Ernesto Cerveira de Sena

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8941929217182412
  • Última atualização do currículo em 19/09/2018


Fez bacharelado e licenciatura em História pela Universidade Federal de Mato Grosso(1996); cursou especialização em Arte e Cultura Barroca pela Universidade Federal de Ouro Preto(2000); possui mestrado e doutorado em História Social e das Idéias pela Universidade de Brasília(2006). Fez estágio pós-doutoral na Universidade Federal Fluminense (2013). Hoje é professor Associado da UFMT de História da América, pelo departamento de História. Faz pesquisas sobre fronteiras na América, em especial tratando dos seguintes assuntos: Construção dos Estados Nacionais nas suas margens, povos indígenas e atuações de escravizados negros. Também pesquisa as relações internacionais da Bolívia, investigando atores e interações diversas além dos relativos às chancelarias oficiais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ernesto Cerveira de Sena
Nome em citações bibliográficas
SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Mato Grosso, Departamento de História.
ICHS
Coxipó
78000000 - Cuiabá, MT - Brasil
Telefone: (65) 36158493


Formação acadêmica/titulação


2002 - 2006
Doutorado em História.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Entre anarquizadores e pessoas de costumes - A dinâmica política e o ideário civilizatório em Mato Grosso - (1834-1870), Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Geralda Dias Aparecida.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1999 - 2001
Mestrado em História.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Título: Confrontos do progresso: Idéias e ações dos presidentes de província em Mato Grosso (1870-1889),Ano de Obtenção: 2001.
Orientador: Janaína Amado.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: História; Mato Grosso; Império; Civilização.
Grande área: Ciências Humanas
1998 - 2000
Especialização em Arte e Cultura Barroca. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Título: Vieira e o jogo católico.
Orientador: Guiomar de Grammont.
1993 - 1996
Graduação em História.
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Título: O discurso do Padre Antônio Vieira.
Orientador: Leny Caselli Anzai.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1990 interrompida
Graduação interrompida em 1992 em Letras.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Ano de interrupção: 1992


Pós-doutorado


2012 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1996 - Atual
Vínculo: pesquisa, Enquadramento Funcional: estudante, Carga horária: 10
Outras informações
Pesquisa sobre os sermões do Padre Antônio Vieira e sua época.

Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Pesquisa e monitoria, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 20

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Mestrado Profisional em História
07/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , EPIFAN/CNPq, .

7/2006 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América I
História da América II
História da América III
Optativa em História da América
2/2000 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade de Brasília, .

03/2008 - 03/2014
Ensino, Programa de Pós-Graduação em História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História, Fronteiras e Política

Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 4

Atividades

8/2004 - 12/2004
Estágios , Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História.

Estágio realizado
História do Brasil II.
2/2003 - 7/2003
Estágios , Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História.

Estágio realizado
Estágio Docente História da América III.

Faculdade do Noroeste de Minas Gerais, FINOM, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 8
Outras informações
Professor de História do Brasil

Atividades

8/2001 - 7/2002
Ensino, História do Brasil, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil III

Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: pesquisa, Enquadramento Funcional: pós-graduando


Fundação Educacional do Distrito Federal, FEDF, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 2001
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor efetivo, Carga horária: 20

Atividades

03/1997 - 05/2001
Ensino,

Disciplinas ministradas
História


Linhas de pesquisa


1.
Fronteiras Brasil e Bolívia - pesquisa histórica.
2.
Mato Grosso e História - Brasil Império


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
CNPq/MCTI Universal 2013 - Faixa A - A zona de Fronteira entre a Bolívia e o Brasil (1850 - 1880)
Descrição: Na década de 1850, os governantes bolivianos não tinham atenções especiais para o seu Oriente. Nessa mesma década, autoridades brasileiras procuraram formar várias missões indígenas nas fronteiras do Império com a Bolívia. Ao mesmo tempo, moradores bolivianos, escravos fugidos, desertores, entre outros, também circulavam no que mais tarde seria definido como território boliviano e território brasileiro. Com o tratado de 1867, os limites territoriais entre os dois países estariam definidos. No entanto, houve uma série de controvérsias em locais fronteiriços, como Santa Cruz de la Sierra, a principal cidade no Oriente Boliviano. Dessa maneira, a pesquisa, baseada em documentos localizados no Brasil e na Bolívia, procura perceber não apenas as expectativas e perspectivas de governantes, mas também as ações e estratégias de variados grupos na zona fronteiriça, que, no período proposto pela pesquisa, ainda apresentava geografia e composições humanas desconhecidas pelos governos. Eram autoridades em nome de seus países, imbuídos do propósito não só de conhecer suas respectivas "populações", mas também de formalizar/institucionalizar seus territórios nacionais e fomentar ou controlar as vias de trânsitos internacionais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) .
Integrantes: Ernesto Cerveira de Sena - Coordenador / OLIVEIRA, kAWANY S. de - Integrante / MARCONI, Maria Luíza - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2010 - 2012
CNPq/MCTI Universal 2010 - Faixa A. A região de fronteira entre a Bolívia e o Brasil (1825-1850)
Descrição: : Após as guerras de independência e a criação da Bolívia e do Império do Brasil houve um problema fundamental para os novos países: qual é o nosso território? A pesquisa, portanto, tratou das ideias e práticas vivenciadas por algumas autoridades, entre 1825 e 1850, que estavam preocupadas com o que seria o limite territorial de seu país, ou, em outros casos, tais como nos de pessoas comuns: como viver ou sobreviver na zona fronteiriça. Para muitos a fronteira poderia representar a possibilidade de mudança do status quo, como foi o caso de escravos fugidos, ou do ex-governador de Chiquitos que migrou devido a queda do regime. De toda forma, as autoridades governamentais sabiam que, mais cedo ou mais tarde, a fronteira deveria ser delimitada e definida. O passado colonial estava longe de ser um argumento seguro para reivindicações territoriais. Estratégias de conversas e ações foram empregadas, tendo em vista a futura demarcação de limite. Dessa maneira, essa pesquisa foi desenvolvida com base em documentações disponíveis no Arquivo Público do Estado de Mato Grosso, em Cuiabá; no Archivo y Biblioteca Nacional de Bolivia, em Sucre; e no Archivo Municipal em Santa Cruz de la Sierra, além de bibliografia pertinente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (1) .
Integrantes: Ernesto Cerveira de Sena - Coordenador / André Henrique Eltiz - Integrante / Ana Cláudia Martins - Integrante / Bruno Pinheiro Rodrigues - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2011
Fronteiras entre o império do Brasil e a Bolívia - análises bibliográficas
Descrição: A pesquisa tem por objetivo investigar pressupostos teóricos relacionados às concepções de fronteiras e nacionalidades, assim como fazer levantamento documental no Arquivo do Estado de Mato Grosso sobre a região fronteiriça entre a Bolívia e o Brasil. Foi feito inicialmente um balanço historiográfico sobre o tema, detendo-nos nas ideias sobre limites que se faziam prementes para as configurações dos novos estados nacionais. A construção de linhas que separariam dois territórios envolviam a necessidade de conhecimento territorial e dos povos que habitavam a região. Não houve, portanto, uma simples continuação das fronteiras coloniais para as nacionais, pois quando se deu a independência dos respectivos países, suas áreas estavam indefinidas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ernesto Cerveira de Sena - Coordenador / André Henrique Eltiz - Integrante / Bruno Pinheiro Rodrigues - Integrante.
2002 - 2006
Dinâmica Política nas Fronteiras do Império - Mato Grosso- Relações centro periferia e articulações e desarticulações intra regional (1934-1870)
Descrição: Essa pesquisa foi sobre a relação das elites partidárias de Mato Grosso com o centro administrativo do Império, assim como sobre as várias modalidades do exercício da política ligada às instituições da província de Mato Grosso. Ao mesmo tempo em que a pesquisa faz perceber as muitas estratégias dos grupos políticos que se formaram na região, são ressaltadas as conexões e as disjunções entre Mato Grosso e o núcleo político do Brasil. Algumas vezes, a prática da vida pública na "distante" província desafiava frontalmente os interesses da Corte imperial. Os governantes do Império, por seu turno, não poderiam se opor francamente aos principais grupos da vida pública da área fronteiriça. O fantasma de uma insurreição, que poderia ocasionar fragmentação de espaços territoriais e políticos, demonstrava o quanto era delicado manter e fazer serem reconhecidas as autoridades delegadas pelos governos. As negociações, desentendimentos e conflitos eram inerentes às tentativas de se construir um novo país, cujas elites locais tinham papel essencial. Do mesmo modo, participar da construção do Império, nas bordas do que se pretendia território nacional, poderia ser recompensador de maneira nada desprezível para os membros dos grupos locais. Assim, foram figuras paradigmáticas dessas relações e práticas políticas da região (que variavam de acordo com o tempo) um fazendeiro da vila de Poconé, Manuel Alves Ribeiro, que dominou a cena pública, entre meados da década de 1830 até o início da década de 1850, como também o oficial marinheiro Augusto Leverger, sendo a pessoa que por mais tempo esteve à frente do governo provincial..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Ernesto Cerveira de Sena - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 7
1996 - Atual
Vieira e o seu discurso
Descrição: Inicialmente a pesquisa procurou relacionar o discurso do padre Antônio Vieira ao estilo barroco. No entanto, o conceito de "barroco" se mostrou insuficiente para explicar como era construído e estruturado o sermão vieiriano. Suas pregações eram relacionadas ao que acreditava ser a manifestação da Providência Divina e não a um conceito anacrônico chamado "barroco" . Dessa maneira, pode-se lançar uma nova visão sobre a escravidão e os comentários do jesuíta, que ao contrário do que se propagava, estava longe de ser "libertário" em relação aos cativos. A pesquisa começou em 1995, quando era graduando na UFMT, sob orientação da prof. Leny Caselli Anzai. Depois a desenvolvi na Pós-Graduação em Arte e Cultura Barroca da Universidade Federal de Ouro Preto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Outros Projetos


