Renan Friguetto

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4817986767304134
  • Última atualização do currículo em 20/10/2018


Possui graduação em História pela Universidade Gama Filho (1984), mestrado em História Antiga e Medieval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990) e doutorado em HISTÓRIA ANTIGA - Universidad de Salamanca (1996). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Paraná, professor permanente do Programa de Pós-Graduação em História da UFPR e professor colaborador da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atua como consultor "ad hoc" da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, consultor "ad hoc" da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), consultor "ad hoc" da Fundação Araucária - Fundação de Amparo a Pesquisa do Paraná e consultor "ad hoc" da Fundação de Apoio a Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de SC. Integra do Conselho Científico da EDUFES - Editora da Universidade Federal do Espírito Santo, membro do conselho científico da revista Intus Legere da Universidad Adolfo Ibañez - Chile , membro do conselho científico da revista Stylos - Universidad Catolica Argentina e da Revista Temas Medievales - Argentina. É consultor externo da Comisión Nacional de Investigacion Científica y Tecnológica (CONICYT - Ministerio de Educación - Chile) e professor visitante da Universidad Adolfo Ibañez. Tem experiência na área de História, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: Antiguidade Tardia, monarquias romano-bárbaras, Hispania visigoda, visigodos, concepções do poder e monarquia visigoda. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Renan Friguetto
Nome em citações bibliográficas
FRIGUETTO, R.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de História.
Rua Gal.Carneiro, 460/6º
Centro
80060-150 - Curitiba, PR - Brasil
Telefone: (041) 33605086


Formação acadêmica/titulação


1991 - 1996
Doutorado em HISTÓRIA ANTIGA.
Universidad de Salamanca, USAL, Espanha.
Título: Panorama económico-social del NO. de la Peninsula Iberica en epoca visigoda. La obra de Valerio del Bierzo, Ano de obtenção: 1996.
Orientador: Arminda Lozano.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Antiguidade Tardia; Hispania Visigoda; Homem Santo; Monacato tardo-antigo; Valerio do Bierzo; Visigodos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
Setores de atividade: Educação; Educação Superior.
1986 - 1990
Mestrado em História Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Isidoro de Sevilha, sua regra monástica e a transição da antiguidade à idade média,Ano de Obtenção: 1990.
Orientador: Maria Sonsoles Guerras.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Antiguidade Tardia; Cristianismo tardo-antigo; Hispania Visigoda; Isidoro de Sevilha; Monacato tardo-antigo; Visigodos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
Setores de atividade: Educação; Educação Superior.
1981 - 1984
Graduação em História.
Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.




Atuação Profissional



Universidad de Alcalá, UAH, Espanha.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador em projeto de investigação, Carga horária: 2
Outras informações
Pesquisador participante no projeto "Exiliados y desterrados en el Mediterraneo siglos IV.VII d. C." Referencia: HAR2011-22631 coordenado pela Profa. Dra. Margarita Vallejo (Universidad de Alcalá de Henares - Espanha).


Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Parecerista "Ad Hoc"
Outras informações
Parecerista "Ad Hoc" para avaliação de projetos de pesquisa com intenção de solicitar auxílio financeiro jutno à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo na área de História Antiga e Medieval.

Atividades

02/2008 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria Científica, .

Cargo ou função
Parecerista "Ad Hoc".

Comisión Nacional de Investigacion Científica y Tecnológica, CONICYT, Chile.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Consultoria Ad Hoc, Enquadramento Funcional: Consultor externo, Carga horária: 4
Outras informações
Consultoria internacional Ad Hoc para valoração de projetos institucionais na área de História Antiga e Medieval - CONICYT/Chile

Atividades

10/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa FONDECYT de Evaluación, .

Cargo ou função
Consultoria externa Ad Hoc.

Universidad Adolfo Ibañez, UAI, Chile.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Coordenador de Convênio, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 2
Outras informações
Coordenador do Convênio Acadêmico-Científico entre a UFPR e a UAI - parte brasileira. Convênio estabelecido pelo prazo de 05 anos.

Atividades

07/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Facultad de Humanidades, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Científico do Anuário de História Intus Legere.

Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina, FAPESC, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor "Ad Hoc", Carga horária: 2

Atividades

09/2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Consultoria, .

Cargo ou função
Consultor "Ad Hoc".

Universidad Catolica Argentina, UCAR, Argentina.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Assessor da Revista Stylos, Carga horária: 2
Outras informações
Membro do Conselho Assessor da Revista Stylos, vinculada ao Instituto de Estudios Grecolatinos "Prof.F.Nóvoa", da Universidad Catolica Argentina.

Atividades

10/2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Estudios Grecolatinos, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Assessor da Revista Stylos.

Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor "Ad hoc", Carga horária: 2

Atividades

02/2002 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, Departamento de História.

Cargo ou função
Membro do Conselho Consultivo da Revista Dimensões/História - UFES.

Fundação Araucária - Fundação de Amparo a Pesquisa do Paraná, FUNDARAUCARIA, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: Consultor "Ad Hoc", Enquadramento Funcional: Consultor "Ad Hoc", Carga horária: 4
Outras informações
Cadastro como consultor "Ad Hoc" da Fundação Araucária aprovado em Fevereiro de 2002 (com base na produtividade científica contida no Curriculo Lattes/CNPq)

Atividades

02/2002 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Consultorias, .

Cargo ou função
Consultor "Ad Hoc".

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: Consultor "Ad Hoc", Enquadramento Funcional: Consultor "Ad Hoc"

Atividades

03/1999 - Atual
Serviços técnicos especializados , Setor de Consultoria, .

Serviço realizado
Consultoria "Ad Hoc" para bolsa de pós-doutorado DAAD/CAPES - área de Ciencias Humanas.

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador
Outras informações
Professor colaborador do PEM/UFRJ - Programa de Estudos Medievais da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Atividades

06/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, .

Linhas de pesquisa
Sociedade e Poder

Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

10/2017 - Atual
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em História, .

Cargo ou função
Vice Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História.
08/2002 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de História, Departamento de História.

Atividade realizada
Coordenador do Núcleo de Estudos Mediterrânicos - Dep.de História - UFPR.
1998 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de Tese de Doutorado I
Seminário de Dissertação de Mestrado I
Cultura e Poder I
Estudos Avançados de História I
História das Instituições
Laboratório de Pesquisa Histórica II
10/1997 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de História.

Linhas de pesquisa
Cultura e Poder
1997 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga I
História Medieval I
Introdução à História Antiga e Medieval
Tópicos Especiais de Historiografia Antiga e Medieval
Tópicos Especiais de História Antiga
Tópicos Especiais de História Medieval
Tópicos Especiais de História Social
07/2016 - 09/2017
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em História, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História da UFPR.
01/2005 - 01/2010
Direção e administração, Reitoria, Pró-Reitoria de Adminitração.

Cargo ou função
Coordenador do Termo de Cooperação entre as Universidades Federal do Paraná e Adolfo Ibañez (Chile) - parte brasileira.
12/2004 - 01/2010
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de História, Departamento de História.

Atividade realizada
Coordenador do Termo de Cooperação entre as Universidades Federal do Paraná e Adolfo Ibañez (Chile) - parte brasileira.
03/2003 - 03/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em História, .

Cargo ou função
Editor da Revista.
01/2002 - 12/2003
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em História, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em História da UFPR.
11/1999 - 12/2001
Direção e administração, Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de História.

Cargo ou função
Coordenador dos Cursos de Pós-Graduação em História.
11/1997 - 10/1999
Direção e administração, Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de História.

Cargo ou função
Membro de Colegiado dos Cursos de Pós-Graduação em História.


Linhas de pesquisa


1.
Cultura e Poder

Objetivo: Congregando especialistas de todas as sub-áreas do conhecimento histórico a linha de pesquisa "Cultura e Poder" tem como seu principal objetivo vislumbrar a articulação entre as formas de organização material e simbólica e as manifestações do poder nas sociedades históricas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Recreativos, Culturais, Artísticos e Desportivos; Educação.
Palavras-chave: Historia; Cultura e Poder.
2.
Sociedade e Poder


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
O exílio político como forma de mobilidade forçada no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI - VII)
Descrição: O presente projeto pretende analisar a importância do exílio como mecanismo de controle político herdado pelas monarquias romano-bárbaras das tradições política e jurídica do Império Romano tardio, particularmente com relação aos aspectos que envolviam os problemas decorrentes da difícil relação de equilíbrio entre a realeza e os diversos grupos aristocráticos ? nobiliárquicos. Aqui destacamos a monarquia hispano-visigoda de Toledo (séculos VI-VII), assim caracterizada a partir do reinado de Leovigildo (568-586) , que manteve ao longo de sua História a grande diversidade de elementos políticos, jurídicos e culturais característicos da herança imperial romano-tardia, como o da imposição do exílio à todos os integrantes da aristocracia que confrontassem abertamente a autoridade do rex gothorum..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Renan Friguetto - Coordenador.
2014 - 2018
AS GENTES GOTHICAE E AS RELAÇÕES DE PODER NO REINO HISPANO-VISIGODO DE TOLEDO (SÉCULOS VI ? VII).
Descrição: O presente projeto pretende analisar exatamente um dos reinos romano-bárbaros fixado nos territórios do desagregado Império Romano do Ocidente e herdeiro inconteste da tradição política e cultural do Império Romano tardio, especialmente com relação aos aspectos que envolvem os problemas decorrentes da difícil relação de equilíbrio entre a realeza e os diversos grupos aristocráticos ? nobiliárquicos que faziam parte do intrincado universo sócio-político das monarquias romano-bárbaras, denominados pelas fontes como as gentes. Dessa forma, observamos que um dos principais elementos constitutivos das relações sociais, políticas e institucionais no reino hispano-visigodo de Toledo dirigia-se à configuração dos grupos políticos de raiz aristocrática ? nobiliárquica, as denominadas gentes Gothicae. Apontadas pelas fontes históricas, cronísticas, literárias e jurídicas, as gentes ganhavam um destacado papel político na escolha do soberano hispano-visigodo, além de serem possuidoras de uma significativa importância militar para a defesa do regnum gothorum..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Renan Friguetto - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2013 - Atual
Identidades e Fronteiras: perspectivas historiográficas para o estudo das relações políticas e culturais no medievo ibérico
Descrição: O desenvolvimento das pesquisas históricas na área de História Antiga e Medieval realizadas por pesquisadores brasileiros vem ganhando espaço no meio acadêmico-científico europeu e latino-americano na última década. Resultado dum investimento conjunto que continua envolvendo pesquisadores brasileiros, europeus e latino-americanos, ao lado do incentivo por parte das agências de fomento ao desenvolvimento da ciência, tecnologia e educação, estes contatos e trocas de experiências acabaram demonstrando a pertinência e a aproximação de eixos temáticos pesquisados por algumas instituições que vem se destacando no cenário internacional, particularmente quando tratamos de analisar, tanto na perspectiva histórica quanto na historiográfica, temas relacionados a elaboração e a construção das identidades e fronteiras e os seus desdobramentos nas relações políticas e culturais no espaço da Península Ibérica entre os séculos VII e XV..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Renan Friguetto - Integrante / F. R. FERNANDES - Coordenador / Marcella Lopes Guimarães - Integrante / Renata Cristina de Sousa Nascimento - Integrante / Aline Dias da Silveira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 11
2010 - 2014
As relações de poder entre a nobreza e a realeza no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI-VII)
Descrição: O presente projeto pretende analisar a um dos reinos romano-bárbaros fixado nos territórios do desagregado Império Romano do Ocidente e herdeiro inconteste da tradição política e cultural do Império Romano tardio, especialmente com relação aos aspectos que envolvem os problemas decorrentes da difícil relação de equilíbrio entre a realeza e os diversos grupos nobiliárquicos que faziam parte do intrincado universo sócio-político das monarquias romano-bárbaras. De fato, o reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI-VII), assim caracterizado a partir do reinado de Leovigildo(568-586) , manteve ao longo de sua História a grande diversidade de elementos culturais característicos da herança romana ao mesmo tempo que também conservou as contradições e paradoxos que enfraqueceram politicamente o mundo imperial romano. Talvez o melhor exemplo desta indefinição seja exatamente a criação de propostas teóricas e ideológicas tão opostas como as que defendiam a hereditariedade e a elegibilidade do poder régio, que conviveram desde finais do século VI e ao longo da sétima centúria com a paulatina, mas contínua, regionalização dos poderes políticos que fragmentavam e minavam a proposta de unidade do poder por parte da realeza. Para colocar-se numa posição superior aos seus pares nobiliárquicos, com o intuito de reforçar a sua auctoritas, a realeza hispano-visigoda agregou um artifício utilizado pelos imperadores romanos desde o século IV, a criação duma teoria que tornava o rei ?representante? do Deus cristão católico no seu reino, o diferencial para legitimar o seu poder sobre o restante da sociedade política, configurada pelo conjunto da nobilitas hispano-visigoda. No campo do relacionamento com os grupos políticos nobiliárquicos, detentores efetivos do poder militar, a ação do rei foi voltada para o fortalecimento de seus aliados mais direto através da concessão de benefícios que tinham como moeda de troca o estabelecimento de acordos e pactos de juramento entre as partes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Renan Friguetto - Coordenador / Andrea Dall Pra de Deus - Integrante / Janira Pohlmann Feliciano - Integrante / Otávio Luiz Vieira Pinto - Integrante / Rafaela de Sousa Trentini - Integrante / Andréia Rosin Caprino - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2007 - 2010
As limitações do poder régio no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI-VII)
Descrição: Uma das características mais intrigantes do período tardo-antigo, balizado em termos gerais entre os séculos IV e VIII na bacia mediterrânica, está relacionada à construção de teorias sobre o poder do soberano, primeiro o imperador e depois os reis, que buscavam acentuar sua legitimidade através de concepções ideológicas que tinham como eixo comum a hereditariedade familiar do poder ou a elegibilidade entre os pares nobiliárquicos. Em ambos casos os preceitos do bom governante respondiam, sobretudo, a uma série de virtudes morais diretamente relacionadas à tradição política e cultural do mundo imperial romano. Portanto os reis, segundo as fontes, procuravam imitar e seguir a par e passo os exemplos dos imperadores da época baixo-imperial e, mais contemporâneos aos próprios relatos, do período romano-oriental. Contudo tais elaborações teóricas e moralizantes aparecem como sinais inequívocos da fragilidade política dos soberanos tardo-antigos diante dos cada vez mais poderosos grupos nobiliárquicos que exerciam, de forma efetiva, os poderes político-sociais, econômicos e militares no âmbito regional. O presente projeto pretende analisar exatamente um dos reinos romano-germânicos estabelecido nos territórios do desagregado Império Romano do Ocidente e herdeiro inconteste da tradição política e cultural baixo-imperial romana, especialmente com relação aos aspectos que envolvem os problemas decorrentes da difícil relação de equilíbrio entre a realeza e os diversos grupos nobiliárquicos que faziam parte do intrincado universo sócio-político das monarquias romano-germânicas. De fato o reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI-VII), assim caracterizado a partir do reinado de Leovigildo(568-586), manteve ao longo de sua História a grande diversidade de elementos culturais característicos da herança romana ao mesmo tempo que também conservou as contradições e paradoxos que enfraqueceram politicamente o mundo imperial romano. Talvez o melhor exemplo desta indefinição s.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Renan Friguetto - Coordenador / Andrea Dall Pra de Deus - Integrante / Bruno Miranda Zetola - Integrante / Janira Pohlmann Feliciano - Integrante / Otávio Luiz Vieira Pinto - Integrante / Rafaela de Sousa Trentini - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 15 / Número de orientações: 8


