Mariana de Miranda Seize

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1144135048936209
  • Última atualização do currículo em 07/11/2018


Psicóloga. Mestre e Doutoranda em Psicologia Clínica pela PUC-Rio. Membro do Grupo de Pesquisa APlab - Pessoas & Contextos vinculado ao Departamento de Psicologia da PUC-Rio. Coordenadora do Grupo de Estudos sobre o Transtorno do Espectro Autista do APlab Pessoas & Contextos. Coordenadora, docente e supervisora clínica no curso de especialização Transtorno do Espectro Autista: intervenção em múltiplos contextos (CCE PUC-Rio). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mariana de Miranda Seize
Nome em citações bibliográficas
SEIZE, M. M.;SEIZE, MARIANA DE MIRANDA


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Psicologia (Psicologia Clínica).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Questionário para rastreamento dos sinais precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA): evidências de validade de construto e de critério,
Orientador: Juliane Callegaro Borsa.
2015 - 2017
Mestrado em Psicologia Clínica.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RIO, Brasil.
Título: Questionário para Rastreamento de Sinais Precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA): construção e evidências de validade de conteúdo,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Juliane Callegaro Borsa.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Autismo; Transtorno do Espectro Autista; Avaliação Psicológica; Testes psicológicos; Rastreamento.
2011 - 2015
Graduação em Psicologia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Revisão sistemática de literatura de instrumentos para rastreamento dos sinais do autismo em crianças com até 36 meses de idade.
Orientador: Juliane Callegaro Borsa.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Instrumento de avaliação psicológica SON-R 2 1/2-7 [a]. (Carga horária: 6h).
Mago Produtos e Serviços em Psicologia / Editora Hogrefe CETEPP, MAGO / HOGREFE, Brasil.
2017 - 2017
Construção de instrumentos psicológicos: elementos básicos. (Carga horária: 4h).
Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica, IBAP, Brasil.
2017 - 2017
Teste das Pirâmides Coloridas de Pfister. (Carga horária: 16h).
Mago Produtos e Serviços em Psicologia, MAGO, Brasil.
2017 - 2017
Autismo: entendendo este cérebro diferente. (Carga horária: 4h).
Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria, ABENEPI, Brasil.
2017 - 2017
Avaliação neuropsicológica e comportamental no TEA. (Carga horária: 4h).
Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica, IBAP, Brasil.
2017 - 2017
Workshop Avançado em Terapia pelo Modelo Precoce de Denver (ESDM). (Carga horária: 24h).
UC Davis Mind Institute, UC, Estados Unidos.
2016 - 2016
Early Start Denver Model Introductory Workshop Online.
University of California, Davis, UC DAVIS, Estados Unidos.
2016 - 2016
Autism Diagnostic Observational Schedule (ADOS-2).
Universitat de Barcelona, UB, Espanha.
2016 - 2016
Autism Diagnostic Interview Revised (ADI-R).
Universitat de Barcelona, UB, Espanha.
2015 - 2015
Curso Básico PECS. (Carga horária: 13h).
Pyramid Educational Consultants, PECS, Brasil.
2013 - 2014
Aprimoramento em Applied Behaviour Analysis. (Carga horária: 160h).
Gradual, GRADUAL, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Transtornos do Espectro do Autismo. (Carga horária: 48h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Distúrbios de aprendizagem e linguagem no ambiente escolar. (Carga horária: 8h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RIO, Brasil.
2011 - 2011
Autismo - Diagnóstico, Tratamento, Inclusão. (Carga horária: 6h).
Casa do Saber, CASA DO SABER, Brasil.
2011 - 2011
Psicologia Clínica. (Carga horária: 80h).
Portal Educação, PORTAL EDUCAÇÃO, Brasil.
2009 - 2009
Extensão universitária em Arte e Ecologia na Escola. (Carga horária: 36h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em O Corpo na Escola. (Carga horária: 36h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2008 - 2008
O homem em busca do universo: de Platão a Einstein. (Carga horária: 4h).
Casa do Saber, CASA DO SABER, Brasil.