2007 - 2011
Territórios diversos, múltiplas fronteiras. Práticas culturais no movimento de ocupação e reocupação dos espaços
Descrição: A proposta CAPES/PROCAD une os PPGHIS da UFMT (proponente), da UFPE, e da UNISINOS, levando em consideração o fato das três IES contarem com grupos de pesquisas cujas temáticas e questionamentos se aproximam, e considerando a existência, nessas IES, de recursos materiais  aqui considerados arquivos, bibliotecas, equipamentos de informática  e humanos, com os quais os grupos poderão contar, tais como grupos de pesquisa consolidados e articulados a redes nacionais e internacionais. Objetivam promover intercâmbio de alunos e professores, entre as IES participantes. As duas universidades associadas à UFMT, ambas com experiência em mestrado e doutorado, terão muito a contribuir com sua parceira localizada no Centro-Oeste do Brasil, na Amazônia Legal. Consideramos, no entanto, que nossas parceiras serão beneficiadas com a experiência acumulada em pesquisas sobre a Amazônia, que nos são próprias. Ao articular as atividades acadêmicas dos programas envolvidos na proposta, será maior a circulação de informações sobre a produção de discentes e docentes, e recursos financeiros serão racionalizados por meio da realização de atividades conjuntas, tais como eventos nacionais e internacionais e publicações, entre outras atividades, que favorecerão o debate acadêmico. Ao propor ações que unam pesquisadores cujos interesses de pesquisa possuam núcleos comuns, o que se espera é que se efetive uma real cooperação entre professores/pesquisadores e estudantes das regiões Centro-Oeste, Nordeste, e Sul do país, potencializando recursos humanos e materiais das três IES. Acordados entre si, os pesquisadores envolvidos, considerando que a ocupação territorial do atual estado de Mato Grosso sofreu intensa influência de grupos humanos advindos da Região Nordeste e da Região Sul do país, uniram-se em torno do tema Territórios diversos, múltiplas fronteiras. Práticas culturais no movimento de ocupação e reocupação dos espaços..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ernesto Cerveira de Sena - Integrante / Leonice Aparecida de Fátima Alves - Integrante / Oswaldo Machado Filho - Integrante / Leny Caselli Anzai - Coordenador / Cláudio Pereira Elmir - Integrante / João Botelho Lucídio - Integrante / Regina Guimarães Neto - Integrante.
Número de produções C, T & A: 4


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: história, histórias
2008 - 2010
Periódico: Em Tempo de Histórias


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem.
Outros
Compreende BemLê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2018DE SENA, ERNESTO CERVEIRA. A fuga da escravidão imperial: Benedita Luiza os jogos de fronteira entre novos Estados (Bolívia e Brasil). ANOS 90 (ONLINE) (PORTO ALEGRE), v. 25, p. 191-219, 2018.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2013 SENA, Ernesto Cerveira de. Fugas e reescravizações em região fronteiriça ? Bolívia e Brasil nas primeiras décadas dos Estados nacionais. Estudos Ibero-Americanos (PUCRS. Impresso), v. 39, p. 82-98, 2013.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2013SENA, Ernesto Cerveira de. O -30 de Maio-: uma rebelião em Mato Grosso e a região de fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Revista de História Regional, v. 18, p. 273-291, 2013.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2013SENA, Ernesto Cerveira de. Representantes de governo, povos indígenas e outros atores na zona fronteiriça de Bolívia e Brasil ? 1825-1879. Revista Eletrônica da ANPHLAC, v. 15, p. 5-36, 2013.

5.
2SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012SENA, Ernesto Cerveira de. Além de eventual substituto. A trama política e os vice-presidentes em Mato Grosso (1834-1857). revista Almanack, v. 4, p. 75-90, 2012.

6.
3SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012SENA, Ernesto Cerveira de. Rusga - sobre um evento político e seu nome. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, v. 71, p. 11-28, 2012.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012SENA, Ernesto Cerveira de. Evadidos em região fronteiriça. Anuario de Estudios Bolivianos, Archivísticos y Bibliográficos, v. 2012, p. 79-95, 2012.

