Juliana do Prado

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7255943544162438
  • Última atualização do currículo em 11/02/2019


Professora adjunta da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, na unidade de Paranaíba. Graduada em Ciências Sociais com habilitação em licenciatura plena e bacharelado pela Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara, onde também concluiu o mestrado em Sociologia. Doutora em Sociologia pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia da UFSCar. Tem experiência na área de educação, com projetos de formação de professores, atuando como tutora de referência e tutora virtual do curso em educação à distância Gênero e Diversidade na Escola e experiência docente como professora formadora no curso de aperfeiçoamento Educação para as relações étnico­-raciais destinado à professores da educação básica do Estado de São Paulo, ambos projetos promovidos pela UFSCar. Coordenou, em 2017, o Programa de Iniciação à docência do Subprojeto de Sociologia do curso de Ciências Sociais da UEMS de Paranaíba e é coordenadora da Proposta Institucional de Ensino, Pesquisa e Extensão para o Curso de Licenciatura em Ciências Sociais dessa mesma instituição, projeto que prevê ações de visibilidade acadêmica do curso. É parecerista e consultora de revistas científico-acadêmicas e de órgãos públicos de apoio ao ensino, pesquisa e extensão da UEMS e da Fundect - Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul. Está vinculada como pesquisadora ao Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais - NEPECS (UEMS/CNPq) e tem desenvolvido pesquisas sobre mídias digitais, gênero, sexualidade e diferenças. Atualmente é docente e coordenadora adjunta do curso de graduação em Ciências Sociais, leciona na Especialização em Políticas públicas, cultura e sociedade e é docente permanente do Programa de Pós graduação em Educação da UEMS de Paranaíba. Também coordena, em parceria, o Simpósio de Pesquisas Pós-graduadas Mídias digitais, subjetividades e diferenças da Anpocs - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juliana do Prado
Nome em citações bibliográficas
PRADO, J.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade de Paranaíba.
Avenida João Rodrigues de Melo
Jd Santa Mônica
79500000 - Paranaíba, MS - Brasil
Telefone: (67) 35031006


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Sociologia.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Dos consultórios sentimentais à rede: apoio emocional pelas mídias digitais, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Richard Miskolci.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Mídias digitais; Diferenças; Emoções.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas / Especialidade: Sociologia da Cultura.
2009 - 2011
Mestrado em Sociologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Feminilidades e mídia na cultura contemporânea: culto ao corpo, consumo e sexualidade,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Ana Lúcia de Castro.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Identidades Sociais; Consumo; Gênero; Mídia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas / Especialidade: Sociologia da Cultura.
2003 - 2007
Graduação em Ciências Sociais.
Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, UNESP, Brasil.
Título: O culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: Apropriações, consumo e identidades sociais.
Orientador: Ana Lúcia de Castro.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2012 - 2012
Extensão universitária em Formação em tutoria EaD. (Carga horária: 200h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Formação Temática - curso GDE. (Carga horária: 13h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2000 - 2001
Técnico em Informática. (Carga horária: 1900h).
Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, CEETEPS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Aberta do Brasil, UAB - UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutoria virtual no curso GDE, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutora Virtual do Curso GDE, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutora de Referência Módulo Gênero GDE, Carga horária: 20
Outras informações
Auxiliar de tutoras e tutores sobre referenciais teóricos de gênero.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutora de Referência Módulo Sexualidade GDE, Carga horária: 20
Outras informações
Auxiliar de tutoras e tutores sobre referenciais teóricos de sexualidade.


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professora Formadora, Carga horária: 20
Outras informações
Professora formadora do Curso Presencial de Aperfeiçoamento em Educação para as Relações Étnico-Raciais. A Universidade Federal de São Carlos tendo em vista o disposto no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC nº. 1.34.000189/2006-32) junto ao Ministério Público Federal/Procuradoria da República do Município de São Carlos visa atender as determinações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (nº. 9.394/1996) alterada pela Lei nº. 10.639/2003 e posteriormente pela Lei nº. 11.654/2008 e do Parecer nº. 03/2004 que trata das Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Estudante/Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Participante de Grupo de Pesquisa, Carga horária: 2
Outras informações
Participante do Núcleo de Pesquisa em Diferenças, Gênero e Sexualidades Quereres. Se dedica aos estudos sobre mídias, especialmente mídias digitais, emoções e diferenças na sociedade brasileira contemporânea.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio Docência, Carga horária: 4
Outras informações
Enquanto bolsista CAPES (nível doutorado) realizou estágio de docência pelo PESCD (Programa de Estágio Supervisionado de Capacitação Docente) na disciplina Introdução à Sociologia ministrada para turmas de Gerontologia e Enfermagem, sob coordenação do Prof. Dr. Richard Miskolci.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Estágio Docência, Enquadramento Funcional: Estágio Docência, Carga horária: 4
Outras informações
Enquanto bolsista CAPES (nível doutorado) realizou estágio de docência pelo PESCD (Programa de Estágio Supervisionado de Capacitação Docente) na disciplina Metodologia das Ciências Sociais, sob coordenação do Prof. Dr. Richard Miskolci.


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista


Cooperativa Educacional de Pais de Alunos da Alta Mogiana, COOPAM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Auxiliar de Coordenação de EaD pela UNIP, Carga horária: 40


Escola Estadual Capitão Getúlio Lima, EECGL, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estágio docente, Carga horária: 4
Outras informações
Estágio docência nas aulas de história e sociologia


Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2/2019 - Atual
Direção e administração, Unidade de Paranaíba, .

Cargo ou função
Coordenadora adjunta do curso de Ciências Sociais.
2/2019 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Unidade de Paranaíba, .

2/2019 - Atual
Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ministra em parceria com José Antônio de Souza a disciplina Seminários de pesquisa
Ministra a disciplina Mídias digitais, educação e diferenças
2/2019 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .

