Adriano Naves de Brito

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5936730831586107
  • Última atualização do currículo em 02/01/2019


O tema da fundamentação em filosofia foi central no meu percurso acadêmico, levando-me do estudo de clássicos da modernidade, Kant e Hume, à filosofia contemporânea de orientação naturalista. Dediquei-me à filosofia da linguagem contemporânea, área na qual estudei as teorias da referência de nomes próprios, confrontando as posições fregeana e kripkeana, e oferecendo uma alternativa descritivista, mas vinculada à tradição da filosofia da linguagem ordinária, aos temas em disputa. A pergunta pela fundamentação da ética levou-me à filosofia prática e à retomada dos estudos de filosofia moderna, à análise da obra de E. Tugendhat e, a partir dai, à ética naturalizada. Coordeno, desde 2007, o grupo de pesquisa "Chiron: ética, linguagem e natureza humana". Em minha pesquisa atual, desenvolvo um tipo de naturalismo moral que integre descrição e prescrição em bases estritamente imanentes, isto é, em benefício de uma explicação dos valores em conformidade com a natureza humana como a descreve as ciências. Entre outras obras, publiquei "Nome Próprios: Semântica e Ontologia", em 2003, pela UnB, e, também por essa editora, organizei "Ética: questões de fundamentação", em 2007. Em 2012, organizei, em parceria, "Ecos de Darwin", publicado pela editora da Unisinos. Meu trabalho recente no campo da ética naturalizada e textos relativos a projetos anteriores podem ser consultado em diversos artigos e capítulos de livros publicados conforme referências neste currículo. Na Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), fui, desde fins de 2012 até fins de 2016, Decano da Escola de Humanidades e sou, desde 2005, professor titular de Filosofia. Entre 1994 e 2003 fui professor adjunto da Universidade Federal de Goiás (UFG). Nessa instituição, colaborei com o Programa de Doutorado em Ciências Ambientais, o CIAMB-UFG, até 2008. Doutorei-me pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, estudei, no âmbito do doutorado, na Universidade de Bielefeld, Alemanha, país em que também cumpri estágio pós-doutoral, na área da filosofia, na Universidade de Tübingen. Concluí o mestrado também pela UFRGS, tendo feito, durante o curso, intercâmbio discente na Unicamp. Coordenei o PPG em Filosofia da UFG entre 2001-2003 e da Unisinos entre 2007 e 2012. Presidi, da sua fundação em 2008 e até 2012, a Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica-SBFA. Fui o secretário geral da Anpof nas gestões, 2013-14 e 2015-2016. Entre 2013 e 2014, fui professor visitante no Instituto de Filosofia da Escola de Estudo Avançado da Universidade de Londres. IP-SAS.UoL. Desde o início de 2017, sou o secretário da Educação do município de Porto Alegre. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Adriano Naves de Brito
Nome em citações bibliográficas
BRITO, A. Naves de

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.
Av. Unisinos, 950
Cristo Rei
93022-000 - Sao Leopoldo, RS - Brasil
Telefone: (51) 35908781
Ramal: 1116
Fax: (51) 35908112
URL da Homepage: http://www.unisinos.br


Formação acadêmica/titulação


1991 - 1998
Doutorado em Filosofia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
com período sanduíche em Universität Bielefeld (Orientador: Eike von Savigny (com bolsa do DAAD/CNPq)).
Título: Nomes próprios. Estudo em semântica e ontologia, Ano de obtenção: 1998.
Orientador: Eike von Savigny & E. J. Stein.
Coorientador: Eike von Savigny.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Semântica; Ontologia; Nomes próprios; Referência; Significado; Linguagem.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Lógica / Especialidade: Filosofia da Lógica.
1986 - 1990
Mestrado em Filosofia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: O vôo e o vácuo: Kant e a questão da fundamentação na Analítica Transcendental,Ano de Obtenção: 1990.
Orientador: Valério Rohden.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Kant; Fundamento; Analítica Trancendental; Criticismo; Dogmatismo; Ceticismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
1987 interrompida
Mestrado interrompido em 1987 em Filosofia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: O vôo e o vácuo: Kant e a questão da fundamentação na Analítica Transcendental,Ano de Obtenção: 1990.
Orientador: Zeljko Loparic.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Ano de interrupção: 1987
Palavras-chave: Dogmatismo; Ceticismo; Kant; Fundamentação.
Grande área: Ciências Humanas
2006 - 2015
Graduação em Direito.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: A Responsabilidade e o Mito da Liberdade na Ética e no Direito..
Orientador: Vicente Barreto.
1982 - 1984
Graduação em Pedagogia.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Título: Paulo Freire e Michael Foucault: educação e disciplina.
Orientador: José Ternes.


Pós-doutorado


2003 - 2003
Pós-Doutorado.
Universität Tübingen, UNI. TÜBINGEN, Alemanha.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética / Especialidade: Fundamentação da Moral.


Formação Complementar


2015 - 2015
EGI Summer School 2015. (Carga horária: 33h).
Electrical Geodesics, Inc., EGI, Estados Unidos.
2013 - 2013
Extensão universitária em Introdução aos Sinais Biomédicos. (Carga horária: 30h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2013 - 2013
Postura Investigativa no Ensino Superior. (Carga horária: 2h).
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
2012 - 2012
Thought and Language in Humans and Animals. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica, SBFA, Brasil.
2008 - 2008
Focus União Européia - América Latina. (Carga horária: 26h).
Camera di Commercio Italiana - Rio Grande do Sul -Brasile, CCI-RS, Brasil.
2006 - 2006
Capacitação do Banco de Avaliadores do Sinaes. (Carga horária: 24h).
Ministério da Educação Instituto de Pesquisas Educacionais, MEC/INEP, Brasil.
2002 - 2002
Capacitação de Avaliadores Para Condições Ensino. (Carga horária: 16h).
Ministério da Educação Instituto de Pesquisas Educacionais, MEC/INEP, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Ling Porto Alegre, LING, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Vistiante, Carga horária: 1

Atividades

9/2014 - 12/2014
Ensino, Ética, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Ética: Entre os Modernos, os Contemporâneos e as Ciências Cognitivas.

University of London, UL, Inglaterra.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Visitor Professor, Enquadramento Funcional: Visting professor, Carga horária: 40
Outras informações
The aim of the project was to develop an immanent theory of moral values and to study of the innate preferences which are essentials to this research under a naturalistic perspective.


Editora PHI, ED. PHI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Membro do Conselho Editorial, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Editorial, Carga horária: 1


Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica, SBFA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Dirigente, Enquadramento Funcional: Tesoureiro, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Dirigente, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 1

Atividades

10/2008 - Atual
Direção e administração, Diretoria, .

Cargo ou função
Presidente.

Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, ANPOF, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Secretário Geral, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Tesoureiro, Carga horária: 1


Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Titular II, Carga horária: 40
Outras informações
Grau máximo para a progressão na instituição.

Vínculo institucional

2013 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Decano da Escola de Humanidades, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2005 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Titular I, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2004 - 2013
Vínculo: Professor do MBA . Unisinos, Enquadramento Funcional: Professor Titular MBA, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Profesor Adjunto, Carga horária: 40

Atividades

3/2018 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Naturalised normativity: ethics, cooperation and business
8/2016 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lógica
8/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, .

Cargo ou função
Representante dos decanos no conselho universitário da Unisinos.
8/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmara de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, .

Cargo ou função
Representante dos decanos na Câmara de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unisinos.
03/2013 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética & Relações Internacionais
12/2012 - Atual
Direção e administração, Reitoria, .

Cargo ou função
Decano da Escola de Humanidades.
1/2007 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Linhas de pesquisa
Sistemas Éticos
9/2006 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas, Centro de Ciências Humanas.

Atividade realizada
Parecerista na Revista Virtual Controvérsia. www.controvérsia,unisinos.br.
5/2017 - 6/2017
Ensino, MBA em Gestão nos Negócios, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ética nos negócios
3/2017 - 6/2017
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Normativity, Symmetry and Evolution
03/2012 - 12/2016
Direção e administração, Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão, Diretoria de Extensão.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Pós-Graduação lato sensu: Filosofia: Os Clássicos e suas Obras..
3/2016 - 7/2016
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário dissertação
3/2016 - 7/2016
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Linguagem, Egocentricidade e Mística.
8/2014 - 12/2014
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ethics & Culture: Normativity, Nature and Nurture.
03/2013 - 12/2014
Direção e administração, Reitoria, Gabinete da Reitoria.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Pós-Graduação lato sensu: Especialização em Humanidades: para entender o século XXI..
09/2011 - 02/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Comissão Permanente de Avaliação e Acompanhamento de Projetos de Pesquisa - CPAA.
7/2008 - 02/2013
Direção e administração, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Convênio Unisinos Universiade de Buenos Aires - Filosofia.
07/2008 - 02/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão Permanente de Avaliação e Acompanhamento de Projetos de Pesquisa (CPAA) do PPG em Filosofia.
11/2007 - 02/2013
Direção e administração, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Programa e Pós Graduação em Filosofia: Mestrado e Doutorado.
7/2004 - 02/2013
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Membro de Comissão Permanente _ Comissão de Seleção e Acompanhamento de Bolsas de Estudo Prosup/Unisinos.
08/2012 - 12/2012
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Themes in Methaethics
03/2012 - 07/2012
Ensino, Filosofia: Os Clássicos e suas Obras, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Filosofia Moderna I: As "Investigações sobre os princípios da moral" de D. Hume.
03/2010 - 12/2011
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética
Filosofia da Linguagem
Metafísica
Teoria do Conhecimento
11/2011 - 11/2011
Ensino, MBA Unisinos, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Ética nos negócios
03/2011 - 07/2011
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gênese e Estrutura do Dever Ser: A Filosofia Prática de Ernst Tugendhat
3/2009 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Tecnociência da Unisinos.
06/2010 - 02/2011
Direção e administração, Reitoria, .

Cargo ou função
Equipe de planejamento institucional.
03/2010 - 07/2010
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Gênese e Estrutura do Dever Ser
03/2010 - 07/2010
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do Curso de Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Gênese e estrutura do dever-ser.
12/2009 - 12/2009
Ensino, Administração, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
A questão da ética e das construções no espaço organizacional.
08/2009 - 11/2009
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética
08/2009 - 09/2009
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos especiais II: A Crítica da Razão Pura de Kant
08/2009 - 08/2009
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do Curso de Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Estudo da "Crítica da Razão Pura" de Kant.
03/2009 - 06/2009
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e história: a história nos limites da natureza humana
9/2008 - 12/2008
Direção e administração, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Grupo de Trabalho para Infra Estrutura da Area 1, Humanidades, da Unisinos..
08/2008 - 12/2008
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia da Linguagem
11/2008 - 11/2008
Extensão universitária , Centro de Ciências Jurídicas, Comissão de Coordenação do PPG em Direito.

Atividade de extensão realizada
20 anos de Constituição: Os direitos Humanos entre a Norma e a Política.
03/2008 - 07/2008
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia da Ciência
03/2008 - 07/2008
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Linguagem e ação: a filosofia de David Hume
8/2007 - 12/2007
Ensino, Realização Audiovisual, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética
8/2007 - 12/2007
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado de Filosofia II
3/2004 - 12/2007
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas, Centro de Ciências Humanas.

Atividade realizada
Parecerista da Revista Filosofia Unisinos.
1/2006 - 10/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Membro da comissão de coordenação do PPG Filosofia.
8/2007 - 9/2007
Ensino, A filosofia e seu ensino, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Filosofia da Linguagem
3/2007 - 7/2007
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado de Filosofia I
3/2007 - 7/2007
Ensino, Gestão Inivação e Liderança, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ética
3/2007 - 7/2007
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à lógica e à análise da linguagem
9/2006 - 12/2006
Ensino, Realização Audiovisual, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos da Ética
8/2006 - 12/2006
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de Filosofia da Lógica
3/2004 - 12/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

10/2006 - 11/2006
Extensão universitária , Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão, Diretoria de Extensão.

Atividade de extensão realizada
Curso de formação: Ação Humana e Prática Social.
9/2006 - 10/2006
Extensão universitária , Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão, Diretoria de Extensão.

Atividade de extensão realizada
Lógica para Humanidades. Introdução à lógica elementar.
8/2006 - 8/2006
Ensino, MBA Unisinos, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética Corporativa
2/2006 - 7/2006
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia Geral II
Introdução à filosofia da Ciência
2/2006 - 7/2006
Ensino, Programa de pós-graduação em Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de dissertação
3/2006 - 3/2006
Extensão universitária , Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão, Diretoria de Extensão.

Atividade de extensão realizada
Curso de formação para dirigentes de empresas: Ética Corporativa. CH 8horas. Empresa Doux Frangosul..
1/2006 - 1/2006
Extensão universitária , Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão, Diretoria de Extensão.

Atividade de extensão realizada
Curso de formação para dirigentes de empresas: Ética Corporativa. CH 8horas. Empresa Doux Frangosul..
1/2006 - 1/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Comissão de seleção de candidatos ao mestrado..
8/2005 - 12/2005
Ensino, Programa de pós-graduação em Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Linguagem e Racionalidade. (em parceria com os professores M. Dascal, Anna Carolina Reggner e Varda Dascal)
8/2005 - 12/2005
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lógica Elementar
10/2004 - 12/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, Diretoria de Pesquisa.

Cargo ou função
Comitê de iniciação científica. Portaria 007/2004.
11/2005 - 11/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Ensino e Pesquisa, Diretoria de Pesquisa.

Cargo ou função
Membro do lcomitê técnico científico para seleção de projetosde pesquisa de docentes. Portaria 16/2005.
8/2005 - 8/2005
Ensino, MBA Unisinos, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética Corporativa
7/2005 - 7/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Comissão de seleção de candidatos ao mestrado..
2/2005 - 7/2005
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Programa de Aticidades em Lógica (Introdução à lógica)
Ética
11/2004 - 6/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do Curso de Filosofia.

Cargo ou função
Comissão de redação do projeto de doutorado do PPG em Filosofia.
10/2004 - 1/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Cargo ou função
Comissão de seleção de candidatos ao curso de mestrado do PPG em Filosofia..
8/2004 - 12/2004
Ensino, Licenciaturas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Programa de Atividades Conhecimento e Ciências
Filosofia Geral I (A Metafísica de Aristóteles)
8/2004 - 12/2004
Ensino, Programa de pós-graduação em Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e Verdade I. Verdade e fundamentação moral
9/2004 - 9/2004
Extensão universitária , Centro de Ciências Humanas, Comissão de Coord. do PPG em Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização da palestra: "A justiça nas relações internacionais" ministrada pelo Prof. Dr. T. Kesselring.
2/2004 - 7/2004
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia da Ciência
Filosofia Geral I (A metafísica de Aristóteles).

Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2008
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 4
Outras informações
No PPG em Ciências Ambientais orientei uma aluna de doutorado e lecionei disciplinas nos anos de 2005 e 2007.

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante no PPGFIl, Carga horária: 4
Outras informações
No PPG em Filosofia da UFG oriento alunos de mestrado e de iniciação científica e desenvolvo pesquisa.

Vínculo institucional

1993 - 2004
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró Reitoria de Pesquisa, Programa de Doutorado Em Ciências Ambientais Ciamb.

Linhas de pesquisa
Étca e bioética
4/2007 - 6/2007
Ensino, Ciências Ambientais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e bioética: evolução, história e ética
3/2002 - 12/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de Filosofia.

6/2005 - 6/2005
Ensino, Ciências Ambientais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentação Naturalizada da Ética.
5/2002 - 3/2004
Direção e administração, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, .

Cargo ou função
Vice-diretor da unidade.
5/2002 - 3/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Diretor da Fchf, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Membro de conselho de unidade.
8/2000 - 3/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino Pesquisa Extensão e Cultura, Reitoria.

Cargo ou função
Membro de conselho superior.
3/1999 - 3/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós Graduação Em Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Membro de conselho.
12/1993 - 3/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Membro de conselho.
8/2003 - 2/2004
Direção e administração, Instituto de Ciências Humanas e Letras, Programa de Pós Graduação Em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFG.
1/2000 - 1/2004
Direção e administração, Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do convênio UFG/UnB (departamentos de filosofia).
11/2003 - 12/2003
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos de Teoria da Ação. Juízo, vontade e ação: reflexões sobre ética e linguagem
01/2001 - 12/2003
Direção e administração, Instituto de Ciências Humanas e Letras, Programa de Pós Graduação Em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Convênio UFG.UnB: Filosofia.
11/2003 - 11/2003
Extensão universitária , Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Programa de Pós Graduação Em Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização da X Semana de Filosofia da UFG.
12/2000 - 11/2003
Direção e administração, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do convênio de cooperação acadêmica entre os departamentos de filosofia da UFG e UnB.
10/2002 - 7/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária para reformulação de currículo.
08/2001 - 7/2003
Direção e administração, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Mestrado em Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Filosofia da UFG.
6/2003 - 6/2003
Extensão universitária , Programa de Pós Graduação Em Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização do II Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem..
1/2003 - 6/2003
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia III - Filosofia Moderna: Teoria do Conhecimento
Oficinas Monográficas. (Tutotia para discentes em fase de redação de monografia)
1/2003 - 6/2003
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia
9/2002 - 12/2002
Ensino, Letras e Lingüística, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia da Linguagem
1/2002 - 12/2002
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia III - Filosofia Moderna: Teoria do Conhecimento
Oficinas Monográficas. (Tutotia para discentes em fase de redação de monografia)
1/2002 - 12/2002
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia
10/2002 - 10/2002
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização da IX Semana de Filosofia da UFG.
1/2002 - 6/2002
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos em Ética: O neo-aristotelismo e a fundamentação da moral pelas virtudes. Aristóteles e MacIntyre
5/2002 - 5/2002
Extensão universitária , Programa de Pós Graduação Em Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organizador do Iº Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem.
1/2001 - 12/2001
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia IV - Filosofia Contemporânea: Filosofia Analítica da Linguagem
História da Filosofia III - Filosofia Moderna: Teoria do Conhecimento
1/2001 - 6/2001
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria da Ação: A filosofia moral de Hume e Schopenhauer
1/2001 - 6/2001
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade realizada
Editor do Vol. 6, facículos 1 e 2 da revista de filosofia Philósophos. 2001.
3/1998 - 6/2001
Treinamentos ministrados , Reitoria, Departamento de Recursos Humanos.

Treinamentos ministrados
Curso de ética para servidores públicos
3/1998 - 3/2001
Direção e administração, Instituto de Ciências Humanas e Letras, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro de comissão permanente (Comissão de Avaliação Docente).
5/1998 - 2/2001
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Assessor pedagógico.
1/1997 - 1/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Revista de Filosofia Philósophos, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Cargo ou função
Membro de conselho editorial.
11/2000 - 12/2000
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Pró-reitor de Graduação em exercício.
1/2000 - 12/2000
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia IV - Filosofia Contemporânea: Filosofia da Linguagem
Oficinas Monográficas. (Tutotia para discentes em fase de redação de monografia)
8/1998 - 12/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró Reitoria de Graduação, Reitoria.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária.
1/2000 - 6/2000
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e Política. A filosofia da ação de Tugendhat. 2000
3/2000 - 4/2000
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Pró-reitor de graduação em exercício.
1/1999 - 1/2000
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Letras, Departamento de Filosofia.

11/1999 - 12/1999
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Pró-reitor de graduação em exercício.
1/1999 - 12/1999
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria do Conhecimento
História da Filosofia IV - Filosofia Contemporânea: Filosofia Analítica da Linguagem
Oficinas Monográficas. (Tutotia para discentes em fase de redação de monografia)
8/1998 - 12/1999
Direção e administração, Reitoria, Pró Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Membro de Comissão Temporária. Presidente da comissão para a redação do Regulamento Geral de Cursos de Graduação.
01/1995 - 12/1999
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade realizada
Membro do conselho editorial da revista Philósophos (primeira fase).
11/1999 - 11/1999
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
V Semana de Filosofia do UFG.
1/1999 - 6/1999
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia Moral. Kant: Crítica da Razão Prática. 1999
1/1998 - 12/1998
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria do Conhecimento
História da Filosofia IV (Filosofia contemporânea; filosofia analítica da linguagem)
Oficinas Monográficas. (Tutotia para discentes em fase de redação de monografia)
6/1994 - 12/1998
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Letras, Departamento de Filosofia.

Linhas de pesquisa
Linguagem e Conhecimento
6/1998 - 6/1998
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Simpósio internacional: Ética: Questões de fundamentação.
10/1997 - 10/1997
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização do III Simpósio Aspectos da Linguagem: Linguagem e Interação Comunicativa. (Simpósio internacional no âmbito do Probral UFG/Uni Bielefeld. Patrocínio Capes DAAD).
1/1996 - 12/1996
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia IV (Filosofia Contemporânea, Filosofia analítica da Linguagem)
1/1996 - 12/1996
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia e Estética
8/1996 - 11/1996
Extensão universitária , Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão: Introdução à Filosofia da Linguagem.
9/1996 - 9/1996
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização do II Simpósio Aspectos da Linguagem: semântica e ontologia..
3/1995 - 8/1996
Direção e administração, Instituto de Ciências Humanas e Letras, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
3/1996 - 3/1996
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Simpósio Internacional: Ética e Política.
1/1995 - 12/1995
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia III. (Filosofia Moderna. Teoria do Conhecimento)
1/1994 - 12/1995
Ensino, Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia e Estética
8/1995 - 9/1995
Extensão universitária , Departamento de Filosofia, Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Organização do I Simpósio Aspectos da Linguagem: Filosofia e Lingüística.
1/1994 - 12/1994
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Filosofia III - Filosofia Moderna: Kant, Descartes e Hume
Teoria do conhecimento

Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário e extensionista, Carga horária: 20

Atividades

8/1984 - 12/1984
Estágios , Projeto Aldeia Juvenil, Vice Reitoria Acadêmica.

Estágio realizado
Orientador educacional.
1/1983 - 12/1984
Extensão universitária , Coordenadoria de Estágio e Extensão, Vice Reitoria Para Assuntos Comunitários.

Atividade de extensão realizada
Assessoria pedagógica.
3/1983 - 11/1984
Estágios , Coordenadoria de Estágio e Extensão, Vice Reitoria Para Assuntos Comunitários.

Estágio realizado
Estágio no programa cultural da UCG.
3/1983 - 12/1983
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas, Centro de Ciências Humanas.

Atividade realizada
Monitor.

Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Professor colaborador sem vínculo empregatício. Registro na UnB: 996041 de 13 de setembro de 2002.

Atividades

8/2002 - 10/2002
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia da Linguagem

Universität Bielefeld, UNI.BIELEFELD, Alemanha.
Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Atividades

1/2000 - 2/2000
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Lingüística, .

10/1997 - 3/1998
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Filosofia, .