8.
1SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012 SENA, Ernesto Cerveira de. De colônias a início dos Estados nacionais: considerações sobre as fronteiras entre a Bolívia e o Brasil. Territórios e Fronteiras (Online), v. 5, p. 114-130, 2012.

9.
4SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2008SENA, Ernesto Cerveira de. Mercês, Filantropia e Política no Sertão. Fronteiras (Campo Grande), v. 10, p. 35-50, 2008.

10.
6SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2007SENA, Ernesto Cerveira de. O "jogo" de São Francisco Xavier, por Antônio Vieira. Heterodoxias aparentes, ortodoxias dominantes". Série Diversidade e Cidadania (Faculdades ESPAM), v. 4, p. 19-24, 2007.

11.
5SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2007SENA, Ernesto Cerveira de. Disputas políticas na fronteira do Império brasileiro durante a Guerra do Paraguai. Revista História Hoje (São Paulo), v. 5, p. 1-14, 2007.

12.
7SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2004SENA, Ernesto Cerveira de. Construindo uma nação: culturas adversas e a busca da hegemonia civilizacional no Mato Grosso imperial. Em Tempo de Histórias, Brasília, v. vol. 8, n.nº 8, p. 1-15, 2004.

13.
9SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2003 SENA, Ernesto Cerveira de. Vieira e os Caminhos Sinuosos da Providência. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 13, n.n°4, p. 813-831, 2003.

14.
8SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2003SENA, Ernesto Cerveira de. A cidade amiga do progresso. Territórios e Fronteiras (UFMT. Impresso), Cuiabá, v. Vo. 2, n.nº 2, p. 81-104, 2003.

15.
10SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2002SENA, Ernesto Cerveira de. O 'Barroco'e os sermões vieirianos: algumas considerações sobre anacronismos e o fazer história. Em Tempo de Histórias, Brasília, v. nº 6, n.n°6, p. 1-17, 2002.

16.
11SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2001SENA, Ernesto Cerveira de. A história intelectual e o tratamento de fontes tradicionais.. Em Tempo de Histórias, Brasília, v. 5, n.5, p. 157-176, 2001.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MUNIZ, Diva do C.G. (Org.) ; SENA, Ernesto Cerveira de (Org.) ; CARNEIRO, M. E. R. (Org.) . Tempos de Civilização e outros tempos. 1. ed. Uberlândia: EDUFU, 2016. v. 1000. 260p .

2.
SENA, Ernesto Cerveira de; PERARO, Maria Adenir (Org.) . Rusga: Uma rebelião no sertão - Período Regencial (1831-1840). 1. ed. Cuiabá: EdUFMT, 2014. 212p .

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. Disputas, integraciones y transgresiones en la región de frontera - Márgenes de Bolivia y Brasil (1825-1850). 1. ed. Saarbrücken: Dictus Publishing, 2013. 90p .

4.
SENA, Ernesto Cerveira de; ELMIR, Cláudio P. (Org.) ; MACHADO FILHO, Oswaldo (Org.) . Política e identidades em região de fronteira (séculos XIX-XX). 1. ed. Cuiabá: EdUFMT, 2012. v. 1. 329p .

5.
MUNIZ, Diva do C.G. (Org.) ; SENA, Ernesto Cerveira de (Org.) . Nação, civilização e história: leituras sertanejas. 1. ed. Goiânia: Ed. PUC - Goiás, 2011. v. 1. 240p .

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Entre anarquizadores e pessoas de costumes - a dinâmica política nas fronteiras do Império (Mato Grosso -1834-1870). 1. ed. Cuiabá: Carlini & Caniato/ EdUFMT, 2009. v. 1. 288p .

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Vieira e o jogo católico reformista. 1. ed. Brasília: Círculo de Estudos Clássicos de Brasília, 2003. v. 1. 95p .

Capítulos de livros publicados
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Eastern Borders of Bolivia: Early Decades of the 19th century. In: Mendoza, Glen. (Org.). Bolivia - Social, Environmental and Economic Issues. 1ed.New York: Nova Columbus, 2016, v. 1, p. 15-29.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. A escrita impressa pela civilização e a esgrima partidária: política em província de fronteira- últimos quatro lustres. In: MUNIZ, Diva do C. G. ; SENA, Ernesto C. de; CARNEIRO, M. Elizabeth R.. (Org.). Tempos de Civilização e outros tempos. 1ed.Uberlândia: EDUFU, 2016, v. 1, p. 45-58.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. El mito de la continuidad de la frontera colonial. In: ROBINS, Nicholas A.. (Org.). Mitos expuestos: Leyendas falsas de Bolivia. Vol. II. 1ed.Sucre: Ciencia Editores, 2016, v. II, p. 77-103.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. D. Sebastián Ramos: apuntes para una trayectoria entre dos países. In: Martínez, Cecília; Villar, Diego. (Org.). En el corazón de América del Sur. 1ed.Santa Cruz de la Sierra: Biblioteca del Museo de Historia / UAGRM, Santa Cruz de la Sierra, 2015, v. 2, p. 283-299.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. O "30 de maio" em Mato Grosso e as relações com a Bolívia. In: SENA, Ernesto Cerveira de; PERARO, Maria Adenir. (Org.). A Rusga: uma repelião no sertão - Mato Grosso no Período Regencial (1831-1840). 1ed.Cuiabá: EdUFMT, 2014, v. 1, p. 153-165.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Desafios políticos nas fronteiras do Império: do discurso da ordem ao encalço da civilização em Mato Grosso (1834-1862). In: CRUZ, Tânia Maria Bessone da; NEVES, Lúcia Maria Bastos Pereira das; PASCHOAL, Lúcia Maria. (Org.). ELITES, FRONTEIRAS E CULTURA DO IMPÉRIO DO BRASIL. 1ed.Rio de Janeiro: Contra Capa, 2013, v. 1, p. 57-73.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Preâmbulo a uma história regional da fama: Leverger, almirante do sertão. In: Ernesto Cerveira de Sena; Cláudio Pereira Elmir. (Org.). Política e identidades em região de fronteira (séculos XIX-XX). 1ed.Cuiabá: EdUFMT, 2012, v. 1, p. 90-112.

8.
SENA, Ernesto Cerveira de. República da Bolívia e o Império do Brasil: projetando fronteiras no interior do subcontinente. In: TRINCHERO, Héctor /hugo; OLIVEIRA, Tito Carlo M.. (Org.). Fronteiras Platinas. 11ed.Dourados: UFGD/Editorial de la Facultad de Filosofia y Letras - Universidad de Buenos Aires, 2012, v. 1, p. 133-148.

9.
SENA, Ernesto Cerveira de. Missão e Epifania no Novo Mundo. In: MARTINS, Maria Cristina Bohn; ANZAI, Leny Caselli. (Org.). Pescadores de almas. Jesuítas no ocidente e no Oriente. 1ed.São Leopondo/ Cuiabá: Ed. da Unisinos/ EdUFMT, 2012, v. , p. 189-199.

