . A Natureza Sagrada do Candomblé. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
LÉO NETO, N. A.; ALVES, R. R. N. . Perfil sócio-econômico dos comerciantes de Zooartesanato nas cidades de Caruaru (PE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE). 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Entre bois e peixes: do cativeiro à busca pela liberdade no quilombo Torrinha (BA). 2014.

2.
LÉO NETO, N. A.; SOUZA, J. B. ; CARVALHO, R. M. A. ; ROCHA, D. N. . As Flores do (I)Piranga: etnicidade e territorialização em uma comunidade negra no litoral sul da Paraíba. 2012.


Demais tipos de produção técnica
1.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Aspectos Éticos e Teórico-Metodológicos da Pesquisa em Etnoecologia. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
LÉO NETO, N. A.; SERRADELA, L.I. . Das locas dos sertões surge a resistência: Arte/Educação e emoções para auto-reflexões. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
LÉO NETO, Nivaldo A.; SERRADELA, L.I. . Oficina/Vivência de Educação Patrimonial. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
LÉO NETO, N. A.. Etnoecologia de rituais afro-brasileiros e indígenas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
LÉO NETO, N. A.. Inventários Participativos dos Bens Patrimoniais: Educação Patrimonial e contextualização para o Ensino de Biologia. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Para que(m) serve a tua ciência? Povos indígenas e os seus conhecimentos científicos no diálogo de saberes. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
LÉO NETO, N. A.. Além do que se vê: por uma etnoecologia da religião, dos rituais e das construções simbólicas. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
LÉO NETO, N. A.. Sangue e Música: Etnobiologia de Rituais Afro-Brasileiros. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
SERRADELA, L.I. ; LÉO NETO, N. A. . Das Dores Peregrina. 2016. Performática.

Música
1.
SÁ, A.A.S. ; LÉO NETO, Nivaldo A. ; SERRADELA, L.I. ; ANDRADE, L.E.A. . CD Tiririca dos Crioulos: Benditos, Linhas de Toré e Gira. 2017. Registro Fonográfico.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Qualificações de Mestrado
1.
FEITOSA, R. A.; SANTIAGO, S. B.; LÉO NETO, N. A.. Participação em banca de Milene Antunes de Alencar. A Educação Ambiental como ação educativa no Ensino de Ciências e Biologia nas escolas indígenas Tapeba. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal do Ceará.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
LINHEIRA, C. Z.; SANTOS, C. A. G.; LÉO NETO, N. A.. Participação em banca de Joás Azevedo da Silva.Canteiros de mudas: Educação Ambiental na Escola Índio Pedro Máximo de Lima, aldeia Três Rios, Marcação-PB. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Campina Grande.

2.
LINHEIRA, C. Z.; SANTOS, C. A. G.; LÉO NETO, N. A.. Participação em banca de Marcelo Pelintro da Silva.O desmatamento na Ilha das Moças: Educação Ambiental na escola, aldeia Tramataia, Marcação-PB. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Campina Grande.

3.
CRUZ, G.; SOUZA, S. R. M.; LÉO NETO, Nivaldo A.. Participação em banca de Mônica da Silva Barreto.Experiências com adoção tardia: vivência familiar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade do Estado da Bahia.

4.
LINHEIRA, C. Z.; BATISTA, M. R. R.; LÉO NETO, N. A.. Participação em banca de Denise Soares Maia do Nascimento.A Educação Ambiental na escola indígena como abordagem didática para problemas ambientais: o caso do "Buraco do Padre". 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Intercultural Indígena) - Universidade Federal de Campina Grande.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Jornadas de Formação em Educação Patrimonial.Projetos culturais, turismo de base comunitária, patrimônio cultural e desenvolvimento local. 2017. (Outra).

2.
VII Encontro Regional de Ensino de Biologia/Nordeste.Mesa-redonda: "Sujeitos do Ensino de Biologia: religiosidades, patologizações, medicalizações e outras capturas contemporâneas". 2017. (Encontro).

3.
Antropologia Indígena em Pernambuco: pesquisas e perspectivas contemporâneas.A Ciência da Caça e o Complexo do Mel: os Atikum-Umã e o seu ambiente. 2013. (Seminário).

4.
IX Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia. 2012. (Simpósio).

5.
XVII Encontro Nacional da Rede Feminista Norte e Nordeste de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher e Relações de Gênero.Mulheres que ousam lutar: a construção da identidade como mulher quilombola. 2012. (Encontro).

6.
IV Seminário do Laboratório de Estudos em Movimentos Étnicos.O Complexo do Mel: Etnozoologia e Etnicidade na Serra do Umã. 2011. (Seminário).

7.
VI Encontro Nordestino de Etnobiologia e Etnoecologia & II Encontro Paraibano de Etnobiologia e Etnoecologia... 2011. (Encontro).