Cargo ou função
Representante suplente junto com Luciana Henrique da Silva do Conselho Universitário.
2/2019 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, Conselho de Ética da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Cargo ou função
Representante da área de humanas no Conselho de Ética.
03/2017 - Atual
Ensino, Especialização em Educação, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Literatura, Cultura e Identidade, junto com o prof. José Antônio de Souza
03/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Especialização em Educação.
02/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Unidade de Paranaíba, .

06/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Unidade de Paranaíba, Unidade de Paranaíba.

Atividade realizada
Coordenadora de Proposta Institucional de Ensino, Pesquisa e Extensão para o Curso de Licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/Unidade de Paranaíba.
02/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Unidade de Paranaíba, .

02/2016 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia II, Estudos da Cultura Afro-brasileira, Métodos e técnicas de pesquisa em Sociologia
10/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Unidade de Paranaíba, .

Cargo ou função
Membro de Colegiado do curso de Ciências Sociais.
10/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Unidade de Paranaíba, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Docente Estruturante do curso de Ciências Sociais.
10/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .

Cargo ou função
Membro de Conselho universitário da UEMS, Unidade de Paranaíba.
09/2017 - 02/2018
Outras atividades técnico-científicas , Unidade de Paranaíba, Unidade de Paranaíba.

Atividade realizada
Coordenadora do Programa de Iniciação à Docência (PIBID) da subárea de Sociologia.
10/2015 - 12/2015
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia II, Métodos e técnicas de pesquisa e Estágio bacharelado
10/2015 - 12/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .

Cargo ou função
Membro do Conselho de Estágio Supervisionado.


Linhas de pesquisa


1.
Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais - NEPECS.
2.
Integra a linha de Pesquisa Educação, linguagem e cultura

Objetivo: A linha articula-se por pesquisas que contemplam três eixos, a saber: o estudo da linguagem, levando-se em consideração as práticas sociais, as diversas modalidades linguísticas, gêneros textuais, as questões sócio-discursivas, que abrangem variadas perspectivas de estudos, tais como: alfabetização, letramento e multiletramentos; gêneros discursivos/textuais; estudo de textos literários, literatura infantil e infanto-juvenil, entre outros. A perspectiva cultural efetiva-se com a abordagem sócio-histórica e antropológica de questões relativas a identidades; cultura(s), memória e representações simbólicas. Os primeiros eixos articulam-se em torno da Educação, na medida em que tais perspectivas perpassarão aspectos sociais, culturais, históricos, políticos e filosóficos, além de envolver questões relativas ao processo ensino/aprendizagem; formação docente; memórias e narrativas de alunos e professores; questões identitárias; cultura e cultura escolar..
Grande área: Ciências Humanas
3.
Coordenadora do Grupo de Pesquisa Diferenças e subjetividades


