Raphael Boldt de Carvalho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7059830980608621
  • Última atualização do currículo em 11/02/2019


Pós-Doutorado em Criminologia pela Universidade de Hamburgo (Hamburg Universität) sob a supervisão do Prof. Dr. Sebastian Scheerer, com bolsa de estudos concedida pelo DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst). Doutor e Mestre em Direitos e Garantias Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV/ES) com estágio doutoral realizado na Johann Wolfgang-Goethe Universität/Frankfurt am Main sob a supervisão do Prof. Dr. Dres.h.c. Ulfrid Neumann. Pesquisador visitante junto ao Instituto para Ciências Criminais e Filosofia do Direito (Institut für Kriminalwissenschaften und Rechtsphilosophie) da Universidade de Frankfurt e ao Instituto Max Planck de História do Direito Europeu (Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte). Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Vila Velha e em Comunicação Social pela Universidade de Vila Velha (UVV). Professor de Direito Penal, Direito Processual Penal e Criminologia nos cursos de Graduação e Pós-Graduação da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Professor Convidado da Pós-Graduação em Processo Penal e Garantias Fundamentais da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst), da Pós-Graduação em Direito Penal, Processo Penal e Criminologia do CESV e da Escola Superior de Advocacia (ESA/OAB-ES). Autor dos livros "Criminologia midiática: do discurso punitivo à corrosão simbólica do garantismo" (Juruá, 2013) e "Processo Penal e Catástrofe: entre as ilusões da razão punitiva e as imagens utópicas abolicionistas" (Lumen Juris, 2018). Possui experiência na área de Direito, com ênfase em Ciências Criminais e Filosofia do Direito, atuando nos seguintes temas: Controle Social e Comunicação de Massa, Sistema Penal e Direitos Fundamentais, Fundamentos do Processo Penal Moderno, Modelos de Gestão dos Conflitos Criminalizados, Política Criminal e Criminologia Crítica. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Raphael Boldt de Carvalho
Nome em citações bibliográficas
BOLDT, Raphael

Endereço


Endereço Profissional
Faculdade de Direito de Vitória.
Rua Doutor João Carlos de Souza, 779
Santa Luzia
29045410 - Vitória, ES - Brasil
Telefone: (27) 30413672
URL da Homepage: www.fdv.br


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2017
Doutorado em Direitos e Garantias Fundamentais.
Faculdade de Direito de Vitória, FDV, Brasil.
com período sanduíche em Goethe Universität Frankfurt am Main (Orientador: Ulfrid Neumann).
Título: Processo penal e catástrofe: entre as ilusões da razão punitiva e as imagens utópicas abolicionistas, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: João Maurício Adeodato.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo, FAPES/ES, Brasil.
Palavras-chave: Processo Penal; Modernidade; Catástrofe; Razão punitiva; Abolicionismo.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Filosofia / Especialidade: Filosofia do Direito.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: Criminologia.
2008 - 2009
Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais.
Faculdade de Direito de Vitória, FDV, Brasil.
Título: Mídia, legislação penal emergencial e direitos fundamentais,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Aloísio Krohling.
Palavras-chave: Criminologia midiática; Discurso punitivo; Garantismo; Direitos Fundamentais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público / Especialidade: Direitos Humanos.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Política Criminal.
2003 - 2007
Graduação em Direito.
Faculdade de Direito de Vila Velha, UNIVILA, Brasil.
Título: A influência do discurso midiático na expansão do direito penal.
Orientador: Fabiano Contarato.
1998 - 2002
Graduação em Comunicação Social.
Universidade Vila Velha, UVV, Brasil.


Pós-doutorado


2018 - 2019
Pós-Doutorado.
Universität Hamburg, UHH, Alemanha.
Bolsista do(a): Deutscher Akademischer Austauschdienst, DAAD, Alemanha.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas


Formação Complementar


2015 - 2015
Estágio Doutoral.
Goethe Universität Frankfurt am Main, UNI-FRANKFURT, Alemanha.
2005 - 2007
Extensão universitária em Direito Penal e Processual Penal.
Ministério Público do Estado do Espírito Santo, MP, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Filosofia Geral. (Carga horária: 60h).
Instituto Educacional do Espírito Santo, UNIVILA, Brasil.
2004 - 2005
Extensão universitária em Direito Ambiental. (Carga horária: 40h).
Instituto Educacional do Espírito Santo, UNIVILA, Brasil.
2004 - 2004
Oratória.
Instituto Educacional do Espírito Santo, UNIVILA, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Introdução ao Estudo do Direito. (Carga horária: 320h).
Instituto Educacional do Espírito Santo, UNIVILA, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Direito Penal.
Instituto Educacional do Espírito Santo, UNIVILA, Brasil.
2001 - 2003
Curso Completo de Espanhol.
Fisk, FISK, Brasil.
1998 - 2001
Curso Completo de Alemão.
Centro Cultural Americano, CCA, Brasil.
1992 - 1994
Curso de Inglês.
CCAA, CCAA, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Direito de Vitória, FDV, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor da Graduação e Pós-Graduação, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor da Graduação e Pós Graduação, Carga horária: 22
Outras informações
Professor da Graduação nas disciplinas de Direito Processual Penal, Prática Jurídica Simulada, Política Criminal e Temas Emergentes em Direito Penal. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais.

Atividades

08/2010 - 11/2010
Extensão universitária , Grupo de Estudos, .

Atividade de extensão realizada
Política Criminal.
08/2009 - 11/2009
Extensão universitária , Grupo de Estudos, .

Atividade de extensão realizada
Direito Penal e Controle Social.
08/2008 - 07/2009
Extensão universitária , Curso de Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Mídia, Sistema Penal e Direitos Fundamentais.

Johann Wolfgang-Goethe Universität/Frankfurt am Main, JWG UNI FFM, Alemanha.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Estágio de doutoramento, Regime: Dedicação exclusiva.


Institut für Kriminalwissenschaften und Rechtsphilosophie, JWG UNI FFM, Alemanha.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante - estágio doutoral, Regime: Dedicação exclusiva.


Universität Hamburg, UH, Alemanha.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio pós-doutoral


Academia Brasileira de Direito Constitucional, ABDConst, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante no curso de pós-graduação
Outras informações
Professor visitante na Pós-Graduação em Processo Penal e Garantias Fundamentais da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst).


Escola Superior de Advocacia do Espírito Santo, ESA, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor


Centro de Ensino Superior de Vitória, CESV, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante no curso de pós-graduação, Carga horária: 3
Outras informações
Professor visitante na pós-graduação lato senso em Direito Penal, Processo Penal e Criminologia.


Centro de Evolução Profissional, CEP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professor de Direito Penal e Processo Penal no curso preparatório para concursos e na Pós-Graduação

Atividades

04/2009 - 07/2011
Ensino, Preparatório para concursos, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Direito Penal
12/2009 - 02/2010
Ensino, Pós-graduação em Direito, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Temas atuais de Direito Público

Curso França Junior, CFJ, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Curso preparatório para concursos

Atividades

11/2008 - 08/2009
Ensino, Curso preparatório para concursos, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Direito Penal e Processual Penal

Fabres, Boldt, Zanotelli e Peruchi Advocacia Criminal, FBZP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Advogado


Ordem dos Advogados do Brasil - Seção ES, OAB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Membro de Comissão, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão, Carga horária: 2
Outras informações
Membro da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB/ES.


Ministério Público do Estado do Espírito Santo, MPES, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Estágiário de Direito, Carga horária: 20


Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte, MPIER, Alemanha.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante, Carga horária: 20
Outras informações
Realização de pesquisa durante estágio pós-doutoral.



