Kássia Aguiar Norberto Rios

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6353950935479437
  • Última atualização do currículo em 05/12/2018


Professora Adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) no Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS) - Campus de Feira de Santana. Bacharel e Licenciada em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará - UECE - (2008). Especialista em Metodologia de Ensino na Educação Superior pela Faculdade da Cidade do Salvador (2010). Mestre em Geografia pela Universidade Federal da Bahia - UFBA - (2012). Doutora em Geografia pela Universidade Federal da Bahia - UFBA (2017). Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Comunidades e Territórios Tradicionais (LIECTT). Pesquisadora do Grupo GeografAR - A geografia dos Assentamento na Área Rural (UFBA/POSGEO/CNPq), responsável pela linha comunidades tradicionais pesqueiras. Membro da Rede Interdisciplinar de Pesquisa-ação em comunidades pesqueiras tradicionais da Bahia (UFBA). Dedica-se aos estudos e pesquisas no âmbito da Organização/Produção do Espaço e Questão Agrária atuando principalmente, nos temas: a luta na/pela terra e água das comunidades tradicionais pesqueiras, territórios tradicionais; disputas territoriais; apropriação do espaço em zonas costeiras, educação do campo e das águas; mapeamentos sociais e áreas afins. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Kássia Aguiar Norberto Rios
Nome em citações bibliográficas
RIOS, K. A. N

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS).
Avenida Centenário
SIM
44085132 - Feira de Santana, BA - Brasil
Telefone: (75) 36229351
URL da Homepage: www.ufrb.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Geografia.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: A QUESTÃO DA LUTA NA/PELA TERRA E ÁGUA DOS PESCADORES ARTESANAIS: desafios e perspectivas do processo de regularização dos territórios pesqueiros em de Ilha de Maré - BA, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Guiomar Inez Germani.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.
Palavras-chave: Pescadores (as) Artesanais; Territorios pesqueiros; Disputas Territoriais; Resistência; Regularização.
Grande área: Ciências Humanas
2010 - 2012
Mestrado em Geografia.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Da produção do espaço à construção dos territórios pesqueiros: pescadores artesanais e carcinicultores no Distrito de Acupe - Santo Amaro (BA),Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Guiomar Inez Germani.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2009 - 2010
Especialização em Metodologia de Ensino na Educação Superior. (Carga Horária: 430h).
Faculdade da Cidade do Salvador, FCS, Brasil.
Título: Prática de Ensino: A importancia do objeto de estudo da Geografia na consolidação da formação docente.
Orientador: Prof. Dr. Fernando Reis do Espírito Santo.
2008 - 2010
Graduação em Geografia - Licenciatura.
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2004 - 2008
Graduação em Geografia - Bacharelado.
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Questão Agrária Pés no Chão. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2013 - 2013
Sustentabilidade, um valor para a nova geração. (Carga horária: 15h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2011 - 2011
Leitura e Interpretação de folha topográfica e map. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2011 - 2011
Sociologia. (Carga horária: 30h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2009 - 2011
Extensão universitária em Curso de Extensão de Lingua Espanhol - Avançado. (Carga horária: 360h).
Núcleo de Estudos Hispânicos - Universidade do Estado da Bahia, NEHIS, Brasil.
2010 - 2010
Metodologia da Pesquisa-Conhecimento, Saber e Ciên. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2010 - 2010
Espaço da Universidade na Sociedade. (Carga horária: 5h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2009 - 2009
Lugar e Geografia. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2009 - 2009
Gênero e Geografia. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2009 - 2009
Ciência e Tecnologia. (Carga horária: 15h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2008 - 2008
Turismo e impactos socioespaciais. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2008 - 2008
Auto Cad. (Carga horária: 48h).
Centro de Estudos e Pesquisa em Eletrônica Profissional e Informática, CEPEP, Brasil.
2005 - 2005
População na Pesquisa geográfica. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2018 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade, Centro de Ciências e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade.

Atividade realizada
Membro do NDE - Curso Tecnologia em Alimentos.
09/2018 - Atual
Ensino, Tecnologia em Alimentos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Concepções e Principios da Educação do Campo
Tecnologias da Informação e Comunicação
08/2018 - Atual
Direção e administração, Centro de Ciências e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade, .

Cargo ou função
Vice- coordenação do Curso de Tecnologia em Alimentos.
06/2018 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS).

Atividade realizada
Membro do Colegiado do Curso de Tecnologia em Alimentos.
04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de ACC - LEDOC.
04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), .

Cargo ou função
Membro da Comissão de TCC - Licenciatura em Pedagogia com ênfase em Educação do Campo.
02/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), .

02/2018 - Atual
Ensino, Especialização Interdisciplinar em Ambiente, Tecnologia e Sustentabilidade, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ambiente e Sustentabilidade
01/2018 - Atual
Ensino, Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Capital, Trabalho e Educação
Pesquisa e Educação do Campo I
Seminário Integrador III
Seminário Integrador IV
Questão Agrária Brasileira
Trabalho de Conclusão de Curso I
04/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS).

Atividade realizada
Membro do NDE - Licenciatura em Pedagogia com ênfase em Educação do Campo - PARFOR.
03/2016 - Atual
Ensino, Licenciatura em Pedagogia - PARFOR, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Concepções e Princípios da Educação do Campo
Direitos Humanos, Agrário e Ambiental
Pesquisa e Elaboração de Projetos
Prática Reflexiva do Ensino e Aprendizagem de Geografia
Questão Agrária
Trabalho de Conclusão de Curso I
03/2016 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS).

Atividade realizada
Membro do Colegiado em Pedagogia com ênfase em Educação do Campo - PARFOR.
08/2017 - 12/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), .

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de ACC - Ledoc.
07/2015 - 12/2017
Ensino, Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prática Pedagógica IV
Questão Agrária
Seminário Integrador III
Seminário Integrador IV
Seminário Integrador VI
TCC I
10/2016 - 11/2017
Direção e administração, Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), .

Cargo ou função
Vice-coordenadora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática.
10/2016 - 11/2017
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS).

Atividade realizada
Membro de Colegiado do Curso de Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática.
03/2014 - 03/2016
Ensino, Licenciatura em Educação do campo - Ciências Agrár, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Concepções e Principios da Educação do Campo
História da Bahia
Pesquisa e Educação do Campo I
Questão Agrária
Seminário Integrador I
Seminário Integrador II
Seminário Integrador III
03/2014 - 03/2016
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Formação de Professores - CFC, Centro de Formação de Professores - CFC.

Atividade realizada
Professor Colaborador Orientador do PIBID Diversidade - Educação do Campo.
06/2014 - 12/2015
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Formação de Professores - CFC, Centro de Formação de Professores - CFC.

Atividade realizada
Membro do NDE - Licenciatura em Educação do Campo - Ciências Agrárias.
02/2014 - 12/2015
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Formação de Professores - CFC, Centro de Formação de Professores - CFC.

Atividade realizada
Membro do Colegiado do Curso de Educação do Campo- Ciencias Agrárias.
02/2014 - 07/2015
Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Educação do Campo
Ensino e Aprendizagem de Geografia
03/2014 - 02/2015
Direção e administração, Centro de Formação de Professores - CFC, .

Cargo ou função
Vice-coordenação do Colegiado de Educação do Campo - Ciências Agrárias.
07/2014 - 08/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Formação de Professores - CFC, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Aproveitamento de Estudos - Colegiado de Educação do Campo.

Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Pesquisador Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Rede Interdisciplinar de Pesquisa-Ação com Comunidades Pesqueiras Tradicionais da Bahia integrada pelo Grupo de Pesquisa Marsol (IBIO) e demais grupos de pesquisa. Nesta a mesma desenvolve a Pesquisa Intitulada: Mapeamento dos Territórios Pesqueiros no Estado da Bahia.

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Pesquisador Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador Associado do Projeto GeografAR
Outras informações
Pesquisadora do Grupo de Pesquisa GeografAR - Geografia dos Assentamentos Rurais (UFBA/MGEO/CNPq) vinculada a linha: Povos e Comunidades Tradicionais, onde desenvolve atividades de pesquisa e extensão junto as Comunidades Tradicionais Pesqueiras do Estado da Bahia.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista FAPESB, Enquadramento Funcional: Bolsista - Doutorado em Geografia
Outras informações
Bolsista Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia ? FAPESB, no Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Representação Estudantil, Enquadramento Funcional: Representação Estudantil

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista CAPES, Enquadramento Funcional: Bolsista - Doutorado em Geografia
Outras informações
Bolsista CAPES no Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia.

Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Bolsista CAPES, Enquadramento Funcional: Bolsista - Mestrado em Geografia
Outras informações
Bolsista CAPES no Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia.

Atividades

01/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Geociências, .


Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor PARFOR
Outras informações
Disciplina lecionada: Geografia Rural.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor PARFOR
Outras informações
Disciplina lecionada: Região e Regionalização.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Co-gestora do Portal UPT / UNEB

Atividades

04/2011 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Geografia
12/2012 - 03/2013
Ensino, Geografia - Licenciatura - PARFOR, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Geografia Rural
07/2012 - 11/2012
Ensino, Licenciatura em Geografia - PARFOR, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Região e Regionalização

Secretaria da Educação do Estado da Bahia, SEC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 4
Outras informações
Professora de Geografia

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 4
Outras informações
Professora de Geografia

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 4
Outras informações
Professora de Geografia

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 8
Outras informações
Colégio Estadual Governador Otávio Mangabeira. Professora de Educação Tecnológica ( NTE vai a Escola).


Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais, MPP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Pesquisador Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador

Atividades

05/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais - Bahia, .


MPP - Escola das Águas, ESCOLA DAS ÁGUAS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador
Outras informações
Professor/Pesquisador Colaborador na Escolas das Águas.

Atividades

02/2014 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Geografia
Projeto Integrador
02/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , MPP - Escola das Águas, .


Instituto Federal da Bahia, IFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Pesquisadora Grupo de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaboradora - Grupo de Pesquisa
Outras informações
Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Geotecnologias, Sociedade e Natureza - GEOTEC (IFBA/CNPq)

Atividades

02/2018 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , IFBA - Campus Salvador, .



Linhas de pesquisa


1.
Povos e Comunidades Tradicionais

Objetivo: Analisar as diversas formas de lutas e resistências cotidianas dos povos e das comunidades tradicionais ( indígenas, quilombolas, pescadores, fundo de pasto, atingidos por barragens) pelo direito do uso e da apropriação social da natureza para a reprodução da vida. Formas estas de expressão, constituição e reprodução do campesinato, em sua totalidade e diversidade, inseridas na dinamicidade da produção desigual do espaço geográfico no campo brasileiro..
Palavras-chave: Pescadores Artesanais; Questão Agrária.
2.
Mapeamento das Comunidades Tradicionais Pesqueiras no estado da Bahia e os desafios da regularização dos territórios pesqueiros
3.
Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Comunidades e Territórios Tradicionais (LIECTT)

Objetivo: O objetivo central do LIECTT é desenvolver ações de ensino, pesquisa e extensão de cunho interdisciplinar voltadas a analise e discussão das múltiplas territorialidades que caracterizam as comunidades tradicionais do estado da Bahia e as inúmeras contradições que envolvem historicamente os seus territórios. Tomando como categoria analítica a questão agrária, em sua dimensão territorial, tais atividades serão desenvolvidas envolvendo discentes e docentes de diversos cursos da UFRB e IES parceiras, assim como integrantes de movimentos sociais..
4.
Educação do Campo e das Águas
5.
Geotecnologias e Mapeamentos Sociais

