Mario René Rodríguez Torres

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9204832427726662
  • Última atualização do currículo em 30/10/2018


Professor na Universidade Federal da Integração Latinoamericana (UNILA). Possui graduação em "Estudios Literarios" pela Universidad Nacional de Colombia, mestrado em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo e doutorado em Ciência da Literatura (Literatura comparada) na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trabalha principalmente com tradução, ensino de língua espanhola, teoria literária e literatura latino-americana. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mario René Rodríguez Torres
Nome em citações bibliográficas
TORRES, M. R. R.


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2016
Doutorado em Letras (Ciência da Literatura).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: A literatura fora do lugar na América Latina: três momentos indecisivos (um conto inacabado de Guimarães Rosa, dois textos irremediáveis de Bolaño e a escrita postergada de Macedonio), Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Luis Alberto Nogueira Alves.
Palavras-chave: Ideias fora do lugar; literatura e Estados nacionais; Guimarães Rosa; Roberto Bolaño; Macedonio Fernández.
2006 - 2009
Mestrado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: João Guimarães Rosa y otros escritores provincianos latinoamericanos (Arguedas, Rulfo, Roa Bastos y García Márquez),Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Marcos Piason Natali.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1998 - 2004
Graduação em Profesional en estudios literarios.
Universidad Nacional de Colombia - Bogotá, UNAL/Bogotá, Colômbia.
Título: Yo el supremo en el contexto de la escritura de la oralidad (Arguedas, Rulfo, Guimarães).
Orientador: Diógenes Fajardo Valenzuela.




Atuação Profissional



Universidade Federal da Integração Latino-Americana, UNILA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidad Distrital Francisco José de Caldas, UD, Colômbia.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 14

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

07/2010 - 12/2010
Ensino, Cultura Latinoamericana del siglo XX, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
O objetivo do curso é refletir sobre os conceitos de cultura e de América Latina. Do mesmo modo, refletir sobre o que poderia ser definido hoje como cultura latino-americana.
03/2010 - 12/2010
Ensino, Producción y comprensión de textos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Este curso tem como objetivo desenvolver e aprimorar as habilidades de leitura e escrita de textos.
03/2010 - 06/2010
Ensino, Análisis social colombiano, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
O propósito do curso é examinar algumas idéias e acontecimentos fundamentais para a formação da Colômbia atual.
02/2005 - 12/2005
Ensino, Producción y comprensión de textos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Este curso tem como objetivo treinar os estudantes na produção e compreensão de textos.


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
A barragem e suas fendas: estudos das discursividades entre Informativo Unicon, Jornal Nosso Tempo e memória oral
Descrição: O presente projeto implica assim uma revisão da história de Itaipu contada pelo Informativo UNICON e o jornal Nosso Tempo junto com os extrabalhadores na construção da usina e seus familiares. Revisar essa história significa revisar uma parte fundamental da história de cidade de Foz de Iguaçu e, claro, da Universidade Federal da Integração-Latino Americana (UNILA), criada em 12 de janeiro de 2010 pela Lei 12.189. Não se deve esquecer que esta Universidade herda o princípio de integração da construção da usina, que até hoje tem por lema integração que gera energia e desenvolvimento. Mas se é verdade que a Unila faz parte dessa história, não menos verdadeiro é que se encontra em condições de revisá-la criticamente e de colaborar em traçar devires históricos alternativos. Parte dessa análise deve ser desenvolvida junto com trabalhadores da construção da barragem e suas famílias, como parte de um trabalho de história oral. Procura-se assim compreender diversas narrativas hegemônicas e de resistência na Tríplice-Fronteira..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Mario René Rodríguez Torres - Integrante / Jocenilson Ribeiro - Coordenador / Valdir Sessi - Integrante.
2017 - Atual
A literatura e o fora: experiências de escrita e leitura em prisões
Descrição: O escritor argentino Carlos Rios comenta sobre sua experiência com oficinas de literatura em prisões da província de Buenos Aires: 'Es largo de contar, pero el trabajo del taller en la cárcel es una isla feliz, una isla en pleno contacto con el afuera y con la experiencia de cada uno de los integrantes'. O comentário coloca a questão central deste projeto: em que sentido oficinas de leitura e escrita literária em prisões podem oferecer uma experiência de contato com o fora, de libertação, não só para os presos, mas para as pessoas 'em liberdade' que organizam essas oficinas? Essa pergunta nos leva, por sua vez, a questionar de que forma é entendida e praticada a literatura na prisão? E até que ponto esse entendimento e prática se identifica com o conceito moderno de literatura? Finalmente, poderia ser considerada a prática literária em prisões, devido a suas particularidades, uma prática descolonizadora? No nosso projeto pretendemos nos debruçar sobre essas questões a partir do análise de alguns casos concretos: as oficinas de escrita em presídios de Carlos Rios, o projeto artístico cultural Yo no fui, a trajetória como escritor e participante de oficinas de escrita literária de Luiz Alberto Mendes e as próprias oficinas de leitura e escrita literária que adiantamos em presídios de Foz de Iguaçu com o grupo de extensão 'Direito à poesia'..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Mario René Rodríguez Torres - Coordenador / Diana Marcela Jiménez Garrido - Integrante.