Outros Projetos


2015 - Atual
Contextos históricos de aplicación de las penas de reclusión en el Mediterráneo Oriental (siglos V-VII)
Descrição: Projeto de parceria inter-universitária que envolveu pesquisadores de diversas instituições de ensino universitário europeias, norte-americanas e brasileira. Contando com apoio do Ministerio de Ciencia e Innovación de Espanha o projeto, capitaneado pela Profa. Dra. Margarita Vallejo do Departamento de Historia y Filosofia - Facultad de Filosofia y Letras - da Universidad de Alcalá de Henares, apresentou os primeiros passos da abordagem conceitual sobre exílio e desterro durante a Antiguidade Tardia em níveis internacionais (HAR2014-52744-P).
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
2011 - 2014
Exiliados y desterrados en el Mediterraneo (siglos IV - VII)
Descrição: Projeto de parceria inter-universitária que envolveu pesquisadores de diversas instituições de ensino universitário europeias, norte-americanas e brasileira. Contando com apoio do Ministerio de Ciencia e Innovación de Espanha o projeto, capitaneado pela Profa. Dra. Margarita Vallejo do Departamento de Historia y Filosofia - Facultad de Filosofia y Letras - da Universidad de Alcalá de Henares, apresentou os primeiros passos da abordagem conceitual sobre exílio e desterro durante a Antiguidade Tardia em níveis internacionais..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Renan Friguetto - Integrante / Margarita Vallejo - Coordenador / Juan Antonio Bueno - Integrante / Carlos Sánchez-Moreno - Integrante / Valerio Neri - Integrante / Viola Gheller - Integrante / Michael Maas - Integrante / Ana Belén Zaera - Integrante / Encarnación Motos - Integrante / Enrico Zanini - Integrante.


Membro de corpo editorial


2011 - Atual
Periódico: Revista Diálogos Mediterrânicos
2011 - Atual
Periódico: De Rebus Antiquis
2009 - Atual
Periódico: Temas Medievales
2004 - Atual
Periódico: Intus Legere
2003 - Atual
Periódico: Stylos
2002 - Atual
Periódico: Dimensões - Revista de História da UFES


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Catalão
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Galego
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Latim
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2013
11º Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica do CNPq - Área de Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes - Categoria Orientador de trabalho de Iniciação Científica, CNPq.
2005
V Premio de Historia Medieval de Galicia, Fundación Comarcal de Noia - La Coruña - España.
2001
Becas de Investigación en España para Hispanistas Extranjeros, Dirección General de Relaciones Culturales y Científicas-Ministerio de Asuntos Exteriores de España.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FRIGUETTO, R.2018FRIGUETTO, R.. Cuando la confrontacion genera colaboración: godos, romanos y el surgimiento del reino hispanogodo de Toledo (siglos V - VI). Vinculos de Historia, v. 7, p. 157-172, 2018.

2.
FRIGUETTO, R.2017FRIGUETTO, R.. The nature of power in the HIspano-Visigothic kingdom of Toledo: the practical and the political-institutional perspective. Visigothic Symposium, v. 2, p. 21-33, 2017.

3.
FRIGUETTO, R.2017FRIGUETTO, R.. De um lugar ao outro: as mobilidades forçadas e os deslocamentos coletivos no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI - VII). ROMANITAS - REVISTA DE ESTUDOS GRECOLATINOS, v. 9, p. 254-272, 2017.

4.
FRIGUETTO, R.2016FRIGUETTO, R.. Quando a traição torna-se uma enfermidade: a infidelidade política e a prática do morbo gothorum no reino hispano-visigodo de Toledo (século VII). Signum, v. 17, p. 116-135, 2016.

5.
FRIGUETTO, R.2016FRIGUETTO, R.. La comunidad monástica como sinónimo de sabiduria y santidad: los cenobitas y la regla monástica de Isidoro de Sevilla (siglo VII). Anuario del Centro de Estudios Históricos Profesor Carlos S. A. Segreti, v. 14, p. 145-155, 2016.

6.
FRIGUETTO, R.2016 FRIGUETTO, R.. Do Imperium ao Regnum na Antiguidade Tardia: o exemplo do reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI - VII). História (São Paulo. Online), v. 35, p. 1-22, 2016.

7.
COSTA JUNIOR, C. L. J.2016COSTA JUNIOR, C. L. J. ; FRIGUETTO, R. . A concepção de deus no De Providentia de Sêneca.. Hélade (Rio de Janeiro), v. 2, p. 51-58, 2016.

8.
FRIGUETTO, R.2015FRIGUETTO, R.. SÍMBOLOS E RITUAIS: OS MECANISMOS DO PODER POLÍTICO NO REINO HISPANOVISIGODO DE TOLEDO (SÉCULOS VI ? VII).. Anos 90 (Online) (Porto Alegre), v. 22, p. 239-272, 2015.

9.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Legitimidade e poder da realeza hispano-visigoda, segundo a Historia Wambae de Juliano de Toledo (segunda metade do século VII). Espaço Plural (Marechal Cândido Rondon. Online), v. 30, p. 89-116, 2014.

10.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Da teoria à prática política: o exercício do poder na Antiguidade Tardia.. Revista de História Helikon, v. 1, p. 16-36, 2014.

11.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Um exemplo de gens na Hispania visigoda: Fructuoso de Braga e a sua origo preclara (século VII).. Revista Diálogos Mediterrânicos, v. 7, p. 28-52, 2014.

12.
FRIGUETTO, R.2013FRIGUETTO, R.. A Hispania Visigoda (séculos VI - VII) e a Antiguidade Tardia: algumas considerações. Territórios e Fronteiras (Online), v. 6, p. 63-96, 2013.

13.
FRIGUETTO, R.2013FRIGUETTO, R.. Considerações sobre o conceito de 'gens' e a sua relação com a ideia de identidade nobiliárquica no pensamento de Isidoro de Sevilha (século VII). Imago Temporis. Medium Aevum, v. VI, p. 420-439, 2013.

14.
FRIGUETTO, R.2012FRIGUETTO, R.. 'Memoria conseruanda causa facit'. A Memória e a História como veículos da construção das identidades no reino hispano-visigodo de Toledo (finais do século VI - primórdios do século VII). De Rebus Antiquis, v. 2, p. 1-18, 2012.

15.
FRIGUETTO, R.2012FRIGUETTO, R.. In eadem infelicem Spaniam, regnum efferunt conlocat: las motivaciones de la fragmentación política del reino hispanovisigodo de Toledo (siglo VIII). Temas Medievales, v. 19, p. 137-164, 2012.

16.
FRIGUETTO, R.2011FRIGUETTO, R.. Religião e política na Antiguidade Tardia: os godos entre o arianismo e o paganismo no século IV. Revista de História (UFES), v. 25, p. 114-130, 2011.

17.
DEUS, A. D. P.2011DEUS, A. D. P. ; FRIGUETTO, R. . Sanctitas in somnium: elementos oníricos da santidade segundo o Replicatio ad Prima Conuersione de Valério do Bierzo. Revista Signum, v. 11, p. 58-75, 2011.

18.
FRIGUETTO, R.2011FRIGUETTO, R.. História, memória e identidades: considerações a partir da Historia Wambae de Juliano de Toledo (século VII). Revista de história comparada (UFRJ), v. 05, p. 50-73, 2011.

19.
FRIGUETTO, R.2010FRIGUETTO, R.. Transformação e tradição:a influencia do pensamento político e ideológico do mundo romano clássico na Antiguidade Tardia. Diálogos (Maringá), v. 12, p. 19-42, 2010.

20.
FRIGUETTO, R.2010FRIGUETTO, R.. Um exemplo de exclusão política no reino hispano-visigodo de Toledo: os judeus nos reinados de Recaredo e Sisebuto (589-621). Revista de História (UFES), v. 22, p. 148-165, 2010.

21.
FRIGUETTO, R.2010FRIGUETTO, R.. Historiografia e poder: o valor da História no pensamento de Isidoro de Sevilha e de Valério do Bierzo (Hispania, século VII). História da Historiografia, v. 5, p. 71-84, 2010.

22.
FRIGUETTO, R.2009FRIGUETTO, R.. Incauto et inevitabili conditionum sacramento: Juramento de fidelidad y limitación del poder regio en la Hispania visigoda en el reinado de Egica (688). Intus-Legere Historia, v. 1, p. 67-79, 2009.

23.
FRIGUETTO, R.2008FRIGUETTO, R.. Tutaque sit inter inprobos innocentia: aspectos teóricos e práticos sobre os limítes da autoridade régia no reino hispano-visigodo de Toledo segundo as fontes júridicas e conciliares do reinado de Chintila (636-640).. Scripta Mediaevalia (Mendoza), v. 1, p. 117-139, 2008.

24.
FRIGUETTO, R.2008FRIGUETTO, R.. De la barbarica gens hacia la christiana ciuilitas: la concepción de regnum según el pensamiento político de Isidoro de Sevilla (siglo VII). Anuario del Centro de Estudios Históricos Profesor Carlos S. A. Segreti, v. 07, p. 203-220, 2008.

25.
FRIGUETTO, R.2007FRIGUETTO, R.. Las dificultades de la unidad politica en la Hispania visigoda: las controversias entre la realeza y la nobleza en el siglo VII. Revista de Historia (Chile), v. 16, p. 11-19, 2007.

26.
FRIGUETTO, R.2006FRIGUETTO, R.. A imagem de Teodósio nas Historiae Adversus Paganos VII, 34-35 de Paulo Orósio. Stylos (Buenos Aires), Buenos Aires, v. 14, n.14, p. 25-37, 2006.

27.
FRIGUETTO, R.2006FRIGUETTO, R.. Política e poder na Antiguidade Tardia: uma abordagem possível.. História Revista (UFG), v. 11, p. 161-177, 2006.

28.
FRIGUETTO, R.2005FRIGUETTO, R.. Aspectos teóricos e práticos da legitimidade do poder régio na Hispania visigoda: o exemplo da Adoptio. Cuadernos de Historia de España, Buenos Aires, v. LXXIX, p. 237-245, 2005.

29.
FRIGUETTO, R.2005FRIGUETTO, R.. A regra monástica de Isidoro de Sevilha e a questão dos limítes entre as províncias eclesiásticas na Baetica hispano-visigoda (século VII). Tiempo Y Espacio, Chillán - Chile, v. 14, p. 31-42, 2005.

30.
FRIGUETTO, R.2004FRIGUETTO, R.. Da Antiguidade Clássica à Idade Média: a idéia da Humanitas na Antiguidade Tardia Ocidental. Temas Medievales, Buenos Aires, v. 12, p. 147-163, 2004.

31.
FRIGUETTO, R.2004FRIGUETTO, R.. Uma confrontação régio-nobiliárquica na Antiguidade Tardia Hispana: o rei e a nobreza eclesiástica no reinado de Wamba (672/680). Semanas de Estudios Romanos, Valparaíso/Chile, v. 12, p. 233-252, 2004.

32.
FRIGUETTO, R.2004FRIGUETTO, R.. Algumas considerações: o poder político na Antiguidade Clássica e na Antiguidade Tardia. Stylos (Buenos Aires), Buenos Aires, v. 13, p. 37-47, 2004.

33.
FRIGUETTO, R.2004FRIGUETTO, R.. O problema da legitimidade e a limitação do poder régio na Hispania visigoda: o reinado de Ervígio (680/687). Gerión (Madrid), Madrid, v. 22, n.1, p. 421-435, 2004.

34.
FRIGUETTO, R.2003FRIGUETTO, R.. Poder e sociedade na Hispania romana e visigoda na antiguidade tardia. Revista de Ciências Humanas (Curitiba), Curitiba, v. 10, p. 173-183, 2003.

35.
FRIGUETTO, R.2002FRIGUETTO, R.. Uma tentativa de unidade político-religiosa na Hispania visigoda de finais do século VII: o reinado de Egica. Revista Fundación para la Historia de España, Buenos Aires, v. IV, p. 51-69, 2002.

36.
FRIGUETTO, R.2002FRIGUETTO, R.. Infidelidade e Barbarie na Hispania Visigoda. Gerión (Madrid), Madrid - Espanha, v. 20, n.1, p. 491-509, 2002.

37.
FRIGUETTO, R.2001FRIGUETTO, R.. Um protótipo de pseudo-sacerdos na obra de Valério do Bierzo: o caso de Justus (Ordo Querimoniae,6). Revista Arys, Huelva - Espanha, v. 2, p. 411-422, 2001.

38.
FRIGUETTO, R.2000FRIGUETTO, R.. Religião e poder no reino hispano-visigodo de Toledo: a busca da unidade político-religiosa e a permanência das práticas pagãs no século VII. Iberia (Logroño), Logroño, v. 2, p. 190-205, 2000.

39.
FRIGUETTO, R.1999FRIGUETTO, R.. Sociedade e cultura no No. Peninsular Ibérico em finais do século VII, segundo o De Genere Monachorum de Valério do Bierzo. Gallaecia, Santiago de Compostela, v. 18, p. 363-373, 1999.

40.
FRIGUETTO, R.1999FRIGUETTO, R.. A nobreza illustre na Gallaecia hispano-visigoda, segundo a obra de Valério do Bierzo. Estudios Bercianos, Ponferrada - Espanha, v. 25, p. 96-103, 1999.