Objetivo: Desenvolver ações de ensino, pesquisa e extensão que busquem compreender as inúmeras possibilidades de uso das geotecnologias nos mapeamentos sociais e as contribuições deste ramo da Cartografia para a sociedade. Espera-se com isso, ampliar o uso e o debate a cerca do papel da Ciência Cartográfica nas diversas áreas do conhecimento, em especial na Geografia..
Palavras-chave: Geotecnologias; Mapeamento Social; Cartografia.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Territórios e Territorialidades Tradicionais: Identidade, contradições e disputas
Descrição: Essa pesquisa se apresenta como continuidade das discussões desenvolvidas na tese de doutorado intitulada ?A Questão da Luta na/pela Terra e Água dos Pescadores Artesanais: desafios e perspectivas do processo de regularização dos territórios pesqueiros da Ilha de Maré (BA)?. Através desta pesquisa foi possível compreender, a partir de um enfoque geográfico e tomando a questão agrária em sua dimensão territorial enquanto categoria analítica, as especificidades que envolvem a questão da luta na/pela terra e água dos pescadores artesanais baianos e os desafios e perspectivas para a regularização dos territórios pesqueiros. É importante pontuar que uma das temáticas que tem ganhado relevante destaque, nas últimas décadas, refere-se aos constantes conflitos envolvendo comunidades tradicionais e à luta destas pelo reconhecimento e efetivação dos seus direitos. Isso porque mesmo existindo instrumentos legais que regulem esses direitos, os mesmos, inúmeras vezes, não são aplicados ou não dão conta das especificidades que envolvem o seu modo de vida e/ou suas territorialidades. Outro fator que também tem impulsionado esse destaque refere-se à forma com que o capital, através do Estado, empresas privadas (nacionais e internacionais) e/ou particulares, tem ocupado e degradado o espaço dessas comunidades, num ritmo cada vez mais crescente. Durante os últimos 9 (nove) anos estivemos acompanhando cotidianamente as diversas ações de luta e resistência empreendidas pelas mais de 600 comunidades tradicionais pesqueiras identificadas no estado da Bahia, algumas destas também reconhecidas enquanto quilombolas. Em sua maioria, trata-se de comunidades que lutam há décadas, para provar ao Estado, empresários e órgãos fiscalizadores que o modelo de desenvolvimento, historicamente empregado em seus territórios compromete diretamente a vida de inúmeras famílias, que têm na pesca e na mariscagem a sua principal fonte de renda. Observa-se que os espaços que eram de uso dessas comunidades, aos poucos, foram sendo ocupados, delimitados e controlados por variados segmentos: imobiliário, turistico, portuário, agrícola, aquicola, metalúrgico, petroquímico, etc. Ressalta-se que a maioria das atividades desenvolvidas por esses segmentos possuem uma lógica de apropriação da natureza que se distingue das comunidades tradicionais e, por isso, ao ocuparem o território impõem uma nova dinâmica de uso, controle e acesso ao espaço, que foge do controle das comunidades e ocasiona o surgimento de inúmeras disputas e conflitos. Tal fato, além de inserir milhares de famílias num cenário critico e ameaçador, também exige a criação de inúmeras ações de luta e resistência em seus territórios: ocupações, seminários, grupos de discussão, Campanhas, manifestos, reuniões com órgãos públicos, pesquisas cientificas, mapeamentos, entre outras. Nesta pesquisa, partimos do pressuposto que o cenário brevemente exposto é compreendido enquanto uma das dimensões com que a questão agrária se materializa no Estado da Bahia. Nesse sentido representa, além das inúmeras contradições, disputas e conflitos territoriais vivenciados pelas comunidades tradicionais pesqueiras identificadas, a forma com que o capital tem se apropriado de seus territórios expulsando-as ou obrigando-as a conviver com novas formas de uso, organização e controle. Portanto é desse cenário de especificidades e contradições que nasce a proposta ora apresentada: Identificar e evidenciar através da luta histórica das comunidades tradicionais pesqueiras e quilombolas da Bahia em defesa dos seus territórios, as diversas formas com que a questão agrária se confirma/materializa no Estado, ao longo dos séculos. Enquanto demanda das comunidades tradicionais pesqueiras da Bahia, através do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais da Bahia (MPP-BA), este projeto será desenvolvido vinculado ao Laboratório Interdisciplin.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Questão agrária e movimentos sociais nos jornais da Bahia: dentro da notícia, fora da terra e dos territórios

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guiomar Inez Germani em 27/02/2016.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2017
TERRITÓRIOS EM DISPUTA: DESAFIOS DO PROCESSO DE REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS NO LITORAL BAIANO. UM OLHAR SOBRE A COMUNIDADE PESQUEIRA DE ILHA DE MARÉ
Descrição: A pesca artesanal desenvolvida no litoral do estado da Bahia representa uma importante atividade praticada por inúmeras comunidades tradicionais pesqueiras como forma de garantir sua sobrevivência e reprodução social. Para os pescadores, a pesca artesanal é compreendida como uma profissão, em que os conhecimentos e as experiências são passadas de geração a geração, ?o domínio de um conjunto de conhecimentos e técnicas que permitem ao produtor subsistir e se reproduzir enquanto pescador? (DIEGUES, 1983, p. 197). As comunidades pesqueiras, apesar de estarem inseridas no modo de produção capitalista, desenvolvemse de maneira diferenciada dentro desse sistema. Estas representam exemplos de formas sociais de produção que, por não se inserirem no sistema produtivo dominante, são muitas vezes desarticuladas e obrigadas a dividir seu espaço de uso com empreendimentos econômicos, comprometendo o desenvolvimento de suas atividades. Assim, a realização da Campanha Nacional pela Regularização dos Territórios das Comunidades Tradicionais Pesqueiras pode ser considerada um marco na história da pesca artesanal, uma vez que há anos vêmse buscando a mobilização de todos os pescadores(as) do país para o enfrentamento dos grandes projetos impostos pelo capitalismo. Pois, tão importante quanto a aprovação da lei é a organização e a mobilização conjunta das comunidades tradicionais de pescadores artesanais na defesa de seus territórios. Nesse contexto, as discussões acerca da Ciência geográfica e as contribuições metodológicas da Cartografia Social são de suma importância para a compreensão das especificidades dos territórios pesqueiros e de seu processo de regularização. O mapeamento dos territórios das comunidades tradicionais pesqueiras constituise, além de uma das etapas para se chegar à sua regularização, um instrumento que auxiliará essas comunidades na luta e defesa de seus territórios. Não obstante, a análise a ser realizada nos territórios em disputa das comunidades pesqueiras da Ilha de Maré frente às especificidades existentes que envolvem o processo de regularização de seus territórios ? por se tratar de comunidades que se identificam como pesqueiras e quilombolas ?, assim como a aplicação da metodologia a ser elaborada nestas, permitirá avançar nas discussões realizas na Campanha e no processo de regularização dos territórios pesqueiros do litoral do Estado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Comunidades Tradicionais, Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial na Bahia: indígenas e quilombolas

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guiomar Inez Germani em 27/02/2016.
Descrição: Identificar e analisar as políticas públicas para comunidades indígenas e quilombolas do estado da Bahia e compreender os impactos da implantação e implementação dessas políticas na organização socioterritorial dessas comunidades...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Mapeamento do Território Produtivo dos Pescadores (as) Artesanais de Acupe - Santo Amaro (BA)
Descrição: O Mapeamento realizado no Distrito de Acupe - Santo Amaro (BA), faz parte das atividades desenvolvidas no âmbito do Projeto GeografAr e da Rede Interdisciplinar de Pesquisa-Ação com Comunidades Pesqueiras Tradicionais da Bahia, em parceria com o Conselho Pastoral dos Pescadores e com o Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais. Trata-se de Projeto de Extensão e Pesquisa interdisciplinar com comunidades pesqueiras tradicionais numa perspectiva de articulação de saberes tradicionais e acadêmicos, de promoção do manejo participativo dos recursos ambientais e de transversalizacão da discussão de etnia e equidade de gênero. O projeto articula vários grupos de extensão e pesquisa da Ufba, tais como Marsol (Ibio), GeografAR (Igeo), Saude Ocupacional de Pescadores Tradicionais (Fameb), Contabilidade do 3º setor (FCC), Economia Solidária (ADM). As principais linhas de ação são: Produção e consumo sustentável de ostras; Fortalecimento do trabalho cooperativo; Controle sanitário de ostras cultivadas, Saúde do(a) trabalhador(a) da pesca e mariscagem (acidentes com organismos de importância médica); Co-manejo de atividade extrativista em bancos de moluscos; Mapeamento biorregional de elementos ambientais e territoriais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Projeto GeografAR - A Geografia dos Assentamentos na Área Rural
Descrição: O Projeto Integrado de Pesquisa A Geografia dos Assentamentos na Área Rural Projeto GeografAR vem desenvolvendo as suas pesquisas, desde agosto de 1996, tendo como proposta principal discutir o processo de apropriação/produção/organização do espaço geográfico no campo baiano, assim como as diferentes espacialidades e territorialidades que emergem ao longo deste processo. Para tanto, parte-se do pressuposto de que o espaço geográfico deve ser analisado em sua totalidade e que, neste contexto, o campo expressa uma intensa conflituosidade territorial dada pelos interesses antagônicos entre os agentes hegemônicos do capital, o Estado, as organizações e os movimentos sociais de luta pela/na terra. A princípio, adotou como escala de análise os Projetos de Assentamento (PA's) em áreas de Reforma Agrária. Posteriormente, incorporou os Acampamentos de trabalhadores rurais sem terra, os projetos de assentamento realizados pela política fundiária do Banco Mundial: Programa Cédula da Terra (PCT)/ Programa Crédito Fundiário (PCF), as áreas de Fundo e Fechos de Pasto, as Comunidades Negras Rurais Quilombolas e as Comunidades de Pescadores Artesanais. O elo entre essas diferentes modalidades de assentamentos rurais são as políticas públicas voltadas para o equacionamento da luta pela/na terra, historicamente organizada, pelos diferentes grupos sociais que configuram a diversidade agrária do/no campo baiano. Nesta perspectiva, os movimentos sociais do campo, as políticas públicas e a produção do espaço constituem-se como eixo de análise do grupo de pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios
Descrição: Este projeto prevê o desenvolvimento de ações educativas para os sujeitos oriundos das comunidades tradicionais pesqueiras e quilombolas do estado da Bahia, tendo como referência uma pedagogia que dialogue com os saberes tradicionalmente construídos e os modos de vida destas comunidades. A partir da articulação de atividades de ensino, pesquisa e extensão busca-se ainda a efetivação de novas pontes de dialogo e troca de conhecimentos entre as comunidades envolvidas, docentes e discentes da UFRB e demais IEs parceiras. Metodologicamente, as atividades planejadas encontram-se organizadas através de 5 eixos principais: Formação Política, Alfabetização, Processos Seletivos, Formação Técnica e Diversos. A partir desses eixos, serão desenvolvidos cursos de Formação Política, Seminário temáticos, Oficinas/Cursos de alfabetização e letramento, Oficinas preparatórias para processos seletivos (IEs, Enem, CPA, etc.), Oficinas/Cursos de Arte de Cultura, Feiras da pesca e da agricultura familiar, cursos de formação técnica, oficinas de expressão corporal e oralidade, rodas de conversa, entre outras atividades que contribuam na melhoria da qualidade de vida dos beneficiários e na defesa dos territórios pesqueiros e quilombolas. Nossa estimativa é estar beneficiando cerca de 200 pescadores, entre pescadores, pescadoras, quilombolas, docentes e discentes da UFRB e demais IEs parceiras..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Kássia Aguiar Norberto Rios - Coordenador / Taise Alves Santos - Integrante / Rafael Medeiros - Integrante / ELISANDRA GOMES DOS SANTOS - Integrante / Jucilene Ferreira Cerqueira - Integrante.
2017 - Atual
Questão Agrária Pés no Chão