10/1997 - 3/1998
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zur Theorie von Eigennamen
10/1997 - 3/1998
Ensino, Filosofia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Zur Theorie von Eigennamen

Universität Tübingen, UNI. TÜBINGEN, Alemanha.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Bolsista Capes (missão pós-doutoral), Carga horária: 40
Outras informações
Desenvolvimento do projetod e pesquisa "Entre sentimentos e razões: uma investigação sobre a fundamentação na moral" no âmbito de uma licença qualificação em nível de pós-doutorado com financiamento da CAPES.

Atividades

7/2003 - 10/2003
Pesquisa e desenvolvimento , Institut Für Philosophie, .


Faculdade de Educação e Ciências Humanas de Anicuns, FECHA, Brasil.
Vínculo institucional

1985 - 1985
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

1/1985 - 12/1985
Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à filosofia
Supervisão escolar
Estágio supervisionado

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi, FFCHG, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1986
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

Atividades

6/1986 - 7/1986
Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Supervisão escolar
Currículo
Estágio supervisionado
Organização do trabalho pedagógico

Editorial Philosophia, EDITORIAL PHILOS, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: Membro de sociedade científica, Enquadramento Funcional: Presidente da Associação, Carga horária: 1
Outras informações
Presidente de associação científica, civil, sem fins lucrativos e que tem como finalidade a difusão e o apoio à produção filosófica. Entre 2001 e 2004 o Editorial foi co-responsável pela publicação da revista de filosofia Philósophos, editada em Goiânia. A sociedade é mantenedora, a partir de 2005, do Portal de Filosofia iPhi e da revista virtual Ágora.

Atividades

1/2005 - Atual
Direção e administração, Portal de Filosofia Iphi, .

Cargo ou função
Editor responsável.
6/2003 - Atual
Direção e administração, Presidência do Conselho Deliberativo, Conselho Deliberativo.

Cargo ou função
Presidente.
6/2003 - 12/2004
Direção e administração, Revista Philósophos, .

Cargo ou função
Editor responsável.
1/2001 - 12/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Editorial, Conselho Editorial.

Cargo ou função
Membro de conselho editorial da revista Philósophos (nova fase).
7/2003 - 12/2003
Outras atividades técnico-científicas , Revista Philósophos, Revista Philósophos.

Atividade realizada
Editor Responsável dos volumes 8, números 1 e 2, e 9, números 1 e 2 da revista Philósophos.

Colégio Marista de Goiânia, COLÉGIOMARISTA, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1984
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor do ensino fundamental, Carga horária: 20

Atividades

1/1984 - 12/1984
Ensino,

Disciplinas ministradas
Inglês
Ensino Religioso

Prefeitura Municipal de Porto Alegre, P/PORTO ALEGRE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Secretário Municipal de Educação, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Linguagem e Conhecimento

Objetivo: Investigar e expor as principais teorias da referência para nomes próprios; Argumentar contra a teoria da referência direta de Kripke; Desenvolver e defender uma teoria da referência de cunho fregeano para os nomes próprios; Formular uma teoria do objeto e da predicação condizentes com a teoria da referência formulada..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Palavras-chave: Linguagem ordinária; Ontologia; Nomes próprios; Semântica; Teoria da Referência.
2.
Filosofia da Linguagem. Teoria da referência para termos de espécies naturais.

Objetivo: Investigar e apresentar as principais teorias da referência para espécies naturais; Argumentar contra o essencialismo de algumas teorias da referência para os termos de espécies naturais..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da linguagem.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Palavras-chave: Ontologia; Linguagem ordinária; Filosofia da Linguagem; Teoria da Referência; Semântica.
3.
Ética e Filosofia da Linguagem

Objetivo: O projeto tem por objetivo investigar a questão da fundamentação dos juízos morais. O problema norteador do projeto é a pergunta: é possível uma fundamentação racional da moralidade e, por conseguinte, uma fundamentação dos juízos morais? A questão se desdobra na investigação sobre o modo como juízos morais são fundados, marcando-se a diferença desse procedimento para com o mesmo procedimento aplicado a juízos teóricos. A pesquisa visa também a investigar os limites dos procedimentos de fundamentação da ética e a pensar a distinção entre procedimentos descritivos e normativos em ética, tomados ambos como possibilidade de tratamento filosófico do tema. Os autores centrais na investiagação são Hume, Kant e Tugendhat..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética / Especialidade: Ética e Linguagem.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética / Especialidade: Filosofia Kantiana.
Palavras-chave: Kant; Hume; Tugendhat; Fundamentação na moral; Juízos morais.
4.
Étca e bioética
5.
Filosofia da Linguagem: Nomes próprios: semântica e ontologia

Objetivo: Investigar o problema da referência dos termos singulares mediante a análise de duas coorentes dominantes sobre o tema: as teorias causais da referência e a teoria clássica de cunho fregeano. Desenvolvimento em universidade estrangeiro de projeto em curso no âmbito de meu doutoramento..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da linguagem.
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: Nomes próprios; Referência; Semântica; Ontologia.
6.
Filosofia da Linguagem.Teoria da referência para termos de espécies naturais

Objetivo: Investigar e apresentar as principais teorias da referência para espécies naturais; Argumentar contra o essencialismo de algumas teorias da referência para os termos de espécies naturais..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
Palavras-chave: Teoria da Referência; Ontologia; Semântica.
7.
Ética e Filosofia da Linguagem

Objetivo: O projeto tem por objetivo investigar a questão da fundamentação dos juízos morais. O problema norteador do projeto é a pergunta: é possível uma fundamentação racional da moralidade e, por conseguinte, uma fundamentação dos juízos morais? A questão se desdobra na investigação sobre o modo como juízos morais são fundados, marcando-se a diferença desse procedimento para com o mesmo procedimento aplicado a juízos teóricos. A pesquisa visa também a investigar os limites dos procedimentos de fundamentação da ética e a pensar a distinção entre procedimentos descritivos e normativos em ética, tomados ambos como possibilidade de tratamento filosófico do tema. Os autores centrais na investiagação são Hume, Kant e Tugendhat..
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: Ética; Fundamentação da moral; Kant; Hume; Tugendhat; Juízos morais.
8.
Ética e Filosofia da Linguagem

Objetivo: Desenvolvimento, no âmbito de estágio pós-doutoral, de projeto de pesquisa em curso e financiado pelo CNPq (bolsa de produtividade) em universidade estrangeira. A missão viasava a interação acadêmica com o Prof. Dr. E. Tugendhat. O projeto no âmbito do qual a missão foi realizada foi o seguinte: "Entre sentimentos e razões: uma investigação sobre a fundamentação na moral.".
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: Ética; Filosofia da Linguagem; Fundamentação na moral.
9.
Linguagem, Racionalidade e o Discurso da Ciência

Objetivo: O projeto tem por objetivo investigar a questão da fundamentação dos juízos morais. O problema norteador do projeto é a pergunta: é possível uma fundamentação racional da moralidade e, por conseguinte, uma fundamentação dos juízos morais? A questão se desdobra na investigação sobre o modo como juízos morais são fundados, marcando-se a diferença desse procedimento para com o mesmo procedimento aplicado a juízos teóricos. A pesquisa visa também a investigar os limites dos procedimentos de fundamentação da ética e a pensar a distinção entre procedimentos descritivos e normativos em ética, tomados ambos como possibilidade de tratamento filosófico do tema. Os autores centrais na investiagação são Hume, Kant e Tugendhat..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da linguagem.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética / Especialidade: Filosofia Kantiana.
Setores de atividade: Educação Superior.
Palavras-chave: Ética; Juízos morais; Fundamentação da moral; Kant; Hume; Tugendhat.
10.
Sistemas Éticos

Objetivo: Pesquisa da ética, seus fundamentos e sistemas na história da filosofia.
Grande área: Ciências Humanas
Palavras-chave: Ética.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Normatividade naturalizada
Descrição: O fenômeno da normatividade é ubíquo nas interações humanas, surgindo em uma ampla gama de áreas estudadas pelas ciências sociais, como, p. ex., a linguagem, religião, política e moralidade. A normatividade, com efeito, é geralmente considerada pelos cientistas sociais como um dos traços essenciais da ação humana. A moderna tradição subjetivista ? ainda largamente influente ? das ciências sociais se baseia em um modelo em que elementos como o self, a liberdade e a razão desempenham o papel mais relevante na explicação da normatividade ao conectar, em contextos avaliativos das ações humanas, crenças a comportamentos por meio de motivos que não são redutíveis a preferências, desejos ou impulsos. Já que essas abordagens do fenômeno da normatividade não podem ser francamente naturalizadas, é comum que as ciências sociais postulem, ainda que implicitamente, um plano não natural ? ou quase natural. Por conseguinte, sob essa concepção da natureza da ação humana em contextos avaliativos, tornou-se inevitável o surgimento de um divisor de águas entre as ciências sociais e as naturais: uma ciência natural determinista, por um lado, e uma ciência não determinista da humanidade, por outro. Neste projeto, proponho-me a investigar a normatividade como um fenômeno geral para então focar-me criticamente no seu suposto fundamento racional no tocante à moralidade. A perspectiva de investigação é naturalista, o que quer dizer que aponta para uma colaboração estreita entre as ciências sociais e as naturais, especialmente a ciência cognitiva e a psicologia, para entender o fenômeno da normatividade nas ação e interações humana. O objetivo é explicar a validade objetiva das normas práticas sem o recurso a dimensões humanas não imanentes, como liberdade e racionalidade prática, mas com base na preferência humana por simetria nas relações morais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
2014 - 2017
Ação & Valor na Moral Naturalizada
Descrição: O projeto visa a desenvolver um tipo de naturalismo moral que integre descrição e prescrição em bases estritamente imanentes, isto é, em benefício de uma explicação dos valores em conformidade com a natureza humana como a descreve as ciências. Parte-se da premissa de que o âmbito dos valores tem de ser investigado a partir da constituição biológica da espécie humana que a habilita à ação. Trata-se, portanto, de defender um animalismo quanto à identidade pessoal dos agentes morais, no sentido de que qualidades mentais alegadamente requeridas para a atribuição de personalidade, agência e responsabilidade morais, como racionalidade, liberdade e autoconsciência, não são suficientes ou primárias para a explicação do fenômeno moral, em especial não o são para a explicação da normatividade moral, assim como não o é o realismo sobre fatos morais. Juízos morais não vigem ou compelem em virtude de serem verdadeiros. O naturalismo moral que se tem em vista almeja integrar, num mesmo arcabouço explicativo, a avaliação moral, ou o fato de que os indivíduos avaliam-se mutuamente e a si próprios, e que atine mais a uma teoria do valor, com a ação moral, ou o fato de que os indivíduos da espécie tomam decisões para atuar com base em valores, tema que é mais atinente à teoria da ação. No tocante a isso, parte-se da premissa de que o julgamento moral serve ao controle mútuo dos comportamentos dos indivíduos em grupo e a ação visa, prima facie, ao acesso e preservação dos bens preferidos pelo agente. Ambos, contudo, atendem à funcionalidade da vida social da espécie que lhe foi decisiva na deriva evolutiva..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 24 / Número de orientações: 10
2013 - 2014
Value & Interest: morality within the framework of human nature and human evolution
Descrição: The aim of this project is to develop an immanent theory of moral values. This entails explaining the origin of the distinction between moral values, (both good and evil) within, on the one hand, the preferences of individuals, which results from a lengthy process of natural selection and, on the other hand, the clash of individual wills within the system of morality, which can be understood as a system of mutual requirements to which all humans are subjected from birth. Two types of problems will be addressed in this project. The first of these concerns our understanding of the processes of the formation of moral values, with regard to which, moral feelings, especially indignation and guilt, play a central role. Moreover, I adopt the hypothesis that the public constitution of moral values is comparable with that of meaning, so that a better understanding of the latter can shed lights on the comprehension of the former. The second level of difficulty concerns the study of human sociability, and involves dealing with a central problem for the Humanities, namely, that of the seamless connection between the natural and cultural history of  human beings, without reference to transcendental aspects. As regards this second level of difficulty, the study of the individual preferences of members of the human species is of paramount importance, since these preferences constitute evolutionary data which have remained stable throughout the process of civilisation. One example of this would be the sense of taste, and an investigation into the world of the senses would vindicate the Humean connection between taste and morality, thus allowing us to better understand the link between human nature, culture and morality..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2010 - 2013
Valor & Interesse: a moralidade nos marcos da natureza e da evolução humanas
Descrição: O projeto visa a desenvolver uma teoria do valor moral de cunho imanente stricto sensu. Isso significa explicar a origem da distinção entre os valores morais, o bem e o mal, no âmbito, de um lado, das preferências dos indivíduos, resultantes de um processo longo de seleção natural; e, de outro, do confronto das vontades individuais no sistema da moralidade, entendido como um sistema de exigências mútuas ao qual todos estão submetidos desde o nascimento. Duas ordens de problemas serão tratadas. A primeira, concerne à compreensão dos processos de formação dos valores morais. No tocante a isso, os sentimentos morais, de modo especial a indignação e a culpa, têm papel central, assim como também o significado. Toma-se como hipótese metodológica, a comparação entre a constituição dos significados como entidades públicas e os valores, cuja natureza, e essa é uma hipótese de trabalho, à deles se equipara. A segunda ordem de dificuldades concerne ao estudo da sociabilidade humana e envolve o enfrentamento de um dos problemas centrais para as ciência do homem, qual seja, o da ligação, sem hiatos cuja superação apele a elementos transcendentes, entre a história natural e a história cultural da humanidade. O que se almeja com a investigação sobre essa segunda ordem de dificuldades é, inicialmente, dispor o problema em termos mais claros para, num momento posterior, e amparando-se nos resultados acumulados ?inclusive em uma teoria naturalizada do valor?, dedicar-se a contribuir para a sua solução..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (3) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Remuneração / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 124 / Número de orientações: 28
2007 - 2009
Valor, Interesse e Liberdade na Moral Naturalizada
Descrição: O projeto visa à formulação de uma teoria geral da moralidade a partir de dois eixos: 1. compatibilizar sob um só teto teórico o binômio valor e interesse; e 2. explicar a liberdade humana nos marcos da imanência, isto é, nos limites da natureza. Deste modo, o que se pretende é esboçar uma teoria da moralidade que dê conta, em bases naturalistas, tanto de uma descrição adequada do agir moral humano, para o que o interesse é central, quanto do valor expresso nos juízos morais que os agentes enunciam sobre as ações uns dos outros. A relação entre valor e interesse é, entretanto, problemática e a solução do conflito entre eles passa por uma reinterpretação naturalista do conceito de liberdade. Com efeito, se, por um lado, a liberdade é fundamento do valor, então a ação tem de ser possível a despeito dos interesses, ou pelo menos, graças a um interesse não patológico. Mas se, por outro, a ação é tomada apenas no plano das causalidades naturais, então a liberdade, num sentido substantivo, é dispensável na descrição do agir moral do homem, e o valor é que tem de ser explicado no mero plano da imanência. É em virtude dessa injunção que a consecução do objetivo central do projeto demanda a elaboração de uma abordagem naturalizada da liberdade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional do Petróleo - Bolsa / Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 35 / Número de orientações: 18
2004 - 2006
Entre Sentimentos e razões: uma investigação sobre a fundamentação da moral
Descrição: Classicamente, foram duas as mais relevantes vias de fundamentação da moral: a religião e a metafísica. Ambas parecem esgotadas no contexto da maior parte das reflexões éticas contemporâneas. Não obstante isso, o projeto de fundamentação da moral não foi abandonado. É característico do programa fundacionista que ele tome a argumentação como procedimento essencial para se alcançar valores capazes de sustentar a prescrição de comportamentos morais. Considerando a hipótese de que não seja possível, num sentido relevante, uma fundamentação da moral, restaria então àquele que investiga a moralidade apenas o trabalho descritivo. Ora, no que concerne à questão mais aguda sobre a fundamentação da moral, as alternativas para a discussão são, pois, duas: ou bem a moral pode ser fundada e cabe à filosofia mostrar como, ou o projeto de fundamentação argumentativa da moral é inviável e à filosofia caberia descrever a estrutura elementar dos comportamentos morais. Nesse último caso, conceitos como poder, política e natureza humana deveriam ganhar destacada relevância no discurso filosófico acerca da moral.A pesquisa visa, na perspectiva exposta, a investigar os procedimentos filosóficos de fundamentação da moral e isso à luz de sua imbricação com a estrutura da liguagem humana. O objetivo é, pois, avaliar até que ponto é possível uma fundamentação argumentativa da moral, seja ela fundada nos sentimentos ou na razão, ou se o que nos resta como filósofos é apenas a descrição do fenômeno moral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador / Felipe Grivicich da Silva - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Remuneração / Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 30 / Número de orientações: 19
2003 - 2004
Sentimentos e razões na fundamentação da moral
Descrição: Classicamente, foram duas as mais relevantes vias de fundamentação da moral: a religião e a metafísica. Ambas parecem esgotadas no contexto da maior parte das reflexões éticas contemporâneas. Não obstante isso, o projeto de fundamentação da moral não foi abandonado. É característico do programa fundacionista que ele tome a argumentação como procedimento essencial para se alcançar valores capazes de sustentar a prescrição de comportamentos morais. Considerando a hipótese de que não seja possível, num sentido relevante, uma fundamentação da moral, restaria então àquele que investiga a moralidade apenas o trabalho descritivo. Ora, no que concerne à questão mais aguda sobre a fundamentação da moral, as alternativas para a discussão são, pois, duas: ou bem a moral pode ser fundada e cabe à filosofia mostrar como, ou o projeto de fundamentação argumentativa da moral é inviável e à filosofia caberia descrever a estrutura elementar dos comportamentos morais. Nesse último caso, conceitos como poder, política e natureza humana deveriam ganhar destacada relevância no discurso filosófico acerca da moral.A pesquisa visa, na perspectiva exposta, a investigar os procedimentos filosóficos de fundamentação da moral e isso à luz de sua imbricação com a estrutura da liguagem humana. O objetivo é, pois, avaliar até que ponto é possível uma fundamentação argumentativa da moral, seja ela fundada nos sentimentos ou na razão, ou se o que nos resta como filósofos é apenas a descrição do fenômeno moral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (6) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Universidade Federal de Goiás - Remuneração / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 9
2003 - 2003
Sentimentos e razões na fundamentação da moral
Descrição: O projeto tem por objetivo investigar a questão da fundamentação dos juízos morais. O problema norteador do projeto é a pergunta: é possível uma fundamentação racional da moralidade e, por conseguinte, uma fundamentação dos juízos morais? A questão se desdobra na investigação sobre o modo como juízos morais são fundados, marcando-se a diferença desse procedimento para com o mesmo procedimento aplicado a juízos teóricos. A pesquisa visa também a investigar os limites dos procedimentos de fundamentação da ética e a pensar a distinção entre procedimentos descritivos e normativos em ética, tomados ambos como possibilidade de tratamento filosófico do tema. Os autores centrais na investiagação são Hume, Kant e Tugendhat..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador / Ernst Tugendhat - Integrante.
Financiador(es): Universidade Federal de Goiás - Remuneração / Universität Tübingen - Cooperação / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2001 - 2004
Questões de fundamentação na ética
Descrição: Em que sentido se pode fundar a moral? Em que tewrmos se pode pensar a validade de juízos morais? Estas são as questões centrais que nortearam o projeto. A motivação para a investigação veio do confronto com a filosofia prática de E. Tugendhat, sobretudo a sua crítica ao fundacionismo kantiano. O estudo dopensamento tugendhatiano conduziu a uma investigação sobre diferentes procedimentos de fundamentação moral, desde os trancendentais, à maneira de Apel, até aqueles que se baseiam nos sentimentos, à maneira de Schopenhauer..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 15 / Número de orientações: 15
1999 - 2001
Teorias da refrência para nomes de espécies naturais
Descrição: O projeto teve como objetivos: 1. investigar as teorias da referência contemporâneamente dominantes para os termos para espécies naturais; 2. argumentar contra a posição essencialista de autores como Putnam e Kripke..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Universidade Federal de Goiás - Remuneração.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
1997 - 2000
Interação comunicativa, estruturas e processos.
Descrição: Projeto desenvolvido no âmbito do programa PROBRAL, financiado conjuntamente pelas agências CAPES e DAAD. O projeto teve como eixo a investigação das estruturas de interação comunicativa a partir da perspectiva da filosofia e da lingüística. Diferentes abordagens foram tomadas em consideração, confrontando diferentes correntes do pensamento filosófico e lingüístico. No âmbito do projeto realizei duas missões de trabalho na Universität Bielefeld, realizando atividades de pesquisa e docência..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador / José Nicolau Heck - Integrante / Sofia Inês Albornoz Stein - Integrante / Enrique Huelva - Integrante / Francisco Ortega - Integrante / Meyer Hermann - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Cooperação / Deutsche Akademische Austauschdienst - Bolsa / Deutsche Akademische Austauschdienst - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
1994 - 1998
Nomes próprios. Estudo em Semântica e Ontologia
Descrição: O projeto teve como objetivo investigar o problema da referência reletivamente aos termos singulares e isso medianhte a análise das duas correntes dominantes na filosofia contemporânea sobre o tema, quais sejam: as teorias causais da referência e as teorias cuja orientação é a posição clássica de cunho fregeano, exposta em "Sobre o sentido e a referência". O projeto, desenvolvido no âmbito do doutoramento, resultou na obtenção do título e na publicação do livro "Nomes próprios: semântica e ontologia"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Adriano Naves de Brito - Coordenador.
Financiador(es): Universidade Federal de Goiás - Remuneração / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Deutsche Akademische Austauschdienst - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 18 / Número de orientações: 5


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Revista Letterarius
2009 - Atual
Periódico: Griot
2008 - Atual
Periódico: Revista Peruana de Epistemología
2003 - Atual
Periódico: Cadernos PET-Filosofia (UFPR)
2002 - Atual
Periódico: Phronesis (PUCCAMP)
1998 - 2004
Periódico: Philósophos (UFG)


Revisor de periódico


2004 - Atual
Periódico: Filosofia Unisinos
2005 - Atual
Periódico: Controvérsia (UNISINOS)
2006 - Atual
Periódico: Cadernos IHU Idéias (UNISINOS)
2004 - Atual
Periódico: Principia (UFSC)
1996 - 2003
Periódico: Philósophos (UFG)
1999 - 2003
Periódico: Fragmentos de Cultura (Goiânia)
2012 - Atual
Periódico: ANALYTICA
2010 - Atual
Periódico: Ethic@ (UFSC)
2012 - Atual
Periódico: Transformação


Revisor de projeto de fomento


2004 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul
2004 - Atual
Agência de fomento: Universidade do Vale do Rio do Sinos
1999 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
1999 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da linguagem.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação superior.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Lê Bem.


Prêmios e títulos


2009
Distinción al Mérito do Instituto de Investigaciones del Pensamiento Peruano y Latinoamericano, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima, Peru..


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BRITO, A. Naves de2017BRITO, A. Naves de. Responsibility without Freedom and the Burden of Personhood. Appraisal, Journal of the British Personalist Forum, v. 11, p. 457-82-482, 2017.