10.
SENA, Ernesto Cerveira de. Fronteiras nacionais - entre páramos e sertões. In: MUNIZ, Diva do Couto Gontijo; SENA, Ernesto Cerveira. (Org.). Nação, civilização e história: leituras sertanejas. 1ed.Goiânia: PUC - Goiás, 2011, v. 1, p. 143-158.

11.
SENA, Ernesto Cerveira de. Vieira: Longe do barroco, junto à Providência. In: Peraro, M. A.. (Org.). Igreja Católica e os cem anos da arquidiocese de Cuiabá (1910-2010). Cuiabá: EdUFMT, 2009, v. , p. 125-134.

12.
SENA, Ernesto Cerveira de. A província de Mato Grosso em conexão com a Corte. In: Antônio Torres Montenegro; Antônio Paulo Rezende, Regina Beatriz Guimarães Neto; Isabel Cristina Martins Guillen; Flávio Wenstein Teixeira; Leny Caselly Anzai. (Org.). História: Cultura e Sentimento. Recife: EdUFMT/ Editora Universitária UFPE, 2008, v. , p. 189-219.

13.
SENA, Ernesto Cerveira de. O jogo político em Mato Grosso e o "Partido Anarquizador" (1840-1851). In: Gunter Axt; Márcia Mansor D'Alessio; Maria de Lourdes M. Janotti. (Org.). Espaços da negociação e do conflito na política. 1ªed.Porto Alegre: Nova Prova, 2007, v. , p. 53-64.

14.
SENA, Ernesto Cerveira de. Longe da Nascente Civilização. In: Cléria Botêlho da Costa; Nancy Alessio Magalhães. (Org.). Contar história, fazer História - História, Cultura e Memória. 1ed.Brasília: Paralelo 15, 2001, v. 1, p. 130-142.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Limites entre Bolívia e Brasil no início dos Estados nacionais. In: Territórios, Poderes, Identidades, 2011, Vitória. Territórios, Poderes, Identidades - III Congresso Internacional - XVIII Simpósio de História. Vitória: GM Editora, 2011. p. 1-11.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Desafios políticos nas fronteiras do Império: Do discurso da ordem ao encalço da civilização em Mato Grosso (1834-1862). In: ANPUH, 2011, São Paulo. Anais do XXVI simpósio nacional da ANPUH - Associação Nacional de História. São Paulo: Anpuh SP, 2011. p. 1-16.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. Acordo de Ayacucho - territórios e as descontinuidades dos tratados: Forjando fronteiras, elaborando nações (Bolívia e Brasil: entre colônia e 1867). In: 9º Encontro Internacional da Anphlac, 2010, Goiânia. Anais Eletrônicos 9º Encontro Internacional da Anphlac. Goiânia, 2010. p. 1-12.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. República da Bolívia e o Império do Brasil - Projetando Fronteiras no interior do subcontinente. In: 3º Seminário Internacional América Platina, 2010, Campo Grande. Anais do III Seminário Internacional America Platina- CADEF, Universidade Federal do Mato groso do Sul, 2010. p. 1-13.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. Traçando linhas do passado: tratados do Antigo Regime e formação dos Estados nacionais no centro da América do Sul (descontinuidades). In: Anpuh Mato Grosso, 2010, Cuiabá. Anais, 2010.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Vice-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil. In: IV Semana de História Política /I Seminário Nacional de História: Política e Cultura & Política e Sociedade, 2009, Rio de Janeiro. IV Semana de História Política / I Seminário Nacional de História: Política e Cultura& Política e Sociedade. Rio de janeiro: UERJ, 2009. v. 1.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. O padre Antônio Vieira e a escravidão negra. In: Simpósio Nacional de História Cultural: Sensibilidade e Sociabilidade, 2008, Goiânia. Simpósio Nacional de História Cultural: Sensibilidade e Sociabilidade/ org. Maria Amélia Garcia Alencar. Goiânia: Ed. da UCG, 2008. v. 4. p. 1-10.

8.
SENA, Ernesto Cerveira de. Constituindo o Império do Brasil: Mato Grosso em conexão com a Corte.. In: Impérios, religiosidades e etnias, 2007, Vitória. In: Campos, A.P. et al. (org) Anais eletrônicos do Congresso Internacional UFES/Université de Paris-Est Impérios, Religiosidades e Etnias. Vitória: GM Gráfica e editora, 2007. p. 1-11.

9.
SENA, Ernesto Cerveira de. O 'partido anarquizador'e o jogo político em Mato Grosso (1840-1854). In: XXXIII Simpósio Nacional da ANPUH, 2005, Londrina. Anais do XXXIII Simpósio Nacional da ANPUH, 2005.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Sebastián Ramos: o comandante da fronteira boliviana. In: XII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2016, Campo Grande. Caderno de Resumos. Campo Grande, 2016. v. 1. p. 15-15.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Pelejas territoriais nas primeiras décadas: Região fronteiriça da Bolívia e do Império do Brasil. In: Congreso de la Asociación de Estudios Bolivianos, 2011, Sucre. 6º Congreso de la Asociación de Estudios Bolivianos. FCBCB: AEB, 2011.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. Limites entre Bolívia e Brasil no início dos Estados nacionais. In: III Congresso Internacional - XVIII Simpósio de História, 2011, Vitória. Territórios, Poderes, Identidades - Programação e livro de resumos. Vitória, 2011. p. 123-123.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. Acordo de Ayacucho - territórios e as descontinuidades dos tratados: forjando fronteiras, elaborando nações (Bolívia e Brasil: entre colônia e 1867). In: 9º Anphlac, 2010, Goiânia. Caderno de Resumos. Goiânia, 2010. p. 43-43.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. Traçando linhas do passado: tratados do Antigo Regime e a formação dos Estados nacionais no centro da América do Sul. In: VI Encontro Regional de História da ANPUH-MT e I Simpósio Internacional de História "Territórios e Fronteiras", 2010, Cuiabá. VI Encontro Regional de História da ANPUH-MT e I Simpósio Internacional de História "Territórios e Fronteiras". Cuiabá: Atualisik, 2010. v. 1. p. 41-41.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. República da Bolívia e o Império do Brasil - Projetando Fronteiras no interior do subcontinente. In: 3º Seminário Internacional América Platina, 2010, Campo Grande. Anais do III Seminário Internacional America Platina- CADEF, Universidade Federal do Mato groso do Sul. Campo Grande, 2010. v. 1. p. 68-68.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Vice-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil. In: Vices-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil, 2009, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos -Vices-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil. UERJ: Rio de Janeiro, 2009.

8.
SENA, Ernesto Cerveira de. O padre Antônio Vieira e a escravidão negra. In: IV Simpósio Nacional de História Cultural: Sensibilidade e Sociabilidade, 2008, Goiânia. Caderno de Resumos: IV Simpósio Nacional de História Cultura. Goiânia: Ed. da UCG, 2008. p. 54-54.

9.
SENA, Ernesto Cerveira de. Conflitos e negociações na hegemonia "poconeana" em Mato Grosso. In: IV Encontro Regional da ANPUH / XII Semana de História, 2007, Rondonópolis. A História Repensada - IV Encontro Regional da ANPUH. Rondonópolis: UFMT, 2007.