Atuação Profissional



Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora CCE

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador AP Lab - Pessoas e Contextos, Carga horária: 2

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Auxiliar de ensino, Carga horária: 2
Outras informações
Quando aluna do curso de Mestrado em Psicologia (área: Psicologia Clínica) cursou a disciplina Estágio de Docência na Graduação de Avaliação Psicológica como Auxiliar de ensino.

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Auxiliar de ensino, Carga horária: 2
Outras informações
Quando aluna do curso de Mestrado em Psicologia (área: Psicologia Clínica) cursou a disciplina Estágio de Docência na Graduação de Avaliação Psicológica como Auxiliar de ensino.

Vínculo institucional

2012 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Iniciação Científica, Carga horária: 20


Child Behavior Institute of Miami, CBI OF MIANI, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante



Projetos de pesquisa


2013 - 2016
Prevalência dos comportamentos agressivos em crianças escolares da cidade do Rio de Janeiro
Descrição: Os comportamentos agressivos são definidos como atos que visam a causar dano físico ou psicológico a uma pessoa ou grupo. Quando não modulados ou quando intensos e persistentes, podem ocasionar importantes prejuízos para o desenvolvimento emocional, social e afetivo. Devido à sua alta prevalência e seu impacto negativo, os comportamentos agressivos têm sido foco de interesse de diferentes teorias, fomentando diversas pesquisas ao redor do mundo. Em crianças, os comportamentos agressivos são apontados como fatores de risco para o desenvolvimento. Estudos têm demonstrado que crianças agressivas tendem a apresentar, com maior frequência, problemas de comportamento em geral e dificuldades de interação social. O presente estudo tem por objetivo conhecer a prevalência de comportamentos agressivos em uma amostra de 800 crianças, de oito a 12 anos, estudantes do ensino fundamental de escolas públicas e privadas da cidade do Rio de Janeiro, RJ. A coleta de dados com as crianças será realizada coletivamente, em sala de aula, por meio da aplicação dos seguintes questionários: Strenghts and Difficulties Questionnaire (SDQ), Questionário de Comportamentos Agressivos e Reativos entre Pares (Q-CARP), Escala de Comportamentos Agressivos entre Pares (ECAP) e Desenho da Figura Humana (DFH). Participação deste estudo, também, os pais, mães e cuidadores responsáveis por estas crianças, os quais serão convidados a responder aos instrumentos Child Behavior Checklist (CBCL 6/18), Inventário de Clima Familiar (ICF) e a um questionário biossociodemográfico. Análises descritivas, testes T de Student e análises multivariadas de variância serão utilizados para avaliar possíveis diferenças entre grupos (por exemplo, meninos e meninas, escolas públicas e privadas e crianças de diferentes faixas etárias). Relações entre os resultados obtidos nos instrumentos e características da criança e do contexto serão analisadas mediante correlações de Pearson e modelagens de equações estruturais. Ao final deste estudo, espera-se conhecer a prevalência de comportamentos agressivos das crianças, verificando possíveis diferenças quanto à frequência, intensidade e tipo de agressão empreendida por meninos e meninas, de diferentes faixas etárias e pertencentes a escolas públicas e privadas da cidade do Rio de Janeiro. Pretende-se, também, conhecer que variáveis sociodemográficas estão associadas aos comportamentos agressivos e em que medida as características do contexto familiar associam-se à ocorrência destes comportamentos. Por fim, pretende-se, ainda, verificar possíveis associações entre os comportamentos agressivos e outras características emocionais, afetivas e comportamentais da criança..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
Programa de capacitação para a vigilância de sinais precoces de autismo: Projeto ESAT
Descrição: O ESAT é um questionário para pais, desenvolvido por pesquisadores holandeses, que contém 14 perguntas e deve ser aplicado a crianças de 14-15 meses de idade. Foi utilizado na Holanda para rastreamento por profissionais de saúde treinados com resultados positivos. Os objetivos desta pesquisa são em um primeiro momento, sensibilizar e familiarizar profissionais da área de educação para sinais de risco de autismo, assim como treiná-los na aplicação do ESAT e em um segundo momento, comparar os dados coletados no Brasil com os dados disponíveis coletados na Holanda..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: CONTEXTOS CLÍNICOS
2017 - Atual
Periódico: TEMAS EM PSICOLOGIA (RIBEIRÃO PRETO)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2014
2 lugar no III Concurso de Monografias do Departamento de Psicologia da PUC-Rio, PUC-Rio.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SEIZE, MARIANA DE MIRANDA2017SEIZE, MARIANA DE MIRANDA; BORSA, JULIANE CALLEGARO . Instrumentos para Rastreamento de Sinais Precoces do Autismo: Revisão Sistemática. PSICO-USF (IMPRESSO), v. 22, p. 161-176, 2017.