2.
BRITO, A. Naves de2017BRITO, A. Naves de. Normativity without dualism: connecting the dots between natural and social sciences. REVISTA DISSERTATIO DE FILOSOFIA, v. 5, p. 3-21, 2017.

3.
BRITO, A. Naves de2013BRITO, A. Naves de. Morality Beyond Contractualism. Principios, v. 20, p. 37-58, 2013.

4.
SILVEIRA, Matheus de Mesquita2013SILVEIRA, Matheus de Mesquita ; BRITO, A. Naves de . O papel da empatia e das emoções nas distinções morais. Natureza Humana (Online), v. 15, p. 140-159, 2013.

5.
BRITO, A. Naves de2010 BRITO, A. Naves de. Falácia Naturalista e Naturalismo Moral: do é ao deve mediante o quero. Kriterion (UFMG. Impresso), v. 121, p. 215-226, 2010.

6.
Bitencourt, Claudia Cristina2010Bitencourt, Claudia Cristina ; BRITO, A. Naves de ; Cabral, Patricia Martins Fagundes ; Villwock, Luis Humberto de Mello ; CULLETON, Alfredo ; RHODEN, Ieda . Doing better by doing good ? the experience of a community network in Brazil. International Journal of Business and Systems Research (Print), v. 4, p. 209-226, 2010.

7.
BRITO, A. Naves de2009BRITO, A. Naves de. A história nos marcos da natureza humana.. Cadernos de Ética e Filosofia Política (USP), v. 14, p. 7-23, 2009.

8.
BRITO, A. Naves de2008BRITO, A. Naves de. The Role of Reasons and Sentiments in Tugendhat?s Moral Philosophy. Crítica (México), v. 40, p. 29-43, 2008.

9.
BRITO, A. Naves de2008BRITO, A. Naves de. Hume e o universalismo na moral: por uma alternativa não kantiana. Ethic@ (UFSC), v. 7, p. 123-136, 2008.

10.
SILVA, André Luiz Olivier da2007SILVA, André Luiz Olivier da ; BRITO, A. Naves de . Utilidade e simpatia: Hume contra o egoísmo cético.. Controvérsia (UNISINOS), v. 3, p. 3, 2007.

11.
BRITO, A. Naves de2006BRITO, A. Naves de. Método e análise. UNIrevista (UNISINOS. Online), São Leopoldo, v. 1, n.1, p. 1-8, 2006.

12.
BRITO, A. Naves de2006BRITO, A. Naves de. Juízos ou emoções: de quem é a primazia na moral?. Cadernos IHU Idéias (UNISINOS), São Leopoldo, v. 4, n.52, p. 16-21, 2006.

13.
BRITO, A. Naves de2005BRITO, A. Naves de. Kant entre os sentimentos, a razão e a barbárie. Cadernos IHU em Formação (UNISINOS), São Leopoldo, v. 1, n.1, p. 25-27, 2005.

14.
BRITO, A. Naves de2005BRITO, A. Naves de. Objeto e referência em Kant. Theophilos, Canoas - RS, v. 3, n.1/2, p. 109-124, 2005.

15.
BRITO, A. Naves de2005BRITO, A. Naves de. Referência, identidade e essência. Filosofia Unisinos, São Leopoldo, v. 6, n.1, p. 85-93, 2005.

16.
BRITO, A. Naves de2005BRITO, A. Naves de. A ética e a política entre a razão e o mercado.. Filosofia Unisinos, São Leopoldo, v. 6, n.2, p. 239-247, 2005.

17.
BRITO, A. Naves de2002BRITO, A. Naves de. Hume ou Kant?. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 7, n.2, p. 245-253, 2002.

18.
BRITO, A. Naves de2002BRITO, A. Naves de. Nomes Logicamente próprios e referência direta.. Principia (UFSC), Florianópolis, v. 5, n.1-2, p. 1-18, 2002.

19.
BRITO, A. Naves de2002BRITO, A. Naves de. Frege e a Filosofia da Linguagem. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 4, n.1, p. 7-16, 2002.

20.
BRITO, A. Naves de2001BRITO, A. Naves de. Hume e o empirismo na moral. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 6, n.1, p. 42-64, 2001.

21.
BRITO, A. Naves de2000BRITO, A. Naves de. Filosofia da Linguagem. Noções introdutórias.. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 5, n.2, p. 5-19, 2000.

22.
BRITO, A. Naves de1998BRITO, A. Naves de. Kant e Freud. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 8, n.3, p. 657-672, 1998.

23.
BRITO, A. Naves de1997BRITO, A. Naves de. Mundo: a compreensão de um conceito.. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 7, n.25, p. 175-190, 1997.

24.
BRITO, A. Naves de1997BRITO, A. Naves de. Hume e o entendimento humano. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 2 - 2, p. 3-23, 1997.

25.
BRITO, A. Naves de1996BRITO, A. Naves de. A crise da razão: da atualidade da Escola de Frankfurt.. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 2, n.2, p. 27-32, 1996.

26.
BRITO, A. Naves de1996BRITO, A. Naves de. Da dedução dos juízos estéticos em Kant.. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 6, n.18, p. 63-72, 1996.

27.
BRITO, A. Naves de1995BRITO, A. Naves de. Representação e conceito. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 6, n.1, p. 3-14, 1995.

28.
BRITO, A. Naves de1995BRITO, A. Naves de. Ontologia e referência. Notas sobre o Individuals de Strawson. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 5, n.13, p. 103-112, 1995.

29.
BRITO, A. Naves de1995BRITO, A. Naves de. Ética, política e liberdade.. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 4, n.1, p. 11-18, 1995.

30.
BRITO, A. Naves de1995BRITO, A. Naves de. A Lógica para Iniciantes de Abelardo. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, v. 5, n.11, p. 164-166, 1995.

31.
BRITO, A. Naves de1994BRITO, A. Naves de. Elementos sobre aTeoria da Justica de John Rawls.. Fragmentos de Cultura (Goiânia), Goiânia, p. 53-68, 1994.

32.
BRITO, A. Naves de1993BRITO, A. Naves de. Referência e Regra na Analítica dos Princípios: leitura para a abordagem da semântica em Kant.. Philósophos (UFG), Goiânia, v. 4, n.1/2, p. 1-12, 1993.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
HAACK, S. (Org.) ; BRITO, A. Naves de (Org.) ; BARRETO, V. de P. (Org.) . Perspectives Pragmatistas da Filosofia do Direito. 1. ed. São Leopoldo: Unisinos, 2015. v. 1. 375p .

2.
Ruffino, Marco (Org.) ; LECLERC, André (Org.) ; BRITO, A. Naves de (Org.) . Abstracts Book of the III Latin American Analytic Philosophy Conference. 1. ed. São Leopoldo: Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica, 2014. v. 1. 301p .

3.
BRITO, A. Naves de; LECLERC, André (Org.) . Caderno de Resumos do Segundo Congresso da SBFA. 1. ed. São Leopoldo: SBFA, 2012. v. 1. 103p .

4.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina (Org.) . Ecos de Darwin. 1. ed. São Leopoldo: Unisinos, 2012. v. 1. 674p .

5.
BRITO, A. Naves de. Caderno de Resumos do Primeiro Congresso da SBFA. 1. ed. São Leopoldo: SBFA, 2010. v. 1. 110p .

6.
BRITO, A. Naves de. Cirne: sistema e objeções.. 1. ed. São Leopoldo: Unisinos, 2009. v. 1. 354p .

7.
BRITO, A. Naves de. Ética: Questões de Fundamentação. 1. ed. Brasília: UnB, 2007. v. 1. 374p .

8.
BRITO, A. Naves de. Nomes próprios: semântica e ontologia. 1. ed. Brasília: Editora da UnB, 2003. 192p .

9.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau (Org.) . Interação comunicativa: aproximações filosófico-linguísticas.. 1. ed. Goiânia: Editora da UFG, 2000. v. 1. 116p .

10.
BRITO, A. Naves de; VALE, O. A. (Org.) . Aspectos da Linguagem. Goiânia: Cegraf - UFG, 1998. v. 1. 211p .

11.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau (Org.) . Ética e Política. 1. ed. Goiânia: Cegraf - UFG, 1997. v. 1. 292p .

Capítulos de livros publicados
1.
BRITO, A. Naves de. Gestão pública do ecossistema municipal de educação: o caso de Porto Alegre. In: Sônia Mara M. Ogiba. (Org.). Garantia do Direito à Educação. Monitorando o PNE. Lei nº 13.005/2014. 1ed.Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2018, v. 1, p. 113-120.

2.
BRITO, A. Naves de. Ontologia e Analitica da Linguagem. In: Alvaro Valls, Luiz Rohden. (Org.). Entre a Filosofia Dialética e a Gestão. 1ed.São Leopoldo: Unisinos, 2018, v. , p. 84-101.

3.
BRITO, A. Naves de. Responsibility without freedom. In: Juliano do Carmo. (Org.). A Companion to Naturalism. 1ed.Pelotas: Disasertatio, 2016, v. 1, p. 10-18.

4.
BRITO, A. Naves de. Idealismo transcendental, naturalismo e um pouco de história. In: Itamar Luís Gelain, Jaimir Conte. (Org.). STRAWSON & KANT Ensaios comemorativos aos 50 anos de The Bounds of Sense. 1ed.Pelotas: Dissertatio Filosofia, 2016, v. 1, p. 13-43.

5.
BRITO, A. Naves de. Da Natureza Humana e do Ensino das Virtudes.. In: Antônio Amélio Dalla Costa; Jadir Zaro; Jolair da Costa Silva.. (Org.). Educação Humanizadora e os Desafios Éticos na Sociedade Pós-Moderna.. 1ed.Santa Maria: Biblos Editora, 2015, v. 1, p. 153-170.

6.
BRITO, A. Naves de. Responsável, porque determinado.. In: Mônica Aiub; Maria Eunice Quillici Gonzalez; Mariana Cláudia Broens.. (Org.). Filosofia da Mente, Ciência Cognitiva e o Pós-Humano: para onde vamos?. 1ed.São Paulo: FiloCzar, 2015, v. 1, p. 59-68.

7.
BRITO, A. Naves de. Naturalism versus Philosophy?. In: Clademir Araldi; Juliano do Carmo; Flávia Carvalho. (Org.). Naturalism: Contemporary Perspectives.. 1ed.Pelotas: Universidade Federal de Pelotas, 2014, v. 1, p. 17-30.

8.
BRITO, A. Naves de. Naturalismo Moral. In: João Carlos Brun Torres; Jaime Paviani,. (Org.). Manual de Ética. 1ed.Petrópolis: Vozes, 2014, v. 1, p. 57-93.

9.
BRITO, A. Naves de. Moral Behavior and Moral Sentiments ? On the Natural Basis for Moral Values. In: Markus Christen et al.. (Org.). Empirically Informed Ethics: Morality between Facts and Norms. 1ed.Zurich: Springer International Publishing Switzerland, 2013, v. 1, p. 45-62.

10.
BRITO, A. Naves de. Ética, Confiança, Cooperação: elementos invisíveis na discussão de competências.. In: Claudia Bitencourt; Debora Azevedo; Cristiane Froehlich.. (Org.). Na trilha das Competências. 1ed.Porto Alegre: Bookman, 2012, v. , p. 245-252.

11.
BRITO, A. Naves de. A moral e os valores numa perspectiva naturalizada e evolucionista.. In: Adriano Naves de Brito, Anna Carolina K. P. Regner.. (Org.). Ecos de Darwin. 1ed.São Leopoldo: Unisinos, 2012, v. 1, p. 541-628.

12.
BRITO, A. Naves de. Morality as a Functional Phenomenon. In: Juliano Santos do Carmo, Robinson dos Santos. (Org.). Ética, linguagem e antropologia: Perspectivas modernas e contemporâneas.. 1ed.Porto Alegre: Edipurs, 2012, v. 1, p. 13-28.

13.
BRITO, A. Naves de. Liberdade, valor e dever em Kant. In: Juliano Carmo dos Santos et al.. (Org.). IX Semana Acadêmica do PPG em Filosofia da PUCRS. 1ed.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012, v. IX, p. 1-8.

14.
BRITO, A. Naves de. Karl Raimund Popper. In: Vicente de Paulo Barreto; Alfredo Culleton. (Org.). Dicionário de Filosofia Política. 1ed.São Leopoldo: Unisinos, 2010, v. 1, p. 412-417.

15.
BRITO, A. Naves de. Juízos práticos, validade e verdade.. In: Denis Coutinho Silveira; João Hobuss.. (Org.). Virtudes, Direitos e Democracia.. 1ed.Pelotas - RS: Editora da Universidade de Pelotas., 2010, v. , p. 257-272.

16.
BRITO, A. Naves de. Freedom and Value in Kant's Practical Philosophy.. In: Stephen R,. Palmquist.. (Org.). Cultivating Personhood: Kant and Asian Philosophy.. 1ed.New York: De Gruyter, 2010, v. 1, p. 265-272.

17.
BRITO, A. Naves de. Identidade, diferença e coerência: semântica e ontologia no sistema de Cirne Lima.. In: Adriano Naves de Brito. (Org.). Cirne: sistema e objeções.. 1ed.São Leopoldo: Unisinos, 2009, v. 1, p. 2-56.

18.
BRITO, A. Naves de. Moral, Justificação e Evolução em Ernst Tugendhat. In: Darlei Dall´Ágnol. (Org.). Verdade e Respeito: A filosofia de Ernst Tugendhat. 1ed.Florianópolis: Editora da UFSC, 2008, v. 1, p. 181-214.

19.
BRITO, A. Naves de. O prazer é a recompensa.. In: Lilian Dreyer & Maria Elena Pereira Johannpeter. (Org.). O quinto poder: consciência social de uma nação.. 1ed.Porto Alegre: LP&M, 2008, v. 1, p. 163-190.

20.
BITTENCOURT, Cláudia ; BRITO, A. Naves de ; FAGUNDES, Patrícia ; VILVOCK, Luiz ; CULLETON, Alfredo ; RHODEN, Ieda . A sustentabilidade em uma rede social: a experiência da parceiros voluntários. In: Lilian Dreyer & Maria Elena Pereira Johannpeter. (Org.). O quinto poder: consciência social de uma nação.. 1ed.Porto Alegre: LP&M, 2008, v. 1, p. 41-65.

21.
BRITO, A. Naves de. Sobre a Fundamentação na Moral. In: Adriano Naves de Brito. (Org.). Ética: Questões de Fundamentação. 1ed.Brasília: Editora da UnB, 2007, v. 1, p. 99-118.

22.
BRITO, A. Naves de. Da validade de juízos morais: uma abordagem empirista.. In: Lívia Guimarães. (Org.). Ensaios sobre Hume.. 1ed.Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2006, v. 1, p. 171-185.

23.
BRITO, A. Naves de. Prescrição e descrição:o diálogo oblíquo entre ciência e moral.. In: Anna Carolina Regner; Luiz Rohden. (Org.). A Filosofia e a Ciência Redesenham Horizontes.. 1ed.São Leopoldo: Unisinos, 2005, v. 1, p. 111-122.

24.
BRITO, A. Naves de. Sentido, Intencionalidade e Sujeito. In: Adriano Naves de Brito; José Nicolau Heck. (Org.). Interação comunicativa: aproximações filosófico-linguísticas.. Goiânia: Editora da UFG, 2000, v. , p. 69-88.

25.
BRITO, A. Naves de. Identidade, a priori e necessário. In: Luiz H. Dutra; C. A. Mortari.. (Org.). Princípios. Seu papel na filosofia e nas ciências.. 1ed.Florianópolis: Núcleo de Epistemologia e Lógica da UFSC, 2000, v. , p. 69-82.

26.
BRITO, A. Naves de. O significado e os nomes nas linguagens formal e ordinária.. In: Adriano Naves de Brito; Oto Araújo Vale. (Org.). Aspectos da LInguagem. Filosofia, lingüística e informática.. Goiânia: Cegraf. UFG, 1998, v. , p. 63-88.

27.
BRITO, A. Naves de. Bedeutung, Gebrauch und Eigennamen.. In: P. Weingartner; G. Schurz; G. Dorn. (Org.). Die Rolle der Pragmatik in der Gegenwartsphilosophie.. Kirchberg am Wechsel: International Wittgenstein Symposium., 1997, v. 2, p. 694-699.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRITO, A. Naves de. IPTU em Porto Alegre e uma certa justiça alternativa. Correio do Povo, Porto Alegre, p. 2 - 2, 03 jul. 2018.

2.
BRITO, A. Naves de. Sem professor, educação não muda. Zero Hora, Porto Alegre, 14 out. 2016.

3.
BRITO, A. Naves de. De quem é a praça?. Jornal Vale dos Sinos, São Leopoldo, p. 11 - 11, 04 jul. 2013.

4.
BRITO, A. Naves de. Filosofia, Escola e Ciência. A Redação, Goiânia, 13 set. 2012.

5.
BRITO, A. Naves de. 10 anos do PPG em Filosofia da Unisinos: desafios, avanços e perspectivas. IHU On-Line (UNISINOS. Impresso), São Leopoldo - RS, p. 41 - 43, 07 nov. 2011.

6.
BRITO, A. Naves de. A atualidade da filosofia humeana.. IHU On-Line (UNISINOS. Impresso), São Leopoldo - RS, , v. 369, p. 35 - 36, 15 ago. 2011.

7.
BRITO, A. Naves de. Uma escolha a mais?. A Redação, Goiânia, 05 jul. 2011.

8.
BRITO, A. Naves de. Em pauta, a felicidade. Magis, São Leopoldo - RS, p. 38 - 38, 01 out. 2009.

9.
BRITO, A. Naves de. Uma obra em curso: sobre a filosofia analítica no Brasil. Filosofia. Especial (São Paulo), São Paulo - SP, p. 72 - 77, 01 out. 2008.

10.
BRITO, A. Naves de. O programa de bolsas de produtividade do CNPq: contribuições para aperfeiçoamentos.. Jornal da Ciência [Orgão de divulgação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Edição On line, 26 out. 2007.

11.
BRITO, A. Naves de. O ducentenário de I. Kant. IHU On line, São Leopoldo, , v. 5, p. 3 - 11, 20 maio 2005.

12.
BRITO, A. Naves de. Notas sobre a reforma da Universidade Brasileira. Revista da Associação de Professores da UFG, Goiânia, p. 32 - 40, 03 mar. 2005.

13.
BRITO, A. Naves de. Por uma concepção para a reforma universitária no Brasil. Cadernos do Núcleo de Pesquisas sobre Ensino Superior da USP., São Paulo, p. 1 - 10, 28 set. 2004.

14.
BRITO, A. Naves de. Manifesto ao pluralismo filosófico. Correio do Livro da UnB+, Brasília - DF, , v. 9, p. 23 - 25, 30 jul. 2004.

15.
BRITO, A. Naves de. Entre os sentimentos, a razão e a barbárie.. O Popular, Goiânia, p. 12 - 12, 08 fev. 2004.

16.
BRITO, A. Naves de. Pacto social:que coisa é essa, companheiro?. O Popular, Goiânia, 17 nov. 2002.

17.
BRITO, A. Naves de. O papel do intelectual no século XXI. Revista da Associação de Professores da UFG, Goiânia, p. 22 - 25, 19 ago. 2002.

18.
BRITO, A. Naves de. Chuteiras ao gentio; já não tem pés a pátria!. O Popular, Goiânia, 07 jul. 2002.

19.
BRITO, A. Naves de. Lições Políticas à Academia. Revista da Associação de Docentes da UFG - Adufg, Goiânia, , v. 3, n.3, p. 14 - 16, 01 dez. 2001.

20.
BRITO, A. Naves de. Os grandes desafios para a UFG. O Popular, 20 jun. 2001.

21.
BRITO, A. Naves de. Por uma nova concepção para o vestibular da UFG. Diário da Manhã, 04 jun. 2001.

22.
BRITO, A. Naves de. A Universidade Federal de Goiás e o desenvolvimento regional. O Popular, Goiânia, 11 maio 2001.

23.
BRITO, A. Naves de. Crônica de uma crise anunciada. Diário da Manhã, Goiânia, 07 maio 2001.

24.
BRITO, A. Naves de. A concepção acadêmica que defendo para a UFG. Tribuna Universitária, Goiânia, 23 abr. 2001.

25.
BRITO, A. Naves de. A Graduação na UFG. Revista da Associação de Docentes da Universidade Federal de, Goiânia, , v. 2, n.5, p. 9 - 11, 05 dez. 2000.

26.
BRITO, A. Naves de. O desafio da educação superior no Brasil.. O Popular, 01 out. 2000.

27.
BRITO, A. Naves de. A sinfonia decacofônica da democracia. O Popular, Goiânia, 15 fev. 1997.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BRITO, A. Naves de. Human Nature and Hume's Perspectivism. In: 40th International Hume Society Conference, 2013, Belo Horizonte. 40th International Hume Society Coference. Belo Horizonte: Hume Society, 1013. v. 1. p. 229-233.

2.
BRITO, A. Naves de. Morality beyond Contractualism. In: Primer Congreso de la Sociedad Filosófica del Uruguay, 2012, Montevideo. Actas del 1º Congreso de la Sociedad Filosófica del Uruguay. Montevideo: Auspicio, 2012. v. 1. p. 711-727.

3.
BRITO, A. Naves de. Will, Value and the Fact of Reason. In: X. Internationale Kant-Kongress, 2008, São Paulo. Recht und Frieden in der Philosophie Kants. Akten des X. Internationalen Kant.Kongresses.. Berlin: Walter de Gruyter, 2008. v. 3. p. 23-32.

4.
BRITO, A. Naves de. Moral Justification and the System of Morality. In: Fórum Krisis, 2006, Rio de Janeiro. Atas do II Fòrum de Filosofia Contemporânea. Rio de janeiro: PUC-Rio, 2006. v. 1.

5.
BRITO, A. Naves de. Reforma universitária e projeto de país.. In: 2. Mostra Cultural Milton Santos, 2004, Goiânia. Caderno de Textos. Goiânia: Adufg, 2004. v. 1. p. 27-29.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BRITO, A. Naves de. Responsibility without Freedom. In: II Congresso Latinoamericano de Filosofía Analítica, 2012, Buenos Aires. Filosofía Analítica Latinoamericana. Cidade do México: ALFAn, 2012. v. 1. p. 50-52.

2.
BRITO, A. Naves de; Passos, C. ; Struchiner, N. ; Santili, C. . Morality and Emotion. In: II Congresso Latinoamericano de Filosofía Analítica, 2012, Buenos Aires. Filosofía Analítica Latinoamericana. Cidade do México: ALFAn, 2012. v. 1. p. 52-55.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BRITO, A. Naves de. Normatividade sem liberdade. In: XXVIII Jornada s de Epistemología E Historia de la Ciencia, 2017, La Falda. Compendio de Resúmenes de la XXVIII Jornadas de Epistemología E Historia de La Ciencia.. Córdoba: Universidad Nacional de Córdoba, 2017. v. 1. p. 13-13.