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
A razão punitiva e a gestão de conflitos criminalizados na modernidade periférica
Descrição: Com a atual pesquisa, pretende-se desenvolver, a partir das possibilidades metodológicas abertas pela implementação de uma teoria jurídico-filosófica adequada às peculiaridades da ?modernidade diferenciada? vivenciada no Brasil, investigações sobre os limites e possibilidades de novos modelos de gestão dos conflitos criminalizados frente ao elevado deficit de concretização de direitos em sociedades ditas periféricas. Dentro desta temática, importantes pontos serão enfrentados, tais como: as crises do Estado (moderno) brasileiro; o fenômeno da globalização e a rediscussão dos direitos humanos hoje; o papel das instituições do sistema de justiça criminal e a racionalidade penal moderna; a implementação e a difusão de práticas alternativas de resolução de conflitos adequados à realidade jurídica e social brasileira; tudo à luz de uma articulação entre a perspectiva abolicionista elaborada pelo professor Scheerer e a matriz teórica dialética de cariz filosófico vinculada à tradição frankfurtiana. Embora a pesquisa destaque-se por sua interdisciplinaridade, sendo os seus pressupostos orientados pelo marco teórico da criminologia crítica, o ?campo? no qual ela irá se desenvolver será a justiça criminal e a resolução de conflitos no processo de (re)democratização do Brasil. O recorte epistemológico e ideológico incidirá sobre os ?mitos? e ?verdades? em torno dos modelos penais de gestão dos conflitos no Brasil e as promessas subjacentes à ?razão punitiva? que delineia a justiça criminal moderna. A hipótese desta pesquisa gravita, portanto, em torno da necessária revisão de certos ?dogmas? modernos na esfera criminal que se transformaram em verdadeiros ?mitos?, obstaculizando a criação de condições para a emancipação e a possibilidade de se lograr um salto quântico na qualidade do trato da resolução de conflitos. Traduzindo esta hipótese em questionamentos: quais os fundamentos de um novo modelo de gestão de conflitos criminalizados? De que forma essas práticas alternativas podem ser uma experiência bem sucedida em países como o Brasil, onde o acesso à justiça permanece limitado para a maioria dos cidadãos e o sistema formal de justiça tende a perpetuar mais do que a eliminar as desigualdades socioeconômicas já existentes? Por fim, o método da investigação será o dialético, inserido no paradigma da ?razão comunicacional?, que aparece nesta pesquisa como uma forma de se fazer filosofia, harmonizando-se com a realização de uma pesquisa que se propõe a um olhar essencialmente crítico sobre o objeto de estudo selecionado.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / Sebastian Scheerer - Coordenador.
2017 - 2017
Ética da tolerância e reconhecimento: estratégias para a democratização da gestão de conflitos criminalizados no Brasil
Descrição: O sistema de justiça criminal é incapaz de reconhecer a diferença entre os diversos atos criminalizados e trata todas as condutas desviantes a partir dos mesmos referenciais, oferecendo as mesmas respostas para aquilo que se convencionou chamar de infração penal. A busca por novas respostas, para além da lógica punitiva, implica em assumir uma perspectiva sociológica na qual o conflito não é visto como uma patologia de um direito percebido como sistema de ordem, mas como um componente das sociedades que possui um valor intrínseco. Em nosso percurso investigativo nos lançaremos em busca de novos projetos de justiça, preocupados com a efetiva participação dos envolvidos no conflito e que se dissociem do paternalismo e da verticalidade do sistema penal. Em detrimento de paradigmas tecnocráticos baseados em práticas penais moralizadoras, pretendemos propor, a partir de uma genealogia do controle penal no Brasil, alternativas no âmbito da resolução de conflitos criminalizados que se pautem no respeito à diversidade e autonomia das partes. O que se quer, no final das contas, é promover uma reflexão sobre os fundamentos de um modelo que demarque as fronteiras do reconhecimento por intermédio da tolerância, seu substrato ético..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / João Mauricio Adeodato - Coordenador.
2016 - 2016
O direito como mito: a razão punitiva e o direito fundamental à segurança
Descrição: A pesquisa possui como tema central a razão punitiva e o direito fundamental à segurança e justifica-se em virtude da atual necessidade de se repensar a racionalidade que permeia o sistema de justiça penal e serve de fundamento para a reprodução da violência por intermédio do controle social formal. Questão central a ser percebida é que embora para a filosofia do iluminismo a liberdade tenha assumido uma posição central, a ponto de legitimar o Estado moderno, historicamente o desejo de segurança absoluta propiciou o surgimento do terrorismo de Estado, o que levou autores como Peter-Alexis Albrecht a considerar como anacrônica a atual reivindicação de um ?direito fundamental à segurança. Nesse sentido, a pesquisa assume a hipótese de que a racionalidade subjacente à justiça penal moderna se desvinculou da liberdade como fundamento primordial e instrumentaliza atualmente uma figura jurídica artificial denominada ?direito fundamental à segurança? com a finalidade de legitimar a própria existência do direito penal e a adoção de políticas criminais irracionais, que, sob a justificativa de proteger o cidadão da violência de outros cidadãos, produz a perda da própria liberdade; a nosso ver, a legitimação filosófica da outorga de liberdade pelo Estado é frágil, especialmente a partir de uma análise empírica da história de violações à liberdade relacionadas à atuação estatal. A simbiose proveniente de uma antropologia que se funda em uma atitude de desconfiança e receio nas relações intersubjetivas e otimismo excessivo no tocante ao poder exercido pelo Estado fragiliza o reconhecimento recíproco e potencializa a tendência do poder punitivo em ultrapassar os limites estabelecidos pela legalidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / João Mauricio Adeodato - Coordenador.
2015 - 2016
Constituição e barbárie: o novo constitucionalismo latino-americano e as vítimas da história
Descrição: A pesquisa possui como tema central o novo constitucionalismo democrático latino-americano e justifica-se diante da atual necessidade de se repensar a experiência histórica latino-americana e suas consequências no plano da normatividade constitucional e da formação dos Estados nacionais. Pretende-se, portanto, discutir os fundamentos politico-filosóficos do neoconstitucionalismo latino-americano para compreender um fenômeno que assume como ponto de partida as reivindicações dos grupos sociais marginalizados do sistema-mundo, opondo-se aos ?mitos do eurocentrismo? oriundos de uma determinada forma de racionalidade que conforma a modernidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / Daury Cesar Fabriz - Coordenador.
2015 - 2015
Processo e catástrofe: a racionalidade do processo penal moderno a partir da filosofia da história de Walter Benjamin.
Descrição: A pesquisa possui como tema central o processo penal moderno e sua racionalidade e justifica-se diante da atual necessidade de se repensar o processo e suas funções para além de uma determinada forma de racionalidade que serve de suporte para o discurso hegemônico da moderna teoria processual penal. Assim, a partir de uma perspectiva crítica e realista, procura compreender os fundamentos politico-filosóficos do processo penal e o papel desempenhado pela racionalidade que lhe é subjacente, de forma a resgatar as ?imagens utópicas? que sejam capazes nos levar de volta ao projeto emancipatório da modernidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / João Mauricio Adeodato - Coordenador.
2014 - 2014
O sistema de justiça penal entre a invisibilidade pública e o reconhecimento na modernidade periférica
Descrição: A pesquisa possui como tema central o sistema de justiça penal brasileiro e a luta por reconhecimento na modernidade periférica e justifica-se diante das aparentes contradições do discurso punitivo da modernidade que funda o processo e das tensões entre emancipação e regulação intrínsecas ao direito e ao judiciário, espaço público supostamente destinado ao reconhecimento dos sujeitos envolvidos no conflito. Assim, a partir deste cenário, busca-se compreender o universo do imaginário punitivo da modernidade e a possibilidade do processo penal cumprir as suas aspirações emancipatórias mediante o exercício do discurso e da ação num espaço público comum compartilhado que, segundo Garapon , ?deve permitir que cada um, do mais fraco ao mais afortunado, se sinta juridicamente igual aos outros e se veja confirmado no seu direito a ter direitos?..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Integrante / João Mauricio Adeodato - Coordenador.
2009 - 2010
Direitos humanos, tolerância zero: os paradoxos da violência punitiva no Estado democrático de direito.
Descrição: Observamos atualmente a consolidação de uma autêntica cultura punitiva no Brasil, capaz de naturalizar o arbítrio punitivo que se lança sobre a estrutura social. Destarte, não obstante a Constituição Federal de 1988 consagre a cidadania e a dignidade da pessoa humana como fundamentos do Estado Democrático de Direito e indique como um de seus objetivos fundamentais a erradicação da pobreza e da marginalização, um amplo contingente populacional sobrevive despojado de seus direitos mais básicos e torna-se alvo da violência punitiva estatal, poderoso instrumento de controle dos setores excluídos. Com a adoção de práticas sustentadas por um discurso formulado a partir da (ir)racionalidade totalitária contemporânea e inspiradas em políticas de tolerância zero, notamos a ascensão de um Estado que propõe a universalização dos direitos humanos, mas promove a supressão de direitos e garantias e o acirramento da desigualdade e exclusão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Coordenador.
2008 - 2009
O discurso midiático e a criminalização da pobreza no Brasil contemporâneo.
Descrição: A crise do contrato social é apenas um dos muitos exemplos de que a modernidade não logrou sucesso na implementação de suas promessas. Assim, não obstante a Constituição Federal de 1988 consagre a cidadania e a dignidade da pessoa humana como fundamentos do Estado Democrático de Direito e indique como um de seus objetivos fundamentais a erradicação da pobreza e da marginalização, as agências de comunicação social, por meio de um discurso punitivista e criminalizador, legitimam o atual processo de criminalização da pobreza, ampliando a exclusão e a violação de inúmeros direitos fundamentais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Raphael Boldt de Carvalho - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Revista de Estudos Criminais