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guiomar Inez Germani em 21/02/2018.
Descrição: A cabeça pensa onde os pés pisam?. É com a inspiração desta frase de Frei Betto, religioso e militante, que compreendemos a proposta ora apresentada, qual seja, propor um Programa de Extensão ?Geografia Agrária ?Pés no Chão??, para estudantes, pesquisadores e militantes de movimentos sociais de luta na e pela terra na Bahia.Promover a troca de experiências e conhecimento entre os sujeitos sociais organizados no campo baiano. - Contribuir para o debate qualificado sobre o campo e a questão agrária na Bahia. - Contribuir na formação de lideranças de entidades e movimentos para lidar com a complexidade da questão agrária atual;- Permitir aos alunos de graduação, sobretudo os bolsistas e voluntários do Grupo GeografAR, a vivência com lideranças e militantes do campo baiano; Reforçar as atividades do ?Encontro Terra e Território?, promovida pelos movimentos sociais de luta na/pela terra..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - 2017
Educação do Campo e extensão universitária: um diálogo a partir do Tempo-comunidade
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2018
Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.
Descrição: O projeto de extensão ?Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência? nasce da busca pelo aprofundamento teórico-metodológico das principais questões que envolvem a questão agrária na Bahia, em especial no âmbito das comunidades tradicionais pesqueiras e como forma de suprir uma demanda do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais da Bahia (MPP/BA). Neste, indicamos como proposta a discussão e análise no âmbito da questão agrária e a partir de um olhar geográfico, da importância da atividade da pesca artesanal para o estado da Bahia, assim como do processo histórico de contradições e resistência que envolve as comunidades tradicionais pesqueiras. Propomos ainda, a identificação e o mapeamento das comunidades tradicionais pesqueiras litorâneas/ribeirinhas e os principais conflitos existentes nos territórios pesqueiros. Para tal, no referido projeto, a permanência histórica da questão agrária definindo contradições, antagonismos e conflitos no cotidiano da vida social, assume a centralidade analítica. A Questão Agrária é entendida enquanto uma questão territorial, tendo como essência o enfrentamento de lógicas distintas pelo uso e apropriação social do espaço geográfico. Na qual uma questão se concretiza, a conformação de distintos territórios e territorialidades, com repercussões espaciais no campo (e também, na cidade). Nesse contexto, definem-se as ações coletivas pela conquista e reconhecimento dos direitos sociais ao território. Afinal, a territorialidade é um elemento condicionante para a reprodução social da vida, em suas distintas temporalidades e espacialidades. Nesse contexto que inseridos os pescadores artesanais baianos, estes que têm buscado, no decorrer do tempo, manter viva a cultura, a identidade, o respeito, os laços de pertencimento ? a tradicionalidade ? que caracterizam o seu modo de vida e sua territorialidade. Na Bahia, estima-se, atualmente, cerca de 600 comunidades tradicionais que tem na pesca artesanal a sua principal, e muitas vezes única, fonte de renda. Todavia, mesmo com sua importância, o que tem se observado, são essas comunidades num processo cotidiano de luta e resistência contra a invisibilidade histórica que as caracteriza e que, de certa forma, tem evidenciado as contradições existentes e influenciado direta/indiretamente no surgimento das inúmeras disputas territoriais e conflitos que as envolvem..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2014 - 2016
PIBID Diversidade - Educação do Campo
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2014 - Atual
MarSol: Programa de extensão interdisciplinar na consolidação da
Descrição: A presente proposta visa consolidar a experiência de extensão interdisciplinar em comunidades costeiras tradicionais fomentada nas ações de extensão propostas pelo Programa MarSol - Maricultura Familiar Solidária e outros grupos da Universidade Federal da Bahia. Atuando em diversas áreas do conhecimento com importantes esferas do desenvolvimento sustentável destas comunidades, estas ações interdisciplinares perpassam pelo Direito à Terra e Água, Economia Solidária, Produção Limpa e Sustentável, Saúde do Trabalhador, Organização e Educação Popular. Esta atuação se dará pela articulação de estudantes e professores de diversas áreas do conhecimento, posto que a superação da problemática concreta vivenciada por estas comunidades extrapola em muito o caráter somente da renda pela produção e consumo sustentável de ostras e pelo co-manejo de atividade extrativista em bancos de moluscos, perpassando por esferas como a do direito, da comunicação e gestão social, da saúde no trabalho, do acesso à educação jurídica e da organização comunitária, numa perspectiva transversal de valorização dos saberes tradicionais e do respeito à diversidade de gênero e etnia..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2012 - 2015
Campanha Nacional pela Regularização dos Territorios das Comunidades Tradicionais Pesqueiras no estado da Bahia: Desafios e Perspectivas
Descrição: A Campanha Nacional pela Regularização do Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras surge a partir da mobilização de diversos pescadores (as) de todo o país que dentre outros objetivos lutam pelo reconhecimento e regularização de seus direitos sobre os territórios tradicionais pesqueiros. Com o lema ?Território pesqueiro: Biodiversidade, Cultura e Soberania Alimentar do povo Brasileiro?, a Campanha trás a proposta de uma Lei de Iniciativa Popular, que regulamente os direitos territoriais das comunidades pesqueiras tradicionais. Para tal, os pescadores precisaram da assinatura de 1% do eleitorado brasileiro (1.385.000). Neste projeto, temos como objetivo auxiliar as comunidades tradicionais pesqueiras no desenvolvimento da Campanha no estado da Bahia, a partir da realização de oficinas, palestras, seminários, mapeamentos, dentre outros. Nestes destaca-se a realização de oficinas, mapeamentos, seminários, etc..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2014
Identidade e Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras
Descrição: A pesquisa sobre Identidade e Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras vem sendo desenvolvida junto com o Movimento Nacional dos Pescadores e Pescadoras Artesanais (MPP), o Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) e demais órgãos parceiros no âmbito da Campanha Nacional pela Regularização dos Territórios das Comunidades Tradicionais Pesqueira. Até o presente momento destaca-se como produto técnico - cientifico do grupo: a publicação da ?Cartilha para Trabalho de Base da Campanha pelo Território Pesqueiro" (2012) e a "Cartilha - Projeto de Lei de Iniciativa Popular Sobre Território Pesqueiro" (2013). Além de outros textos e materiais de suporte ao trabalho com as comunidades..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2013
Mapeamento dos Territórios Pesqueiros de Acupe - Santo Amaro (BA)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Guiomar Inez Germani em 30/12/2013.
Descrição: Este Mapeamento faz parte das atividades desenvolvidas pelo Projeto GeografAR na Rede Interdisciplinar de Pesquisa-Ação com Comunidades Pesqueiras Tradicionais da Bahia. Trata-se de um Projeto de Extensão e Pesquisa interdisciplinar com comunidades pesqueiras tradicionais numa perspectiva de articulação de saberes tradicionais e acadêmicos. Neste projeto busca-se, tambem, elaborar uma metodologia para Mapeamento dos Territórios Pesqueiros no Estado da Bahia tendo recorte espacial a Comunidade Tradicional Pesqueira de Acupe (BA)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Projetos de ensino


2018 - Atual
Educação do Campo e Formação de Professores: construindo novas práticas e refletindo outros saberes
Descrição: A atividade proposta consiste no desenvolvimento ações formativas para os sujeitos oriundos das comunidades tradicionais pesqueiras do Distrito de Governador João Durval Carneiro ? Feira de Santana (BA), tendo como referência uma pedagogia que dialogue com os saberes tradicionalmente construídos e os modos de vida destas comunidades. A partir da articulação de atividades de ensino, pesquisa e extensão busca-se ainda a efetivação de novas pontes de dialogo e troca de conhecimentos entre as comunidades envolvidas, docentes e discentes da UFRB e demais IEs parceiras. Metodologicamente, as atividades planejadas encontram-se organizadas através de eixos principais: Concepções e Princípios da Educação do Campo; Questão Agrária, Comunidade Tradicional e Formação de Professores; Concepções e Princípios da Agroecologia; Escola do Campo e formação de professores por área do conhecimento; Trabalhando novas práticas pedagógicas na Educação do Campo; Escola e Comunidade: um diálogo necessário, etc. A partir desses eixos, serão desenvolvidas oficinas de formação política, oficinas de formação de professores por área do conhecimento, rodas de conversas, seminários temáticos entre outras atividades que contribuam na melhoria da qualidade de vida dos das comunidades envolvidas, tendo como enfoque nesse momento, o espaço escolar. Nosso público alvo consiste em Professores (as) das escolas do Campo do Distrito de João Durval Carneiro ? Feira de Santana (BA)..
Situação: Em andamento;
É um projeto em cooperação com: Instituição de Ensino.
Em relação a temática: Formação inicial ou continuada de professores.
Natureza: Ensino.
Objetivos e metas: Desenvolver ações formativas para os sujeitos oriundos das comunidades tradicionais pesqueiras do Distrito de Governador João Durval Carneiro ? Ipuaçu (Feira de Santana/BA), em especial para os docentes que lecionam nas escolas situadas nesses espaços, tendo como referência uma pedagogia que dialogue com os saberes tradicionalmente construídos e os modos de vida destas comunidades..
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Kássia Aguiar Norberto Rios - Coordenador / Rafael Medeiros - Integrante / ELISANDRA GOMES DOS SANTOS - Integrante / Mariana Alves dos Santos - Integrante.


Outros Projetos


2018 - Atual
Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Comunidades e Territórios Tradicionais (LIECTT)
Descrição: O objetivo central do LIECTT é desenvolver ações de ensino, pesquisa e extensão de cunho interdisciplinar voltadas a analise e discussão das múltiplas territorialidades que caracterizam as comunidades tradicionais do estado da Bahia e as inúmeras contradições que envolvem historicamente os seus territórios. Tomando como categoria analítica a questão agrária, em sua dimensão territorial, tais atividades serão desenvolvidas envolvendo discentes e docentes de diversos cursos da UFRB e IES parceiras, assim como integrantes de movimentos sociais..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2018 - Atual
Grupo de Pesquisa em Geotecnologias, Sociedade e Natureza (GEOTEC - IFBA/CNPQ)
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2010 - Atual
Rede Interdisciplinar de Pesquisa Ação com Comunidades Tradicionais Pesqueiras na Bahia
Descrição: Trata-se de um Projeto de Extensão e Pesquisa interdisciplinar com comunidades pesqueiras tradicionais numa perspectiva de articulação de saberes tradicionais e acadêmicos, de promoção do manejo participativo dos recursos ambientais e de transversalizacão da discussão de etnia e equidade de gênero. O projeto articula vários grupos de extensão e pesquisa da Ufba, tais como Marsol (Ibio), GeografAR (Igeo), Saude Ocupacional de Pescadores Tradicionais (Fameb), Contabilidade do 3º setor (FCC), Economia Solidária (ADM). As principais linhas de ação são: Produção e consumo sustentável de ostras; Fortalecimento do trabalho cooperativo; Controle sanitário de ostras cultivadas, Saúde do(a) trabalhador(a) da pesca e mariscagem (acidentes com organismos de importância médica); Co-manejo de atividade extrativista em bancos de moluscos; Mapeamento biorregional de elementos ambientais e territoriais..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Entrelaçando: Revista Eletrônica de Culturas e Educação
2015 - Atual
Periódico: Revista Extensão
2016 - Atual
Periódico: Revista Documenta


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
RIOS, K. A. N2016RIOS, K. A. N. CONFLITOS E RESISTÊNCIA: COMUNIDADES TRADICIONAIS PESQUEIRAS DA BAHIA. Cadernos do CEAS, v. 1, p. 347-364, 2016.

2.
RIOS, K. A. N2011RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (Bahia - Brasil) e as mudanças territoriais a partir da inserção da atividade da carcinicultura. Revista Geografica de America Central (online), v. 2, p. 1-17, 2011.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
RIOS, K. A. N; LIMA, S. L. S. (Org.) ; REIS, M. L. (Org.) ; FREITAS, G. M. C. (Org.) . Ebook do II Seminário Internacional de Educação do Campo III Seminário Estadual de Educação do Campo (Bahia) I Encontro do PROCAMPO Nordeste. 1. ed. Feira de Santana: , 2015. v. 1.

2.
RIOS, K. A. N; RIOS, R. B. (Org.) . Diferentes abordagens teórico-metodológicas na Geografia: contribuições para novos direcionamentos.. 1. ed. São Paulo: Livre Expressão, 2014. 204p .

Capítulos de livros publicados
1.
RIOS, K. A. N; ACCIOLY, M. C. ; REGO, J. C. V. . Sustentabilidade dos territórios Pesqueiros Tradicionais: riscos produzidos pela invisibilidade da pesca tradicional diante das políticas públicas. In: Silvio Crestana, Elisabete Gabriela Castellano e Alexandre Rossi. (Org.). Coleção Direito Ambiental: Bens e Recursos Ambientais e o Direito Ambiental. 3ed.Brasilia: DF: Embrapa, 2017, v. 3, p. 847-864.

2.
NASCIMENTO, E. S. ; RIOS, K. A. N . A formação e atuação dos professores nos espaços rurais: a educação do campo como uma 'nova' possibilidade.. In: Silvana Lucia da Silva Lima, Maira Lopes dos Reis, Gilselia Macedo Cardoso, Kassia Aguiar Norberto Rios. (Org.). E-book II Seminário Internacional de Educação do Campo III Seminário Estadual de Educação do Campo (Bahia) I Encontro do PROCAMPO Nordeste. 1ed.Feira de Santana: , 2015, v. 1, p. 1-15.

