Geórgia Jorge Pellegrina

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8766997108889543
  • Última atualização do currículo em 16/03/2018


Doutora em Geografia pelo Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) da UNESP (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho) de Rio Claro, na área de Organização do Espaço, e linha de pesquisa de Análise Ambiental e Sistema de Informação Geográfica. Recebeu bolsa CAPES para Doutorado Sanduíche na Universidade de Coimbra - Portugal. Mestre em Engenharia Civil e Ambiental, na área de Geotecnia pela UNESP de Bauru (2011). Possui graduação em Ciências com Habilitação em Biologia pela Universidade Estadual Paulista - Bauru (1991). Trabalha como Assistente de Suporte Acadêmico II no IPMet (Instituto de Pesquisas Meteorológicas) da UNESP. Tem experiência em operação e tratamento de dados de radar meteorológico. Ministra cursos e treinamentos para a Defesa Civil do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Polícia Rodoviária, Concessionárias de Rodovias e particulares, no sentido de auxilliá-los na prevenção, mitigando as ocorrências de danos em locais de risco. Atua na manutenção e aplicação de um banco de dados de eventos atmosféricos severos em estudos de problemas geoambientais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Geórgia Jorge Pellegrina
Nome em citações bibliográficas
PELLEGRINA, G. J.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Pesquisas Meteorológicas - Campus Bauru.
Luis Edmundo Carrijo Coube 14-01
Chácara Bauruense
17033360 - Bauru, SP - Brasil
Telefone: (14) 31039328
Ramal: 9328
Fax: (14) 32033649
URL da Homepage: www.ipmet.unesp.br


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2015
Doutorado em Geografia (Organizacao do Espaco).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: PRECIPITAÇÃO E MOVIMENTOS DE MASSA: CONTRIBUIÇÃO À EMISSÃO DE ALERTA NOS MUNICÍPIOS DE COIMBRA ? PORTUGAL E CAMPINAS (SP) ? BRASIL., Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Iára Regina Nocentini André.
Palavras-chave: alerta de tempestades; Áreas de Risco; Mapas de risco e vulnerabilidade; Meteorologia com Radar; Sistema de Informação Geográfico.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia / Especialidade: Sensoriamento Remoto da Atmosfera.
2009 - 2011
Mestrado em Engenharia Civil e Ambiental.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Proposta de um procedimento metodológico para o estudo de problemas geoambientais com base em banco de dados de eventos atmosféricos severos.,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Anna Silvia Palcheco Peixoto.
Palavras-chave: Banco de Dados; Eventos Severos; Mapas de risco e vulnerabilidade; Desastres Naturais.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia.
Setores de atividade: Outros Serviços Coletivos, Sociais e Pessoais; Administração Pública, Defesa e Seguridade Social.
1986 - 1991
Graduação em Ciências com Habilitação em Biologia - Bauru.
Universidade Estadual Paulista, UNESP, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Desastres Socioambientais e Participação Social. (Carga horária: 30h).
Rede Mobilizadores, COEP, Brasil.
2011 - 2011
Nova Regra Ortográfica. (Carga horária: 20h).
Escola de Administração Fazendária, ESAF, Brasil.
2007 - 2007
OpenOffice. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2007 - 2007
Encontro Nacional Sobre Mudanças Climáticas. (Carga horária: 16h).
Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, IPT, Brasil.
2006 - 2006
CIPA.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
1986 - 1987
Saude Publica. (Carga horária: 3840h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1979 - 1983
Curso de Curta Duração.
União Cultural Brasil-Estados Unidos, UCBEU, Brasil.