41.
FRIGUETTO, R.1998FRIGUETTO, R.. O Soberano Ideal Na Obra de Valério do Bierzo. Gerión (Madrid), Madrid-Espanha, v. 16, p. 461-470, 1998.

42.
FRIGUETTO, R.1998FRIGUETTO, R.. A Relação entre Cultura e Poder Na Antigüidade Tardia: O Caso da Hispania Visigoda. História. Questões e Debates, Curitiba-Paraná, v. 14, p. 219-230, 1998.

43.
FRIGUETTO, R.1997FRIGUETTO, R.. O Modelo de Uir Sanctus No Pensamento de Valério do Bierzo. HELMANTICA, Salamanca - Espanha, v. XLVIII, n.145, p. 59-79, 1997.

44.
FRIGUETTO, R.1997FRIGUETTO, R.. Aspectos da Vida Economica No Nw. da Península Ibérica Em Finais do Século VII: A Pequena Propriedade Rural Na Obra de Valério do Bierzo. Hispania Antiqua, Valladolid-Espanha, v. XXI, p. 515-524, 1997.

45.
FRIGUETTO, R.1997FRIGUETTO, R.. Um Possível Exemplo de Redemptus Captiuus No No. Peninsular Hispano-Visigodo: Valério do Bierzo. Gerión (Madrid), Madrid-Espanha, v. 15, p. 341-351, 1997.

46.
FRIGUETTO, R.1997FRIGUETTO, R.. Aspectos da Teoria Política Isidoriana: O Cânone 75 do IV Concílio de Toledo e A Constituição Monárquica do Reino Visigodo de Toledo. Revista de Ciências Históricas, Porto-Portugal, v. XII, p. 73-82, 1997.

47.
FRIGUETTO, R.1997FRIGUETTO, R.. Aquae Flaviae Na Crônica de Hidácio. Revista Aqvae Flaviae, Chaves - Portugal, v. XVIII, p. 32-40, 1997.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FRIGUETTO, R.. A comunidade vence o indivíduo: a regra monástica de Isidoro de Sevilha (século VII). 1. ed. Curitiba: Editora Prismas, 2016. v. 1. 240p .

2.
FRIGUETTO, R.. A Antiguidade Tardia. Roma e as monarquias romano-bárbaras numa época de transformações (séculos II-VIII). 1. ed. Curitiba: Juruá Editora, 2012. v. 1. 226p .

3.
Cubillos, Marcela (Org.) ; Marín Riveros, José (Org.) ; Guiance, Ariel Omar (Org.) ; Melo Carrasco, Diego (Org.) ; GUIMARAES, M. L. (Org.) ; Garrafoni, Renata Senna (Org.) ; FRIGUETTO, R. (Org.) ; FERNANDES, F. R. (Org.) ; GIMENEZ, J. C. (Org.) ; FUNARI, P. P. A. (Org.) ; Silva, Marcelo Candido (Org.) . Instituições, poderes e jurisdições. I Seminário Argentina-Brasil-Chile de História Antiga e Medieval. 1. ed. Curitiba: Juruá Editora, 2007. v. 1. 202p .

4.
FRIGUETTO, R.. Valério do Bierzo. Autobiografia. 1. ed. Noia - La Coruña: Editorial Toxosoutos, 2006. v. 1. 146p .

5.
FRIGUETTO, R.. Valerio del Bierzo. Autobiografia. 1. ed. Noia - La Coruña: Editorial Toxosoutos, 2006. v. 100. 145p .

6.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R. . Cultura e Poder na Península Ibérica. 1. ed. Curitiba: Juruá Editora, 2001. v. 1. 247p .

7.
FRIGUETTO, R.. Cultura e Poder na Antigüidade Tardia Ocidental. 1. ed. Curitiba: Juruá Editora, 2000. v. 1. 154p .

Capítulos de livros publicados
1.
FRIGUETTO, R.. A religiosidade como meio e fim. A unidade religiosa como proposta à unidade política na Antiguidade Tardia: o exemplo da unção e coroação de Wamba (672). In: Margarida Maria de Carvalho; Pedro Paulo Abreu Funari; Cláudio Umpierre Carlan; Helena Amália Papa. (Org.). Religiões e religiosidades na Antiguidade Tardia. 1ed.Curitiba: Editora Prismas, 2017, v. 1, p. 299-327.

2.
FRIGUETTO, R.. Relações e distinções dos conceitos de Gens e de Populus e a construção de uma identidade nobiliárquica na Hispania visigoda na Antiguidade Tardia (séculos VI-VII). In: Gilvan Ventura da Silva; Érica Cristhyane Morais da Silva. (Org.). Fronteiras e Identidades no Império Romano. Aspectos sociopolíticos e religiosos. 1ed.Vitória: GM Editora, 2015, v. 1, p. 177-208.

3.
FRIGUETTO, R.. El exilio, el destierro y sus concepciones políticas en la Hispania visigoda: los ejemplos de Juan de Bíclaro e Isidoro de Sevilla (siglos VI - VII). In: Margarita Vallejo Girvés; Juan Antonio Bueno Delgado; Carlos Sánchez-Moreno Ellart. (Org.). Movilidad forzada entre la Antigüedad Clásica y Tardía. 1ed.Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá de Henares, 2015, v. 1, p. 111-136.

4.
FRIGUETTO, R.. Hispania misera effecta: a batalha do Guadalete (711) e a passagem da Antiguidade Tardia à Idade Média. In: Marcella Lopes Guimarães. (Org.). Por São Jorge! Por São Tiago! Batalhas e narrativas ibéricas medievais. 1ed.Curitiba: Editora UFPR, 2013, v. 1, p. 19-48.

5.
FRIGUETTO, R.. Identidade(s) e fronteira(s) na Hispania visigoda, segundo o pensamento de Isidoro de Sevilha (século VII). In: Fátima Regina Fernandes. (Org.). Identidades e Fronteiras no Medievo Ibérico. 1ed.Curitiba: Juruá Editora, 2013, v. 1, p. 91-126.

6.
FRIGUETTO, R.. As limitações do poder régio no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI-VII). In: Gerardo Rodríguez. (Org.). Cuestiones de Historia Medieval. 1ed.Buenos Aires: Ediciones Selectus SRL, 2011, v. 1, p. 227-254.

7.
FRIGUETTO, R.. Historia est narratio rei gestae: la concepción de la Historia en la Antiguedad Tardia (siglos IV-VII). In: Paola Corti Badia; Rodrigo Moreno J.; José Luis Widow L. (Org.). El fin de la Historia. Ied.Viña del Mar: Ediciones Altazor, 2009, v. I, p. 237-250.

8.
FRIGUETTO, R.. Monarquia e poder régio nos primórdios do século V: os visigodos e a herança baixo-imperial romana. In: José Luis Widow; Álvaro Pezoa; José Marín. (Org.). Un magisterio vital: historia, educación y cultura. Homenaje a Héctor Herrera Cajas. Ied.Santiago de Chile: Editorial Universitaria, 2009, v. I, p. 239-250.

9.
FRIGUETTO, R.. Imperium et orbis: conceitos e definições com base nas fontes tardo-antigas ocidentais (séculos IV-VII). In: Andréa Doré; Luís Filipe Silvério Lima; Luiz Geraldo Silva. (Org.). Facetas do Império na História: Conceitos e métodos. 1ed.São Paulo: Editora Hucitec, 2008, v. 1, p. 147-162.

10.
FRIGUETTO, R.. O rei e a lei na Hispania visigoda: os limites da autoridade régia segundo a Lex Wisigothorum, II, 1-8 de Recesvinto (652-670). In: Marcella Lopes Guimarães; Renan Frighetto. (Org.). Instituições, poderes e jurisdições. I Seminário Argentina-Brasil-Chile de História Antiga e Medieval. 1ed.Curitiba: Juruá Editora, 2007, v. 1, p. 117-135.

11.
FRIGUETTO, R.. Algunas consideraciones sobre las construcciones teóricas de la centralización del poder político en la Antiguedad Tardia: Cristianismo, tradición y poder imperial. In: Paola Corti; José Luis Widow; Rodrigo Moreno. (Org.). Historia: entre el pesimismo y la esperanza. 1ed.Viña del Mar: Ediciones Altazor, 2007, v. 1, p. 297-308.

12.
FRIGUETTO, R.. Estruturas Sociais na Antiguidade Tardia Ocidental (séculos IV/VIII). In: Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes. (Org.). Repensando o Império Romano. Perspectiva Socioeconômica, Política e Cultural. 1ed.Rio de Janeiro/Vitória: Mauad X/Editora da Universidade Federal do Espírito Santo, 2006, v. , p. 223-240.

13.
FRIGUETTO, R.. Permanências e continuidades: a Humanitas na Antiguidade Tardia Ocidental. In: João Lupi e Arno Dal Rí Júnior. (Org.). Humanismo Medieval: caminhos e descaminhos. 1ed.Ijuí: Unijuí, 2005, v. 1, p. 329-345.

14.
FRIGUETTO, R.. Legitimidade e usurpação na Hispania visigoda de finais do século VII: o caso do reinado de Wamba. In: Santos Crespo Ortiz de Zárate; Ángeles Alonso Ávila. (Org.). Scripta Antiqva in honorem Ángel Montenegro Duque et José María Blálquez Martínez. 1ed.Zaragoza: Pórtico Librerías, 2003, v. 1, p. 841-849.

15.
FRIGUETTO, R.. Usurpação, Tyrannia e a dominação na Hispania visigoda de finais do século VII: o exemplo de Wamba (672-680). In: FUNARI,P.P.A.; BENOIT,H.. (Org.). Boletim do CPA. Campinas: Editora da Unicamp, 2002, v. 10, p. 39-56.

16.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R. . História Antiga e Medieval. In: LEITE,R., FERNANDES,F., FRIGUETTO,R.. (Org.). Enciclopédia Dia a Dia do Estudante. 1ed.Curitiba: Bolsa Nacional do Livro, 1999, v. , p. 435-453.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FRIGUETTO, R.. Argumento. O legado das invasões. Coleção Grandes Guerras. Aventuras na História, São Paulo, p. 82 - 82, 25 fev. 2005.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FRIGUETTO, R.. A longa Antiguidade Tardia: problemas e possibilidades de um conceito historiográfico. In: VII Semana de Estudos Medievais, 2010, Brasília. Por uma longa duração. Perspectivas dos estudos medievais no Brasil. Brasília: Casa das Musas, 2009. v. 1. p. 101-122.

2.
FRIGUETTO, R.. A guerra e os atos de infidelidade nobiliárquica no reino hispano-visigodo de Toledo, segundo a Lex Wisigothorum, IX, 2, 8 e 9 nos reinados de Wamba e Ervígio (672-687). In: II Encontro Regional da Associação de Estudos Medievais - RJ, 2009, Niterói. Idade Média: abordagens interdisciplinares. Rio de Janeiro: Itaca, 2008. v. 1. p. 15-26.

3.
FRIGUETTO, R.. Rex velit honesta: os problemas entre nobreza e realeza no reinado de Chintila (636-641). In: I Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais - RJ, 2007, Rio de Janeiro. I Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais - RJ. Rio de Janeiro: Editora H.P.Comunicações, 2007. v. I. p. 292-297.

4.
FRIGUETTO, R.. Um exemplo de limitação do poder régio na Hispania Visigoda: o reinado de Ervígio (680/687). In: XXIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2004, Curitiba. Anais da XXIII Reunião - SBPH. Curitiba: Secretaría de Estado da Cultura - Paraná, 2003. v. XXIII. p. 169-178.

5.
FRIGUETTO, R.. A valorização da vida eremítica na compilação hagiográfica de Valério do Bierzo (século VII). In: XXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2003, Rio de Janeiro. Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica - SBPH - Anais da XXII Reunião. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2003. v. 22. p. 117-124.

6.
FRIGUETTO, R.. A imagem do rei nas fontes hispano-visigodas: aspectos teóricos. In: XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2002, Rio de Janeiro. Anais da XXI Reunião SBPH. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2001. v. XXI. p. 81-89.

7.
FRIGUETTO, R.. Barbari e Rustici na obra de Valério do Bierzo (século VII). In: XX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2001, Rio de Janeiro. Anais da XX Reunião Anual da SBPH. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2000. v. 20. p. 121-127.

8.
FRIGUETTO, R.. A sanctitas como exemplo de virtude régia no De Uana Saeculi Sapientia de Valerio do Bierzo. In: III Encontro Internacional de Estudos Medievais, 2001, Rio de Janeiro. Atas III Encontro Internacional de Estudos Medievais da ABREM. Rio de Janeiro: Ágora da Ilha, 1999. v. 1. p. 379-384.

9.
FRIGUETTO, R.. Os usurpadores, maus soberanos e o conceito de tyrannia nas fontes hispano-visigodas do século VII: o exemplo de Chindasvinto. In: XIX reunião anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2000, Curitiba. Anais da XIX Reunião da SBPH. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 1999. v. 19. p. 135-140.

10.
FRIGUETTO, R.. O curso da vida na Gallaecia hispano-visigoda em finais do século VII: o exemplo de Valério do Bierzo. In: Primeras Jornadas de Historia de España, 2000, Buenos Aires. Fundación (Buenos Aires). Buenos Aires: Impresiones Dunken, 1998. v. II. p. 43-62.

11.
FRIGUETTO, R.. Poder e Sociedade Na Gallaecia Hispano-Visigoda Segundo A Obra de Valério do Bierzo. In: Jornadas Poder e Sociedade, 1998, Lisboa. Poder e Sociedade - Actas das Jornadas Interdisciplinares - Volume I. Lisboa - Portugal: Universidade Aberta, 1995. v. 1. p. 217-228.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FRIGUETTO, R.. A Adoptio, via intermediária entre a eleição e a sucessão na Hispania Visigoda. In: XXIV Reunião Anual da SBPH, 2004, Curitiba. Anais da XXIV Reunião Anual da SBPH. Curitiba: Imprensa Oficial do Governo do Estado do Paraná, 2004. v. XXIV. p. 10-10.

2.
FRIGUETTO, R.. Um exemplo de limitação do poder régio na Hispania visigoda: o reinado de Ervígio (680-687). In: XXIII Reunião da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2003, Curitiba. Livro de Resumos da XXIII Reunião Anual da SBPH. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2003. v. XXIII. p. 16-16.

3.
FRIGUETTO, R.. A valorização da vida eremítica na compilação hagiográfica de Valério do Bierzo (século VII). In: XXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2002, Rio de Janeiro. XXII Reunião Anual da SBPH - Livro de Resumos. Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2002. v. 22. p. 9-10.