Capítulos de livros publicados
1.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . Construção e adaptação de instrumentos psicológicos: dois caminhos possíveis. In: Bruno Figueiredo Damásio; Juliane Callegaro Borsa. (Org.). Manual de Desenvolvimento de Instrumentos Psicológicos. 1ed.: Vetor, 2018, v. , p. 1-.

2.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . Avaliação do autismo: do rastreamento ao diagnóstico. In: Lins, M. R. C.; Borsa, J. C.. (Org.). Avaliação Psicológica: aspectos teóricos e práticos. 1ed.Petrópolis: Editora Vozes, 2017, v. , p. 270-285.

Apresentações de Trabalho
1.
SEIZE, M. M.. Diferentes modelos de tratamento para o TEA: qual escolher. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SEIZE, M. M.. O impacto do diagnóstico do TEA na família. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SEIZE, M. M.. O processo de avaliação do Transtorno do Espectro Autista: rastreamento e diagnóstico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . O processo de avaliação psicológica do Transtorno do Espectro Autista: um relato de caso. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . Construção do Questionário para Rastreamento de Sinais Precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . Instrumento para rastreamento de sinais precoces do Transtorno do Espectro Autista. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
SEIZE, MARIANA DE MIRANDA. Desafios da avaliação psicológica de crianças com suspeita de autismo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SEIZE, M. M.. Rastreamento e Avaliação Diagnóstica do TEA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
SEIZE, M. M.. A construção de um instrumento para identificação precoce dos sinais do autismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
SEIZE, M. M.. Revisão sistemática de literatura de instrumentos para rastreamento dos sinais do autismo em crianças com até 36 meses de idade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
SEIZE, M. M.. Prevalência dos comportamentos agressivos em crianças escolares da cidade do Rio de Janeiro. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
SEIZE, M. M.. Programa de capacitação para a vigilância de sinais precoces de autismo: Projeto ESAT. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SEIZE, M. M.. Metade das crianças autistas no Rio está fora da escola, diz pesquisa. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SEIZE, M. M.. Autismo afeta as capacidades de comunicação, socialização e comportamento da pessoa. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
SEIZE, M. M.. Mariana de Miranda Seize - Psicóloga. 2017. (Site).

2.
SEIZE, M. M.. Sobre Crianças Autistas. 2015; Tema: Autismo. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
SEIZE, M. M.. Transtorno do Espectro Autista: estratégias para intervenção precoce. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SEIZE, M. M.. Transtorno do Espectro Autista: inclusão no contexto escolar. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SEIZE, M. M.. Transtorno do Espectro Autista: Avaliação e Intervenção. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SEIZE, M. M.; GRANDMASSON, B.; OLIVEIRA, I.. Participação em banca de Vivian Duarte.Sobrecarga sensorial. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Visual) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Conferência anual de Transtorno do Espectro Autista - CONATEA.Evidências de validade de conteúdo do Questionário para Rastreamento de Sinais Precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA). 2018. (Outra).

2.
Conferência anual de Transtorno do Espectro Autista - CONATEA. 2018. (Outra).

3.
Simpósio Luso Brasileiro de Educação Inclusiva. 2018. (Simpósio).

4.
8 Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica. O processo de avaliação psicológica do Transtorno do Espectro Autista: um relato de caso. 2017. (Congresso).