3.
RIOS, K. A. N. Um olhar teórico-prático sobre as disputas territoriais existentes nas comunidades tradicionais pesqueiras na Bahia. In: Rios, K. A. N ; Rios, R. B.. (Org.). Diferentes abordagens teórico-metodológicas na Geografia: contribuições para novos direcionamentos.. 1ed.São Paulo: Livre Expressão, 2014, v. 1, p. 59-82.

4.
RIOS, K. A. N; RIOS, R. B. . Saberes cartográficos e ação social: ensino e representação/compreensão da cartografia em comunidades tradicionais. In: Jussara Fraga Portugal; Simone Santos de Oliveira; Tanea Regina Dias Silva Pereira. (Org.). (Geo)grafias e linguagens: concepções, pesquisas e experiências formativas. 1ed.Curitiba: Editora CRV, 2013, v. 1, p. 85-96.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RIOS, K. A. N. OS TERRITÓRIOS DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA: CONTRADIÇÕES, DISPUTAS E RESISTÊNCIA. In: II Simpósio Baiano de Geografia Agrária, 2017, Salvador. Anais do II Simpósio Baiano de Geografia Agrária. Salvador, 2017. v. 1. p. 1-14.

2.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . O saber-fazer-ser pescador artesanal no estado da Bahia: produção, cotidiano e conflitos. In: III Seminário Nacional Espaços Costeiros, 2016, Salvador. Anais do III Seminário Nacional Espaços Costeiros. Salvador, 2016. v. 1. p. 1-15.

3.
RIOS, K. A. N. COMUNIDADES TRADICIONAIS PESQUEIRAS DA BAHIA: UM HISTÓRICO DE CONTRADIÇÕES E RESISTÊNCIA. In: XXIII ENGA - Encontro Nacional de Geografia Agrária, 2016, São Cristovão - SE. Anais do XXIII ENGA, 2016. v. 1. p. 1-15.

4.
RIOS, K. A. N. AVANÇOS E CONTRADIÇÕES DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA ? BRASIL: A NECESSIDADE DA REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS. In: XV ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA ?Por una América Latina unida y sostenible?, 2015, La Habana. Anais do XV ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA ?Por una América Latina unida y sostenible?. La Habana, 2015. v. 1. p. 578.

5.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Territórios Terra e Água no Distrto de Acupe - Santo Amaro (Bahia - Brasil): Pescadores Artesanais e Carcinicultores. Contradições na produção do espaço local.. In: XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina. Reencuentro de Sabares Territoriales Latinoamericanos., 2013, Lima, Peru. Anais do XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina. Reencuentro de Sabares Territoriales Latinoamericanos., 2013. v. 1. p. 1-19.

6.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Espacialização da Atividade Pesqueira no estado da Bahia: um olhar sobre a organização dos pescadores(as) artesanais. In: II Seminário Nacional Espaço Costeiros, 2013, Salvador. Anais do II Seminário Nacional Espaço Costeiros. Salvador, 2013. v. 1. p. 1-17.

7.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Pesca Artesanal no estado da Bahia: das contradições a luta pela permanência nos Territórios Pesqueiros. In: VI Simpósio Internacional de Geografia Agrária; VII Simpósio Nacional de Geografia Agrária, 2013, João Pessoa. Anais do VI Simpósio Internacional de Geografia Agrária; VII Simpósio Nacional de Geografia Agrária. João Pessoa - PB, 2013. v. 1. p. 1-12.

8.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Pescadores e Marisqueiras do Distrito de Acupe ? Santo Amaro (BA): saberes e práticas na construção dos territórios pesqueiros. In: XXI Encontro Nacional de Geografia Agrária, 2012, Uberlândia (MG). Anais do XXI Encontro Nacional de Geografia Agrária. Uberlância (MG), 2012. p. 1-22.

9.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (Bahia - Brasil) e as mudanças territoriais a partir da inserção da carcinicultura. In: XIII Encontro de Geografos da America Latina, 2011, San José. Anais do XIII Encontro de Geografos da America Latina. San José: UNA, 2011. p. 1-11.

10.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Reflexões sobre a atividade da pesca artesanal e da carcinicultura no Estado da Bahia. In: I Seminário Espaços Costeiros, 2011, Salvador. Anais do I Seminário Espaços Costeiros, 2011. p. 1-15.

11.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Carcinicultura e comunidades pesqueiras: produção do espaço no Distrito de Acupe/ Santo Amaro ? BA. In: XVI Encontro Nacional de Geógrafos . Crises, Práxis e Autonomia: Espaços de Resistências e de Esperança, 2010, Porto Alegre - RS. XVI Encontro Nacional de Geógrafos . Crises, Práxis e Autonomia: Espaços de Resistências e de Esperança, 2010. p. 1-9.

12.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Turismo como Alternativa para o desenvolvimento sustentável do Estado da Bahia. In: XV Encontro de Geógrafos do Ceará: ?A geográfica cearense Contemporânea: produção, práxis e bases epistêmicas?, 2009, Fortaleza. XV Encontro de Geógrafos do Ceará: ?A geográfica cearense Contemporânea: produção, práxis e bases epistêmicas?, 2009.

13.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Ensino da Geografia: O Uso de Recursos em Sala de Aula nos Conteúdos Cartográficos. In: XV Encontro de Iniciação à Pesquisa, 2009, Fortaleza. Encontro de Iniciação à Pesquisa, 2009.

14.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Novas tecnologias aplicadas ao ensino em sala de aula: o uso da tv pendrive nas escolas públicas de Salvador - BA. In: IX Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa, 2009, Fortaleza. Encontro de Iniciação à Pesquisa, 2009.

15.
RIOS, K. A. N; TELES, G. . Análise histórica das tendências e desafios do planejamento urbano de Fortaleza. In: XIV Encontro de Iniciação à Pesquisa, 2008, Fortaleza. Encontro de Iniciação à Pesquisa. Fortaleza: UNIFOR, 2008.

16.
RIOS, K. A. N; RIOS, R. B. . Cartografia: aplicando o SIG para o monitoramento de doenças tropicais. In: XII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 2007, Natal. Anais do XII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. Natal: UFRN, 2007. v. 1. p. 1278-1289.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
RIOS, K. A. N. A QUESTÃO DA LUTA NA/ PELA TERRA E ÁGUA DOS PESCADORES ARTESANAIS BAIANOS: ALGUMAS REFLEXÕES. In: CONGRESSO DA UFBA PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO, 2017, Salvador. Caderno de Resumos do CONGRESSO DA UFBA PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO. Salvador: EDUFBA, 2017. v. 1. p. 1085-1085.

2.
RIOS, K. A. N. Territórios em Disputa: Desafios do Processo de Regularização dos Territórios Pesqueiros no Litoral Baiano. Um olhar sobre a comunidade pesqueira de Ilha de Maré (BA).. In: I Colóquio GeografAR - A Geografia dos Assentamentos na Área Rural, 2016, Salvador. Caderno de Resumos - I Colóquio GeografAR - A Geografia dos Assentamentos na Área Rural, 2016. v. 1.

3.
RIOS, K. A. N. AVANÇOS E CONTRADIÇÕES DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA ? BRASIL: A NECESSIDADE DA REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS. In: XV ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA ?Por una América Latina unida y sostenible?, 2015, La Habana. Anais do XV ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA ?Por una América Latina unida y sostenible?. La Habana, 2015. v. 1. p. 1-1.

4.
RIOS, K. A. N; NASCIMENTO, E. S. . A formação e atuação dos professores nos espaços rurais: a educação do campo como uma 'nova' possibilidade.. In: II Seminário Internacional de Educação do Campo, 2015, Feira de Santana. Caderno de Resumo do II Seminário Internacional de Educação do Campo. Feira de Santana: UFRB/UEFS/IFBAIANO, 2015. v. 1. p. 151-152.

5.
RIOS, K. A. N; NUNES, M. S. ; FERREIRA, F. S. ; SILVA, J. S. . O uso do diagnostico participativo para analise da questão agrária e educação do campo no município de Amargosa - Ba. In: II Seminário Internacional de Educação do Campo, 2015, Feira de Santana. Caderno de Resumo do II Seminário Internacional de Educação do Campo. Feira de Santana: UFRB/UEFS/IFBAIANO, 2015. v. 1. p. 144-145.

6.
RIOS, K. A. N; OLIVEIRA, N. B. ; CONCEICAO, E. S. . Discutindo a questão agrária e a educação do campo no município de Amargosa - BA. In: II Seminário Internacional de Educação do Campo, 2015, Feira de Santana. Caderno de Resumo do II Seminário Internacional de Educação do Campo. Feira de Santana: UFRB/UEFS/IFBAIANO, 2015. v. 1. p. 159-160.

7.
RIOS, K. A. N; FREITAS, G. M. C. ; LIMA, S. L. S. . Licenciatura em Educação do Campo- Ciências Agrárias na UFRB: resultado da articulação entre Movimentos Sociais e Sindicais do Campo e o Poder Público.. In: IV Seminário da Licenciatura em Educação do Campo,, 2014, Belém do Pará. Caderno do IV Seminário da Licenciatura em Educação do Campo,. Belém do Pará, 2014. v. 1. p. 1.

8.
RIOS, K. A. N. Pescadores Artesanais e Carcinicultores no estado da Bahia: das contradições aos conflitos. In: XXXII SEMEP / XIV SEMPPG, 2013, Salvador. Livro de Resumos. Salvador: EDUFBA, 2013. v. 1. p. 1-1.

9.
RIOS, K. A. N. As múltiplas territorialidades dos pescadores artesanais de Acupe - Santo Amaro (BA). In: III Encontro de São Lázaro, 2012, Salvador. III Encontro de São Lázaro: resumos e programação. Salvador: Quarteto, 2012. p. 233-233.

10.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Atividade Pesqueira e Produção do Espaço: Pescadores Artesanais e Carcinicultores no distrito de Acupe - Santo Amaro (BA).. In: Seminários Orientados de Pesquisa ?O Espaço Geográfico em Debate? - Ano IX, 2011, Salvador. Caderno de Resumos do Seminários Orientados de Pesquisa ?O Espaço Geográfico em Debate? - Ano IX. Salvador: EDUFBA, 2011. v. 62f.. p. 47-47.

11.
RIOS, K. A. N. Organização Institucional e Produção da Atividade Pesqueira no Brasil. In: XII Seminário de Pesquisa, Criação, Inovação e Pós-Graduação e XXX Seminário Estudantil de Pesquisa, Criação, Inovação e Pós-graduação, 2011, Salvador. Caderno de Resumos do XI Seminário de Pesquisa, Criação, Inovação e Pós-Graduação; XI Seminário de Pesquisa, Criação, Inovação e Pós-Graduação. Salvador: EDUFBA, 2011. p. 118-118.

12.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (BA): Contradições na produção do espaço local. In: XI SEMPPG - Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação - XXIX SEMEP, 2010, Salvador-BA. Livro de Resumos do XI SEMPPG - Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação - XXIX SEMEP. Salvador- BA: EDUFBA, 2010. p. 1-1.

13.
RIOS, K. A. N; MORAES, J. S. D. ; SOUSA, R. ; PEREIRA, J. . Praia de Iracema: urbanização, turismo e impactos ambientais. In: Anais do XII Encontro à Iniciação a Pesquisa, 2007, Fortaleza. Resumos do XIII Encontro de Iniciação à Pesquisa. Fortaleza: Unifor, 2007. v. 1. p. 39-39.

14.
RIOS, K. A. N; MORAES, J. S. D. ; SOUSA, R. . A Constante Redução dos Manguezais na área de Acaraú. In: XIII Encontro de Iniciação à Pesquisa, 2007, Fortaleza. Anais do XIII Encontro de Iniciação à Pesquisa. Fortaleza: Unifor, 2007. v. 1. p. 39-39.