8.
V Encontro Nordestino de Etnoecologia e Etnobiologia.Vivências e Perpectivas discentes: uso e conservação da fauna. 2009. (Encontro).

9.
I Encontro Paraibano de Etnobiologia e Etnoecologia.Etnobiologia das Comunidades Afro-Brasileiras. 2008. (Encontro).

10.
II Seminário Nacional de Estudos de História e Cultura Afro-Brasileiras 120 anos de abolição: desafios e perspectivas na construção da cidadania.A Natureza Sagrada do Candomblé. 2008. (Seminário).

11.
IX ENCOBIO / IV ENEE.Sangue e Música: Animais utilizados em terreiros de Candomblé nas cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). 2008. (Encontro).

12.
XV Encontro de Iniciação Científica da UEPB.Uso e Comércio de Animais para fins mágico-religiosos nas cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). 2008. (Encontro).

13.
XVIII Encontro Regional de Estudantes de Biologia do Nordeste. 2008. (Encontro).

14.
IX Semana de Biologia da UEPB.Perfil Sócio-Econômico dos comerciantes de Zooartesanato nas cidades de Caruaru (PE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE). 2007. (Outra).

15.
XIV Encontro de Iniciação Científica da UEPB. 2007. (Encontro).

16.
X Semana de Biologia da UFPB. 2007. (Outra).

17.
XVI Encontro de Zoologia do Nordeste.Inventário dos Animais Comercializados para Fins Mágico-Religiosos na Feira de Caruaru-PE. 2007. (Encontro).

18.
XXVIII Encontro Nacional de Estudantes de Biologia. 2007. (Encontro).

19.
11º Congresso Nordestino de Ecologia. 2006. (Congresso).

20.
III Forum Universidade, Sociedade e Meio Ambiente. 2006. (Outra).

21.
Encontro Intercontinental sobre a Natureza. 2005. (Encontro).

22.
Seminário Gestão Integrada de Resíduos Sólidos em Instituição de Ensino. 2005. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SÁ, A.A.S. ; SERRADELA, L.I. ; LÉO NETO, N. A. . Tiririca dos Crioulos: pessoas fortes na luta. 2017. (Exposição).

2.
SÁ, A.A.S. ; SERRADELA, L.I. ; LÉO NETO, Nivaldo A. . Tiririca dos Crioulos: pessoas fortes na luta. 2017. (Exposição).

3.
LÉO NETO, Nivaldo A.. XXX Reunião Brasileira de Antropologia. 2016. (Outro).

4.
LÉO NETO, N. A.. V Encontro Nordestino de Etnoecologia e Etnobiologia. 2009. (Congresso).

5.
ALVES, R. R. N. ; MOURAO, J. S. ; LÉO NETO, N. A. . I Encontro Paraibano de Etnobiologia e Etnoecologia. 2008. (Outro).

6.
LÉO NETO, N. A.. IX Semana de Biologia da UEPB. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Leomar da Silva Lima. As plantas de cura do povoado de Lages. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alagoas. Orientador: Nivaldo Aureliano Léo Neto.

2.
Fabiana da Silva Leyton. O Beco: caracterização do comércio ilegal e valorização de aves silvestres na feira livre de Oitizeiro da cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual da Paraíba. Orientador: Nivaldo Aureliano Léo Neto.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
LÉO NETO, N. A.. Etnobiologia na Caatinga: pertencer para valorizar. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
LÉO NETO, Nivaldo A.. Aflorando dores e desabrochando flores: a importância das memórias para uma educação intercultural e antirracista. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Artes Cênicas
1.
SERRADELA, L.I. ; LÉO NETO, N. A. . Das Dores Peregrina. 2016. Performática.


Musica
1.
SÁ, A.A.S. ; LÉO NETO, Nivaldo A. ; SERRADELA, L.I. ; ANDRADE, L.E.A. . CD Tiririca dos Crioulos: Benditos, Linhas de Toré e Gira. 2017. Registro Fonográfico.



Outras informações relevantes


-Aprovação no Edital CCHLA 17/2011-UFPB (Professor substituto/assistente); Área: Ciências Sociais
-Aprovado e Classificado como Professor substituto/assistente pela UFRPE (UAST); Área: Zoologia
-Aprovado no Edital 9/2015-UFPE (Professor substituto); Área: Metodologia do Ensino em Ciências Biológicas
-Aprovado no Edital 52/2015-UFPE (Professor substituto);Área: Fundamentos sócio-antropológicos da Educação
-Aprovado no Edital 74/2016 ? UFPB (Professor efetivo Adjunto); Área: Ensino de Ciências. Resultado publicado no DOU, seção 3, n 221, de 18 de novembro de 2016.
-Aprovado e classificado na XXV seleção para professor temporário da FUNECE. Área: Prática de Ensino em Ciências e Biologia. Resultado publicado no DOE, série 3, ano X, n 47 em 9 de março de 2018.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 4:47:06