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: Revista da Faculdade de Direito (UFPR)
2015 - Atual
Periódico: Revista de Estudos Criminais
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Direito Processual Penal
2017 - Atual
Periódico: Revista Quaestio Iuris
2017 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS CRIMINAIS
2018 - Atual
Periódico: REVISTA DE DIREITO DA CIDADE


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Penal.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Processual Penal.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito/Especialidade: Criminologia.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Política Criminal.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público/Especialidade: Direitos Humanos.
6.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Filosofia/Especialidade: Filosofia do Direito.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2019
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2018/2, FDV.
2018
Bolsa de Pós-Doutorado, Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD).
2018
Paraninfo da Turma Fernando Mattos, FDV.
2018
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2017/2, FDV.
2018
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2018/1, FDV.
2018
Paraninfo da turma Ricarlos Almagro, FDV.
2017
Tese de doutorado aprovada com distinção e recomendação para publicação, FDV.
2014
Patrono da turma Vitor Burgo, FDV.
2014
Patrono da turma Marcelo Altoé, FDV.
2014
Bolsa de Doutorado, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES).
2013
Patrono da turma Professora Bruna Lyra Duque, FDV.
2013
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2012/2, FDV.
2013
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2013/1, FDV.
2013
Patrono da turma Evandro Maciel Barbosa, FDV.
2013
Paraninfo da turma Ricardo Brum, FDV.
2012
Professor homenageado da turma José Bittencourt Filho, FDV.
2011
Professor homenageado da turma 2011/1 do curso de Direito da FDV (Matutino), FDV.
2011
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2011/01, FDV.
2010
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2010/01, FDV.
2010
Professor homenageado da turma Emilia Comério Gava, FDV.
2010
Professor do curso de Direito contemplado com a Premiação Docente 2010/02, FDV.
2009
Dissertação de mestrado aprovada com nota máxima (10,00), FDV.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CARVALHO, Thiago Fabres de2019CARVALHO, Thiago Fabres de ; BOLDT, Raphael . Política criminal da guerra e cultura do medo. Justificando, v. 1, p. 1--, 2019.

2.
BOLDT, Raphael2018BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio . O DIREITO COMO MITO: A RAZÃO PUNITIVA E A INVENÇÃO DO DIREITO FUNDAMENTAL À SEGURANÇA PÚBLICA. REVISTA QUAESTIO IURIS, v. 11, p. 2794-2810, 2018.

3.
BOLDT, Raphael2017BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de . Para além do processo: epistemologia inquisitória e a ilusão do sistema acusatório na modernidade. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS CRIMINAIS, v. 134, p. 323-349, 2017.

4.
BOLDT, Raphael2016 BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio . Processo e catástrofe: a racionalidade do processo penal moderno a partir da filosofia da história de Walter Benjamin.. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS CRIMINAIS, v. 125, p. 255-276, 2016.

5.
BOLDT, Raphael2015BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio . Memória, perdão e esquecimento: reconstruindo os horizontes da justiça penal contemporânea a partir das representações simbólicas dos sistemas vindicativos.. REVISTA DE ESTUDOS CRIMINAIS, v. 57, p. 125-145, 2015.

6.
BOLDT, Raphael2015 BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio . O sistema de justiça penal entre a invisibilidade pública e o reconhecimento na modernidade periférica. Revista da Faculdade de Direito da UFPR, v. 60, p. 209-223, 2015.

7.
BOLDT, Raphael2015 BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de . Processo e tragédia: a sentença penal como locus da crise sacrificial. Revista Brasileira de Ciências Criminais, v. 115, p. 141-165, 2015.

8.
BOLDT, Raphael2015BOLDT, Raphael. Comentário ao RHC 41.555/SP: Fragmentos de uma fraude?. Revista dos Tribunais (São Paulo. Impresso), v. 961, p. 567-572, 2015.

9.
BOLDT, Raphael2014BOLDT, Raphael. As (reais) funções das prisões cautelares no Estado penal. Revista da Procuradoria Geral do Município de Vitória, v. 5, p. 127-144, 2014.

10.
BOLDT, Raphael2014BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Direitos humanos e alteridade: uma reflexão a partir da Filosofia da Lib ertação. Revista Direitos Humanos Fundamentais, v. 1, p. 135-150, 2014.

11.
BOLDT, Raphael2013BOLDT, Raphael. Criminologia e ética da alteridade: diálogos para uma práxis libertadora. Revista de Criminologia e Ciências Penitenciárias, v. 3, p. 1-21, 2013.

12.
BOLDT, Raphael2013BOLDT, Raphael. As medidas cautelares diversas da prisão e a inversão ideológica do discurso garantista. Boletim IBCCRIM, v. 1, p. 12-13, 2013.

13.
BOLDT, Raphael2012BOLDT, Raphael. O art. 59 do Código Penal e o senso comum teórico. Boletim IBCCRIM, v. 233, p. 10-11, 2012.

14.
BOLDT, Raphael2012BOLDT, Raphael. Sobre anjos, homens e julgamentos. Jus Navigandi, v. 1, p. 1, 2012.

15.
BOLDT, Raphael2011BOLDT, Raphael. Ineficiência e seleção do sistema penal confirmam discurso da impunidade. Consultor Jurídico (São Paulo. Online), v. -, p. -, 2011.