4.
FRIGUETTO, R.. A imagem do rei nas fontes hispano-visigodas: aspectos teóricos. In: XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2001, Rio de Janeiro. XXI Reunião anual da SBPH. Rio de Janeiro: SBPH, 2001. v. 21. p. 6.

5.
FRIGUETTO, R.. Barbari e rustici na obra de Valério do Bierzo. In: XX encontro da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2000, Rio de Janeiro. 2000 anos de Cristo, 500 anos do Brasil e 20 anos da SBPH. Curitiba: Editora da SBPH, 2000. v. 1. p. 10-10.

6.
FRIGUETTO, R.. O conceito de barbárie na Hispania visigoda: novas considerações. In: XIX Semanas de Estudios Romanos, 2000, Viña del Mar. XIX Semana de Estudios Romanos. Valparaíso: Editora de la Universidad Catolica de Valparaíso, 2000. v. 19. p. 25-25.

7.
FRIGUETTO, R.. Uma tentativa de unidade político-religiosa na Hispania visigoda de finais do século VII: o reinado de Egica. In: IIas.Jornadas de Historia de España -, 2000, Buenos Aires. Fundación para la Historia de España. Buenos Aires: Fundación para la Historia de España, 2000. v. 1. p. 23-23.

8.
FRIGUETTO, R.. A Sanctitas Como Exemplo de Virtude Régia No de Uana Saeculi Sapientia de Valério do Bierzo. In: III Encontro Internacional de Estudos Medievais, 1999, Rio de Janeiro. III Encontro Internacional de Estudos Medievais - Programa e Resumos. Rio de Janeiro, 1999. p. 70-71.

9.
FRIGUETTO, R.. Os Usurpadores, Maus Soberanos e O Conceito de Tyrannia Nas Fontes Hispano-Visigodas do Século VII. In: XIX reunião da sociedade brasileira de pesquisa histórica, 1999, Curitiba. Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica - Livro de resumos. Curitiba, 1999. p. 08.

10.
FRIGUETTO, R.. Usurpação, tyrannia e dominação na Hispania visigoda de finais do século VII: o exemplo de Wamba (672-680). In: Arqué: Saber e dominação na Antigüidade - V Colóquio do Centro de Pensamento Antigo - IFCH/UNICAMP, 1999, Campinas. V Colóquio do Centro do Pensamento Antigo - Arqué: Saber e Dominação na Antigüidade, 1999.

11.
FRIGUETTO, R.. Sociedade e Cultura No No. Peninsular Ibérico Em Finais do Século VII, Segundo O de Genere Monachorum de Valério do Bierzo. In: II Encontro Internacional de Estudos Medievais, 1997, Porto Alegre. Livreto de Resumos - II Encontro Internacional de Estudos Medievais. Porto Alegre - RS, 1997.

12.
FRIGUETTO, R.. Poder e Sociedade Na Gallaecia Hispano-Visigoda Segundo A Obra de Valério do Bierzo. In: II Jornadas Interdisciplinares Poder e Sociedade, 1995, Lisboa. Caderno de Resumos das II Jornadas. Lisboa - Portugal: Universidade Aberta, 1995. p. 22.

Apresentações de Trabalho
1.
FRIGUETTO, R.. Exílios e reclusões no reino hispano-visigodo de Toledo: os casos de Audeca e Tulga (585 - 642). 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FRIGUETTO, R.. Polémica, confrontación y exilio: las querellas entre católicos y arrianos en el reino hispanovisigodo en tiempos de Leovigildo (569-586). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FRIGUETTO, R.. A formação do Ocidente e o fim do domínio romano. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
FRIGUETTO, R.. Exile and confinement in the Hispano-visigothic kingdom of Toledo in the late seventh century: the case of the Bishop Sisbertus of Toledo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FRIGUETTO, R.. Da infidelidade ao exílio: um exemplo de mobilidade forçada nos escritos de Valério do Bierzo (século VII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FRIGUETTO, R.. Conflictos y acción: el Imperio Romano y las Monarquías romanobárbaras en la Antiguedad Tardía (siglos V-VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FRIGUETTO, R.. As concepções de exílio e de desterro no reino hispano-visigodo de Toledo, segundo a obra de Valério do Bierzo (século VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
FRIGUETTO, R.. Aristócratas, nobles, exiliados y desterrados: los conflictos sociopolíticos en la Gallaecia hispano-goda (siglo VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FRIGUETTO, R.. La Comunidad monástica como sinónimo de santidad y civilidad: los cenobitas y la regla monástica de Isidoro de Sevilla (siglo VII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
FRIGUETTO, R.. A Aclamação e a Eleição como mecanismos do poder político na Antiguidade Tardia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
FRIGUETTO, R.. Un ejemplo de relato histórico: la Historiae Wambae como fuente histórica para el estudio de los grupos aristocráticos y nobiliarios en la HIspania visigoda de finales del siglo VII. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
FRIGUETTO, R.. El exilio y el destierro en las legislaciones conciliar y laica hispano-visigoda (636-702). 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
FRIGUETTO, R.. Símbolos e Rituais: os mecanismos do poder político no reino hispanovisigodo de Toledo (séculos VI-VII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
FRIGUETTO, R.. El exilio, el destierro y sus concepciones políticas en la Hispania visigoda: los ejemplos de Juan de Bíclaro e Isidoro de Sevilla. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
FRIGUETTO, R.. Relações e distinções dos conceitos de 'gens' e 'populus' e a construção de uma identidade nobiliárquica na Hispania visigoda na Antiguidade Tardia (séculos VI - VII). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
FRIGUETTO, R.. A Hispania Visigoda (séculos VI - VII) e a Antiguidade Tardia: algumas considerações. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
FRIGUETTO, R.. Um exemplo de gens na Hispania Visigoda: Fructuoso de Braga e sua origo preclara (século VII). 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
FRIGUETTO, R.. Antiguidade Tardia ou Primeira Idade Média? Transformação e readequação no mundo greco-romano entre os séculos II e VIII. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
FRIGUETTO, R.. Identidade(s) e Fronteira(s) na Hispania visigoda, segundo o pensamento de Isidoro de Sevilha (século VII). 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
FRIGUETTO, R.. Crisis o readecuación? Las transformaciones político-institucionales en la Antiguedad Tardía (siglos II-VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
FRIGUETTO, R.. Crise ou readequação? As transformações político-institucionais na Antiguidade Tardia (séculos II-VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
FRIGUETTO, R.. In eadem infelicem Spaniam, regnum efferunt conlocant: las motivaciones de la fragmentación política del reino hispanovisigodo de Toledo (siglo VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
FRIGUETTO, R.. Acerca da 'Identidade Nobiliárquica' hispano-visigoda: considerações a partir da Historia Wambae de Juliano de Toledo (século VII). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
FRIGUETTO, R.. Mentalidad(es) e identidad(es) nobiliaria(s) en la Hispania visigoda, según la Historia Wambae de Juliano de Toledo (siglo VII).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
FRIGUETTO, R.. Gens fortis et potentissima: la idea de identidad en el reino hispanovisigodo de Toledo, según el pensamiento político de Isidoro de Sevilla (siglo VII). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
FRIGUETTO, R.. Le concept de gentes et son rapport a l'idée d'identité nobiliaire dans la pensée d'Isidore de Seville (VIe-VIIe siécles). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
FRIGUETTO, R.. O rei e a lei na Hispania visigoda: os limítes da autoridade régia segundo a Lex Wisigothorum, II,1-8 de Recesvinto (652-670). 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
FRIGUETTO, R.. Resenha do livro Ordo Urbium Nobilium. Curitiba: Editora da UFPR, 2003 (Resenha).

2.
FRIGUETTO, R.. História: Questões e debates 33. Curitiba: Editora da Universidade Federal do Paraná, 2001 (Revista científica).

3.
FRIGUETTO, R.. Resenha do livro "Carlos V. Seu império universal". Curitiba: Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica, 2001 (Resenha).

4.
FRIGUETTO, R.. Peregrinos y lugares de peregrinación en la Hispania tardoantigua. Curitiba: Editora da UFPR, 2001 (Citação de artigo em periódico indexado).

5.
FRIGUETTO, R.. Ideologia, simbolismo y ejercicio del poder real en la monarquia visigoda: un proceso de cambio. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 2000 (Citação de artigos em livro internacional).

6.
FRIGUETTO, R.. História: Questões & Debates 28 - Dimensões do sagrado. Curitiba - PR: UFPR, 1999 (Revista científica).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FRIGUETTO, R.. Assessor do comitê externo de avaliação do Programa de Iniciação Científica - área de Ciências Humanas - UFS. 2018.

2.
FRIGUETTO, R.. Assessor do Comitê Externo de avaliação do Programa de Iniciação Científica - área de Ciências Humanas - UFS. 2017.

3.
FRIGUETTO, R.. Assessor do Comitê Externo de avaliação do Programa de Iniciação Científica - área de Ciências Humanas - UFS. 2017.

4.
FRIGUETTO, R.. Assessor do Comitê Externo de avaliação do Programa de Iniciação Científica - área de Ciências Humanas - UFS. 2016.

5.
FRIGUETTO, R.. Participação como Assessor do Comitê da área de História para o Edital de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. 2015.

6.
FRIGUETTO, R.. Implantação do projeto político-pedagógico/reconhecimento do Curso de Bacharelato em História da UEPG. 2005.

7.
FRIGUETTO, R.. Consultoria "Ad hoc" para a Fundação Araucária - Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Paraná. 2002.

8.
FRIGUETTO, R.. Consultoria para a Fundação Araucária - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Paraná. 2002.

9.
FRIGUETTO, R.. Deusas e Adivinhas: a mulher e a adivinhação em Roma. 1999.

Trabalhos técnicos
1.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2018.

2.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2018.

3.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2018.

4.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para concessão de auxílio à projeto científico - Fondecyt/Chile. 2017.

5.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Programa Humboldt - Edital nº 57/2014 - 10ª Chamada - Estágio Pós-doutoral. 2017.

6.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para avaliação de artigo científico para a Revista Diálogos Mediterrânicos. 2016.

7.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para avaliação de artigo científico Revista Romanitas. 2016.

8.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para avaliação de obra científica - EDUFES. 2016.

9.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2016.

10.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2016.

11.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Edital Universal CNPq. 2016.

12.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Edital Universal CNPq. 2016.

13.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Doutorado Senior no Exterior CAPES. 2016.

14.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc de projeto científico para o Fondecyt/Chile. 2016.

15.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2015.

16.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2015.

17.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Pós-Doutorado Senior no Exterior. 2015.

18.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2015.

19.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2015.

20.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc artigo Revista de História da USP. 2015.

21.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc artigo Revista de História da UNESP. 2015.

22.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc artigo Revista Diálogos Mediterrânicos. 2015.

23.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc artigo Revista História Questões e Debates. 2015.

24.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc - avaliação de artigo para a Revista Signum - Associação Brasileira de Estudos Medievais. 2015.

25.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para auxilio de agência de financiamento no exterior - FONDECYT Chile. 2015.

26.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2012.

27.
FRIGUETTO, R.. Parecer 'Ad Hoc' Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2012.

28.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2012.

29.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2012.

30.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Pós Doutorado Júnior. 2012.

31.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para concessão de Auxílio AVG CNPq. 2012.

32.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc concessão de Auxílio de pesquisa para o Fondecyt - Chile. 2012.

33.
FRIGUETTO, R.. Parecerista Ad Hoc Fapesp - Mestrado. 2011.

34.
FRIGUETTO, R.. Parecerista Ad Hoc Fapesp - Mestrado. 2011.

35.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2011.

36.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2011.

37.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc Bolsa de Produtividade e Pesquisa. 2011.

38.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para Edital de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas CNPq/CAPES. 2011.

39.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para concessão de Bolsa de Pós-Doutorado Senior. 2011.

40.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para avaliação de auxílio à projeto - Fondecyt Chile. 2011.

41.
FRIGUETTO, R.. Parecer Ad Hoc para avaliação de concessão de auxílio à projeto - Fondecyt Chile. 2011.

42.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre Projeto de Pesquisa - Nível Pós-Doutorado - FAPESP. 2010.

43.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Programa AVG. 2010.

44.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para a FAPESP - Mestrado. 2010.

45.
FRIGUETTO, R.. Parecer 'Ad Hoc' para o CNPq - Formulário do comitê externo para processo de avaliação PIBIC/CNPq. 2010.

46.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Programa de Pòs-Doutorado no país. 2009.

47.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Programa de Pós-Doutorado no exterior. 2009.

48.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Programa de Doutorado no exterior. 2009.

49.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - CT Ação Transversal - Edital MCT/CNPq 03/2009. 2009.

50.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - CT Ação Transversal - Edital MCT/CNPq 03/2009. 2009.

51.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Formulário do Comitê Externo para o processo de avaliação do PIBIC/UFRJ. 2009.

52.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Bolsa de Produtividade e Pesquisa Demanda 2010. 2009.

53.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Bolsa de Produtividade e Pesquisa Demanda 2010. 2009.

54.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq - Bolsa de Produtividade e Pesquisa Demanda 2010. 2009.

55.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre projeto de pesquisa - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP. 2008.

56.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre Projeto de Pesquisa PD - Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP. 2008.

57.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

58.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

59.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

60.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

61.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

62.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

63.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

64.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

65.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

66.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

67.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2008.

68.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre Projeto de Pesquisa - Nível Mestrado - FAPESP. 2008.

69.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre Projeto de Pesquisa - Nível Mestrado - FAPESP. 2008.

70.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Produtividade e Pesquisa - CNPq. 2007.

71.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Produtividade e Pesquisa - CNPq. 2007.

72.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Produtividade e Pesquisa CNPq. 2007.

73.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Produtividade e Pesquisa - CNPq. 2007.

74.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Pós-Doutorado Junior - no país. 2006.

75.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para Bolsa de Pós-Doutorado Júnior - CNPq. 2006.

76.
FRIGUETTO, R.. Relatório técnico do projeto "As relações de poder no reino hispano-visigodo de Toledo: a realeza e a busca pela legitimação (séculos VI/VII)" - Edital 32/2004 CNPq. 2006.

77.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CONICYT - Chile. 2006.

78.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o Cnpq. 2006.

79.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2006.

80.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2006.

81.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2006.

82.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2005.

83.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CONICYT - Chile. 2005.

84.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CONICYT - Chile. 2005.

85.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" Programa CNPq/DAAD. 2004.