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Além das 'empresas de garagens': masculinidades, mídias digitais e mercados
Descrição: Este projeto visa investigar as relações entre masculinidades e mercado de negócios por meio dos usos das mídias digitais. O objetivo é dar continuidade a pesquisa etnográfica sobre busca de apoio emocional, enfocando aspectos relacionados à circulação e construção de masculinidades por meio dos usos das mídias digitais com finalidades profissionais. No intuito de aprofundar reflexões iniciadas em meu doutorado, esse projeto se insere como continuação das investigações tendo como base a pesquisa etnográfica realizada e sugerindo novas pesquisas e aprofundamento teórico e analítico em torno do material coletado. Tal pesquisa se propôs a analisar os usos das mídias digitais como apoio emocional, conceituado como relação social na qual os sujeitos buscam por auxílio para lidar com demandas emocionais. Estas são referentes inicialmente às relações afetivo-sexuais que desembocam em processos de subjetivação que lidam com as esferas do gênero, classe social, sexualidade, raça, geração, ocupação profissional, entre outros eixos possíveis de análise. A referida pesquisa despertou questões que necessitam de mais análises, especialmente no que tange ao modo como circulam masculinidades associadas aos usos das mídias digitais, promovendo mercados de apoio emocional, coaching, assessorias profissionais e pessoais, permitindo a construção de novos mercados profissionais. Baseado no referencial teórico dos estudos sobre tecnologias, mídias digitais, gênero, sexualidade e diferenças, pretende-se averiguar a hipótese de que os usos das mídias digitais desembocam em um processo no qual os homens ganham evidência, possibilitado pela circulação de masculinidades, concomitantemente ao modo como constroem redes de socialidade, apoio emocional e profissional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador / Lara Roberta Rodrigues Facioli - Integrante / Carlos Eduardo França - Integrante / Daniel Pícaro Carlos - Integrante / José Antônio de Souza - Integrante / Geovane Gomes - Integrante / Felipe Padilha - Integrante / Luciana Henrique da Silva - Integrante / Gabriel dos Santos Machado - Integrante.
2016 - 2017
Gênero, sexualidade e diferenças: processos de subjetivação na sociedade brasileira contemporânea
Descrição: Este projeto de pesquisa visa investigar processos de subjetivação na sociedade brasileira contemporânea, tendo como cerne de discussão as dimensões de gênero, sexualidade e suas intersecções com as categorias de análise que perpassam as diferenças, como raça/etnia, classe social, entre outras. O objetivo é analisar como os sujeitos adquirem agência ou são envolvidos em remanejamentos de relações de poder e subalternidade, por meio de investigações etnográficas que se darão sobre dois universos de pesquisa: movimentos sociais na sociedade brasileira contemporânea, experiências de sujeitos marcados por sexualidade e expressões de gênero dissidentes e sua articulação com os usos das mídias digitais. O foco de análise nos processos de subjetivação - compreendidos como as formas pelas quais os sujeitos se constituem em seus discursos e práticas - permite acessar, através de investigações sobre suas experiências, questões que perpassam os contextos sociais aos quais pertencem, ou seja, sobre o modo como os sujeitos se elaboram por duas vias: movimentos sociais e uso das mídias digitais. Esta pesquisa visa investigar processos de subjetivação na sociedade brasileira contemporânea, a partir das dimensões de gênero, sexualidade e suas intersecções com as diferenças de raça/etnia, classe social. O objetivo é analisar como os sujeitos adquirem agência ou são envolvidos em relações de poder e subalternidade, por meio de investigações etnográficas que se darão sobre dois universos de pesquisa: movimentos sociais e experiências de sujeitos marcados por sexualidade e expressões de gênero dissidentes e sua articulação com os usos das mídias digitais. O foco de análise nos processos de subjetivação - compreendidos como as formas pelas quais os sujeitos se constituem em seus discursos e práticas - permite acessar, através de suas experiências, questões que perpassam os contextos sociais aos quais pertencem, e sobre o modo como se elaboram por duas vias: movimentos sociais e uso das mídias digitais. No intuito de refletir sociologicamente sobre as configurações dos dois universos de pesquisa, as problemáticas serão: Como os movimentos sociais têm articulado as questões das diferenças em suas demandas políticas e agrupado sujeitos invisibilizados socialmente? Como as sexualidades e expressões de gênero dissidentes se agenciam e elaboram sua subjetividade e experiência? De que forma os usos das mídias digitais têm impactado nos processos de subjetivação da sociedade brasileira contemporânea, levando em consideração arranjos de sociabilidade em interface com as diferenças? A pesquisa será orientada pelos principais referenciais contemporâneos sobre as diferenças, tais como os estudos de gênero, sexualidade, raça/etnia e classe social, e estudos sobre os usos recentes das mídias digitais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador / Sara Falcetti - Integrante.
2011 - 2015
Dos consultórios sentimentais à rede: apoio emocional pelas mídias digitais
Descrição: A proposta dessa pesquisa é analisar os usos das mídias digitais como apoio emocional, conceituado como relação social na qual os sujeitos buscam por auxílio para lidar com demandas emocionais. Estas são referentes inicialmente às relações afetivo-sexuais que desembocam em processos de subjetivação que lidam com as esferas do gênero, classe social, sexualidade, raça/etnia, geração, ocupação profissional, entre outros eixos possíveis de análise. O objetivo é discutir quais configurações as mídias digitais têm assumido no que tange à busca por apoio emocional, articulados a moralidades de seus usos e de processos de subjetivação. Para tanto, o campo empírico foi construído a partir de três frentes de pesquisa: na primeira analiso discursos de sites que apresentam aconselhamento afetivo através da modalidade que denomino como consultório sentimental digital; na segunda analiso o uso profissional das novas tecnologias por psicólogos que oferecem atendimento terapêutico pela internet, definindo a orientação psicológica e na terceira em que analiso os usos de comunidades online, denominadas de redes. Exploro sentidos e moralidades em torno dos usos das mídias digitais a partir de discursos e práticas tanto dos sujeitos que recorrem a essas mídias com estes objetivos, quanto dos profissionais que tem aderido ao recurso das mídias digitais para promoverem orientação psicológica. Ao longo do trabalho são apresentadas discussões das três frentes que constituem esta pesquisa, com o objetivo de levantar alguns aspectos que permitem confrontar as diferentes modalidades de busca por apoio emocional pelas mídias digitais em seus discursos, usos e interesses por manter-se na disputa pela especialidade nessa área. A hipótese é de que tem se configurado um mercado de apoio emocional segmentado através das mídias digitais. Todavia, de maneira distinta às outras mídias, a segmentação ocorre concomitantemente aos usos que os sujeitos delas fazem, permitindo agências e fluxos entre as plataformas e que podem desembocar em outras modalidades de apoio. A proposta é, nesse aspecto, abordar os elementos que constituem o apoio emocional em cada frente de pesquisa com o intuito de verificar pela abordagem de cada frente continuidades e rupturas entre o que conceituam como apoio, sobretudo apontando para moralidades e formas de subjetivação específicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador.
2009 - 2011
Feminilidades e mídia na cultura contemporânea: culto ao corpo, consumo e sexualidade
Descrição: Este projeto de pesquisa, sob orientação da Profa. Dra. Ana Lúcia de Castro pretende verificar como a representação da mulher veiculada na mídia pode nortear a construção da identidade feminina, explorando uma perspectiva analítica que aponte para as formas de apropriação das mensagens veiculadas. Nesse sentido, a fim de apreender a ponte entre universo feminino e o que é veiculado na mídia propomos examinar cinco edições de duas revistas femininas que se constituem como guias de comportamento na cultura contemporânea por se tratarem de revistas consolidadas e de ampla circulação no mercado: Claudia e Nova, ambas da Editora Abril, e num movimento de mão dupla trazer os conteúdos dessas revistas para serem discutidos por mulheres de diferentes universos sócio-econômicos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador.
2006 - 2007
O culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: Apropriações, consumo e identidades sociais
Descrição: Na cultura de massa, os modelos de representação tradicionais são substituídos ? nos termos de Edgar Morin ? pelos novos ?Olimpianos?, que no Brasil são os atores e personagens de telenovelas. As telenovelas brasileiras possuem uma capacidade de orientar o comportamento e o consumo da sociedade, especificamente no que diz respeito ao culto ao corpo como nenhum outro produto cultural brasileiro. Este tem sido muito representado já há algum tempo, entretanto, pode ser percebido mais nitidamente nas telenovelas atuais. Ancorado nessa discussão, portanto, esse projeto visa compreender melhor de que maneira as pessoas se apropriam das mensagens que consomem, em que são representadas o culto ao corpo, na busca por sua identidade social..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador.