Atuação Profissional



Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - Atual
Vínculo: Servidor público-CLT, Enquadramento Funcional: Auxiliar Técnico de Pesquisas Meteorológicas, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Residec Construtora e Incorporadora, RESIDEC, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - 1990
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Secretária, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro De Pesquisas e Desenvolvimento da TELEBRÁS - Campinas, TELEBRÁS, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1989
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Digitadora, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Banco Mercantil de São Paulo, FINASA, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - 1987
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Escriturária, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1987
Vínculo: Estagiária com bolsa, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 40



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Análise de Agentes Desencadeadores de Desastres Naturais através do Banco de Dados do IPmet

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Anna Silvia Palcheco Peixoto em 16/03/2018.
Descrição: Através de estudos realizados por Pellegrina (2011) que consistiu em uma proposta de um procedimento metodológico para o estudo de problemas geoambientais com base em banco de dados de eventos atmosféricos severos, hoje disponível no website do IPMet, se concluiu que tal ferramenta possibilita a determinação de áreas de risco, sendo um importante suporte logístico para órgãos que trabalham com a assistência aos vitimados. A presente pesquisa pretende estender as análises relacionando a probabilidade de ocorrência de escorregamentos de encostas com a análise de dados de chuvas diários e chuvas acumuladas para avaliar a chuva que irá desencadear tal desastre. Para tanto, os dados do meio físico serão avaliados através do Mapeamento Geotécnico de Estado de São Paulo, Escala 1:500.000, o cálculo da probabilidade de ocorrência dos escorregamentos de encostas serão realizados com base banco de dados do IPMet e o cálculo do risco será realizado por meio da simulação de Monte Carlo com o objetivo final de desenvolver uma metodologia para determinação de áreas de risco de escorregamentos de encosta baseada não apenas em sua probabilidade de ocorrência, mas inserindo o meio físico e o agente deflagrador, principalmente a chuva..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Geórgia Jorge Pellegrina - Integrante / Anna Silvia Palcheco Peixoto - Coordenador / Ilza kaiser - Integrante.
2015 - Atual
Sistema de Monitoramento e Alerta para eventos hidrológicos extremos do tipo inundação.
Descrição: Desastres naturais podem ser definidos como o resultado do impacto de fenômenos naturais extremos ou intensos sobre um sistema social, causando sérios danos e prejuízos que excede a capacidade da comunidade ou da sociedade atingida em conviver com o impacto. No Brasil, os principais fenômenos relacionados a desastres naturais são derivados da dinâmica externa da Terra, tais como, inundações e enchentes, escorregamentos de solos e/ou rochas e tempestades, geralmente associados a eventos pluviométricos intensos e prolongados. No Brasil, o fenômeno de inundação brusca causa o segundo maior número de vítimas relacionadas à desastres naturais, totalizando mais de 32% dos óbitos. Inundações e enchentes são eventos naturais frequentemente deflagrados por chuvas fortes e rápidas ou chuvas de longa duração, geralmente associadas à elevação do volume de precipitação sobre a bacia de drenagem, levando o rio a ultrapassar sua cota máxima. No estado de São Paulo, por exemplo, eventos de inundação brusca e graduais apresentaram ocorrências em praticamente todas mesorregiões, com a inundação brusca apresentando o maior número de ocorrências no estado. Para a análise da probabilidade e a ocorrência de inundação, enchente e de alagamento torna-se necessário analisar naturais e antrópicos, como por exemplo, formas do relevo, características da rede de drenagem, além da intensidade, quantidade, distribuição e frequência das chuvas. Considerando que a ocorrência de desastres naturais no Brasil está aumentando nos últimos anos, o uso de ferramentas mais precisas para o auxílio no monitoramento de eventos hidrológicos extremos torna-se necessária, visando sempre diminuir o número de perdas humanas e materiais. Neste contexto, o projeto proposto tem como principal objetivo desenvolver e implementar um sistema de alerta e monitoramento de eventos extremos relacionados diretamente à valores extremos de precipitação e à processos hidrológicos. Sendo assim, no escopo desta pesquisa pretende-se caracterizar eventos hidrológicos em micro-bacias através de dados climatológicos de nível, vazão e precipitação, caracterizar os principais sistemas meteorológicos associados à eventos hidrológicos extremos sobre as bacias estudadas, desenvolver de ferramentas para o monitoramento de bacias, realizar previsão hidrológica para as bacias em estudo e finalmente elaborar um sistema automático para auxílio no monitoramento e alerta de desastres naturais relacionados à