Martin Obermaier

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4581416056331025
  • Última atualização do currículo em 30/10/2017


Pesquisador de pós-doutorado do Programa de Planejamento Energético (PPE) do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutor pela mesma instituição (2011). Mestre em Ciências Econômicas pela Freie Universität Berlin (2005), Alemanha. Extenso trabalho em pesquisa e ensino, com foco regional na região semiárida do Brasil e no Estado do Rio de Janeiro. Experiência no desenvolvimento de indicadores para monitoramento e avaliação (M&A) de projetos e programas, construção de cenários e desenvolvimento de projetos com financiamento nacional e internacional. Mais de 40 publicações internacionais e nacionais, inclusive sete artigos em revistas indexadas. Revisor de cinco revistas nas áreas de mudanças climáticas, sustentabilidade e uso de energia renovável. Ganhador, em 2008, do III Prêmio de Excelência Acadêmica pela Associação Brasileira de Estudos em Energia (AB3E). Tese de doutorado sobre os impactos e respostas às mudanças climáticas no sertão brasileiro, indicada ao Prêmio Vale-Capes de Ciência e Sustentabilidade (2012). Formação de redes de pesquisa com as universidades de Michigan (UM), Georgia (UGA) e São Paulo (USP) na área da adaptação sustentável em regiões semiáridas, e com a University of Texas (UT Austin) e o Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (ICONE) sobre a expansão dos biocombustíveis e os potencias impactos socioambientais. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) na área da análise de vulnerabilidade e uso de evidências científicas na formulação de políticas públicas, usando como caso o Estado do Rio de Janeiro. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Martin Obermaier
Nome em citações bibliográficas
OBERMAIER, M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós Graduação e Pesquisa de Engenharia, Programa de Planejamento Energético.
Bloco C, sala 211
Ilha do Fundão
21949-972 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil - Caixa-postal: 68565
Telefone: (21) 25628760
Fax: (21) 25628777
URL da Homepage: www.ppe.ufrj.br


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2011
Doutorado em Planejamento Energético.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Velhos e Novos Dilemas nos Sertões: Mudanças Climáticas, Vulnerabilidade e Adaptação no Semiárido Brasileiro, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Emilio Lèbre La Rovere, Luiz Pinguelli Rosa.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Agricultura familiar; Adaptação; Semiárido.
2001 - 2005
Mestrado em Economics.
Freie Universität Berlin, FU BERLIN, Alemanha.
Título: Rural Electrification in Brazil - Lessons from Recent Experience,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Manfred Nitsch.
Palavras-chave: Eletrificação rural; Energia e equidade; Brasil.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Desenvolvimento Sustentável.
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural.
2000 - 2001
Graduação em Mention Analyse et Politique Economique.
Université d'Evry-Val-d'Essonne, Univ-Evry, França.
Título: n/a.
Orientador: Stefano Bosi.
Bolsista do(a): Comissão Europeia, CE, Bélgica.
1998 - 2000
Graduação em Economics.
Universität Potsdam, UP, Alemanha.


Pós-doutorado


2012
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Comunidades Locais, Biodiversidade e Redução de Pobreza.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Transferência de Conhecimento e Tecnologia.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Banco Internacional de Reconstrucao e Desenvolvimento (Banco Mundial), BIRD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Trabalho de consultoria para trabalho de avaliação final do componente II - subprojetos demonstrativos: promoção de práticas de festão integrada dos ecossistemas - do Projeto Conservação e Gestão Sustentável do Bioma Caatinga nos Estados da Bahia e Ceará - Mata Branca.


Soluciones Prácticas, PAC, Peru.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Colaboração em projeto que visa estabelecer uma Comunidade de Práticas (CdP) na área de Adaptação à Base de Ecossistemas (AbE) na região da América Latina e Caribe (LAC). O objetivo geral é de promover a conscientização sobre a questão da ABE através da plataforma CdP, pretendendo-se desenvolver capacidades, compartilhar experiências bem sucedidas e promover a integração de uma abordagem AbE dentro dos processos de planejamento nacional, a fim de contribuir para uma estratégia abrangente de ajudar a região da América Latina e Caribe e os seus habitantes a se adaptarem à mudança climática. A colaboração inclui a identificação de temas de discussão apropriados, desenvolvimento de produtos de conhecimento (policy briefs, entrevistas, vídeos) e moderação online das discussões, particularmente em biomas brasileiras (Caatinga, Amazônia e Pantanal).


University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador visitante
Outras informações
Inicialização de estudos colaborativos dentro do âmbito do projeto "Construindo Capacidades Adaptativas e Sustentabilidade no Nordeste Semiárido do Brasil"


Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Participação no projeto "Perspectivas dos Investimentos Sociais no Brasil". Principal autor da análise do desenvolvimento do setor sucroalcooleiro brasileiro. Discussão de princípios e critérios para a avaliação da sustentabilidade da expansão da cana-de-açúcar no país, e levantamento de melhores práticas e de políticas nacionais e internacionais. Desenvolvimento de cenários de expansão do setor e dos potenciais impactos socioambientais.


Agência Internacional de Energia, AIE, França.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Autor do capítulo sobre políticas e práticas de eletrificação rural no Brasil, publicado em "Comparative Study on Rural Electrification in Emerging Economies" (Niez, 2010) da AIE/IEA. Avaliação e monitoramento da eletrificação rural no Brasil nas últimas duas décadas, com foco em questões econômicas, sociais e governança.