Outros Projetos


2016 - Atual
Grupo de Pesquisa Diferenças e Subjetividades
Descrição: O Grupo de Pesquisa em Diferenças e Subjetividades investiga diferenças de gênero, sexualidade, raça/etnia, classe social entre outras e suas imbricações nas subjetividades contemporâneas. Busca contribuir para a compreensão das relações de poder e formas de agência que perpassam os eixos da diferença e suas articulações com as dimensões dos afetos, moralidades, emoções, politização de grupos e movimentos sociais, práticas desviantes e o papel que estas exercem nas formas de subjetivação e modos de sociabilidade. As pesquisas desenvolvidas se pautam em referenciais como Estudos de Gênero e sexualidade advindos dos Estudos feministas e da Teoria Queer, Estudos Culturais e Sociologia das Diferenças..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador.
2015 - Atual
Proposta Institucional de Ensino, Pesquisa e Extensão para o Curso de Licenciatura em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/Unidade de Paranaíba
Descrição: Projeto de apoio à graduação e pós-graduação, especificamente direcionada ao curso de Ciências Sociais com habilitação em licenciatura, da unidade universitária de Paranaíba, MS. Estima-se com o projeto encaminhado, promover a melhoria do curso através de metas específicas que atuem no âmbito da diminuição da evasão, aumento da permanência dos alunos, visibilidade acadêmica e inserção social..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador / Carlos Eduardo França - Integrante / Daniel Pícaro Carlos - Integrante / Djalma Querino de Carvalho - Integrante / José Antônio de Souza - Integrante / Geovane Gomes - Integrante / Lucélia Guimarães - Integrante / Isael Santana - Integrante / Alexandre de Castro - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS - Auxílio financeiro.
2010 - 2010
Grupo de Estudos Lilith
Descrição: O grupo de estudos tem como proposta principal discutir o aporte teórico que contempla os temas da identidade e consumo no contexto da modernidade. Aspectos relevantes da cultura contemporânea que estão relacionados entre si e merecem uma abordagem sócio-antropológica, privilegiando textos de pensadores clássicos e contemporâneos de ambas as áreas das ciências sociais. A proposta é trazer para discussão textos que não estão presentes na estrutura curricular da graduação do curso de Ciências Sociais, para que os alunos tenham contato com novos pensamentos e abordagens teóricas. Além de trabalhar eventuais textos do pensamento clássico da sociologia, trazer sociólogos e antropólogos contemporâneos, buscando uma articulação entre clássico e moderno..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.

Integrantes: Juliana do Prado - Coordenador / Fernanda Cristina de Carvalho Mello - Integrante / Leandro José dos Santos - Integrante.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Editora Prisma - Coleção Mulheres e Feminismos
2010 - 2010
Periódico: Cadernos de Campo (UNESP)


Revisor de periódico


2012 - 2012
Periódico: Sociologias Plurais: Revista Discente do Programa de Pós-Graduação em Socio
2015 - Atual
Periódico: Áskesis - Revista dos Discentes do Programa de Pós Graduação em Sociologia
2015 - Atual
Periódico: Contemporânea - Revista de Sociologia da UFSCar
2015 - Atual
Periódico: Cadernos de Campo (UNESP)
2017 - Atual
Periódico: Editora Prisma - Coleção Mulheres e Feminismos
2017 - Atual
Periódico: MEDIAÇÕES - REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS


Revisor de projeto de fomento


2016 - Atual
Agência de fomento: Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
2015 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas/Especialidade: Sociologia da Cultura.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das Diferenças.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia digital.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FACIOLI, L. R. R.2018FACIOLI, L. R. R. ; PRADO, J. . USANDO BEM, QUE PROBLEMA TEM? PÂNICOS MORAIS, MÍDIAS DIGITAIS E JUVENTUDE NO BRASIL. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, v. 9, p. 158-183, 2018.

2.
PRADO, J.2015PRADO, J.; BALIEIRO, F. F. . Apresentação Dossiê Sexualidades, Intersecções e mídias. Norus - Novos rumos sociológicos, v. 3, p. 1-5, 2015.

3.
PRADO, J.2015PRADO, J.; BALIEIRO, F. F. ; BELELI, I. A. . Mídias, gênero, sexualidade e intersecções: Entrevista com Iara Beleli. Norus - novos rumos sociológicos, v. 3, p. 102, 2015.

4.
PRADO, J.2013PRADO, J.. As novas fronteiras tecnológicas entre intimidade e solidão. Contemporânea - Revista de Sociologia da UFSCar, v. 3, p. 235-240, 2013.

5.
PRADO, J.2013PRADO, J.. Dojo de crescimento coletivo: formas de subjetivação masculina através das mídias digitais. Revista Educación y humanismo, v. 15, p. 93-106, 2013.

6.
A. L.2012A. L. ; PRADO, J. . Corpo e identidades femininas: a intermediação da mídia. Estudos de Sociologia, v. 17, p. 241-259, 2012.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PRADO, J.; BALIEIRO, F. F. (Org.) . Dossiê Sexualidade, Intersecções e Mídias. 3. ed. Pelotas: , 2015. v. '. 140p .

Capítulos de livros publicados
1.
FACIOLI, L. R. R. ; PRADO, J. . Os homens que não amavam as mulheres: reflexões sobre masculinidades conectadas. In: José Antonio de Souza; Milka Helena Carrilho Slavez. (Org.). Formação de professores no Brasil: tendências, cenários e aspectos culturais. 1ed.: , 2018, v. , p. 245-266.

2.
PRADO, J.. "O que é dito na Cabana fica na Cabana": notas metodológicas sobre relações de gênero em pesquisa com comunidades online. In: Pelúcio, L., Pait,H., Sabatine, T.. (Org.). No emaranhado da rede gênero, sexualidade e mídia: desafios teóricos e metodológicos do presente. 1ed.São Paulo: Annablume queer, 2015, v. 1, p. 175-197.