15.
RIOS, K. A. N. A constante redução dos manguezais na area de Acaraú e os impactos ambientais ocasionados pela carcinicultura. In: XII Encontro de Iniciação a Pesquisa da Unifor, 2006, Fortaleza. Caderno de Resumos do XII Encontro de Iniciação a Pesquisa da Unifor. Fortaleza: Unifor, 2006. v. 1. p. 228-228.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, T. A. ; RIOS, K. A. N ; ALCANTARA, D. M. . Escola das Águas: quadro educacional. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. ; SANTOS, Tiago Rodrigues ; ALCANTARA, D. M. . Questão Agrária e Comunidades Tradicionais. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
PEREIRA, B. P. ; RIOS, K. A. N . O processo de formação sócio territorial da cidade de Itaguaçu da Bahia na perspectiva da questão agrária: algumas considerações. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SANTOS, T. A. ; RIOS, K. A. N . Escola das águas: uma proposta de educação pensada e construída pelas comunidades tradicionais pesqueiras do estado da Bahia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
SANTOS, M. A. ; RIOS, K. A. N . EDUCAÇÃO DO CAMPO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO DISTRITO DE GOVERNADOR JOÃO DURVAL CARNEIRO/IPUAÇU - FEIRA DE SANTANA/BA: RELATOS DE EXPERIÊNCIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
SANTOS, M. S. Q. ; RIOS, K. A. N . DESAFIOS E POSSIBILIDADES DO ENSINO DA GEOGRAFIA NAS ESCOLAS DO CAMPO: UMA ANALÍSE A PARTIR DO CONTEXTO DA ESCOLA DOUTOR EDVALDO BRANDÃO CORREIA NO MUNICIPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA- BAHIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
PEREIRA, B. P. ; RIOS, K. A. N . A MATERIALIZAÇÃO DA QUESTÃO AGRÁRIA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO ALEGRE, POVOADO DO MUNICÍPIO DE ITAGUAÇU DA BAHIA: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
PEREIRA, E. B. ; RIOS, K. A. N . REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DO TERRITÓRIO QUILOMBOLA DE MASSARANDUBA- IRARÁ(BA): DESAFIOS E PERSPECTIVAS. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
SOUSA, J. F. ; NOVAES, E. D. ; BRITO, G. A. ; RIOS, K. A. N . FACES E INTERFACES DOS SUJEITOS DO CAMPO: A IMPORTÂNCIA DO PROTAGONISMO CAMPONÊS PARA REAFIRMAÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CAMPO. RELATOS DE EXPERIÊNCIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
MEDEIROS, R. ; SANTOS, E. G. ; RIOS, K. A. N . OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NAS ESCOLAS DO CAMPO: UMA ANÁLISE DA REALIDADE VIVENCIADA NO DISTRITO DE GOVERNADOR JOÃO DURVAL CARNEIRO (IPUAÇU) ? FEIRA DE SANTANA, BAHIA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
RODRIGUES, O. ; ALEXANDRE, C. ; MEDEIROS, R. ; RIBEIRO, F. ; SANTOS, E. G. ; RIOS, K. A. N . Desafios e conflitos socioambientais vivenciados pela comunidade tradicional pesqueira de mergulho - Distrito de João Durval - Feira de Santana (BA). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
RIOS, K. A. N. II Simpósio Baiano de Geografia Agrária. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
RIOS, K. A. N; SANTOS, T. A. . Comunidades Tradicionais Pesqueiras na Bahia: algumas considerações. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
RIOS, K. A. N. Territórios em Disputa: Desafios do Processo de Regularização dos Territórios Pesqueiros no Litoral Baiano. Um olhar sobre a comunidade pesqueira de Ilha de Maré (BA).. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
RIOS, K. A. N. O saber-fazer-ser pescador artesanal no estado da Bahia: produção, cotidiano e conflitos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
RIOS, K. A. N. AVANÇOS E CONTRADIÇÕES DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA ? BRASIL: A NECESSIDADE DA REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
RIOS, K. A. N. AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA UFBA NA FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOCENTE: RECONHECIMENTO AOS SEUS 20 ANOS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
RIOS, K. A. N. Entre contradições e conflitos: a luta pela permanencia nos territorios pesqueiros.... 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
RIOS, K. A. N. A pesca e os pescadores artesanais na Bahia - abordagem teórica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
RIOS, K. A. N. TERRITÓRIOS TERRA E ÁGUA NO DISTRITO DE ACUPE ? SANTO AMARO (BAHIA ? BRASIL): Pescadores Artesanais e Carcinicultores. Contradições na produção do espaço local.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
RIOS, K. A. N. Espacialização da Atividade Pesqueira no estado da Bahia: um olhar sobre a organização dos pescadores(as) artesanais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

22.
RIOS, K. A. N. Mapeamento dos Territórios Produtivos dos Pescadores (as) Artesanais de Acupe - Santo Amaro (BA). 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
RIOS, K. A. N. Regularização dos Terriórios das Comunidades Tradicionais Pesqueiras: desafios perspectivas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
RIOS, K. A. N. Territórios de Pesca. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Pesca Artesanal no estado da Bahia: das contradições a luta pela permanência nos territórios pesqueiros. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

26.
RIOS, K. A. N; SANTOS, T. A. . Comunidades Tradicionais: lutas pelo território pesqueiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

27.
RIOS, K. A. N. Identidade e Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
RIOS, K. A. N. Pescadores (as) artesanais e a luta pela permanência nos territórios pesqueiros. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

29.
RIOS, K. A. N. Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (Bahia-Brasil) e as mudanças territoriais a partir da inserção da atividade da carcinicultura. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

30.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Reflexões sobre a atividade da pesca artesanal e da carcinicultura no Estado da Bahia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

31.
RIOS, K. A. N. ATIVIDADE PESQUEIRA E PRODUÇÃO DO ESPAÇO: Pescadores artesanais e carcinicultores no Distrito de Acupe - Santo Amaro (BA). 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

32.
RIOS, K. A. N. Organização Institucional e Produção da Atividade Pesqueira no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

33.
RIOS, K. A. N. Pescadores Artesanais e os Territórios terra e água. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
RIOS, K. A. N; SILVA, Paulo Henrique C. . Estratégias para Reconhecimento e Defesa dos Territórios Pesqueiros. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
RIOS, K. A. N. Carcinicultura e comunidades pesqueiras: produção do espaço no Distrito de Acupe/ Santo Amaro - BA. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

36.
RIOS, K. A. N. Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (BA): Contradições na produção do espaço local. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

37.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Turismo como Alternativa para o Desenvolvimento Sustentável do Estado da Bahia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Novas tecnologias aplicadas ao ensino em sala de aula: o uso da tv pendrive nas escolas públicas de Salvador - BA. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

39.
RIOS, K. A. N; SILVA, José Carlos de Lima . Ensino da Geografia: O Uso de Recursos em Sala de Aula nos Conteúdos Cartográficos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

40.
RIOS, K. A. N; TELES, G. . Análise Histórica das tendências e desafios do planejamento urbano de Fortaleza. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

41.
RIOS, K. A. N. Caminhos e descaminhos Pecorridos na construção do território litorâneo cearense: um olhar sobre a praia de Iracema. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

42.
RIOS, K. A. N; PEREIRA, J. ; SOUSA, R. . A constante redução da área de manguezal no municipio de Acaraú- CE. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

43.
RIOS, K. A. N; MORAES, J. S. D. . A Constante Redução dos Manguezais na área de Acaraú e os impactos ambientais ocasionados pela carcinicultura. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

44.
RIOS, K. A. N; SOUSA, R. ; MORAES, J. S. D. ; PEREIRA, J. . Praia de Iracema: Urbanização, Turismo e Impactos Ambientais. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

45.
RIOS, K. A. N. Praia de Iracema: processo histórico geográfico. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
RIOS, K. A. N. A QUESTÃO DA LUTA NA/PELA TERRA E ÁGUA DOS PESCADORES ARTESANAIS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS DO PROCESSO DE REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS DE ILHA DE MARÉ (BA). Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2018 (Resumo - Periódico Entrelaçando ? Revista Eletrônica de Culturas e Educação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - Projetos de pesquisa para o Edital nº 02/2018/PRPGI ? PIBIC IFBA/FAPESB/CNPq. 2018.

2.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - Projetos/Programas de Extensão EDITAL 03/2018 PIBEX ? Chamada para seleção de propostas de Projetos e Programas de Extensão Universitária. 2018.

3.
RIOS, K. A. N. Comissão Cientifica - II Encontro Baiano de Educação do Campo:. 2018.

4.
RIOS, K. A. N. Comissão Cientifica IV SIEPE - UFRB. 2018.

5.
RIOS, K. A. N. Comissão Científica Fórum 20 de Novembro - UFRB. 2018.

6.
RIOS, K. A. N. Comissão Científica IV Seminário de Integração Ensino Pesquisa e Extensão do Cetens. 2018.

7.
RIOS, K. A. N. Parecerista - Artigos enviados a revista Extensão UFRB. 2018.

8.
RIOS, K. A. N. Comissão Cientifica - II Simpósio Baiano de Geografia Agrária: entre a teoria e a prática, articulações e resistencia. 2017.

9.
RIOS, K. A. N. Comissão Cientifica - IV Fórum de Licenciaturas da UFRB / V Seminário Institucional do PIBID UFRB / IV Seminário Institucional do PIBID Diversidade UFRB / I Encontro Institucional do PARFOR UFRB. 2017.

10.
PORTO, K. S. ; RIOS, K. A. N . Comissão Cientifica - III Fórum 20 de Novembro/CETENS. 2017.

11.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - IV Fórum de Licenciaturas da UFRB / V Seminário Institucional do PIBID UFRB - Eixo Formação Docente na Educação do Campo. 2017.

12.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - IV Fórum de Licenciaturas da UFRB / V Seminário Institucional do PIBID UFRB - Eixo Juventude, Educação, Trabalho e Sociedade. 2017.

13.
RIOS, K. A. N. Parecerista - Artigos enviados a revista Extensão UFRB. 2016.

14.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - Trabalhos submetidos ao III Fórum de Licenciaturas da UFRB. 2016.

15.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - IV RECONCITEC - Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia. 2016.

16.
RIOS, K. A. N. Concessão de incentivo a produção científica, técnica e artística. 2015.

17.
RIOS, K. A. N. Avaliador Ad Hoc no X CONNEPI ? Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação. 2015.

18.
RIOS, K. A. N. Comite Cientifico - II Seminário Internacional de Educação do Campo na Bahia. 2015.

19.
RIOS, K. A. N. Parecerista - Artigos enviados a revista Extensão UFRB. 2015.

20.
RIOS, K. A. N. Parecerista - Artigos submetidos a Revista Entrelaçando. 2014.

21.
RIOS, K. A. N. Parecerista - Concessão de incentivo a produção científica, técnica e artística. 2014.

22.
RIOS, K. A. N. Avaliadora - Artigo Cientifico submetido ao VIII Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação. 2013.

Redes sociais, websites e blogs
1.
SANTOS, T. A. ; RIOS, K. A. N . Co-gestora da Página da Campanha pelo Território Pesqueiro/UFBA. 2013; Tema: Co-gestora da Página da Campanha pelo Território Pesqueiro/UFBA. (Rede social).

2.
RIOS, K. A. N. Co-gestora de Geografia do Portal do Universidade para Todos - UPT (UNEB). 2012; Tema: Co-gestora de Geografia do Portal do Universidade para Todos - UPT (UNEB). (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
RIOS, K. A. N. Escolas do Campo e Formação de Professores. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
RIOS, K. A. N. Concepções e Princípios da Educação do Campo. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
RIOS, K. A. N. Questão Agrária e Comunidades Tradicionais. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
RIOS, K. A. N. Entrelaçando ? Revista Eletrônica de Culturas e Educação - Caderno Temático: Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo - CETENS. 2018. (Editoração/Periódico).

5.
RIOS, K. A. N; BORGHI, I. M . Regimento de Trabalho de Conclusão de Curso - Licenciatura em Pedagogia com ênfase em Educação do Campo. 2018. (Comissão de Elaboração).

6.
DIORIO, A. P. ; SANTOS, F. M. ; VELOSO. T ; SANTOS, L. O. ; RIOS, K. A. N . Comissão de Reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação com Habilitações em Ciências da Natureza e Matemática. 2018. (Projeto Pedagógico de Curso).

7.
RIOS, K. A. N. Comissão Eleitoral - Recomposição do Colegiado do Curso de Bacharelado Interdisciplinar em Energia e Sustentabilidade. 2018. (Comissão Eleitoral - Recomposição do Colegiado de Curso).

8.
RIOS, K. A. N. Comissão Eleitoral - Composição do Colegiado do Curso de Engenharia de Energias. 2018. (Comissão Eleitoral - Composição de Colegiado).

9.
RIOS, K. A. N. Comissão de Reformulação do Regimento Geral de Trabalho de Conclusão de Curso da UFRB. 2018. (Comissão de Reformulação).