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador de Pós-Doutorado
Outras informações
Desenvolvimento do projeto "Fortalecendo Políticas e Práticas no Estado do Rio de Janeiro" na área de mudanças climáticas. Publicações extensas, inclusive autor contribuinte para o relatório Global Environment Outlook 5 (2012). Elaboração de três projetos de pesquisa sobre adaptação sustentável no semiárido do Nordeste do Brasil e na região Centro-Sul. Foco em avaliação e monitoramento de riscos climáticos na agricultura familiar, análise institucional e o papel das instituições (formais e informais) na redução da vulnerabilidade socioambiental e climática, e nas interações entre políticas de desenvolvimento e conservação do meio ambiente. Coordenador científico da Aliança de Aprendizagem sobre Adaptação à Mudança Climática em Regiões Semiáridas e Áridas, sendo responsável pela produção semanal de produtos de conhecimento e a moderação de plataforma online e off-line com mais de 450 especialistas participantes, incluindo tomadores de decisão, pesquisadores e representantes de ONGs (2012). Também responsável pelo desenvolvimento e a coordenação científica de um recente projeto internacional que visa modelar os impactos da expansão de biocombustíveis no Brasil sobre uso da terra, recursos hídricos e bem-estar

Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Quatro anos de pesquisa quantitativa e qualitativa em energia rural, biocombustíveis e adaptação à mudança climática. Principal autor ou coautor de mais de 20 relatórios incluindo publicações peer-review. Experiência de professor em curso de graduação sobre economia e meio ambiente. Desde 2010 responsável pela gestão de projeto com seis pesquisadores (M.Sc. e D.Sc.) num projeto sobre estratégias conjuntas de adaptação e mitigação (AdMit/MitAd) no setor de biocombustíveis. Responsável pela orientação de quatro alunos de graduação na iniciação científica, inclusive gestão do processo de aplicação e avaliação dos alunos. Experiência na aquisição de projetos (RS$ 90.000 aprovados até 2012) e responsável pela elaboração de três propostas submetidas. Apresentações convidadas e representação da COPPE/UFRJ em eventos nacionais e internacionais (Estocolmo, São Francisco e Dhaka).

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa
Outras informações
Participou de projeto sobre condições e padrões de lançamento de efluentes líquidos em vários países, onde ele, junto com pesquisadores brasileiros, foi coautor do estudo de caso da Alemanha.

Atividades

11/2011 - Atual
Ensino, Planejamento Energético, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Mudanças Climáticas I (junto com Roberto Schaeffer e Emilio Lèbre la Rovere): Mudança Climática, Vulnerabilidade e Adaptação
03/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós Graduação e Pesquisa de Engenharia, Programa de Planejamento Energético.

08/2009 - 12/2009
Ensino, Engenharia Ambiental, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Economia e Meio Ambiente

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, IPEA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estudos em energia rural e de questões do desenvolvimento rural. Elaboração de um relatório interno sobre os esforços da recente eletrificação rural no Brasil, o qual é usado como um documento explicativo para o grupo de energia do instituto.


Ecologic - Institute for International and European Environmental Policy, ECOLOGIC, Alemanha.
Vínculo institucional

2002 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 15
Outras informações
Amplo trabalho de pesquisa para clientes europeus e internacionais na área de práticas e políticas de água e da conservação da natureza. Coautor de diversos estudos no campo das políticas de recursos hídricos internacionais, benchmarking, e participação pública. Assistência na preparação de propostas e trabalhos de pesquisa. Supervisão e assistência a uma estagiária americana por 4 meses. Representante do instituto nos encontros internacionais de projetos e conferências.