86.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para CAPES - Bolsa Sandwich no exterior. 2004.

87.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2004.

88.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2004.

89.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2004.

90.
FRIGUETTO, R.. Parecer concessão de Bolsa "Sandwich" Doutorado. 2003.

91.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2003.

92.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2003.

93.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para o CNPq. 2003.

94.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para CAPES. 2003.

95.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para a CAPES. 2003.

96.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad Hoc" para a CAPES. 2003.

97.
FRIGUETTO, R.. Parecer "Ad hoc" Revista Dimensões - Departamento de História - UFES. 2002.

98.
FRIGUETTO, R.. DATACAPES: Relatório do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná. 2001.

99.
FRIGUETTO, R.. Parecer sobre concessão de Bolsa DAAD/CAPES. 2001.

100.
FRIGUETTO, R.. DATACAPES - Relatório do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná. 2000.

101.
FRIGUETTO, R.. Relatório Técnico de participação em evento científico. 2000.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FRIGUETTO, R.; FELICIANO, J. P. . Em Tese: Identidade Cristã. 2016.


Demais tipos de produção técnica
1.
FRIGUETTO, R.. Relatório de pesquisa. 2007. (Relatório de pesquisa).

2.
FRIGUETTO, R.. Relatório Técnico - Prestação de contas. 2006. (Relatório de pesquisa).

Demais trabalhos
1.
FRIGUETTO, R.. Panorama Economico-Social Del No.De La Península Ibérica En Epoca Visigoda. La Obra de Valerio Del Bierzo.. 1996 (Tese de Doutorado) .

2.
FRIGUETTO, R.. Isidoro de Sevilha, Sua Regra Monástica e A Transição da Antigüidade À Idade Média. 1990 (DISSERTAÇÃO DE MESTRADO) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SILVA, L. R.; FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.. Participação em banca de Flora Gusmão Martins. Discurso hagiográfico e fortalecimento da instituição eclesiástica visigoda: uma análise comparada das paixões dos séculos VI e VII.. 2018. Dissertação (Mestrado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
VENTURA, G.; FRIGUETTO, R.; SILVA, E. C. M.; LIMA NETO, B. M.. Participação em banca de João Carlos Furlani. Gênero, conflito e liderança feminina na cidade pós-clássica: a atuação de Eudóxia e Olímpia sob o episcopado de João Crisóstomo (397-404). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Espírito Santo.

3.
FERNANDES, F. R.; LOBO, L.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Monah Nascimento Pereira. On King to rule them all: identidade, legitimação e unidade na versão alfrediana da consolação da Filosofia (séc. IX - X). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

4.
SILVA, L. R.; SILVA, A. C. L. F.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Juliana Salgado Raffaeli. O eremitismo no reino visigodo do século VII: um estudo comparado da auto-hagiografia de Valério do Bierzo e do discurso episcopal em Isidoro de Sevilha. 2015. Dissertação (Mestrado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
CARVALHO, M. M.; SILVA, M. P.; FRIGUETTO, R.; LEMOS, S. S.. Participação em banca de Eliton Almeida da Silva. Eusébio de Cesareia e a defesa do patrimônio imobiliário cristão (século IV d.C.).. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
VIDOTTE, A.; GONCALVES, A. T. M.; FRIGUETTO, R.; PINHEIRO, R. A. B.. Participação em banca de Pedro Henrique Corrêa Guimarães. O tempo da palavra: um estudo sobre as Confissões de Santo Agostinho (século IV d.C.). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás.

7.
CARVALHO, M. M.; FRIGUETTO, R.; SILVA, M. P.. Participação em banca de Eliton Almeida da Silva. Eusébio de Cesareia e a defesa de bens imobiliários cristãos na região da Palestina (século IV d.C.): uma questão de identidade. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

8.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; SOUZA, A. M.. Participação em banca de Rafael de Mesquita Diehl. O poder régio e suas atribuições no Speculum Regum (1341-1344) do franciscano Álvaro Pelayo, bispo de Silves (1333-1350). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

9.
FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; LOBO, L.. Participação em banca de Gabriel Ferreira de Almeida Paizani. La stirpe non fa le singulari persone nobili, ma le singulari persone che fanno nobile la stirpe: a questão da nobreza no Convivio de Dante Alighieri. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

10.
SILVA, L. R.; SILVA, A. C. L. F.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Rodrigo Ballesteiro Pereira Tomaz. Virtudes cristãs na construção da santidade medieval na Hispania visigoda do século VII: um estudo comparado entre a Vita Sancti Aemiliani e a Vita Fructuosi. 2012. Dissertação (Mestrado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

11.
CRUZ, M. S.; RUST, L. D.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Joabson Xavier Pena. As duas faces de Jerusalém em Flávio Josefo. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

12.
PORTO, M. E. M.; VASQUES, M. S.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Gustavo Henrique Soares de Souza Sartin. As estruturas sociais e econômicas do Império Romano do Ocidente e o estabelecimento do reino dos visigodos nas Galliae Aquitania e Narbonensis. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

13.
GONCALVES, A. T. M.; SOUZA, A. M.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Ivan Vieira Neto. O Paganismo neoplatônico de Jâmblico de Cálcis: a influência religiosa na filosofia tardo-antiga (séculos III e IV d.C.). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás.

14.
ALMEIDA, N. B.; Silva, Marcelo Candido; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Thiago Juarez Ribeiro da Silva. A realeza cristã na Gália Merovíngia e na Hispania visigoda: um estudo comparativo (561-633). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
UBIERNA, P.; GUIMARAES, M. L.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de João Vicente de Medeiros Publio Dias. Das fronteiras para Constantinopla: inserção da Canção de Digenis Akrites no cenário político bizantino (séculos XI e XII). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

16.
FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.. Participação em banca de Lukas Gabriel Grzybowski. A proposta de um Império ideal: o pensamento político na Gesta Friderici I imperatoris de Otto de Freising. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

17.
FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; FERNANDES, C. S.. Participação em banca de Paulo Roberto Romanowski. A construção do poder monárquico e da figura dos reis polanos na Gesta Principium Polonorum de Galo Anônimo (1112-1116). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

18.
FRIGUETTO, R.; Silva, Marcelo Candido; JAN, R. L.. Participação em banca de Milton Mazetto Júnior. A paz e o recurso à violência no reino dos Francos: os mecanismos de resolução de conflitos no período merovíngio (séculos VI-VII). 2009. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

19.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; MAGALHAES, A. P.. Participação em banca de André Szczawlinska Muceniecz. Virtude e conselho na pena de Saxus Grammaticus (sécs.XII-XIII). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

20.
FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.; SILVA, L. R.. Participação em banca de Rodrigo dos Santos Rainha. Reflexões sobre educação no Reino Visigodo: um estudo sobre as relações de poder a partir do Epistolário do Bispo Bráulio de Saragoça (631-651). 2007. Dissertação (Mestrado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

21.
FRIGUETTO, R.; VENTURA, G.; FRANCO, S. P.. Participação em banca de Miguel Arcanjo Marvila de Oliveira. O Império Romano e o reino dos céus. A construção da imagem sagrada do imperador em De laudibus Constantini de Eusébio de Cesaréia (séc.IV d.C.). 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Espírito Santo.

22.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; FONSECA, R. M.. Participação em banca de Rodrigo Pelais Banhoz. Concepções de poder régio em Afonso II de Portugal: fontes jurídicas régia e concelhia". 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

23.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; MACEDO, J. R.. Participação em banca de Laura da Silva Thomé. Da ortodoxia à heresia: Pedro Valdo (1170-1215). 2004. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

24.
FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Maria Isabelle Palma Gomes Correa. A água, os deuses e o poder na Mesopotâmia: reflexões sobre os símbolos aquáticos na versão ninivita do épico de Gilgamesh. 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

25.
FRIGUETTO, R.; MAINKA, P. J.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Graziela da Silva Skonieczny. Dom Duarte e a virtude da Prudencia. 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná.

Teses de doutorado
1.
FERNANDES, F. R.; LIMA, A. M. S.; NASCIMENTO, R. C. S.; FRIGUETTO, R.; ZLATIC, C. E.. Participação em banca de Rafael de Mesquita Diehl. Eclesiologia e a monarquia pontifícia com João XXII em Avignon (1316 - 1334). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

2.
GUIMARAES, M. L.; MARCHI, E.; FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; TREVISAN, M. B.. Participação em banca de André Luiz de Siqueira. 'Ostendat se gaudentes et hilares': as relações entre a alegria e o riso na formação do imaginário franciscano medieval (século XIII). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

3.
VENTURA, G.; FRIGUETTO, R.; FAVERSANI, F.; FELDMAN, S. A.; CAMPOS, A. P.. Participação em banca de Carolline da Silva Soares. "Separando a palha do bom grão": autoridade episcopal e disciplina eclesiástica em Cartago segundo o testemunho de Cipriano (século III d.C.). 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Espírito Santo.

4.
FERNANDES, F. R.; LIMA, A. M. S.; GIMENEZ, J. C.; GUIMARAES, M. L.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Rodrigo Barbosa Schiavinato. Sociedade política na baixa Idade Média portuguesa: relações de poder entre D. Pedro I (1357-1367) e a nobreza peninsular. 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

5.
GONCALVES, A. T. M.; AMARANTE, D.; OMENA, L. M.; FRIGUETTO, R.; SANTOS, D. V.. Participação em banca de Ana Paula Franchi. Em busca da unidade: as relações entre o Imperium e a Gália no mundo romano tardio (284-305 d.C.). 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Goiás.

6.
Silva, Marcelo Candido; FRIGUETTO, R.; ROCCA, M. C. L.; GASPARRI, S.; REDE, M. A.. Participação em banca de Verônica da Costa Silveira. Identidades políticas e políticas identitárias na Gália Merovíngia e Hispania Visigoda. 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

7.
FERNANDES, F. R.; GUIMARAES, M. L.; PILLA, M. C. A.; LIMA, A. M. S.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Eduardo Luiz de Medeiros. De Felipe II a Felipe Augusto, uma análise da estruturação do poder régio nos territórios da monarquia francesa entre os anos de 1180 e 1223. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

8.
CARVALHO, M. M.; FRIGUETTO, R.; VENTURA, G.; MAGALHAES, A. P.; OLIVEIRA, J. C. M.. Participação em banca de Helena Amália Papa. A autoafirmação de um Bispo: Gregório de Nissa e sua visão condenatória aos Eunomianos (360-394 d.C.). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

9.
FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; GUIMARAES, M. L.; NASCIMENTO, R. C. S.; DIAS, I. B.. Participação em banca de Adriana Mocelim de Souza Lima. A Crônica Geral de Espanha de 1344 como um retrato modelar da sociedade hispânica tardo-medieval. 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

10.
SILVA, L. R.; FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.; BRAGANCA JR., A. A.; FORTES, C.. Participação em banca de Rodrigo dos Santos Rainha. A educação e as relações mestre-discipulares no reino visigodo: um estudo referenciado nas epístolas dos bispos Bráulio de Saragoça e Isidoro de Sevilha. 2013. Tese (Doutorado em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

11.
CARVALHO, M. M.; VENTURA, G.; FRIGUETTO, R.; MACHADO, C. A. R.; SILVA, M. P.. Participação em banca de Érica Cristhyae Morais Silva. Conflito político-cultural na Antiguidade Tardia: o levante das estátuas em Antioquia de Orontes (387 d.C.). 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

12.
FRIGUETTO, R.; BRANCATO, B. A. A.; FERNANDES, C. S.; GUIMARAES, M. L.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Eliana Ávila Silveira. Cultura e Poder na Baixa Idade Média castelhana: o "Livro das Armas" de D.Juan Manuel (1280-1348). 2006. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

13.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; FONSECA, C.; GUIMARAES, M. L.; SOUZA, J. A.. Participação em banca de Renata Cristina de Souza Nascimento. Os privilégios e os abusos da nobreza em um período de transição: o reinado de D.Afonso em Portugal (1448-1481). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

14.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; FELDMAN, S. A.; AMARANTE, D.; TOLEDO, C. A. A.. Participação em banca de José Carlos Gimenez. A rainha Isabel nas estratégias políticas da Península Ibérica (1280-1336). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

15.
FRIGUETTO, R.; FONSECA, C.; MARCHI, E.; FERNANDES, F. R.; CERDEIRA, T.. Participação em banca de Marcella Lopes Guimarães. Estudo das representações de monarca nas crônicas de Fernão Lopes (Séculos XIV e XV). O espelho do rei: "Decifra-me e te devoro". 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná.

16.
FRIGUETTO, R.; MILTON, H. C.; FLORY, S. F. V.; MACEDO, T. C.; BRAGANCA JR., A. A.. Participação em banca de Edna Sala. A imagem feminina no espelho medieval e seus reflexos nas cantigas de escárnio e maldizer. 2001. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Doutorado
1.
TOLEDO, F. J. V. R.; VALLEJO, M.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Aitor Fernández Delgado. De Re Diplomatica cum Barbaris: legados, legaciones y evolución de los procesos diplomáticos del Imperio romano de Oriente en relación a su limes septentrional durante la segunda mitad del «largo» siglo VI. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Historia y Filosofia) - Universidad de Alcalá.

2.
FERNANDES, F. R.; LOBO, L.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Eliane Veríssimo de Santana. Poiché è noto che in lui risiede tutto il potere della Chiesa: a contribuição do tratado 'De ecclesiastica potestate' de Egídio Romano na construção do conceito de plenitudo do poder papal frente a teoria conciliar (1243 - 1316). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

3.
GONCALVES, A. T. M.; OMENA, L. M.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Ana Paula Franchi. O elogio das virtudes: os panegíricos latinos e a reorganização tetrárquica do poder imperial romano no III século d.C.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Goiás.