10.
RIOS, K. A. N. Território da Mariscagem - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Carta).

11.
RIOS, K. A. N. Território da Agricultura e Extrativismo Vegetal - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

12.
RIOS, K. A. N. Poligonal do território quilombola reivindicado - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

13.
RIOS, K. A. N. Território da Pesca - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Carta).

14.
RIOS, K. A. N. Principais disputas e conflitos territoriais identificados em comunidades tradicionais pesqueiras do litoral e do Rio São Francisco. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

15.
RIOS, K. A. N. Principais disputas e conflitos territoriais vivenciados pelas comunidades tradicionais pesqueiras no território articulado terra e água - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Carta).

16.
RIOS, K. A. N. Territórios de Identidade com Atuação do MPP - BA (2016). 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

17.
RIOS, K. A. N. Território Articulado Terra e Água das comunidades tradicionais pesqueiras da Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

18.
RIOS, K. A. N. Território Quilombola reivindicado - Ilha de Maré. 2017. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

19.
RIOS, K. A. N; MPP . Identificação, reconhecimento e georreferenciamento do território pesqueiro de Ilha de Maré. 2017. (Oficina de Cartografia).

20.
RIOS, K. A. N; MPP . Comunidades Tradicionais Pesqueiras e Quilombolas da Ilha de Maré: reconhecimento do território local. 2017. (Oficina de Geografia).

21.
RIOS, K. A. N. Identificação dos conflitos socio territoriais vivenciados em Ilha de Maré - BA. 2017. (Oficina de Cartografia).

22.
RIOS, K. A. N; PORTO, K. S. ; REIS, M. L. ; LIMA, S. L. S. ; BORGHI, I. M . Resolução que dispõe sobre a oferta e funcionamento de cursos de Educação do Campo na UFRB.. 2017. (Comissão de Elaboração).

23.
RIOS, K. A. N. Coordenação Sessão de Comunicação Educação, Gênero e Sexualidades. 2017. (Coordenação de Sessão de Comunicação).

24.
VELOSO. T ; SANTOS, L. O. ; RIOS, K. A. N . Projeto Pedagógico do Curso de Tecnologia em Alimentos - Educação do Campo. 2017. (Projeto Pedagógico de Curso).

25.
RIOS, K. A. N; MPP . Território Articulado das comunidades tradicionais pesqueiras da Ilha de Maré - BA: reconhecendo os lugares históricos. 2017. (Oficina de Geografia).

26.
RIOS, K. A. N. Área de Pesca das comunidades tradicionais pesqueiras da BTS. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

27.
RIOS, K. A. N. Distribuição dos discentes do Curso de Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática (UFRB) por território de identidade e seus respectivos municípios de origem. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

28.
RIOS, K. A. N. Comunidades Tradicionais Pesqueiras Identificadas no litoral baiano. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

29.
RIOS, K. A. N. Principais disputas territoriais envolvendo comunidades tradicionais pesqueiras e quilombolas na BTS. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

30.
RIOS, K. A. N. Comunidades Tradicionais Pesqueiras Identificadas no estado da Bahia. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

31.
RIOS, K. A. N. Localização das Resex Marinha no litoral baiano. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Carta).

32.
RIOS, K. A. N. Comunidades Tradicionais Pesqueiras e Quilombolas na Baía de Todos os Santos. 2016. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

33.
RIOS, K. A. N. Membro da Comissão de Elaboração do Processo Seletivo para estudantes nos Cursos de Tecnologia em Agroecologia - UFRB. 2016. (Processo Seletivo).

34.
RIOS, K. A. N. Formação Territorial do Brasil, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e Educação do Campo. 2016. (Oficina).

35.
RIOS, K. A. N; BORGHI, I. M ; DIORIO, A. P. ; PORTO, K. S. . Regimento de Trabalho de Conclusão de Curso - Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática. 2016. (Comissão de Elaboração).

36.
RIOS, K. A. N. Embarcações pesqueiras cadastradas no MPA/BA 2013 - 2014. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

37.
RIOS, K. A. N. Comunidades Tradicionais Pesqueiras Identificadas no estado da Bahia. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

38.
RIOS, K. A. N. Principais conflitos existentes nas comunidades tradicionais pesqueiras identificadas no estado da Bahia. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

39.
RIOS, K. A. N. Pescadores(as) Artesanais cadastrados no MPA/BA 2015. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

40.
RIOS, K. A. N. Atuação do Conselho Pastoral do Pescadores - Regional Bahia. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

41.
RIOS, K. A. N. Principais conflitos identificados em comunidades tradicionais pesqueiras do litoral baiano. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

42.
RIOS, K. A. N. Colônias, Associações, Cooperativas e Sindicatos de Pesca cadastrados no MPA/BA 2015. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

43.
RIOS, K. A. N. Atuação do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais no estado da Bahia. 2015. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

44.
RIOS, K. A. N. Geografia, Questão Agrária e Educação do Campo. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

45.
RIOS, K. A. N. Caderno de Resumos do II Seminário Internacional de Educação do Campo. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Anais do II Seminário Internacional de Educação do Campo - Caderno de Resumos).

46.
LIMA, S. L. S. ; VELOSO. T ; RIOS, K. A. N ; BORGHI, I. M ; FREITAS, G. M. C. . Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Pedagogia com ênfase em Educação do Campo - PARFOR. 2015. (Projeto Pedagógico de Curso).

47.
RIOS, K. A. N. Organização sociopolítica e institucional dos pescadores artesanais na Bahia. 2015. (Oficina).

48.
RIOS, K. A. N. Atividade pesqueira na Baía de Todos os Santos: complexidades e especificidades. 2015. (Oficina).

49.
ALCANTARA, D. M. ; ARTESANAIS, M. P. E. P. ; RIOS, K. A. N . Areás de pesca e conflitos por terra em Salinas das Margaridas. 2014. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

50.
RIOS, K. A. N. Questão Agrária e Educação do Campo. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

51.
RIOS, K. A. N; ACCIOLY, M. C. ; REGO, J. C. V. . Identificação dos impactos ambientais, sociais e econômicos nas comunidades tradicionais pesqueiras de Ilha de Maré decorrentes dos ?acidentes? ocorridos no Porto de Aratu.. 2014. (Oficina).

52.
RIOS, K. A. N; SANTOS, T. A. . Mapeando as comunidades Tradicionais Pesqueiras na Bahia e áreas de pesca. 2014. (Oficina).

53.
RIOS, K. A. N; SANTOS, T. A. . Identificação dos conflitos territoriais em áreas de comunidades tradicionais pesqueiras na Bahia. 2014. (Oficina).

54.
RIOS, K. A. N. Questão Agrária e Educação do Campo no Município de Brejões - BA. 2014. (Oficina).

55.
RIOS, K. A. N; REIS, M. L. . O uso de mapas mentais como forma de espacialização e análise da Questão Agrária na Bahia. 2014. (Oficina).

56.
RIOS, K. A. N. Membro da Comissão de Elaboração do Processo Seletivo para estudantes nos Cursos de Educação do Campo - UFRB. 2014. (Processo Seletivo).

57.
RIOS, K. A. N; ACCIOLY, M. C. ; SILVA, Paulo Henrique C. ; BARROS, M. . Impactos da Dragagem do Estaleiro Enseada do Paraguaçu na Região do Baixo Paraguaçu. 2013. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).

58.
RIOS, K. A. N; ARAUJO, A. . Desenvolvimento e Sustentabilidade. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

59.
RIOS, K. A. N. Pesca Artesanal, Territórios Pesqueiros e Conflitualidades. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Texto).

60.
RIOS, K. A. N; ARTESANAIS, M. P. E. P. ; CPP ; FUNDAJ ; GEOGRAFAR, P. . O que é o Território Tradicional Pesqueiro?. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha - Projeto de Lei de Iniciativa Popular Sobre Território Pesqueiro).

61.
RIOS, K. A. N; ACCIOLY, M. C. ; SILVA, Paulo Henrique C. . Identificação dos Impactos da Dragagem do Estaleiro Enseada do Paraguaçu na Região do Baixo Paraguaçu. 2013. (Oficina).

62.
RIOS, K. A. N; GEOGRAFAR, P. . Uma trajetória de compromisso, dedicação e seriedade com a pesquisa e o ensino da Ciência Geográfica. 2013. (Homenagem).

63.
RIOS, K. A. N; SILVA, Paulo Henrique C. . A Universidade na Campanha Nacional pela Regularização do Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras. 2013. (Oficina).

64.
RIOS, K. A. N. Economia dos TURFs e Territórios de Pesca. 2013. (Oficina).

65.
RIOS, K. A. N; SANTOS, T. A. . Comunidades Tradicionais: lutas pelo território pesqueiro. 2013. (Oficina).

66.
RIOS, K. A. N; MOURA, Pablicio ; MPP . Mapeamento dos território produtivo dos pescadores(as) artesanais de Acupe - Santo Amaro (BA). 2012. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

67.
RIOS, K. A. N; MOURA, Pablicio ; MPP . Mapeamento dos conflitos territoriais na comunidade tradicional pesqueira de Acupe - Santo Amaro (BA). 2012. (Cartas, mapas ou similares/Outra).

68.
RIOS, K. A. N; ARTESANAIS, M. P. E. P. ; CPP ; GEOGRAFAR, P. ; NABUCO, F. J. . Identidade e Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha para Trabalho de Base da Campanha pelo Território Pesqueiro).

69.
RIOS, K. A. N; NERY, Hernane ; MOREIRA, Rafaela dos Santos . Comunidades Tradicionais e Territórios Pesqueiros. 2012. (Oficina de Geografia).

70.
RIOS, K. A. N; RIOS, R. B. . Cartografia como instrumento de análise e representação do espaço geográfico: a utilização das geotecnologias. 2012. (Oficina de Cartografia).

71.
RIOS, K. A. N; GERMANI, G. I. . Identificação dos Conflitos existentes nas Comunidades Tradicionais Pesquieras no Estado da Bahia. 2012. (Oficina).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
RIOS, K. A. N. Participação em banca de Elisângela Silva do Nascimento.Desafios e Perspectivas da Formação Continuada dos Educadores(as) das Escolas do Campo: um olhar sobre a Escola Municipal Santa Maria - Ubaíra - BA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2.
RIOS, K. A. N. Participação em banca de Alcivan de Jesus.Os desafios do processo de ensino-aprendizagem da Geografia na Escola Jonival Lucas em São Miguel das Matas - BA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

3.
RIOS, K. A. N. Participação em banca de Jamile Santana dos Santos da Conceição.O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e suas contribuições para a Educação do Campo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

4.
RIOS, K. A. N; LIMA, S. L. S.; FREITAS, G. M. C.. Participação em banca de Josiane Oliveira dos Santos.Práticas de Educação Ambiental em uma Escola Municipal de Amargosa - BA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

5.
RIOS, K. A. N; RIOS, R. B.; RODRIGUES, Eder Romagna. Participação em banca de Silvia de Santana Borges.Feira livre de Serrinha: Uma abordagem pelo viés dos dois circuitos da economia urbana. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade do Estado da Bahia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
RIOS, K. A. N. Promoção Docente para a Classe de Assistente da Universidade do Estado da Bahia. 2015. Universidade do Estado da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Fórum Social Mundial.Questão Agrária e Comunidades Tradicionais. 2018. (Outra).

2.
II Encontro Baiano de Educação do Campo. 2018. (Encontro).

3.
III Seminário Escola das Águas.Escola das Águas: quadro educacional. 2018. (Seminário).

4.
IV Seminário de Integração Ensino Pesquisa e Extensão do Cetens. 2018. (Seminário).

5.
Oficina: promoção e vigilância em saúde para implantação de territórios saudáveis e sustentáveis na Ilha de Maré. 2018. (Oficina).

6.
Questão Agrária Pés no Chão. 2018. (Outra).

7.
Reencôncavo 2017.2 - Ledoc CETENS/UFRB. 2018. (Outra).

8.
VI Seminário de Educação do Campo da EFAMI.As politicas públicas e a diversidade: desafios e perspectivas para a Educação do Campo. 2018. (Seminário).

9.
XII Seminário Estudantil de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (SEPIP).EDUCAÇÃO DO CAMPO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO DISTRITO DE GOVERNADOR JOÃO DURVAL CARNEIRO/IPUAÇU - FEIRA DE SANTANA/BA: RELATOS DE EXPERIÊNCIA. 2018. (Seminário).