Linhas de pesquisa


1.
Mudanças climáticas
2.
Conservação da natureza
3.
Política de recursos hídricos
4.
Energia e equidade


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Gestão Adaptativa do Risco Climático de Seca como Estratégia de Redução dos Impactos da Mudança Climática (Projeto ADAPTA)
Descrição: A pesquisa ora proposta tem dois objetivos principais: i) dimensionar a vulnerabilidade dos usos e usuários de água, atuais e futuros, perante o risco climático de seca; ii) propor estratégias de gestão adaptativa como mecanismo de aumentar a sua resiliência no contexto de intensificação das variabilidades e mudanças do clima. Para tanto, serão estudadas duas bacias hidrográficas bastante distintas em termos físicos, socioeconômicos, políticos e institucionais: a Bacia do rio Jaguaribe, na região semi árida do Ceará, que tem uma vocação agrícola; e a Bacia do rio Paraíba do Sul, uma bacia fortemente urbanizada e industrializada da região sudeste, compartilhada entre os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, que está vivenciando desde 2014, uma seca severa. Ambas as bacias são altamente estratégicaspor serem mananciais de abastecimento de regiões metropolitanas, de um lado, e por possuíreminstituições e experiências de gestãodas águasconsideradas como avançadas no contexto nacional, de outro lado. A pesquisa envolverá uma rede de pesquisadores brasileiros e estrangeiros, com larga experiência em gerenciamento de recursos hídricos, gestão de seca, modelagem climática e hidrológica, e gestão adaptativa de bacias hidrográficas. A rede envolve ainda profissionais de órgãos gestores de recursos hídricos, além de contar com o apoio de várias instituições envolvidas com a gestão das aguas nas bacias de estudo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Climate-resilient pathways of household transformation in Northeast Brazil
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Martin Obermaier - Integrante / Maria Carmen Lemos - Coordenador.Financiador(es): University of Michigan - Outra.
2014 - Atual
Estado da Arte: Segurança Alimentar e Adaptação às Mudanças Climáticas
Descrição: Em aplicando uma metodologia qualitativa e quantitativa o projeto visa analisar a segurança alimentar dentro do contexto da mudança climática, e identificar medidas para fortalecer capacidades adaptativas que visam reduzir a vulnerabilidade de forma sustentável. Particularmente, o trabalho pretende enquadrar a questão da segurança alimentar e nutricional dentro de uma visão multidimensional que considera estresses climáticos e não-climáticos, e dessa forma contribuir para um melhor conhecimento sobre impactos e medidas adaptativas para grupos extremamente vulneráveis, como comunidades locais e tradicionais, mulheres, idosos e crianças, no curto, médio e longo prazo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Modelagem Integrada do Nexo entre Uso da Terra, Recursos Hídricos e Energia na Expansão de Biocombustíveis sob Mudanças Climáticas.
Descrição: Biocombustíveis estão sob escrutínio devido aos impactos adversos sobre recursos hídricos, biodiversidade e segurança alimentar. Neste contexto, o Brasil é considerado uma história de sucesso, dada as baixas emissões de gases de efeito estufa, pouco desmatamento induzido e metas de inclusão social para agricultores familiares. No entanto, a expansão sustentável dos biocombustíveis brasileiros é colocada em teste já que a demanda de biocombustíveis tende a aumentar e é previsto que as mudanças climáticas afetarão de forma adversa os recursos hídricos e produtividades agrícolas. A falta de evidência empírica sobre este nexo continua a ser um grande desafio para a política climática e o planejamento estratégico. Este projeto tem por objetivo informar os tomadores de decisão e partes interessadas sobre os possíveis cenários de expansão de biocombustíveis no Brasil sob mudança do clima até 2030 para mitigar os impactos negativos dessa expansão sobre os recursos hídricos, uso da terra e segurança alimentar enquanto promovendo uma produção sustentável de biocombustíveis. Isso é feito através de um esforço de modelagem multi-institucional que integra a avaliação de recursos hídricos no nível de bacias hidrográficas com a modelagem de mudanças de uso da terra e macroeconômica assim como impactos sobre emissões de gases de efeito estufa devido ao uso de biocombustíveis. A análise quantitativa é suportada por um processo de integração das partes interessadas que visa levantar o seu conhecimento especializado para a análise e facilitar a divulgação dos resultados do projeto para o planejamento estratégico de biocombustíveis e iniciativas de sustentabilidade relacionadas. Assim, o projeto também visa contribuir para o compromisso nacional de redução voluntária de emissões de gases do efeito estufa do Brasil, o desenvolvimento de uma economia verde e a adaptação às mudanças climáticas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Construindo Capacidades Adaptativas e Sustentabilidade no Nordeste Semiárido do Brasil
Descrição: Uma das maiores preocupações sobre a mudança climática é a possibilidade que seus impactos têm de contrabalançar os ganhos que realizamos até agora em termos de desenvolvimento humano e sustentável, especialmente nas regiões menos desenvolvidas como o Nordeste semiárido do Brasil. Neste contexto, o projeto visa analisar o potencial de atuais intervenções estruturais e/ou não estruturais na região para apoiar uma política de adaptação mais sustentável, usando como estudos de caso os Estados do Ceará e Bahia.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Estudo Estratégico de Políticas Públicas em Área do Bioma Caatinga do Estado da Bahia
Descrição: Avaliar e monitorar as implicações ambientais e sociais das políticas públicas na área do bioma da Caatinga (Territórios de Identidade Sertão do São Francisco; Semiárido Nordeste II; e Itaparica), inclusive das ações desenvolvidas pelo setor privado, para determinar se estão adequadas a uma abordagem de Gestão Integrada do Ecossistema e, caso não estejam, propor novas políticas para os setores publico e privado. Inclui ampla pesquisa de campo e levantamento de dados com relevantes atores e tomadores de decisão, e construção de cenários para analisar trajetórias para futuros mais desejáveis e sustentáveis na região de estudo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Evidências e Lições Aprendidas para Países Africanos e Asiáticos (ELLA)
Descrição: Descrição: Coordenador científico da Aliança de Aprendizagem sobre Adaptação à Mudança Climática em Regiões Semiáridas e Áridas. Responsável pela produção semanal de produtos de conhecimento (knowledge products em inglês) e a moderação da plataforma online e off-line com mais de 450 especialistas internacionais, incluindo tomadores de decisão, pesquisadores e representantes de ONGs. Também pesquisador na área de cidades resilientes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Promovendo Políticas de Adaptação à Mudança Climática via Integração de Diálogos Multi-stakeholder e Iniciativas Baseadas em Pesquisa - Uma Abordagem Pilota da Região Semiárida do Nordeste do Brasil
Descrição: O projeto visa sintetizar a experiência do projeto de adaptação à base comunitária (CBA) "Adapta Sertão" através da análise de conjuntos de dados científicos relevantes para promover a integração da adaptação às mudanças climáticas dentro das políticas socioeconômicas existentes na região semiárida do Nordeste do Brasil. Apoio a instituições e políticas públicas, baseado no uso de evidências científicas, inclusive amostragens e cenários..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Caminhos Inovadores para a Viabilização Econômica da Produção de Biodiesel nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil ? Respondendo aos Desafios Ambientais e Sociais Frente às Mudanças Climáticas
Descrição: Identificar e avaliar alternativas inovadoras que contribuam para a viabilidade econômica da produção de biodiesel no Brasil respondendo simultaneamente aos desafios ambientais e sociais frente às mudanças climáticas globais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Desenvolvimento e Sistematização de Tecnologias Sociais de Adaptação a Mudança Climática para o Agricultor Familiar do Semiárido Nordestino (Adapta Sertão)
Descrição: Descrição: Experimentar arranjos produtivos beneficentes para pequenos agricultores e resilientes à mudança do clima. Analisar e sistematizar a experiência de trinta e cinco sistemas pilotos que foram implementados em quatro municípios da Bahia em um modelo agroecológico. Desenvolvimento de um sistema de monitoramento e avaliação (M&A) para medir os impactos desses projetos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2011
Economia da Mudança do Clima: Avaliação Socioambiental da Expansão de Biocombustíveis no Brasil
Descrição: Avaliação da sustentabilidade socioambiental da expansão do etanol da cana-de-açúcar no Brasil dentro do estudo Economia da Mudança do Clima (Margulis et al., 2011) pela elaboração e aplicação de indicadores em áreas ligadas à sustentabilidade, inclusive impactos sobre segurança alimentar, migração, biodiversidade ou recursos hídricos. Análise desses indicadores sob diferentes cenários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Identificação e Multiplicação de Melhores Práticas para Adaptação às Mudanças Climáticas
Descrição: Elaborar, implementar e testar projetos pilotos de irrigação eficientes no Nordeste do Brasil para tornar o agricultor familiar do semiárido do Nordeste mais resiliente às mudanças climáticas. Além disso, apoiar a implementação de uma rede de municípios e organizações que procuram difundir medidas de adaptação sustentável. Inclui a elaboração de um sistema de avaliação e monitoramento (M&A) socioambiental das experiências com base em levantamento de dados de campo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2007
Estudo das Condições e Padrões de Lançamento de Efluentes em Outros Países
Descrição: Relatório sobre condições e padrões de lançamento de efluentes líquidos em vários países. Principal autor do estudo de caso da Alemanha..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2005
Analisando e Desenvolvendo Políticas Ambientais - Melhores Práticas na Europa
Descrição: A Comissão Europeia, DG Ambiente, encomendou uma equipe de projeto para organizar um workshop reunindo formuladores de políticas ambientais, especialistas de regulamentação, analistas (consultores e acadêmicos) com experiência em avaliação e monitoramento (M&A) de políticas ambientais. O objetivo era de examinar como os Estados-Membros da UE analisam a legislação ambiental antes da transposição e implementação de novos projetos, e como eles analisam os problemas ambientais que estão na sua competência própria. Dessa forma o projeto visa apoiar o desenvolvimento e a implementação de políticas mais sustentáveis, assim como criar capacidades institucionais nos diferentes órgãos de governo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2005
Subsídios, Impostos e Taxas no Transporte Europeu
Descrição: Este projeto fornece uma visão geral sobre o estado atual da investigação de subsídios, impostos e taxas no setor de transporte, e torna os resultados acessíveis num banco de dados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
Avaliação e Monitoramento (M&A) de Empresas de Abastecimento de Água e Saneamento (WATERBENCH)
Descrição: Em colaboração com institutos parceiros da França e Rússia, a equipe do projeto identifica conjuntos de indicadores de referência para o monitoramento e avaliação (M&A) de empresas de abastecimento de água e saneamento. Os resultados do estudo foram publicados em 2005..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2004
Avaliação de Programas Ambientais nos Países da OCDE
Descrição: Análise dos principais programas públicos para apoiar investimentos em infraestrutura ambiental no setor do abastecimento de água e saneamento em quatro diferentes países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) da União Europeia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2003
Aspectos Sociais do Preço da Água
Descrição: Contribuição para duas publicações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre a interface entre problemas ambientais e sociais de políticas de tarifação da água nos países da OCDE..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2003
Desenvolvimento do Documento de Orientação Alemão para a Análise Econômica de acordo com a Diretiva-Quadro da Água da UE
Descrição: Projeto visa especificar a primeira minuta do Documento de Orientação Alemão na análise econômica de acordo com a Diretiva-Quadro da Água da União Europeia (UE)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2006
RhineNet - Gestão Participativa e Integrada da Bacia do Reno
Descrição: O projeto RhineNet visa promover a participação pública no âmbito da implementação da Diretiva-Quadro da Água na bacia do Rio Reno através da cooperação de várias instituições e organizações. O objetivo é de promover uma gestão integrada da bacia através do envolvimento das partes interessadas e da população local nos processos decisórios..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de comitê de assessoramento