eventos hidrológicos. Considerando os objetivos e metas propostas para o desenvolvimento do projeto, serão utilizadas diversas fontes de informações meteorológicas e hidrológicas como, por exemplo, dados de estimativas de precipitação por radar, além de ferramentas já existentes, como modelos atmosféricos e modelos de previsão de cheias combinadas através de uma metodologia de multiferramentas que auxiliem no objetivo principal proposto. Além do objetivo principal e objetivos específicos apresentados, o projeto proposto visa implementar uma parceria entre as instituições estaduais Universidade Estadual Paulista (UNESP), Instituo de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) e o Instituto Tecnológico SIMEPAR (Sistema Meteorológico do Paraná), com os principais centros de meteorologia e monitoramento de desastres naturais, sendo eles o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE) e o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN). Esta interação das Instituições de Ensino e Pesquisa com os Centros Regionais será de extrema importância para o desenvolvimento de produtos operacionais específicos, tanto de monitoramento como de modelagem numérica, que permitam a rápida identificação de áreas com a probabilidade da ocorrência de extremos meteorológicos e hidrológicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Elaboração de um Banco de dados de Eventos Severos para a Identificação de Áreas de Riscos e sua Aplicação nas Tomadas de Decisão como Prevenção de Desastres
Descrição: Propõe um procedimento metodológico e a formação de um banco de dados com as informações obtidas através das ocorrências da Defesa Civil do estado de São Paulo, podendo determinar no período estudado (1995-2009), ocorrências de tempestades severas, indicando data, local, tipo de sinistro e seus prejuízos e a utilização do pós-analise dos radares do IPMet. Os tipos de desastres ao longo de um determinado período, contribuirão para determinar as possíveis áreas de risco e servir de suporte logístico para os órgãos que trabalham com a assistência aos vitimados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Geórgia Jorge Pellegrina - Coordenador / Anna Silvia Palcheco Peixoto - Integrante / Luci Hidalgo Nunes - Integrante.
2009 - Atual
Effects of Emissions on Current and Future Rainfall Patterns in Southeast Brazil
Descrição: The aim of this work is to understand how changes in agricultural practices and land use, amongst other anthropogenic factors, will affect precipitation patterns, due to the influence of changing emissions on the nature of atmospheric aerosols and cloud condensation nuclei. We therefore propose to study the relationships between aerosol physical and chemical properties, cloud droplet size, and the distribution, duration and intensity of precipitation. Field observations will provide the necessary information required to describe the influence of aerosols from different sources on rainfall patterns. We expect to be able to demonstrate whether the impact of anthopogenic activity will in the future be beneficial or detrimental to agriculture and the wider environment, considering the processes of cloud formation, precipitation, and therefore water supply, under different development scenarios..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
Tempestades:Desenvolvimento de um Sistema Dinamicamente Adaptativo para Produção de Alertas para Região SUL/SUDESTE
Descrição: Meta1 - Melhor entendimento da climatologia dos fenômenos severos nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, com base em dados históricos e re-análise de dados de alta resolução. Determinação das freqüências e intensidades observadas de tempestades nas diversas regiões englobadas pela rede de pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - Atual
Capacitação para a utilização e interpretação de informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet.
Descrição: Capacitar os participantes a caracterizar o cenário na área de cobertura dos radares meteorológicos do IPMet com ferramentas para o planejamento de ações com foco na mitigação de desastres naturais causados por eventos atmosféricos severos, contribuindo com o s órgãos tomadores de decisão e formação de agentes multiplicadores..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2010 - Atual
Reconhecendo nosso lugar no Universo
Descrição: Divulgar e promover o ensino de astronomia para toda a população de Bauru e região, conscientizando a população sobre a nossa responsabilidade no Universo, através do reconhecimento básico de suas características e de nosso lugar no mesmo. Atendimento a estudantes de nível fundamental,médio e de graduação com visitas orientadas e exposição de painéis para conhecer detalhes sobre eventos atmosféricos severos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica/Especialidade: Mecânicas dos Solos.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Geotécnica.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Meteorologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PELLEGRINA, G. J.2009 PELLEGRINA, G. J.; OLIVEIRA, M. A. A. ; PEIXOTO, A. S. P. . Elaboração de um banco de dados para eventos severos. Territorium (Coimbra), v. 16, p. 31-36, 2009.