4.
CARVALHO, M. M.; OLIVEIRA, J. C. M.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Helena Amália Papa. Gregório de Nissa e sua visão condenatória aos Eunomianos (360-394 d.C.). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Historia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

5.
FERNANDES, F. R.; NASCIMENTO, R. C. S.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Adriana Mocelim de Souza Lima. Segundo conta a Estoria...A Crônica Geral de Espanha de 1344 como um retrato modelar da sociedade hispânica tardo medieval. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

6.
SILVA, L. R.; SILVA, A. C. L. F.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Rodrigo dos Santos Rainha. A educação no reino visigodo em perspectiva comparativa: Isidoro de Sevilha, Braúlio de Saragoça e a relação mestre discípulo na construção do campo religioso. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
CARVALHO, M. M.; MANOEL, I. A.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Érica Cristhyane Morais da Silva. Representação, poder e conflito no Império Romano do século IV d.C. O Levante das Estátuas e os testemunhos de João Crisóstomo e Libânio de Antioquia. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

8.
FRIGUETTO, R.; GUIMARAES, M. L.; GONCALVES, R. T.. Participação em banca de Bruno Miranda Zétola. Política externa e relações diplomáticas na Antiguidade Tardia. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

9.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, F. R.; GUIMARAES, M. L.. Participação em banca de Marcos Luis Ehrahdt. A idealização da sociedade romana nos tempos do Principado: o exemplo de Sêneca (séc. I d.C.). 2007. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

10.
FRIGUETTO, R.; FELDMAN, S. A.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de José Carlos Gimenez. Isabel: uma rainha nas estratégias políticas da Península Ibérica entre os séculos XIII e XIV. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

11.
FRIGUETTO, R.; GUIMARAES, M. L.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Renata Cristina do Nascimento. A sobrevivência dos privilégios nobiliárquicos e os abusos da nobreza: um estudo do governo afonsino (1449-1481). 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

12.
FRIGUETTO, R.; FERNANDES, C. S.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Eliana Ávila Silveira. O livro de Armas de Juan Manuel: projeto ideológico da nobreza na Baixa Idade Média castelhana. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

13.
FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Marcella Lopes Guimarães. O espelho do rei - decifra-me e te devoro. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

14.
FRIGUETTO, R.; MARCHI, E.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Sérgio Alberto Feldman. Unidade e diversidade no reino hispano visigótico: a obra de Isidoro de Sevilha. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

15.
FRIGUETTO, R.; DORE, A.; FERNANDES, F. R.. Participação em banca de Leandro Henrique Magalhães. As Trovas de Bandarra: aspectos sociais e o processo político português nos séculos XVI e XVII. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal do Paraná.

Qualificações de Mestrado
1.
EHRHARDT, M. L.; FRIGUETTO, R.; ANTIQUERA, M.. Participação em banca de Caio Cesar Machado Gomes. Entre a morte trágica e a morte histórica: considerações sobre o imaginário fúnebre na Atenas do século V a. C.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História, Poder e Práticas Sociais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

2.
SILVA, L. R.; FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.. Participação em banca de Flora Gusmão Martins. Pasionario Hispánico: uma análise comparada das paixões dos santos mártires do reino visigodo dos séculos VI e VII. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.; LOBO, L.. Participação em banca de Monah Nascimento Pereira. One King to rule them all: Identidade, legitimação e unidade na versão alfrediana da Consolação da Filosofia (séc. IX-X). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Paraná.

4.
GUIMARAES, M. L.; FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Guilherme Floriani Saccomori. Guerreiros e batalhas na mira de Jean Froissart (1337-1405): cenário em transformação. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Paraná.

5.
GUIMARAES, M. L.; FERNANDES, F. R.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Felipe Vieira Filippetto. Uma jornada ao sagrado: a imagem de peregrino na Crônica de Fulcher de Chartres (séculos XI - XII). 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Paraná.

6.
SILVA, L. R.; SILVA, A. C. L. F.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Juliana Salgado Raffaeli. Eremitismo no reino visigodo do século VII: um estudo comparado da autohagiografia de Valério do Bierzo e do discurso episcopal nos Concílios de Toledo, regras monásticas e em Isidoro de Sevilha. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

7.
FERNANDES, F. R.; NASCIMENTO, R. C. S.; FRIGUETTO, R.. Participação em banca de Rafael de Mesquita Diehl. O poder régio e suas atribuições no Speculum Regum (1341-1344) do franciscano Álvaro Pelayo, bispo de Silves (1333-1350). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal do Paraná.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FRIGUETTO, R.; GOMES, F. J. S.; SOUZA, M. B. M. E.; MALEVAL, M. A. T.; PEREIRA, M. C. C. L.. Comissão Julgadora do Concurso Público de Provas e Títulos de Professor Adjunto para o Setor de História Medieval- Instituto de História da UFRJ. 2014. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRIGUETTO, R.; PEREIRA, L. F. L.; SOUZA, A. P.; SURGIK, A.; FLORES, A. J. D. M.. Banca de Concurso Público de Direito Romano - Professor Adjunto. 2013. Universidade Federal do Paraná.

3.
FRIGUETTO, R.; LACHI, A. L.; LEITE, E. F.. Comissão Julgadora de Provas e Títulos - área de História Antiga e Medieval - Universidade Federal da Grande Dourados. 2008. Universidade Federal da Grande Dourados.

4.
FRIGUETTO, R.; SILVA, A. C. L. F.; FERNANDES, F. R.; GIMENEZ, J. C.; SILVA, L. R.. Comissão de avaliação de Provas e Títulos - História Medieval. 2006. Universidade Federal do Paraná.

5.
FRIGUETTO, R.; SIQUEIRA, M. D.; FUNARI, P. P. A.; SILVA, L. R.; VENTURA, G.. Comissão Julgadora de Provas e títulos em História Antiga. 2004. Universidade Federal do Paraná.

Livre docência
1.
LEME, A. L.; ANTIQUERA, M.; FRIGUETTO, R.. Defesa pública para promoção de Docente - Curso de História - História Antiga. 2016. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Outras participações
1.
FRIGUETTO, R.. Avaliador Externo nas XXXV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural da UFRJ. 2013. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
FRIGUETTO, R.. Avaliação Institucional das XXIX Jornadas Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artistica e Cultural da UFRJ. 2007. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
FRIGUETTO, R.; TRINDADE, J.; SILVA, L. G.. Avaliação do Programa de Iniciação Científica da UFPR. 2004. Universidade Federal do Paraná.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Exilio y Destierro en el Mediterráneo.El exilio, el destierro y sus concepciones políticas en la Hispania visigoda: los ejemplos de Juan de Bíclaro e Isidoro de Sevilla. 2013. (Seminário).

2.
Identidades e Fronteiras: perspectivas historiográficas para o estudo das relações políticas e culturais no medievo ibérico.Identidade(s) e Fronteira(s) na Hispania visigoda, segundo o pensamento de Isidoro de Sevilha (século VII). 2012. (Seminário).

3.
300-800. Entre a Antiguidade Tardia e a Alta Idade Média. Novos caminhos da pesquisa histórica.. Crise ou readequação? As transformações político-institucionais na Antiguidade Tardia (séculos II-VIII). 2011. (Congresso).

4.
711-2011: La pérdida de España 1.300 años después.In eadem infelicem Spaniam, regnum efferum conlocant: las motivaciones de la fragmentación política del reino hispanovisigodo de Toledo (siglo VIII).. 2011. (Seminário).

5.
Concilium Medii Aevi: Dialogos de la Sociedad Chilena de Estudios Medievales. Crisis o readecuación? Las transformaciones político-institucionales en la Antiguedad Tardía (siglos II-VIII). 2011. (Congresso).

6.
I Seminário Franco-Brasileiro NEMED(UFPR)/CESCM(Université de Poitiers) - Identidades e fronteiras na Península Ibérica Medieval.Fronteiras e Identidades. 2011. (Seminário).

7.
Seminario del Magister de la Universidad de Concepción - Historia Universal.La Antiguedad Tardía: controversias historiográficas. 2011. (Oficina).

8.
13th Annual Congress of the Mediterranean Studies Association. Gens fortis et potentissima: la idea de identidad en el reino hispanovisigodo de Toledo, según el pensamiento político de Isidoro de Sevilla (siglo VII). 2010. (Congresso).

9.
Conferência proferida no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP.Acerca da 'Identidade Nobiliárquica' hispano-visigoda: considerações a partir da Historia Wambae de Juliano de Toledo (séc.VII). 2010. (Outra).

10.
III Congreso Internacional de Estudios Medievales. Mentalidad(es) e identidad(es) nobiliaria(s) en la Hispania visigoda, según la Historia Wambae de Juliano de Toledo (siglo VII).. 2010. (Congresso).

11.
La Pèninsule Ibérique médiévale vue du dehors (Europe et Nouveau Monde).La Hispania entre la Antiguedad Tardia y la Alta Edad Media: balance historiográfico de las investigaciones en Brasil (1990-2010). 2010. (Seminário).

12.
Séminaire "Pratiques et discours de l'Antiquité Tardive" - ANHIMA - CNRS - EHESS.Le concept de gentes et son rapport à l'idée d'identité nobiliaire dans la pensée d'Isidore de Séville (VIe-VIIe siècles). 2010. (Seminário).

13.
II Colóquio de Pesquisas da História: Arte, Poder e Sociedade.Antiguidade Tardia: Transformação, permanências e continuidades dum conceito historiográfico. 2009. (Simpósio).

14.
II Seminario Instituciones, poderes, cultura y fronteras.Pro robore nostrorum regum et stabilitate gentis gothorum: algumas considerações sobre o conceito de gentes no reino hispano-visigodo de Toledo (século VII). 2009. (Seminário).

15.
Os medievalistas e suas fontes: leituras cruzadas sobre a Alta Idade Média.Historiografia e poder: a Historia Wambae como fonte histórica para o estudo da sociedade política hispano-visigoda de finais do século VII. 2009. (Seminário).

16.
VII Semana de Estudos Medievais - Programa de Estudos Medievais da UNB - Por uma longa duração: perspectivas dos estudos medievais no Brasil.A longa Antiguidade Tardia: problemas e possibilidades de um conceito historiográfico. 2009. (Seminário).

17.
Aula Magna para discentes do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Maringá.As concepções da História na Antiguidade Clássica e na Antiguidade Tardia. 2008. (Outra).

18.
II Encontro Regional da ABREM e I Encontro do Translatio Studii - Núcleo Dimensões do Medievo.Algumas considerações sobre o poder régio na transição da Antiguidade à Idade Média. 2008. (Encontro).

19.
II Encontro Regional da ABREM e I Encontro do Translatio Studii - Núcleo Dimensões do Medievo.As transformações políticas e ideológicas na Antiguidade Tardia. 2008. (Encontro).

20.
II Encontro Regional da ABREM e I Encontro do Translatio Studii - Núcleo Dimensões do Medievo.A guerra e os atos de infidelidade nobiliárquica no reino hispano-visigodo de Toledo (século VII). 2008. (Encontro).

21.
XIX Encontro Regional de História ANPUH SP - ST O poder público à luz dos problemas da violência e da paz na Idade Média (séculos IV-XVI): História e Historiografia.Ad defensionem gentis uel patriae nostrae: a guerra e os atos de infidelidade nobiliárquica no reino hispano-visigodo de Toledo, segundo a Lex Wisigothorum, IX,2,8 e 9 nos reinados de Wamba e Ervígio (672-687).. 2008. (Encontro).

22.
III Jornadas Internacionales Teoría y Filosofía de la Historia - El Fin de la Historia.Historia est narratio rei gestae: la concepción de la Historia en la Antiguedad Tardía (siglos IV-VII). 2007. (Seminário).

23.
Instituições, poderes e jurisdições. I Seminário Argentina-Brasil-Chile de História Antiga e Medieval.O rei e a lei na Hispania visigoda: os limítes da autoridade régia segundo a Lex Wisigothorum, II, 1-8 de Recesvinto (652-670). 2007. (Seminário).

24.
Facetas do Império na História.Imperium et orbis: conceitos e definições a partir das fontes tardo-antigas ocidentais (séculos IV-VII). 2006. (Seminário).

25.
I Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais (ABREM - RJ).Rex velit honesta: os problemas entre a nobreza e a realeza no reinado de Chintila (636-61). 2006. (Encontro).

26.
II Jornadas Internacionales de Teoría y Filosofía de la Historia. Algunas consideraciones sobre las construcciones teoricas de la centralización del poder político en la Antiguedad Tardia: Cristianismo, tradición y poder imperial. 2005. (Congresso).

27.
IV Simpósio de História Comparada.IV Simpósio de História Comparada - Debatedor. 2005. (Simpósio).

28.
XIII Jornadas de Estudios Clasicos de la Universidad Catolica Argentina.A imagem de Teodósio nas Historiae Adversus Paganos VII, 34-35 de Paulo Orósio. 2005. (Encontro).

29.
Conferência proferida aos discentes do curso de História da Facultad de Humanidades da Universidad Catolica Argentina.Perspectivas de las investigaciones historicas relativas a la Antiguedad Tardia Occidental: el caso hispanovisigodo.. 2004. (Outra).

30.
II Encontro do Grupo de trabalho em História Antiga - ANPUH Paraná.Perspectivas para a investigação histórica na Antiguidade Tardia: a sucessão régia entre os visigodos.. 2004. (Encontro).

31.
V Jornadas de Estudios Medievales y XV Curso de Actualización en Historia Medieval.Aspectos teóricos e práticos da legitimidade do poder régio na Hispania Visigoda: o exemplo da Adoptio.. 2004. (Seminário).

32.
XXIV Reunião Anual da SBPH.A Adoptio, via intermediária entre a eleição e a sucessão na Hispania Visigoda. 2004. (Encontro).

33.
V Jornadas de Historia Antigua/VI Coloquios de Estudios Medievales. Las dificultades de la unidad política en la Hispania visigoda: las controversias entre la realeza y la nobleza en el siglo VII.. 2003. (Congresso).

34.
XXIII Reunião Anual da SBPH.Um exemplo de limitação do poder régio na Hispania visigoda: o reinado de Ervígio (680-687) - Comunicação apresentada. 2003. (Encontro).

35.
I Grupo de Trabalho de História Antiga /ANPUH - Seção Paraná.Poder e representações na Antigüidade Tardia: um estudo de caso - Conferência proferida. 2002. (Encontro).

36.
III Ciclo de Estudos Medievais.Permanencias e continuidades: a Humanitas na Antigüidade Tardia Ocidental (Sécs.IV-VIII) - Conferência proferida. 2002. (Encontro).

37.
XXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica.A valorização da vida eremítica na compilação hagiográfica de Valério do Bierzo (século VII). 2002. (Encontro).

38.
XX Semanas de Estudios Romanos. Uma confrontação régio-nobiliárquica na Antigüidade Tardia Hispana: rei e nobreza eclesiástica no reinado de Wamba (672-680) - Palestra proferida. 2002. (Congresso).

39.
História e Literatura na Idade Média.A idéia de literatura na transição da antiguidade tardia à idade média - Conferência proferida. 2001. (Oficina).

40.
XXI Reunião Anual da SBPH.A imagem do rei nas fontes hispano-visigodas: aspectos teóricos - Comunicação apresentada. 2001. (Encontro).