2013 - Atual
Agência de fomento: Norges forskningsråd (Research Council of Norway)


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change
2012 - Atual
Periódico: Environment, Development and Sustainability
2012 - Atual
Periódico: Energy Policy
2013 - Atual
Periódico: Agricultural Systems
2013 - Atual
Periódico: African Journal of Agricultural Research
2013 - Atual
Periódico: Latin American Business Review (Binghamton, N.Y.)
2013 - Atual
Periódico: Climate Risk Management
2014 - Atual
Periódico: Hygeia : Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde (Uberlândia)
2016 - Atual
Periódico: Global Environmental Change
2017 - Atual
Periódico: Ambiente e Sociedade (Campinas)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Mudanças Climáticas, Vulnerabilidade e Adaptação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Rural.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Planejamento Urbano e Regional.
5.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Engenharia Econômica/Especialidade: Planejamento Energético.
6.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economias Agrária e dos Recursos Naturais/Especialidade: Economia dos Recursos Naturais.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2008
Prêmio Excelência Científica da III Jornada Científica em Economia da Energia, Associação Brasileira de Estudos em Energia (AB3E).


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
OBERMAIER, M.2014OBERMAIER, M.; CESANO, D. ; CORRAL, T. ; MAROUN, M. R. ; LA ROVERE, E. L. ; BARATA, M. ; WACHSMANN, U. ; PFLIEGNER, K. . Dryland adaptation in Northeast Brazil: lessons from a community-based pilot project. Field Actions Science Reports, v. 7, p. 1-7, 2014.

2.
OBERMAIER, M.2014OBERMAIER, M.; CESANO, D. ; CORRAL, T. ; MAROUN, M. R. ; ROVERE, E. L. L. ; BARATA, M. ; Wachsmann, Ulrike ; PFLIEGNER, K. . Dryland Adaptation in Northeast Brazil: Lessons from a community-based pilot project. Field Actions Science Reports, v. 7, p. 1, 2014.

3.
OBERMAIER, M.2013 OBERMAIER, M.; ROSA, L. P. . Mudança climática e adaptação no Brasil: uma análise crítica. Estudos Avançados (USP. Impresso), v. 27, p. 155-176, 2013.

4.
OBERMAIER, M.2013OBERMAIER, M.; KING, C. W. ; MOREIRA, M. ; PEREIRA JR., A. O. ; NASSAR, A. M. ; SCANLON, B. ; LA ROVERE, E. L. ; HARFUCH, L. ; WILLS, W. . Cooperação internacional para o desenvolvimento de biocombustíveis sustentáveis ? um exemplo brasileiro-alemão. Cadernos ADENAUER (São Paulo), v. 14, p. 81-98, 2013.