2.
BRITO, A. Naves de. Neither compatibilism nor incompatibilism: a naturalistic approach to responsibility. In: IV Conferencde of The Brazilian Society for Analytic Philosophy., 2016, Campinas. IV Conferencde of The Brazilian Society for Analytic Philosophy.. Campinas: SBFA, 2016. v. 1. p. 139-140.

3.
BRITO, A. Naves de. Living Responsibly in a World of Inclinations.. In: XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia, 2013, Salvador. Livro de Resumos do XVII Congresso da SIF 2013. Salvador: Quarteto Editora, 2013. v. 1. p. 23-24.

4.
BRITO, A. Naves de. O que é obrigação moral? Desafiando a perspectiva naturalista.. In: XV Encontro Nacional da Anpof, 2012, Curitiba. Anais do XV Encontro Nacional da Anpof. Curitiba: Anpof, 2012. v. 1. p. 16-16.

5.
VIARO, Thiago ; VACCARO, Guilherme ; AZEVEDO, D. ; BRITO, A. Naves de ; TONDOLO, V. ; BITTENCOURT, Cláudia . A Conceptual framework to develop Green IT - going beyond the idea of environmental sustainability.. In: 2010 International Conference on Information Resources Manegement., 2010, Montego Bay - Jamaica. Abstracts of the 2010 International Conference on Information Resources Manegement.. Montego Bay - Jamaica: Com-IRM, 2010. v. 1. p. 25-25.

6.
BRITO, A. Naves de. Linguagem e moralidade a propósito de "Egocentricidade e Mística" de E. Tugendhat.. In: XIV Encontro Nacional da ANPOF, 2010, Águas de Lindóia - SP. Atas do XIV Encontro Nacional da Anpof. São Paulo - SP: Anpof, 2010. v. 1. p. 47-47.

7.
BRITO, A. Naves de. Freedom and Value in Kant. In: Kant in Asia International Conference: The Unity of Human Personhood., 2009, Hong Kong. Kant in Asia: The Unity of Human Personhood.. Hong Kong: Baptist University of Hong Kong, 2009. v. 1. p. 39-39.

8.
BRITO, A. Naves de. Kinds of Cooperation and Morality in the Perspective of Human Evolution. In: VI Simpósio Internacional Principia, 2009, Florianópolis. Resumos do IV Simpósio Internacional Principia: Charles Darwin.. Florianópolis: Núcleo de Epistemologia e Lógica, 2009. v. 1. p. 7-8.

9.
BRITO, A. Naves de. Ética, história e evolução: uma abordagem naturalizada.. In: V Colóquio Nacional de Filosofia da História, 2009, Salvador - BA. Atas do V Colóquio Nacional de Filosofia da História. Salvador - BA: UFBA, 2009. v. 1. p. 21-21.

10.
BRITO, A. Naves de. Naturalising Values. In: 4th Meeting of the Portuguese Society for Analytic Philosophy., 2009, Évora. Book of Abstracts Enfa-4. Évora: SPFA, 2009. v. 1. p. 98-99.

11.
BRITO, A. Naves de. Liberdade, valor e dever em Kant.. In: IV Congresso Kant., 2008, Porto Alegre. Resumos do IV Congresso Kant. Porto Alegre: PUC-RS, 2008. v. 1.

12.
BRITO, A. Naves de. Moral Behavior and Moral Sentiments: On the Natural Basis for Universalism and Egalitarianism. In: Biological Explanation of Behavior: Philosophical Perspectives, 2008, Hanover - Alemanha. Abstract Book. Hanover: Universidade de Hanover, 2008. v. 1. p. 15-16.

13.
BRITO, A. Naves de. Moral Behavior and Moral Sentiments. In: Sixth European Congress of Analytic Philosophy, 2008, Cracóvia. Volume of Abstracts. Cracóvia: Jagiellonian University, Institut of Philosophy, 2008. v. 1. p. 426-426.

14.
BRITO, A. Naves de. Linguagem proposicional, deliberação e moralidade. In: XIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia - Anpof, 2008, Canela - RS. Anais do XIII Encontro Nacional de Filosofia da Anpof. São Leopoldo - RS: Editora Unisinos, 2008. v. 1. p. 23-23.

15.
BRITO, A. Naves de. Which of the two kinds of cooperation is the most basic?. In: Logic, thought and action, 2008, Québec - Canadá. Atas do Colloque international sur Langage, Pensée et Action. Québec: L?Association francophone pour le savoir ? Acfas, 2008.

16.
BRITO, A. Naves de. Valor moral: entre os genes e a cultura.. In: V Simpósio Internacional Principia, 2007, Florianópolis. V Simpósio Internacional Principia: Caderno de Resumos. Florianópolis: Núcleo de epistemologia e lógica da UFSC, 2007. v. 1. p. 7-8.

17.
BITTENCOURT, Cláudia ; BRITO, A. Naves de ; CABRAL, Patrícia F, ; VILVOCK, Luiz ; CULLETON, Alfredo ; RHODEN, Ieda . Doing better by doing good. The Experience of a Community Network in Brazil.. In: Academy of Manegement Annual Meeting, 2007, Philadelphia - PA. AOM Annual Meeting Progra. Chicago: AOM, 2007. v. 1. p. 1659-1659.

18.
BRITO, A. Naves de. Teleologia, natureza e a ciência da história. In: II Congreso Internacional Extraordinário de Filosofia, 2007, San Juan. Libro de Resúmenes del II Congreso Internacional Extraordinário de Filosofia. San Juan - Argentina: Universidade de San Juan, 2007. v. 1. p. 68-68.

19.
BRITO, A. Naves de. Ética e linguagem: os limites de um método.. In: IV Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem., 2007, São Leopoldo. REsumos do IV CNFL. Porto Alegre: Editorial Philosophia, 2007. v. 1.

20.
BRITO, A. Naves de. Remarks on Moral Sentiments, Universalism and Egalitarianism in Tugendhat's Moral Philosophy.. In: Joint Session of the Aristotelian Society., 2006, Southampton. Open Sessions Papers Abstracts. Southampton: Southampton University, 2006. v. 1. p. 13-13.

21.
BRITO, A. Naves de. Juízos práticos e validade. In: XII Encontro Nacional da Anpof, 2006, Salvador - BA. Livro de Atas do XII Encontro Nacional de Filosofia da Anpof. Salvador - BA: Anpof, 2006. v. 1. p. 24-25.

22.
BRITO, A. Naves de. Will, Value and the Fact of Reason. In: Xth International Kant Congress, 2005, São Paulo - SP. Proceedings of the Xth International Kant Congress. São Paulo: USP, 2005. v. 1. p. 60-60.

23.
BRITO, A. Naves de. A moral e a estrutura do juízo.. In: III Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem, 2005, São Leopoldo. Caderno de Resumos do III Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem, 2005. v. 1. p. 4-4.

24.
BRITO, A. Naves de. Vontade e Juízo. In: IV Simpósio Internacional Principia, 2005, Florianópolis. Caderno de Resumos. Florianópolis: UFSC, 2005. v. 1. p. 20-20.

25.
BRITO, A. Naves de. Justification and sentiments on Tugendhat's Moral Philosophy.. In: Krisis: II Fórum de Filosofia Contemporânea., 2005, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos do II Fórum de Filosofia Contemporânea Krisis.. Rio de Janeiro: PUC-RJ, 2005. v. 1. p. 8-8.

26.
BRITO, A. Naves de. A ética e a política entre a razão e o mercado.. In: IX Simmpósio Internacional da Associação Ibero-Americana de Filosofia Política., 2005, São Leopoldo. Caderno de Resumos do IX Simmpósio Internacional da Associação Ibero-Americana de Filosofia Política.. São Leopoldo: Unisinos, 2005. v. 1. p. 146-146.

27.
BRITO, A. Naves de; BRAIDA, Celso ; PORTO, André da Silva . O arpão e a rede: duas teorias sobre a nomeação ou sobre o dizer e nomear.. In: XI Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, 2004, Salvador. Caderno de Resumos do XI Encontro Nacional de Filosofia da Anpof, 2004. v. 1. p. 56-57.

28.
BRITO, A. Naves de. Ontologia dos nomes próprios. In: X Semana de Filosofia da UFG, 2003, Goiânia. Anais da X Semana de Filosofia da UFG. Goiânia: Editorial Philosophia, 2003. v. 1. p. 3-3.

29.
BRITO, A. Naves de. As virtudes e a justificação moral.. In: IX Semana de Filosofia da UFG, 2002, Goiânia. Atas da IX Semana de Filosofia da UFG, 2002. v. 1. p. 12-12.

30.
BRITO, A. Naves de. Descrição ou normatização: o empirismo na moral.. In: Primeiro Siompósio Internacional de Ética., 2002, Uberlândia. Atas do I. Simpósio Internacional de Ética., 2002. v. 1. p. 14-14.

31.
BRITO, A. Naves de. Uso referencial e uso descritivo de nomes próprios.. In: I Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem., 2002, Goiânia. Atas do I. Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem., 2002. v. 1. p. 6-6.

32.
BRITO, A. Naves de. Verdade e moral: notas acerca da falácia naturalista.. In: X Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, 2002, São Paulo. Atas do X Encontro Nacional da Anpof.. São Paulo: Anpof, 2002. v. 1. p. 35-35.

33.
BRITO, A. Naves de. Nomes logicamente próprios e referência direta. In: II. Simposium Principia, 2001, Florianópolis. Revista Principia. Florianópolis: UFSC, 2001. v. V 3. p. 45-67.

34.
BRITO, A. Naves de. Sobre a fundamentação da ética.. In: IX Encontro Nacional da Anpof, 2000, Poços de Caldas. Atas do IX Encontro Nacional da Anpof.. Campinas: Anpof, 2000. v. 1. p. 42-42.

35.
BRITO, A. Naves de. Referência, identidade e essência. In: VIII Encontro Nacional de Filosofia. Reunião da ANPOF, 1998, Caxambú. VI Encontro da Associação Nacional das Pós-Graduações em Filosofia. Campinas: CLE - Centro de lógica e epistemologia UNICAMP, 1998. p. 49-49.

36.
BRITO, A. Naves de. O ensino da filosofia. Idéias para uma reforma.. In: VIII Encontro Nacional de Filosofia. Reunião da ANPOF, 1998, Caxambú.. VI Encontro da Associação Nacional das Pós-graduações em Filosofia. Campinas: CLE - Centro de Lógica e Epistemologia - UNICAMP. p. 250-251.

37.
BRITO, A. Naves de. O esquematismo transcendental e a contituição do objeto em Kant.. In: Colóquio da sociedade Kant Brasileira, 1996, Águas de Lindóia. V Encontro Nacional de Filosofia - Reunião da Anpof. Campinas: CLE - Centro de Lógica e Epistemologia - UNICAMP., 1996. p. 166-166.

38.
BRITO, A. Naves de. Referência e ontologia: a teoria do objeto em Strawson. In: IV Encontro Nacional de Filosofia - Reunião da ANPOF, 1994, Águas de Lindóia. IV Encontro Nacional de Filosofia - Reunião da ANPOF. Campinas: CLE - Centro de lógica e epistemologia UNICAMP, 1995. p. 26-26.

Apresentações de Trabalho
1.
BRITO, A. Naves de. Evolutionary Perspectives on Normativity. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BRITO, A. Naves de. O futuro da pesquisa nas ciências humanas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BRITO, A. Naves de. Gestão contratualizadas na educação: escolas comunitárias.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; Medeiros, Eduardo . From regularities to values. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BRITO, A. Naves de. Normatividad sin Libertad. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
BRITO, A. Naves de. Normativity without freedom: connecting the dots between natural and social science.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
BRITO, A. Naves de. Normatividade sem dualismo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
BRITO, A. Naves de. Mens rea ainda que determinada. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
BRITO, A. Naves de. What we owe to each other: individual freedom and the boundaries of the common good.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
BRITO, A. Naves de. Responsabilidade & Determinismo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
BRITO, A. Naves de; Gadea, Carlos ; Harres, Marluza ; Gaeta, Rodolfo . Mesa redonda: Novos desafios para as humanidades. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
BRITO, A. Naves de. Normativity and Symmetry. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
BRITO, A. Naves de. Value and relief in representation: remarks against moral realism.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
BRITO, A. Naves de. Gosto Moral?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
BRITO, A. Naves de. Neither compatibilism nor incompatibilism: a naturalistic approach to responsibility. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
BRITO, A. Naves de. Neither compatibilism nor incompatibilism: a naturalistic approach to responsibility. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
BRITO, A. Naves de. Gosto moral? E a normatividade?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
BRITO, A. Naves de. Responsibility and Naturalism. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . Panel: The core of Personhood: a neural-pragmatic perspective.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

20.
BRITO, A. Naves de; STRECK, D. ; FISHER, B. B. . Sobre paradoxos e perspectivas na educação.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
BRITO, A. Naves de. Responsabilidade sem Liberdade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
BRITO, A. Naves de. Mesa sobre periódicos na Filosofia no Brasil. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

23.
BRITO, A. Naves de. Moral Agency, Freedom and Emotions: a naturalistic revision of our approach to responsibility in Law.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
TORRES, J. C. B. ; BRITO, A. Naves de ; CABRERA, Julio ; KUIAVA, E. A. . Mesa Redonda: A Ética em Debate. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
BRITO, A. Naves de. Até que ponto a liberdade importa para a moral e o direito?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
BRITO, A. Naves de. Responsável, porque determinado. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . Painel: Linguagem e conceitos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

28.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de ; SILVEIRA, D. . Mesa Redonda: Pragmatismo e Verdade no Direito. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

29.
BRITO, A. Naves de. Vigiar, Punir e algumas lições das neurociências.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
BRITO, A. Naves de. Ética e cognição.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
BRITO, A. Naves de; Umbach, Rosane ; Elmir, Cláudio ; Rodeghero, Carla . Mesa redonda: Ditaduras, Exílio e Literatura Testemunhal na América Latina.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

32.
BRITO, A. Naves de. Moral Beliefs, Truth and Normativity.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
BRITO, A. Naves de; SMITH, B. C. ; AZEVEDO, M. O. de . Moral Taste and Normativity. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
BRITO, A. Naves de. Falácia Naturalista: normatividade sem verdade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
BRITO, A. Naves de. Normativité et symétrie. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
FRAPOLLI, M. J. ; BRITO, A. Naves de . Comment on Truth ascription by María José Frápolli.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

37.
BRITO, A. Naves de. Moral Normativity, Naturalism and Animalism.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
BRITO, A. Naves de. Nomes Próprios: entre Filosofia e Linguística.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

39.
MAFFETONE, S. ; BRITO, A. Naves de . Comment on: Deliberative Neocontractualism.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

40.
BRITO, A. Naves de; SMITH, B. C. ; AQUINO, M. F. ; RIBEIRO, R. J. . O Futuro das Ciências Humanas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
BRITO, A. Naves de. Ética Naturalizada: o que os valores têm a ver com Biologia?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
BRITO, A. Naves de. Reciprocidade & Simetria. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
BRITO, A. Naves de. Empirical Researchs and the Problem of Normativity. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

44.
BRITO, A. Naves de. Filosofar é preciso, Naturalizar não é preciso?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

45.
BRITO, A. Naves de. A Ética Naturalizada. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
BRITO, A. Naves de. Why a critic of liberal rationalism do not favor naturalism? A debate with Charles Taylor.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
BRITO, A. Naves de. Ciência a priori & Filosofia experimental. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
BRITO, A. Naves de. Human Nature and Hume's Perspectivism. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
BRITO, A. Naves de. mens rea albeit determined. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
BRITO, A. Naves de. Living Responsibly in a World of Inclinations.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

51.
BRITO, A. Naves de. To what extend freedom really matters to morality?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

52.
BRITO, A. Naves de. Action, Cognition and Responsibility. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

53.
BRITO, A. Naves de; Allgayer, H. . Social Cognition and Empathy. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

54.
BRITO, A. Naves de. Perspectivas de uma ética naturalista. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

55.
Pondé, L. F. ; BRITO, A. Naves de . Da natureza dos deuses ao átomo cego e a reação romântica.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

56.
BRITO, A. Naves de. Behavior and Values: what morality is for?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
BRITO, A. Naves de; GOMES, N. G. ; AZEVEDO, M. O. de . Round Table on: What is moral obligation? Challenging the naturalistic perspective. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

58.
HAACK, S. ; BRITO, A. Naves de . Round Table on: The Crisis in Philosophy: Some Institutional Causes and (Perhaps) Solutions. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

59.
BRITO, A. Naves de. Is, Ought, but no Truth. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

60.
BRITO, A. Naves de. The naturalistic fallacy revisited.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

61.
BRITO, A. Naves de. Practical Rationality and Individual: toward an evolutionary critic to contractualism.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

62.
BRITO, A. Naves de. Moralidade, Valores e Naturalismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
BRITO, A. Naves de. From is to Ought. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

64.
BRITO, A. Naves de. 20 anos da lei de Probidade Administrativa: aspectos éticos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

65.
BRITO, A. Naves de. Kant: valor e pragmatismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

66.
BRITO, A. Naves de.  Connecting Values and Norms to Preferences. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

67.
BRITO, A. Naves de. Responsibility without Freedom. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

68.
BRITO, A. Naves de; Struchiner, N. ; Passos, C. ; Santili, C. . Morality and Emotion. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

69.
BRITO, A. Naves de. O que é obrigação moral? Desafiando a perspectiva naturalista.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

70.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de ; GOMES, N. G. . Normatividade e naturalismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

71.
BRITO, A. Naves de; SMITH, B. C. ; CANTOR, D. . The Influence of Europe on the Development of Refugee Protection in Latin America. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

72.
BRITO, A. Naves de. Connecting Values to Preferences. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

73.
BRITO, A. Naves de. On the Natural Basis for Universalism and Egalitarianism. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

74.
BRITO, A. Naves de. The Genealogy of Morals: A Tree Without Roots. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

75.
CANTOR, D. ; SMITH, B. C. ; BRITO, A. Naves de . The Influence of Europe on the Development of Refugee Protection in Latin America. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

76.
BRITO, A. Naves de. A moral e os valores numa perspectiva naturalizada e evolucionista.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

77.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de . Hume e a justiça como virtude artificial.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

78.
BRITO, A. Naves de. Normatividade e valor: entre os genes e a cultura.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

79.
BRITO, A. Naves de. Morality beyond Contractualism. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

80.
BRITO, A. Naves de. Moral y valores en una perspectiva naturalizada y evolucionista. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

81.
BRITO, A. Naves de. Entre a poltrona e a pipeta: o que pode a filosofia?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

82.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de . Objetividade, subjetividade e teoria moral. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

83.
BRITO, A. Naves de. Mente estendida e norma desde um ponto de vista naturalista. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

84.
BRITO, A. Naves de. Embodied Morality. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

85.
BRITO, A. Naves de. Filosofia, ética e ciência: apologia de um diálogo possível.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

86.
BRITO, A. Naves de. A Educação no Emaranhado das Relações entre Interesse e Eticidade.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

87.
BRITO, A. Naves de. A História sem Finalidade?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

88.
BRITO, A. Naves de. On The Semantics of Naturalized Moral Values.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

89.
BRITO, A. Naves de. Semantics and Moral Values.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

90.
BRITO, A. Naves de; Faria, Paulo ; GOMES, N. G. ; Albieri, Sara. . Filosofia Analítica na América Latina e no Brasil: Avaliação e Perspectivas - Mesa Redonda.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

91.
BRITO, A. Naves de. Hume and the Naturalization of Morality: apropos Values. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

92.
BRITO, A. Naves de. Hume e a naturalização de valores morais.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

93.
BRITO, A. Naves de. Linguagem e moralidade a propósito de "Egocentricidade e Mística" de E. Tugendhat.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

94.
BRITO, A. Naves de. Humanidades & Tecnociências. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

95.
BRITO, A. Naves de. Biologia e cultura: para além dos genes e dos memes.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

96.
BRITO, A. Naves de. Freedom and Value in Kant. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

97.
BRITO, A. Naves de. Nombres lógicamente proprios, referencia directa e identificación de objetos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

98.
BRITO, A. Naves de. Ética, história e evolução: uma abordagem naturalizada.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

99.
BRITO, A. Naves de. Naturalising values. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

100.
BRITO, A. Naves de; Oliveira Jr., N. H. F. ; Faria, Paulo . Mesa redonda sobre o tema: a filosofia no Brasil: avaliações e perspectivas.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

101.
BRITO, A. Naves de. Semântica dos valores morais: a moral na perspectiva naturalizada e evolucionista.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

102.
BRITO, A. Naves de. Ação, Valor e significado: uma perspectiva social.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
BRITO, A. Naves de. Ética Naturalizada. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

104.
BRITO, A. Naves de. Temas de metaética. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

105.
BRITO, A. Naves de. Which of the two kinds of cooperation is the most basic?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

106.
BRITO, A. Naves de. Liberdade, valor e dever em Kant.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

107.
BRITO, A. Naves de. Moral Behavior and Moral Sentiments: On the Natural Basis for Universalism and Egalitarianism. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

108.
BRITO, A. Naves de. Identidade e Necessidade. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

109.
BRITO, A. Naves de. Moral Behavior and Moral Sentiments. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

110.
BRITO, A. Naves de. Valores morales naturalizados.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

111.
BRITO, A. Naves de. A história nos marcos da Natureza Humana. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

112.
BRITO, A. Naves de. Entre a Norma e a Política. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

113.
BRITO, A. Naves de. Moral e Evolução em Ernst Tugendhat. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

114.
BRITO, A. Naves de. Valor moral: entre os genes e a cultura.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

115.
BRITO, A. Naves de. Hume e o universalismo na moral: por uma abordagem não-kantiana.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

116.
BRITO, A. Naves de. Racionalidade e ética: os desafios para o séc. XXI.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

117.
BRITO, A. Naves de. Teleologia, natureza e ciência da história.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

118.
BRITO, A. Naves de. Ética e linguagem: a falácia naturalista: do é ao deve mediante o quero.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

119.
BRITO, A. Naves de. Reasons and Sentiments in Morality. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

120.
BRITO, A. Naves de. Moral, justificação e evolução em Ernst Tugendhat.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

121.
BRITO, A. Naves de. La Historia en los Marcos de la Naturaleza Humana. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

122.
BRITO, A. Naves de. Remarks on Moral Sentiments, Universalism and Egalitarianism in Tugendhat's Moral Philosophy.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

123.
BRITO, A. Naves de. Ética e Vigilância. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

124.
BRITO, A. Naves de. Direito à morte. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

125.
BRITO, A. Naves de. Juízos práticos e validade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

126.
BRITO, A. Naves de. Governança na Universidade. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

127.
BRITO, A. Naves de. Método e análise. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

128.
BRITO, A. Naves de. A ética e a política entre a razão e o mercado.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

129.
BRITO, A. Naves de. Will, value and the fact of reason.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

130.
BRITO, A. Naves de; DALL'ANGOL, Darlei . Ética, linguagem e interação. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

131.
BRITO, A. Naves de. Da natureza da Filosofia. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

132.
BRITO, A. Naves de. Vontade e Juízo. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

133.
BRITO, A. Naves de. Justification and sentiments on Tugendhat's Moral Philosophy.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

134.
BRITO, A. Naves de. ÉTica nos negócios. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

135.
BRITO, A. Naves de. Prescrição e descrição: o diálogo oblíquo entre ciência e moral.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

136.
BRITO, A. Naves de. Da validade de juízos morais: uma abordagem humeana. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

137.
BRITO, A. Naves de. Vontade, juízo e moral: excurso sobre o fenômeno moral.. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

138.
BRITO, A. Naves de. Ontologia dos nomes próprios. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

139.
BRITO, A. Naves de. O papel do intelectual no sec. XXI.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

140.
BRITO, A. Naves de. Conceitos fundamentais da ética numa perspecitva filosófica.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

141.
BRITO, A. Naves de. Carreira Universitária em Perspectiva.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

142.
BRITO, A. Naves de. A ética utilitarista e a mídia.. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

143.
BRITO, A. Naves de. Ética e política. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

144.
BRITO, A. Naves de. Hume e o empirismo na Moral. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

145.
BRITO, A. Naves de. Pesquisa em ciências humanas. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

146.
BRITO, A. Naves de. Aspectos empíricos da fundamentação da moral em Hume.. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

147.
BRITO, A. Naves de. Identity, necessity and a priori. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

148.
BRITO, A. Naves de. Universidade, formação de professores e escola.. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

149.
BRITO, A. Naves de. Nomes próprios: referência e uso. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
BRITO, A. Naves de; Ruffino, Marco ; Angioni, Lucas ; LECLERC, André . IV Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica.. Campinas: SBFA, 2016 (Organização de Caderno de Resumos).