3.
PRADO, J.. Culto ao corpo na telenovela: apropriações, consumo e identidades sociais. In: Ana Lúcia de Castro. (Org.). Cultura contemporânea, identidades e sociabilidades: olhares sobre o corpo, mídia e novas tecnologias. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011, v. 1, p. 113-150.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PRADO, J.. Consultórios online: uma análise das disputas e moralidades em torno dos usos das mídias digitais como consulta emocional. In: Anpocs, 2014, Caxambu. 38º Encontro Anual da Anpocs, 2014. v. 38.

2.
PRADO, J.. Fortalecimento do masculino e redes de sociabilidade nos usos terapêuticos das mídias digitais. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero, 2013, Florianópolis. Fazendo Gênero 10 Desafios atuais do feminismo, 2013.

3.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R. . ?Dividindo vidas? e construindo o ?dojo de crescimento?: Notas sobre os marcadores sociais da diferença nos usos terapêuticos das mídias digitais. In: XVI Congresso Brasileiro de Sociologia, 2013, Salvador. XVI Congresso Brasileiro de Sociologia: A sociologia como artesanato intelectual, 2013.

4.
PRADO, J.. Culto ao corpo, consumo e mídia: um estudo de recepção das revistas Claudia e Nova. In: II Seminário de Pós-Graduação em sociologia da UFSCar: sociedade e subjetividade: desafios sociológicos da contemporaneidade, 2011, São Carlos. II Seminário de Pós-Graduação em sociologia da UFSCar: sociedade e subjetividade: desafios sociológicos da contemporaneidade, 2011. v. 2.

5.
PRADO, J.. Do consultório à rede: relações amorosas e formas de subjetivação em discurso na internet. In: X SEMANA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA ?O campo de atuação do Cientista Social nos dias de Hoje?, 2011, Araraquara. X SEMANA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA ?O campo de atuação do Cientista Social nos dias de Hoje?, 2011. v. 10.

6.
PRADO, J.. Mediações entre mídia e identidade feminina na compreensão do corpo e da sexualidade. In: III Simpósio de Pós Graduandos em Sociologia da USP, 2010, São Paulo. III Simpósio de Pós Graduandos em Sociologia, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PRADO, J.. Romantic Utopias and Affective Morality in the Use of Digital Media As Emotional Support. In: Third ISA Forum of sociology: The Futures We Want: Global Sociology and the Struggles for a Better World, 2016, Viena. The Futures We Want: Global Sociology and the Struggles for a Better World, 2016.

2.
PRADO, J.. Consultórios online: uma análise das disputas e moralidades em torno dos usos das mídias digitais como consulta emocional. In: 38º Encontro Anual da Anpocs, 2014, Caxambu. 38º Encontro Anual da Anpocs, 2014.

3.
PRADO, J.. Fortalecimento do masculino e redes de sociabilidade nos usos terapêuticos das mídias digitais. In: Seminário Internacional Fazendo gênero 10: desafios atuais dos feminismos, 2013, Florianópolis. Fazendo gênero 10: desafios atuais dos feminismos, 2013.

4.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R. . ?Dividindo vidas? e construindo o ?dojo de crescimento?: Notas sobre os marcadores sociais da diferença nos usos terapêuticos das mídias digitais. In: XVI Congresso Brasileiro de Sociologia, 2013. XVI Congresso Brasileiro de Sociologia, 2013.

5.
PRADO, J.. A busca da internet como auxílio às relações amorosas: discutindo gênero e sexualidade. In: 28ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2012, São Paulo. 28ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2012.

6.
PRADO, J.. Digital sentimental office: the searching of the internet as an aid to love relationships. In: Second ISA Forum of Sociology: social justice and democratization, 2012, Buenos Aires, Argentina. Second ISA Forum of Sociology: social justice and democratization, 2012.

7.
PRADO, J.. Internet e formas de subjetivação: uma discussão teórica sobre a produção da normalidade dos relacionamentos amorosos através de blogs e fóruns. In: Queering Paradigms 4, 2012, Rio de Janeiro. Queering Paradigms 4, 2012.

8.
PRADO, J.. A representação da identidade feminina pela mídia: discurso de poder sobre a sexualidade em Nova Cosmopolitan. In: II Seminário Interinstitucional de Pesquisas em Sociologia, 2010, São Carlos. II Seminário Interinstitucional de Pesquisas em Sociologia, 2010.

9.
PRADO, J.. Consumo e construção da identidade feminina através das revistas Cláudia e Nova. In: VIII Semana de pós graduação em sociologia: Ciências Sociais e educação: institucionalização, ensino e novas práticas, 2009, ARARAQUARA. VIII Semana de pós graduação em sociologia: Ciências Sociais e educação: institucionalização, ensino e novas práticas, 2009.