16.
BOLDT, Raphael2011BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . O discurso punitivo da mídia e o "Estado Jano". Observatório da Imprensa (São Paulo), v. -, p. 635, 2011.

17.
BOLDT, Raphael2011BOLDT, Raphael. Ampliação do sistema repressivo impede solução sobre aborto de feto anencéfalo. Consultor Jurídico (São Paulo. Online), v. -, p. ---, 2011.

18.
BOLDT, Raphael2011BOLDT, Raphael. Rompendo com a (ir)racionalidade punitiva: filosofia da libertação e direitos humanos. Revista direitos fundamentais & democracia (UniBrasil), v. 09, p. 195-213, 2011.

19.
BOLDT, Raphael2011BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Direitos humanos, tolerância zero: paradoxos da violência punitiva no Estado Democrático de Direito.. Prisma Jurídico (UNINOVE. Impresso), v. 10, p. 33-48, 2011.

20.
BOLDT, Raphael2010BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Direitos, fundamentais para quem? Mídia, direito penal e criminalização da pobreza. Revista dos Tribunais (São Paulo. Impresso), v. 893, p. 387-405, 2010.

21.
BOLDT, Raphael2010BOLDT, Raphael. (Des)ilusões punitivas: os crimes contra a administração pública e as funções do direito penal. Revista Capital Público, v. 15, p. 44-47, 2010.

22.
BOLDT, Raphael2010BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Entre cidadãos e inimigos. O discurso midiático e a expansão do direito penal como instrumentos de consolidação da subcidadania. Revista Mestrado em Direito (UNIFIEO. Impresso), v. 01, p. 241-261, 2010.

23.
BOLDT, Raphael2010BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . A (im)possível inclusão do "outro" na sociedade excludente. Jus Navigandi, v. 2687, p. -, 2010.

24.
KROHLING, Aloisio2010KROHLING, Aloisio ; BOLDT, Raphael . Libertando-se da opressão punitiva: Contribuições da filosofia da libertação para a concretização de uma cultura dos direitos. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais (FDV), v. 7, p. 217-233, 2010.

25.
BOLDT, Raphael2009BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Direitos fundamentais e cidadania: desafios diante da globalização hegemônica neoliberal. Prisma Jurídico (UNINOVE. Impresso), v. 08, p. 31-52, 2009.

26.
BOLDT, Raphael2008BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Entre cidadãos e inimigos: o discurso criminalizante da mídia e a expansão do direito penal como instrumentos de consolidação da subcidadania.. Revista direitos fundamentais & democracia (UniBrasil), v. 04, p. ., 2008.

27.
BOLDT, Raphael2007BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . A (im)possível inclusão do "outro" na sociedade excludente. Intertemas (Presidente Prudente), v. 12, p. 141-162, 2007.

28.
BOLDT, Raphael2007BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Direitos, fundamentais para quem? O discurso midiático e a criminalização da pobreza no Brasil contemporâneo. Revista Depoimentos (FDV), v. 12, p. 113-135, 2007.

29.
BOLDT, Raphael2006BOLDT, Raphael. A dignidade da pessoa humana e as provas no processo penal. Jus Navigandi (Teresina), v. 1, p. 1.033, 2006.

30.
BOLDT, Raphael2006BOLDT, Raphael. A dignidade da pessoa humana e as provas no processo penal. Revista Científica Univila, v. 1, p. 58-66, 2006.

31.
BOLDT, Raphael2006BOLDT, Raphael. Art. 9º da Lei nº 8.072/90: vale a pena?. Trinolex (Franca), v. 1, p. 1, 2006.

32.
BOLDT, Raphael2005BOLDT, Raphael. Art. 9º da Lei nº 8.072/90: vale a pena?. Jus Navigandi (Teresina), v. 1, p. 950, 2005.

33.
BOLDT, Raphael2005BOLDT, Raphael. Delação premiada: o dilema ético. Jus Navigandi (Teresina), v. 1, p. 783, 2005.

34.
BOLDT, Raphael2005BOLDT, Raphael. Delação premiada: o dilema ético. Trinolex (Franca), v. 1, p. 1, 2005.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BOLDT, Raphael. Processo penal e catástrofe: entre as ilusões da razão punitiva e as imagens utópicas abolicionistas. 1. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2018. v. 1. 236p .

2.
BOLDT, Raphael. Criminologia Midiática: do discurso punitivo à corrosão simbólica do garantismo. 1. ed. Curitiba: Juruá, 2013. 196p .

Capítulos de livros publicados
1.
BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio . O direito como mito: a razão punitiva e a invenção do direito fundamental à segurança pública. In: Antonio Eduardo Ramires Santoro; Diogo Rudge Malan; Flávio Mirza Maduro. (Org.). Crise no processo penal contemporâneo: escritos em homenagem aos 30 anos da Constituição de 1988. 1ed.Belo Horizonte: Editora D'Plácido, 2018, v. 1, p. 347-364.

2.
BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de . Processo penal, tragédia e catástrofe: epistemologias da verdade e a sentença penal como locus da crise sacrificial. In: Gabriel Silveira de Queirós Campos; Américo Bedê Freire Junior. (Org.). Sentença criminal: discricionariedade, consistência e disparidade na aplicação da pena. 1ed.Salvador: JusPodivm, 2017, v. , p. 451-472.

3.
BOLDT, Raphael. A (im)possível inclusão do "outro" na sociedade excludente. In: Aloísio Krohling; Dirce Nazaré de Andrade Ferreira; Eduardo Augusto Moscon Oliveira. (Org.). Estado, Cidadania e Democracia na Contemporaneidade. 1ed.Curitiba: Juruá Editora, 2016, v. , p. 23-39.

4.
BOLDT, Raphael. As (reais) funções das prisões cautelares no Estado penal. In: Bruna Lyra Duque; Caleb Salomão; Jeane Martins; Wilton Bisi Leonel.. (Org.). Constituição 1988: 25 anos de valores e transições. 1ed.Vitória: Cognojus, 2013, v. , p. 371-383.

5.
BOLDT, Raphael. O aborto de feto anencéfalo: entre os direitos fundamentais e o fundamentalismo punitivo. In: Elda Coelho de Azevedo Bussinguer; Ivana Bonesi Rodrigues Lellis. (Org.). Aborto: um diálogo entre direito, ciência, ética e religião. Curitiba: Editora CRV, 2012, v. , p. 31-34.

6.
BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . O processo interdisciplinar: (des)construindo o ensino das ciências criminais. In: Paula Castello Miguel; Juliana Ferrari de Oliveira. (Org.). Estratégias pedagógicas inovadoras no ensino jurídico. 1ed.Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2012, v. 2, p. 31-41.

7.
BOLDT, Raphael. Direitos humanos e alternatividade jurídica: uma reflexão a partir da filosofia da libertação. In: Aloísio Krohling. (Org.). Justiça e libertação: a dialética dos direitos fundamentais. 1ed.Curitiba: CRV, 2009, v. , p. 65-78.

8.
BOLDT, Raphael; KROHLING, Aloisio . Mídia, seletividade penal e direitos fundamentais: funções ocultas do direito declarado. In: Elda Coelho de Azevedo Bussinguer. (Org.). Pesquisas em direitos humanos. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2009, v. , p. 77-80.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos . Pacote anticrime e 'anti-constituição'. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 09 fev. 2019.