41.
I Congresso de Humanidades - Um diálogo entre saberes. Poder e sociedade na Hispania romana e visigoda - séculos V/VII - Comunicação apresentada em Mesa Redonda. 2000. (Congresso).

42.
II Jornadas de Historia de España.Uma tentativa de unidade político-religiosa na Hispania visigoda de finais do século VII: o reinado de Égica - Comunicação apresentada. 2000. (Encontro).

43.
VIII encuentro-coloquio Arys. Religião e poder no reino hispano-visigodo - Conferência proferida. 2000. (Congresso).

44.
VI Jornada de Estudos do Oriente Antigo.Medicina e religião: o vir sanctus e a curação na Antiguidade Tardia - Conferência proferida. 2000. (Seminário).

45.
XIX Semanas de Estudios Romanos. O conceito de barbárie na Hispania visigoda: novas considerações - Conferência proferida. 2000. (Congresso).

46.
XX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica.Barbari e rustici na obra de Valério do Bierzo (século VII) - Comunicação apresentada. 2000. (Encontro).

47.
Ciclo de palestras da Pontifícia Universidade Católica - 2000 anos de Cristianismo.Cristianismo, evangelização e poder no ocidente tardo-antigo europeu (séculos VI-IX) - Conferência proferida. 1999. (Oficina).

48.
III Encontro Internacional de Estudos Medievais. A sanctitas como exemplo de virtude régia no De Uana Saeculi Sapientia de Valério do Bierzo - Comunicação apresentada. 1999. (Congresso).

49.
V Colóquio do Centro do Pensamento Antigo - Arqué no pensamento antigo.Usurpação, tyrannia e dominação na Hispania visigoda de finais do século VII: o exemplo de Wamba (672-680) - Conferência proferida. 1999. (Seminário).

50.
XIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Histórica.Os usurpadores, maus soberanos e o conceito de tyrannia nas fontes hispano-visigodas (século VII) - Comunicação apresentada. 1999. (Encontro).

51.
Ias.Jornadas de Historia de España.O curso da vida na Gallaecia hispano-visigoda em finais do século VII: o exemplo de Valério do Bierzo - Comunicação apresentada. 1998. (Encontro).

52.
PGHIS 25 anos.A relação entre cultura e poder na antiguidade tardia: o caso da Hispania visigoda - Comunicação apresentada. 1997. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRIGUETTO, R.; VENTURA, G. ; FERNANDES, F. R. ; GUIMARAES, M. L. ; LIMA, A. M. S. ; GONCALVES, A. T. M. ; SILVA, A. C. L. F. ; SILVA, L. R. ; SILVEIRA, A. D. ; NASCIMENTO, R. C. S. ; CARVALHO, M. M. . Seminário "As mobilidades e as suas formas na Antiguidade Tardia e na Idade Média". 2017. (Outro).

2.
FERNANDES, C. S. ; MAGALHAES, A. P. ; SILVA, L. R. ; WOOD, I. ; VENTURINI, R. ; FRIGUETTO, R. ; FERNANDES, F. R. . Diálogos Mediterrânicos. 2008. (Outro).

3.
FRIGUETTO, R.; GUIMARAES, M. L. . Instituições, Poderes e Jurisdições. I Seminário Argentina-Brasil-Chile de História Antiga e Medieval. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Ana Maria de Oliveira. Espaços de poder na Constantinopla do tempo de Justiniano: o exemplo de Hagia Sophia. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

2.
Helena Schütz Leite. REGES HABET BRITANNIA, SED TYRANNOS: SOBRE A IDENDITADE RÉGIA NA OBRA DE EXCIDIO BRITANNIAE DE SÃO GILDAS (séc. VI). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Nathany Andrea Wagenheimer Belmaia Amador. Os cristianismos e suas caracterizações na Britania tardo-antiga (século VII). Início: 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Cesar Luiz Jerce da Costa Junior. Poder e disputas políticas no Principado romano (14 - 68). Início: 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
Cynthia Maria Valente. Monges Perfeitos em um Lugar de Imperfeição: A Homília De Monachis Perfectis e o Monacato Urbano na Mérida Tardo-Antiga. Hispania século VI (560-600).. Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Andréia Rosin Caprino. A dinastia valentiniana na Crônica de Jerônimo de Stridon (369-382). Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Camila Martinatto. Poder, tradição e legitimidade régia entre os visigodos, segundo o 'Cantar de Valtário' (século V).. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná. (Orientador).

2.
Matheus Eduardo Glok dos Santos. Poder e Cidadania no Império Romano tardio: a Constitutio Antoniniana de 212.. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
CESAR LUIZ JERCE DA COSTA JUNIOR. Princeps sapiens et clemens: estoicismo e teoria política nos tempos de Nero a partir do tratado De Clementia de Sêneca (54 - 68 d.C.).. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

2.
NATÁLIA DE MEDEIROS COSTA. De Bellum Catilinae: a guerra em Salústio (63 a.C.). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

3.
Willibaldo Ruppenthal Neto. Judaísmo, uma invenção helenística: Helenismo e judaísmo em 2 Macabeus.. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

4.
Andréia Rosin Caprino. LEGITIMIDADE DO PODER IMPERIAL DE CONSTANTINO NA OBRA HISTÓRIA ECLESIÁSTICA DE EUSÉBIO DE CESAREIA (306-324).. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

5.
Luciane Felisbino. ISÓCRATES E A LEGITIMIDADE DO PODER DE FELIPE II DA MACEDÔNIA NO SÉCULO IV A.C.: BASILEÚS BÁRBARO OU HEGEMÓN GREGO?. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

6.
Priscila Cristina Nascimento Lopez de Scoville. QUEREMOS NOS AMAR COMO IRMÃOS: UMA ANÁLISE HISTORIOGRÁFICA DAS CARTAS DE AMARNA E DAS RELAÇÕES ENTRE EGITO E MITANI ENTRE 1390 ? 1336 AEC.. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

7.
Cynthia Maria Valente. Ildefonso de Toledo e o culto mariano como legitimação da ortodoxia niceista na Hispania do século VII. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

8.
Vanessa Fronza. Horemheb, o escolhido de Rá: legitimação e identidade faraônica no fim do período amarniano. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

9.
Danilo Medeiros Gazzotti. As concepções do poder régio entre os suevos na Gallaecia do século V: uma análise da Crônica de Idácio de Chaves. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

10.
Rafaela de Sousa Trentini. A imagem como reflexo das virtudes: o princeps na obra de Veleio Paterculo (século I d.C.). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

11.
Diego Schneider Martinez. Uma releitura cristã da história: a Historia Adversus Paganos de Orósio e a teoria dos quatro impérios. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, CAPES REUNI. Orientador: Renan Friguetto.

12.
André Akamine Ribas. A construção da lenda de Barlaão e Josafá: um estudo do processo de elaboração hagiográfica em Bizâncio (séculos X - XI). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

13.
Otavio Luiz Vieira Pinto. O mais belo ornamento de Roma. Administração, ofícios e o projeto burocrático nas Variae de Cassiodoro (507-540 d.C.). 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

14.
Janira Feliciano Pohlmann. Alianças entre a retórica e o poder: um estudo sobre as orationes de Quinto Aurélio Símaco Eusébio (Século IV). 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

15.
André Luiz Leme. A estratégia política no principado romano do século II d.C.: a comparação entre Alexandre, o Grande, e Adriano segundo a Anábase de Arriano de Nicomédia. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

16.
Luciano Prado Corrêa. Da Apoteose à Damnatio Memoriae: as virtudes e os vícios do Imperador Cláudio segundo "A Apocoloquintose do Divino Cláudio" de Sêneca (século I d.C.). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

17.
Thiago David Stadler. O poder das palavras na idealização de um príncipe - epistolário cruzado entre Plínio, o Jovem e Trajano (98-113 d.C.). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

18.
Walter Oliveira Lossio Junior. O conceito de civilização na Antiguidade Tardia romano-oriental: a proposta de Justiniano e as idealizações de Cosme Indicopleustes (século VI). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

19.
Andrea Dall Pra de Deus. Para o Bem-Comum: a idéia de Fidelitas na obra Sentenças de Isidoro de Sevilha (Hispania, século VII). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

20.
Ana Paula Franchi. Poder Imperial e legitimação no século IV d.C.: o caso do Panegírico de Constantino.. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

21.
Everton Grein. De confugientibus ad hostes: um estudo sobre a infidelidade, a usurpação e a tirania na Hispania visigoda ( século VII). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

22.
Álvaro Duarte. Jesus, Filho de Maria: as imagens de Jesus presentes no nascimento do Islamismo, 610-650 d.C.. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

23.
Bruno Miranda Zétola. Discurso caritativo e legitimação do poder episcopal na Antiguidade Tardia: o caso de Emerita (550-633). 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

24.
Paola Manfredini Romão. De Isidoro à Ildefonso. Teologia política e política eclesiástica na Hispania visigoda do século VII. 2004. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

25.
Fernando Gelati. Aspectos políticos-militares do Império Romano Ocidental na crônica de Idácio (379-469). 2004. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

26.
Cristina Cremoneze. O poder régio na Hispania visigoda: usurpação, tirania e legitimação - 550 a 633. 2004. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

27.
Renata Cerqueira Barbosa. Sedução e conquista: a amante na poesia de Ovídio. 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

28.
Marcos Luís Ehrhardt. Vir Virtutis: a construção da imagem do príncipe perfeito nos escritos de Lucius Seneca. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

29.
Leandro Henrique Magalhães. A legitimidade da restauração portuguesa no discurso do Padre Antonio Vieira (1641-1661). 2000. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

Tese de doutorado
1.
Danilo Medeiros Gazzotti. Que todos os suevos regressem a sua autoridade régia: a construção de uma identidade monárquica sueva durante o século V. 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

2.
Janira Feliciano Pohlmann. Uma identidade cristã-nicena: Graciano e Valentiniano II sob a pena de Ambrósio, bispo de Milão (374-392 d.C.). 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, CAPES REUNI. Orientador: Renan Friguetto.

3.
André Luiz Leme. O pensamento político de Suetônio em. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

4.
Everton Grein. De Leandro de Sevilha a Taio de Zaragoza: um estudo sobre a praxiologia política no reino visigodo de Toledo. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

5.
Thiago David Stadler. Por uma noção de História em Plínio, o Velho. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

6.
Andrea Dal Pra de Deus. A tradição do pensamento filosófico cristão através da vida e da obra de Valério do Bierzo: identidade e trajetória da santidade (Hispania, século VII). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

7.
Bruno Miranda Zétola. Política externa e relações diplomáticas na Antiguidade Tardia. 2010. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

8.
Fábio Libório. Arianos entre inimicos ecclesiae catholicae: um afrontamento no Comentarii Liber Apocalipsis de Apringio de Beja (século VI). 2009. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Renan Friguetto.

9.
Marcos Luis Ehrhardt. O arquiteto do social: Sêneca e a construção de modelos para a sociedade romana nos tempos do principado a partir da Historia Magistra Vitae. 2008. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

10.
Sérgio Alberto Feldman. Perspectivas da unidade político-religiosa do reino hispano-visigodo de Toledo: as obras de Isidoro de Sevilha e a questão judaica (século VII). 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

11.
Leandro Henrique Magalhães. Poder e Sociedade no reino de Portugal no século XVI: as trovas de Bandarra. 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Paraná, . Orientador: Renan Friguetto.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gabriela Monteiro Twardowski. A piedade como princípio da legitimidade imperial: a imagem de Carlos Magno na Vita Karoli Magni de Eginhardo (séculos VIII - IX). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

2.
Jean Carlos Freitas de Carvalho. A Britania romana e o Império: a regionalização e a legitimação nos panegíricos em homenagem à Constancio (289 - 297). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

3.
Suele Cristina Guedes da Rocha Maya. O Conceito de História em Santo Agostinho na obra A Cidade de Deus. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

4.
Andréia Rosin Caprino. Eusébio de Cesareia e a formatação do cristianismo como base ideológica para o poder imperial no século IV. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

5.
Luciane Felisbino. Isócrates e a busca pela união das poleis no século IV a.C.: considerações sobre a identidade grega. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

6.
Willibaldo Ruppenthal Neto. A Psykhé entre os gregos. Do Mito Homérico às concepções Pré-Socráticas.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

7.
Priscila Cristina Nascimento Lopez de Scoville. As mulheres do Faraó: análise da influência das rainhas Tyie e Nefertiti durante o regime de Amenhotep IV/Akhenaton (c.1352 - 1336 AEC). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História - Memória e Imagem) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

8.
Erica Patricia Rueda. Conciliação entre o poder imperial e o Cristianismo no Contra Celso de Orígenes (250 d.C). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

9.
Daiane da Silva Publio Dias. Imitatio Deum. A construção do modelo de príncipe na sátira Os Césares de Juliano, o Apóstata (361-363). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

10.
Rafaela do Rocio Gomes de Abreu. Gala Placídia, a imagem de um penhor especial.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

11.
André Felipe Wielgosz Leite. Culturas irmãs: a hegemonia cartaginesa sobre Gades e o 'círculo do estreito'.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

12.
Rafaela de Sousa Trentini. Imperator Dominus Mundi: a perspectiva da auctoritas no Principado de Otávio Augusto (27 a.C. - 14 d.C.). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

13.
Vanessa Fronza. Legitimidade e poder no Egito faraônico: o retorno do culto de Amon na Estela da Restauração (1336 a.C. - 1327 a.C.). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

14.
Diego Schneider Martinez. Usurpação e legitimação na História contra os pagãos de Orósio. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

15.
Janira Feliciano Polhmann. O ilustre diálogo de Quinto Aurélio Símaco Eusébio com a tradição pagã e com homens públicos cristãos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

16.
Otávio Luiz Vieira Pinto. Vir in concussione gentium natus in mundo. Proposições acerca do poder régio entre Átila e os hunos (séc.V). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

17.
Francieli Ferreira Pontes. Tirania na Grécia Clássica (séculos V-IV a.C.): Platão e os tiranos de Siracusa, Dionísio, o Velho e Dionísio, o Jovem. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

18.
Wilson José Sebastião. A imagem idealizada do Imperador Constantino no De Mortibus Persecutorum de Lactâncio (séc.IV d.C.). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

19.
David Rodrigues da Silva. Flávio Josefo e a Apologia Romana: análise sobre a postura ideológica no conteúdo da obra Guerras Judaicas com relação ao cerco de Jerusalém em 70 d.C.. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