10.
SENA, Ernesto Cerveira de. O movimento do "30 de maio" ou da "Rusga" e a construção de sua memória. In: ANPUH, 2007, São Leopoldo. "Territorialidades da memória: espaços, identidades e conflitos sociais" Anpuh, 2007. v. 1.

11.
SENA, Ernesto Cerveira de. Constituindo o Império do Brasil: Mato Grosso em conexão com a Corte. In: Congresso Internacional UFES/Université de Paris-Est (Marne-la-Vallé) / XIV Simpósio de História da UFES., 2007, Vitória. Religiosidades e Etnias. Vitória: GM Gráfica e Editora, 2007.

12.
SENA, Ernesto Cerveira de. Culturas adversas e a busca da hegemonia civilizacional no Mato Grosso Imperial. In: I Simpósio Internacional de História - Cultura e Identidades, 2003, Goiânia. I Simpósio Internacional de História - Cultura e Identidades. Goiânia: UFG, 2003.

13.
SENA, Ernesto Cerveira de. Jogo de Vieira. In: Simpósio Internacional Tempo - História e Literatura, 2002, Feira de Santana. Resumos Simpósio Internacional Tempo - História e Literatura. Feira de Santana: UEFS, 2002.

14.
SENA, Ernesto Cerveira de. Longe da nascente civilização. In: IV Encontro da Associação Nacional de História - ANPUH - Seção D.F., 2001, Brasília. IV Encontro da Associação Nacional de História - ANPUH - Seção D.F., 2001.

15.
SENA, Ernesto Cerveira de. Questões Fronteiriças entre Brasil e Bolívia no Século XIX. In: IV Encontro de Iniciação Científica PIBIC/UFMT, 1996, Cuiabá. Anais IV Encontro de Iniciação Científica PIBIC/UFMT. Cuiabá: Editora Universitária UFMT, 1996.

Apresentações de Trabalho
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Sebastián Ramos: o comandante da fronteira boliviana. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Textos e lugares ?antigos?, mas nem sempre tão comuns. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. : El tremedal e San Matías: dois lugares fronteiriços da Bolívia ? Dois ?destinos? diferentes. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. Apuntes sobre 'el jefe de la frontera'. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. Esclavos en la frontera de Boliva hasta 1860. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Tensão e memória na fronteira entre Brasil e Bolívia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Fronteira oriental boliviana: o acesso ao Atlântico no início da formação boliviana. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
SENA, Ernesto Cerveira de. Sertões de Mato Grosso: fronteiras do processo civilizador no império. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
SENA, Ernesto Cerveira de. Pelejas territoriais nas primeiras décadas: Região fronteiriça da Bolívia e do Império do Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
SENA, Ernesto Cerveira de. Limites entre Bolívia e Brasil no início dos Estados nacionais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
SENA, Ernesto Cerveira de. Cidades: memória, patrimônio e ensino de história. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SENA, Ernesto Cerveira de. Cruzamento de fontes de Mato Grosso com as de outros lugares. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SENA, Ernesto Cerveira de. República da Bolívia e o Império do Brasil - projetando fronteiras no interior do subcontinente. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
SENA, Ernesto Cerveira de. Acordo de Ayacucho - territórios e as descontinuidades dos tratados: Forjando fronteiras, elaborando nações (Bolívia e Brasil: entre colônia e 1867). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
SENA, Ernesto Cerveira de. Vice-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
SENA, Ernesto Cerveira de. Considerações iniciais sobre a delimitação territorial entre Brasil e Bolívia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SENA, Ernesto Cerveira de. Memórias da Rusga em Mato Grosso entre as décadas de 1830 e 1860. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
SENA, Ernesto Cerveira de. Entre Anarquizadores e Pessoas de Costumes. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
SENA, Ernesto Cerveira de. Longe do Barroco, junto à Providência. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
SENA, Ernesto Cerveira de. A província de Mato Grosso em conexão com a Corte. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
SENA, Ernesto Cerveira de. Conflitos e negociações na hegemonia poconeana em Mato Grosso (1839-1849). 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SENA, Ernesto Cerveira de. Construindo o Império do Brasil: Mato Grosso e a Corte. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
SENA, Ernesto Cerveira de. Disposiciones Fronterizas y Políticas (Siglo XIX). 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
MUNIZ, Diva do C.G. ; SENA, Ernesto Cerveira de ; CARNEIRO, M. E. R. . Apresentação. Uberlândia, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Guerra do Chaco (1932-1935) Ocultação e participação indígena. Olinda, 2015. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de; PERARO, Maria Adenir . Rusga - Uma rebelião no sertão. EdUFMT, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de; ELMIR, C. P. ; MACHADO FILHO, Oswaldo . Apresentação. Cuiabá, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

5.
MUNIZ, Diva do C.G. ; SENA, Ernesto Cerveira de . Nação, civilização e história: leituras sertanejas. Goiânia, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Nas margens da História - meio ambiente e ruralidade em comunidades "ribeirinhas" do Pantanal Norte. Cuiabá, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Avaliação integração pós-graduação e graduação. 2011.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Comitê interno de avaliação de Iniciação Científica - PROPeq. 2007.

Trabalhos técnicos
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Complutense de Historia de América.. 2018.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a revista Territórios & Fronteiras. 2016.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista História Regional. 2016.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista história, histórias. 2016.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Territórios & Fronteiras. 2016.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a revista Temporalidades. 2015.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista história, histórias - UnB. 2014.

8.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Territórios & Fronteiras. 2014.

9.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Oficina do Historiador. 2014.

10.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista história, histórias- Unb. 2014.

11.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Territórios & Fronteiras. 2013.

12.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Ideias - Unicamp. 2013.

13.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Tempo - Universidade Federal Fluminense. 2013.

14.
SENA, Ernesto Cerveira de. Relatório final de pesquisa (2010-2012)- CNPq. 2013.

15.
SENA, Ernesto Cerveira de. Projeto de pesquisa aprovado pelo CNPq (2013-2016). 2013.

16.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Diálogos (Maringá). 2012.

17.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a EdUFMT. 2012.

18.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Interthesis. 2012.

19.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Territórios & Fronteiras. 2012.

20.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista História - Unisinos. 2012.

21.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a EdUFMT. 2011.

22.
SENA, Ernesto Cerveira de. Relatório final de pesquisa. 2011.

23.
SENA, Ernesto Cerveira de. Coordinación fronteras compartidas - Asociación Estudios Bolivianos. 2011.

24.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a revista História em Reflexão. 2010.

25.
SENA, Ernesto Cerveira de; ALVES, Leonice. A. F. . GT Política e fronteiras na América - Anpuh- MT. 2010.

26.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Fronteiras. 2009.

27.
SENA, Ernesto Cerveira de. Relatório Publicação Fapemat. 2009.

28.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Em tempo de Histórias. 2009.