2.
André, Iára Regina Nocentini2009André, Iára Regina Nocentini ; TAVARES, A.C. ; AZEVEDO, T.S. ; FERREIRA, N. J. ; MUTTI, R.G. ; PELLEGRINA, G. J. ; CONCEIÇÃO, R.P. ; SANTOS, J.R.C. ; PARDO, N. M. S ; MELO, M. O . Clima, Variabilidade, Mudanças Climáticas e uma proposta metodológica para mapeamento de danos provenientes de eventos severos. Geografia (Rio Claro. Impresso), v. 34, p. 595-606, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
PELLEGRINA, G. J.. Riscos e Vulnerabilidades - Teoria e Prática no contexto Luso-Brasileiro. 1. ed. São Paulo: Editora UNESP - Cultura Acadêmica, 2013. v. 1. 248p .

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEDRINI, M. A. F. ; GONCALVES, J. C. R. ; KAISER, I. ; PEIXOTO, A. S. P. ; PELLEGRINA, G. J. . Rainfall threshold analysis for flooding events in Bauru City. In: XVIII Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, 2016, Belo Horizonte, 2016.

2.
PELLEGRINA, G. J.; André, Iára Regina Nocentini . Análise estatística preliminar de movimentos em massa no Brasil.. In: Encontro Internacional de Vulnerabilidades e Riscos Socioambientais, 2015, Rio Claro. Encontro Internacional de Vulnerabilidades e Riscos Socioambientais. Rio Claro: UNESP, 2014. v. 1. p. 265-274.

3.
KAISER, I. ; PELLEGRINA, G. J. ; PEIXOTO, A. S. P. ; PELLEGRINA, G. J. . Natural Disasters Analysis based on IDF Equations. In: XV Panamerican Conference on Soil Mechanics and Geotechnical Enginerring, XXII Congresso Argentino de Mecánica de Suelos e Ingenieria Geotécnica, VII South American Congress on Rocks Mechanics, SIXTHT Inernacional Sumposium on Deformation Characteristics, 2015, Buenos Aires - Argentina. Natural Disasters Analysis based on IDF Equations.. Amsterdam: IOS Press BV, 2015. v. 1. p. 3019-3026.

4.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. . Gestão de riscos de desastres naturais utilizando banco de dados de eventos severos no estado de São Paulo. In: Congresso Brasileiro sobre Desastres Naturais, 2012, Rio Claro. Congresso Brasileiro sobre Desastres Naturais, 2012.

5.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. . Desastres Naturais: Análise de Riscos Ambientais no estado de São Paulo. In: COBRAMSEG 2010, 2010, Gramado, RS. Desastres Naturais: Análise de Riscos Ambientais no estado de São Paulo. Rio Grande do Sul: ABMS, 2010. v. 1. p. 1-8.

6.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. . Aplicação de banco de dados de eventos severos para identificação de áreas suscetíveis à erosão.. In: IV - Simpósio spbre solos tropicais e processos erosivos do Centro-Oeste e de Minas Gerais., 2009, Uberlândia. Aplicação de banco de dados de eventos severos para identificação de áreas suscetíveis à erosão., 2009.

7.
NOCENTINI, I.R ; TAVARES, A.C. ; AZEVEDO, T.S. ; FERREIRA, N. J. ; MUTTI, R.G. ; PELLEGRINA, G. J. ; CONCEIÇÃO, R.P. ; PARDO, N. M. S ; MELO, M. O ; SANTOS, J.R.C. . Proposta Metodológica para Espacialização de ocorrência de vítimas fatais registradas na Defesa Civil em decorrência de tempestades. In: 12o. Encuentro de geografos de America Latina, 2009, Montevideo, Uruguai. Proposta Metodológica para Espacialização de ocorrência de vítimas fatais registradas na Defesa Civil em decorrência de tempestades, 2009.