2.
BOLDT, Raphael. A lei de crimes ambientais. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 16 out. 2018.

3.
BOLDT, Raphael. Crimes e populismo penal. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 09 set. 2018.

4.
BOLDT, Raphael. O fim do direito penal. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 19 jun. 2018.

5.
BOLDT, Raphael. A justiça criminal e a exaltação da morte. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 13 abr. 2018.

6.
BOLDT, Raphael. Na colônia penal: a crise da justiça brasileira. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 19 dez. 2017.

7.
BOLDT, Raphael. Desenvolvimento (in)sustentável. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 15 - 15, 03 nov. 2017.

8.
BOLDT, Raphael. Cortando na carne. A Gazeta, Vitória,ES, p. 20 - 20, 25 mar. 2017.

9.
BOLDT, Raphael. É preciso sobriedade. A Gazeta, Vitória,ES, p. 4 - 4, 04 fev. 2017.

10.
BOLDT, Raphael. A Justiça Criminal e o 'Power Point'. A Gazeta, Vitória,ES, p. 17 - 17, 21 set. 2016.

11.
BOLDT, Raphael. Quando nomes viram números. Jornal A Gazeta, Vitória,ES, p. 18 - 18, 03 jun. 2016.

12.
BOLDT, Raphael. Pobres brasileiros. A Gazeta, Vitória, p. 27 - 27, 05 mar. 2016.

13.
BOLDT, Raphael. Mariana, o progresso e suas vítimas. Jornal A Gazeta, Vitória/ES, p. 15 - 15, 01 dez. 2015.

14.
BOLDT, Raphael. Somos contra o progresso que nos destrói. A Gazeta, 29 ago. 2015.

15.
BOLDT, Raphael. Brasil, o deserto.. Jornal A Gazeta, 29 out. 2014.

16.
BOLDT, Raphael. Por uma cidade mais verde e uma cidadania mais madura. A Gazeta, Vitória, p. - - -, 14 mar. 2014.

17.
BOLDT, Raphael. As manifestações e a defesa da (auto) crítica. A Gazeta, Vitória, p. 21 - 21, 26 jun. 2013.

18.
BOLDT, Raphael. O direito penal e a ideologia da guerra. A Gazeta, Vitória, p. 17 - 17, 30 maio 2013.

19.
BOLDT, Raphael. Código Penal: mais crimes vão entrar na lei. A Gazeta, Vitória, 20 jun. 2012.

20.
BOLDT, Raphael. Falta uma Política Criminal adequada. A Tribuna, Vitória, 18 jun. 2012.

21.
BOLDT, Raphael. Mais políticas públicas para a juventude. A Tribuna, Vitória, 27 maio 2012.

22.
BOLDT, Raphael. Sozinha, norma não melhora sistema. A Gazeta, Vitória, 10 ago. 2011.

23.
BOLDT, Raphael. Mais presos estão fora das cadeias. a Gazeta, Vitória, p. 09 - 09, 09 ago. 2011.

24.
BOLDT, Raphael. Criminosos se fortalecem. A Tribuna, Vitória, p. 4, 20 ago. 2010.

25.
BOLDT, Raphael. Direitos e deveres iguais. A Gazeta, Vitória, p. 03 - 03, 18 ago. 2010.

26.
BOLDT, Raphael. Em tempos de barbárie. A Gazeta, Vitória, 18 abr. 2010.

27.
BOLDT, Raphael. 2010 vem aí. Como será o amanhã?. Jornal A Gazeta, 28 dez. 2009.

28.
BOLDT, Raphael. A questão do aborto em discussão. Jornal A Gazeta.

Apresentações de Trabalho
1.
DARKE, S. ; BOLDT, Raphael ; CARVALHO, Thiago Fabres de ; LEMOS, C. . Autogestão, faxina e facções nos presídios brasileiros. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PALLAMOLLA, R. ; BOLDT, Raphael ; CARVALHO, Thiago Fabres de . A construção da justiça restaurativa no Brasil. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BOLDT, Raphael. Processo Penal e Catástrofe. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BOLDT, Raphael. Processo penal e catástrofe: uma crítica da razão punitiva. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BOLDT, Raphael. O discurso midiático e a criminalização da advocacia.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
BOLDT, Raphael. Corrupção e meios de obtenção de provas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de . O abolicionismo penal desde a perspectiva de Sebastian Scheerer. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SCHEERER, Sebastian. ; BOLDT, Raphael ; CARVALHO, Thiago Fabres de ; BEDE JUNIOR, Américo. ; BISI, A. G. . Drogas: proibicionismo e alternativas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
BOLDT, Raphael. Cumprimento de prisão sem o trânsito em julgado da sentença: avanço ou retrocesso? Uma referência à polêmica decisão do STF. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
BOLDT, Raphael. O processo penal é eterno? Uma crítica à razão punitiva a partir de Scheerer e Hess. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
BOLDT, Raphael. Prisão antes do término do processo: viola a presunção de inocência?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
BOLDT, Raphael. Prisões cautelares e delações premiadas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
BOLDT, Raphael. Terrorismo e Exceção. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
BOLDT, Raphael. Existe um direito fundamental à desobediência civil à luz do paradigma do Estado Democrático de Direito?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
BOLDT, Raphael. Novo constitucionalismo democrático latino-americano. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
BOLDT, Raphael. Crimes econômicos, processo penal e mídia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
BOLDT, Raphael; FONSECA, B. G. B. . Fundamentos epistemológicos clássicos e contemporâneos da pesquisa: dialética. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

18.
BOLDT, Raphael. Criminologia midiática e política criminal do terror. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
BOLDT, Raphael. A imprensa e a criminalização dos movimentos sociais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
BOLDT, Raphael. Em torno do processo penal contemporâneo: reflexões sobre o ato de julgar na justiça penal. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
BOLDT, Raphael. Mídia e sistema penal na sociedade contemporânea. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
BOLDT, Raphael; MIRANDA, G. S. ; SANTOS, A. F. R. . Ministerio Publico e Relações de Poder. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
BOLDT, Raphael; MIRANDA, G. S. ; LEONEL, Wilton Bisi . As prisões provisórias no contexto do capitalismo periférico: uma análise interdisciplinar. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
BOLDT, Raphael. Direitos humanos, tolerância zero: paradoxos da violência punitiva no Estado Democrático de Direito. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
BOLDT, Raphael. A influência do discurso midiático na expansão do direito penal. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
BOLDT, Raphael. Os princípios do Estado de Direito e dos Direitos Fundamentais no paradigma do Estado Democrático de Direito: uma análise à luz da teoria discursiva de Jürgen Habermas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
BOLDT, Raphael. Por uma filosofia jurídica da libertação. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

28.
BOLDT, Raphael. Contribuições da Filosofia da Libertação para a construção de um direito alternativo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
BOLDT, Raphael. Pode-se defender um Estado Democrático de Direito sem um Estado Social?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
BOLDT, Raphael. Teoria Intercultural da Constituição. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

31.
BOLDT, Raphael. A Lei 9.099/95 e os juizados especiais criminais: uma leitura constitucional. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
BOLDT, Raphael. Terror. Curitiba: UFPR, 2016. (Tradução/Artigo).

2.
BOLDT, Raphael. Teoria pessoal do bem jurídico e as ?vítimas de amanhã?. São Paulo: Síntese, 2016. (Tradução/Artigo).

3.
BOLDT, Raphael. Alternativas ao direito penal. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2016. (Tradução/Artigo).

4.
BOLDT, Raphael. ?Alternativas: nenhuma?. Sobre a crítica mais recente à teoria pessoal do bem jurídico.. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2015. (Tradução/Artigo).