Projetos de extensão


2016 - Atual
Laboratório de Tradução da UNILA
Descrição: O projeto de extensão denominado "Laboratório de Tradução da UNILA" pretende constituir-se como um espaço de formação e iniciação à prática profissional para os estudantes de graduação desta universidade, especialmente no que concerne ao desenvolvimento de competências tradutórias e de aperfeiçoamento da escrita na língua materna e na língua adicional. Como ação de extensão universitária que busca coadunar a pesquisa e a prática acadêmica às demandas da comunidade, propõe-se a atender as distintas necessidades relacionadas à tradução, tanto surgidas no âmbito institucional (por parte de professores, funcionários e alunos) como as da comunidade externa (moradores, pequenos comerciantes locais, instituições públicas da cidade de Foz do Iguaçu e região, etc.).
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Mario René Rodríguez Torres - Integrante / Bruna Macedo de Oliveira - Coordenador.
2016 - Atual
Memórias do resto: violências e resistências em Foz do Iguaçu
Descrição: O presente projeto visa criar novos espaços nos quais a universidade possa discutir junto com a comunidade de Foz do Iguaçu sobre o tema da violência e as formas de resistências às ações violentas. Para tanto propõe a realização de mesas redondas e atividades culturais sobre o tema. Igualmente, propõe a criação de uma plataforma virtual em que se reúnam diferentes narrativas (em sentido amplo) de violência e de resistência na cidade, para que funcione como registro da memória coletiva e sirva de base para a discussão continuada sobre estes assuntos. Na atual etapa do projeto nos focalizamos nas situações de violência que se deram a partir da construção de um dos maiores símbolos da tríplice fronteira: a Usina Tecnológica de Itaipu. Em específico nos propusemos a realizar um trabalho de memória com os ex-barrageiros assim como com os outros trabalhadores e trabalhadoras que participaram da construção de Itaipu binacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Mario René Rodríguez Torres - Coordenador / Julio da Silveira Moreira - Integrante.
2016 - Atual
Direito à poesia: círculos de leitura com pessoas em situação de privação de liberdade em Foz do Iguaçu
Descrição: O projeto visa a realização de círculos de leitura e a formação de mediadoras de leitura no Cresf (Centro de Reintegração Social Feminino) em Foz do Iguaçu, no bairro Três Fronteiras. Espera-se trabalhar com as mulheres que aderirem voluntariamente à proposta, bem como com os educadores que já atuam no local. Essa proposta de ação surgiu da necessidade de apoiar a efetivação do direito de comutação de pena pelo estudo, garantido à população carcerária por lei federal e pela Lei 17.329 do estado do Paraná. Para além de garantir este direito, pretende-se que a formação de círculos de leitura no Cresf favoreça uma experiência significativa de aproximação das participantes com a literatura. Essa experiência tornará possível a formação de mediadoras de leitura entre as próprias mulheres privadas de liberdade, multiplicando o potencial positivo da ação. Não menos importante, do ponto de vista acadêmico, este projeto favorecerá, por meio da pesquisa-ação, a formação de estudantes/pesquisadores e futuros profissionais da mediação cultural (no âmbito da leitura), engajados e sensíveis à dimensão humana e social do saber produzido na Universidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Mario René Rodríguez Torres - Integrante / Cristiane Checchia - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2013 - 2017
Periódico: Revista Garrafa (PPGL/UFRJ)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2011
BECAS DE TRADUCCIÓN AL ESPAÑOL DE OBRAS DE LINGÜÍSTICA, ESTUDIOS LITERARIOS Y ESTUDIOS DE PATRIMONIO, MINISTERIO DE CULTURA DE COLOMBIA - INSTITUTO CARO Y CUERVO.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TORRES, M. R. R.2014TORRES, M. R. R.. Literatura en tiempos irremediables (sobre Literatura + enfermedad = enfermedad de Roberto Bolaño). BADEBEC, v. 3, p. 45, 2014.