8.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. ; NUNES, L. H. . Banco de dados para danos causados por eventos severos ocorridos no Estado de São Paulo. In: 5a. Conferência Brasileira de Estabilidade de Encostas, 2009, São Paulo. Banco de dados para danos causados por eventos severos ocorridos no estado de São Paulo, Brasil, 2009.

9.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. ; OLIVEIRA, M. A. A. . Elaboração de um banco de dados para eventos severos.. In: I Congresso Internacional de Riscos, 2009, Coimbra. Territorium (Coimbra). Coimbra: Riscos, 2009. v. 16. p. 31-36.

10.
NOCENTINI, I.R ; AZEVEDO, T.S. ; FERREIRA, N. J. ; MUTTI, R.G. ; PELLEGRINA, G. J. ; CONCEIÇÃO, R.P. ; SANTOS, J.R.C. ; PRADO, N.M.S . Proposta Metodológica para Espacialização de Ocorrências Registradas na Defesa Civil em Decorrência de Tempestades. In: XV Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2008, São Paulo. Proposta Metodológica para Espacialização de Ocorrências Registradas na Defesa Civil em Decorrência de Tempestades, 2008.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Gerhard Held ; GOMES, A. M. ; TEIXEIRA, M. ; Bassan, J. M. ; PELLEGRINA, G. J. . Predictability of Extreme Storm Events in the State of São Paulo, Brasil.. In: 5th European Conference on Severe Storms., 2009, Landshut. Preprints ECSS 2009 5th European on Severe Storms.. Oberpfaffenhofen: European Severe Storms Laboratory, 2009. p. 139-140.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Gerhard Held ; GOMES, A. M. ; TEIXEIRA, M. ; Bassan, J. M. ; PELLEGRINA, G. J. . Predictability of extreme storm events in the state of São Paulo, Brazil: verification of Meso-Eta Model and TITAN forecasts ranging from 48 hours to nowcasting.. In: AGU 2010 Meeting of the Americas, 2010, Foz do Iguaçu. Meeting of the Americas, 2010. v. 91.

Artigos aceitos para publicação
1.
PELLEGRINA, G. J.. Variabilidade climática, desastres naturais e a relação com eventos severos no estado de São Paulo.. CLIMEP. Climatologia e Estudos da Paisagem, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
Fernanda Ferreira Verdelho ; Victor Barbério ; PELLEGRINA, G. J. . Utilização do Banco de Dados de Eventos Severos e Análise dos Condicionantes Climatológicos associados aos eventos de erosões no município de Bauru. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
Mariam Trierveiler Pereira ; Shigetoshi Sugahara ; PELLEGRINA, G. J. ; Odacir Antonio Zanatta ; Marcelino Luiz Gimenes ; Creir da Silva . Proposta de Metodologia para indicador de qualidade de temperatura (IQT) e aplicação em cidades paranaenses. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
PELLEGRINA, G. J.. Os registros do Banco de Dados de Desastres Naturais do Instituto de Pesquisas Meteorológicas - IPMet.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
PELLEGRINA, G. J.. Riscos ambientais e a relação com eventos severos no estado de São Paulo.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
PELLEGRINA, G. J.. Mapeamento de Risco e Acompanhamento Meteorológico. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
GOMES, A. M. ; Gerhard Held ; PELLEGRINA, G. J. ; TEIXEIRA, M. ; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira . Treinamento para a utilização e interpretação de Informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
PELLEGRINA, G. J.; OLIVEIRA, M. A. A. ; PEIXOTO, A. S. P. . Elaboração de um banco de dados para eventos severos.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
PELLEGRINA, G. J.; PEIXOTO, A. S. P. . Aplicação de banco de dados de eventos severos para identificação de áreas suscetíveis à erosão.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
PELLEGRINA, G. J.; Gerhard Held . Informações do IPMet e suas aplicações para a Defesa Civil do estado de São Paulo: Previsão imediata e alerta de tempestades.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
Gerhard Held ; PELLEGRINA, G. J. . Produtos dos radares doppler em Bauru e Presidente Prudente. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PELLEGRINA, G. J.; VENDRAME, I. F. ; MEDIONDO, E. M. ; CUNHA, C. M. L. . Riscos Ambientais e Vulnerabilidades Climáticas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
PELLEGRINA, G. J.; DECCO, A. M. ; Vinícius Martinez ; FERREIRA, T. G. . Treinamento para a utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
PELLEGRINA, G. J.; FERREIRA, T. G. ; DECCO, A. M. . Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
PELLEGRINA, G. J.. Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
PELLEGRINA, G. J.. Climatologia e Gestão de Riscos. 2013. .