29.
SENA, Ernesto Cerveira de; Rodriguês, Bruno Pinheiro . Relatório Estágio Docente. 2009.

30.
SENA, Ernesto Cerveira de. Mediador "Trajetórias na História" - Autor e a obra Ed.UFMT. 2009.

31.
SENA, Ernesto Cerveira de. Parecer para a Revista Em tempo de Histórias. 2008.

32.
SENA, Ernesto Cerveira de. Comitê interno de Avaliação PIBIC - VIC. 2008.

33.
SENA, Ernesto Cerveira de. Projeto Publicação FAPEMAT. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. América Latina e memória VII encontro de História Oral do C.O. e Amazônia. 2009. (Coordenação de GT - América Latina e memória).

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Em Tempo de Histórias. 2004. (Editoração/Periódico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MARQUES, Ana Maria; SOARES, A. C. E. C.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Laís Dias Souza da Costa. Factos e cousas nas crônicas da Revista Mato-grossense A Violeta (1916-1937). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de; Combés, I.; Reis, Andreson R. dos. Participação em banca de André Henrique Eltz. A Guerra do Chaco (1932-1935): ocultação e participação indígena. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de; MARQUES, Ana Maria; MACHADO FILHO, Oswaldo; Almeida, R. D. Participação em banca de Silmara Dencati. Práticas Políticas e os primeiros anos republicanos. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

4.
MACHADO FILHO, Oswaldo; SENA, Ernesto Cerveira de; MARQUES, Ana Maria; PERARO, Maria Adenir. Participação em banca de Silvano da Silva Siqueira. Lázaro Papazian: História, acervo e patrimônio. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de; PINHEIRO, Fernanda Aparecida; SILVA, Alexandra Lima; Almeida, R. D. Participação em banca de Maria Auxiliadora de Azevedo Coutinho. Como se de ventre-livre tivesse nascido". 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

6.
MACHADO FILHO, Oswaldo; MARQUES, Ana Maria; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Ana G. da Silva. As mulheres e as sesmarias: espacializações coloniais - Mato Grosso (1748-1799). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

7.
MACHADO FILHO, Oswaldo; Gushiken, Yuji; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Rogério Luis Gabilan Sanches. Guerra Fria e Histórias em Quadrinhos: Política, Sociedade e Cultura no século XX. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

8.
PERARO, Maria Adenir; SALDANHA, Flávio; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de onh Hérick Augusto da Silva,. A Guarda Nacional na Fronteira Oeste do Império do Brasil (1850-1864). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

9.
ANZAI, Leny Caselli; SILVA, J. F.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Glauce Oliveira Marques. A fronteira oeste da capitania de Mato Grosso e as missões religiosas de Espanha. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

10.
SENA, Ernesto Cerveira de; PERARO, Maria Adenir; GARCIA, D. S. C.; MACHADO FILHO, Oswaldo. Participação em banca de Ana Cláudia Martins dos Santos. O exército nas fronteiras do Império: mobilização militar e defesa da província (1850-1864). 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

11.
ALVES, Leonice. A. F.; SENA, Ernesto Cerveira de; OLIVEIRA, C. E.. Participação em banca de Gilberto Brizolla Santos. Bandeirantes do século XX: trabalhadores da expedição Roncador-Xingu e Fundação Brasil Central no rio das Mortes. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

12.
ANZAI, Leny Caselli; PANTOJA, Selma; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Monique Cristina de Souza Lordelo. Escravos negros na fronteira oeste da capitania de Mato Grosso - Fugas, capturas e formação de quilombos (1748-1796). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

13.
MUNIZ, Diva do C.G.; MACHADO FILHO, Oswaldo; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Bruno Pinheiro Rodriguês. Paixão da alma: O suicídio de cativos em Cuiabá (1854-1888). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

14.
MUNIZ, Diva do C.G.; IAMASHITA, L. M. C.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Eric de Sales. Uma topografia de interesses: a Produção do Programa de Pós-Graduação em História (1979-2006). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

15.
BARROZO, J. C.; ALVES, Leonice. A. F.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de João Paulo Viana Pongelupe. A colonização brasileira no Paraguai: A trajetória dos Brasiguaios (1972-1985). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

16.
SENA, Ernesto Cerveira de; GONCALVES, L. A.; ALVES, L. A.. Participação em banca de Angelo Carlini. O "grito do Ipiranga" em Rondonópolis e o movimento ruralista. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

Teses de doutorado
1.
SENA, Ernesto Cerveira de; PENNA FILHO, P.; SATO, E.; GALCAO, T. G.. Participação em banca de Pedro H. Verano Silva. O reconhecimento da Independência do Império nas Américas. 2017. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

2.
DANTAS, M. D.; CARVALHO, M. J. M.; SENA, Ernesto Cerveira de; OLIVEIRA, M. L. F.; DOLHNIKOFF, M.. Participação em banca de Flávia Maíra de Araújo Gonçalves. O sistema prisional no Império brasileiro: um estudo sobre as províncias de São Paulo, Pernambuco e Mato Grosso (1835-1890). 2016. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

3.
DANTAS, M. D.; CARVALHO, M. J. M.; MACHADO, A. R. A.; SENA, Ernesto Cerveira de; DOLHNIKOFF, M.. Participação em banca de André Nicácio Lima. Rusga: participação política, debate público e mobilizações armadas na periferia do Império (província de Mato Grosso. 2016. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de; OLIVA, Anderson Ribeiro; J.B. LUCÍDIO; SCHEFFER, Rafael da Cunha; SILVA, Alexandra Lima; RODRIGUES, Neuma Brilhante; MACHADO FILHO, Oswaldo. Participação em banca de Bruno Pinheiro Rodrigues. "Homens de ferro, mulheres de pedra": Resistências e readaptações identitárias de africanos entre o hinterland de Benguela, vale dos rios Paraguai-Guaporé e fuga à América espanhola (1720-1809). 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

5.
MUNIZ, Diva do C.G.; MAIA, Cláudia J.; KIRSHNER, Tereza C.; SENA, Ernesto Cerveira de; OLIVEIRA, Susane R.. Participação em banca de Fabiana Francisca Macena. Outras faces do abolicionismo em Minas Gerais: rebeldia escrava e ativismo de mulheres (1850-1888).. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MENEZES, Marlene; CRUZ, Marcus; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Rosinely dos Santos Barbosa.Participação das mulheres de Mato Grosso pós-política de cotas de sexo. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de; CRUZ, Marcus; MENEZES, Marlene. Participação em banca de Rosinely dos Santos Barbosa.Participação das mulheres de Mato Grosso na política pós-política de cotas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de; BORGES, Ana Carolina da Silva; Rodriguês, Bruno Pinheiro. Participação em banca de Silmara Dencati Santa Rosa.Transição do Regime Político em Mato Grosso: A República e agora?. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

4.
MACHADO FILHO, Oswaldo; MENEZES, Marlene; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Patrícia Figueiredo Aguiar.A mão que afaga o crime - Processo-crime da Rusga (1834). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

5.
RODRIGUES, Cândido; CUNHA, Tereza Ramalho de A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Edilson Roberto Mendes da Rosa.O símbolo nos ornamentos dos monumentos da cidade de Cuiabá - 1818 a 1913. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