10.
PRADO, J.. O Culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: apropriações, consumo e identidades sociais. In: XVIII Congresso de Iniciação Científica da Unesp, 2006, Bauru. XVIII Congresso de Iniciação Científica da Unesp, 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
PRADO, J.. ?ESTRELAS ALÉM DO TEMPO?: CINE DEBATE PELO DIA INTERNACIONAL DA MULHER. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PRADO, J.. Mídias digitais e tecnologias de gênero. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
PRADO, J.. Gênero, identidades e diferenças: debatendo as desigualdades sociais. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PRADO, J.. Romantic Utopias and Affective Morality in the Use of Digital Media As Emotional Support.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
PRADO, J.. Debate do filme 'O jogo da imitação'. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
PRADO, J.; RIBEIRO, B. O. ; FRANCA, C. E. ; SOUZA, J. A. . Debatedora de Gt. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
PRADO, J. ; PRADO, J. . A logística do amor em circulação nas mídias digitais: trabalho e relações afetivas como horizontes de aspiração. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PRADO, J.. 'O amor é business e management': borramento das fronteiras entre intimidade e trabalho pelos usos das mídias digitais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PRADO, J.. Consultórios online: uma análise das disputas e moralidades em torno dos usos das mídias digitais como consulta emocional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R. . Gênero, sexualidade e identidades: Desafios de um debate sobre homofobia no espaço escolar. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
PRADO, J.. Fortalecimento do masculino e redes de sociabilidade nos usos terapêuticos das mídias digitais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R. . ?Dividindo vidas? e construindo o ?dojo de crescimento?: Notas sobre os marcadores sociais da diferença nos usos terapêuticos das mídias digitais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
PRADO, J.. ?O que é dito na Cabana, fica na Cabana?: aspectos éticos e metodológicos de pesquisa com comunidades online.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
PRADO, J.. Internet e formas de subjetivação: uma discussão teórica sobre a produção da normalidade dos relacionamentos amorosos através de blogs e fóruns. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
PRADO, J.. A busca da internet como auxílio às relações amorosas: discutindo gênero e sexualidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
PRADO, J.. Digital sentimental office: the searching of the internet as an aid to love relationships. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
PRADO, J.. Culto ao corpo, consumo e mídia: um estudo de recepção das revistas Claudia e Nova. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
PRADO, J.. Do consultório à rede: relações amorosas e formas de subjetivação em discurso na internet. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R. . Sexualidade e gênero. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
PRADO, J.. Mediações entre mídia e identidade feminina na compreensão do corpo e da sexualidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
PRADO, J.. A representação da identidade feminina pela mídia: discurso de poder sobre a sexualidade em Nova Cosmopolitan. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
PRADO, J.. Corpo e sexualidade feminina: apropriações da mídia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
PRADO, J.. Construção da identidade feminina através da mídia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
PRADO, J.. Construção da identidade feminina através da mídia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
PRADO, J.. Consumo e construção da identidade feminina através das revistas Cláudia e Nova. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
PRADO, J.. O culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: apropriações, consumo e identidades sociais. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Demais tipos de produção técnica
1.
PRADO, J.. Mídias digitais, processos de subjetivação e diferenças: Perspectivas teóricas e metodológicas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PRADO, J.; MELO, B. M. ; ANDRIOLLI, C. . Projeto político-pedagógico e gestão do trabalho escolar. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para o curso de licenciatura em ead de Ciências Sociais da UFAL - Alagoas).

3.
PRADO, J.. O culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: apropriações, consumo e identidades sociais. FAPESP. 2007. (Relatório de pesquisa).

4.
PRADO, J.. O culto ao corpo nas telenovelas e sua repercussão na sociedade: apropriações, consumo e identidades sociais. FAPESP. 2006. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
PRADO, J.; GUIMARAES, L. T.; SANTOS, S. S.. Participação em banca de Bruna Cristina de Oliveira. Gênero em educação: um estudo a partir dos documentos do Banco Mundial. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

2.
PRADO, J.; CARLOS, D. P.; SOUZA, A.. Participação em banca de Sônia Mara Pereira De Souza Ribeiro. Relações étnico-raciais e Sociologia: apontamentos à partir da observação de dois livros didáticos adotados no Ensino Médio das escolas de Paranaíba. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

3.
PRADO, J.; GUIMARAES, L. T.; SANTOS, S. S.. Participação em banca de Mariana Páscoa. Gênero e diferenças na educação: pensando a ideologia de gênero. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
GOMES, G. F.; PRADO, J.; SOUZA, A.. Participação em banca de Vitor Eduardo Leite.Apresentando o tema cidadania no Ensino Médio: analisando o livro didático. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

2.
PRADO, J.; SILVA, L. H.; SANTOS, S. S.. Participação em banca de Renato de Almeida Bezerra.Jogos e dinheiro: um estudo sobre jogos e a disputa política sobre seus significados. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

3.
SANTANA, I. J.; PRADO, J.; MARTINS, L. M.. Participação em banca de Roberta Carreira Trazzi.A prostituição feminina e o direito: se acaso me quiseres, sou dessas mulheres que só dizem sim?. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

4.
PRADO, J.; DURAN, M. R. C.; ROMIZI, F.. Participação em banca de Laís Gomes Borges.Entre os dramas estéticos e sociais: "festival periferia trans" e as performances de gênero dissidentes. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

5.
PRADO, J.; FACIOLI, L. R. R.; SOUZA, J. A.. Participação em banca de Linyeker Wellison Valverde Oliveira Sousa.Educar ou socializar? Um estudo sobre a percepção dos usos das mídas digitais entre jovens por professores de Paranaíba - MS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

6.
PRADO, J.; GUIMARAES, L.; SILVA, L. H.. Participação em banca de Paola Souza Duarte.Um retrato da violência contra a mulher em Paranaíba. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

7.
SANTANA, I. J.; GOMES, G. F.; PRADO, J.. Participação em banca de Sônia Mara Pereira de Souza Ribeiro.A disciplina de Sociologia no ensino médio e o legado de Florestan Fernandes. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

8.
GUIMARAES, L. T.; SANTOS, S. S.; PRADO, J.. Participação em banca de Jéssica de Jesus Bravosi.Desigualdade e educação nos governos FHC e Lula (1995-2011): Um estudo introdutório sobre política educacional e gênero no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

9.
CARVALHO, D. Q.; SOUZA, J. T.; PRADO, J.. Participação em banca de Camila de Jesus Ribeiro.Experiências de mulheres negras em coletivos feministas no Mato Grosso do Sul: identidades, gênero e diferenças. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

10.
PRADO, J.; PAES, F. L. O. A.; SANTOS, S. S.. Participação em banca de Letícia de Lima Queiroz.Na batida do hiphop: um relato de experiência do projeto OBEDUC na perspectiva da Educação não formal. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