5.
PELLEGRINA, G. J.; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira ; Decco, A. M ; Vinícius Martinez . Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
PELLEGRINA, G. J.; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira ; Decco, A. M ; Tavares, F. ; Murakami, J. . Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet.. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
Gerhard Held ; TEIXEIRA, M. ; PELLEGRINA, G. J. ; GOMES, A. M. . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
PELLEGRINA, G. J.; TEIXEIRA, M. . Informações do IPMet e suas Aplicações para a Defesa Civil do Estado de São Paulo, Previsão Imediata e Alerta de Tempestades. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
PELLEGRINA, G. J.; TEIXEIRA, M. ; Gerhard Held . Treinamento sobre uso dos Produtos do IPMet, produtos dos Radares Doppler em Bauru e Presidente Prudente. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
PELLEGRINA, G. J.; GULARTE, L. ; GOMES, A. M. ; Gerhard Held . Curso Básico de Meteorologia e Utilização dos Produtos do IPMet. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

11.
GOMES, A. M. ; TEIXEIRA, M. ; PELLEGRINA, G. J. ; Gerhard Held ; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira ; GULARTE, L. ; Agostinho, C. A. . Curso Básico de Meteorologia e Utilização das Informações dos Radares do IPMet.. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VECCHIA, F. A. S.; PELLEGRINA, G. J.; BOURSCHEIDT, V.. Participação em banca de Isabela Taici Lopes Gonçalves Horta. ANÁLISE DE IMPACTOS PLUVIAIS EM SÃO LUÍZ DO PARAITINGA ? SP/BRASIL. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
PEIXOTO, A. S. P.; PELLEGRINA, G. J.; MANZATO, G. G.. Participação em banca de Marina Alves Ferraz Pedrini. Análise de agentes desencadeadores de desastres naturais na cidade de Bauru com base no banco de dados do IPMet. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Engenharia Civil e Ambiental) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NUNES, L. H.; PELLEGRINA, G. J.; ARAKI, R.. Participação em banca de Beatriz Barbi de Oliveira Santos.Análise dos eventos pluviométricos e ventos do estado de São Paulo entre 1980 e 2009 em Campinas.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Universidade Estadual de Campinas.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Seminário Estratégias para Redução de Riscos e Desastres a Eventos Geodinâmicos no estado de São Paulo. 2016. (Seminário).

2.
VI Simpósio dos Pós-graduandos em Engenharia Civil e Ambiental da UNESP. 2016. (Simpósio).

3.
Writing effective abstracts. 2016. (Outra).

4.
XV Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental.Riscos, Desastres e Gestão. 2016. (Simpósio).

5.
II Encontro de Meteorologia da UNESP. 2015. (Encontro).

6.
Aplicação de Produtos Meteorológicos Provenientes do Sensoriamento Remoto na Geografia. 2014. (Outra).

7.
Encontro Internacional de Vulnerabilidades e Riscos Socioambientais.Análise estatística preliminar de movimentos em massa no Brasil. 2014. (Encontro).

8.
Speleothems Day. 2013. (Outra).

9.
V Seminário Estratégias para Redução de Riscos e Desastres a eventos Geodinâmicos no estado de São Paulo.Os registros do Banco de Dados de Desastres Naturais do Instituto de Pesquisas Meteorológicas - IPMet.. 2013. (Seminário).