2.
BRITO, A. Naves de; ROHDEN, Valério . Egocentricidade e Mística: Um Estudo Antropológico. São Paulo - SP: Martins Fontes, 2013. (Tradução/Livro).

3.
BRITO, A. Naves de. Ecológica. São Paulo: Discurso Editorial, 2012 (Resenha).

4.
BRITO, A. Naves de. O que os economistas pensam sobre sustentabilidade.. São Paulo: Discurso Editorial, 2012 (Resenha).

5.
BRITO, A. Naves de. Biocombustíveis: A energia da controvérsia. São Paulo: Discurso Editorial, 2012 (Resenha).

6.
BRITO, A. Naves de. Dossiê Tugendhat. Porto Alegre - RS, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

7.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo . 10 anos do PPG em Filosofia da Unisinos. São Leopoldo - RS, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

8.
BRITO, A. Naves de. I Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica.. São Leopoldo - RS: Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica, 2010 (Organização de Caderno de Resumos).

9.
BRITO, A. Naves de. Metafísica & Ética. São Leopoldo - RS, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

10.
BRITO, A. Naves de. Em defesa de um pluralismo filosófico. Porto Alegre: PUC-RS, 2007 (Resenha).

11.
BRITO, A. Naves de. Ética e Fundamento. Brasília, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

12.
BRITO, A. Naves de. O que significa justificar juízos morais. Brasília: UnB, 2007. (Tradução/Artigo).

13.
BRITO, A. Naves de. Contratualismo na moral. Brasília: UnB, 2007. (Tradução/Artigo).

14.
BRITO, A. Naves de. Mundo e Linguagem nas Categorias de Aristóteles. Goiânia: UFG, 2006 (Resenha).

15.
BRITO, A. Naves de. O que há de contemporâneo em Kant?. São Leopoldo, 2005. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

16.
BRITO, A. Naves de; ALBORNOZ, S. G. ; SERRALTA, C. M. . O livro de Manuel e Camila. Diálogos sobre moral.. Stuttgard: Reclam, 2002 (Revisão técnica de tradução).

17.
BRITO, A. Naves de. Como devemos entender a Moral?. Goiânia: Revista Philósophos, 2002. (Tradução/Artigo).

18.
BRITO, A. Naves de. Filosofia da Linguagem. Texto Digital no Site Filosofia.PRO, 2001 (Verbete em enciclopédia).

19.
BRITO, A. Naves de. Semântica e ontologia. Goiânia: UFG, 1998 (Adaptação de texto).

20.
BRITO, A. Naves de. O mundo como sentido e referência. Semântica e metafísica em e Wittgenstein e Schopenhauer., 1997. (Tradução/Artigo).

21.
BRITO, A. Naves de. Igualdade e universalidade na moral, 1997. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BRITO, A. Naves de. Consultor no Processo Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Unisinos. 2010.

2.
BRITO, A. Naves de. Consultor ad hoc na UFRN para projetos de pesquisa.. 2008.

3.
BRITO, A. Naves de. Consultor ad hoc para a Facitec Sergipe.. 2008.

4.
BRITO, A. Naves de. Avaliador de Projetos de Pesquisa para o Ministério da Educação Argentino. 2008.

5.
BRITO, A. Naves de. PIBIC da Uiversidade Católica de Goiás.. 2006.

6.
BRITO, A. Naves de. Banca de avaliação de projetos PIBIC. 2006.

Trabalhos técnicos
1.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista de Filosofia Unisinos. 2018.

2.
BRITO, A. Naves de. Parecer para revista Principia. 2018.

3.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2018.

4.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2018.

5.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2018.

6.
BRITO, A. Naves de. Parecer para CNPq. 2018.

7.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a plataforma Scielo. 2018.

8.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Analytica. 2018.

9.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Transformação. 2018.

10.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Sociais e Humanas da UFSM. 2018.

11.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2017.

12.
BRITO, A. Naves de. Parecer para CNPq. 2017.

13.
BRITO, A. Naves de. Parecer para revista de Filosofia Controvérsia.. 2017.

14.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista de Filosofia Unisinos. 2017.

15.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Principia. 2017.

16.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Pensando. 2016.

17.
BRITO, A. Naves de. Parecer FONCYT - Argentina. 2016.

18.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista de Filosofia Unisinos. 2016.

19.
BRITO, A. Naves de. Parecer para CNPq. 2016.

20.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2016.

21.
BRITO, A. Naves de. Comitê externo de Avaliação do PIBIC PUC-RS. 2015.

22.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Pensando. 2015.

23.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Transformação. 2015.

24.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista de Filosofia Analytica. 2015.

25.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para Capes. 2015.

26.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para o CNPq. 2015.

27.
BRITO, A. Naves de. Parecer para o programa Conex 2015 da Universidade Carlos III da Espanha.. 2015.

28.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista de Filosofia Unisinos. 2015.

29.
BRITO, A. Naves de. Parecer FONCyT- Argentina. 2014.

30.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Peruana de Filosofia. 2014.

31.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Colombiana de Filosofia. 2014.

32.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista GEL. 2014.

33.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Editora Manole. 2014.

34.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Pensando - Revista de Filosofia. 2014.

35.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Sociais e Humanas do Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM. 2013.

36.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Fondo Para La Investigación Científica Y Tecnológica - Foncyt. Argentina. 2013.

37.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para CAPES. 2013.

38.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para CNPq. 2013.

39.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Sociais e Humanas do Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM. 2013.

40.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Sociais e Humanas do Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM. 2013.

41.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a revista Filosofia Unisinos. 2013.

42.
BRITO, A. Naves de. Parecer ad hoc sobre projeto de pesquisa FONCyT. 2012.

43.
BRITO, A. Naves de. Parecer ad hoc sobre artigo científico para Revista Principia. 2012.

44.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para o CNPq. 2012.

45.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Filosofia e História da Biologia da ABFHiB.. 2012.

46.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Filosofia Unisinos. 2012.

47.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Controvérsia. 2012.

48.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Controvérsia. 2012.

49.
BRITO, A. Naves de. Parecer ad hoc para Revista Griot. 2012.

50.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para o CNPq. 2012.

51.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para a Capes. 2012.

52.
BRITO, A. Naves de. Parecer ad hoc para os Cuadernos de Filosofia da Facultad de Filosofia y Letras da Universidade de Buenos Aires.. 2012.

53.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Griot de Filosofia. 2012.

54.
BRITO, A. Naves de. Ecos de Darwin. 2012.

55.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Pensando do Departamento de Filosofia da UFPI. 2011.

56.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Política & Sociedade. 2011.

57.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para o CNPq. 2011.

58.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Capes. 2011.

59.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Scielo. 2010.

60.
BRITO, A. Naves de. Parecer para King's College. 2010.

61.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Filosofia Unisinos. 2010.

62.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para CNPq com consultor Ad Hoc. 2010.

63.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Kant E-Print. 2010.

64.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Ethic@. 2010.

65.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Analytica. 2010.

66.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Editora Vozes.. 2010.

67.
BRITO, A. Naves de. Parecer para o FONCYT - Ministério da Educação da Argentina. 2010.

68.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Fundação de Apoio à Pesquisa so Ceará - FUNCAP. 2010.

69.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Abstracta. 2010.

70.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Controvérsia. 2010.

71.
BRITO, A. Naves de. Parcer para a Capes. 2010.

72.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista Filosofia Unisinos. 2009.

73.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a revista Controvérsia. 2009.

74.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a revista Kant E-Print. 2009.

75.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a FAPEMIG. 2009.

76.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para a Capes. 2009.

77.
BRITO, A. Naves de. Pareceres para o CNPq. 2009.

78.
BRITO, A. Naves de. Parecer para os Cadernos PET UFPR. 2008.

79.
BRITO, A. Naves de. A Virada Hermeneutica na filosofia e na Teologia. 2008.

80.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para revista Filosofia Unisinos. 2007.

81.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para revista Filosofia Unisinos. 2007.

82.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para revista Filosofia Unisinos. 2007.

83.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos do IHU. 2007.

84.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos do IHU. 2007.

85.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos do IHU. 2007.

86.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos PET UFPR. 2007.

87.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos PET UFPR. 2007.

88.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc os Cadernos PET UFPR. 2007.

89.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc a revista Controvérsia - Unisinos. 2007.

90.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para a revista Filosofia Unisinos. 2007.

91.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para a revista do Instituto Humanitas - Unisinos. 2007.

92.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para a revista do Instituto Humanitas - Unisinos. 2007.

93.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor adhoc para a Fundação de Apoio à Pesquisa do Sergipe.. 2007.

94.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor adhoc para a Fundação de Apoio à Pesquisa do Sergipe.. 2007.

95.
BRITO, A. Naves de. Etica y ación social. 2007.

96.
BRITO, A. Naves de. Parecer em texto para atas dos PROCEEDINGS OF THE 1st WORLD CONGRESS ON UNIVERSAL LOGIC. MONTREUX , SWITZERLAND, 2005. 2006.

97.
BRITO, A. Naves de. Parceiros Voluntários: Instituto Aprender a Ser.. 2006.

98.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a revista Principia. 2006.

99.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Teoria e Ação. 2006.

100.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a revista Controvérsia.. 2006.

101.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí.. 2006.

102.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Editora da Unicentro, revista Analecta.. 2006.

103.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor adhoc para revista Filosofia Unisinos. 2006.

104.
BRITO, A. Naves de. Parecer como consultor ad hoc para a revista Teoria & Sociedade. 2006.

105.
BRITO, A. Naves de. Programa de Iniciação Científica PIBIC da Universidade Federal do Sergipe.. 2005.

106.
BRITO, A. Naves de. Parecer para o Instituto Humanitas da Unisinos. 2005.

107.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Cadernos PET da UFPR.. 2005.

108.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Unisinos. 2005.

109.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Revista Filosofia Unisinos. 2005.

110.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Cadernos Pet da UFPR. 2004.

111.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Cadernos Pet da UFPR. 2004.

112.
BRITO, A. Naves de. Parecer para a Revista de Ciências Humanas/CFH/UFSC. 2004.

113.
BRITO, A. Naves de. Parecer para Principia: an international journal of epistemology. 2004.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
STRECK, L. L. ; BRITO, A. Naves de ; FLEIG, Mario ; TRINDADE, A. K. . Direito e Literatura: livre arbítrio. 2017.

2.
STRECK, L. L. ; BRITO, A. Naves de ; Karam, H. ; FLEIG, Mario . Direito e Literatura: modernidade. 2017.

3.
STRECK, L. L. ; BRITO, A. Naves de ; Rosenfield, K. ; Karam, H. . Direito e Literatura: o século das luzes. 2016.

4.
BRITO, A. Naves de; STRECK, L. L. ; Karam, H. ; BOLZAN, J. L. de M. . Direito e Literatura: utilitarismo. 2016.

5.
BRITO, A. Naves de; STRECK, L. L. ; Rosenfield, K. ; D?Ávila, F. . Direito e Literatura: o sujeito da modernidade. 2016.

6.
BRITO, A. Naves de; STRECK, L. L. ; Karam, H. ; Souza, D. G. de . Direito e Literatura: a sociedade ideal. 2016.

7.
BRITO, A. Naves de; STRECK, L. L. ; TRINDADE, A. K. ; BOLZAN, J. L. de M. . Direito e Literatura: jusristocracia. 2016.

8.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; Moraes, F. . Octo TV: o amanhã hoje. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
BRITO, A. Naves de; GHIRALDELLI, P. ; CHIES, F. M. . Ética Naturalizada. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
BRITO, A. Naves de. Terra: semana da ciência e da tecnologia.. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

11.
BRITO, A. Naves de. Ética e política.. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 19, nº 1, 2018. 2018. (Editoração/Periódico).

2.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D. . Filosofia Unisinos Vol. 19, nº 3, 2018. 2018. (Editoração/Periódico).

3.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D. . Filosofia Unisinos Vol. 19, nº 2, 2018. 2018. (Editoração/Periódico).

4.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 18, n° 1, 2017. 2017. (Editoração/Periódico).

5.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo . Filosofia Unisinos Vol. 18, n° 2, 2017. 2017. (Editoração/Periódico).

6.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo . Filosofia Unisinos Vol. 18. nº 3, 2017. 2017. (Editoração/Periódico).

7.
BRITO, A. Naves de. Egocentricidade e Mística. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
BRITO, A. Naves de. Darwin e o pensamento contemporâneo. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; Mograbi, Gabriel . Ética e Neurociência. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo . Filosofia Unisinos Vol. 17, n° 1, 2016. 2016. (Editoração/Periódico).

11.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo . Filosofia Unisinos Vol. 17, n° 2, 2016. 2016. (Editoração/Periódico).

12.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo . Filosofia Unisinos Vol. 17, n° 3, 2016. 2016. (Editoração/Periódico).

13.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

14.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 16, n° 1, 2015. 2015. (Editoração/Periódico).

15.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 16, n° 2, 2015. 2015. (Editoração/Periódico).

16.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 16, n° 3, 2015. 2015. (Editoração/Periódico).

17.
BRITO, A. Naves de. Ética: entre os modernos, os contemporâneos e as ciências cognitivas.. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

18.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

19.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 15, n° 1 2014. 2014. (Editoração/Periódico).

20.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 15, n° 2, 2014. 2014. (Editoração/Periódico).

21.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 15, n° 3, 2014. 2014. (Editoração/Periódico).

22.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

23.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos. Vol. 14. Nº 2, 2013. 2013. (Editoração/Periódico).

24.
BRITO, A. Naves de. Filosofia Unisinos Vol. 14, n° 3 2013. 2013. (Editoração/Periódico).

25.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . Mentes Sociais. 2012. .

26.
BRITO, A. Naves de. Humanidades: para entender o Século XXI. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

27.
BRITO, A. Naves de. Humanidades: para entender o Século XXI. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

28.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

29.
BRITO, A. Naves de; PEREIRA, V. M. . Intuitio. Revista Eletrônica do PPG em Filosofia da PUC-RS. 2012. (Editoração/Periódico).

30.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo . Filosofia Unisinos: Supplementary Volume. Vol. 13, N. 2. 2012. (Editoração/Periódico).

31.
BRITO, A. Naves de. Ética & Negócios. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

32.
BRITO, A. Naves de. Ética nas Corporações. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Curso de EAD).

33.
BRITO, A. Naves de. Ética & Negócios. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

34.
BRITO, A. Naves de. Ética & Negócios. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

35.
BRITO, A. Naves de. Ética & Negócios. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

36.
BRITO, A. Naves de. Ética & Negócios. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

37.
Cláudio Ferreira da Costa ; BRITO, A. Naves de ; João Branquinho . Expressões referenciais: indexicais, descrições definidas e nomes próprios.. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

38.
BRITO, A. Naves de. Módulo de Cidadania Corporativa e Ética. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

39.
BRITO, A. Naves de. Razões para agir: questões de fundamentação da moral em Hume, Kant e Tugendhat. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

40.
Marcelo Dascal ; BRITO, A. Naves de . Pragmática e Razão Prática. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

41.
BRITO, A. Naves de. Lógica e Argumentação. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

42.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo ; VILVOCK, Luiz ; FAGUNDES, Patrícia ; BITTENCOURT, Cláudia . Formação para agentes do voluntariado. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

43.
BRITO, A. Naves de. Formação para agentes do voluntariado. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

44.
BRITO, A. Naves de. Lógica e Argumentação. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

45.
BRITO, A. Naves de. Programa de Desenvolvimento de Gestores.. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

46.
BRITO, A. Naves de; RUIZ, Castor ; REGNER, Anna Carolina ; HELFER, Inácio ; LIMA, Carlos Roberto Cirne ; VALLS, Álvaro ; CULLETON, Alfredo ; FLEIG, Mário ; ROHDEN, Luiz ; NEDEL, José ; PIRES, Cecília. . A filosofia e seu ensino. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

47.
BRITO, A. Naves de. Ética nos negócios. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

48.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo ; RHODEN, Ieda ; VILVOCK, Luiz ; FAGUNDES, Patrícia . Ação Humana e Prática Social. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

49.
BRITO, A. Naves de. Ação Humana e Prática Social. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

50.
BRITO, A. Naves de. Ética nos negócios. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

51.
BRITO, A. Naves de; LECLERC, André ; DUTRA, Luiz Henrique de Araújo ; OLAVO, L S F ; GAETA, Rodolfo ; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; CÂNDIDO, Celso ; BARROS, João Roberto . Revista Filosofia Unisinos. 2006. (Editoração/Periódico).

52.
BRITO, A. Naves de. Ética para a natureza e ética naturalizada. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

53.
BRITO, A. Naves de; SILVA, Felipe Grivicich da . Portal de Filosofia iPhi. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Portal na Internet).

54.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; RODRIGUES, Samuel José Simon . Revista de filosofia Philósophos. V. 9, nº2. ago/dez.. 2005. (Editoração/Periódico).

55.
BRITO, A. Naves de. Leitores de Aristóteles:o nome próprio e as identificações. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

56.
BRITO, A. Naves de; CABRERA, Julio . Revista de filosofia Philósophos. V. 9, nº1. jan/jul.. 2004. (Editoração/Periódico).

57.
BRITO, A. Naves de. Revista de Filosofia Philósophos. V. 8, nº 1. Jan/junho. 2003. (Editoração/Periódico).

58.
BRITO, A. Naves de. Revista de filosofia Philósophos. V. 8, nº2. ago/dez.. 2003. (Editoração/Periódico).

59.
BRITO, A. Naves de; MARQUES, Jordino Assis dos Santos . Revista de filosofia Philósophos. V. 7, nº2. ago/dez.. 2002. (Editoração/Periódico).

60.
BRITO, A. Naves de; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos ; HECK, José Nicolau . Revista de filosofia Philósophos. V. 7, nº1. jan/jul.. 2002. (Editoração/Periódico).

61.
BRITO, A. Naves de. Revista de filosofia Philósophos. V. 6, nº1&2. jan/dez.. 2001. (Editoração/Periódico).

Demais trabalhos
1.
João Branquinho ; Costa, Cláudio ; Faria, Paulo ; BRITO, A. Naves de . Novas Semânticas. 2010 (Mesa Redonda) .

2.
FLEIG, Mário ; REGNER, Anna Carolina ; BRITO, A. Naves de . Sala de Leitura: O desejo Perverso. 2008 (Mesa Redonda) .

3.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina . Logos e Pathos. 2006 (Mesa Redonda) .

4.
BRITO, A. Naves de. Avaliação e perspectiva do projeto: Entre Sentimentos e Razões: uma investigação sobre a fundamentação da moral.. 2006 (Demais trabalhos relevantes) .

5.
BRITO, A. Naves de. Co-implicando linguagens. Uma entrevista filosófica. 2005 (Mesa Redonda) .

6.
BRITO, A. Naves de; DUTRA, Luiz Henrique de Araújo ; SOSA, David ; STEUP, Mathias . Knowledge, speaker and subject. 2004 (Mesa Redonda) .

7.
BRITO, A. Naves de; DURAN, Eunice . A reforma Universitária. 2004 (Mesa Redonda) .

8.
BRITO, A. Naves de; PORTO, André da Silva ; BRAIDA, Celso . O arpão e a rede: duas teorias sobre a referência ou sobre o dizer e o nomear. 2004 (Mesa Redonda) .

9.
BRITO, A. Naves de; LIMA, Carlos Roberto Cirne ; SOARES, Antônio ; PINTO, Paulo Marguti ; REGNER, Anna Carolina . A formalização da lógica hegeliana. 2004 (Mesa Redonda) .

10.
BRITO, A. Naves de; CABRERA, Julio . Nomes próprios: semântica e ontologia.. 2003 (Mesa Redonda) .

11.
BRITO, A. Naves de. Interdisciplinaridade e ciência.. 2003 (Conferência) .

12.
BRITO, A. Naves de; GUIMARÃES, E. M. ; RODRIGUES, W. A. . Bioética. Clonagem de embriões humanos.. 2002 (Mesa Redonda) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Carmo, Juliano; BRITO, A. Naves de; BARBOSA, E.. Participação em banca de Matheus de Lima Rui. Racionalidade, intenção e normatividade: uma investigação sobre o principio instrumental.. 2018. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
BENTZ, I. M. G.; BRITO, A. Naves de; TONETTO, L. M.. Participação em banca de Henrique Friedrichs. Design e Ética: sobre a proposição de um dispositivo pluriético.. 2018. Dissertação (Mestrado em Design) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

3.
BELLO, S.; BRITO, A. Naves de; SANTOS, S.; UBERTI, L.. Participação em banca de Marcelo Carvalho Antunes. A significação dos objetos matemáticos analisados em práticas curriculares sob as lentes wittgensteinianas.. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciêndias: química da vida e saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; Gentile, Nélida; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Daniel Uptmoor Pauly. Avaliando dois Programs de Pesquisa sobre a Teoria dos Modelos Relacionais.. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

5.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; Mograbi, Gabriel; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Ricardo Perera. Acessando representações mentais para predizer estímulos: como crenças e conceitos modulam sinais cerebrais.. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

6.
BRITO, A. Naves de; Napoli, R. B. Di; HELFER, Inácio. Participação em banca de Edézio Muniz de Oliveira. A liberdade como fundamento do sistema moral kantiano.. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

7.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; Carmo, Juliano; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Welton Dias de Lima. Computadores e mentes: uma analogia filosófica.. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; Klaudat, André. Participação em banca de Bianca Lima da Silva Andrade. Bioethical Dilemmas. 2016. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

9.
BRITO, A. Naves de; Carmo, Juliano; STEIN, Sofia Inês Albornoz. Participação em banca de Arildo Luiz Marconatto. Do vital ao mental segundo Dennett. 2016. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

10.
BRITO, A. Naves de; CAPONI, G.; BAETU, T.. Participação em banca de Heloisa Allgayer. A Teoria da Evolução entre a Teleologia e a Síntese Contemporânea.. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

11.
BRITO, A. Naves de; Rodrigues, Fernando; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Viviane Zarembski Braga. Linguagem, Ética e Mística em Ernst Tugendhat. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

12.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; DALL'ANGOL, Darlei. Participação em banca de Luca Nogueira Igansi. Normatividade e Valor no Naturalismo Moral. 2014. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

13.
PESSOA JUNIOR, O. F.; DIAS, M. C. M.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de João Lourenço de Araújo Fabiano. Melhoramento Humano: heurística evolutiva e riscos existenciais.. 2014. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

14.
CULLETON, Alfredo; BRITO, A. Naves de; MACEDO, P. E. V. B. de. Participação em banca de Régis Franco Casarin. O Probabilismo na Scholastica Colonialis Segundo Diego Avendaño.. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

15.
AZEVEDO, M. O. de; PORTO, L. S.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Rejane Cecília Barbosa de Almeida. Simpatia e Amor à Humanidade: Aproximações em David Hume. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

16.
BRITO, A. Naves de; BAVARESCO, A.; ROHDEN, Luiz. Participação em banca de Elisângela Pereira Machado. Transcendência Imanente: Ernst Tugendhat e a Mística. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

17.
KRASSUSKI, J. A.; BRITO, A. Naves de; WIILLIGES, F.. Participação em banca de Bruno Martinez Portela. A fundamentação empírica da moral em David Hume. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Maria.