5.
BOLDT, Raphael. A função social do direito penal. São Paulo: ITEC/Editora Síntese, 2015. (Tradução/Artigo).

6.
BOLDT, Raphael. A punição deve existir! Deve existir o direito penal?. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2015. (Tradução/Artigo).

7.
BOLDT, Raphael. O direito penal e a 'fábrica de ilusões'. São Paulo: IBCCRIM, 2012 (Ensaio).

8.
BOLDT, Raphael. A influência do discurso midiático na expansão do direito penal. 2007 (Trabalho de Conclusão de Curso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Quaestio Juris. 2019.

2.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2018.

3.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Ciências Criminais (RBCCrim). 2018.

4.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Ciências Criminais (RBCCrim). 2018.

5.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Ciências Criminais (RBCCrim). 2018.

6.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista de Direito da Cidade. 2018.

7.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Ciências Criminais (RBCCrim). 2018.

8.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de monografia (1ª fase) - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim). 2018.

9.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista de Estudos Criminais. 2018.

10.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de monografia (2ª fase) - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim). 2018.

11.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista de Estudos Criminais. 2018.

12.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná. 2018.

13.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2018.

14.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de monografia temática (1ª fase) - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim). 2018.

15.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de monografia - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim). 2018.

16.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2018.

17.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Quaestio Juris. 2017.

18.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2017.

19.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Quaestio Juris. 2017.

20.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná. 2016.

21.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista de Estudos Criminais. 2016.

22.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista Brasileira de Direito Processual Penal. 2016.

23.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná. 2015.

24.
BOLDT, Raphael. Parecer de avaliação de artigo - Revista de Estudos Criminais. 2015.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BOLDT, Raphael. Brigas no WhatsApp vão parar na Justiça. 2017. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

2.
BOLDT, Raphael. Juristas criticam acordos da JBS com o Ministério Público Federal. 2017. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

3.
BOLDT, Raphael. É preciso sobriedade. 2017. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

4.
BOLDT, Raphael. Prática de caixa dois pode não dar em nada. 2017. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

5.
BOLDT, Raphael. Penas mais brandas para quem tem mais de 70 anos. 2017. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

6.
BOLDT, Raphael. Colônia de férias criada para crianças negras vira polêmica. 2016. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

7.
BOLDT, Raphael. Adolescentes punidos como adultos em 16 crimes. 2015. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

8.
BOLDT, Raphael. Violência nas ruas pode virar crime de terrorismo. 2014. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

9.
BOLDT, Raphael. Sessões em plenário vão debater propostas dos secretários. 2014. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

10.
BOLDT, Raphael. Presunção de inocência versus Liberdade de imprensa. 2013.

11.
BOLDT, Raphael. Revistado por policiais militares, rapaz mostra cinco alvarás de soltura na Serra. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

12.
BOLDT, Raphael. Dez anos após o crime, mandantes permanecem longe do banco dos réus. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

13.
BOLDT, Raphael. Pai acusado de morte se entrega. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

14.
BOLDT, Raphael. Dilma quer corrupção classificada como crime hediondo. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

15.
BOLDT, Raphael. Assaltante usou nome de empresário. 2013. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

16.
BOLDT, Raphael. Maioridade penal. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

17.
BOLDT, Raphael. Descriminalização das drogas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

18.
BOLDT, Raphael. Decisão é marco histórico. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

19.
BOLDT, Raphael. Nova Lei Seca. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

20.
BOLDT, Raphael. Impunidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

21.
BOLDT, Raphael. Traficantes presos vão sair da cadeia. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

22.
BOLDT, Raphael. Reportagem Especial - Combate à criminalidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

23.
BOLDT, Raphael. O instituto da fiança no código de processo penal. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
BOLDT, Raphael. Reportagem Especial - Combate à criminalidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

25.
BOLDT, Raphael. Menor de 18 anos flagrado no tráfico pela 1ª vez será solto. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

26.
BOLDT, Raphael. Por que a nova lei não é aprovada?. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

27.
BOLDT, Raphael. Falha nos processos e nas leis. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

28.
BOLDT, Raphael. Juíza quer mais policiais nas ruas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

29.
BOLDT, Raphael. Juíza quer mais policiais nas ruas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

30.
BOLDT, Raphael. Juíza quer mais policiais nas ruas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

31.
BOLDT, Raphael. A Lei nº 12.403/11 e outras modificações no CPP. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

32.
BOLDT, Raphael. A utilização de tanques de guerra pela polícia do Espírito Santo. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

33.
BOLDT, Raphael. A Lei nº 12.403/11 e as alterações no CPP. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

34.
BOLDT, Raphael. Especialista defende criação de UPP. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

35.
BOLDT, Raphael. Gritar e ofender servidor é crime. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

36.
BOLDT, Raphael. Os direitos que você precisa ficar de olho. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

37.
BOLDT, Raphael. Processo pode ter dois juízes com mudanças no Código de Processo Penal. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

38.
BOLDT, Raphael. Dois casos de traição. E duas denúncias falsas para a polícia. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

39.
BOLDT, Raphael. 3 mortes e 3 mil curetagens: os números do aborto no Estado. 2010. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

40.
BOLDT, Raphael. Aborto de feto anencéfalo. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

41.
BOLDT, Raphael. Falso testemunho pode ser punido com prisão. 2009. (Programa de rádio ou TV/Comentário).


Demais tipos de produção técnica
1.
BOLDT, Raphael. Strafrecht und Risikogesellschaft. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
BOLDT, Raphael. Die Krise der Strafjustiz und die Abschaffung der Gefängnisse. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
BOLDT, Raphael. Direito Penal e Processual Penal Aplicado. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BOLDT, Raphael. Bürger oder Feind? Das Feindstrafrecht im Rechtsstaat. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
BOLDT, Raphael. Terror und Demokratie. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de . Abolicionismos. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
BOLDT, Raphael. Teoria Crítica e Ciências Criminais: a Escola Penal de Frankfurt. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
BOLDT, Raphael. Para além do processo: modelos alternativos de resposta ao conflito penal. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
BOLDT, Raphael. Oficina de peças para o Exame de Ordem - Direito Penal. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
BOLDT, Raphael. Oficina de peças para o Exame de Ordem - Direito Penal. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
BOLDT, Raphael. Oficina de peças para o Exame de Ordem - Direito Penal. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos . Política Criminal. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
JORIO, Israel Domingos ; BOLDT, Raphael . Direito Penal e Controle Social. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
BOLDT, Raphael. Mídia, Sistema Penal e Direitos Fundamentais.. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

15.
BOLDT, Raphael. Mídia, Sistema Penal e Direitos Fundamentais. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

16.
BOLDT, Raphael. Leasing Banestes. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BEDE JUNIOR, Américo.; BOLDT, Raphael; FABRIZ, D. C.; MORAIS, F. M. B. B.. Participação em banca de Anderson Burke Gomes. A reparação civil como direito fundamental da vítima no processo penal: do obscurantismo ao reconhecimento da sua dignidade. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

2.
CARVALHO, Thiago Fabres de; BOLDT, Raphael; PALLAMOLLA, R.. Participação em banca de Natieli Giorisatto de Angelo. Por uma justiça restaurativa da libertação. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Teses de doutorado
1.
MOREIRA, N. C.; BOLDT, Raphael; CARVALHO, Thiago Fabres de; ROSA, A. M.; SANTOS, R. D.. Participação em banca de Wilton Bisi Leonel. (Neo)Conservadores da lei e da ordem: hegemonia e controle penal da underclass estadunidense. 2018. Tese (Doutorado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Qualificações de Doutorado
1.
CARVALHO, Thiago Fabres de; MOREIRA, N. C.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Wilton Bisi Leonel. (Neo)Conservadores da lei e da ordem: hegemonia e controle penal da underclass estadunidense. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Qualificações de Mestrado
1.
CARVALHO, Thiago Fabres de; BUSSINGUER, E. C. A.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Natieli Giorisatto de Angelo. Por uma justiça restaurativa da libertação. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

2.
BEDE JUNIOR, Américo.; BOLDT, Raphael; COURA, A. C.; FABRIZ, D. C.. Participação em banca de Anderson Burke Gomes. O direito fundamental à reparação civil da vítima de crime e a reconstrução de sua dignidade. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Direitos e Garantias Fundamentais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
BISI, Wilton; BISI, A. G.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Maurício de Aguiar Ramos Filho. Abolicionismos: diálogos entre as proposições de Christie, Hulsman e Mathiesen. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória.