11.
PRADO, J.; FRANCA, C. E.; GOMES, G.. Participação em banca de Viulaine de Oliveira da Silva.Significados do Trabalho no Sistema Penitenciário de Paranaíba/MS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

12.
GUIMARAES, L. T.; RIBEIRO, B. O.; PRADO, J.. Participação em banca de Fernanda Cecília Alvez Gonçalves de Campos.O impacto do feminismo na sociologia: uma análise dos livros didáticos da disciplina de sociologia na rede pública de Mato Grosso do Sul. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

13.
PRADO, J.; FRANCA, C. E.; BRAGA, P. B. A.. Participação em banca de Brasilino Garcia Machado.Gênero e sexualidade: uma análise comparativa entre o referencial curricular da disciplina de sociologia dos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo de 2014. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

14.
PRADO, J.; LEITE JUNIOR, J.. Participação em banca de Letícia Fragalle.DO REAL AO VIRTUAL: Uma Análise do Cibercorpo e das Corporeidades Online. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CARLOS, D. P.; CHRISTOFFOLETTI, F.; PRADO, J.. Banca examinadora de concurso público para seleção docente da área de Ciências Sociais sob o Edital 44/2017. 2018. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

2.
PRADO, J.; ROIZ, D. S.; CHRISTOFFOLETTI, F.. Banca examinadora de concurso público para seleção docente da área de Filosofia, sob o Edital 44/2017. 2018. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

3.
PRADO, J.; CHRISTOFFOLETTI, F.; ROIZ, D. S.. Banca examinadora de concurso público para seleção docente da área de História, sob o Edital 44/2017. 2018. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

4.
PRADO, J.; CARLOS, D. P.; CASTRO, A.. Banca examinadora de concurso público para seleção docente da área de Filosofia, sob o Edital 73/2016. 2017. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
13º Mundo de Mulheres e Fazendo Gênero 11 ?Transformações, conexões e deslocamentos?. Simpósio Temático ?Mídias digitais, socialidades e subjetivações?. 2017. (Congresso).

2.
41 Encontro Anual da Associação Nacional de Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs). Coordenadora do SPG Diários digitais: relatos de pesquisa na/da internet. 2017. (Congresso).

3.
Cinema no Bairro - A cidade e suas diferenças.Cidades, diferenças e mídias digitais. 2017. (Encontro).

4.
III Seminário Gênero e diversidade sexual da UEMS de Paranaíba.Mídias digitais e tecnologias de gênero. 2017. (Seminário).

5.
Projeto de Extensão: proposições urgentes para questões recorrentes.O conceito de gênero e a teoria feminista. 2017. (Encontro).

6.
XIX Seminário em Educação e VI Colóquio de Pesquisa.Debatedora do grupo de Trabalho Currículo e diversidade. 2017. (Seminário).

7.
40ª Encontro Anual da ANPOCS.Coordenadora do SPG: Diários de campo digitais: relatos de pesquisa etnográfica na/da Internet. 2016. (Encontro).

8.
40ª Encontro Anual da ANPOCS.Debatedora do SPG "Diários de campo digitais: relatos de pesquisa etnográfica na/da Internet". 2016. (Encontro).

9.
40 ª Encontro Anual da ANPOCS. 2016. (Encontro).

10.
II Seminário Gênero e Diversidade Sexual.O que pode o feminismo e as diferenças na teoria social?. 2016. (Seminário).

11.
Iv Encontro Internacional De Direitos Humanos Da Uems Paranaíba.Michel Foucault e a sexualidade. 2016. (Encontro).

12.
Semana Acadêmica FachaSul.Gênero, identidades e diferenças: debatendo as desigualdades sociais. 2016. (Simpósio).

13.
Third ISA Forum of Sociology: The Futures We Want: Global Sociology and the Struggles for a Better World. Romantic Utopias and Affective Morality in the Use of Digital Media As Emotional Support. 2016. (Congresso).

14.
VIII Congresso Internacional sobre diversidade sexual e de gênero da ABEH (Associação brasileira de Estudos da Homocultura). Coordenadora do Simpósio Temático "Mídias digitais e (re) invenções da subjetividade". 2016. (Congresso).

15.
III Seminário internacional gênero, sexualidade e mídia.Mídias digitais, processos de subjetivação e diferenças: Perspectivas teóricas e metodológicas. 2015. (Seminário).

16.
38º Encontro Anual da Anpocs. Consultórios online: uma análise das disputas e moralidades em torno dos usos das mídias digitais como consulta emocional. 2014. (Congresso).

17.
Fazendo Gênero. Fortalecimento do masculino e redes de sociabilidade nos usos terapêuticos das mídias digitais. 2013. (Congresso).

18.
II SEMINÁRIO INTERNACIONAL GÊNERO, SEXUALIDADE E MÍDIA Desafios éticos e metodológicos do presente. ?O que é dito na Cabana, fica na Cabana?: aspectos éticos e metodológicos de pesquisa com comunidades online.. 2013. (Congresso).

19.
XVI Congresso Brasileiro de Sociologia. ?Dividindo vidas? e construindo o ?dojo de crescimento?: Notas sobre os marcadores sociais da diferença nos usos terapêuticos das mídias digitais. 2013. (Congresso).

20.
Conferência Sexualidade e Gênero.Sexualidade e gênero. 2011. (Outra).

21.
II Seminário de Pós-Graduação em sociologia da UFSCar: sociedade e subjetividade: desafios sociológicos da contemporaneidade.Culto ao corpo, consumo e mídia: um estudo de recepção das revistas Claudia e Nova. 2011. (Seminário).

22.
Recepção de calouros UFSCar.Relações de gênero. 2011. (Encontro).

23.
X SEMANA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA ?O campo de atuação do Cientista Social nos dias de Hoje?. Do consultório à rede: relações amorosas e formas de subjetivação em discurso na internet. 2011. (Congresso).