2.
TORRES, M. R. R.2014TORRES, M. R. R.. La dialéctica entre centro y periferia, entre forma literaria y proceso social. Literatura: teoría, historia, crítica, v. 16-1, p. 247, 2014.

3.
TORRES, M. R. R.2013TORRES, M. R. R.. La inminencia de un habla que no se produce: Roa Bastos, Guimarães Rosa, Rulfo, Arguedas. Revista Garrafa (PPGL/UFRJ), v. 31, p. 1, 2013.

4.
TORRES, M. R. R.2012TORRES, M. R. R.. Las teorías salvajes: da modernidade sólida ao capitalismo nerd. Revista Garrafa (PPGL/UFRJ), v. 27, p. 1, 2012.

5.
TORRES, M. R. R.2010 TORRES, M. R. R.. El yagunzo en el doctor: Guimarães rosa y la aparición de lo regional en la transculturación narrativa. Literatura: teoría, historia, crítica, v. 12, p. 131, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
TORRES, M. R. R.. De Antonio a Antonio: um programa de leitura de Antonio Candido em chave latino-americana. In: Schwarz, Roberto; Fonseca, Maria Augusta. (Org.). Antonio Candido 100 anos. 1ed.São Paulo: editora 34, 2018, v. , p. 168-182.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TORRES, M. R. R.. Qué es un escritor latinoamericano para Roberto Bolaño? Algunas reflexiones a partir de su cuento argentino. In: 9º Congresso Brasileiro de Hispanistas, 2018, Foz do Iguaçu. Estudos de literaturae cultura, 2018. p. 499-511.

2.
TORRES, M. R. R.. Iminência de uma voz que não se ouve: Roa Bastos, Guimarães Rosa, Rulfo, Arguedas. In: Colóquio Yo el Supremo (1974-2014) - Augusto Roa Bastos, 2015, Foz do Iguaçu. Colóquio Yo el Supremo (1974-2014) - Augusto Roa Bastos, 2015. p. 102-110.

3.
TORRES, M. R. R.. A literatura tem ainda imagens alternativas a oferecer? De Calvino a Bolaño.. In: Fluxos Literários, 2012, Florianópolis. Anais Fluxos Literários Ética e Estética, 2012.

4.
TORRES, M. R. R.. La Bogotá de Guimarães Rosa: un cuento de (de)formación. In: JALLA, 2012, Cali. Memorias de las x jornadas de literatura latinoamericana, 2012.