20.
André Luiz Leme. Ascensão e legitimação de Alexandre, o Grande, na "Anábase de Alexandre Magno" de Arriano de Nicomédia. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

21.
Alberto Palomar Fernandez. O Senado Romano e a transformação da República em Império. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

22.
Júlio César de Paula. Relações entre Roma e os germanos a partir da Germania de Tácito. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

23.
Thiago David Stadler. Amizade e virtudes na construção de uma imagem ideal, encontradas no epistolário cruzado entre Plínio, o Jovem e o Imperador Trajano (98-117d.C). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

24.
Rômulo Morelatto Colpani. A construção da figura do Imperador Juliano na historiografia pagã do século IV: o caso de Amiano Marcelino. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

25.
Luciano Prado Corrêa. O Principado do Imperador Cláudio segundo os relatos de Sêneca, Suetônio e Tácito (século I d.C.). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

26.
Raquel Crevelari Saldanha. A Lei de Lesa Majestade e o caso de Jesus. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

27.
Vanessa de Melo Lino. A vida em comunidade beneditina e a mentalidade monástica na Alta Idade Média pensada através da alimentação. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

28.
Angela Maria Nogueira. Villa X Intramurani: a atividade produtiva no mundo antigo na perspectiva de Columela. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

29.
Paulo Rodrigo Haiduke. O conceito de Império na Historia Gothorum: considerações acerca do discurso cristão tardo-antigo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

30.
Álvaro Duarte. O Jesus corâmico: uma análise da figura de Jesus na Genese do Islamismo de 600 a 660 d.C.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

31.
Fabiana Sá Regis dos Santos. Concepções acerca do governante: análise da teoria política legista de Han Fei (século III a.C.). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

32.
Andrea Dal Pra de Deus. O poder régio e a sua legitimidade no reino hispano-visigodo de Toledo, séculos VI/VII: o conceito de tirania nas fontes conciliares hispano-visigodas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

33.
Ronaldo de Souza Woitechen. O De Mortibus Persecutorum e a imagem de Diocleciano enquanto perseguidor. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

34.
Walter Oliveira Lossio Jr.. As relações culturais e as viagens entre o ocidente europeu e o oriente mongol: o exemplo de Marco Polo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

35.
Arylton Cassimiro da Costa. A figura do Homem Santo na Uita Columbani: São Columbano (sécs.VI/VII). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

36.
João Vicente de Medeiros Publio Dias. A canção de Digenis Akritas e sua relação com os aspectos sócio-culturais da aristocracia militar (sécs.IX a XIII): um estudo da versão escorial. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

37.
Maria Thereza David João. Uma análise político-ideológica de estelas funerárias egípcias (Egito Antigo - 2040/1640 a.C). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

38.
Bruno Miranda Zétola. Legitimidade Monárquica na Hispania Visigoda. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

39.
Tatiana Kugler. Sociedade e moralidade no mundo imperial romano. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

40.
Rodrigo Bichara. O teor político na obra epitoma rei militaris: a proposta de restauração da instituição militar na obra do aristocrata Flavius Vegetius Renatus. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

41.
Alexandre Salvadori Costa. Sistema de finanças públicas e revoltas camponesas na Tarraconensis baixo-imperial (379-476). 2002. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

42.
Paola Manfredini Romão. A Espanha Visigoda do século VII sob a ótica de Ildefonso de Toledo. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal do Paraná/Tesouro Nacional. Orientador: Renan Friguetto.

43.
Laura Maria Silva Thomé. As heresias e seus reflexos sociais: Pedro Valdo e os valdenses (1160-1250). 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

44.
Luciano Marcos Ferreira. Cartago, uma outra História: as guerras púnicas.. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

45.
Delnice T.das Neves. A Fonte dos Amores: uma análise historiográfica da literatura portuguesa sobre o episódio de Inês de Castro. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

46.
Eduel Domingues Bandeira. Cavalhadas em Guarapuava: tradição, festa e símbolos. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

47.
Fernando Gelati. Península Ibérica: invasão e ocupação bárbara no século V. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

48.
Graziela Skonieczny Santos. Dom Duarte e o Livro de Cavalgar. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

49.
Liliane Pinheiro da Luz. Inquisição: poder e política em nome de Deus. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

Iniciação científica
1.
Gabriela Monteiro Twardowski. Ideologia e poder imperial na Uita Caroli de Eginhardo (792-840). 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

2.
Jean Carlos Freitas de Carvalho. A unidade política ameaçada: a Britania romana e a regionalização dos poderes políticos na Antiguidade Tardia segundo os panegíricos latinos de finais do século III (289 ? 297).. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

3.
Bruno Ercole de Camargo. O Bestiário medieval e sua recepção na Península Ibérica. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná. Orientador: Renan Friguetto.

4.
Andréia Rosin Caprino. Eusébio de Cesareia e a formatação do cristianismo como base ideológica para o poder imperial no século IV. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

5.
Marlon Citon. A fragmentação política do Império Romano do ocidente no século V: o exemplo dos Vândalos na Africa. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

6.
Rafaela de Sousa Trentini. As virtudes imperiais na Res Gestae de Augusto (séc.I a.C./séc.I d.C.). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

7.
Janira Pohlmann Feliciano. Aspectos da limitação do poder imperial no Antiguidade Tardia: o exemplo de Quintus Aurelius Symmachus. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

8.
Otávio Luiz Vieira Pinto. Poder régio e monarquia entre os hunos: o exemplo de Átila. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

9.
Andréa Dal Pra de Deus. Legitimidade e ilegitimidade nas fontes conciliares hispano-visigodas. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

10.
Paulo Rodrigo Haiduke. O poder régio e a sua legitimidade na Hispania visigoda (séculos VI/VII). 2004. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

11.
Alexandre Salvadori Costa. Paulo Orósio e a desestruturação do Império Romano do Ocidente. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Renan Friguetto.

12.
Paola Manfredini Romão. Isidoro de Sevilha e a cultura clássica. 1999. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal do Paraná/Tesouro Nacional. Orientador: Renan Friguetto.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Legitimidade e poder da realeza hispano-visigoda, segundo a Historia Wambae de Juliano de Toledo (segunda metade do século VII). Espaço Plural (Marechal Cândido Rondon. Online), v. 30, p. 89-116, 2014.

2.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Da teoria à prática política: o exercício do poder na Antiguidade Tardia.. Revista de História Helikon, v. 1, p. 16-36, 2014.

3.
FRIGUETTO, R.2014FRIGUETTO, R.. Um exemplo de gens na Hispania visigoda: Fructuoso de Braga e a sua origo preclara (século VII).. Revista Diálogos Mediterrânicos, v. 7, p. 28-52, 2014.

4.
FRIGUETTO, R.2016FRIGUETTO, R.. La comunidad monástica como sinónimo de sabiduria y santidad: los cenobitas y la regla monástica de Isidoro de Sevilla (siglo VII). Anuario del Centro de Estudios Históricos Profesor Carlos S. A. Segreti, v. 14, p. 145-155, 2016.

5.
FRIGUETTO, R.2017FRIGUETTO, R.. The nature of power in the HIspano-Visigothic kingdom of Toledo: the practical and the political-institutional perspective. Visigothic Symposium, v. 2, p. 21-33, 2017.

6.
FRIGUETTO, R.2017FRIGUETTO, R.. De um lugar ao outro: as mobilidades forçadas e os deslocamentos coletivos no reino hispano-visigodo de Toledo (séculos VI - VII). ROMANITAS - REVISTA DE ESTUDOS GRECOLATINOS, v. 9, p. 254-272, 2017.

7.
FRIGUETTO, R.2018FRIGUETTO, R.. Cuando la confrontacion genera colaboración: godos, romanos y el surgimiento del reino hispanogodo de Toledo (siglos V - VI). Vinculos de Historia, v. 7, p. 157-172, 2018.


Livros e capítulos
1.
FRIGUETTO, R.. A comunidade vence o indivíduo: a regra monástica de Isidoro de Sevilha (século VII). 1. ed. Curitiba: Editora Prismas, 2016. v. 1. 240p .

1.
FRIGUETTO, R.. Relações e distinções dos conceitos de Gens e de Populus e a construção de uma identidade nobiliárquica na Hispania visigoda na Antiguidade Tardia (séculos VI-VII). In: Gilvan Ventura da Silva; Érica Cristhyane Morais da Silva. (Org.). Fronteiras e Identidades no Império Romano. Aspectos sociopolíticos e religiosos. 1ed.Vitória: GM Editora, 2015, v. 1, p. 177-208.

2.
FRIGUETTO, R.. El exilio, el destierro y sus concepciones políticas en la Hispania visigoda: los ejemplos de Juan de Bíclaro e Isidoro de Sevilla (siglos VI - VII). In: Margarita Vallejo Girvés; Juan Antonio Bueno Delgado; Carlos Sánchez-Moreno Ellart. (Org.). Movilidad forzada entre la Antigüedad Clásica y Tardía. 1ed.Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá de Henares, 2015, v. 1, p. 111-136.

3.
FRIGUETTO, R.. A religiosidade como meio e fim. A unidade religiosa como proposta à unidade política na Antiguidade Tardia: o exemplo da unção e coroação de Wamba (672). In: Margarida Maria de Carvalho; Pedro Paulo Abreu Funari; Cláudio Umpierre Carlan; Helena Amália Papa. (Org.). Religiões e religiosidades na Antiguidade Tardia. 1ed.Curitiba: Editora Prismas, 2017, v. 1, p. 299-327.


Apresentações de Trabalho
1.
FRIGUETTO, R.. Acerca da 'Identidade Nobiliárquica' hispano-visigoda: considerações a partir da Historia Wambae de Juliano de Toledo (século VII). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FRIGUETTO, R.. Mentalidad(es) e identidad(es) nobiliaria(s) en la Hispania visigoda, según la Historia Wambae de Juliano de Toledo (siglo VII).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
FRIGUETTO, R.. Gens fortis et potentissima: la idea de identidad en el reino hispanovisigodo de Toledo, según el pensamiento político de Isidoro de Sevilla (siglo VII). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
FRIGUETTO, R.. Le concept de gentes et son rapport a l'idée d'identité nobiliaire dans la pensée d'Isidore de Seville (VIe-VIIe siécles). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FRIGUETTO, R.. Crisis o readecuación? Las transformaciones político-institucionales en la Antiguedad Tardía (siglos II-VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FRIGUETTO, R.. Crise ou readequação? As transformações político-institucionais na Antiguidade Tardia (séculos II-VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FRIGUETTO, R.. In eadem infelicem Spaniam, regnum efferunt conlocant: las motivaciones de la fragmentación política del reino hispanovisigodo de Toledo (siglo VIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FRIGUETTO, R.. Antiguidade Tardia ou Primeira Idade Média? Transformação e readequação no mundo greco-romano entre os séculos II e VIII. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FRIGUETTO, R.. Identidade(s) e Fronteira(s) na Hispania visigoda, segundo o pensamento de Isidoro de Sevilha (século VII). 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
FRIGUETTO, R.. El exilio, el destierro y sus concepciones políticas en la Hispania visigoda: los ejemplos de Juan de Bíclaro e Isidoro de Sevilla. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
FRIGUETTO, R.. Relações e distinções dos conceitos de 'gens' e 'populus' e a construção de uma identidade nobiliárquica na Hispania visigoda na Antiguidade Tardia (séculos VI - VII). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
FRIGUETTO, R.. A Hispania Visigoda (séculos VI - VII) e a Antiguidade Tardia: algumas considerações. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
FRIGUETTO, R.. Um exemplo de gens na Hispania Visigoda: Fructuoso de Braga e sua origo preclara (século VII). 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
FRIGUETTO, R.. A Aclamação e a Eleição como mecanismos do poder político na Antiguidade Tardia. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
FRIGUETTO, R.. Un ejemplo de relato histórico: la Historiae Wambae como fuente histórica para el estudio de los grupos aristocráticos y nobiliarios en la HIspania visigoda de finales del siglo VII. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
FRIGUETTO, R.. El exilio y el destierro en las legislaciones conciliar y laica hispano-visigoda (636-702). 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
FRIGUETTO, R.. Símbolos e Rituais: os mecanismos do poder político no reino hispanovisigodo de Toledo (séculos VI-VII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
FRIGUETTO, R.. La Comunidad monástica como sinónimo de santidad y civilidad: los cenobitas y la regla monástica de Isidoro de Sevilla (siglo VII). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
FRIGUETTO, R.. Conflictos y acción: el Imperio Romano y las Monarquías romanobárbaras en la Antiguedad Tardía (siglos V-VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
FRIGUETTO, R.. As concepções de exílio e de desterro no reino hispano-visigodo de Toledo, segundo a obra de Valério do Bierzo (século VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
FRIGUETTO, R.. Aristócratas, nobles, exiliados y desterrados: los conflictos sociopolíticos en la Gallaecia hispano-goda (siglo VII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
FRIGUETTO, R.. Polémica, confrontación y exilio: las querellas entre católicos y arrianos en el reino hispanovisigodo en tiempos de Leovigildo (569-586). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
FRIGUETTO, R.. A formação do Ocidente e o fim do domínio romano. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

24.
FRIGUETTO, R.. Exile and confinement in the Hispano-visigothic kingdom of Toledo in the late seventh century: the case of the Bishop Sisbertus of Toledo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
FRIGUETTO, R.. Da infidelidade ao exílio: um exemplo de mobilidade forçada nos escritos de Valério do Bierzo (século VII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FRIGUETTO, R.; FELICIANO, J. P. . Em Tese: Identidade Cristã. 2016.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRIGUETTO, R.; VENTURA, G. ; FERNANDES, F. R. ; GUIMARAES, M. L. ; LIMA, A. M. S. ; GONCALVES, A. T. M. ; SILVA, A. C. L. F. ; SILVA, L. R. ; SILVEIRA, A. D. ; NASCIMENTO, R. C. S. ; CARVALHO, M. M. . Seminário "As mobilidades e as suas formas na Antiguidade Tardia e na Idade Média". 2017. (Outro).



Outras informações relevantes


Bolsas de estudos institucionais recebidas:
.Bolsa "Sandwich" da CAPES para estadia de 06 meses em Madrid - Espanha - Março/Setembro de 1988;
.Bolsa de Mestrado da CAPES entre Março de 1989 e Agosto de 1990 - trabalho defendido nos prazos;
.Bolsa de "Recém-doutor" do CNPq entre Novembro de 1996 e Setembro de 1997 vinculada ao PPGHIS da UFPR.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 21:55:39