10.
Encontro de Formação do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais - Bahia. 2017. (Outra).

11.
Excursão científica Toxic Tour, em torno da Ilha de Maré ? BA. 2017. (Outra).

12.
III Seminário de Integração Ensino, Pesquisa e Extensão. 2017. (Seminário).

13.
II Simpósio Baiano de Geografia Agrária.OS TERRITÓRIOS DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA: CONTRADIÇÕES, DISPUTAS E RESISTÊNCIA. 2017. (Simpósio).

14.
IV Fórum das Licenciaturas da UFRB.Coordenação Sessão de Comunicação Educação, Gênero e Sexualidades. 2017. (Outra).

15.
Oficina de Elaboração de Projetos - FAPEX. 2017. (Oficina).

16.
Semana Pedagógica do Cetens 2017.1. 2017. (Outra).

17.
"POPULAÇÃO PRETA DA BAHIA: UMA DISCUSSÃO SOBRE O PERTENCIMENTO ÉTNICO-RACIAL. 2016. (Seminário).

18.
Audiência Pública - Agrotóxicos na Barragem da Pedra do Cavalo. 2016. (Outra).

19.
Audiência Pública - BTS - Frente Parlamentar Ambientalista. 2016. (Outra).

20.
Encontro Nacional das Licenciaturas em Educação do Campo. 2016. (Encontro).

21.
I Colóquio do GeografAR - A Geografia dos Assentamentos na Área Rural.Territórios em Disputa: Desafios do Processo de Regularização dos Territórios Pesqueiros no Litoral Baiano. Um olhar sobre a comunidade pesqueira de Ilha de Maré (BA).. 2016. (Outra).

22.
III Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária 2016 -. 2016. (Outra).

23.
III Seminário Nacional Espaço Costeiros.O saber-fazer-ser pescador artesanal no estado da Bahia: produção, cotidiano e conflitos. 2016. (Seminário).

24.
II Seminário Escola das Águas: Educando nas águas da autonomia. 2016. (Seminário).

25.
Roda de Conversa: Diálogos Cartográficos.Experiências Cartográficas no GeografAR. 2016. (Outra).

26.
Semana Pedagógica 2015.2 - CETENS/UFRB. 2016. (Outra).

27.
Semana Pedagógica 2016.1 - Cetens/UFRB. 2016. (Outra).

28.
Seminário: Os (des)caminhos da Reforma Agrária. 2016. (Seminário).

29.
Seminário "A construção dos sentidos da Educação Formal no contexto das Escolas Públicas do Campo e da Cidade". 2016. (Outra).

30.
?Geografando nas Sextas: 30 anos de Memórias e Rebeldia dos Povos do Campo - Lançamento do Caderno de Conflitos no Campo Brasil ? 2014. 2015. (Seminário).

31.
Consciência Negra: Discussões a cerca da Questão Agrária, Movimentos Sociais e Reforma Agrária no Brasil. 2015. (Outra).

32.
Discussão no auditório Yeda. Do Vale ao Caos, do Caos a Lama; Realização do CRH e GeografAR.. 2015. (Outra).

33.
I Encontro do PROCAMPO Nordeste. 2015. (Encontro).

34.
II Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária: A educação do Campo na construção de um projeto popular para o Brasil (UFRB).. 2015. (Seminário).

35.
II JORNADA UNIVERSITÁRIA EM DEFESA DA REFORMA AGRÁRIA- Questão Agrária no Brasil e na Bahia. 2015. (Seminário).

36.
II Seminário Internacional de Educação do Campo. 2015. (Seminário).

37.
I Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFBA ? I SENAPGEO.AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA UFBA NA FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOCENTE: RECONHECIMENTO AOS SEUS 20 ANOS. 2015. (Seminário).

38.
Oficina Procampo: A formação por área do conhecimento na educação do campo e sua relação com a educação básica. 2015. (Oficina).

39.
Roda de dialogo - Pesquisa Participante. 2015. (Outra).

40.
Seminário Reenconcavo - UFRB. 2015. (Seminário).

41.
V Seminário Educação do Campo e Contemporaneidade. 2015. (Seminário).

42.
XV ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA ?Por una América Latina unida y sostenible?.AVANÇOS E CONTRADIÇÕES DA PESCA ARTESANAL NO ESTADO DA BAHIA ? BRASIL: A NECESSIDADE DA REGULARIZAÇÃO DOS TERRITÓRIOS PESQUEIROS. 2015. (Encontro).

43.
A convenção 169 da OIT e os direitos territoriais ameaçados. 2014. (Seminário).

44.
Encontro Região Nordeste das Licenciaturas em Educação do Campo. 2014. (Congresso).

45.
II Congresso Internacional de Direitos dos Povos e Comunidades Tradicionais. Entre contradições e conflitos: a luta pela permanencia nos territorios pesqueiros.... 2014. (Congresso).

46.
I Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária: Questão Agrária na Bahia e a Educação do Campo na UFRB. 2014. (Outra).

47.
I Seminário Educação do Campo e Questão Agrária no Vale do Jiquiriçá... 2014. (Seminário).

48.
I Simpósio Diversidades, Culturas e Multiplas Linguagens. 2014. (Simpósio).

49.
IV Seminário de Educação do Campo e Contemporaneidade. 2014. (Seminário).

50.
Monocultivo do Eucalipto: Conflitos socioeconomico e ambiental. 2014. (Seminário).

51.
Seminário Balanço da Reforma Agrária na Bahia. 2014. (Seminário).

52.
Seminário Conjuntura e Conflitos no Campo: Brasil e Bahia. 2014. (Seminário).

53.
Seminário Nacional da Campanha pelo Território Pesqueiro.Análise de conjuntura da Campanha pelo Terrritório pesqueiro nos Estados. 2014. (Seminário).

54.
II Seminário Nacional Espaços Costeiros.Espacialização da Atividade Pesqueira no estado da Bahia: um olhar sobre a organização dos pescadores(as) artesanais. 2013. (Seminário).

55.
Seminário "Juntada" dos Saberes e Experiências - Projeto GeografAR.Análise de Conjuntura da Pesca Artesanal (2009 - 2013). 2013. (Seminário).

56.
Seminário de Metodologia para o Levantamento da produção Pesqueira Artesanal. 2013. (Seminário).

57.
Seminário Estadual Terra, Território e Soberania Alimentar. 2013. (Seminário).

58.
Seminário Integrado de avaliação do curso de licenciatura em educação do campo da UFBA/UFRB (MEC/SECADI/CAPES). 2013. (Seminário).

59.
Seminário Lançamento do Caderno Conflitos no Campo - Brasil 2012. 2013. (Seminário).

60.
Seminário Nacional Contribuição a Geografia Brasileira, Encontro de Gerações. 2013. (Seminário).

61.
Seminário Reconstruindo a Cartografia: do produto à obra. 2013. (Seminário).

62.
X Encontro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica.Territórios Pesqueiros. 2013. (Encontro).

63.
XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina. Reencuentro de Sabares Territoriales Latinoamericanos..TERRITÓRIOS TERRA E ÁGUA NO DISTRITO DE ACUPE ? SANTO AMARO (BAHIA ? BRASIL): Pescadores Artesanais e Carcinicultores. Contradições na produção do espaço local.. 2013. (Encontro).

64.
Debate Questão Agrária na Bahia: análise de conjuntura a partir dos grupos de pesquisa. 2012. (Seminário).

65.
Encontro Estadual sobre Território Pesqueiro.Identidade e Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras no Brasil. 2012. (Encontro).

66.
Encontro Local da Rede de Estudos Rurais? e o ?III Seminário Interno do Grupo de Pesquisa Desenvolvimento, Sociedade e Natureza - DSN. 2012. (Encontro).

67.
Lançamento da Campanha Nacional pela Regularização do Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras. 2012. (Outra).

68.
Seminário de Lançamento Estadual da Campanha Nacional pela Regularização do Território das Comunidades Tradicionais Pesqueiras.Identificação dos Conflitos existentes nas Comunidades Tradicionais Pesqueira na Bahia. 2012. (Seminário).

69.
Seminário Povos Indigenas e Questões Territoriais: um dialogo a partir da multiplicidade de olhares. 2012. (Seminário).

70.
XXXI SEMEP e o XIII SEMPPG.Pescadores (as) artesanais e a luta pela permanência nos territórios pesqueiros. 2012. (Seminário).

71.
Debate - RELAÇÃO CIDADE-CAMPO NA BAHIA. 2011. (Outra).

72.
Encontro Nacional do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais.Estratégias para Reconhecimento e Defesa dos Territórios Pesqueiros. 2011. (Outra).

73.
II Seminário Aberto do Grupo de Estudos Urbanos (GEU). 2011. (Seminário).

74.
I Seminário de Ensino em Geografia da UFBA. 2011. (Seminário).

75.
I Seminário sobre Espaços Costeiros.Reflexões sobre a atividade da pesca artesanal e da carcinicultura no Estado da Bahia. 2011. (Seminário).

76.
Seminário: 10 anos sem Milton Santos. 2011. (Seminário).

77.
Seminário: Relatório da Missão Caetité: Violações de Direitos Humanos no Ciclo do Nuclear. 2011. (Seminário).

78.
Seminário Conflitos no Campo Brasil 2010. 2011. (Seminário).

79.
Seminário Construção das diretrizes da Campanha Nacional pela regularização o territorio das comunidades tradicionais pesqueiras.Pescadores artesanais e os Territórios terra e água. 2011. (Seminário).

80.
Seminário em comemoração ao dia do Geográfo. 2011. (Outra).

81.
Seminário Mineração e Desenvolvimento: exploração do subsolo, conflitos na superficie. 2011. (Seminário).

82.
Seminário Novo Código Florestal: Meio Ambiente, Agricultura e Sociedade. 2011. (Seminário).

83.
Seminário Orientado de Pesquisa ? ?O Espaço Geográfico em Debate? - Ano IX.Atividade pesqueira e produção do espaço: Pescadores Artesanais e Carcinicultores no distrito de Acupe - Santo Amaro (BA). 2011. (Seminário).

84.
Seminário - Você tem fome de quê? Agricultura, Agrotóxico e Soberania alimentar. 2011. (Seminário).

85.
VII Encontro de Economia baiana. 2011. (Encontro).

86.
XIII Encontro de Geografos da America Latina.Atividade pesqueira no Distrito de Acupe (Bahia-Brasil) e as mudanças territoriais a partir da inserção da atividade da carcinicultura. 2011. (Encontro).

87.
Geografando nas sextas: O campo baiano em debate - Seminário Trabalho Escravo na Bahia. 2010. (Seminário).

88.
Geografando nas Sextas: O Campo Daiano em Debate - Atualização da Base Cartográfica do Estado da Bahia. 2010. (Outra).

89.
III Seminário de Estudos Ambientais e Ordenamento do Território. 2010. (Seminário).

90.
I Simpósio Nacional de Geografia, Literatura e Arte. 2010. (Simpósio).

91.
SEMINÁRIO DO GRUPO DE PESQUISA GEOGRAFAR - "A produção do espaço e a conflitualidade territorial no campo baiano". 2010. (Seminário).

92.
Seminário Territórios Etnicos e Regularização Fundiária: Indigenas e Quilombolas. 2010. (Seminário).

93.
Um novo Projeto de Desenvolvimento para o Brasil e os Movimentos Populares. 2010. (Outra).

94.
XI SEMPPG - Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação - XXIX SEMEP.Atividade Pesqueira no Distrito de Acupe (BA): Contradições na produção do espaço local. 2010. (Seminário).

95.
XVI Encontro Nacional de Geógrafos. Crises, Práxis e Autonomia: Espaços de Resistências e de Esperança.Carcinicultura e comunidades pesqueiras: produção do espaço no distrito de Acupe / Santo Amaro -BA. 2010. (Encontro).

96.
I Seminário Geral de Pesquisa Citeplan: Cidade, Território e Planejamento. 2009. (Seminário).

97.
IX Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa.Novas tecnologias aplicadas ao ensino em sala de aula: o uso da tv pendrive nas escolas públicas de Salvador - BA. 2009. (Encontro).

98.
Seminário TRICART - "Um gênio, criador de vocações". 2009. (Seminário).

99.
XIV Semana Universitária. 2009. (Outra).

100.
XV EGECE ? Encontro de Geógrafos do Ceará: A Geografia Cearense Contemporânea: Produção, Práxis e Bases Epistêmicas.Turismo como Alternativa para o Desenvolvimento Sustentável do Estado da Bahia. 2009. (Encontro).