5.
TORRES, M. R. R.. Yo el supremo: escritura de la oralidad y escritura de la escritura. In: Simposio Internacional Augusto Roa Bastos. Literatura, cultura y compromiso., 2006, Rio de Janeiro. Simposio Internacional Augusto Roa Bastos. Literatura, cultura y compromiso. Rio de Janeiro: Instituto Cervantes, 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
TORRES, M. R. R.. Prácticas literarias modernas y no modernas en prisiones del Cono Sur. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
TORRES, M. R. R.; Cristiane Checchia . Práticas literárias modernas e seu questionamento em prisões do Cone Sul.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
TORRES, M. R. R.; SESSI, V. . As fendas da barragem discursiva: duas crônicas e um poema da construção de Itaipu. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
TORRES, M. R. R.; Cristiane Checchia . O Trabalho com artes em presídios para além da ideia de ressocialização. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
TORRES, M. R. R.. Qué es un escritor latinoamericano para Roberto Bolaño? Algunas reflexiones a partir de su cuento argentino. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
TORRES, M. R. R.. Os índios e o fora do lugar da nação. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
TORRES, M. R. R.. La historia común de las dos versiones de la formación de Antonio Candido.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
TORRES, M. R. R.. Guimarães Rosa y la muerte en los Andes.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
TORRES, M. R. R.. As (im)possíveis traduções do termo 'favela'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
TORRES, M. R. R.. La inminencia de un habla que no se produce: Roa Bastos, Guimarães Rosa, Rulfo, Arguedas.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
TORRES, M. R. R.. Os limites da literatura: o caso de Páramo de Guimarães Rosa. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
TORRES, M. R. R.. La Bogotá de Guimarães Rosa: un cuento de (de)formación. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
TORRES, M. R. R.. Las teorías salvajes: de la modernidad sólida al capitalismo nerd. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
TORRES, M. R. R.. Ainda tem a literatura imagens alternativas a oferecer?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
TORRES, M. R. R.; OLIVEIRA, B. M. ; LOPEZ, A. Y. G. ; RODRIGUEZ, D. G. V. ; ALFERES, J. D. R. . Ailton Krenak ? La Potencia Del Sujeto Colectivo. Rio de Janeiro: Instituto Maria e João Aleixo, 2018. (Tradução/Outra).

2.
TORRES, M. R. R.; COSTA, M. A. . Recetas propias: la editorial Unesp en Brasil Entrevista a Jézio H. B. Gutierre. Bogota: Uniandes, 2017. (Tradução/Outra).

3.
TORRES, M. R. R.. Machado maxixe: el caso Pestana / 'Un hombre célebre'. Bogotá: Uniandes, 2015. (Tradução/Livro).

4.
TORRES, M. R. R.. Jorge de Sena, editor dos Poemas Ingleses: Uma carta desconhecida 2014 (Transcrição e apresentação de uma carta de Jorge de Sena).

5.
TORRES, M. R. R.. Jorge de Sena. Los trabajos y los días. Una antología. Bogotá: Uniandes, 2014. (Tradução/Livro).

6.
TORRES, M. R. R.. Lecturas en competencia (ensayo de Roberto Schwarz). Bogotá: Universidad Nacional de Colombia, 2014. (Tradução/Artigo).

7.
TORRES, M. R. R.. El puñal de Martica (crónica de Machado de Assis). Bogotá: Universidad Nacional de Colombia, 2014. (Tradução/Outra).

8.
TORRES, M. R. R.. Rubem Fonseca y el golpe del 64. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia, 2014. (Tradução/Artigo).

9.
TORRES, M. R. R.. Tela de araña (cuento). Lisboa/Portugal: Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, 2013. (Tradução/Outra).

10.
TORRES, M. R. R.. Mal tiempo en el canal (fragmentos). Lisboa/Portugal: Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, 2013. (Tradução/Outra).

11.
TORRES, M. R. R.. El gran secreto (cuento). Lisboa/Portugal: Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, 2013. (Tradução/Outra).

12.
TORRES, M. R. R.. El sueño de la profetisa (cuento). Lisboa/Portugal: Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, 2013. (Tradução/Outra).

13.
TORRES, M. R. R.. Las formas de lo falso (Walnice Nogueira Galvão). Bogotá: Instituto Caro y Cuervo, 2013. (Tradução/Livro).


Demais tipos de produção técnica
1.
TORRES, M. R. R.. Parecerista da revista Literatura: teoría, historia, crítica. 2017. (Parecerista).

2.
TORRES, M. R. R.. Parecerista de livro para a coleção Labirinto da Universidad de los Andes. 2016.. 2017. (parecerista).

3.
TORRES, M. R. R.; OLIVEIRA, B. M. ; BOLANOS, S. E. E. ; MAGALHAES, V. E. ; GARCIA, J. M. G. ; CORREA, T. P. ; BRUERA, P. S. C. ; FERREIRA, M. V. T. . Legendas em português de Lunas Cautivas de Marcia Paradiso. 2016. (Legendagem de documentário).