5.
8 Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica. 2017. (Congresso).

6.
8 Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica. Construção do Questionário para Rastreamento de Sinais Precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA). 2017. (Congresso).

7.
IV Congresso Internacional e XXIV Brasileiro da ABENEPI. Instrumento para rastreamento de sinais precoces do Transtorno do Espectro Autista. 2017. (Congresso).

8.
XIX Jornada Clínica do Serviço de Psicologia Aplicada (SPA).Avaliação psicológica de uma criança com suspeita de Transtorno do Espectro Autista. 2017. (Outra).

9.
XVII Semana de Psicologia PUC-Rio.Desafios da avaliação psicológica de crianças com suspeita de autismo. 2017. (Outra).

10.
I Seminário CapaciTEAutismo: Intervenção Precoce no Tratamento do Transtorno do Espectro Autista.Rastreamento e Avaliação Diagnóstica do TEA. 2016. (Seminário).

11.
I Encontro APlab Pessoas & Contextos.Revisão sistemática de literatura de instrumentos para rastreamento dos sinais do autismo em crianças com até 36 meses de idade. 2014. (Encontro).

12.
II Congresso de Psiquiatria da Infância e Adolescência. 2014. (Congresso).

13.
III Concurso de Monografias do Departamento de Psicologia da PUC-Rio.Revisão sistemática de literatura de instrumentos para rastreamento dos sinais do autismo em crianças com até 36 meses de idade. 2014. (Outra).

14.
I Simpósio Internacional de Autismo - PROTEA IPq-HCFMSUSUP - Da Pesquisa à Família. 2014. (Simpósio).

15.
IX Simpósio Brasileiro de Psiquiatria da Infância e Adolescência. 2014. (Simpósio).

16.
XXII Seminário de Iniciação Científica da PUC-Rio.Prevalência dos comportamentos agressivos em crianças escolares na cidade do Rio de Janeiro. 2014. (Seminário).

17.
XXI Seminário de Iniciação Científica da PUC-Rio.Programa de capacitação para a vigilância de sinais precoces de autismo: Projeto ESAT. 2013. (Seminário).

18.
VI Fórum ABA Rio de Branding. 2008. (Outra).

19.
IV Fórum de Excelência em Marketing de Serviços. 2007. (Outra).

20.
A pesquisa como ferramenta estratégica em processos decisórios. 2004. (Outra).

21.
Encontro Nacional de Profissionais em Gerenciamento de Projetos. 2003. (Encontro).

22.
Laboratório de Marketing e Comunicação. 1998. (Seminário).

23.
Avaliação Internacional da Propaganda. 1997. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SEIZE, M. M.. II Simpósio Carioca sobre o Transtorno do Espectro Autista. 2018. (Outro).

2.
SEIZE, M. M.. I Simpósio Carioca sobre o Transtorno do Espectro Autista: diagnóstico, tratamento e inclusão. 2017. (Outro).

3.
SEIZE, MARIANA DE MIRANDA. Mesa-redonda: Autismo e Atypical. 2017. (Outro).

4.
SEIZE, MARIANA DE MIRANDA. APlab convida Andressa Leal - Eu, você e o Autismo. 2017. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SEIZE, M. M.; BORSA, J. C. . Construção do Questionário para Rastreamento de Sinais Precoces do Transtorno do Espectro Autista (QR-TEA). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Redes sociais, websites e blogs
1.
SEIZE, M. M.. Sobre Crianças Autistas. 2015; Tema: Autismo. (Rede social).



Outras informações relevantes


Coordenadora do grupo de Estudos do Transtorno do Espectro Autista (E-TEA) vinculado ao APlab Pessoas & Contextos sob a coordenação da Professora Juliane Callegaro Borsa na PUC-Rio. Estágio docência na disciplina de Avaliação Psicológica durante o Mestrado e Doutorado.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 9:13:44