18.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; Navia, R.. Participação em banca de César Fernando Meurer. Davidson: Crítica Lógico-Semântica da Teoria da Correspondência da Verdade.. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

19.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; Greimann, D.. Participação em banca de Ramon Felipe Wagner. Designação Rígida, Necessidade e Essencialismo: Uma Análise Crítica das Teorias da Referência.. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

20.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; Farias, A. B. de. Participação em banca de Marinei Carvalho. Cooperação, confiança e interação: um estudo aplicado às corporações.. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

21.
WERLE, D. L.; BRITO, A. Naves de; COMTE, J.; DALL'ANGOL, Darlei. Participação em banca de Joel Forteski. Motivação Moral e Senso de Justiça em D. Hume.. 2011. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

22.
BRITO, A. Naves de; VALLS, Álvaro; Napoli, R. B. Di. Participação em banca de Fabiano Clevis Boff. Ética e Felicidade em Kant. 2011. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

23.
BRILHANTE, A. A.; BRITO, A. Naves de; AMORA, K. C.. Participação em banca de Andreh Sabino Ribeiro. Paixões propulsoras e razão diretiva na ciência moral de David Hume. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Ceará.

24.
PICH, Roberto; BRITO, A. Naves de; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de. Participação em banca de Juliano Santos Carmo. Linguagem e Realidade no Tractatus Logico-Philosophicus. 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

25.
BRITO, A. Naves de; Albieri, Sara.; REGNER, Anna Carolina. Participação em banca de André Luiz Olivier da Silva. Ceticismo, Imaginação e Identidade em David Hume. 2009. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

26.
Ullmann, Reinholdo A.; BRITO, A. Naves de; PICH, Roberto. Participação em banca de Laura Patrício Arruda. Interpretação radical e princípio de caridade: conceitos-chave da filosofia de Donald Davidson.. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

27.
Rebelo, Jaime; BRITO, A. Naves de; Ruffino, Marco; Faria, Paulo. Participação em banca de Fernando Vogel Cintra. A teoria das Descrições de Bertrand Russell. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

28.
BRITO, A. Naves de; BITTENCOURT, Cláudia; CULLETON, Alfredo. Participação em banca de Rodrigo Rocha Gutterres. O empirismo e o sentido da ética aplicada ao mercado.. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

29.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina; STEIN, Sofia Inês Albornoz. Participação em banca de Ana Paula Monteiro dos Reis. As expressões denotativas em Frege e Carnap. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

30.
VALLS, Álvaro; Hamm, C. V.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Artur Rodrigo Iraqui Lopes filho. Sociedade, crítica e liberdade. 2008. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

31.
Oliveira Jr., N. H. F.; BRITO, A. Naves de; Weber, Tadeu. Participação em banca de Leno Francisco Danner. Democracia e justiça social: um argumento a partir da utopia realista de John Rawls.. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

32.
FLEIG, Mário; DALL'ANGOL, Darlei; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Rudimar Mendes. Da ética do indizível à função do silêncio no Tractatus Logico-Philosophicus de Wittgenstein.. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

33.
REGNER, Anna Carolina; GOMES, N. G.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Carlos Gustavo Wolff Neto.. Incomensurabilidade sem paradigmas - a revolução epistemológica de Thomas Kuhn.. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

34.
Oliveira Jr., N. H. F.; BRITO, A. Naves de; PICH, Roberto. Participação em banca de Gelson Luiz Daldegan de Pádua.. O conceito de regra em Da Certeza: terceiro Wittgenstein?. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

35.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos. Participação em banca de Roni Éderson Krause de Oliveira. Da inferência causal e dos princípios formadores da crença segundo pressupostos humeanos.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

36.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; TERNES, José. Participação em banca de Marco Antônio Araújo Clímaco. Gênese e estrutura da vontade livre.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

37.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; MELO, Arthur Octávio de Araújo. Participação em banca de Marcus Renato Alves Araújo. Holismo e testabiliidade de teorias científicas. Uma análise da tese Duhem-Quine.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

38.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos. Participação em banca de Marcondes Rocha Carvalho. A noção de sentido no Tractatus.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

39.
BRITO, A. Naves de; REIS, Cláudio; TERNES, José. Participação em banca de Rosângela Almeida Chaves. A liberdade de julgar: por uma ética da responsabilidade em Hanna Arendt.. 2005. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

40.
REIS, Cláudio; PORTUGAL, Agnaldo Cuoco; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Gilson Matilde Diana. O debate entre o não-cognitivismo e o cognitivismo moral.. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de Brasília.

41.
DUTRA, Luiz Henrique de Araújo; BRITO, A. Naves de; BRAIDA, Celso. Participação em banca de Manuela Bastos Arantes. O realismo modal de David K. Lewis e suas implicações epistêmicas.. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

42.
BRITO, A. Naves de; TERNES, José; CABRERA, Julio. Participação em banca de Luiz Roberto Boettcher Cupertino. A prova em Filosofia. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

43.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; ROHDEN, Valério; MARQUES, Jordino Assis dos Santos. Participação em banca de Bruna Milene Ferreira. Dualismo antropológico kantiano.. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

44.
BRITO, A. Naves de; ULHOA, Joel de Pimentel; SANTOS, Nivaldo dos. Participação em banca de Lydia Christina Ferreira Rezende de Medeiros. A liberdade de morrer em Peter Singer. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

45.
BRITO, A. Naves de; TERNES, José; DRUKER, Claudia. Participação em banca de José João Neves Barbosa Vicente. A visão Arendtiana do Totalitarismo. 2003. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

46.
BRITO, A. Naves de; MARQUES, Jordino Assis dos Santos; HAMELIN, Guy. Participação em banca de Gilberto Soares Pereira. Virtude moral e discernimento em Aristóteles. 2003. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

47.
HECK, José Nicolau; BRITO, A. Naves de; AVELINO, J. C.. Participação em banca de Cláudio Joaquim Rezende. A noção de Estado no jovem Marx (1842 - 1844). 2002. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

48.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; HOLANDA, Adriano. Participação em banca de Sandra Albernaz Leão Machado Saddi.. Eros versus Civilização: Marcuse e o projeto de uma sociedade não-repressiva.. 2002. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

49.
BRITO, A. Naves de; TERNES, José; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos. Participação em banca de Luci de Souza Dourado. O conceito de trabalho em Hanna Arendt. 2002. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

50.
CARBONARI, P. C.; BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau. Participação em banca de Paulo César Carbonari. Fundamentação da ética em Apel.. 1999. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

Teses de doutorado
1.
SILVEIRA, D.; BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; Oliveira Jr., N. H. F.; ARAÚJO, M.. Participação em banca de Tiaraju Molina Andreazza. Uma abordagem intuicionismo do equilíbrio reflexivo. 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio; SILVEIRA, Matheus de Mesquita; BARBOSA, E.; Feiler, A. F.. Participação em banca de Anderson Vieira de Lima Webber. Reconhecimento social e comportamento moral: Estudo em moral naturalizada. 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

3.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; Greimann, D.; Ferraz, C. A.; SILVEIRA, D.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Rafael Godolphim Feijó. O intuicionismo kantiano à luz do logicismo e do cognitivismo: uma defesa da intuição pura do espaço e do tempo.. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

4.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; Carmo, Juliano; PESSOA JUNIOR, O. F.; AZEVEDO, M. O. de; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Cinthia Roso Oliveira. A relação mente-corpo: investigando a causação e a participação.. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

5.
BRITO, A. Naves de; PINZANI, A.; Hamm, C. V.; VALLS, Álvaro; HELFER, Inácio. Participação em banca de Adriano Perin. Método e Sistema da Razão em Kant: uma investigação sobre a estrutura e a legitimidade do pensamento crítico-transcendental. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

6.
Birchal, T de S.; BRITO, A. Naves de; Stancioli, B. S.; BONELLA, A.; Ribeiro, L. de M.. Participação em banca de José Costa Júnior. Como viver depois de Darwin? Limites e possibilidades das abordagens evolucionistas da moralidade.. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; Giacóia, O.; HELFER, Inácio; Nascimento, L. F. M.. Participação em banca de Edgard Charles Stuber. Resolução de Problemas Complexos: da aleatoriedade biológica à intencionalidade cultural.. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; BOLENDER, J.; Gentile, Nélida; Candiotto, Kleber. Participação em banca de César Fernando Meurer. Intencionalidade, movimento e modularidade massiva: uma explanação computacional.. 2016. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

9.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; PESSOA JUNIOR, O. F.; Gaeta, Rodolfo; BOLENDER, J.. Participação em banca de Daniel Sander Hoffmann. Towards a comprehensive Notion of Agency.. 2016. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

10.
VALLS, Álvaro; AQUINO, M. F.; LÜBCKE, P.; BRITO, A. Naves de; PORTA, M. A. G.. Participação em banca de Gabriel Ferreira da Silva. Em busca de um Existentiel - Videnskab: Kiekegaard e a ontologia do Inter-Esse.. 2015. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

11.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; SKIDELSKY, L.; ABATH, A. J.; BAETU, T.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Débora Fontoura de Oliveira. Sobre a percepção: um processo objetivo, categórico e não conceitual.. 2015. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

12.
BRITO, A. Naves de; Napoli, R. B. Di; VASCONCELLOS, S. J. L.; AZEVEDO, M. O. de; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Matheus de Mesquita Silveira. O papel dos mecanismos psico-biológicos de sociabilidade no comportamento moral.. 2015. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

13.
LECLERC, André; Ruffino, Marco; BRITO, A. Naves de; Barroso, C. A. C.; RODRIGUES, L. F. E. L.. Participação em banca de Josailton Fernandes de Mendonça. A Semântica dos Nomes Próprios Descritivismo Metalinguístico e Designação Rígida.. 2014. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal do Ceará.

14.
DALL'ANGOL, Darlei; Dutra, D. J. V.; PINZANI, A.; TONETTO, M. C.; BRITO, A. Naves de; SÁNCHEZ, J. V. B.. Participação em banca de Andrei Luiz Lodea. A evolução da moral autônoma de Tugendhat: sobre contratualismo simétrico e a justificação dos direitos humanos.. 2014. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
LUFT, Eduardo; Oliveira Jr., N. H. F.; SOUZA, R. T.; BRITO, A. Naves de; NUNES, R. G.. Participação em banca de Victor Ximenes Marques.. Materialismo Evolutivo ? Natureza, Dialética e Sujeito.. 2014. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

16.
Oliveira Jr., N. H. F.; PICH, Roberto; CORRÊA, R. S.; MÜLLER, F. M.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Juliano Santos do Carmo. Sobre a normatividade do significado: uma pseudo-restrição à semântica naturalizada. 2012. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

17.
Oliveira Jr., N. H. F.; Araújo, L. B. L.; BRITO, A. Naves de; Souza, D. G. de; WEBER, T.. Participação em banca de Elnora Maria Gondin Machado. John Rawls: construtivismo político e justificação coerentista. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

18.
LUFT, Eduardo; CAPONI, G.; BRITO, A. Naves de; STEIN, E.; WEBER, T.. Participação em banca de Julio Cesar Rodrigues Pereira. A fórmula do mundo segundo Karl Popper.. 2009. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

19.
BRITO, A. Naves de; LUFT, Eduardo; OLAVO, L S F. Participação em banca de Eloi Pedro Fabian. A aproximação de Popper com a epistemologia evolucionária.. 2008. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

20.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; SIQUEIRA, J. E.; PESSINI, L.; MIZIARA, F.. Participação em banca de Divina Eterna Marques. Responsabilidade e sustentabilidade: uma ética para o desenvolvimento. 2007. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás.

21.
BRITO, A. Naves de; ALMEIDA, Cláudio Gonçalves de; PICH, Roberto; LUFT, Eduardo; MEYER, Alexandre. Participação em banca de Carlos Augusto Sartori. Sobre a viabilidade do fundacionismo epistêmico moderado.. 2006. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; HELFER, Inácio. Participação em banca de Viviane Zarembiski Braga. A racionalidade e a formação da identidade: uma perspectiva naturalizada. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Roni Ederson Krause de Oliveira. Acerca dos ensaios Humeanos sobre quatro seitas helenísticas.. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

3.
BRITO, A. Naves de; VALLS, Álvaro; HELFER, Inácio. Participação em banca de Anderson Vieira de Lima Webber. Ética Naturalizada: ação e valor na moralidade.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

4.
BRITO, A. Naves de; BENTZ, I. M. G.; STEIN, Sofia Inês Albornoz. Participação em banca de Edgard Charles Stuber. Mudança, resolução de problemas complexos e a natureza humana.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

5.
AZEVEDO, M. O. de; SILVEIRA, D.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Márcio Francisco Rodrigues Filho. Sobre uma intencionalidade fenomenal. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

6.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio. Participação em banca de Ana Paula Monteiro dos Reis Emmendorfer. Representações Humanas e Símbolos Linguísticos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

7.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; ROHDEN, Luiz. Participação em banca de Wagner Alves Guedes. Beckett e Ricouer: uma análise das confluências entre "Esperando Godot" e "Tempo e Narrativa".. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Tiaralu Molina Andreazza. Equilíbrio reflexivo e razões para ação. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

9.
BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio; VALLS, Álvaro. Participação em banca de Adriano Perin. Método e Sitema da Razão em Kant. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

10.
BRITO, A. Naves de; Oliveira Jr., N. H. F.; Carvalho, Marcelo. Participação em banca de Sandro Fröhlich. A liberdade e a participação democrática no desenvolvimento humano: um enfoque filosófico a partir de Amartya Sen. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

11.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo; VALLS, Álvaro. Participação em banca de Régis Franca Casarin. A disputa do probabilismo na América Colonial.. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

12.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; BOLENDER, J.. Participação em banca de Cinthia Roso Oliveira. Relação Mente-corpo: Investigando a causação e a participação. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

13.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Rafael Godolphim Feijó. A Gênese dos Juízos Matemáticos: Entre o apriorismo e o inatismo.. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

14.
AZEVEDO, M. O. de; BRITO, A. Naves de; RUIZ, Castor. Participação em banca de Jairo Othero. When does human life end?. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

15.
BARRETO, V. de P.; STRECK, L. L.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Henrique Abel. A necessidade de uma (re)construção epistemológica do direito no cenário do constitucionalismo contemporâneo pós-positivista _ direito, Filosofia e Ciência dno século XXI.. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Direito) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

16.
HELFER, Inácio; ROCHA, L.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Natheus Pelegrino da Silva. Democracia e Compromisso com a Liberdade. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

17.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Débora Fontoura de Oliveira. Conceitualismo Versus Não-Conceitualismo: Uma análise dos discrusos sobre sensação e percepção.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

18.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; SILVA, André Luiz Oliveira da. Participação em banca de Matheus de Mesquita Silveira. Raízes da Moralidade: um estudo sobre empatia a partir do comportamento social de lobos.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

19.
VALLS, Álvaro; AQUINO, M. F.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Gabriel Ferreira da Silva. Em busca de uma Existentiel-Videnskab: Kierkegaard e a Ontologia de Inter-esse.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

20.
Nahra, C. M. L.; BRITO, A. Naves de; Ferraz, C. A.. Participação em banca de Rogério Emiliano Guedes Alcoforado. De uma nova perspectiva sobre a genealogia da moral à uma nova visão acerca do aperfeiçoamento da humanidade,. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

21.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; ROHDEN, Luiz; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Lutecildo Fanticelli. A aporia na terceira parte do Teeteto de Platão. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

22.
BRITO, A. Naves de; BARRETO, V. de P.; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de André Luiz Olivier da Silva. Interesse, Paixão e Moralidade: entre o contrato e a natureza.. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Filosodfia) - Universidade do Vale do Rio do Sinos.

23.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; OLIVEIRA, Leandro Gonçalves. Participação em banca de Divina Eterna Marques. Hans Jonas e uma ética para o desenvolvimento sustemtável.. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás.

Qualificações de Mestrado
1.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Mauricio da Rosa Vollino. A análise de Alva Noë de um experimento neurocientífico: reflexão acerca da substituição sensorial visual.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; AZEVEDO, M. O. de; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Daniel Uptmoor Pauly. Avaliando dois Programas sobre as fundações da Cognição Social: Uma abordagem Lakatosiana.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

3.
Carmo, Juliano; BARBOSA, E.; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Matheus de Lima Rui. Pensando o que fazer: Uma investigação sobre o "deve" presente no raciocínio prático.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade Federal de Pelotas.

4.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; BOLENDER, J.. Participação em banca de Arildo Luiz Marconatto. Do vital ao mental segundo Dennett. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

5.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; VALLS, Álvaro. Participação em banca de Vanilda Barroso de Oliveira. Linguagem e comportamento humano na neuropsicóloga de Vygotsky.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

6.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; BOLENDER, J.. Participação em banca de Welton Dias de Lima. Computadores e mentes: uma analogia filosófica. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

7.
VALLS, Álvaro; BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Mara Xavier de Almeida. O princípio responsabilidade de Hans Jonas no Contexto Ambiental.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; VALLS, Álvaro. Participação em banca de Edésio Muniz de Oliveira. Desprezo da moral na sociedade contemporânea e suas implicações jurídicas.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

9.
VALLS, Álvaro; STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Márcio Morais de Souza. As tensões entre o homem-massa e a democracia em José Ortega Y Gasset. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

10.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; BOLENDER, J.. Participação em banca de Ricardo Augusto Perera. Acessando representações mentais para predizer estímulos: como crenças e conceitos modulam sinais cerebrais.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

11.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Bianca Andrade de Almeida. Bioethical Dilemmas Through Metaphysics. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

12.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Viviane Zarembski Braga. Linguagem, Ética e Mística em Ernst Tugendhat. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

13.
AZEVEDO, M. O. de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de MárcioFrancisco Rodrigues Filho. A consciência hoje: críticas de John Searle ao funcionalismo de Daniel Dennett. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

14.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; BAETU, T.. Participação em banca de Heloisa Allgayer. A migração de uma teoria da evolução de cunho teleológico (em Darwin) para uma teoria sem cunho teleológico (síntese estendida da evolução.. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

15.
AZEVEDO, M. O. de; HELFER, Inácio; BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Rejane Cecília Barbosa de Almeida. Simpatia como caminho ao amor à humanidade. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

16.
BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Luca Nogueira Igansi. Normatividade e valor no naturalismo moral. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

17.
HELFER, Inácio; BRITO, A. Naves de; CÂNDIDO, Celso. Participação em banca de Pérsio Schmitz. A questão da Justiça no Âmago do Debate Liberal-Comunitário: uma revisão das idéias de John Rawls e Charles Taylor.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

18.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; SPEHRS, A.. Participação em banca de Ramon Felipe Wagner. Designação Rígida, Necessidade e Essencialismo: Uma Análise Crítica das Teorias da Referência.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

19.
CULLETON, Alfredo; BRITO, A. Naves de; PICH, Roberto. Participação em banca de Regis FRanco Casarin. O Probabilismo na Scholasica Colonialis Segundo Diego de Avendaño. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

20.
AZEVEDO, M. O. de; BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio. Participação em banca de Rejane Cecília Barbosa de Almeida. Simpatia como Caminho ao Amor à Humanidade. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

21.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de; CULLETON, Alfredo. Participação em banca de Marinei Silva Carvalho. Investigação sobre cooperação naturalizada humana, deferencial competitivo frente à seleção natural.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

22.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; SPEHRS, A.. Participação em banca de Cesar Meurer. Davidson: crítica da teoria correspondentista da verdade.. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

23.
CULLETON, Alfredo; BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Gabriela Schüttz. Filosofia e Economia: sobre o sentido da vida ecoômica em Amartya Sen.. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

24.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo; ROHDEN, Luiz. Participação em banca de Elisângela Pereira Machado. Transcendência Imanente: Tugendhat e a Mística. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

25.
BRITO, A. Naves de; HELFER, Inácio; VALLS, Álvaro. Participação em banca de Fabiano Boff. Ética e Felicidade na Filosofia Moral de Kant.. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

26.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; AZEVEDO, M. O. de. Participação em banca de Cristóvão Atílio Vieiro. Linguagem Privada e significado no Segundo Wittgenstein.. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

27.
RUIZ, Castor; BRITO, A. Naves de; CÂNDIDO, Celso. Participação em banca de João Francisco de Siqueira Rodrigues. Um estudo do cosmopolitismo sob uma perspectiva filosófica.. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

28.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Mauricio da Rosa Vollino. A análise de Alva Noë de um experimento neurocientífico: reflexão acerca da substituição sensorial visual.. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
BRITO, A. Naves de. Participação em banca de Giorgia Francesca Giordano. Filosofia da Ciência e ensino da filosofia. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em A filosofia e seu ensino) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, D.. Participação em banca de Jaison Matias Partchel.Considerações sobre o público e o privado a partir da teoria da liberdade de Isaiah Berlin. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

2.
BRITO, A. Naves de; FLEIG, Mario. Participação em banca de Francisco Carlos de Almeida Gonçalves.Humanismo Econômico. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

3.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina. Participação em banca de André Luiz Olivier da Silva.A conjunção constante e a formação das crenças: um estudo sobre a teoria do conhecimento de Hume.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

4.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; PORTO, André da Silva. Participação em banca de Graziela Cândido Gonçalves.As sentenças protocolares e o fundamento do conhecimento.. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

5.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; PALÁCIOS, Gonzalo Armijos. Participação em banca de Maria José Braga.Platão e as mulheres: uma oposição à misogenia na Grécia antiga. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

6.
STEIN, Sofia Inês Albornoz; BRITO, A. Naves de; SANZ, Wagner de Campos. Participação em banca de Marcus Renato Alves Araújo.Linguagem e Realidade:Aspectos da Concepção Semântica de Verdade de Alfred Tarski.. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

7.
STIVAL, S. D.; BRITO, A. Naves de; PALÁCIOS, Gonzalo Armijos; SANZ, Wagner de Campos. Participação em banca de Stefano Domingues Stival.Aspectos das concepções lógicas de Wittgenstein e Tarski.. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

8.
ALVES, A. A.; BRITO, A. Naves de; PALÁCIOS, Gonzalo Armijos; ULHOA, Joel de Pimentel. Participação em banca de Adalto Aparecido Alves.O mundo da prosa: o enigma da palavra no romance.. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

9.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; ULHOA, Joel de Pimentel. Participação em banca de Jusmeire Zanin.O conceito de Aufklärung de Kant a Horkheimer. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

10.
BRITO, A. Naves de; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos; HECK, José Nicolau. Participação em banca de Nivaldo Lima.O problema da noética diante da realidade hilemórfica de Aristóteles. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

11.
BRITO, A. Naves de; LEITE, A. C.; SANZ, Wagner de Campos. Participação em banca de Alexandre Costa Leite.Designação rígida, teoria causal e verdades necessárias a posteriori:contribuições de S. Kripke.. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

12.
BRITO, A. Naves de; TERNES, José; MARQUES, Jordino Assis dos Santos. Participação em banca de Júnia Cristina de Oliveira.Notas sobre o otimismo em Nietzsche. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

13.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; FREITAS, Luiz Cláudio. Participação em banca de Luciano Nonato.O juízo estético em Kant. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

14.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz; PALÁCIOS, José Gonzalo Armijos. Participação em banca de José de Oliveira Barbalho.Sentido e referência em Frege. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
DIAS, M. F.; BRITO, A. Naves de; CABRERA, Julio; SOUZA FILHO, D. M.. Quando dizer comunicar.. 2015. Universidade Federal da Paraíba.