5.
OBERLING, D. F.2012OBERLING, D. F. ; OBERMAIER, M. ; SZKLO, A. S. ; LA ROVERE, E. L. . Investments of oil majors in liquid biofuels: the role of diversification, integration and technological lock-ins. Biomass & Bioenergy, v. 46, p. 270-281, 2012.

6.
SCHAFFEL, S.2012SCHAFFEL, S. ; HERRERA, S. ; OBERMAIER, M. ; LA ROVERE, E. L. . Can family farmers benefit from biofuel sustainability standards? Evidence from the Brazilian Social Fuel Certificate. Biofuels, v. 3, p. 725-736, 2012.

7.
CESANO, D.2012CESANO, D. ; BURNEY, J. ; RUSSELL, J. M. ; LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; CORRAL, T. ; SILVA, L. S. ; COELHO, N. S. ; NEVES, C. G. . Mudanças climáticas no semiárido da Bahia e estratégias de adaptação da coalizão Adapta Sertão para a agricultura familiar. Inclusão Social (Impresso), v. 6, p. 88-104, 2012.

8.
OBERMAIER, M.2012OBERMAIER, M.; SZKLO, A. S. ; LA ROVERE, E. L. ; ROSA, L. P. . An assessment of electricity and income distributional trends following rural electrification in poor northeast Brazil. Energy Policy, v. 49, p. 531-540, 2012.

9.
OBERMAIER, M.2011OBERMAIER, M.; LA ROVERE, E. L. . Vulnerabilidade e resiliência socioambiental no contexto da mudança climática: o caso do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). Parcerias Estratégicas (Impresso), v. 16, p. 109-134, 2011.

10.
CESANO, D.2011CESANO, D. ; LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; CORRAL, T. ; SILVA, L. S. ; COELHO, N. S. ; NEVES, C. G. . As experiências da coalizão Adapta Sertão na disseminação de tecnologias e estratégias de adaptação à mudança climática para o agricultor familiar do semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 6, p. 1336-1350, 2011.

11.
SIMÕES, A. F.2010 SIMÕES, A. F. ; KLIGERMAN, D. C. ; LA ROVERE, E. L. ; MAROUN, M. R. ; BARATA, M. ; OBERMAIER, M. . Enhancing adaptive capacity to climate change: The case of smallholder farmers in the Brazilian semi-arid region. Environmental Science & Policy, v. 13, p. 801-808, 2010.

12.
LA ROVERE, E. L.2009LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. . Alternativa Sustentável?. Edição especial scientific American Brasil, v. 32, p. 68-75, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
RUSSELL, J. (Org.) ; OBERMAIER, M. (Org.) ; REBOLLEDO, E. (Org.) ; BAPTISTA, V. G. S. (Org.) ; HEFFER, C. (Org.) . Adaptación y Mitigación del Cambio Climático en Zonas Urbanas. 1. ed. Lima: Soluciones Prácticas, 2014. 60p .

2.
CESANO, D. (Org.) ; OBERMAIER, M. (Org.) . Adaptación al Cambio Climático en Regiones Semiáridas (ELLA). 1. ed. Lima: Soluciones Prácticas, 2014. 32p .

3.
KRANZ, N. ; OBERMAIER, M. ; KRAEMER, R. A. ; et al. . Mechanisms for Managing Public Environmental Expenditure in Selected OECD Countries. Paris: OECD, 2006. 84p .

Capítulos de livros publicados
1.
CHAMBWERA, M. ; CAMPOS, M. R. ; OBERMAIER, M. ; FRANK, J. ; LOGA, D. . The economics of community-based adaptation. In: E. Lisa F. Schipper, Jessica Ayers, Hannah Reid, Saleemul Huq, Atiq Rahman. (Org.). Community-Based Adaptation to Climate Change: Scaling it up. 1ed.Oxon: Routledge, 2014, v. , p. 55-74.

2.
GARCIA, K. ; ZEGARRA, J. N. K. ; CASTRO, L. ; MARTÍNEZ, A. F. ; OBERLING, D. F. ; GALARZA, E. ; GIRVAN, A. ; NANNETTI, E. G. ; HERNANDES, G. ; HINDS, P. ; BARATA, M. ; MORENO, A. R. ; NORIEGA, R. ; RAWLINS, M. ; VIGLIZZO, E. ; OBERMAIER, M. ; VÁRIOS OUTROS . Latin America and the Caribbean. Global Environmental Outlook 5: Environment for the future we want. Quênia: United Nations Environment Programme (UNEP), 2012, v. , p. 316-348.

3.
LA ROVERE, E. L. ; OBERLING, D. F. ; OBERMAIER, M. ; SOLARI, R. ; WILLS, W. . Avaliação da sustentabilidade socioambiental da expansão do etanol da cana-de-açúcar no Brasil. In: Sergio Margulis; Carolina Burle Schmidt Dubeux; Jacques Marcovitch. (Org.). Economia da Mudança do Clima no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Synergia, 2011, v. , p. 276-299.

4.
LA ROVERE, E. L. ; OBERLING, D. F. ; OBERMAIER, M. ; SOLARI, R. ; WILLS, W. . Aspectos socioambientais da expansão da cana-de-açúcar. In: MARGULIS, S., DUBEUX, C. B. S., MARCOVITCH, J.. (Org.). Economia da Mudança Climática no Brasil: Custos e Oportunidades. São Paulo: IBEP Gráfica, 2010, v. , p. 62-67.

5.
OBERMAIER, M.. World Bank benchmarking initiative IBNET, Brazil, Germany, and The Netherlands. In: Mounier-Lompré, P., Kranz, N., and Askerov, E.. (Org.). Review of the Water supply and Sanitation Sector Benchmarking Practices and Models in the EU and other Regions. Bruxelas: DG Research, 2004, v. , p. -.