101.
XV Encontro de Iniciação a Pesquisa.Ensino da Geografia: O Uso de Recursos em Sala de Aula nos Conteúdos Cartográficos. 2009. (Encontro).

102.
IV Encontro de Economia Baiana. 2008. (Encontro).

103.
Semana dos Geógrafos do Ceará "Trinta anos de uma Geografia Renovada 1978 - 2008". 2008. (Seminário).

104.
XIV Encontro de Iniciação à Pesquisa.Análise Histórica das Tendências e Desafios do Planejamento Urbano de Fortaleza. 2008. (Encontro).

105.
II Seminário de gestão integrada da zona costeira. 2007. (Seminário).

106.
II Seminário de Pesquisa e Extensão do NUPE/ Campus XI.Caminhos e descaminhos Pecorridos na construção do território litorâneo cearense: um olhar sobre a praia de Iracema. 2007. (Seminário).

107.
IV Seminário do Dia do Geográfo. 2007. (Seminário).

108.
Seminário Território e Turismo: Desenvolvimento social e meio ambiente. 2007. (Seminário).

109.
XIII Encontro de Iniciação a Pesquisa - Mundo Unifor.A Constante Redução dos Manguezais na área de Acaraú. 2007. (Encontro).

110.
XIII Encontro de Iniciação a Pesquisa - Mundo Unifor.Praia de Iracema: Urbanização, Turismo e Impactos Ambientais. 2007. (Outra).

111.
XII Simpósio Brasileiro de Geografia Fisica Aplicada.Cartografia: aplicando o SIG para o monitoramento de doenças tropicais. 2007. (Simpósio).

112.
III Seminario em Comemoração ao dia do Geografo: A Construção dos novos paradigmas Geograficos no Século XXI. 2006. (Seminário).

113.
IX Seminário do Mestrado Acadêmico em Geografia da UECE. 2006. (Seminário).

114.
XII Encontro de Iniciação a Pesquisa - Mundo Unifor.A Constante Redução dos Manguezais na área de Acaraú e os impactos ambientais ocasionados pela carcinicultura. 2006. (Outra).

115.
I Encontro Nacional de Geografia e Sustentabilidade. 2005. (Encontro).

116.
VIII Seminario do Mestrado Academico em Geografia. 2005. (Seminário).

117.
XV Encontro Nacional dos Estudantes de Geografia. 2005. (Encontro).

118.
XVIII EEEGE. 2005. (Encontro).

119.
XXII Encontro Regional dos Estudantes de Geografia do Nordeste. 2005. (Encontro).

120.
II Seminario Territórios em Reconstrução: o publico e o privado como atores dos territórios produtivos. 2004. (Seminário).

121.
IX Semana Universitária.Praia de Iracema: processo histórico geográfico. 2004. (Outra).

122.
X Semana da Geografia. 2004. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RIOS, K. A. N. Reencôncavo 2017.2 - Ledoc CETENS/UFRB. 2018. (Outro).

2.
MPP ; CPP ; RIOS, K. A. N . Toxic Tour - Ilha de Maré. 2018. (Outro).

3.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues ; GERMANI, G. I. . Coordenação da Sessão Temática: Questão Agrária e Comunidades Tradicionais. 2018. (Outro).

4.
RIOS, K. A. N. Questão Agrária Pés no Chão: Juventude. 2018. (Outro).

5.
RIOS, K. A. N. Fórum 20 de novembro do Cetens. 2018. (Outro).

6.
RIOS, K. A. N. O Campo baiano e a Questão Agrária na atualidade: Lançamento do Caderno Conflitos no Campo - CPT. 2018. (Outro).

7.
RIOS, K. A. N. Coordenação de Monitoria - II Simpósio Baiano de Geografia Agrária. 2017. (Outro).

8.
RIOS, K. A. N. XI Fórum de Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo e III Sertão Preto. 2017. (Outro).

9.
RIOS, K. A. N. I Seminário Formação de Educadores das Escolas do Campo. 2016. (Outro).

10.
RIOS, K. A. N. Seminário "A construção dos sentidos da Educação Formal no contexto das Escolas Públicas do Campo e da Cidade". 2016. (Outro).

11.
RIOS, K. A. N. Roda de Conversa: Diálogos Cartográficos. 2016. (Outro).

12.
RIOS, K. A. N. II Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária: A educação do Campo na construção de um projeto popular para o Brasil. 2015. (Outro).

13.
RIOS, K. A. N. II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO; III SEMINARIO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO DA BAHIA;I SEMINÁRIO REGIONAL DO PROCAMPO NORDESTE. 2015. (Outro).

14.
RIOS, K. A. N. Oficina Procampo: A formação por área do conhecimento na educação do campo e sua relação com a educação básica. 2015. (Outro).

15.
RIOS, K. A. N. Consciência Negra: Discussões a cerca da Questão Agrária, Movimentos Sociais e Reforma Agrária no Brasil. 2015. (Outro).

16.
RIOS, K. A. N. I Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária: Questão Agrária na Bahia e a Educação do Campo na UFRB. 2014. (Outro).

17.
RIOS, K. A. N. Seminário Um olhar sobre as contradições do campo baiano: que educação queremos??. 2014. (Outro).

18.
RIOS, K. A. N. Seminário Balanço da Reforma Agrária na Bahia. 2014. (Outro).

19.
RIOS, K. A. N. Seminário Monocultivo do eucalipto: conflitos sócio-econômico e ambiental. 2014. (Outro).

20.
RIOS, K. A. N. I Seminário Educação do Campo e Questão Agrária no vale do Jiquiriçá. 2014. (Outro).

21.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues . Seminário Conjuntura e Conflitos no Campo: Brasil e Bahia. 2014. (Outro).

22.
RIOS, K. A. N. Seminário Lançamento do Caderno Conflitos no Campo - Brasil 2012. 2013. (Outro).

23.
RIOS, K. A. N. Seminário "Juntada" dos Saberes e Experiências - Projeto GeografAR. 2013. (Outro).

24.
RIOS, K. A. N; SILVA, Paulo Henrique C. ; SANTOS, T. A. . Estudantes da UFBA juntos nessa Campanha! Stands - Campanha Nacional pela Regularização dos Territórios das Comunidades Tradicionais Pesqueiras. 2013. (Outro).

25.
RIOS, K. A. N; FELIX, Ingrid Michelle . Debate Questão Agrária na Bahia: análise de conjuntura a partir dos grupos de pesquisa. 2012. (Outro).

26.
RIOS, K. A. N; FELIX, Ingrid Michelle ; NERY, Hernane . Seminário Povos Indigenas e Questões Territoriais: um dialogo a partir da multiplicidade de olhares. 2012. (Outro).

27.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues ; GERMANI, G. I. . Seminário Mineração e Desenvolvimento: exploração do subsolo, conflitos na superficie. 2011. (Outro).

28.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues ; GERMANI, G. I. . Seminário Novo Código Florestal: Meio Ambiente, Agricultura e Sociedade. 2011. (Outro).

29.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues ; GERMANI, G. I. . Seminário Conflitos no Campo Brasil 2010. 2011. (Outro).

30.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues . Seminário - Você tem fome de quê? Agricultura, Agrotóxico e Soberania alimentar. 2011. (Outro).

31.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues . Seminário: Relatório da Missão Caetité: Violações de Direitos Humanos no Ciclo do Nuclear. 2011. (Outro).

32.
RIOS, K. A. N. Palestra - Um novo projeto de desenvolvimento para o Brasil e os Movimentos populares. 2010. (Outro).

33.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues . Seminário Trabalho Escravo na Bahia. 2010. (Outro).

34.
RIOS, K. A. N; SANTOS, Tiago Rodrigues . Seminário Territórios Etnicos e Regularização Fundiária: Indigenas e Quilombolas. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Sarah Peixoto da Silva. Os desafios da Sustentabilidade em Comunidades Tradicionais. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Interdisciplinar em Ambiente, Tecnologia e Sustentabilidade) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Rafael Medeiros da Silva. Formação de Professores no Distrito de Ipuaçu: Desafios e Possibilidades. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

2.
Elisandra Gomes dos Santos Oliveira. Formação de Professores no Distrito de Ipuaçu: Desafios e Possibilidades. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

3.
Bruna Pires Pereira. Questão Agrária no município de Itaguaçu - Ba. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

4.
ELENE BARBOSA PEREIRA. Desafios do processo de regularização do território quilombola da comunidade de Massaranduba - Irará (BA). Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Bruno Lopes do Nascimento. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

2.
Andreza Bispo dos Anjos Santos. Monitoria de Ensino - Questão Agrária brasileira. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. UFRB. (Orientador).

3.
RAFAEL MEDEIROS DA SILVA. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

4.
Elisandra Gomes dos Santos Oliveira. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

5.
Bruno Lopes do Nascimento. TERRITÓRIOS E TERRITORIALIDADES TRADICIONAIS: IDENTIDADE, CONTRADIÇÕES E DISPUTAS. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

6.
Bruna Pires Pereira. TERRITÓRIOS E TERRITORIALIDADES TRADICIONAIS: IDENTIDADE, CONTRADIÇÕES E DISPUTAS. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. PIBIC UFRB. (Orientador).

7.
Olga Rodrigues dos Santos. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

8.
Rafael Medeiros da Silva. TERRITÓRIOS E TERRITORIALIDADES TRADICIONAIS: IDENTIDADE, CONTRADIÇÕES E DISPUTAS. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

9.
Mariana Alves dos Santos. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Programa Institucional de Bolsa de Extensão Universitária - PIBEX. (Orientador).

10.
Bruna Pires Pereira. Educação do Campo e das Águas: demarcando novas territorialidades e rompendo desafios. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Michele da Silva Alves. Questão Agrária no Município de Brejões - BA: um olhar a a partir da Fazenda Lagoa do Morro. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Educação do campo - Ciências Agrár) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

2.
Elisângela Silva do Nascimento. Desafios e Perspectivas da Formação Continuada dos Educadores(as) das Escolas do Campo: um olhar sobre a Escola Municipal Santa Maria - Ubaíra - BA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

3.
Alcivan de Jesus. Os desafios do processo ensino-aprendizagem da Geografia na escola Jonival Lucas em São Miguel das Matas - BA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

Orientações de outra natureza
1.
FRANCINEIDE RIBEIRO DOS S. GOMES. PROJETO VIVA MAIS IPUAÇÚ. 2017. Orientação de outra natureza. (Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Na) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

2.
RAFAEL MEDEIROS DA SILVA. PROJETO VIVA MAIS IPUAÇÚ. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

3.
CARLOS ALEXANDRE OLIVEIRA DA SILVA. PROJETO VIVA MAIS IPUAÇÚ. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

4.
Olga Rodrigues dos Santos. PROJETO VIVA MAIS IPUAÇÚ. 2017. Orientação de outra natureza. (Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Na) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

5.
RAFAEL MEDEIROS DA SILVA. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

6.
FRANCINEIDE RIBEIRO DOS S. GOMES. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

7.
ELISANDRA GOMES DOS S. OLIVEIRA. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

8.
CARLOS ALEXANDRE OLIVEIRA DA SILVA. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

9.
Olga Rodrigues dos Santos. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

10.
Bruna Pires Pereira. Projeto de Extensão - Questão Agrária, Comunidades Tradicionais Pesqueiras e a luta/na pela terra e água na Bahia: um histórico de contradições e resistência.. 2017. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo - Ciências da Natureza e Matemática) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

11.
ELISANDRA GOMES DOS S. OLIVEIRA. PROJETO VIVA MAIS IPUAÇÚ. 2017. Orientação de outra natureza. (Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Na) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

12.
LUCIANE BASTOS MARQUES. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2015. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

13.
ELIENE DOS SANTOS BASTOS. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2015. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

14.
Michele da Silva Alves. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

15.
Renan Couto Macedo. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

16.
Rosangela da Costa Santos. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

17.
Tereza Cristina Silva Pereira. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

18.
Wesley Macedo. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

19.
Edilane dos Santos Conceição. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

20.
Neilza Brito Oliveira Nunes. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

21.
Sheylle Fagundes Santana. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

22.
Solange Nubia Serafim. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.

23.
Marly dos Santos Nunes. PIBID Diversidade - Educação do Campo. 2014. Orientação de outra natureza. (Educação do Campo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Kássia Aguiar Norberto Rios.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 19:18:30