2.
CHATEAUBRIAND FILHO, O.; SOUZA FILHO, D. M.; BRITO, A. Naves de; ARAUJO, Manfredo; CARNIELLI, W.. Memorial de Diek Greimann para ascensão funcional à titular na UFF. 2015. Universidade Federal Fluminense.

3.
BRITO, A. Naves de; ARAÚJO, M.. Avaliação de condições de oferta para credenciamento de curso de filosofia. 2001. Faculdade de Filosofia e Teologia de Boa Vista.

Concurso público
1.
HOBUSS, J.; ARALDI, C. L.; BRITO, A. Naves de. Concurso Público para Carreira Docente - Ética. 2013. Universidade Federal de Pelotas.

2.
BRITO, A. Naves de; Stenzel, L. M.; Silva, H. T. H.. Provimento de Cargo de Professor Assistente.. 2009. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

3.
Hamm, C. V.; Napoli, R. B. Di; BRITO, A. Naves de. Concurso para professor adjjundo: área de ética e filosofia política. 2009. Universidade Federal de Santa Maria.

4.
BRITO, A. Naves de; REIS, Cláudio; BONELLA, A.. Concurso para professor adjunto na Universidade Federal de Uberlândia. Portaria 014/2002.. 2002. Universidade Federal de Uberlândia.

5.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau; CABRERA, Julio. Concurso para professor adjunto. Portaria 0274 de 2002. 2002. Universidade Federal de Goiás.

Avaliação de cursos
1.
BRITO, A. Naves de; CASTRO, Iran Junqueira de. Avaliação, como avaliador institucional, por designação do MEC, do curso de Educação Física.. 2006. Faculdades Integradas Einstein de Limeira.

2.
BRITO, A. Naves de; OLIVEIRA, Nagela Valadão. Avaliação, como avaliador institucional, por designação do MEC, do curso de Enfermagem.. 2006. Faculdades Integradas Einstein de Limeira.

3.
BRITO, A. Naves de; CORTELAZZO, Angelo Luiz; SIEWIERSKI, Henryk. Avaliação, como avaliador institucional, por designação do MEC, para verificação de condições de oferta de educação à distância.. 2006. Centro Universitário Franciscano do Paraná.

4.
BRITO, A. Naves de; ARAUJO, Manfredo. Avaliação de curso por designação do Mec. Faculdade Nossa Senhora Rainha do Sertão.. 2003. Faculdade Nossa Senhora Rainha do Sertão.

5.
BRITO, A. Naves de; ARAÚJO, M.. Sindicância para verificação de atendimento de exigências para credenciamento de curso de filosofia e teologia.. 2002. Faculdade de Teologia de Boa Vista.

6.
BRITO, A. Naves de; ARAUJO, Manfredo. Sindicância para verificação de atendimento de exigências para oferecimento de curso de filosofia. 2002. Faculdade de Filosofia e Teologia de Boa Vista.

7.
BRITO, A. Naves de; MARQUES, M.; HERMANN, A.. Avaliação de condições de oferta para abertura de curso de filosofia.. 2001. Faculdade de Filosofia de São Bento.

8.
BRITO, A. Naves de; ARAÚJO, M.. Avaliação de condição de oferta para credenciamento de curso de filosofia e teologia.. 2001. Faculdade de Teologia de Boa Vista.

9.
BRITO, A. Naves de; REIS, Cláudio. Avaliação de condições de oferta.. 2000. Faculdade de Filosofia de Curitiba.

Outras participações
1.
BRITO, A. Naves de. Avaliador Externo no Comitê de Avaliação dos Projetos submetidos so Programa Bolsa Pesquisa Aluno da PUC-RS. 2015. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

2.
BRITO, A. Naves de; Sposito, M. E. B.; Vainfas, R.. Comissão Julgadora do 10º Premio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica.. 2012. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

3.
BRITO, A. Naves de; MARQUES, E. da R.; DUTRA, Luiz Henrique de Araújo. Comissão Capes de premiação de melhor tese de 2009. 2011. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

4.
BRITO, A. Naves de. Consultor Externo no Processo Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da UERJ. 2010. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
BRITO, A. Naves de; Paschoal, A. E.; Rego, P. C.; Dutra, D. J. V.; Carvalho, H. B. A. de; Cutter, J. V. G.. Comissão de Seleção do Prêmio Anpof 2006-2007. 2010. Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia.

6.
BRITO, A. Naves de. Membro da Banca de Avaliação da Mostra Unisinos de Iniciação Científica.. 2008. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

7.
BRITO, A. Naves de; NEDEL, José. Membro de banca de avaliação de trabalhos de iniciação científica na Mostra Unisinos de Iniciação Científica. 2007. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

8.
BRITO, A. Naves de. Membro, como pesquisador do CNPq, de comissão Ad Hoc para avaliação de projetos de Pesquisa na Universidade Católica de Goiás. 2006. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

9.
BRITO, A. Naves de. Membro, como pesquisador do CNPq, de comissão Ad Hoc para avaliação de projetos de Pesquisa na Universidade Católica de Goiás. 2005. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

10.
BRITO, A. Naves de; VALLS, Álvaro. Banca de avaliação de trabalhos de Iniciação Científica.. 2005. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

11.
BRITO, A. Naves de. Membro, como pesquisador do CNPq, de comissão Ad Hoc para avaliação de projetos de Pesquisa na Universidade Católica de Goiás. 2004. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
9° Workshop Chiron.From Regularities to Values: Morality Within Nature.. 2018. (Simpósio).

2.
10th Principia International Symposium.Normativity without freedom.. 2017. (Simpósio).

3.
8º Workdhop Chiron.Normatividade sem dualismo. 2017. (Oficina).

4.
CogSci 2017. 2017. (Congresso).

5.
II Encontro Estadual de Biologia e Direito.Mens rea ainda que determinada. 2017. (Encontro).

6.
Liberty Fund Event: What We Owe to Each Other: Individual Freedom and the Boundaries of the Common..What We Owe to Each Other: Individual Freedom and the Boundaries of the Common.. 2017. (Simpósio).

7.
Participação do Setor Privado na Prestação de Serviços Socias no Brasil.O setor privado e o desenvolvimento social. 2017. (Seminário).

8.
XXVIII Jornadas de Epistemologia e História de la Ciência 2017. Normatividad sin Libertad. 2017. (Congresso).

9.
XVII Encontro da Anpof. Responsabilidade & Determinismo. 2016. (Congresso).

10.
24º Congresso de Marketing ADVB/RS. O futuro será de quem estiver preparado.. 2015. (Congresso).

11.
2014 Annual Meeting of the International Neuroethics Society.. 2014. (Congresso).

12.
Ética, Direito e Ciências Cognitivas.Até que ponto a liberdade importa para a moral e o direito?. 2014. (Oficina).

13.
III Latin American Analytic Philosophy Conference & III Conference of the Brazilian Society for Analytic Philosophy.. Morality, Taste and Normativity.. 2014. (Congresso).

14.
I Seminário de Ética e Filosofia Política Contemporânea da Unisinos.A Global Contract? Problems and Proposals. 2014. (Seminário).

15.
Twelfth International Conference on New Directions in the Humanities. Moral Normativity, Naturalism and Animalism.. 2014. (Congresso).

16.
Workshop: Normativity in Language, Ethics & Cognition..Moral Beliefs, Truth and Normativity.. 2014. (Simpósio).

17.
40th International Hume Society Conference. Human Nature and Hume's Perspectivism. 2013. (Congresso).

18.
Café Filosófico: Filosofia Unisinos.Indignação cosmopolita e ira paroquial. 2013. (Outra).

19.
Encuentro Binacional CAPG e CAFP Capes/SPU.Cooperação Unisinos/UBA: avaliação e perspectivas. 2013. (Encontro).

20.
III Congreso Nacional de la Asociación Chilena de Filosofía. To what extend freedom really matters to morality?. 2013. (Congresso).

21.
O Debate Liberais-comunitaristas: Colóquio com Charles Taylor..Why a critic of liberal rationalism do not favor naturalism? A debate with Charles Taylor.. 2013. (Simpósio).

22.
Questões Gerais de Ética Filosófica e Ética Prática.A Ética naturalizada. 2013. (Encontro).

23.
Workshop: Bases Neurais da Cognição Social.Action, Cognition and Responsibility. 2013. (Oficina).

24.
XVII Congresso Interamericano de Filosofia. Filosofia Analítica. 2013. (Congresso).

25.
XVII Congresso Interamericano de Filosofia. Living Responsibly in a World of Inclinations.. 2013. (Congresso).

26.
5th International Colloquium on Ethics and Applied Ethics: Moral Sentiments. Behavior and Values: what morality is for?. 2012. (Congresso).

27.
Emotion & Morality: Challenging J. Prinz.The Genealogy of Morals: A Tree Without Roots.. 2012. (Oficina).

28.
Emotion & Morality: Challenging J. Prinz.The Genealogy of Morals: A Tree Without Roots.. 2012. (Outra).

29.
Emotions, Morality and Neuroscience à propos Jesse Prinz. Chiron Workshop 5th edition..Is, Ought, but no Truth. 2012. (Outra).

30.
Encontro de Pesquisadores dos Programas de Pós-Graduação em Filosofia do Rio Grande do Sul ? Problemas de Ética Teórica e Aplicada. Perspectivas de uma ética naturalista. 2012. (Congresso).

31.
I conferência de Epistemologia Social.Practical Rationality and Individual: toward an evolutionary critic to contractualism.. 2012. (Seminário).

32.
II Congresso da SBFA - II Conference of the BSAP. What is moral obligation? Challenging the naturalistic perspective. 2012. (Congresso).

33.
II Congresso Latinoamericano de Filosofia Analitica. Responsibility without Freedom. 2012. (Congresso).

34.
II Congresso Latinoamericano de Filosofia Analitica. Morality and Emotion. 2012. (Congresso).

35.
II Seminário de Ética Ambiental e Bioética.On the Natural Basis for Universalism and Egalitarianism. 2012. (Seminário).

36.
I Simpósio Cátedra Sérgio Vieira de Mello.The Influence of Europe on the Development of Refugee Protection in Latin America. 2012. (Simpósio).

37.
Mnemósine e Lethe.Filosofia e Psicanálise. 2012. (Simpósio).

38.
Natural Norms: Ethics and Language. Workshop with D. Copp..The naturalistic fallacy revisited.. 2012. (Outra).

39.
Normative Significance of Cognitive Science Conference. 2012. (Congresso).

40.
Reunião Binacional dos Coordenadores dos Projetos de Cooperação Internacional CAFP e CAPG da CAPES..Conclusão do Projeto CAFP UBA-Unisinos & Início dos Trabalhos do Projeto CAPg UBA-Unisinos. 2012. (Seminário).

41.
The Moral Brain. 2012. (Simpósio).

42.
Understanding Value. Connecting Values and Norms to Preferences. 2012. (Simpósio).

43.
XV Encontro Nacional da Anpof.O que é obrigação moral? Desafiando a perspectiva naturalista.. 2012. (Encontro).

44.
Evolution, Cooperation and Rationality: Philosophical Perspectives.. 2011. (Congresso).

45.
Filosofia da Mente.Mente estendida e norma desde uma perspectiva naturalista.. 2011. (Seminário).

46.
III Encontro Hume. Hume e a justiça como virtude artificial.. 2011. (Congresso).

47.
Reunião Binacional de Coordenadores dos programas de Cooperação Internacional CAPG-BA & CAFP-BA.Avaliação e Perspectivas da Cooperação UBA-Unisinos no âmbito da Filosofia.. 2011. (Outra).

48.
What make us moral?. Morality Beyond Contractualism. 2011. (Congresso).

49.
Workshop: The embodied cognition.Embodied Morality. 2011. (Oficina).

50.
Workshop Quíron 2011.Entre a poltrona e a pipeta: o que pode a filosofia?. 2011. (Oficina).

51.
XIV Colóquio de Filosofia da Unisinos: Objetivo e Subjetivo; novas tendências em epistemologia e filosofia moral..Objetividade, subjetividade e teoria moral. 2011. (Simpósio).

52.
Encontro com Daniel Dennett..Filosofia, Neurociências e evolucionismo: impactos e perspectivas.. 2010. (Seminário).

53.
I Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica. Semantics and Moral Values.. 2010. (Congresso).

54.
III Colóquio de Ética Aplicada: Evolução e Transumanismo..Valores Morais Naturalizados. 2010. (Simpósio).

55.
Oficina de Pesquisa: Filosofia, Neurociências e Evolucionismo.Biologia e Cultura: para além dos genes e dos memes.. 2010. (Oficina).

56.
Pesquisando a Pesquisa.Humanidades & Tecnociências. 2010. (Simpósio).

57.
XIV Encontro Nacional da ANPOF.Linguagem e moralidade a propósito de "Egocentricidade e Mística" de E. Tugendhat.. 2010. (Encontro).

58.
4th Meeting of the Portuguese Society for Analytic Philosophy.. Naturalising Values. 2009. (Congresso).

59.
Ecos de Darwin.Semântica dos valores morais: a moral na perspectiva naturalizada e evolucionista.. 2009. (Simpósio).

60.
II Coloquio de Filosofía del Lenguage e Lingüística.Nombres lógicamente propios, referencia directa e identificación de objetos. 2009. (Simpósio).

61.
Kant in Asia International Conference: The Unity of HUman Personhood. Freedom and Value in Kant. 2009. (Congresso).

62.
Oficina de Pesquisa e Pós-Graduação: Direito, Linguagem e Ação..Ação, Valor e significado: uma perspectiva social.. 2009. (Oficina).

63.
V Colóquio Nacional de Filosofia da História.. Ética, história e evolução: uma abordagem naturalizada.. 2009. (Congresso).

64.
VI Simpósio Internacional Principia.Kinds of Cooperation and Morality in the Perspective of Human Evolution. 2009. (Simpósio).

65.
XII Colóquio de Filosofia: Argumentação e Pragmática. Argumentação e Pragmática. 2009. (Congresso).

66.
XII Colóquio de Filosofia: Argumentação e Pragmática. Excesso, Ausência e decepção das significações.. 2009. (Congresso).

67.
6° European Congress of Analytic Philosophy. Moral Behavior and Moral Sentiments. 2008. (Congresso).

68.
Biologica Explanation of Behavior: Philosophical Perspectives. Moral Behavior and Moral Sentiments: On the Natural Basis for Universalism and Egalitarianism. 2008. (Congresso).

69.
Colóquio: Depois de Hegel. Identidade e Necessidade. 2008. (Congresso).

70.
IV Congresso Kant.. Liberdade, valor e dever em Kant.. 2008. (Congresso).

71.
Logic, thought and action..Which of the two kinds of cooperation is the most basic?. 2008. (Simpósio).

72.
XIII Encontro Nacional de Pós-Graduação em Filosofia. Filosofia da Linguagem. 2008. (Congresso).

73.
II Colóquio Interdisciplinar do Cone Sul.Liberdade e Democracia. 2007. (Simpósio).

74.
I Seminário Internacional de Filosofia Analítica Contemporânea.Reasons and Sentiments in Morality. 2007. (Seminário).

75.
IV Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem.Ética e linguagem: a falácia naturalista> do é ao deve medidante o quero.. 2007. (Simpósio).

76.
Aristotelian Society: joint session. Remarks on moral sentiments in Tugendhat´s moral philosophy. 2006. (Congresso).

77.
Conferece of the British Society of Philosophy of Science. 2006. (Congresso).

78.
Conference of the British Society for Ethical Theory. 2006. (Congresso).

79.
XII Encontro Nacional de Filosofia da Anpof. Participação no XII Encontra Nacional de Filosofia da Anpof. 2006. (Congresso).

80.
III Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem. Mesa: Davidson e Quine.. 2005. (Congresso).

81.
IX Simmpósio Internacional da Associação Ibero-Americana de Filosofia Política.. Coordenação da mesa: Razão, Mercado e Estado no IX Simmpósio Internacional da Associação Ibero-Americana de Filosofia Política.. 2005. (Congresso).

82.
Simpósio Internacional Terra Habitáve: um desafio para a humanidade..Ética e evolução.. 2005. (Simpósio).

83.
A formalização da lógica Hegeliana.Debate sobre a formalização da Lógica Hegeliana.. 2004. (Outra).

84.
Colóquio internacional de Filosofia e Ciência: Redesenhando Horizontes..Descrição e prescrição.. 2004. (Simpósio).

85.
II Congresso Hume. Da validade de juízos morais: por uma abordagem empirista. 2004. (Congresso).

86.
Sofia XV: Epistemic principles, circularity and externalism.. Epistemic principles in perspective. 2004. (Congresso).

87.
XI Encontro Nacional de Filosofia da Anpof.Nomes próprios. 2004. (Encontro).

88.
II Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem.Nomes próprios: semântica e ontologia.. 2003. (Simpósio).

89.
X Semana de Filosofia da UFG.Ontologia dos nomes próprios.. 2003. (Simpósio).

90.
I. Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem.Uso referencial e uso descritivo de nomes próprios.. 2002. (Simpósio).

91.
II Simpósio de Pós-Graduação em Filosofia da UnB..Sobre o empirismo na moral.. 2002. (Simpósio).

92.
IX Semana de Filosofia da UFG.As virtudes e a justificação moral.. 2002. (Simpósio).

93.
X Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF.Verdade e moral: notas acerca da falácia naturalista.. 2002. (Encontro).

94.
VIII Semana de Filosofia.Hume e o empirismo na moral.. 2001. (Simpósio).

95.
IX Encontro Nacional da Anpof.Sobre a fundamentação da ética.. 2000. (Encontro).

96.
VII Semana de Filosofia da UFG.Justificação na moral. 2000. (Simpósio).

97.
Ética: Questões de fundamentação.. Sobre a fundamentação na moral. 1998. (Congresso).

98.
VIII Encontro Nacional de Anpof.Referência, identidade e essência.. 1998. (Encontro).

99.
III Simpósio Aspectos da Linguagem: linguagem e interação comunicativa..Sentido, intencionalidade e sujeito.. 1997. (Simpósio).

100.
II Simpósio Aspectos da Linguagem: semântica e ontologia.Referência dos nomes próprios. 1996. (Simpósio).

101.
Simpósio Internacional de Ética e Política.Ética e política. 1996. (Simpósio).

102.
V Encontro Nacional da Anpof.Significado nas descrições definidas.. 1996. (Encontro).

103.
I Simpósio Aspectos da Linguagem: filosofia e lingüística.Objeto e linguagem. 1995. (Simpósio).

104.
IV Encontro Nacional da Anpof.Referência direta e descritivismo.. 1994. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRITO, A. Naves de; Medeiros, Eduardo ; STEIN, Sofia Inês Albornoz . 9º Workshop Chiron: Experimental Philosophy.. 2018. (Congresso).

2.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; Gentile, Nélida . 8º Workshop Chiron: Filosofia, Ciência Sociais e Ciências Naturais: novas interfaces epistêmicas.. 2017. (Outro).

3.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . Colloquium on Cross Modal Perception. 2017. (Outro).

4.
BRITO, A. Naves de. I Colóquio da Escola de Humanidades. 2016. (Outro).

5.
BRITO, A. Naves de; Ruffino, Marco ; Angioni, Lucas ; LECLERC, André ; Silva, Marcos . IV Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica.. 2016. (Congresso).

6.
SILVA, André Luiz Oliveira da ; BRITO, A. Naves de . Workshop: Perspectivas Pragmatistas da Filosofia do Direito. 2015. (Outro).

7.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . XVIII Colóquio de Filosofia da Unisinos: Filosofia & Cognição. 2015. (Outro).

8.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . Workshop sobre Ciências Cognitivas e EEG.. 2015. (Outro).

9.
BRITO, A. Naves de. Workshop: Normativity in Language, Ethics & Cognition.. 2014. (Outro).

10.
LECLERC, André ; Ruffino, Marco ; BRITO, A. Naves de . III Latin America Analytic Philosophy Conference & III Conference of the Brazilian Society for Analytic Philosophy.. 2014. (Congresso).

11.
BRITO, A. Naves de; SILVA, André Luiz Olivier da ; BARRETO, V. de P. . Ética, Direito e Ciências Cognitivas. 2014. (Outro).

12.
BRITO, A. Naves de. Lançamento da Escola de Humanidades. 2014. (Outro).

13.
BRITO, A. Naves de; TIMMONS, M. . Workshop Chiron 2014: Sentimentalist Moral-Perceptual Experience and Its Objectivist Purport: A Phenomenological Inquiry.. 2014. (Outro).

14.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . Workshop: A Proxytype Theory: Sobre Conceitos e Categorias.. 2014. (Outro).

15.
BRITO, A. Naves de; SILVEIRA, Matheus de Mesquita . VI Workshop Chiron. 2013. (Outro).

16.
BRITO, A. Naves de; ARAÚJO, M. B. . I Colóquio em História da Filosofia da Unisinos. 2013. (Congresso).

17.
CULLETON, Alfredo ; BRITO, A. Naves de . Estado e Capitalismo Desenvolvimentista ou Liberal: Conferência com Bresser Pereira. 2013. (Outro).