6.
OBERMAIER, M.. Poland and Hungary. In: Mousnier-Lompré, P., Kranz, N., Askerov, E.. (Org.). Performance Indicators and Benchmarking in the Water Supply and Sanitation Sector - a Stocktaking Review of Central and Eastern European Countries. Bruxelas: DG Research, 2004, v. , p. -.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
OBERMAIER, M.; WILLS, W. ; KING, C. W. ; MOREIRA, M. ; RODRIGUEZ, R. G. ; KIMURA, W. ; HARFUCH, L. ; BACHION, L. C. . Consequências da expansão de biocombustíveis no Brasil sobre uso da terra, água e a economia até 2030 sob mudanças climáticas. In: XVII Congresso Brasileiro de Energia, 2017, Rio de Janeiro. Anais do XVII Congresso Brasileiro de Energia. Rio de Janeiro: Programa de Planejamento Energético, 2017. p. 1-13.

2.
OBERMAIER, M.; OBERLING, D. F. ; SZKLO, A. S. ; LA ROVERE, E. L. . Investments of Oil Majors in Biofuels: Scope, Integration and Diversification. In: 34th IAEE International Conference, 2011, Estocolmo. Institutions, Efficiency and Evolving Energy Technologies, 2011.

3.
OBERMAIER, M.; PEREIRA, A. L. A. B. ; LA ROVERE, E. L. ; ROSA, L. P. . A Abordagem Brasileira sobre Vulnerabilidade em Áreas Urbanas: Uma Análise Crítica. In: IV Simpósio Internacional de Climatologia, 2011, João Pessoa. Anais do IV Simpósio Internacional de Climatologia. João Pessoa: Sociedade Brasileira de Meteorologia, 2011.

4.
OBERLING, D. F. ; OBERMAIER, M. . Investimentos de empresas de petróleo em biocombustíveis ? escopo, integração, diversificação. In: XIII Congresso Brasileiro de Energia, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XIII Congresso Brasileiro de Energia: Energia e Qualidade de Vida. Rio de Janeiro: COPPE/UFRJ, 2010. v. III. p. 847-856.

5.
OBERMAIER, M.; MAROUN, M. R. ; KLIGERMAN, D. C. ; LA ROVERE, E. L. ; CESANO, D. ; CORRAL, T. ; WACHSMANN, U. ; SCHALLER, M. ; HAIN, B. . Adaptation to Climate Change in Brazil: The Pintadas Pilot Project and Multiplication of Best Practice Examples Through Dissemination and Communication Networks. In: RIO 9 World Climate & Energy Event, 2009, Rio de Janeiro. Book of Proceedings. Rio de Janeiro: Rio Solar Ltd., 2009. p. 185-190.

6.
OBERMAIER, M.. An Analysis of Energy and Income Trends following Rural Electrification in the State of Bahia, Brazil. In: 32nd IAEE International Conference, 2009, San Francisco. Energy, Economy, Environment: The Global View, 2009.

7.
OBERMAIER, M.; SZKLO, A. S. . Rural Electrification in Africa: Getting Rid of the Grid?. In: World Renewable Energy Congress X, 2008, Glasgow. Proceedings of the World Renewable Energy Congress 2008. Monterey: In Control Productions, 2008. v. 1. p. 2708-2713.

8.
OBERMAIER, M.. Electricity consumption and economic growth in Brazil: analyzing Granger causality. In: XI Congresso Brasileiro de Energia, 2006, Rio de Janeiro. Anais do XI Congresso Brasileiro de Energia. Rio de Janeiro: COPPE/UFRJ, 2006. v. 4. p. 1879-1889.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
WILLS, W. ; OBERMAIER, M. ; KING, C. W. ; XAVIER, A. ; SCANLON, B. ; MOREIRA, M. . An assessment of Brazilian biofuels expansion from a climate-resilient pathways framework. In: Our Common Future under Climate Change, 2015, Paris. International Scientific Conference Abstract Book. Paris: Our Common Future under Climate Change, 2015. p. 292-292.

2.
OBERMAIER, M.; LEMOS, M. C. ; LO, Y.-J. ; BEDRAN, A. M. . The effects of ecosystem-based adaptation on vulnerability to climate change: evidence from semi-arid Brazil. In: Our Common Future under Climate Change, 2015, Paris. International Scientific Conference Abstract Book. Paris: Our Common Future under Climate Change, 2015. p. 502-502.

3.
OBERMAIER, M.; HERRERA, S. ; LA ROVERE, E. L. . Análise de Problemas Estruturais da Inclusão da Agricultura Familiar na Cadeia Produtiva do Biodiesel. In: IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, 2010, João Pessoa. Inclusão Social e Energia: Anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. p. 326-331.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
OBERMAIER, M.. Promoting adaptive capacities in Brazil?s semi-arid Northeast: what are the links between climate risk reduction and sustainability objectives?. In: Adaptation Futures 2014, 2014, Fortaleza. Third International Climate Change Adaptation Conference Abstracts. Fortaleza: CCST INPE, 2014. v. 1. p. 127-127.

2.
OBERMAIER, M.. Social technologies for climate change adaptation. In: 5th International Conference on Community Based Adaptation to Climate Change, 2011, Dhaka. Oral abstracts. Dhaka: Bangladesh Centre for Advanced Studies (BCAS), 2011. p. 59-60.

Apresentações de Trabalho
1.
OBERMAIER, M.. Conservation and Management of the Caatinga ? effects of EBA interventions on rural livelihoods. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
OBERMAIER, M.; LO, Y.-J. ; LEMOS, M. C. . Promoting adaptive capacities in Brazil?s semi-arid Northeast: what are the links between climate risk reduction and sustainability objectives?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
OBERMAIER, M.. Ecosystem-based Adaptation in Northeast Brazil: Experiences from the Mata Branca Project. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; KLIGERMAN, D. C. ; MAROUN, M. R. ; CESANO, D. ; CORRAL, T. . Adapta Sertão: Optimizing Use of Water Resources and Improving Access to Efficient Irrigation and Best Agricultural Practices as a Strategy to Strengthen Adaptive Capacity of Smallholder Farmers in Semi-arid Northeast Brazil Regarding Current Climate Variability and Future Climate Change. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
OBERMAIER, M.; XAVIER, A. ; MENDES, H. A. ; KING, C. W. . Estimações para os índices WRSI e YR para cinco culturas selecio-nadas na região NE do Brasil. 2016.