2.
GOMES, A. B.; SCHWAN, F. T.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Eza Thais Vale Freire. A (im)possibilidade de aplicação das justiça restaurativa nos crimes contra a dignidade sexual. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória.

3.
GOMES, A. B.; SCHWAN, F. T.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Caroline Silva Cucco. Vitimização terciária: o fenômeno sofrido pelas mulheres encarceradas. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória.

4.
GOMES, A. B.; SCHWAN, F. T.; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Mariana Barbosa Antunes. A (in)efetividade do combate à violência doméstica e familiar contra a mulher: o caso da delegacia de homicídios e proteção à mulher na cidade de Vitória no período de 2014 a 2015. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Luísa Cortat Simonetti Gonçalves.A remição pelo estudo como forma de ressocialização do preso. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

2.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Natália Fiorot Coradini.A responsabilidade penal da pessoa jurídica nos crimes ambientais. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

3.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Bruna Naumann Margotto.O requisito objetivo para saída temporária aos condenados em regime semiaberto. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

4.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Pedro de Almeida Briggs de Albuquerque.A constitucionalidade do regime disciplinar diferenciado. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

5.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Rafael Torres Smith.A natureza jurídica do porte de drogas para consumo. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

6.
BOLDT, Raphael; SENNA, Gustavo. Participação em banca de Lais Campagnaro Cruzeiro.Admissibilidade das provas ilícitas ante o princípio da proporcionalidade. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

7.
BOLDT, Raphael; SENNA, Gustavo. Participação em banca de Lucas Kaiser Costa.A psicografia como meio probatório no processo penal. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

8.
BOLDT, Raphael; SENNA, Gustavo. Participação em banca de Thalita Ameno Cautela.A inconstitucionalidade do clamor público como fundamento da prisão preventiva. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

9.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Camila Duarte Witzke.Análise da lei de crimes hediondos e o lapso temporal entre o HC 82.959 e a promulgação da lei 11.464/07. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

10.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de João Paulo Del Piero Aguiar.O dolo eventual nos acidentes de trânsito com motorista embriagado e resultado morte. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

11.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Sergio Rodrigues Dias Filho.Defensoria Pública e seletividade penal: uma abordagem a partir da criminologia crítica. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

12.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos. Participação em banca de Barbara Pereira de Carvalho.Apontamentos acerca do tráfico de pessoas para fins de exploração sexual no Brasil.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

13.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos. Participação em banca de Filipe Soares Rocha.O momento de aplicação do princípio da presunção de inocência.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

14.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos. Participação em banca de Thais Heringer Moreira.A eficácia do artigo 306 da Lei 9.503/97 após a Lei 11.705/08 sob a ótica do Labelling Approach.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

15.
BRITTO, Igor Rodrigues; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Felipe Ferreira Ramos de Faria.O controle da publicidade infantil abusiva. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

16.
BRITTO, Igor Rodrigues; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Fernanda Barreto de Prá.Os aspectos jurídicos da publicidade voltada ao consumidor infantil. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

17.
BRITTO, Igor Rodrigues; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Lícia Moulin Marino.A publicidade dirigida à criança como forma de violação aos seus direitos fundamentais. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

18.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Leonardo Dalvi Alvarenga.Criminologia crítica feminista e violência contra a mulher: um estudo da eficácia invertida do combate à violência doméstica contra a mulher. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

19.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Suellen de Oliveira Mendes.Análise crítica do instituto da reincidência: discurso oficial burguês e as funções ocultas da pena. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

20.
BOLDT, Raphael; LEONEL, Wilton Bisi. Participação em banca de Marcela Silva Forattini.A descriminalização da pirataria em face dos princípios constitucionais do direito penal. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

21.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Lais Xavier de Almeida.As consequências da imposição legal de um critério etário para validade do consentimento do menor nos crimes contra a dignidade sexual. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

22.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Larissa Sanches Mocelin.O princípio da isonomia e a possibilidade de aborto em caso de estupro cometido contra o homem.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

23.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Felipe Rizzo Botelho.Uma análise crítca da biopirataria prevista no projeto de Lei nº 6.974/06.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

24.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Gustavo Dias Cipriano.A embriaguez ao volante sob a ótica do dolo eventual e da culpa consciente.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

25.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Joaquim Ferreira Silva e Silva.O princípio da lesividade e a política de redução de danos: uma alternativa ao problema das drogas no Brasil.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

26.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Fernanda Tebaldi Batista.Da (in)admissibilidade das provas ilícitas no processo penal brasileiro. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

27.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Guilherme Simon Lube.As consequencias do descumprimento da pena restritiva de direitos imposta na transação penal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

28.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Marina Dallapicola Teixeira Mignoni.A extinção do protesto por novo júri e a aplicação das leis penais no tempo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

29.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Cristiano Lopes Seglia.Abuso sexual e impunidade em face da legislação penal e processual penal brasileira. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

30.
JORIO, Israel Domingos; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Cássio Rebouças de Moraes.A inversão do ônus da prova no crime de lavagem de dinheiro frente ao garantismo penal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

31.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Alessandra Cyntia Barbosa dos Santos Lopes.A seletividade do sistema penal em face dos crimes contra a ordem tributária e crimes contra o patrimônio privado. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

32.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Tony Wenderson Zanoli Bonella.E a história se repete como farsa: a ideologia da crise da pena privativa de liberdade. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

33.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Polyanne Cristina Pereira Quintas.A influência da mídia no sistema penal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

34.
BRITTO, Igor Rodrigues; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Aline Vasconcelos.Publicidade de alimentos não-saudáveis voltados para o público infantil: da necessidade de regulamentação expressa. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

35.
BOLDT, Raphael; GONÇALVES, Marcel. Participação em banca de Renato Pianca Filho.Reparação civil na investigação criminal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

36.
BOLDT, Raphael; GONÇALVES, Marcel. Participação em banca de Mariana de Carvalho Monteiro.A mídia e o direito à imagem na investigação criminal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

37.
BOLDT, Raphael; JORIO, Israel Domingos. Participação em banca de Rubia Lamberti Gianordoli.Lei Maria da Penha frente ao princípio da isonomia entre homens e mulheres. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

38.
MACHADO, Nara Borgo Cypriano; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Ricardo Lopes Mota.Os fundamentos políticos e jurídicos do tribunal do júri. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

39.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Rodrigo Paris Benevenuto.Responsabilidade penal da pessoa jurídica no crime ambiental: punição ou proteção?. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.