4.
TORRES, M. R. R.. Parecerista de livro para a coleção Labirinto da Universidad de los Andes. 2016. (Parecerista).

5.
TORRES, M. R. R.. Parecerista da revista Literatura: teoría, historia, crítica. 2015. (Parecerista).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
TORRES, M. R. R.; CORTEZ, M.; RIBEIRO, J.. Participação em banca de THIAGO AUGUSTO CARLOS PEREIRA.O Chirrín Chirríon no Planalto. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Artes e Mediação Cultural) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
TORRES, M. R. R.; RUBIO, E. F.; MOREIRA, J. C. G.. Professor Substituto de Espanhol Língua Adicional. 2018. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

2.
Cristiane Checchia; PEREIRA, D. A.; TORRES, M. R. R.. PSS Professor Substituto - Área: Letras e Artes, Subárea: Literaturas. 2018. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

3.
SANTOS; CRISTI, M. A. A.; SANTO A.; VIEIRA, M. E.; TORRES, M. R. R.. Professor da Área Letras e Linguística - Espanhol Língua Adicional.. 2017. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Outras participações
1.
TORRES, M. R. R.; PIZARRO J; CAMMAERT, F.. Beca de traducción del portugués (Portafolio Distrital de Estímulos). 2018. Instituto Distrital de las Artes.

2.
TORRES, M. R. R.; PIZARRO J; REY C. Beca para traducir y publicar obras de autores colombianos en el exterior (Programa Nacional de Estímulos). 2017. Ministerio de Cultura - Colombia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Humanidades nas fronteiras. As fendas da barragem discursiva: duas crônicas e um poema da construção de Itaipu. 2017. (Congresso).

2.
LASA Cono Sur Montevideo. Prácticas literarias modernas y no modernas en prisiones del Cono Sur. 2017. (Congresso).

3.
SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE ANTIAPRISIONAMENTO..O trabalho com artes em presídios para além da ideia de ressocialização. 2017. (Seminário).

4.
XV Congresso Internacional da ABRALIC. Práticas literárias modernas e seu questionamento em prisões do Cone Sul. 2017. (Congresso).

5.
9º Congresso Brasileiro de Hispanistas. Qué es un escritor latinoamericano para Roberto Bolaño? Algunas reflexiones a partir de su cuento argentino. 2016. (Congresso).

6.
Congresso Epistemologias do Sul. GT Experiências de Mediação de Leitura na América Latina. 2016. (Congresso).

7.
Jornadas Andinas de Literatura Latinoamericana - JALLA. Qué es un escritor latinoamericano para Roberto Bolaño? Algunas reflexiones a partir de su cuento argentino. 2016. (Congresso).

8.
Fluxos Literários - Ética e Estética. Ainda tem a literatura imagens alternativas a oferecer?. 2012. (Congresso).

9.
VII Congresso Brasileiro de Hispanistas. Las teorías salvajes: de la modernidad sólida al capitalismo nerd. 2012. (Congresso).

10.
X Jornadas Andinas de Literatura Latinoamericana.La Bogotá de Guimarães Rosa: un cuento de (de)formación. 2012. (Simpósio).

11.
EPOG - Encontro de Pós-Graduandos da FFLCH / USP.Guimarães Rosa e outros escritores "provincianos" latino-americanos. 2008. (Encontro).

12.
VII Seminário Nacional de Literatura, História e Memória - I Simpósio de Pesquisas em Letras da Unioeste Ponencia.Uma leitura machadiana de Guimarães Rosa e roseana de Machado de Assis. 2007. (Simpósio).

13.
Simposio Internacional Augusto Roa Bastos. Literatura, cultura y compromiso..Yo el supremo: escritura de la oralidad y escritura de la escritura. 2006. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
TORRES, M. R. R.. Para além da Literatura: Artes, Teorias e Culturas. 2013. (Congresso).



Outras informações relevantes


Coordenador do número 16-1 da revista "Literatura: teoría, historia y crítica" da Universidad Nacional de Colômbia.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 4:37:09