2.
OBERMAIER, M.; WILLS, W. . Produção sustentável de biocombustíveis no Brasil: oportunidades e necessidades de pesquisa para um desenvolvimento sustentável sob mudanças climáticas. 2015.

3.
OBERMAIER, M.; MARTINS, R. D. ; ANTONIAZZI, L. ; LEMOS, M. C. ; HERRERA, S. . Contextualização da relação entre Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e adaptação às mudanças climáticas: complexidade do tema e abordagens conceituais. 2014.

4.
OBERMAIER, M.; LEMOS, M. C. . Análise sobre projeções climáticas e seus impactos na segurança alimentar e nutricional. 2014.

5.
OBERMAIER, M.. Successfully Implementing Climate Adaptation Strategies at City-Level: The Case of Quito, Ecuador. 2013.

6.
SILVA, H. V. O. ; SILVA, G. L. ; OBERMAIER, M. ; PAIVA, J. J. J. ; NASCIMENTO, G. F. ; PIRES, S. H. M. ; LA ROVERE, E. L. . Estudo Estratégico de Políticas Públicas em Área do Bioma Caatinga do Estado da Bahia - Sumário Executivo. 2013.

7.
OBERMAIER, M.. Brazil's Public Policy Package for Successful Farmer Adaptation. 2012.

8.
OBERMAIER, M.. Spotlight on Arguments: Adaptation in Semi-arid Regions. 2011.

9.
CESANO, D. ; OBERMAIER, M. . Improving Small Farmer's Adaptive Capacity in Semi-arid Regions. 2011.

10.
LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; WILLS, W. ; CARVALHO, P. T. . Perspectivas dos Investimentos Sociais no Brasil: Etanol. 2010.

11.
OBERMAIER, M.; OBERLING, D. F. ; LA ROVERE, E. L. . A expansão dos biocombustíveis e potenciais impactos sobre a segurança alimentar: evidências recentes do Brasil. 2010.

12.
LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; CESANO, D. ; CORRAL, T. ; KLIGERMAN, D. C. ; MAROUN, M. R. . Identification and multiplication of best-practise examples of local adaptation initiatives to climate change in Brazil through dissemination and communication networks. 2010.

13.
LA ROVERE, E. L. ; OBERLING, D. F. ; OBERMAIER, M. ; SOLARI, R. ; WILLS, W. . Avaliação da Sustentabilidade da Expansão do Etanol da Cana-de-açúcar no Brasil. 2009.

14.
OBERMAIER, M.. Sustainable Rural Energisation in Brazil. 2009.

15.
LA ROVERE, E. L. ; WILLS, W. ; OBERMAIER, M. ; OBERLING, D. F. . Analysis of Medium-Term (2010-2035) Brazilian Ethanol Domestic Demand and Production Scenarios. 2008.

16.
LA ROVERE, E. L. ; OBERMAIER, M. ; WILLS, W. ; OBERLING, D. F. . Analysis of Medium-Term (2020-2030) Global Energy and Brazilian Ethanol Demand Scenarios. 2008.

17.
MAGRINI, A. ; SZKLO, A. S. ; DELGADO, F. ; VEIGA, L. B. E. ; OBERMAIER, M. ; HENRIQUES, R. M. ; SILVA, R. F. G. . Estudo das Condições e Padrões de Lançamento de Efluentes em Outros Países: Descrição do Gerenciamento de Recursos Hídricos nos Estados Unidos, França, Alemanha, Portugal, União Européia, Japão, Austrália e México, com Ênfase nas Condições e Padrões de Lançamento de Efluentes. 2007.

18.
KRANZ, N. ; OBERMAIER, M. ; KRAEMER, R. A. ; RINGWALD, A. ; PIELEN, B. . Mechanisms for Managing Public Environmental Expenditures in Selected OECD Countries. 2005.


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
OLIVEIRA, M. ; RUVENAL, R. ; SILVIA, L. ; BRITO, D. ; BRITO, J. ; MAYA, A. ; OBERMAIER, M. ; REBOUCAS, E. ; RODRIGUES, C. ; RODRIGUES, M. ; ZE, R. . Maldita Parentela. 2016. Teatral.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Formação de Formadores em Adaptação baseada em Ecossistemas (AbE). 2016. (Oficina).

2.
The Paradoxes of the Megalopolis - 2nd Int'l Colloquium. Ecosystem services for urban climate resilience in Brazil: opportunities and barriers. 2016. (Congresso).

3.
International Meeting of the Ecosystem-Based Adaptation Community of Practice.International Meeting of the Ecosystem-Based Adaptation Community of Practice. 2015. (Encontro).

4.
Our Common Future under Climate Change. The effects of ecosystem-based adaptation on vulnerability to climate change: evidence from semi-arid Brazil; e An assessment of Brazilian biofuels expansion from a climate-resilient pathways framework. 2015. (Congresso).

5.
Adaptação climática em megacidades: refletindo sobre impactos, demandas e capacidades de resposta de São Paulo. 2014. (Seminário).

6.
Adaptation Futures 2014. National and sub-national case studies of adaptation. 2014. (Congresso).

7.
Café Científico Salvador.Convivência com a seca, e o que podemos aprender para a adaptação às mudanças climáticas: Experiências do Projeto Mata Branca. 2014. (Encontro).

8.
CBA8: 8th conference on community-based adaptation to climate change. Building institutional capacity and improving governance to access and spend adaptation finance in Semiarid Northeast Brazil. 2014. (Congresso).

9.
Encontro de Disseminação do Projeto Mata Branca.Avaliação Final do Componente II - Resultados. 2013. (Seminário).

10.
Semana Carioca Brasil-Alemanha.Relações Brasil-Alemanha. 2013. (Encontro).

11.
Seminário Final do Projeto de Conservação e Gestão Sustentável do Bioma Caatinga nos Estados da Bahia e do Ceará ? Projeto Mata Branca.Avaliação Final do Projeto Mata Branca - Componentes I, II e III. 2013. (Seminário).