10.
Congresso Brasileiro sobre Desastres Naturais. Gestão de riscos de desastres naturais utilizando banco de dados de eventos severos no estado de São Paulo. 2012. (Congresso).

11.
I Encontro Luso Brasileiro de Riscos.Riscos ambientais e a relação com eventos severos no estado de São Paulo.. 2012. (Encontro).

12.
88o. Seminário de Defesa Civil. 2011. (Seminário).

13.
92o. Seminário de Defesa Civil.Mapeamento de Risco e Acompanhamento Meteorológico. 2011. (Seminário).

14.
Climatologia Estatística e Linguagem R. 2011. (Outra).

15.
Comunicação: Ferramenta de trabalho e gestão de desenvolvimento profissional.. 2011. (Outra).

16.
Meteorologia e utilização dos produtos do IPMet.Meteorologia e utilização dos Produtos do IPMet. 2011. (Seminário).

17.
TITAN: Instalação, Configuração e Utilização em Modo Arquive e Realtime. 2011. (Outra).

18.
Treinamento para a utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet.Interpretação de informações meteorológicas e utilização dos produtos do IPMet. 2011. (Outra).

19.
COBRAMSEG 2010. 2010. (Congresso).

20.
COBRAMSEG 2010. 2010. (Encontro).

21.
Dia Meteorológico Mundial. 2009. (Encontro).

22.
Novo Acordo Ortográfico Brasileiro. 2009. (Outra).

23.
Post-INTERNATIONAL TITAN USERS WORKSHOP. 2009. (Seminário).

24.
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.Apresentação do IPMet, a Meteorologia - Pluviômetro caseiro. 2009. (Outra).

25.
V Encontro Nacional, I Congresso Internacional de Riscos. Elaboração de um Banco de Dados para Eventos Severos.. 2009. (Congresso).

26.
II Encontro Nacional sobre Mudanças Climáticas e Defesa Civil.Informações do IPMet e suas Aplicações para a Defesa Civil do Estado de São Paulo:Previsão Imediata e Alerta de Tempestades.. 2008. (Encontro).

27.
2o. SIBRADEN - Simpósio Brasileiro de Desastres Naturais e Tecnológicos. 2007. (Simpósio).

28.
I Encontro Nacional sobre Mudanças Climáticas e Defesa Civil. 2007. (Encontro).

29.
IRIS Software. 2006. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GOMES, A. M. ; PELLEGRINA, G. J. ; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira ; Decco, A. M ; Vinícius Martinez . Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas disponibilizadas pelo IPMet. 2012. (Outro).

2.
GOMES, A. M. ; PELLEGRINA, G. J. ; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira ; Tavares, F. ; Decco, A. M ; Murakami, J. . Treinamento para a utilização e interpretação de informações meteorológicas.. 2011. (Outro).

3.
PELLEGRINA, G. J.; Gerhard Held ; TEIXEIRA, M. ; GOMES, A. M. . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2010. (Outro).

4.
PELLEGRINA, G. J.; TEIXEIRA, M. ; Gerhard Held ; GOMES, A. M. . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2009. (Outro).

5.
PELLEGRINA, G. J.; GOMES, A. M. ; Gerhard Held ; TEIXEIRA, M. . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2008. (Outro).

6.
PELLEGRINA, G. J.; GOMES, A. M. ; Gerhard Held ; TEIXEIRA, M. . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2008. (Outro).

7.
PELLEGRINA, G. J.; GULARTE, L. ; GOMES, A. M. ; Gerhard Held ; Rita de Cássia C. M. de Cerqueira . Treinamento para a Utilização e Interpretação de Informações Meteorológicas Disponibilizadas pelo IPMet. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Orientações de outra natureza
1.
Paulo Eduardo Plana Junior. Projeto de Atividade de Estágio. Início: 2015. Orientação de outra natureza. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. FUNDEB. (Orientador).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 17:51:04