6.
SENA, Ernesto Cerveira de; ALVES, L. A.; SORRILHA, M.. Participação em banca de André Henrique Eltz.A revolução boliviana, indianismo e cidadania. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

7.
SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Demilson do Nascimento.Rio Paraguai: navegação, hostilidades e guerra no subcontinente (1852-1870). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

8.
SENA, Ernesto Cerveira de; SANTOS, H. A.. Participação em banca de Darlan Soares.Corpos armados em Mato Grosso durante a Guerra do Paraguai. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

9.
SENA, Ernesto Cerveira de; SANTOS, H. A.. Participação em banca de João Cezário de Almeida Campos.A Guerra do Pacífico. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

10.
SENA, Ernesto Cerveira de; CARVALHO, Ely. Participação em banca de Mauro Henrique Miranda de Alcântara.Estudo comparativo - o pós-abolição no Brasil e nos EUA. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

11.
PERARO, Maria Adenir; BARROS, R. C.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Sandra Ferreira de Morais.O comércio na Província de Mato Grosso durante a Guerra do Paraguai (1864-1870). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

12.
PENNA FILHO, P.; SANTOS, H. A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Aldivan Farias Assadi.O Brasil e a Descolonização dos Territórios Portugueses em África (1974-1975). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

13.
SANTOS, H. A.; PENNA FILHO, P.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Carlos Alberto Brás das Candeias.O Movimento das Diretas-Já e seus reflexos para a política matogrossense 1983 - 1984. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

14.
PENNA FILHO, P.; SANTOS, H. A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Hélcio Almeida Souza.O Partido dos Trabalhadores (PT) no Estado de Mato Grosso. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

15.
CRUZ, Marcus; SANTOS, H. A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Anderson Cardoso Ribeiro.Os Batistas em Mato Grosso. 2007.

16.
PENNA FILHO, P.; SANTOS, H. A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Augusto César Delgado da Silva.A trajetória do Movimento Comunista em Mato Grosso. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

17.
PENNA FILHO, P.; SANTOS, H. A.; SENA, Ernesto Cerveira de. Participação em banca de Carlos Roberto Benjoíno da Silva.Um estudo de caso na fronteira amazônica. As relações Brasil-Colômbia. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
CARVALHO, Ely; SENA, Ernesto Cerveira de. seleção de dissertação para ser publicada a título de Dissertação Premiada. 2009. Universidade Federal de Mato Grosso.

2.
MACHADO FILHO, Oswaldo; BORGES, Ana Carolina da Silva; SENA, Ernesto Cerveira de. Nas margens da História: Ruralidades e "ribeirinhos" no Pantanal Norte (1870-1930). 2008. Universidade Federal de Mato Grosso.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XII Encontro Internacional da ANPHLAC.Sebastián Ramos: o comandante da fronteira boliviana. 2016. (Encontro).

2.
7mo. Congreso Asociación de Estudios Bolivianos. Esclavos de la frontera. 2013. (Congresso).

3.
Jornadas de Antropología, História y Arqueología - Tierras Bajas. "El jefe de la frontera". 2013. (Congresso).

4.
Cidades: memória, patrimônio e ensino de História.Cuiabá: 1870-1889 - processos civilizatórios. 2012. (Encontro).

5.
IV Seminário Internacional América Platina.Fronteira oriental boliviana: o acesso ao Atlântico no início da formação boliviana. 2012. (Seminário).

6.
X Encontro Estadual de História Anpuh-Go.Tensão e memória entre Brasil e Bolívia. 2012. (Encontro).

7.
"O sabor do arquivo": Trabalho e pesquisa em uma instituição social.Cruzamento de fontes de Mato Grosso com as de outros lugares. 2011. (Seminário).

8.
Congreso de la Asociación de Estudios Bolivianos. Pelejas territoriais nas primeiras décadas: Região fronteiriça da Bolívia e do Império do Brasil. 2011. (Congresso).

9.
III Congresso Internacional - XVIII Simpósio de História. Limites entre Bolívia e Brasil no início dos Estados nacionais. 2011. (Congresso).

10.
III Seminário Processos Civilizadores: Civilidade, Fronteira e Diversidade.Sertões de Mato Grosso: fronteiras do processo civilizador no Império. 2011. (Seminário).

11.
9º ANPHLAC. Acordo de Ayacucho - territórios e as descontinuidades dos tratados: Forjando fronteiras, elaborando nações (Bolívia e Brasil: entre colônias e Estados nacionais). 2010. (Congresso).

12.
III Seminário Internacional América Platina.República da Bolívia e o Império do Brasil - projetando fronteiras no interior do subcontinente. 2010. (Seminário).

13.
I Colóquio PROCAD/ ABHO/ História, Trabalho e Migrações - UFMT/ Unisinos/ UFPE.Considerações iniciais sobre a delimitação territorial entre Brasil e Bolívia. 2009. (Outra).

14.
IV Semana de História Política/ I Seminário Nacional de História.Vice-presidentes de província: cargos fundamentais nas fronteiras do Império do Brasil. 2009. (Seminário).

15.
Seminário Internacional Arquivo Fontes e Pesquisa Histórica - APMT.Memórias da Rusga entre as décadas de 1830 e 1860. 2009. (Seminário).

16.
Um dedo de prosa - EdUFMT.Entre anarquizadores e pessoas de costumes. 2009. (Encontro).

17.
Seminário do Jubileu: A Igreja Católica em Mato Grosso e os cem anos da Arquidiocese de Cuiabá.Vieira: Longe do barroco, junto à Providência. 2008. (Seminário).

18.
3º Encontro Cultura & Memória.Pensar a História: escrita e práticas de pesquisa. 2007. (Encontro).

19.
ANPUH - MT e XII Semana de História. Conflitos e negociações na hegemonia poconeana em Mato Grosso (1839-1849). 2007. (Congresso).

20.
Congresso Internacional UFES/Université de Paris-Est (Marne-la-Vallé) / XIV Simpósio de História da UFES.. Construindo o Império do Brasil: Mato Grosso e a Corte. 2007. (Congresso).

21.
Primer Encuentro de Historiadores e Intelectuales, Bolívia-Brasil.Disposiciones Fronterizas y Políticas. 2006. (Encontro).

22.
Primer Encuentro de Historiadores e intelectuales Bolivia-Brasil.Disposición política y fronteriza. 2006. (Encontro).

23.
IV Encontro de Arte e Tecnologia / III Conferência Brasiliense de Semiótica.Participação como expositor - IV Encontro de Arte e Tecnologia / III Conferência Brasiliense de Semiótica. 2004. (Encontro).