12.
XV Congresso Brasileiro de Energia. Geração distribuída; Integração energética regional. 2013. (Congresso).

13.
Clima e a Sustentabilidade das Terras Secas.Rio+20 United Nations Conference on Sustainable Development. 2012. (Seminário).

14.
Evidence and Lessons from Latin America (ELLA) Study Tour on Climate Adaptation in Semi-arid Northeast Brazil.Climate adaptation planning in Northeast Brazil. 2012. (Oficina).

15.
International Conference on Evidence-Informed Policy Making. Evidence-information policy making in Brazil: the case of climate change adaptation in semi-arid regions. 2012. (Congresso).

16.
ISEE 2012 Conference - Ecological Economics and Rio+20: Challenges and Contributions for a Green Economy. Economics and Policies of Climate Change in Brazil: Knowledge, Achievements and Challenges. 2012. (Congresso).

17.
Rio + C40: Megacity Mayors Taking Action on Climate Change. 2012. (Seminário).

18.
34th IAEE International Conference. Institutions, Efficiency and Evolving Energy Technologies. 2011. (Congresso).

19.
ERD Brazil Workshop: Renewable energy, biofuels and inclusive and sustainable growth in developing countries.Biofuels and sustainable energy development in Brazil. 2011. (Seminário).

20.
Fifth International Conference on Community Based Adaptation (CBA5). The Economics of Community-based Adaptation. 2011. (Congresso).

21.
IV Simpósio Internacional de Climatologia. A Abordagem Brasileira sobre Vulnerabilidade em Áreas Urbanas: Uma Análise Crítica. 2011. (Congresso).

22.
2nd International Conference: Climate, Sustainability and Development in Semi-arid Regions. Adapta Sertão: Optimizing Use of Water Resources and Improving Access to Efficient Irrigation and Best Agricultural Practices as a Strategy to Strengthen Adaptive Capacity of Smallholder Farmers in SA-NE Brazil Regarding Current CV and Future CC. 2010. (Congresso).

23.
IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas. Análise de Problemas Estruturais da Inclusão da Agricultura Familiar na Cadeia Produtiva do Biodiesel. 2010. (Congresso).

24.
Políticas Públicas e Inclusão Social Através dos Biocombustíveis. 2010. (Seminário).

25.
XIII Congresso Brasileiro de Energia. Investimentos de empresas de petróleo em biocombustíveis escopo, integração, diversificação. 2010. (Congresso).

26.
1o Seminário sobre Assistência Técnica (ASTEC) da Petrobras Biocombustíveis. 2009. (Seminário).

27.
32nd IAEE International Conference. Energy, Economy, Environment - The Global View. 2009. (Congresso).

28.
Boas práticas de Adaptação às Mudanças Climáticas da Agricultura Familiar na Amazônia. 2009. (Seminário).

29.
Boas práticas de Adaptação às Mudanças Climáticas da Agricultura Familiar no Semi-Árido Nordestino. 2009. (Seminário).

30.
II Simpósio sobre Mudança Climática e Desertificação no Semi-Árido Brasileiro. 2009. (Congresso).

31.
RIO 9 World Climate & Energy Event. Education, Capacity building. 2009. (Congresso).

32.
RIO 9 World Climate & Energy Event. Adaptation to Climate Change in Brazil: The Pintadas Pilot Project and Multiplication of Best Practice Examples Through Dissemination and Communication Networks. 2009. (Congresso).

33.
Seminário Internacional Segurança Alimentar e Segurança Energética. 2009. (Seminário).

34.
III Congresso Brasileiro de Mamona. 2008. (Congresso).

35.
Agroenergia e Desenvolvimento de Comunidades Rurais Isoladas. 2007. (Seminário).

36.
Segundo Seminário de Construção de Cenários do Projeto de Construção de Consenso para Eletrificação de Comunidades Rurais Localizadas em Áreas Remotas e Isoladas. 2006. (Seminário).

37.
XI Congresso Brasileiro de Energia. Electricity consumption and economic growth in Brazil. 2006. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, J. C. ; LEIRAS, A. ; FREITAS, C. M. ; SILVA, F. A. D. ; VÁRIOS OUTROS ; OBERMAIER, M. . II Congresso Brasileiro de Redução de Riscos de Desastres. 2017. (Congresso).

2.
OBERMAIER, M.; VÁRIOS OUTROS . Impactos sociais e ambientais da expansão de biocombustíveis no Brasil e lições para o planejamento de adaptação e mitigação às mudanças climáticas. 2016. (Outro).

3.
VÁRIOS ORGANIZADORES ; OBERMAIER, M. . The Future of Energy: Global Challenges, Diverse Solutions. 2010. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Paula Nacif de Moura. Mitigation Action Plans & Scenarios ? MAPS. 2012. Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Martin Obermaier.

2.
Gabriela Caroline Pessanha Laport. Caminhos Inovadores para a Viabilização Econômica da Produção de Biodiesel nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil: Respondendo aos Desafios Ambientais e Sociais Frente ás Mudanças Climáticas. 2011. Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Martin Obermaier.

3.
Anne Luise de A. B. Pereira. ADAPTA SERTÃO - Desenvolvimento e sistematização de tecnologias sociais de adaptação a mudança climática para o agricultor familiar do semi-árido nordestino. 2011. Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Martin Obermaier.

4.
Camila Garcia Neves. Adapta Sertão - Desenvolvimento e sistematização de tecnologias sociais de adaptação a mudança climática para o agricultor familiar do semi-árido nordestino. 2010. Iniciação Científica - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Martin Obermaier.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


2007-2008, colaborador da Encyclopedia of Earth ----- Since 2007, copy-editor at Encyclopedia of Earth



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 18:58:14