24.
Encontros com a Pós.Abordagens sócio-antropológicas da cultura contemporânea. 2010. (Encontro).

25.
III Simpósio de Pós graduandos em Sociologia.Mediações entre mídia e identidade feminina na compreensão do corpo e da sexualidade. 2010. (Simpósio).

26.
II Seminário Interinstitucional de Pesquisas em Sociologia.A representação da identidade feminina pela mídia: discurso de poder sobre a sexualidade em Nova Cosmopolitan. 2010. (Seminário).

27.
Seminário Internacional Sexualidades, Saberes e Direitos. 2010. (Seminário).

28.
33° ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS. 2009. (Congresso).

29.
CONCLADIN: 1ª Conferência Internacional do Centro de Estudos das Culturas e Línguas Africanas e da Diáspora Negra. 2009. (Congresso).

30.
I Seminário G.T. Trabalho e Trabalhadores: Trabalho, sindicato e Novas Estratégias. 2009. (Seminário).

31.
I Seminário GT Trabalho e Trabalhadores. 2009. (Seminário).

32.
Mini-curso Gênero, sexualidade e preconceitos. 2009. (Outra).

33.
Mini-curso Sexismo, racismo e violência: relações cotidianas e institucionais. 2009. (Outra).

34.
Seminário Temático: Cultura contemporânea, corpo e novas tecnologias: diálogos em torno das identidades. 2009. (Seminário).

35.
VIII Semana de Pós graduação em Sociologia: Ciências Sociais e educação: Institucionalização, ensino e novas práticas. Consumo e construção da identidade feminina através das revistas Cláudia e Nova. 2009. (Congresso).

36.
VIII Semana de Pós-graduação em sociologia: ciências sociais e educação: institucionalização, ensino e novas práticas. 2009. (Congresso).

37.
Oficina citações. 2006. (Oficina).

38.
Oficina de Elaboração de Resumos. 2006. (Oficina).

39.
XVIII Congresso de Iniciação Científica da Unesp. O Culto ao corpo e sua repercussão na sociedade: apropriações, consumo e identidades sociais. 2006. (Congresso).

40.
III Semana de Ciências Socias e Estudos Marxistas. 2005. (Outra).

41.
Mini-curso: História e Música: metodologia e historiografia. 2004. (Outra).

42.
O Legado de Foucault. 2004. (Outra).

43.
V ENEPOL: Encontro Nacional dos Estudantes de Política. 2004. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PRADO, J.; GOMES, G. ; FRANCA, C. E. ; RIBEIRO, B. O. ; SANTOS, S. S. ; BIZZIO, M. ; LIMA, C. F. ; NUNES, R. ; LOPES, A. ; SANTOS, A. . II Semana de Ciências Sociais da UEMS de Paranaíba: relações de poder e os desafios da democracia no Brasil. 2016. (Congresso).

2.
PRADO, J.. II SEMINÁRIO INTERNACIONAL GÊNERO, SEXUALIDADE E MÍDIA Desafios éticos e metodológicos do presente. 2013. (Congresso).

3.
PRADO, J.; Reis, Tainá ; BALIEIRO, F. F. ; FACIOLI, L. R. R. ; MADUREIRA, G. A. ; SINHORETTO, J. ; PIRES, A. ; PIERI, C. ; SANTOS, C. ; PERIN, V. ; ALBUQUERQUE, R. M. M. ; HASEGAWA, A. Y. ; OLIVEIRA, E. ; FACIOLI, L. R. R. ; PRADO, J. . III Seminário do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar. 2012. (Congresso).

4.
PRADO, J.; A. A. ; G. T. ; L. M. ; M. T. . VIII Semana de Pós graduação em Sociologia: Ciências sociais e educação: institucionalização, ensino e novas práticas. 2009. (Congresso).

5.
PRADO, J.; A. L. ; L. . Seminário Temático: Cultura contemporânea, corpo e novas tecnologias: diálogos em torno das identidades. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Mariana Páscoa. Gênero e diferenças na educação: pensando a ideologia de gênero. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

2.
Sônia Mara Pereira De Souza Ribeiro. Relações étnico-raciais e Sociologia: apontamentos à partir da observação de dois livros didáticos adotados no Ensino Médio das escolas de Paranaíba. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Educação) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Linyeker Wellison Valverde Oliveira Sousa. Educar ou socializar? Um estudo sobre a percepção dos usos das mídas digitais entre jovens por professores de Paranaíba - MS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

2.
Paola Souza Duarte. Um retrato da violência contra a mulher em Paranaíba. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

3.
Camila Ribeiro. Experiências de mulheres negras em coletivos feministas no Mato Grosso do Sul: identidades, gênero e diferenças. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

4.
Fernanda Cecília Alves Gonçalves de Campos. O Impacto do feminismo na sociologia: uma análise dos livros didáticos da disciplina de sociologia utilizados na rede pública de Mato Grosso do Sul. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Orientador: Juliana do Prado.

Iniciação científica
1.
Sara Falcetti de Souza. Gênero e a cultura do assédio sexual: percepções e vivências de estudantes universitárias da UEMS, Unidade de Paranaíba/MS. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Direito) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Juliana do Prado.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
PRADO, J.. Mídias digitais, processos de subjetivação e diferenças: Perspectivas teóricas e metodológicas. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
PRADO, J.; MELO, B. M. ; ANDRIOLLI, C. . Projeto político-pedagógico e gestão do trabalho escolar. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para o curso de licenciatura em ead de Ciências Sociais da UFAL - Alagoas).



Outras informações relevantes


Aprovada em primeiro lugar em concurso público, Edital Nº. 34/2015-RTR/UEMS, para provimento de vaga de professor adjunto de Ciências Sociais - área Sociologia, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, em 23 de Julho de 2015.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/02/2019 às 17:02:05