24.
II Encontro Regional de História.Comunicação Coordenada - 'Índios bravios e estratégias governamentais - Mato Grosso (1870-1889)'. 2002. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SENA, Ernesto Cerveira de; SANTOS, H. A. ; MARCONI, Maria L. ; OLIVEIRA, Kawany S. ; COUTINHO, Maria, A.A. ; RODRIGUES, B. P. . Encontro Internacional do EPIFAN. 2015. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
André Henrique Eltz. Guerra do Chaco - Guerra de fronteira. O silenciamento dos povos indígenas. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

2.
SANTOS, Márcia A.. A Santa Casa e os alienados (título provisório). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

3.
COUTINHO, Maria Auxiliadora Azevedo. Como se de ventre livre fosse. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

4.
Silmara Dencati. O início republicano em Mato Grosso. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

5.
Ana Cláudia Martins dos Santos. O Exército nas fronteiras do Império: mobilização militar e defesa da província de Mato Grosso (1850-1864). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

6.
Gilberto Brizolla Santos. Bandeirantes do século XX: trabalhadores da expedição Roncador-Xingu e Fundação Brasil Central no rio das Mortes. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

7.
Bruno Pinheiro Rodriguês. Paixão da alma: O suicídio de cativos em Cuiabá (1854-1888). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

8.
Angelo Carlini. O discurso do progresso em Rondonópolis (1986-2006). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

Tese de doutorado
1.
Bruno Pinheiro Rodriguês. "Homens de ferro" e "Mulheres de pedra" - quilombos e rotas da África ao Vice-Reinado do Peru. 2015. Tese (Doutorado em Territórios e Fronteias UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Rosinely dos Santos Barbosa. Participação das mulheres de Mato Grosso pós-política de cotas de sexo. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

2.
Silmara Dencati. O início da República em Mato Grosso. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

3.
André Henrique Eltz. A revolução boliviana, cidadania e indianismo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

4.
Daniel Augusto Alves. O anarquismo no Uruguai - perspectivas históricas. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

5.
Flávio Conche Nascimento. A coca em transito político (1982-2006). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

6.
Demilson do Nascimento. Rio Paraguai: navegação, hostilidades e guerra no subcontinente (1852-1870). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

7.
José Maziero. Representações sobre a Guerra do Paraguai em livros didáticos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

8.
Mauro Henrique Miranda de Alcântara. Estudo comparativo - O pós-abolição no Brasil e nos EUA. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

9.
Darlan Soares de Oliveira. Corpos armados em Mato Grosso durante e Guerra do Paraguai. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

10.
João Cezário de Almeida Campos. A Guerra do Pacífico. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

11.
Bruno Pinheiro Rodriguês. Os discursos sobre a morte voluntária de escravos em Mato Grosso (1850-1888). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

Iniciação científica
1.
Kawany Stephany Silva. escravizados na fronteira. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

2.
Maria Luiza Marconi. Fronteiras e povos indigenas nas fronteiras do Império. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

3.
MARCONI, Maria Luiza. fronteiras e povos indígenas em Mato Grosso. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.

4.
SILVA, Kawany Stephany. Imprensa e civilização nas fronteias do Império. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Cerveira de Sena.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
2SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012SENA, Ernesto Cerveira de. Além de eventual substituto. A trama política e os vice-presidentes em Mato Grosso (1834-1857). revista Almanack, v. 4, p. 75-90, 2012.

2.
3SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012SENA, Ernesto Cerveira de. Rusga - sobre um evento político e seu nome. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, v. 71, p. 11-28, 2012.

3.
1SENA, Ernesto Cerveira de;DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2012 SENA, Ernesto Cerveira de. De colônias a início dos Estados nacionais: considerações sobre as fronteiras entre a Bolívia e o Brasil. Territórios e Fronteiras (Online), v. 5, p. 114-130, 2012.

4.
DE SENA, ERNESTO CERVEIRA2018DE SENA, ERNESTO CERVEIRA. A fuga da escravidão imperial: Benedita Luiza os jogos de fronteira entre novos Estados (Bolívia e Brasil). ANOS 90 (ONLINE) (PORTO ALEGRE), v. 25, p. 191-219, 2018.


Livros e capítulos
1.
SENA, Ernesto Cerveira de; ELMIR, Cláudio P. (Org.) ; MACHADO FILHO, Oswaldo (Org.) . Política e identidades em região de fronteira (séculos XIX-XX). 1. ed. Cuiabá: EdUFMT, 2012. v. 1. 329p .

2.
MUNIZ, Diva do C.G. (Org.) ; SENA, Ernesto Cerveira de (Org.) ; CARNEIRO, M. E. R. (Org.) . Tempos de Civilização e outros tempos. 1. ed. Uberlândia: EDUFU, 2016. v. 1000. 260p .

3.
SENA, Ernesto Cerveira de; PERARO, Maria Adenir (Org.) . Rusga: Uma rebelião no sertão - Período Regencial (1831-1840). 1. ed. Cuiabá: EdUFMT, 2014. 212p .

1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Preâmbulo a uma história regional da fama: Leverger, almirante do sertão. In: Ernesto Cerveira de Sena; Cláudio Pereira Elmir. (Org.). Política e identidades em região de fronteira (séculos XIX-XX). 1ed.Cuiabá: EdUFMT, 2012, v. 1, p. 90-112.

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. República da Bolívia e o Império do Brasil: projetando fronteiras no interior do subcontinente. In: TRINCHERO, Héctor /hugo; OLIVEIRA, Tito Carlo M.. (Org.). Fronteiras Platinas. 11ed.Dourados: UFGD/Editorial de la Facultad de Filosofia y Letras - Universidad de Buenos Aires, 2012, v. 1, p. 133-148.

3.
SENA, Ernesto Cerveira de. Desafios políticos nas fronteiras do Império: do discurso da ordem ao encalço da civilização em Mato Grosso (1834-1862). In: CRUZ, Tânia Maria Bessone da; NEVES, Lúcia Maria Bastos Pereira das; PASCHOAL, Lúcia Maria. (Org.). ELITES, FRONTEIRAS E CULTURA DO IMPÉRIO DO BRASIL. 1ed.Rio de Janeiro: Contra Capa, 2013, v. 1, p. 57-73.

4.
SENA, Ernesto Cerveira de. A escrita impressa pela civilização e a esgrima partidária: política em província de fronteira- últimos quatro lustres. In: MUNIZ, Diva do C. G. ; SENA, Ernesto C. de; CARNEIRO, M. Elizabeth R.. (Org.). Tempos de Civilização e outros tempos. 1ed.Uberlândia: EDUFU, 2016, v. 1, p. 45-58.

5.
SENA, Ernesto Cerveira de. El mito de la continuidad de la frontera colonial. In: ROBINS, Nicholas A.. (Org.). Mitos expuestos: Leyendas falsas de Bolivia. Vol. II. 1ed.Sucre: Ciencia Editores, 2016, v. II, p. 77-103.


Apresentações de Trabalho
1.
SENA, Ernesto Cerveira de. Sertões de Mato Grosso: fronteiras do processo civilizador no império. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
SENA, Ernesto Cerveira de. Sebastián Ramos: o comandante da fronteira boliviana. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Outras informações relevantes


O livro "Vieira e o jogo católico reformista" foi selecionado para financiamento pelo FAC - GDF (Fundo da Arte e da Cultura - Governo do Distrito Federal).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 10/12/2018 às 17:51:35