40.
LEONEL, Wilton Bisi; BOLDT, Raphael. Participação em banca de Malyssa Leão Dias.As reais funções desempenhadas pela política criminal de drogas no Brasil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
BOLDT, Raphael. 22.º Concurso de Monografias IBCCRIM. 2018. Instituto Brasileiro de Ciências Criminais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Mídia e sistema penal na sociedade contemporânea.Criminologia Midiática: do discurso punitivo à corrosão simbólica do garantismo. 2013. (Outra).

2.
Aula interdisciplinar.A aplicação da pena na sociedade punitiva. 2012. (Outra).

3.
Aula Interdisciplinar.A aplicação da pena na sociedade punitiva. 2012. (Outra).

4.
A Contribuição da Medicina Legal no Direito Penal.A Contribuição da Medicina Legal no Direito Penal. 2011. (Outra).

5.
Aula interdisciplinar.O estrangeiro e o processo penal. 2011. (Outra).

6.
Aula interdisciplinar.Processo penal, verdade e poder: um olhar foucaultiano. 2011. (Outra).

7.
Alterações no Código de Processo Penal Brasileiro.Emendatio libelli e mutatio libelli à luz do sistema acusatório. 2010. (Seminário).

8.
Direito e Atualidades.A influência do discurso midiático na expansão do direito penal. 2008. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BOLDT, Raphael; GENELHU, R. ; SENNA, G. . Autogestão, faxina e facções nos presídios brasileiros. 2018. (Outro).

2.
BOLDT, Raphael; PALLAMOLLA, R. ; CARVALHO, Thiago Fabres de . A construção da justiça restaurativa no Brasil. 2018. (Outro).

3.
BOLDT, Raphael; ADEODATO, João Mauricio ; ALMAGRO, R. ; PAULA, A. F. L. . Direito, Justiça e Verdade: Há Relações?. 2015. (Outro).

4.
BOLDT, Raphael. Seminário "Desafios do Direito Penal Contemporâneo". 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Erika Knauer Braga. A influência da mídia nas decisões do conselho de sentença no tribunal do júri: liberdade de imprensa x presunção de inocência no caso Eliza Samúdio. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

2.
Lívia Pacheco Ignacio. O Ministério Público e a colaboração premiada: a (in)existência de espaços de consenso para uma atuação negocial. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

3.
Igor Almeida Magalhães. O papel da mídia nas decisões criminais no tribunal do júri diante de casos de grande repercussão social. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

4.
Adriano Peclat Nunes. O processo de atuação midiática na violação do direito de imagem do preso em flagrante. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

5.
Leonardo Bergami Sgrancio. Regime disciplinar diferenciado e o princípio da dignidade da pessoa humana. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

6.
Aline Pandini da Silva. As ações declaratórias de constitucionalidade nº 43 e 44 do STF respeitam a presunção de inocência?. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

7.
Sarah Fontana Mesquita. Lei Maria da Penha: a (in)aplicabilidade da lei no cenário jurídico brasileiro. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

8.
Taís Dadalto. A banalização da decretação de prisões cautelares e os possíveis prejuízos aos direitos individuais do investigado/acusado no Estado Democrático de Direito. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

9.
Guilherme Bastos de Peruchi. Crime organizado e crime econômico: conceitos, caracteres e interseções. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

10.
Carlos Bermudes. A garantia da ordem pública como fundamento da prisão preventiva e o clamor público: uma análise a partir da criminologia midiática e do populismo penal.. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

11.
Klinsmann de Castro Silva dos Santos. A mídia e a estigmatização social: o fim da exposição de presos provisórios pela imprensa. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

12.
Tais Oliveira Smarzaro. Relação entre mídia e STF nos processos decisórios criminais: o caso mensalão. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

13.
Luiz Claudio Almeida de Oliveira. A incompatibilidade da aplicação do direito penal com a pessoa jurídica no ordenamento jurídico brasileiro. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

14.
Raoni Vieira Gomes. A influência da mídia no recrudescimento do crime de embriaguez ao volante. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

15.
Mayara Ribeiro Rody. Análise da interferência da mídia nos julgamentos dos crimes de competência do tribunal do júri. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

16.
Leticia Bandeira Detori. A efetividade da Lei 8.137/90: uma análise sobre as ações propostas pelo Ministério Público do estado do Espírito Santo no enfrentamento dos crimes contra a ordem tributária. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

17.
Laiz Xavier de Almeida. As consequencias da imposição legal de um critério etário para validade do consentimento do menor nos crimes contra a dignidade sexual. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

18.
Larissa Sanches Mocelin. Projeto de Lei nº 1.763 de 2007 - "Bolsa estupro". 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Ciências Criminais) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

19.
Vanessa Prezoti Vieira Louzada. A crise do sistema penitenciário brasileiro: necessidade de imperiosa reforma. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Direito) - Faculdade São Geraldo. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

20.
Vanuza Prezoti Vieira Louzada. Porte para uso versus tráfico ilícito de drogas: peculiaridades legislativas. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Direito) - Faculdade São Geraldo. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Juliana Ramos do Nascimento. O hate speech reproduzido nos veredictos do tribunal do júri e seus reflexos sobre o princípio da presunção de inocência: um olhar sobre o sensacionalismo midiático. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

2.
Christiano Gabetto Dias Lopes. Arrependimento posterior e seletividade penal: a resposta legislativa não isonômica em relação a crimes tributários e patrimoniais. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

3.
Gustavo Shimabuco Rodrigues de Almeida. A (im)possibilidade da execução provisória da pena: uma análise do princípio constitucional da presunção de inocência. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

4.
Victor Bichara Borges. Juizado especial criminal: análise prática dos motivos de sua criação e do cumprimento dos critérios estabelecidos pela Lei n. 9.099/95 no âmbito do 2º JECRIM de Vila Velha. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

5.
Andyara Oss Guisso. A aplicação da justiça restaurativa e da mediação penal nos crimes de violência doméstica contra a mulher. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

6.
Matheus Sardinha da Motta. Crítica à razão punitiva: a teoria agnóstica da pena enquanto fundamento de um sistema penal compatível com um Estado democrático de direito. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.

7.
Nathália Figueiredo Palmeira. O princípio da coculpabilidade e sua (in)aplicabilidade como atenuante genérica no Tribunal de Justiça do Espírito Santo. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Faculdade de Direito de Vitória. Orientador: Raphael Boldt de Carvalho.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BOLDT, Raphael. Código Penal: mais crimes vão entrar na lei. A Gazeta, Vitória, 20 jun. 2012.

2.
BOLDT, Raphael. Falta uma Política Criminal adequada. A Tribuna, Vitória, 18 jun. 2012.

3.
BOLDT, Raphael. Mais políticas públicas para a juventude. A Tribuna, Vitória, 27 maio 2012.

4.
BOLDT, Raphael. Sozinha, norma não melhora sistema. A Gazeta, Vitória, 10 ago. 2011.


Apresentações de Trabalho
1.
BOLDT, Raphael; MIRANDA, G. S. ; SANTOS, A. F. R. . Ministerio Publico e Relações de Poder. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
BOLDT, Raphael. A imprensa e a criminalização dos movimentos sociais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BOLDT, Raphael. Maioridade penal. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

2.
BOLDT, Raphael. Descriminalização das drogas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

3.
BOLDT, Raphael. Decisão é marco histórico. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

4.
BOLDT, Raphael. Nova Lei Seca. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

5.
BOLDT, Raphael. Impunidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

6.
BOLDT, Raphael. Traficantes presos vão sair da cadeia. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 7:42:27