18.
REGNER, Anna Carolina ; BRITO, A. Naves de . Evolution and Ethics: What do they have to say to each other? Workshop with Michael Ruse. 2012. (Outro).

19.
COPP, David ; BRITO, A. Naves de ; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; AZEVEDO, M. O. de . Natural Norms: Ethics and Language. Workshop with D. Copp. 2012. (Outro).

20.
OSHANA, M. ; BRITO, A. Naves de . Relational Autonomy. Conference with Marina Oshana. 2012. (Outro).

21.
BRITO, A. Naves de; LECLERC, André . II Congresso da SBFA - II Conference of the BSAP. 2012. (Congresso).

22.
BRITO, A. Naves de. Emotions, Morality and Neuroscience à propos Jesse Prinz - Chiron Workshop 2012, 5th Edition.. 2012. (Outro).

23.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . Workshop A Proxytype Theory: sobre conceitos e categorias.. 2012. (Outro).

24.
STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRITO, A. Naves de . A Proxitype Theory: sobre conceitos e categorias.. 2012. (Outro).

25.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . Workshop: Emotion and Morality: Challenging J. Prinz. 2012. (Outro).

26.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . Emotions & Morality: Challenging J. Prinz. 2012. (Outro).

27.
CULLETON, Alfredo ; BRITO, A. Naves de . Simpósio Filosofia e Psicanálise: Mnemósine e Lethe. 2012. (Outro).

28.
BRITO, A. Naves de; NEUTZLING, I. . Ciclo de Palestras: Filosofias da Intersubjetividade. 2012. (Outro).

29.
CULLETON, Alfredo ; BRAGATO, f. ; MEZZANOTTI, G. ; HELFER, Inácio ; BRITO, A. Naves de . I Simpósio Cátedra Sérgio Vieira de Mello. 2012. (Outro).

30.
SILVA, André Luiz Olivier da ; BRITO, A. Naves de . III Encontro Hume. 2011. (Congresso).

31.
BRITO, A. Naves de. Oficina de Pesquisa do Grupo Quíron: Novos Horizontes metodológicos à pesquisa em filosofia.. 2011. (Outro).

32.
BRITO, A. Naves de; AZEVEDO, M. O. de ; CULLETON, Alfredo . XIV Colóqiuio de Filosofia da Unisinos: Objetivo e Subjetivo: novas tendências em epistemologia e filosofia moral.. 2011. (Outro).

33.
BRITO, A. Naves de. 10 Anos do PPG Filosofia da Unisinos: ciclo de conferências. 2011. (Outro).

34.
BRITO, A. Naves de. I Congresso da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica.. 2010. (Congresso).

35.
BRITO, A. Naves de; VALLS, Álvaro ; ROHDEN, Luiz ; HELFER, Inácio ; CÂNDIDO, Celso . Seleção Docente para o PPG em Filosofia da Unisinos. 2010. (Concurso).

36.
BRITO, A. Naves de; Ziegler, Denise . Cooperative Assemblies: uma contribuição da bioquímica e da biologia celular para a reflexão sobre o contexto social e tecnológico do futuro.. 2010. (Outro).

37.
BRITO, A. Naves de; LEITE, M. G. ; SILVEIRA, Matheus de Mesquita . Oficina de Pesquisa: Filosofia, Neurociências e Evolucionismo. 2010. (Outro).

38.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina ; Rocca, Susana ; NEUTZLING, I. ; MARTINS, R de A. ; CARVALHO, G. S. ; VALIATI, V. H. . Ecos de Darwin. 2009. (Congresso).

39.
BRITO, A. Naves de; VANDERVEKEN, D. ; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; MELO, C. J. de S. ; CULLETON, Alfredo ; SILVA, André Luiz Olivier da ; SILVEIRA, Matheus de Mesquita ; SANDER, Martha Helena ; LEITE, M. G. ; RIBEIRO, A. S. . Oficina de pesquisa e pós-graduação Brazil Canadá: direito, ação e linguagem.. 2009. (Outro).

40.
BRITO, A. Naves de. Colóquio Depois de Hegel. 2008. (Congresso).

41.
BRITO, A. Naves de; REGNER, Anna Carolina ; HACKING, Ian ; BAKER, Judith . LInguagem, racionalidade e o discurso da ciência. 2007. (Outro).

42.
BRITO, A. Naves de; CULLETON, Alfredo ; DEL PERCIO, Enrique . II Colóquio Interdisciplinar do Cone Sul. 2007. (Congresso).

43.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; BRAIDA, Celso . IV Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem.. 2007. (Congresso).

44.
DEL PERCIO, Enrique ; BRITO, A. Naves de . Mesa: Consumo, desarollo e igualdad en América Latina no X Simpósio de la AIFP: la igualdad, antiguos e nuevos desafíos.. 2007. (Outro).

45.
FLEIG, Mário ; BRITO, A. Naves de ; BIDEAU, Eric ; APTEKMAN, Marie Claude Fourment . O Olhar e o Rosto. IX Colóquio Internacional de Filosofia e Pksicanálise.. 2006. (Congresso).

46.
BRITO, A. Naves de. III Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem. 2005. (Congresso).

47.
BRITO, A. Naves de; GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos ; ZILLES, Ana Maria Stahl ; FANTI, Maria da Glória Di ; TEIXEIRA, Terezinha Marlene Lopes . Congresso Internacional Linguagem e Interação. 2005. (Congresso).

48.
BRITO, A. Naves de. IHU Idéias: Ética e sentimentos morais. Com o Prof. Thomas Kesselring.. 2005. (Outro).

49.
BRITO, A. Naves de. Reunião do GT de Filosofia da Linguagem na XI Reunião da Anpof. 2004. (Congresso).

50.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz ; MARQUES, Jordino Assis dos Santos ; PORTO, André da Silva . X Semana de Filosofia da UFG. 2003. (Congresso).

51.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . II Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem. 2003. (Congresso).

52.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau ; MARQUES, Jordino Assis dos Santos . IX Semana de Filosofia da UFG. 2002. (Congresso).

53.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . I Colóquio Nacional de Filosofia da Linguagem. 2001. (Congresso).

54.
BRITO, A. Naves de. Ética:questões de fundamentação.. 1998. (Congresso).

55.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . III Simpósio Aspectos da Linguagem: linguagem e interação comunicativa. 1997. (Congresso).

56.
BRITO, A. Naves de; HECK, José Nicolau . Simpósio Internacional Ética e Política.. 1996. (Congresso).

57.
BRITO, A. Naves de; STEIN, Sofia Inês Albornoz . II Simpósio Aspectos da Linguagem: semântica e ontologia. 1996. (Congresso).

58.
BRITO, A. Naves de. Simpósio Aspectos da Linguagem: Filosofia e Lingüística. 1995. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Arildo Luiz Marconatto. Dennett e a filosofia da mente. Início: 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. (Orientador).

2.
Viviane Zarembski Braga. Tugendhat. Início: 2016. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Roni Ederson Krause de Oliveira. Acerca dos Ensaios Humeanos Sobre Quatro Seitas Helenísticas. Início: 2016. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Edgard Charles Stuber. Início: 2018. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Liana Schedler Dombrowski. Valores Naturalizados?. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia: Os Clássicos e suas Obras) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Graziella Kassick Saft. Princípios da moral em Hume. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Edezio Muniz de Oliveira. A liberdade como fundamento do sistema moral kantiano.. 2017. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

2.
Arildo Luiz Marconatto. Kant e a educação. 2016. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso. Orientador: Adriano Naves de Brito.

3.
Luca Nogueira Igansi. Normatividade e Valor no Naturalismo Moral. 2014. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

4.
Heloisa Allgayer. A TEORIA DA EVOLUÇÃO ENTRE A TELEOLOGIA E A SÍNTESE CONTEMPORÂNEA. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

5.
Viviane Zarembski Braga. Linguagem, Ética e Mística em Ernst Tugendhat. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

6.
Marinei Carvalho. Cooperação, confiança e interação: um estudo aplicado às corporações.. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

7.
Elisângela Pereira Machado. Trtanscendência imanente: E. Tugendhat e a Mística. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

8.
Fabiano Clévis Boff. Ética e Felicidade em Kant. 2011. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

9.
Cristóvão Atílio Viero. Linguagem Privada, Significado e Comunitarismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein. 2011. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

10.
Matheus de Mesquita Silveira. O papel da simpatia nas distinções morais: uma leitura humeana numa perspectiva evolucionista.. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

11.
André Luiz Olivier da Silva. Ceticismo, Imaginação e Identidade em David Hume. 2009. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

12.
Rodrigo Rocha Gutterres. O empirismo e o sentido da ética aplicada ao mercado.. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

13.
Ana Paula Monteiro dos Reis. As expressões denotativas em Frege e Carnap. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

14.
Luciana Maccari Lara. A teoria freudiana do fenômeno moral e a filosofia moral de Kant: é o superego um imperativo categórico?. 2006. 103 f. Dissertação (Mestrado em Programa de pós-graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

15.
Rosângela Chaves. A liberdade de Julgar: por uma ética da responsabilidade em Hanna Arendt.. 2005. 116 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

16.
Roni Éderson Krause de Oliveira. Da inferência causal e dos princípios formadores da crença segundo pressupotos humeanos.. 2005. 96 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

17.
Marco Antônio de Araújo Clímaco. Gênese e estrutura da vontade livre.. 2005. 98 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

18.
Bruna Milene Ferreira. Dualismo antropológico Kantiano. Instauração e superação de um drama.. 2004. 136 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

19.
Luiz Roberto Boether Cupertino. A prova em filosofia. 2004. 108 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

20.
Lydia de Medeiros. A liberdade de morrer em P. Singer.. 2004. 123 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

21.
Gilberto Soares Pereira. Virtude moral e discenimento em Aristóteles. 2003. 103 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

22.
José João Neves Barbosa Vicente. A visão Arendtiana do Totalitarismo. 2003. 129 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

23.
Sandra Albernaz Leão Machado Saddi.. Eros versus Civilização: Marcuse e o projeto de um a sociedade não-repressiva.. 2002. 120 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

24.
Luci de Souza Dourado. O conceito de trabalho em Hanna Arendt.. 2002. 102 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

25.
Cláudio Joaquim Rezende. A noção de Estado em Marx.. 2002. 132 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Adriano Naves de Brito.

Tese de doutorado
1.
Anderson Vieira de Lima Weber. Reconhecimento social e comportamento moral: Estudo em moral naturalizada. 2018. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

2.
Edgard Charles Stuber. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COMPLEXOS: DA ALEATORIEDADE BIOLÓGICA À INTENCIONALIDADE CULTURAL. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

3.
Adriano Perin. MÉTODO E SISTEMA DA RAZÃO EM KANT: UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA E A LEGITIMIDADE DO PENSAMENTO CRÍTICO- TRANSCENDENTAL. 2017. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

4.
André Luiz Olivier da Silva. Exigências Morais por Direito. 2013. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

5.
Matheus de Mesquita Silveira. O Papel dos Mecanismos Psico-Biológicos de Sociabilidade no Comportamento Moral.. 2011. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

6.
Divina Eterna Marques. Responsabilidade e sustentabilidade: uma ética para o desenvolvimento.. 2007. 0 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, . Orientador: Adriano Naves de Brito.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Edardo Vicentini de Medeiros. 2017. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Adriano Naves de Brito.

2.
Flávio Paranhos. 2017. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Adriano Naves de Brito.

3.
Eduardo Vicentini de Medeiros. 2016. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Adriano Naves de Brito.

4.
Ricardo Seara Rabenschlag. 2016. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, . Adriano Naves de Brito.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Rosimere Ulmann Linck. Gestão estratégica e ética: estudo de casos nas instituições financeiras.. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em MBA em Gestão nos Negócios) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

2.
Daniel Burin Chu. Comunicação e Egocentricidade. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia: Os Clássicos e suas Obras) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

3.
Alécio Bloss. A Imanência da Mística em Ernst Tugendhat. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Filosofia: Os Clássicos e suas Obras) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Samuel Telles. Hume o papel dos sentimentos na moral: estudos numa perspectiva naturalizada.. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

2.
Tânia Regina Azambuja de Souza. Damásio contra Descartes: breve estudo sobre um erro.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

3.
Viviane Cardoso. O Naturalismo Moral de David Hume Uma Descrição dos valores morais no plano factual. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

4.
Júnior Schnorrenberger. Fundamentos da moral na Genealogia da Moral de Nietzsche.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

5.
Viviane Cardoso Meyer. O Naturalismo Moral de David Hume Uma Descrição dos valores morais no plano factual. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

6.
Martha Helena Sander. Os juízos de gosto conforme Kant: leitura da "Crítica da Faculdade do Juízo".. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

7.
Ramon Felipe Wagner. Descritivismo e Teoria Causal da Referência: uma análise dos fundamentos da denotação.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

8.
Matheus de Mesquita Silveira. Da fundamentação da crença em D. Hume.. 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

9.
Fabiano Boff. O conceito de medida em Platão: investigação acerca de uma orientação objetiva do agir humano.. 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

10.
Jonas Scherer. A formalização da silogística aristotélica mediante a lógica contemporânea.. 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

11.
André Luiz Olivier da Silva. A conjunção constante e a formação das crenças: um estudo sobre a teoria do conhecimento de Hume.. 2006. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

12.
Diana Perin Chesini. A fundamentação da moral em Kant. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

13.
Jusmeire Zanin. O conceito de Aufklaerung de Kant a Horkheimer. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

14.
Nivaldo Lima. O problema da noética diante da realidade hilemórfica de Aristóteles.. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

15.
Alexandre Costa Leite. Designação rígida, teoria causal e verdades necessárias a posteriori - contribuições de Saul Kripke.. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

16.
Júnia Cristina de Oliveira. Notas sobre o otimismo em Nietzsche. 1996. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

17.
Luciano Nonato. O juízo estético em Kant.. 1996. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

18.
José de Oliveira Barbalho. Sentido e Referência em Frege. 1994. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.

Iniciação científica
1.
Rodrigo Oliveira da Silva. Fundamentos da moral em Kant. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

2.
Samuel Telles. Hume e a justiça. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

3.
Matheus Dalpuppo. A crítica de Dennett ao Dualismo Cartesiano.. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

4.
Viviane Cardoso Meyer. Naturalismo em Hume. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

5.
Samuel Telles. Hume e a justiça. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

6.
Vinicius Marques Müller. Virtudes morais em Hume. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

7.
Samuel Telles. O princípio da moral em Hume. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

8.
Nicole Tauana Menezes de Sá. A Paisagem Moral de Sam Harris. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

9.
Viviane Cardoso Meyer. Justiça em Hume. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

10.
Leonardo Oliveira Guaragni. Nietzsche e a Genealogia da Moral. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

11.
Samuel Telles. Hume e o empirismo na moral.. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Adriano Naves de Brito.

12.
Bruna Gorgen. Hume e o utilitarismo. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

13.
Mônica Gonçalves Leite. Liberdade x Determinismo. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

14.
Cássio Terra Yeda. Sobre a falácia naturalista. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

15.
Arthur Brietzke. Fundamentação da Moralidade em kant. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

16.
Leonardo de Oliveira Guaragni. Teoria do valor na Genealogia da Moral. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

17.
Julian Dutra. Causalidade em Hume. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

18.
Arthur Brietzke. Liberdade na CRP de Kant. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

19.
Mônica Gonçalves Leite. Liberdade e Necessidade. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

20.
Arthur Brietzke. Fundamentação da Moral em Kant. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

21.
Cássio Terra Yeda. A liberdade em Hume. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

22.
Mônica Gonçalves Leite. Dennett sobre Liberdade. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

23.
Viviane Zrembiski Braga. Justificação moral em Tugendhat. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio do Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

24.
Cássio Terra Yeda. A Justiça em Hume. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

25.
Viviane Zrembiski Braga. Valor na moral kantiana. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

26.
Martha Helena Sander. Linguagem e evolução.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

27.
Mônica Gonçalves Leite. Sentimentos morais e a fundamentação da moral: estudo desde a perspectiva de E. Tugendhat.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

28.
Giovani Prezzi. Virtudes morais em Hume.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

29.
Mônica Gonçalves Leite. Sentimentos morais em E. Tugendhat. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

30.
Martha Helena Sander. Linguagem e evolução: a perspectiva de S. Pinker.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

31.
Viviane Zarembski Braga. Valor e fundamento moral em Kant.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

32.
Cristóvão Atílio Vieiro. Moralidade sem princípios: estudo de Jonathan Dancy.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

33.
Giovani Prezzi. A utilidade na moral humeana.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

34.
Martha Helena Sander. Virtudes naturais e virtudes artificiais: a dissonância da justiça na teoria moral de David Hume.. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

35.
Cristóvão Atílio Vieiro. A moralidade em Hume. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

36.
Vivane Zarembski Braga. A segunda formulação do impertivo categórico de Kant.. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

37.
Elisangela Pereira Machado. Simetria e moral em Tugendhat. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

38.
Ramon Felipe Wagner. Particularismo e Universalismo na moral a partir de J. Dancy. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

39.
Roberto Seinmetz. A Genealogia da Moral de Nietzsche. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

40.
Tiago Schnor. O conceito de moral e de justificação moral em E. Tugendhat.. 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

41.
Roberto Seinmetz. Valor na Genealogia da Moral de Nietzsche.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

42.
Ramon Felipe Wagner. J. Dancy e a moral sem princípios.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

43.
Vivane Zarembski Braga. A filosofia moral de Kant na Fundamentação de Metafísica.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

44.
Elisangela Pereira Machado. O conceito de simetria em E. Tugendhat. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

45.
Martha Helena Sander. A utilidade e o fundamento da moralidade em Hume.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

46.
Matheus de Mesquita Silveira. Hume e a moral naturalizada.. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

47.
Marcelo Luís Militão. O conceito de moral em E. Tugendhat.. 2006. 20 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Orientador: Adriano Naves de Brito.

48.
Ramon Felipe Wagner. Sentimentos morais na moral de E. Tugendhat.. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

49.
Matheus de Mesquita Silveira. Kant e a fundamentação da moral.. 2006. 10 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

50.
Martha Helena Sander. A Justiça em D. Hume. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

51.
André Luiz Olivier da silva. A conjunção constante e crenças na teoria do conhecimento de Hume.. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

52.
Simone Martins Ribeiro. A filosofia moral de Kant. 2005. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

53.
Vinicius Ricardo Joner. A estrutura da ética de E. Tugendhat. 2005. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

54.
Diana Perin Chesini. Vontade e moral em Kant. 2005. 49 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

55.
Ramon Felipe Wagner. A estrutura da moral em E. Tugendhat. 2005. 14 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

56.
Tiago Nilo. Introdução à lógica em E. Tugendhat.. 2005. 26 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

57.
André Luiz Olivier da Silva. A filosofia moral de Hume. 2005. 32 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

58.
André Luiz Olivier da Silva. Liberdade e Necessidade na moral humeana. 2004. 17 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

59.
Vinicius Ricardo Joner. O conceito de moral em E. Tugendhat. 2004. 10 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

60.
Tiago Nilo. Elementos da filosofia moral de E. Tugendhat. 2004. 13 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Orientador: Adriano Naves de Brito.

61.
Charliston Pablo do Nascimento. A Metafísica dos Costumes de Kant.. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

62.
Valentina Weiss. Dos princípios da moral em Hume.. 2003. 23 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

63.
Charliston Pablo do Nascimento. O fundamento da moral na Crítica da Razão Prática de Kant.. 2003. 63 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

64.
Rodrigo Oliveira Marquez. Hume e o fundamento natural da moral.. 2003. 57 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

65.
Bruna Milene Ferreira. Vontade e autonomia no Kant da Crítica da Razão Prática. 2002. 32 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

66.
Leandro Savastano Valadares. Fundamentos éticos para a recusa de tratamento médico.. 2002. 28 f. Iniciação Científica. (Graduando em Direito) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

67.
Wemerson Teixeira Arrais. Hannah Arendt e o legado moral Kantiano. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

68.
Bruna Milene Ferreira. Ética kantiana: a busca da autonomia moral.. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

69.
Leandro Savastano Valadares. Questões éticas relativas à escolha esclarecida de tratamento médico e da autonomia parental. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Adriano Naves de Brito.

70.
José de Oliveira Barbalho. A conceitografia de Frege.. 1995. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Adriano Naves de Brito.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
BRITO, A. Naves de. Ética: entre os modernos, os contemporâneos e as ciências cognitivas.. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BRITO, A. Naves de. Humanidades: para entender o Século XXI. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
BRITO, A. Naves de. Humanidades: para entender o Século XXI. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
BRITO, A. Naves de. Filosofia: os clássicos e suas obras.. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Outras informações relevantes


A. Bolsista do programa de intercâmbio discente da CAPES, 1987, na UNICAMP. 10 créditos de mestrado aproveitados na UFRGS;
B. Doutorado foi realizado parcialmente na Universität Bielefeld na RFA (Alemanha) entre os anos de 1990 e 1993. Bolsista do DAAD e do CNPq;
C. Membro do projeto Interação comunicativa, estruturas e processos, apoiado pela CAPES/DAAD no âmbito do programa Probral. (1997-2000). No âmbito deste programa realizei duas missões de trabalho na RFA efetuando atividades de pesquisa e docência na Universität Bielefeld;
D. Coordenei o GT Anpof: Filosofia da Linguagem 2003- 2008;
E. Coordenador do Convênio entre os departamentos de Filosofia da UFG-UnB, graduação e pós-graduação, entre 2001 e 2003. Portaria 0247 de 2001.
F. Bolsista produtividade do CNPq desde agosto de 2003.
G. Entre os meses de junho a outubro de 2003 desenvolvi, no âmbito de uma licença qualificação para estágio pós-doutoral, projeto de pesquisa na Univerisität Tübinben, onde trabalhei com o Prof. Dr. E. Tugendhat.
H. Apoios financeiros recebidos: 1. Colóquios Nacionais de Filosofia da Linguagem, 4 edições entre 2001 e 2007, valor médio por evento R$8.000,00 (Capes, CNPq, Fapergs); 2. Edital de Ciências Humanas de 2004. Projeto de pesquisa: Entre Sentimentos e Razões: investigação sobre a fundamentação da moral. (22/11/2003) - (31/01/2005). R$ 4.000,00, 3. Edital Universal 05: R$ 19,000,00; 4. Humanas 2009: R$ 12.000,00; Evento: Congresso da SBFA: CApes, CNPq e Fapergs: R$ 14000,00; 5. Pesquisador Fapergs 2010: R$ 11.000,00; 6. Finep 2010: Observatório de Humanidades: R$ 1.900.000,00.
I. Coordenador do convênio Capes Cecyt: UBA-Unisinos, 2008-2012: R$ 220.000,00.
J. Coordenador do projeto: Linguagem, mente e ética: quatro bifurcações filosóficas a partir do século XIX. Bolsas de doutorado Prosup/Capes: R$ 391.680,00
L. Coordenador do projeto: Filosofia sem fronteiras. CApes/CAPG - UBA/Unisinos. 2012-2014. R$ 230.000,00.
M. Edital Universal CNPq 2014 R$ 20.000,00



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 20:18:02