Murilo Gomes Franco

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0951407464395386
  • Última atualização do currículo em 03/09/2013


Possui ensino-medio-segundo-graupela Escola Menino Jesus GEO Pombal(2010). Atualmente é da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direitos Especiais. (Texto gerado automaticamente pela aplicação CVLattes)


Identificação


Nome
Murilo Gomes Franco
Nome em citações bibliográficas
FRANCO, M. G.


Formação acadêmica/titulação


2011
Graduação em andamento em Direito.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Escola Menino Jesus GEO Pombal.




Atuação Profissional



Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de extensão


2013 - Atual
Centro de Referência em Direitos Humanos da UFPB - Cidadania e Direitos Humanos: Educação Jurídica Popular no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira
Descrição: O Centro de Referência em Direitos Humanos baseia-se numa arejada compreensão dos tradicionais Balcões de Direito , pretendendo contribuir com a democratização do acesso à justiça de modo a agregar trabalhos de mediação de conflitos, assessoria jurídica popular e apoio psicossocial. A assessoria jurídica popular abrange, dentre outras, ações de educação jurídica popular, a qual constitui o eixo central deste projeto de extensão, caracterizado pela formação em cidadania e direitos humanos das pessoas internadas no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, bem como dos seus familiares e profissionais envolvidos no cuidado dessas pessoas, para o efetivo acesso aos direitos humanos. A educação jurídica popular possibilita a socialização e o desencastelamento do saber jurídico e, a partir dos marcos metodológicos da educação popular, auxilia as pessoas em sofrimento mental a assumirem o protagonismo na construção de seus próprios direitos, pois favorece a vocalização desses sujeitos e, consequentemente, o seu empoderamento para a mudança da realidade em que vivem. O projeto apresenta, ainda, uma segunda linha de atuação voltada para a articulação e o fortalecimento dos mecanismos de acesso a direitos desse grupo social, como Ouvidorias e órgãos dos sistemas de Saúde e de Justiça. Assim, pretende-se contribuir para os debates no campo da garantia dos direitos das pessoas em sofrimento mental, da conquista de novos direitos e da ampliação da cidadania desse grupo social, com destaque para as pessoas internadas em manicômios.. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (18) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Murilo Gomes Franco - Integrante / Ludmila Cerqueira Correia - Coordenador / Olívia Maria de Almeida - Integrante.
2012 - 2013
Cidadania e direitos humanos: educação jurídica popular no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira
Descrição: Descrição: Ao longo da história, as pessoas em sofrimento mental foram marcadas pelo preconceito e aniquilamento de suas identidades e direitos numa dinâmica perversa de injustiça e exclusão social. O Movimento da Luta Antimanicomial no Brasil trouxe novas perspectivas para a garantia dos direitos das pessoas em sofrimento mental. Com a aprovação da Lei 10.216/2001 e com o advento da Política Nacional de Saúde Mental, que assimilaram os princípios da Reforma Psiquiátrica, são inegáveis os avanços no campo da saúde mental no Brasil, com a criação de diversos serviços substitutivos e novos dispositivos em saúde, impulsionando novas formas de lidar com a loucura. Porém, o Hospital Psiquiátrico subsiste, com muitas pessoas internadas, as quais, por estarem cerceadas da sua liberdade, isoladas numa instituição total e não manterem contato com o mundo exterior, não têm acesso aos seus direitos ou aos instrumentos e mecanismos de garantia de direitos, e, muitas vezes, nem sequer são informadas acerca dos mesmos. Assim, o projeto teve com principal objetivo promover a formação em cidadania e direitos humanos das pessoas internadas no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, bem como dos seus familiares e profissionais envolvidos no cuidado dessas pessoas, para o efetivo acesso aos direitos humanos. Nesse sentido, pretende-se contribuir para os debates no campo da garantia dos direitos das pessoas em sofrimento mental, da conquista de novos direitos e da ampliação da cidadania desse grupo social, com destaque para as pessoas internadas em manicômios.. Situação: Concluído; Natureza: Extensão..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Murilo Gomes Franco - Integrante / Ludmila Cerqueira Correia - Coordenador / Olívia Maria de Almeida - Integrante.
2011 - 2011
Núcleo de Extensão Popular Flor de Mandacaru - Assessoria Jurídica e Educação Popular em Direitos Humanos junto a Comunidade Quilombola de Paratibe
Descrição: O projeto 'NEP- Assessoria jurídico-política da comunidade quilombola de Paratibe' fará parte do Núcleo de Extensão Popular Flor de Mandacarú, do Centro de CIências Jurídicas da UFPB. O Núcleo de Extensão Popular Flor de Mandacaru é um projeto de assessoria jurídica popular e educação em direitos humanos, que pretende atuar dentro da Universidade e com grupos comunitários e movimentos sociais, estimulando e difundindo a cultura de direitos humanos. O NEP existe desde 2007 e tem por princípio a construção da extensão desde uma perspectiva crítica no curso de direito, comprometida com as lutas sociais. Assim, o Núcleo passa a agregar em três projetos de extensão, dentre eles o projeto presente. O projeto em questão pretende desenvolver um acompanhamento da comunidade quilombola de Paratibe tanto no âmbito jurídico, no que se refere a demandas importantes como a demarcação da área como terra quilombola, como também estimular politicamente a mobilização popular na comunidade. Situação: Concluído; Natureza: Extensão..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Murilo Gomes Franco - Coordenador / Ana Lia Vanderlei de Almeida - Integrante / Roberto Cordoville Efrem-de-Lima-Filho - Integrante / Enoque Feitosa Sobreira Filho - Integrante / Luiz Víctor do Espírito Santo Silva - Integrante / Katianny Irlly Gomes Carvalho - Integrante / Iara Ágata Avelino de Paiva - Integrante / Júlio Ivo Celestino Ferreira - Integrante / Tancredo Gomes Fernandes - Integrante / Sterfesson Higo de Lima Ferreira - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direitos Especiais/Especialidade: Direitos Humanos.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 8:47:30